Prudência

411 visualizações

Publicada em

Palestra do dia 14/08/2010

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
411
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Prudência

  1. 1. PrudênciaPrudênciaDerradeira Chamada
  2. 2. O tesouro que a reencarnação representapara todos os seres humanos, vale muitomais para cada um dos espíritosencarnados, do que a posse de todos ostesouros materiais da Terra.
  3. 3. Importante se faz que cada um mediteem seu próprio futuro espiritual
  4. 4. A luz do espírito se adquire através dorefinamento de seus atos e pensamentos,palavras e obras ao longo dos caminhospercorridos, enriquecendo com ela o seupatrimônio espiritual.
  5. 5. Analisando o retorno ao mundoespiritual, podemos observar umaimportante categoria:
  6. 6. Aquele que, no afã de andar depressa, decorrer muito para não perder tempo deengrandecer sua fortuna material,perecível, sacrificando nesse objetivosuas horas de alimentação e de repouso,trás desgaste ao corpo físico, principalveículo na vida terrena.
  7. 7. Aquele outro que, por prazer ouimprudência, usou e abusou de alimentosimpróprios para o corpo, ou de excesso debebidas prejudiciais à sua saúde e bem estar,retornaram ao Pai muito antes do prazo pré-determinado, e por isso reunidos nacategoria dos imprudentes, apressadosou desleixados.
  8. 8. Nesse estado, nem o espírito se encontracompletamente desencarnado, nem podeconsiderar-se encarnado, por faltar-lhe oveículo material, embora a muitos custeacreditar que já deixaram a Terra.
  9. 9. Aos que assim se consideram, existe um meiofácil de os convencer: é mostrar-lhes oestado de sua matéria, e elesprontamente se convencem darealidade.
  10. 10. É uma triste verdade que não são poucos oespíritos nesta condição,na categoria dos imprudentes.
  11. 11. Vencido o prazo de sua permanência no soloterreno, estes irmãos são então despertados econduzidos ao plano a que tiverem feito juz,segundo comportamento registrado em suaestadia na Terra.
  12. 12. Alguns deles, mesmo sem método ou semcuidados demonstrados ao longo de suaencarnação, apuraram de certa maneira suasqualidades morais e ganharam com istomaior foco de luz para si mesmo.
  13. 13. Neste caso eles registram em seu arquivoespiritual os fatos relacionados com o bem eo mal de seu comportamento na Terra, e issoé o que chamamos de experiência.
  14. 14. Em sua encarnação seguinte essa experiênciaacumulada em seu patrimônio espiritual, já lhesdiz que o homem deve ter e respeitar as suashoras de levantar, comer, trabalhar e repousar,para que seu corpo possa durar longo tempo efuncionar a inteiro contento, para o melhor êxitoda encarnação.
  15. 15. Para os espíritos que partem deste mundo naidade infantil, juventude ou na mocidade, existe aíum determinismo que deve cumprir-se, seja pelocumprimento de um prazo predeterminado para aestadia na Terra, seja pela necessidade dedespertar nos corações o princípio da fé, atravésda saudade do ente querido que se foi.
  16. 16. De qualquer maneira, a partida“prematura” de um espírito obedece aplanos preestabelecidos, cujagrandiosidade haveis de conhecer um dia.
  17. 17. Mensagem deJose de Arimathea, Filon de Alexandria,Isaías e Hilarion de Monte Nebo.

×