CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA
CELSO SUCKOW DA FONSECA – CEFET/RJ
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA
...
❖ PROBLEMA
Mesmo compreendendo

a necessidade do uso das TICs – Tecnologias da

Informação e Comunicação no cotidiano esco...
❖ RESUMO
A presente pesquisa tem como objetivo discutir o papel da Gestão Escolar frente a inserção das
TICs - Tecnologias...
❖ HIPÓTESES
Formação continuada e capacitação da equipe pedagógica e administrativa poderão

desenvolver nesses atores hab...
❖ HIPÓTESES

Necessidade do gestor escolar assumir o papel de intelectual orgânico na Unidade Escolar,
estabelecendo a heg...
❖ OBJETIVO GERAL

Problematizar o uso do computador na escola que antes servia apenas para

a elaboração de serviços admin...
❖ OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Discutir as competências e habilidades dos atores envolvidos na Unidade
Escolar no uso das TICs a ...
❖ METODOLOGIA
A pesquisa terá como suporte teórico

uma bibliografia

na qual o arco de

abrangência se estendará até a te...
❖ APORTE TEÓRICO
“ As tecnologias chegaram na escola, mas estas sempre privilegiaram mais o
controle a modernização da inf...
❖ APORTE TEÓRICO
“Mais importante que as tecnologias, que os procedimentos pedagógicos mais
modernos, no meio de todos ess...
❖ APORTE TEÓRICO
“...cada grupo social, nascendo no terreno originário de uma função essencial
no mundo da produção econôm...
❖ REFERÊNCIAS
ALMEIDA, M. E. B. de. Gestão de tecnologias na escola: possibilidades de uma prática democrática.2005.
Dispo...
❖ REFERÊNCIAS
LIBÂNEO, José Carlos. O sistema de organização e gestão da escola In: LIBÂNEO, José Carlos. Organização e
Ge...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PROJETO PESQUISA DO CEFET UFF - Prof. Noe Assunção

900 visualizações

Publicada em

Projeto desenvolvido como requisito para a conclusão do Curso de Pós Graduação em Educação Tecnológica do CEFET - UFF.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
900
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PROJETO PESQUISA DO CEFET UFF - Prof. Noe Assunção

