SlideShare uma empresa Scribd logo
O
I
L
U
M
I
N
I
S
M
O
Iluminismo
Movimento de idéias que teve origem no sec.XVII e
se desenvolveu no sec. XVIII. O nome vem das
percepção dos filósofos iluministas . Eles eram
militantes da razão Luz contra tradição cultural
Trevas.
Os três princípios básicos do ideário iluminista:
Universalidade - contempla toda humanidade.
Individualidade- o ser humano era visto como
individuo e não como coletividade.
Autonomia- o homem pensando por si mesmo.
Os pensadores propunham não uma revolução mas
uma ampla reforma.
Pensadores Iluminista
John Locke -
 Pai da teoria política liberal
 Desenvolveu a teoria do governo limitado,afirmava
que o poder era contado governo e governado.
Única saída para o estabelecimento de uma sociedade
civil era a instituição de um governo.
Condenava o absolutismo pessoal dos monarcas.
.
Denis Dederod -
 Contestou o absolutismo real;
 Traduziu as enciclopédias auxiliado por Jean-
Baptiste ( tornaram-se conhecido como
enciclopédia;
Voltaire –
 Descendente de Burgueses;
 Considerado maior pensador Frances;
 Ele e Lucke partilhavam a idéia de um governo com
poderes limitados;
 Afirmava que todos os homens são adorados pela
natureza do direito de liberdade;
 Não foi um teórico democrático;
 Escreveu: Cartas inglesas na qual ataca a religião e o
absolutismo;
Montesquiel
 Colaborador da enciclopédia e
estudioso de Lucke;
 Acreditava no despotismo;
 Escreveu Cartas Pesas e Espírito das
Leis;
 Para ele o governo deveria ser dividida
em três poderes:
 Legislativo,Executivo e Judiciário
Jean Jacques Rousseau-

Tenho origem modesta;
defendia que o homem viviam em estado natural
ou seja uma situação de caos.
Desigualdade social e dominação tirânica;
defendia a organização da sociedade civil. Única
forma do povo garantir seus direitos.
A educação seria uma maneira de chegar a
sociedade mais harmoniosa .
Os pensadores iluministas
Teorias para a
sociedade liberal
• Montesquieu: A
teoria da separação
dos três poderes, do
estado em
legislativo, executivo
e judiciário.
Os pensadores iluministas
•Voltaire: A crítica a
igreja e a liberdade
de pensamento.
“ Posso não concordar
com nenhuma das
palavras que você diz,
mas defenderei até a
morte o direito de
você dizê-las.”
Os pensadores iluministas
Teorias para a
sociedade liberal
• Diderot e
D’Alembert:
Organizadores da
enciclopédia, que
pretendia reunir os
principais
conhecimentos da
época.
Os pensadores iluministas

•Rousseau:
A teoria
do bom
selvagem e
contrato
social.
Os pensadores iluministas

•John Locke: O
estado deveria
ser organizado
a partir de um
consenso ( do
acordo entre os
cidadãos).
Os pensadores iluministas
Teorias para a economia
Na escola fisiocrata:
• François Quesnay:
Pregava a implantação de um
capitalismo agrário, baseado
no aumento de produção
agrícola.
Os pensadores iluministas
Teorias para a
economia
Na escola do
liberalismo
econômico:
•Adam Smith: A
economia deveria ser
dirigida pelo livre jogo
da oferta e da procura
de mercado (Laissez-
faire).
Despotismo Esclarecido
  Os governantes absolutistas de alguns países
europeus adotaram certos princípios do Iluminismo,
promovendo em seus estados uma série de reformas
nos campos social e econômico. Esses governantes
ficaram conhecidos como déspotas esclarecidos.
Déspotas esclarecidos – de modo geral, a palavra
déspota refere-se a “ditador”, mas no nosso estudo
ela designa o “monarca absolutista”.
E, por mostrarem-se receptivos a certos princípios do
Iluminismo, ficaram conhecidos através dessa
expressão.
As idéias Iluministas no Brasil
  Os pressupostos das luzes estiveram presentes
em inúmeras revoluções ocorridas a partir da
segunda metade do século XVIII. Essas idéias
varreram quase o mundo todo, levando as pessoas
a se organizarem para derrubar a sociedade de
privilégios que marcou o Estado moderno. Nas
colônias americanas, o ideário iluminista
estimulou as lutas de independência. No Brasil as
conjurações Mineira (1789) e Baiana (1798)
foram fortemente influenciadas pelo Iluminismo.
As idéias Iluministas no Brasil
F
I
m

