SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Plano de Trabalho - Sociologia
Nome do Professor Cursista: Noe Assunção
Série:
3º
Bimestre:
3.º
Tema:
Cidadania e participação política
Título do Plano de trabalho:
Cidadão de papel x Verdadeiro cidadão
Habilidades e Competências:
- Compreender o conceito de cidadania, relacionando o indivíduo enquanto ser social e
político.
- Compreender o papel da participação política na construção de uma sociedade
democrática.
- Distinguir o indivíduo enquanto cidadão de papel e o verdadeiro cidadão.
- Conhecer Gilberto Dimenstein, jornalista e educador, autor do livro cidadão de
papel, aporte teórico dessa atividade.
- Compreender as relações de poder na sociedade e sua relação com o conceito de
cidadania.
- Relacionar a exclusão social, étnica, de gênero e de outras minorias à ausência da
garantia dos direitos humanos e civis.
Metodologia:
Aula teórica, expositiva e dialogada (power point) . Debate e oficina. Exibição de
vídeo. Análise textual de alguns textos do livro "Cidadão de papel" de Gilberto
Dimenstein. Acesso à Declaração Universal dos Direitos Humanos. estatuto da Criança
e do Adolescente.
Recursos:
Declaração Universal dos Direitos Humanos.
Disponível: http://www.dudh.org.br/
Estatuto da Criança e do Adolescente.
Disponível: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm
Imagem do pinóquio -
Vídeo do cidadão de papel:
Disponível: https://www.youtube.com/watch?v=c8e949j_tPQ
Data show, quadro branco, canetas coloridas, cartolinas ou papeis manilhas.
Tempo de aplicação
Duração em minutos:
400 minutos
Duração em tempos de aula:
4 aulas de 2 tempos.
Período de aplicação:
04, 11, 18 e 25/08/2014 (segunda - feira)
Detalhamento do Plano de Trabalho:
- Aula 1:
- Aula expositiva tendo como suporte a apresentação de slides (power point), para
isso é necessário o data show ou utilização do laboratório de informática.
- Compartilhar com os cursistas a obra "Cidadão de papel" de Gilberto
Dimenstein, articulando-a com o conceito de cidadania, democracia, direitos
humanos e participação polítca.
- Relacionar a estória do "pinóchio" ao cidadão manipulado, alienado e excluído,
características do cidadão de papel.
- Exibir o vídeo "cidadão de papel" (you tube).
- Amarrar o conceito de cidadania com as imagens do vídeo.
- Aula 2:
- Retomar o conceito de "cidadão de papel" enfatizando o papel do "verdadeiro
cidadão", bem como o exercício da cidadania e a garantia dos direitos humanos e
civis, através da Declaração Universal dos Direitos Humanos e o Estatuto da
Criança e do Adolescente.
- Propor uma dinâmica de grupo , permitindo aos cursistas a livre organização.
- Disponibilizar para cada grupo uma cópia da Declaração Universal dos Direitos
Humanos e partes do ECA- Estatuto da Criança e do Adolescente.
- A dinâmica de grupo consiste na elaboração de um "cidadão de papel", através
de um desenho que represente esse cidadão defendido por Dimenstein. Pode ser
um indivíduo, animal ou quaisquer outra coisa que possa representar esse
indivíduo que não conhece os seus direitos, não usufrui dos mesmos, não tem voz e
nem representatividade no contexto social. O grupo deverá registrar no verso da
imagem os motivos da escolha do desenho e o porquê de considerá-lo um cidadão
de papel.
- O educador(a) deverá fotografar todos as imagens produzidas por cada grupo,
pois serão utilizadas no encerramento do projeto.
- O educador(a) deverá guardar as imagens para que na próxima aula possamos
reutilizá-las. Uma dica é não deixar os cursistas levarem para casa as imagens
pois, corre o risco de não retornar com as mesmas.
- Aula 3:
- Retomamos a dinâmica de grupo, devolveno para cada grupo as suas imagens.
Após este momento, desafie os grupos a fazer transformações nas imagens,
imaginando que elas estão se tornando "verdadeiros cidadãos".
- Abra espaço para que cada grupo mostre a sua imagem com as transformações
feitas, justificando-as. Novamente, fotografe as imagens recriados e providencie,
se possível, a inserção das duas imagens referente a cada grupo , para ser utilizada
no encerramento do projeto.
- Solicite que cada grupo , paralelo às transformações da imagem, monte um
quadro comparativo, relacionando as características do cidadão de papel e o
verdadeiro cidadão.
