Nuno Correia 2010/11
Nuno Correia 2010/11
Nuno Correia 2010/11
   Nirenberg sintetizou artificialmente RNA mensageiro [mRNA],
    formado exclusivamente por nucleótidos uracilo [UUU UU...
Nuno Correia 2010/11
   Como são constituídos os tripletos de RNA utilizados
    por estes investigadores?

    Em cada um dos casos, cada tri...
   Como são formados os péptidos sintetizados a partir de
    RNA poli-U, poli-A e poli-C, respectivamente?

Os péptidos ...
   Khorana sintetizou moléculas
    de mRNA com nucleótidos
    alternados (por exemplo,
    ACACACACA...).
   Esta cade...
Que conclusão pôde Khorana tirar com os resultados
 obtidos?
Estas experiências permitiram concluir que diferentes combina...
   Linguagem utilizada pelas células na transferência de
    informação genética de DNA para proteínas.




             ...
Nuno Correia 2010/11
Transcrição                  Tradução




      Nuno Correia 2010/11
Nuno Correia 2010/11
Nuno Correia 2010/11
Nuno Correia 2010/11
Nuno Correia 2010/11
   Iniciação
   Alongamento
   Finalização



             Nuno Correia 2010/11
Nuno Correia 2010/11
Nuno Correia 2010/11
Nuno Correia 2010/11
Nuno Correia 2010/11
Nuno Correia 2010/11
Nuno Correia 2010/11
   Rapidez
   Amplificação




              Nuno Correia 2010/11
Bg 10   síntese proteica
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Bg 10 síntese proteica

4.383 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.383
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.873
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
165
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bg 10 síntese proteica

  1. 1. Nuno Correia 2010/11
  2. 2. Nuno Correia 2010/11
  3. 3. Nuno Correia 2010/11
  4. 4.  Nirenberg sintetizou artificialmente RNA mensageiro [mRNA], formado exclusivamente por nucleótidos uracilo [UUU UUU UUU UUU...].  Ao mRNA poli-U, adicionaram extracto de bactérias, garantindo a presença de todos os ingredientes necessários para que a síntese proteica pudesse ocorrer.  Verificaram que se formava um péptido com um só tipo de aminoácidos.  Seguiram-se duas experiências idênticas, mas usaram mRNA poli-A [AAA AAA AAA AAA...] e mRNA poli-C (CCC CCC CCC CCC...].  Verificaram que, também nestes casos, se formava um péptido, constituído por um só tipo de aminoácidos. Nuno Correia 2010/11
  5. 5. Nuno Correia 2010/11
  6. 6.  Como são constituídos os tripletos de RNA utilizados por estes investigadores? Em cada um dos casos, cada tripleto é constituído apenas por um tipo de nucleótido. No primeiro caso, os tripletos são constituídos por 3 uracilos. Nos restantes dois casos, por 3 adeninas e por 3 citosinas, respectivamente. Nuno Correia 2010/11
  7. 7.  Como são formados os péptidos sintetizados a partir de RNA poli-U, poli-A e poli-C, respectivamente? Os péptidos sintetizados a partir de mRNA poli-U são formados, exclusivamente, por um tipo de aminoácidos - fenilalanina. Por sua vez, quando o mRNA é poli-A, o polipéptido é formado apenas por aminoácidos lisina. E no caso de o mRNA ser poli-C, o péptido apresenta somente aminoácidos prolina. Nuno Correia 2010/11
  8. 8.  Khorana sintetizou moléculas de mRNA com nucleótidos alternados (por exemplo, ACACACACA...).  Esta cadeia permitia dois tipos de combinações (ACA e CAC). Neste caso, a cadeia peptídica era formada por dois tipos de aminoácidos - treonina (Tre) e histidina (His) Nuno Correia 2010/11
  9. 9. Que conclusão pôde Khorana tirar com os resultados obtidos? Estas experiências permitiram concluir que diferentes combinações de tripletos são responsáveis pela codificação de diferentes aminoácidos. Por outro lado, estes resultados permitiram confirmar que o código genético está escrito de forma sequencial e que, teoricamente, a sua leitura pode iniciar-se em qualquer ponto. Nuno Correia 2010/11
  10. 10.  Linguagem utilizada pelas células na transferência de informação genética de DNA para proteínas. Nuno Correia 2010/11
  11. 11. Nuno Correia 2010/11
  12. 12. Transcrição Tradução Nuno Correia 2010/11
  13. 13. Nuno Correia 2010/11
  14. 14. Nuno Correia 2010/11
  15. 15. Nuno Correia 2010/11
  16. 16. Nuno Correia 2010/11
  17. 17.  Iniciação  Alongamento  Finalização Nuno Correia 2010/11
  18. 18. Nuno Correia 2010/11
  19. 19. Nuno Correia 2010/11
  20. 20. Nuno Correia 2010/11
  21. 21. Nuno Correia 2010/11
  22. 22. Nuno Correia 2010/11
  23. 23. Nuno Correia 2010/11
  24. 24.  Rapidez  Amplificação Nuno Correia 2010/11

×