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conjuração Mineira e Baiana
Conjuração Mineira e BaianaConjuração Mineira e Baiana
Conjuração Mineira e Baiana
Aulas de História
 
Atividades tres filtros de sócrates
Atividades tres filtros de sócratesAtividades tres filtros de sócrates
Atividades tres filtros de sócrates
Atividades Diversas Cláudia
 
Revoluções inglesas
Revoluções inglesasRevoluções inglesas
Revoluções inglesas
Edenilson Morais
 
Chegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasilChegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasil
Geová da Silva
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
Política antiga e medieval aula - 3º ano
Política antiga e medieval   aula  - 3º anoPolítica antiga e medieval   aula  - 3º ano
Política antiga e medieval aula - 3º ano
José Antonio Ferreira da Silva
 
Capitalismo Financeiro
Capitalismo FinanceiroCapitalismo Financeiro
Capitalismo Financeiro
Ivanilson Lima
 
Atividades de filosofia
Atividades de filosofiaAtividades de filosofia
Atividades de filosofia
Renata Vieira de Melo
 
3° ano - Guerra Fria
3° ano - Guerra Fria3° ano - Guerra Fria
3° ano - Guerra Fria
Daniel Alves Bronstrup
 
A transição para o trabalho livre e assalariado
A transição para o trabalho livre e assalariadoA transição para o trabalho livre e assalariado
A transição para o trabalho livre e assalariado
Edenilson Morais
 
O Estado Moderno
O Estado ModernoO Estado Moderno
O Estado Moderno
Aulas de História
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanhola
Aulas de História
 
Capítulo 3 - Primeira República - dominação e resistência
Capítulo 3 - Primeira República - dominação e resistênciaCapítulo 3 - Primeira República - dominação e resistência
Capítulo 3 - Primeira República - dominação e resistência
Marcos Antonio Grigorio de Figueiredo
 
Revoluções Liberais na Europa no Século XIX
Revoluções Liberais na Europa no Século XIXRevoluções Liberais na Europa no Século XIX
Revoluções Liberais na Europa no Século XIX
Marcos Mamute
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
O ILUMINISMO
Paulo Alexandre
 
Descolonizaçao da África e da Ásia
Descolonizaçao da  África e da ÁsiaDescolonizaçao da  África e da Ásia
Descolonizaçao da África e da Ásia
Rodrigo Luiz
 
A Origem Da Filosofia
A Origem Da FilosofiaA Origem Da Filosofia
A Origem Da Filosofia
Jorge Miklos
 
Introdução à Filosofia - Os Pré-socráticos, Os Sofistas e Sócrates
Introdução à Filosofia - Os Pré-socráticos, Os Sofistas e SócratesIntrodução à Filosofia - Os Pré-socráticos, Os Sofistas e Sócrates
Introdução à Filosofia - Os Pré-socráticos, Os Sofistas e Sócrates
Diego Sampaio
 
Guerra Fria (2)- China e Cuba
Guerra Fria (2)- China e CubaGuerra Fria (2)- China e Cuba
Guerra Fria (2)- China e Cuba
Paulo Alexandre
 
Industrialização e Imperialismo
Industrialização e ImperialismoIndustrialização e Imperialismo
Industrialização e Imperialismo
Paulo Alexandre
 

Mais procurados (20)

Conjuração Mineira e Baiana
Conjuração Mineira e BaianaConjuração Mineira e Baiana
Conjuração Mineira e Baiana
 
Atividades tres filtros de sócrates
Atividades tres filtros de sócratesAtividades tres filtros de sócrates
Atividades tres filtros de sócrates
 
Revoluções inglesas
Revoluções inglesasRevoluções inglesas
Revoluções inglesas
 
Chegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasilChegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasil
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
Política antiga e medieval aula - 3º ano
Política antiga e medieval   aula  - 3º anoPolítica antiga e medieval   aula  - 3º ano
Política antiga e medieval aula - 3º ano
 