Cidadão de papel Verdadeiro Cidadão
Inserir a foto do cidadão de papel Inserir a foto do verdadeiro cidadão
Ser um cidadão de papel significa... Ser um verdadeiro cidadão significa...
Registrem uma situação em que as
pessoas agiram como "cidadãos de
papel"
Registrem uma situação em que as
pessoas agiram como "verdadeiros
cidadãos"
- O educador (a) deverá inserir esse quadro demonstrativo nos slides com as
respectivas imagens, para que cada grupo possa fazer sua explanação no
encerramento do projeto.(próxima aula)
Cidadão de papel Verdadeiro Cidadão
Ser um cidadão de papel significa... Ser um verdadeiro cidadão significa...
Registrem uma situação em que as
pessoas agiram como "cidadãos de
papel"
Registrem uma situação em que as
pessoas agiram como "verdadeiros
cidadãos"
- Aula 4:
- Com os slides do quadro comparativo , devidamente preenchidos de cada grupo,
o educador(a) deverá iniciar a aula amarrando os conceitos cidadania, direitos
humanos democracia.
- A exposição oral de cada grupo, poderá ser feita através de um representante ou
todos(as) poderão participar numa turma organizada em círculo, propiciando
uma interação e contribuição de todos(as).
- Aula 5 (opcional)
- Como alternativa encerrar o projeto "Cidadão de papel" e consolidar o
conhecimento acerca dos conceitos de cidadania, democracia, direitos humanos,
participação política e outros, sugerimos que cada aluno redija um texto
dissertativo abarcando os temas abaixo descritos:
- Questão1: Sem sombra de dúvida, os atos que ocorreram nas ruas em 2013
mostram uma agenda difusa dos jovens e podemos apontar algumas
características em comum em torno delas. A ênfase na cobrança de
comportamento ético das lideranças políticas, a automobilização e a recusa de
atribuição de legitimidade tanto às organizações políticas tradicionais (partidos,
sindicatos e movimentos organizados) como a líderes carismáticos são algumas
delas. Com base naquilo que foi discutido ao longo das aula redija um texto
dissertativo sua opinião acerca dessas manifestações.
Questão2: Tanto a reação da polícia quanto a tática black bloc deram o tom
violento das manifestações de 2013. Você acha que, nesse quadro, é possível falar
em cidadania plena ou cidadania regulada? Por quê?
Questão3:As manifestações tiveram conteúdo reivindicatório ou foram apenas
manifestações de inconformismo com a situação de exclusão e descrença nas
instituições brasileiras?
Questão 4: E em 2014, podemos esperar silêncio ou mobilização das ruas? Em que
medida estamos mais próximos ou mais distantes da concretização dos ideais
democráticos? Aconteceu algum movimento de reivindicação na copa do mundo
2014? Explique?
Atividades de Avaliação:
Avaliação contínua e diagnóstica: acompanhar e avaliar os cursistas nas
diferentes etapas do projeto, atentando para as diferentes possibilidades
utilizadas pelos mesmos na assimilação e consolidação do conhecimento,
intervindo nas discussões e na elaboração das atividades em grupo, resgatando
sempre que possível o conceito de cidadania, direitos humanos e participação
política.
Auto avaliação dos alunos: Compreender os avanços e limites de cada cursista ,
através da sua interação com o grupo, iniciativa em buscar diferentes abordagens
sobre um mesmo objeto. Compreender se os conceitos norteadores desse projeto,
foram assimilados e consolidados pelo cursista.
Avaliação dos alunos pelo professor: Se houve comprometimento com a aula e
com a dinâmica de grupo. Se o cursista respeitou a opinião dos colegas,
transformando a dinâmica num processo democrático. Se buscou outras
interpretações sobre a temática proposta, criatividade e principalmente se o
cursista conseguiu associar os conceitos de cidadania, democracia e participação
política, com os fenômenos sociais do seu cotidiano ou no contexto escolar.
Referências bibliográficas:
DIMENSTEIN, Gilberto. Cidadão de papel.ed.23.São Paulo Ática, 2011.
Declaração Universal dos Direitos Humanos.
Disponível: http://www.dudh.org.br/
Lei 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente.
Disponível: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm
Readaptação do projeto " Exercício dacidadania:Somos "Cidadãos depapel"?- Profa.
Glaúcia Costa Abdala Diniz.
Disponível: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=22237

