Avaliaco online aprendizagens_novos conceito

1.376 visualizações

Publicada em

Aula 2 da Unidade curricular de 'Avaliaçao online das Aprendizagens' Mestrado em TIC e Educação e Mestrado em Tecnologias e Metodologias em E-learning do Instituto de Educação- Univ Lisboa

Publicada em: Educação
2 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.376
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
2
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Avaliaco online aprendizagens_novos conceito

  1. 1. Avaliação e ambientesonline: conceitos centrais UC: Avaliação Online das aprendizagens Neuza Pedro
  2. 2. Requer-se novos instrumentos, conceitos ou paradigmas de avaliação ?
  3. 3. Requer-se uma (nova) literacia da avaliação(‘assessment literacy’ Stiggins, 2006 cit. por Ussher & Earl, 2010)
  4. 4. Aquisições Produções O quê avaliar? Satisfação Processos Percursos, ... Alunos/Formandos Professores Recursos, Quem avaliar? Estratégias E-A Course Design Grupos Instituições, Como avaliar? Métodos ProgamasInstrumentos Sistemas... Situações Episódios Quando avaliar? Seriação Selecção Certificação Para quê avaliar? Regulação Desenvolvimento ...
  5. 5. South Dakota, EUA, 2009Large- scale testing . Reading . Mathematic Definido por lei
  6. 6. Ambientes online e avaliaçãoAvaliação Sumativa,Formativa e DiagnósticaAvaliação Final eintercalarAuto-avaliação eHetero-avaliação
  7. 7. Avaliação formativa vsAvaliação sumativa
  8. 8. Avaliação formativa vsAvaliação sumativa
  9. 9. Avaliação com propósitos formativos vsAvaliação com propósitos sumativos (Ussher & Earl, 2010)
  10. 10. Avaliação com propósitos sumativosCaracterísticas:• Acontece após o processo de ensino, no fim, num momento pré-determinado• Recolhe e classifica numa escala explicitamente definida evidências de desempenho (aprendizagem e ensino)• Permite suportar/alterar políticas educativas (Myers, 2008)
  11. 11. Avaliação com propósitos sumativosFunção/Uso:• Congregar evidências de desempenho (aprendizagem e ensino)• Medir e comparar elementos/momentos/sistemas• Suportar/alterar políticas educativas• Categorizar, seriar• Creditar/acreditar• Premiar/punir (Ussher & Earl, 2010)
  12. 12. Avaliação com propósitos sumativosFormato:(genericamente)• Quantitativo nota escala e critérios score ranking, etc. (Myers, 2008)
  13. 13. Avaliação com propósitos sumativos Acesso: Público (genericamente) • Aluno • Pais • Escola • Sistema • sociedade (Myers, 2008)
  14. 14. Consequências ?
  15. 15. Avaliação com propósitos sumativos Consequências ?‘Serious consequences attached to it for both the student and the school’ (Myers, 2008, p.2)
  16. 16. Avaliação com propósitos formativosCaracterísticas:• Acontece durante o processo de ensino• Não revela consequências na classificação• Recorrente, cíclica, contínua• Situada (vista em contexto)• multifacetada• ‘time-consuming’• A sua eficácia é dependente do envolvimento do aluno (Ussher & Earl, 2010)
  17. 17. Avaliação com propósitos formativosFunção/Uso:• Providenciar informação atempada= capacidade remediativa• (in)formar, potencializar• Regular elementos/momentos/sistemas• Identificar expectativas do ‘avaliador’• individualizar (Ussher & Earl, 2010)
  18. 18. Avaliação com propósitos formativosFormato:(genericamente)• Qualitativo descritores parâmetros comentários exemplos, etc. (Myers, 2008)
  19. 19. Avaliação com propósitos formativosAcesso: Restrito(genericamente)• Professor(es)• Aluno• Pais (Myers, 2008)
  20. 20. Onde ficam as provas de aferição?
  21. 21. “Assessment tasks produce information that can be used to improve learning and teaching. It is clear that manyassessment tasks arecreated with a primarypurpose in mind;however, this does notrestrict the use of that evidence to that purpose only “ (Ussher & Earl, 2010, p.57)