Capitalismo Financeiro
Capitalismo FinanceiroCapitalismo Financeiro
Capitalismo Financeiro
 
Atividades de filosofia
Atividades de filosofiaAtividades de filosofia
Atividades de filosofia
 
3° ano - Guerra Fria
3° ano - Guerra Fria3° ano - Guerra Fria
3° ano - Guerra Fria
 
A transição para o trabalho livre e assalariado
A transição para o trabalho livre e assalariadoA transição para o trabalho livre e assalariado
A transição para o trabalho livre e assalariado
 
O Estado Moderno
O Estado ModernoO Estado Moderno
O Estado Moderno
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanhola
 
Capítulo 3 - Primeira República - dominação e resistência
Capítulo 3 - Primeira República - dominação e resistênciaCapítulo 3 - Primeira República - dominação e resistência
Capítulo 3 - Primeira República - dominação e resistência
 
Revoluções Liberais na Europa no Século XIX
Revoluções Liberais na Europa no Século XIXRevoluções Liberais na Europa no Século XIX
Revoluções Liberais na Europa no Século XIX
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
O ILUMINISMO
 
Descolonizaçao da África e da Ásia
Descolonizaçao da  África e da ÁsiaDescolonizaçao da  África e da Ásia
Descolonizaçao da África e da Ásia
 
A Origem Da Filosofia
A Origem Da FilosofiaA Origem Da Filosofia
A Origem Da Filosofia
 
Introdução à Filosofia - Os Pré-socráticos, Os Sofistas e Sócrates
Introdução à Filosofia - Os Pré-socráticos, Os Sofistas e SócratesIntrodução à Filosofia - Os Pré-socráticos, Os Sofistas e Sócrates
Introdução à Filosofia - Os Pré-socráticos, Os Sofistas e Sócrates
 
Guerra Fria (2)- China e Cuba
Guerra Fria (2)- China e CubaGuerra Fria (2)- China e Cuba
Guerra Fria (2)- China e Cuba
 
Industrialização e Imperialismo
Industrialização e ImperialismoIndustrialização e Imperialismo
Industrialização e Imperialismo
 

Destaque

O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
José Gomes
 
Aula sobre o iluminismo.
Aula sobre o iluminismo.Aula sobre o iluminismo.
Aula sobre o iluminismo.
Dênis Ribas
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
eunamahcado
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo II
Iluminismo IIIluminismo II
Iluminismo II
Maria Barroso
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
O iluminismo(Resumo)
O iluminismo(Resumo)O iluminismo(Resumo)
O iluminismo(Resumo)
JPedroSR
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
Rui Neto
 
Processo de independência do brasil
Processo de independência do brasilProcesso de independência do brasil
Processo de independência do brasil
Fernando Sergio Leão Castilho
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
Murderdoll_Natty
 
Iluminismo
Iluminismo Iluminismo
Iluminismo
Dismael Sagás
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Atividades Iluminismo
Atividades   IluminismoAtividades   Iluminismo
Atividades Iluminismo
Eduardo Mariño Rial
 
Estrangeirados
EstrangeiradosEstrangeirados
Estrangeirados
historiasampaio
 
Absolutismo e Iluminismo
Absolutismo e Iluminismo   Absolutismo e Iluminismo
Absolutismo e Iluminismo
pdcebs
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
eduardo carneiro
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Iluminismo Iluminismo
Iluminismo
Susana Simões
 
8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
SEMEC
 
A governação do Marquês de Pombal
A governação do Marquês de PombalA governação do Marquês de Pombal
A governação do Marquês de Pombal
Zé Mário
 

Destaque (20)

O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
 
Aula sobre o iluminismo.
Aula sobre o iluminismo.Aula sobre o iluminismo.
Aula sobre o iluminismo.
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo II
Iluminismo IIIluminismo II
Iluminismo II
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
O iluminismo(Resumo)
O iluminismo(Resumo)O iluminismo(Resumo)
O iluminismo(Resumo)
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
Processo de independência do brasil
Processo de independência do brasilProcesso de independência do brasil
Processo de independência do brasil
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
Iluminismo
Iluminismo Iluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Atividades Iluminismo
Atividades   IluminismoAtividades   Iluminismo
Atividades Iluminismo
 