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Banco de questões de sociologia
Banco de questões de sociologiaBanco de questões de sociologia
Banco de questões de sociologiaJosé Luiz Costa
 
AULA CIDADÃO DE PAPEL X VERDADEIRO CIDADÃO - Prof. Noe Assunção
AULA CIDADÃO DE PAPEL X VERDADEIRO CIDADÃO - Prof. Noe AssunçãoAULA CIDADÃO DE PAPEL X VERDADEIRO CIDADÃO - Prof. Noe Assunção
AULA CIDADÃO DE PAPEL X VERDADEIRO CIDADÃO - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Atividades interpretação interdisciplina sociedade sociologia, filosofia, h...
Atividades interpretação interdisciplina sociedade   sociologia, filosofia, h...Atividades interpretação interdisciplina sociedade   sociologia, filosofia, h...
Atividades interpretação interdisciplina sociedade sociologia, filosofia, h...Atividades Diversas Cláudia
 
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...Prof. Noe Assunção
 
Aula 2 Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2  Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 2  Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2 Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Atividade subjetiva contratualismo 3º ano
Atividade subjetiva contratualismo 3º anoAtividade subjetiva contratualismo 3º ano
Atividade subjetiva contratualismo 3º anoThayro Soares da Paixão
 
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades Diversas Cláudia
 
Capitalismo e Socialismo - Geografia
Capitalismo e Socialismo - GeografiaCapitalismo e Socialismo - Geografia
Capitalismo e Socialismo - GeografiaRaquel Stephanny
 
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe AssunçãoATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Texto de sociologia 3 ano
Texto de sociologia 3 anoTexto de sociologia 3 ano
Texto de sociologia 3 anoHelan Couto
 
Aula 3 O trabalho escravo no seculo xxi - 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 3   O trabalho escravo no seculo xxi - 2º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 3   O trabalho escravo no seculo xxi - 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 3 O trabalho escravo no seculo xxi - 2º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 

Mais procurados (20)

Banco de questões de sociologia
Banco de questões de sociologiaBanco de questões de sociologia
Banco de questões de sociologia
 
Tópico 3 cidadania e direitos sociais (idh)
Tópico 3 cidadania e direitos sociais (idh)Tópico 3 cidadania e direitos sociais (idh)
Tópico 3 cidadania e direitos sociais (idh)
 
AULA CIDADÃO DE PAPEL X VERDADEIRO CIDADÃO - Prof. Noe Assunção
AULA CIDADÃO DE PAPEL X VERDADEIRO CIDADÃO - Prof. Noe AssunçãoAULA CIDADÃO DE PAPEL X VERDADEIRO CIDADÃO - Prof. Noe Assunção
AULA CIDADÃO DE PAPEL X VERDADEIRO CIDADÃO - Prof. Noe Assunção
 
Atividades de sociologia
Atividades de sociologiaAtividades de sociologia
Atividades de sociologia
 
Atividades interpretação interdisciplina sociedade sociologia, filosofia, h...
Atividades interpretação interdisciplina sociedade   sociologia, filosofia, h...Atividades interpretação interdisciplina sociedade   sociologia, filosofia, h...
Atividades interpretação interdisciplina sociedade sociologia, filosofia, h...
 
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
 
Aula 2 Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2  Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 2  Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2 Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
 
Atividade subjetiva contratualismo 3º ano
Atividade subjetiva contratualismo 3º anoAtividade subjetiva contratualismo 3º ano
Atividade subjetiva contratualismo 3º ano
 
Desigualdade Social
Desigualdade SocialDesigualdade Social
Desigualdade Social
 
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
 
Capitalismo e Socialismo - Geografia
Capitalismo e Socialismo - GeografiaCapitalismo e Socialismo - Geografia
Capitalismo e Socialismo - Geografia
 
Lista de exercícios (Sociologia)
Lista de exercícios (Sociologia)Lista de exercícios (Sociologia)
Lista de exercícios (Sociologia)
 
Prova de sociologa industria cultural 1
Prova de sociologa industria cultural 1Prova de sociologa industria cultural 1
Prova de sociologa industria cultural 1
 
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe AssunçãoATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
 
Texto de sociologia 3 ano
Texto de sociologia 3 anoTexto de sociologia 3 ano
Texto de sociologia 3 ano
 
Atividades comte, marx, weber, durkheim
Atividades comte, marx, weber, durkheimAtividades comte, marx, weber, durkheim
Atividades comte, marx, weber, durkheim
 
Atividades senso cumum topico 1 e 2 sociologia
Atividades senso cumum   topico 1 e 2 sociologiaAtividades senso cumum   topico 1 e 2 sociologia
Atividades senso cumum topico 1 e 2 sociologia
 
Aula 3 O trabalho escravo no seculo xxi - 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 3   O trabalho escravo no seculo xxi - 2º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 3   O trabalho escravo no seculo xxi - 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 3 O trabalho escravo no seculo xxi - 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
 
At cidadania-pav
At cidadania-pavAt cidadania-pav
At cidadania-pav
 

Semelhante a Cidadania política

Plano para direitos humanos e vozes da escola
Plano para direitos humanos e vozes da escolaPlano para direitos humanos e vozes da escola
Plano para direitos humanos e vozes da escolaSuelen Fabiano Aguiar
 
