Successfully reported this slideshow.

Apresenta..[1]

2.414 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

Apresenta..[1]

  1. 1. A Ciência, o Poder e os Riscos Eutanásia
  2. 2. “A morte é um acontecimento biológico inevitável porque a vida está organizada como um programa natural finito. Pela sua inteligência e pela sua efectividade, os Homens reconhecem este carácter finito e atribuem à vida um valor elevado, mas aceitam o fim inevitável com naturalidade, sem angústia nem temor, embora com algum desgosto. A eutanásia nega o valor da vida, não deve ser aceite. Mas também não deve ser aceite a distanásia, o encarniçamento terapêutico com cuidados intensivos, já totalmente desproporcionados em relação aos benefícios que se pretendem obter, como se os médicos pretendessem negar a inevitabilidade da morte corporal.” Daniel Serrão
  3. 3. A morte a alguém em grande sofrimento e/ou em fase terminal da vida
  4. 4. Tipos de Eutanásia Activa provoca a morte a um doente por fins compassivos Passiva provoca a morte do doente quando este já se encontra em fase terminal e tem como objectivo terminar com o sofrimento causado pela doença Duplo Efeito morte acelerada devido à acção indirecta das acções médicas com o objectivo de acalmar a dor de um paciente Voluntária morte provocada tendo em conta a vontade do paciente Involuntária morte provocada sem vontade do próprio doente Não-voluntária morte estimulada sem que o paciente tivesse mostrado algum interesse nela
  5. 5. Bioética estudo sistemático das dimensões morais das ciências da vida e do cuidado com a saúde Utiliza: - várias metodologias éticas num contexto multidisciplinar Finalidade: - reflectir e “abrir o horizonte” para as soluções relativas às questões éticas provocadas pelo avanço tecnológico Áreas de actuação: - Medicina - Filosofia
  6. 6. Bioética especial Análise de grandes problemas, sob um perfil geral, da Medicina e da Biologia
  7. 7. Bioética 5 Princípios 1º Autonomia Reconhece o domínio do paciente sobre a sua própria vida Respeito à intimidade
  8. 8. Pessoa Racional - capaz de pensar por si Livre - que escolhe e decide o que quer fazer Responsável - assume as consequências dos seus actos é irrepetível no tempo e no espaço Autónoma - capaz de escolher, actuar e assumir as responsabilidades provenientes dos seus actos Com dignidade deve ser tratada sem o atentado à sua integridade física e psicológica (respeitando-se, aspectos circunstanciais, como a raça, o sexo, a classe social, o credo religioso, etc.)
  9. 9. Positivismo teoria acerca do conhecimento que toma os factos como origem e critério de validação do conhecimento Ciências exactas ou naturais Augusto Comte - “Lei dos três estados” Cada um deve esperar que chegue a sua hora de morrer natural
  10. 10. Cientismo
  11. 11. Segundo Karl Popper: Há sempre possibilidade de factos ainda não observados do passado ou factos futuros virem a contradizer a conclusão
  12. 12. Tecnociência Sistema de saber que reúne as finalidades da Ciência e da técnica
  13. 13. Defensores da Eutanásia Afirmam que ela remete para uma morte rápida e indolor
  14. 14. Fase terminal Só se usa a eutanásia em doentes em fase terminal O conceito de fase terminal é subjectivo
  15. 15. Princípios éticos que os médicos devem ter em conta Preservação da Vida Alívio da dor - Se escolhermos: - preservar a vida contraria-se o facto de ela ser finita - aliviar a dor com medicamentos facilita-se a morte Solução: - ter em conta os princípios éticos que devem estar patentes no “amparo” da vida
  16. 16. Ética fundamentação das normas morais do agir incide na reflexão acerca dos princípios que devem orientar a acção humana Na Ciência: - consciência dos poderes que interferem, se utilizam e de todos os discursos que se apoiam nela
  17. 17. Conclusão É indefensável o uso do conhecimento científico para pôr fim à vida do ser humano
  18. 18. ANEXOS Caso de eutanásia comove Itália
  19. 19. Filipa Soares Isabel Almeida Pedro Gomes 11ºH Filosofia Prof. Nuno Pereira Ano Lectivo 2008/09 Escola Secundária Almeida Garrett Trabalho realizado por:
  20. 20. Lei dos três estados

×