Estrangeirados
EstrangeiradosEstrangeirados
Estrangeirados
 
Absolutismo e Iluminismo
Absolutismo e Iluminismo   Absolutismo e Iluminismo
Absolutismo e Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo
Iluminismo Iluminismo
Iluminismo
 
8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
 
A governação do Marquês de Pombal
A governação do Marquês de PombalA governação do Marquês de Pombal
A governação do Marquês de Pombal
 

Semelhante a Iluminismo

Iluminismo power point
Iluminismo power pointIluminismo power point
Iluminismo power point
Odairdesouza
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
Ilumimismo
IlumimismoIlumimismo
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Expedito Martins
 
iluminismo
 iluminismo iluminismo
iluminismo
Suelen Andreatti
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo 2ª ano a
Iluminismo 2ª ano a Iluminismo 2ª ano a
Iluminismo 2ª ano a
Valmir Gomes
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecidoIluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
Mozão Fraga
 
Iluminismo - www.carloszaranza.com
Iluminismo - www.carloszaranza.comIluminismo - www.carloszaranza.com
Iluminismo - www.carloszaranza.com
Carlos Zaranza
 
2º ano filosofia - aula 27 - 23.08.16
2º ano   filosofia - aula 27 - 23.08.162º ano   filosofia - aula 27 - 23.08.16
2º ano filosofia - aula 27 - 23.08.16
Professor Liniker Santana
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
LianaSuzuki
 
Iluminismo(lutero)
Iluminismo(lutero)Iluminismo(lutero)
Iluminismo(lutero)
eunamahcado
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
Iluminismo 2010
Iluminismo 2010Iluminismo 2010
Iluminismo 2010
BriefCase
 
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIIIIdeias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
eduardodemiranda
 
O iiLUMINISMO
O iiLUMINISMOO iiLUMINISMO
Filo 25 tp augusto
Filo 25 tp augustoFilo 25 tp augusto
Filo 25 tp augusto
alemisturini
 
Iluminismo 2012
Iluminismo 2012Iluminismo 2012
Iluminismo 2012
ProfessoresColeguium
 
Filósofos Iluministas
Filósofos IluministasFilósofos Iluministas
Filósofos Iluministas
EuniceCarmo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Valeria Kosicki
 

Semelhante a Iluminismo (20)

Iluminismo power point
Iluminismo power pointIluminismo power point
Iluminismo power point
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
O ILUMINISMO
 
Ilumimismo
IlumimismoIlumimismo
Ilumimismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
iluminismo
 iluminismo iluminismo
iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo 2ª ano a
Iluminismo 2ª ano a Iluminismo 2ª ano a
Iluminismo 2ª ano a
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecidoIluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
 
Iluminismo - www.carloszaranza.com
Iluminismo - www.carloszaranza.comIluminismo - www.carloszaranza.com
Iluminismo - www.carloszaranza.com
 
2º ano filosofia - aula 27 - 23.08.16
2º ano   filosofia - aula 27 - 23.08.162º ano   filosofia - aula 27 - 23.08.16
2º ano filosofia - aula 27 - 23.08.16
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo(lutero)
Iluminismo(lutero)Iluminismo(lutero)
Iluminismo(lutero)
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
Iluminismo 2010
Iluminismo 2010Iluminismo 2010
Iluminismo 2010
 
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIIIIdeias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
 
O iiLUMINISMO
O iiLUMINISMOO iiLUMINISMO
O iiLUMINISMO
 
Filo 25 tp augusto
Filo 25 tp augustoFilo 25 tp augusto
Filo 25 tp augusto
 
Iluminismo 2012
Iluminismo 2012Iluminismo 2012
Iluminismo 2012
 
Filósofos Iluministas
Filósofos IluministasFilósofos Iluministas
Filósofos Iluministas
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 

Mais de Norma Almeida

Revolucoes
RevolucoesRevolucoes
Revolucoes
Norma Almeida
 
Rev industrial
Rev industrialRev industrial
Rev industrial
Norma Almeida
 
áFrica
áFricaáFrica
áFrica
Norma Almeida
 
Revolucao inglesa (1)
Revolucao inglesa (1)Revolucao inglesa (1)
Revolucao inglesa (1)
Norma Almeida
 
