Catalogo poupanca

1.383 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.383
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.069
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Catalogo poupanca

  1. 1. LITERATURA FILATÉLICA TEMA POUPANÇA = Exposição = Beja, 30 de Outubro a 6 de Novembro de 2012 Organização: Núcleo de Coleccionismo do Centro Cultural e Desportivo do Hospital José Joaquim Fernandes – Beja Rua Poeta Afonso Lopes Vieira (Antiga Rua do Correio), 15 - Beja
  2. 2. Dia Internacional da Poupança Ditado popular: "A grão gastador, o muito não basta; e a grão poupador, o pouco sobeja" Durante o primeiro congresso do World Society of Savings Banks (USBI),realizado em Milão, Itália, em Outubro de 1924, no último dia desse congresso, o dia31 de Outubro, o Professor Fipippo Ravizza, declarou essa data como o “DiaInternacional da Poupança”, constando, nas declarações finais que este dia deveria serum dia dedicado à promoção da poupança em todo o mundo. Contudo, não foi neste congresso que a ideia da criação deste dia surgiria pelaprimeira vez. Como antecedentes veja-se a Espanha, onde este dia surgiria, mas comcarácter nacional em 1921, ideia esta também concretizada nos Estados Unidos. NaAlemanha, onde a poupança não era a preocupação da população, esta preocupaçãosurgiria, quase como instituída, na reforma monetária ali ocorrida em 1923. No início não terá sido fácil a aceitação de um dia dedicado à poupança, já queo USBI se viu na necessidade de o promover e, em 1928 ao afirmar que a poupança erauma virtude e uma prática que são essenciais para o progresso civil de cada indivíduo,de cada nação e de toda a humanidade, declarando ainda serem as escolas os locaismais apropriados para o ensino aos futuros clientes, isto visto evidentemente sob oprisma empresarial. Acrescentou ainda que a educação da poupança não é apenas autilidade e necessidade de gastar o seu dinheiro com sabedoria e de fortificar-se contraas incertezas e adversidades do futuro como ainda adversária e lutar contra tudo o quepossa ser obstáculo à prática da poupança, como por exemplo a prática de jogos desorte e azar. Popularmente o conhecimento que as pessoas têm da vida obriga-as a
  3. 3. poupanças quase constantes, principalmente em momentos de crise como a que hojeatravessamos. Durante a Segunda Guerra Mundial outras preocupações ocupavam apopulação, mas após esta o Dia Mundial da Poupança ressurgiria de novo para atingiro seu auge a partir de 1955, prolongando-se até aos anos setenta ao ponto que naÁustria foi criada uma mascote, a Sparefroh (poupança feliz), que chegou mesmo a sernome de rua. Na década de 1970, o Sparefroh-Journal, uma revista educativa para osmais jovens, atingiu o impressionante número de 400 mil exemplares Em Portugal, a dinamização deste dia surgiu em 1969 de uma forma contínua,embora viesse a ser comemorado em medidas avulsas e quase sempre levadas a cabo,individualmente, por alguns Bancos dedicados à Pequena Poupança, traduzindo porum forte apelo à poupança, e confecção de cartazes, a publicação de brochuras,folhetos e artigos publicados na comunicação social, algumas vezes pagos como quede publicidade se tratasse, spots publicitários na rádio e na televisão. Também os workshops acompanhados de palestras são outros meios utilizadosde comemorar o Dia Mundial de Poupança. Porém, para a maioria da população é um dia passa despercebido. Em termos filatélicos e, especificamente no que se refere a poupança em 31/10/1994 foi emitida uma série de um único selo de 100$00 dedicada ao Dia Mundial da Poupança. Contudo, outras emissões há, que poderão facilmente ser incluídas no tema como sejam por exemplo: em 19/11/1946, o Centenário do Banco de Portugal; em 22/9/1954 a emissão do 150º Aniversário da Fundação de Secretaria de Estado da Fazenda; em 19/5/1964 a emissão do Centenário do Banco Nacional Ultramarino; em 29/10/1976 o Centenário da Caixa Geral de Depósitos; em31/10/1994 a emissão do 150º Aniversário da Caixa Económica Montepio Geral; em12/11/1996 a emissão dos 150 Anos dos Banco de Portugal; 15/3/1999 a emissão Euro– A Nova Moeda Europeia; 2/1/2002 a emissão do Euro.
  4. 4. Outras emissões há, porque nos dão a mensagem de outras formas depoupança, que não seja a monetária, ou que na sua imagem consta uma espéciemonetária, podem também ser incluídas neste tema de Poupança. Noutras peças filatélicas, como por exemplo nos Inteiros Postais,encontraremos alguns dedicados ao tema Poupança. A Caixa Geral de Depósitos (CGD) desde 1971 que vem dedicando ao temaalguns carimbos, flâmulas e franquias mecânicas, tendo realizado até nas suasinstalações algumas manifestações filatélicas. Durante o período compreendido entreFevereiro de 1978 e Dezembro de 1990, publicou 99 pagelas dedicadas ao temapoupança, apresentando emissões filatélicas de todo o mundo. Publicou ainda apagela nº 100 em Agosto de 1992, sendo esta a última das pagelas por si publicadas.Publicou ainda vários Comunicados aos Órgãos de Informação, iniciados em Março de1976, onde informava sobre os carimbos comemorativos e flâmulas emitidas pela CGD. Em Outubro de 1978, publicou uma pequena brochura intitulada “Lista deCarimbos Portugueses do Tema Poupança” que foi distribuída gratuitamente peloGabinete de Relações Públicas da CGD, onde apresentou todos os carimboscomemorativos e flâmulas que foram produzidos pelos CTT tanto no continente comonas antigas colónias.Resta acrescentar que o distinto filatelista António Silva Gama foi o consultor filatélicoda Caixa Geral de Depósito e o grande impulsionador de toda esta produção filatélica. Francisco Matoso GalveiasAs muitas dezenas de documentos expostos são da colecção do filatelista António Oliveira

×