  22. 22. Avaliação com propósitos diagnósticosCaracterísticas:• Acontece previamente ao processo de ensino• Pré-avaliação• ‘fotográfica’• Sintomática, tipificante• revela consequências no ensino/aprendiz. (Ussher & Earl, 2010) (Myers, 2008)
  23. 23. Avaliação com propósitos diagnósticosFunção/Uso:• Preditiva• Antecipar pontos fortes e dificuldades (Atenção: cuidado com a ‘auto-realização de profecias’!!!)• rever conteudos prévios• Identificar interesses• Descrever baseline• Comparar progressos
  24. 24. Onde reside a diferença?
  25. 25. O quê avaliar? Quem avaliar? Como avaliar?Quando avaliar?Para quê avaliar?
  26. 26. Importância da avaliação em E-learning Acompanhamento, Monitorização e avaliação . aferição do envolvimento . do processo de aprendizagem . do sucesso e desenvolvimento = Informação para o aluno Informação para o Tutor
  27. 27. Em ambientes online (o aluno) Auto-regulação da aprendizagem. processo activo, cíclico e complexo. depende da posse, por parte do indivíduo, de um sentido próprio da aprendizagem. face aos objectivos da acção de formação, estabelecem os seus objectivos pessoais = aqueles que norteiam a sua aprendizagem,. importante facilitar o acesso/ desenvolver mecanismos e recursos que permitam ao próprio monitorizar regular e aferir Exige. o indivíduo tenha consciência dos objectivos a atingir;. conheça as exigências da acção que se pretende que realize = Clareza no Planeamento. possa seleccionar e organizar recursos para a concretização da acção;
  28. 28. Feedback do professorComentários orientadores fornecidos pelo professorDevem incorrer sobre os conhecimentos adquiridos, as competências técnicas, científicas e sociais evidenciadas e a evidenciar = os aspectos a aprofundar estratégias de trabalho a utilizar
  29. 29. Avaliação Dinâmica em e-learning : Ao longo de todo o processo
  30. 30. Avaliação sistémica (Lagarto, 2009)• De cada elemento, do seu processo• Da relação entre os elementos• Do sistema (estrutura, conteúdo e orgânica)
  31. 31. Avaliação onlinecomo um sistema de regulação bilateral
  32. 32. Avaliação mediada porcomputador: tire-se partido do multimédia e do interactivo !!
  33. 33. Nome: Turma: Grupo A 1. Considere o video apresentado (1 min 19) e responda às perguntas seguintes:
  34. 34. ( Voltar a ver o vídeo )1) Apresente a composição do ácido desoxirribonucléico2) Indique o que entende por divisão celular3) Seleccione a opção correcta:O RNA mensageiro actua especificamente:a) no processo de mielinizaçãob) no citoplasma celularc) No processo de transcrição do DNA em RNAd) Na síntese de uma proteina em aminoácidos4) Apresente uma breve reflexão sobre o seguinte tópico: “Clonagem: vantagens e riscos da legalização da clonagem de células estaminais humanas”
  35. 35. Nome: Turma: Química ( Versão A)1. Explicite o conceito de Entalpia(Caso considere vantajoso, explore a simulação seguinte)
  36. 36. Nome: Turma: Inglês1) Oiça o ficheiro de som (podcast), e reproduza num textoescrito, em Inglês, o diálogo apresentado.
  37. 37. ReferênciasLagarto, J. (2009). Avaliação em e-learning. Educação, Formação & Tecnologias, 2 (1), 19-29.[Disponível online em http://eft.educom.pt]Packham, G., Jones, P., Miller, C., & Thomas, B. (2004). Perceptions of efective e-moderation: A Tutors Viewpoint. Acedido a 15 de Fevereiro de 2012 através dehttp://www.networkedlearningconference.org.uk/past/nlc2004/proceedings/individual_papers/packham_et_al.htmMyers, S. (2008). Formative & summative assessments. Research starters EBSCO.Ussher, B., & Earl, K., (2010). ‘Summative’ and ‘Formative’: Confused by the AssessmentTerms? New Zealand Journal of Teachers’ Work, 7 (1), 53-63.

×