Populismo na america-latina
Populismo na america-latinaPopulismo na america-latina
Populismo na america-latina
Norma Almeida
 
Orientemedio parte1 170520101843 (2)
Orientemedio parte1 170520101843 (2)Orientemedio parte1 170520101843 (2)
Orientemedio parte1 170520101843 (2)
Norma Almeida
 
Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
Norma Almeida
 
O processo de descolonização da ásia e da áfrica
O processo de descolonização da ásia e da áfricaO processo de descolonização da ásia e da áfrica
O processo de descolonização da ásia e da áfrica
Norma Almeida
 
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xxHaiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Norma Almeida
 
Rumos de um mundo global
Rumos de um mundo globalRumos de um mundo global
Rumos de um mundo global
Norma Almeida
 
Arte Afro Brasileira PóS
Arte Afro Brasileira PóSArte Afro Brasileira PóS
Arte Afro Brasileira PóS
Norma Almeida
 
Religiosidade
ReligiosidadeReligiosidade
Religiosidade
Norma Almeida
 
íNdios
íNdiosíNdios
íNdios
Norma Almeida
 
Graffite Como Arte De Rua
Graffite Como Arte De RuaGraffite Como Arte De Rua
Graffite Como Arte De Rua
Norma Almeida
 
Graffite Como Arte De Rua
Graffite Como Arte De RuaGraffite Como Arte De Rua
Graffite Como Arte De Rua
Norma Almeida
 
éTica X Educacao
éTica X EducacaoéTica X Educacao
éTica X Educacao
Norma Almeida
 
Cultura Afro
Cultura AfroCultura Afro
Cultura Afro
Norma Almeida
 
Paradigma Educacional Emergente
Paradigma Educacional EmergenteParadigma Educacional Emergente
Paradigma Educacional Emergente
Norma Almeida
 
Em Busca De Um Novo Paradigma Na EducaçAo
Em Busca De Um Novo Paradigma Na EducaçAoEm Busca De Um Novo Paradigma Na EducaçAo
Em Busca De Um Novo Paradigma Na EducaçAo
Norma Almeida
 

Mais de Norma Almeida (19)

Revolucoes
RevolucoesRevolucoes
Revolucoes
 
Rev industrial
Rev industrialRev industrial
Rev industrial
 
áFrica
áFricaáFrica
áFrica
 
Revolucao inglesa (1)
Revolucao inglesa (1)Revolucao inglesa (1)
Revolucao inglesa (1)
 
Populismo na america-latina
Populismo na america-latinaPopulismo na america-latina
Populismo na america-latina
 
Orientemedio parte1 170520101843 (2)
Orientemedio parte1 170520101843 (2)Orientemedio parte1 170520101843 (2)
Orientemedio parte1 170520101843 (2)
 
Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
 
O processo de descolonização da ásia e da áfrica
O processo de descolonização da ásia e da áfricaO processo de descolonização da ásia e da áfrica
O processo de descolonização da ásia e da áfrica
 
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xxHaiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
 
Rumos de um mundo global
Rumos de um mundo globalRumos de um mundo global
Rumos de um mundo global
 
Arte Afro Brasileira PóS
Arte Afro Brasileira PóSArte Afro Brasileira PóS
Arte Afro Brasileira PóS
 
Religiosidade
ReligiosidadeReligiosidade
Religiosidade
 
íNdios
íNdiosíNdios
íNdios
 
Graffite Como Arte De Rua
Graffite Como Arte De RuaGraffite Como Arte De Rua
Graffite Como Arte De Rua
 
Graffite Como Arte De Rua
Graffite Como Arte De RuaGraffite Como Arte De Rua
Graffite Como Arte De Rua
 
éTica X Educacao
éTica X EducacaoéTica X Educacao
éTica X Educacao
 
Cultura Afro
Cultura AfroCultura Afro
Cultura Afro
 
Paradigma Educacional Emergente
Paradigma Educacional EmergenteParadigma Educacional Emergente
Paradigma Educacional Emergente
 
Em Busca De Um Novo Paradigma Na EducaçAo
Em Busca De Um Novo Paradigma Na EducaçAoEm Busca De Um Novo Paradigma Na EducaçAo
Em Busca De Um Novo Paradigma Na EducaçAo
 

