Slides Enade PUCRS 2010

7.655 visualizações

Publicada em

Apresentação de slides com breve explicação do Enade 2010. Saiba mais em www.pucrs.br/enade

Publicada em: Educação
1 comentário
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.655
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.443
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
138
Comentários
1
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slides Enade PUCRS 2010

  1. 1. Por que avaliar?Por que avaliar a Educação Superior com o ENADE?<br />
  2. 2. Avaliação permite avanço cultural.<br />Avaliação é alavanca para o conhecimento.<br />Avaliação permite qualificação.<br />
  3. 3. Por que avaliar a educação superior?<br />
  4. 4. Avaliação na Educação Superior<br />Panorama mundial - avaliações sistemáticas e com abrangência nacional, são relativamente recentes. <br />Tendência internacional<br /><ul><li>regulação e controle das instituições
  5. 5. responsabilização com a qualidade
  6. 6. orientação para escolhas dos estudantes
  7. 7. equivalência de títulos / diplomas</li></ul>(Verhine, 2010)<br />
  8. 8. Avaliação na Educação Superior<br />Panorama brasileiro<br /><ul><li>década de 70: pós-graduação – CAPES;
  9. 9. 80: primeiras propostas / vinculadas à regulação;
  10. 10. 90: Programa de Avaliação Institucional das Universidades Brasileiras / experiências e propostas de avaliação formativa
  11. 11. LDB/96: Exame Nacional de Cursos, Avaliação das Condições de Ensino, Avaliação de C. Universitários </li></ul> 2004: SINAES<br />
  12. 12. Finalidades:<br /><ul><li> a melhoria da qualidade da educação superior
  13. 13. o aumento permanente da eficácia institucional e efetividade acadêmica e social</li></ul>SINAES<br />Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior<br />Lei n° 10.861<br />2004 <br />
  14. 14. Avaliação Institucional<br />Avaliação externa<br />Avaliação dos Cursos de Graduação<br />SINAES<br />Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior<br />Lei n° 10.861<br />2004 <br />ENADE<br />Exame Nacional de Desempenho de Estudantes<br />Avaliação interna<br />Autoavaliação Institucional<br />
  15. 15. Como o ENADE contribui para a avaliação do Projeto Pedagógico?<br />
  16. 16. Por que o ENADE deve desencadear ações permanentes?<br />1. A análise e uso de resultados de avaliação interna e externa é um dos indicadores da avaliação externa de cursos de graduação e institucional.<br />Reconhecimento de Curso<br />Renovação de Reconhecimento<br />2. Os resultados do ENADE permitem movimentos de autoavaliação e qualificação dos cursos.<br />3. A discussão e as ações permanentescontribuem para o desenvolvimento da cultura de avaliação como instrumento de gestão.<br />
  17. 17. Resultados públicos<br />
  18. 18.
  19. 19. O que apresentam os Relatórios Síntese?<br /><ul><li>Diretrizes do ENADE do ano em questão
  20. 20. Método: fórmulas, análise
  21. 21. Descrição da amostra
  22. 22. Análise técnica da prova
  23. 23. Percepção dos estudantes sobre a prova
  24. 24. Distribuição dos conceitos
  25. 25. Características dos estudantes</li></li></ul><li>O que apresentam os Relatórios de Curso?<br /><ul><li>Detalhamento do desempenho dos estudantes – ingressantes e concluintes – do curso:
  26. 26. médias da turma nos resultados na prova, por questão
  27. 27. resultados do questionário do estudante
  28. 28. percepção sobre a prova</li></li></ul><li>Conceito<br />ENADE – IDD<br />
  29. 29. ENADE<br />Área da Saúde - Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Nutrição, Biomedicina, Educação Física + Serviço Social + Ciências Agrárias ... <br />2004<br />2010<br />2007<br />Arquitetura, Computação, Engenharias, Licenciaturas - Ciências Sociais, Filosofia, Pedagogia, Ciências Biológicas ...<br />2005<br />2008<br />Administração, Contábeis, Economia, <br />Direito, Psicologia, Comunicação Social ...<br />2006<br />2009<br />
  30. 30. ENADE<br /><ul><li> Prova
  31. 31. Formação Geral : 10 questões
  32. 32. Componente Específico da área: 30 questões
  33. 33. Questionário do estudante
  34. 34. 54 questões
  35. 35. A partir de 2010: on-line
  36. 36. Questionário de percepção sobre a prova
  37. 37. 9 questões