  1. 1. CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA – CEFET/RJ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA LINHA DE PESQUISA: Cotidiano Escolar TEMA: Gestão Escolar numa dimensão administrativa, pedagógica e tecnológica. Noe Assunção Orientador: Prof. Marcelo Bastos Matos
  2. 2. ❖ PROBLEMA Mesmo compreendendo a necessidade do uso das TICs – Tecnologias da Informação e Comunicação no cotidiano escolar como suporte para o processo de ensino, aprendizagem e gerenciamento técnico/administrativo das informações , por que ainda encontramos um hiato entre a constatação dessa necessidade e a implementação efetiva dessas tecnologias, principalmente o computador e a internet no processo de ensino e aprendizagem e na dinâmica administrativa das Unidades Escolares, considerando o papel do Gestor Escolar nesse contexto ?
  3. 3. ❖ RESUMO A presente pesquisa tem como objetivo discutir o papel da Gestão Escolar frente a inserção das TICs - Tecnologias da Informação e Comunicação no gerenciamento administrativo, pedagógico e tecnológico das atividades que permeiam o cotidiano escolar e na articulação do processo de ensino e aprendizagem dos atores, além de aproximar o papel do gestor escolar ao conceito de intelectual orgânico gramsciano buscando estabelecer na Unidade escolar a hegemonia da sua classe comprometido com uma transformação contra a hegemonia de uma classe dominante. As reflexões são resultados do embasamento teórico e revisão bibliográfica, tendo como referências: Moran, Libâneo, Levy, Kenski e Gramsci, além de outros aportes que sustentarão as reflexões. Pretende-se não esgotar as reflexões nessa direção, visto que uma Gestão Escolar, constituída pelo tripé do administrativo, pedagógico e tecnológico, sugere uma otimização do processo administrativo na escola, melhoria no processo de ensino e aprendizagem dos currículos, além de ratificar o caráter social, político e transformador da educação. Palavras-Chave: Gestão Escolar, tecnologia, TICs, processo de ensino e aprendizagem., intelectual orgânico
  4. 4. ❖ HIPÓTESES Formação continuada e capacitação da equipe pedagógica e administrativa poderão desenvolver nesses atores habilidades e competências para utilizar as TICs como ferramenta pedagógica e administrativa. (LIBÂNEO) Mito de que uma escola equipada de artefatos tecnológicos, está incluída digitalmente, garantindo a alfabetização tecnológica dos nativos e imigrantes digitais. A instituição escolar é mais tradicional que inovadora e resistente às mudanças . A centralidade do professor no processo de ensino e aprendizagem ainda é predominante. (MORAN) ·
  5. 5. ❖ HIPÓTESES Necessidade do gestor escolar assumir o papel de intelectual orgânico na Unidade Escolar, estabelecendo a hegemonia da sua classe, garantindo um movimento contra a hegemonia da classe dominante, comprometido com os interesses e necessidades da comunidade escolar frente a inserção das TICS no cotidiano escolar. (GRAMSCI)
  6. 6. ❖ OBJETIVO GERAL Problematizar o uso do computador na escola que antes servia apenas para a elaboração de serviços administrativos, e que na contemporaneidade invade as escolas mais precisamente as salas de informática, ainda com projetos isolados e descontextualizados Políticos Pedagógicos. dos currículos e dos Projetos
  7. 7. ❖ OBJETIVOS ESPECÍFICOS Discutir as competências e habilidades dos atores envolvidos na Unidade Escolar no uso das TICs a favor do processo de ensino e aprendizagem . Repensar as práticas pedagógicas com o uso das TICs, com ênfase nos computadores e na internet. Distinguir Gestão Escolar sob o enfoque administrativo, pedagógico e tecnológico, promovendo uma relação entre as 3 dimensões. Conceituar tecnologia no que se refere à complexidade do conceito, as diferentes mediações e significados. Aproximar o gestor escolar ao conceito de intelectual orgânico de Gramsci.
  8. 8. ❖ METODOLOGIA A pesquisa terá como suporte teórico uma bibliografia na qual o arco de abrangência se estendará até a temática problematizada neste trabalho, gestão escolar: administrativa, pedagógica e tecnológica. Dissertações, teses e artigos acadêmicos publicados em revistas científicas auxiliarão na discussão do tema. A execução da pesquisa contará com as seguintes etapas: Levantamento do quadro teórico, contatos com o orientador (a), organização das referências bibliográficas e webgráficas, resumos de conceitos, coleta de dados, redação, revisão de português e finalmente a entrega da pesquisa.