Iluminismo

  • 2. Iluminismo Movimento de idéias que teve origem no sec.XVII e se desenvolveu no sec. XVIII. O nome vem das percepção dos filósofos iluministas . Eles eram militantes da razão Luz contra tradição cultural Trevas. Os três princípios básicos do ideário iluminista: Universalidade - contempla toda humanidade. Individualidade- o ser humano era visto como individuo e não como coletividade. Autonomia- o homem pensando por si mesmo. Os pensadores propunham não uma revolução mas uma ampla reforma.
  • 3. Pensadores Iluminista John Locke - Pai da teoria política liberal Desenvolveu a teoria do governo limitado,afirmava que o poder era contado governo e governado. Única saída para o estabelecimento de uma sociedade civil era a instituição de um governo. Condenava o absolutismo pessoal dos monarcas. .
  • 4. Denis Dederod - Contestou o absolutismo real; Traduziu as enciclopédias auxiliado por Jean- Baptiste ( tornaram-se conhecido como enciclopédia;
  • 5. Voltaire – Descendente de Burgueses; Considerado maior pensador Frances; Ele e Lucke partilhavam a idéia de um governo com poderes limitados; Afirmava que todos os homens são adorados pela natureza do direito de liberdade; Não foi um teórico democrático; Escreveu: Cartas inglesas na qual ataca a religião e o absolutismo;
  • 6. Montesquiel Colaborador da enciclopédia e estudioso de Lucke; Acreditava no despotismo; Escreveu Cartas Pesas e Espírito das Leis; Para ele o governo deveria ser dividida em três poderes: Legislativo,Executivo e Judiciário
  • 7. Jean Jacques Rousseau- Tenho origem modesta; defendia que o homem viviam em estado natural ou seja uma situação de caos. Desigualdade social e dominação tirânica; defendia a organização da sociedade civil. Única forma do povo garantir seus direitos. A educação seria uma maneira de chegar a sociedade mais harmoniosa .
  • 8. Os pensadores iluministas Teorias para a sociedade liberal • Montesquieu: A teoria da separação dos três poderes, do estado em legislativo, executivo e judiciário.
  • 9. Os pensadores iluministas •Voltaire: A crítica a igreja e a liberdade de pensamento. “ Posso não concordar com nenhuma das palavras que você diz, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las.”
  • 10. Os pensadores iluministas Teorias para a sociedade liberal • Diderot e D’Alembert: Organizadores da enciclopédia, que pretendia reunir os principais conhecimentos da época.
  • 11. Os pensadores iluministas •Rousseau: A teoria do bom selvagem e contrato social.
  • 12. Os pensadores iluministas •John Locke: O estado deveria ser organizado a partir de um consenso ( do acordo entre os cidadãos).
  • 13. Os pensadores iluministas Teorias para a economia Na escola fisiocrata: • François Quesnay: Pregava a implantação de um capitalismo agrário, baseado no aumento de produção agrícola.
  • 14. Os pensadores iluministas Teorias para a economia Na escola do liberalismo econômico: •Adam Smith: A economia deveria ser dirigida pelo livre jogo da oferta e da procura de mercado (Laissez- faire).
  • 15. Despotismo Esclarecido Os governantes absolutistas de alguns países europeus adotaram certos princípios do Iluminismo, promovendo em seus estados uma série de reformas nos campos social e econômico. Esses governantes ficaram conhecidos como déspotas esclarecidos. Déspotas esclarecidos – de modo geral, a palavra déspota refere-se a “ditador”, mas no nosso estudo ela designa o “monarca absolutista”. E, por mostrarem-se receptivos a certos princípios do Iluminismo, ficaram conhecidos através dessa expressão.
  • 16. As idéias Iluministas no Brasil Os pressupostos das luzes estiveram presentes em inúmeras revoluções ocorridas a partir da segunda metade do século XVIII. Essas idéias varreram quase o mundo todo, levando as pessoas a se organizarem para derrubar a sociedade de privilégios que marcou o Estado moderno. Nas colônias americanas, o ideário iluminista estimulou as lutas de independência. No Brasil as conjurações Mineira (1789) e Baiana (1798) foram fortemente influenciadas pelo Iluminismo.
  • 18. F I m