  38. 38. Questionário do coordenador
  39. 39. Respondido on-line após a prova</li></li></ul><li>Conceito ENADE:<br />Nota dos Concluintes <br /><ul><li>A partir de 2008 – apenas alunos ‘concluintes’
  40. 40. Indicador de qualidade do egresso
  41. 41. Nota Enade = 25% conhecimentos gerais + 75% conhecimentos específicos
  42. 42. Pelo menos 2 alunos concluintes</li></li></ul><li>Conceito Enade:<br />Nota dos Ingressantes <br /><ul><li>Não considerados no conceito ENADE, mas no Conceito Preliminar de Curso (CPC)
  43. 43. Indicador de qualidade do ingressante
  44. 44. Também é uma medida de qualidade do curso, na medida em que bons alunos devem escolher os melhores cursos
  45. 45. Nota dos ingressantes = 25% ‘conhecimentos gerais’ + 75% ‘conhecimentos específicos’
  46. 46. Pelo menos 2 alunos ingressantes</li></li></ul><li>Conceito IDD<br />Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado<br />O perfil dos ingressantes nos cursos é desigual.<br />As notas dos concluintes carregam essas desigualdades.<br />Assim, as diferenças na saída não são explicadas apenas pelo que o curso agregou, mas também pelas diferenças pré-existentes.<br />
  47. 47. O Conceito IDD<br />Calcula-se um valor esperado para os concluintes via regressão múltipla, considerando-se três informações dos ingressantes:<br /><ul><li>Desempenho médio dos ingressantes;
  48. 48. Proporção de estudantes cujos pai e/ou mãe têm nível superior de escolaridade;
  49. 49. Razão concluintes/ingressantes.</li></li></ul><li>Compromisso dos<br />professores<br />
  50. 50. <ul><li> conhecimento do processo
  51. 51. conhecimento dos resultados da IES / do Curso </li></li></ul><li><ul><li> análise da prova
  52. 52. participação das discussões de reorientação de projeto pedagógico / estratégias de ensino com base nos resultados
  53. 53. revisão das disciplinas de sua responsabilidade</li></ul>www.pucrs.br/edipucrs<br />
  54. 54. <ul><li> análise crítica do SINAES – mas com entendimento para valorizar o processo junto ao aluno
  55. 55. inclusão da discussão sobre avaliação – externa e interna na sala de aula
  56. 56. estímulo ao aluno</li></li></ul><li>Como o ENADE é computado na nota do Curso?<br />
  57. 57. Conceito Preliminar de Curso<br />(cálculo utilizado em 2009)<br />Conceito Preliminar deCurso<br />Índice<br />Geral de Cursos<br />40%<br />Dados do Censo da Educação Superior<br />nota do ENADE<br />30%<br />Avaliação<br />Institucional<br />15% ingressantes<br />15% concluintes<br />Doutores: 20%<br />Mestres: 5%<br />Docentes em regime integral e parcial: 5%<br />nota do IDD<br />30%<br />Conceito CAPES Pós-Graduação<br />Questionário do estudante<br />Infraestrutura: 5%<br />Recursos didático-pedagógicos: 5%<br />ENADE<br />
  58. 58. ProjetoPedagógico<br />CorpoDocente<br />Infraestrutura<br />Avaliação dos Cursos de Graduação<br />Avaliação in loco<br />Comissão INEP<br />Conceito Preliminar deCurso<br />Solicitação obrigatórai<br />Publicação de Portaria<br />Solicitação opcional<br />1 e 2<br />3 e 4<br />5<br />
  59. 59. Implicações para o estudante<br />
  60. 60. Conhecer as implicações<br /> 1. A realização do ENADE é pré-requisito para colação de grau.<br /> Sem Enade = Sem diploma.<br />2. A Avaliação é trienal. <br /> Os conceitos ficam “carimbados” no curso por três anos.<br />3. A divulgação dos resultados do Enade alimenta inúmeras <br /> matérias produzidas pela imprensa.<br /> Todos saberão o conceito do curso.<br />4.Cada aluno recebe um Boletim de Desempenho próprio.<br />Dá para mostrar para os outros o quanto a gente sabe<br />5. A Prova é aplicada simultaneamente em todo país.<br /> Provavelmente será a única oportunidade da vida para <br /> comparar o teu conhecimento com uma quantidade tão <br /> grande de pessoas.<br />
  61. 61. Implicações<br /><ul><li>Nos benefícios para estudantes:
  62. 62. 2008, cursos que obtiveram ENADE 1 e 2
  63. 63. 2010, cursos que obtiverem CPC 1 e 2
  64. 64. Alunos não podem concorrer à bolsa FIES
  65. 65. Cursos não podem oferecer bolsas adicionais do PROUNI</li></li></ul><li>Implicações<br /><ul><li>No mercado de trabalho
  66. 66. Na seleção de programas de pós-graduação
  67. 67. No reconhecimento social dos cursos</li></li></ul><li>

×