  9. 9. ❖ APORTE TEÓRICO “ As tecnologias chegaram na escola, mas estas sempre privilegiaram mais o controle a modernização da infra estrutura e a gestão do que a mudança. Os programas de gestão administrativa estão mais desenvolvidos do que os voltados à aprendizagem. Há avanços na centralização da aprendizagem, mas só conseguem arranhar superficialmente a estrutura pesada em que estão estruturados os vários níveis de ensino.” (MORAN,2000 ) “ A formação continuada é o prolongamento da formação inicial, visando o aperfeiçoamento profissional teórico e prático no próprio contexto de trabalho e o desenvolvimento de uma cultura geral mais ampla para além do exercício profissional.”(LIBÂNEO,2001 )
  10. 10. ❖ APORTE TEÓRICO “Mais importante que as tecnologias, que os procedimentos pedagógicos mais modernos, no meio de todos esses movimentos e equipamentos, o que vai fazer a diferença qualitativa é a capacidade de adequação do processo educacional aos objetivos que levaram você, pessoa, usuário, leitor, aluno ao encontro desse desafio de aprender.” (KENSKI,2003) ”...acredito que o professor precisa se capacitar, porque ele só pode ensinar aquilo que ele domina. Eu não acredito na formação do professor apenas para usar as redes sociais.O professor tem que se esforçar. Utilizar isso para si próprio, é só uma questão de entrar nessa cultura e de implementar o KnowHow pedagógico utilizando essas ferramentas” (LEVY, 2013)
  11. 11. ❖ APORTE TEÓRICO “...cada grupo social, nascendo no terreno originário de uma função essencial no mundo da produção econômica, cria para si, ao mesmo tempo e de um modo orgânico, uma ou mais camadas de intelectuais que lhe dão homogeneidade e consciência da própria função, não apensa no campo econômico, mas também no social e no político”. (GRAMSCI, 1989) “são os intelectuais que uma classe cria, ao longo do seu desenvolvimento, que realizam tarefas que são especializações das atividades intelectuais previstas na função que exerce esta classe”. “todos os homens são intelectuais, poder-se-ia dizer então: mas nem todos os homens desempenham na sociedade a função de intelectuais” (GRAMSCI, 1989)
  12. 12. ❖ REFERÊNCIAS ALMEIDA, M. E. B. de. Gestão de tecnologias na escola: possibilidades de uma prática democrática.2005. Disponível : http://www.tvbrasil.org.br/fotos/salto/series/145723IntegracaoTec.pdf. Acesso em: 12 set. 2013. ALMEIDA, M. E. B. de. RUBIM, Lígia Cristina. O papel do gestor escolar na incorporação das TIC na escola: experiências em construção e redes colaborativas de aprendizagem.(s/d) São Paulo: PUC-SP, 2004. Disponível : http://www.eadconsultoria.com.br/matapoio/biblioteca/textos_pdf/texto04.pdf Acesso em: 09 set.2013. ALMEIDA, M. E. B. Integração das Tecnologias na Educação. In: Moran, J.M. e Almeida, M.E.B de, (Orgs). Salto para o Futuro. Brasília. SEED ‐ MEC, 2005, p. 38 - 45. Disponível: tvescola.mec.gov.br/images/stories/.../salto.../livro_salto_tecnologias.pdf GRAMSCI, A. Os intelectuais e a organização da cultura. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1989. KENSKI, Vani M. Educação e Tecnologia. O novo ritmo da informação. São Paulo: Papirus, 2003. Disponível: http://books.google.com.br/books?id=ncTG4el0Sk0C&printsec=frontcover&hl=ptBR&source=gbs_ge_summary_r&cad=0#v=onepage&q&f=false LEVY, Pierre. Entrevista (2013). Entrevistador: Dulce Mesquita. 2013.
  13. 13. ❖ REFERÊNCIAS LIBÂNEO, José Carlos. O sistema de organização e gestão da escola In: LIBÂNEO, José Carlos. Organização e Gestão da Escola - teoria e prática. 4ª ed. Goiânia: Alternativa, 2001. Disponível : http://www.acervodigital.unesp.br/bitstream/123456789/32/3/LDB_Gest%C3%A3o.pdf MORAN, José Manuel; MASETTO, Marcos T.; BEHRENS, Marilda Aparecida. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas : Papirus, 2000. Disponível: www.adidatica.com.br/arquivos/MORAN.doc PEIXOTO, José Antônio Assunção. Educação Tecnológica/ José Antônio Assunção Peixoto, Leydervan de Souza Xavier, Lilian Martins da Motta Dias. Rio de Janeiro: CEFET/RJ, 2009. Módulo I. PINTO, Álvaro Vieira. O conceito de tecnologia.Rio de Janeiro: Contraponto, 2005. RUSSO, Miguel Henrique. Escola e paradigmas de gestão. ECCOS- Revista Científica – UNIMOVE, São Paulo, v.6,n1,p.25-26. 2004 Disponível: http://www.uninove.br/PDFs/Publicacoes/eccos/eccos_v6n1/eccosv6n1_miguelrusso.pdf TAJRA, Sanmya F. Novas ferramentas pedagógicas para o professor na atualidade. São Paulo: Érica, 2012.

×