Liderança e cidadania
Liderança e cidadaniaLiderança e cidadania
Liderança e cidadaniassuserd2b0b3
 
Plano de ensino Informática Educativa Fabrício Araújo
Plano de ensino Informática Educativa Fabrício AraújoPlano de ensino Informática Educativa Fabrício Araújo
Plano de ensino Informática Educativa Fabrício AraújoFabrício Araújo
 
Projeto Direitos Humanos: da Sala de Aula à Convivência em Comunidade
Projeto Direitos Humanos: da Sala de Aula à Convivência em ComunidadeProjeto Direitos Humanos: da Sala de Aula à Convivência em Comunidade
Projeto Direitos Humanos: da Sala de Aula à Convivência em ComunidadeVania Brasileiro
 
mpag11_projeto_unidade_2.docx
mpag11_projeto_unidade_2.docxmpag11_projeto_unidade_2.docx
mpag11_projeto_unidade_2.docxIsabel Palmela
 
"Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças."
"Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças.""Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças."
"Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças."Viviane De Carvalho Teixeira
 
Newsletter SocioAmbientar 2014/1
Newsletter SocioAmbientar 2014/1Newsletter SocioAmbientar 2014/1
Newsletter SocioAmbientar 2014/1Aghata Gonsalves
 
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escola
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na EscolaProjeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escola
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escolaelianegeraldo
 
3 texto correto ciso 2012 otavio luiz machado múltiplas juventudes protestos ...
3 texto correto ciso 2012 otavio luiz machado múltiplas juventudes protestos ...3 texto correto ciso 2012 otavio luiz machado múltiplas juventudes protestos ...
3 texto correto ciso 2012 otavio luiz machado múltiplas juventudes protestos ...Otavio Luiz Machado
 
Texto sobre protestos públicos em Recife
Texto sobre protestos públicos em RecifeTexto sobre protestos públicos em Recife
Texto sobre protestos públicos em RecifeOtavio Luiz Machado
 
Texto correto ciso 2012 otávio luiz machado gt19 08
Texto correto ciso 2012 otávio luiz machado gt19 08Texto correto ciso 2012 otávio luiz machado gt19 08
Texto correto ciso 2012 otávio luiz machado gt19 08otaviomachado3
 
Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"
Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"
Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"Viviane De Carvalho Teixeira
 
8430-Texto do artigo-24905-1-10-20170206.pdf
8430-Texto do artigo-24905-1-10-20170206.pdf8430-Texto do artigo-24905-1-10-20170206.pdf
8430-Texto do artigo-24905-1-10-20170206.pdfGilson Azevedo
 
Planejamento de ensino e aprendizagem 1 ano daniela pereira
Planejamento de ensino e aprendizagem 1 ano daniela pereiraPlanejamento de ensino e aprendizagem 1 ano daniela pereira
Planejamento de ensino e aprendizagem 1 ano daniela pereiraDany Pereira
 

Semelhante a Cidadania política (20)

Plano para direitos humanos e vozes da escola
Plano para direitos humanos e vozes da escolaPlano para direitos humanos e vozes da escola
Plano para direitos humanos e vozes da escola
 
Projeto Pensar de Verdade
Projeto Pensar de VerdadeProjeto Pensar de Verdade
Projeto Pensar de Verdade
 
Liderança e cidadania
Liderança e cidadaniaLiderança e cidadania
Liderança e cidadania
 
Plano Curso - Humanas -.docx
Plano Curso - Humanas -.docxPlano Curso - Humanas -.docx
Plano Curso - Humanas -.docx
 
Plano de ensino Informática Educativa Fabrício Araújo
Plano de ensino Informática Educativa Fabrício AraújoPlano de ensino Informática Educativa Fabrício Araújo
Plano de ensino Informática Educativa Fabrício Araújo
 
Projeto Direitos Humanos: da Sala de Aula à Convivência em Comunidade
Projeto Direitos Humanos: da Sala de Aula à Convivência em ComunidadeProjeto Direitos Humanos: da Sala de Aula à Convivência em Comunidade
Projeto Direitos Humanos: da Sala de Aula à Convivência em Comunidade
 
mpag11_projeto_unidade_2.docx
mpag11_projeto_unidade_2.docxmpag11_projeto_unidade_2.docx
mpag11_projeto_unidade_2.docx
 
"Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças."
"Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças.""Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças."
"Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças."
 
Newsletter SocioAmbientar 2014/1
Newsletter SocioAmbientar 2014/1Newsletter SocioAmbientar 2014/1
Newsletter SocioAmbientar 2014/1
 
Sequencia didática 1
Sequencia didática 1Sequencia didática 1
Sequencia didática 1
 
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escola
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na EscolaProjeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escola
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escola
 
3 texto correto ciso 2012 otavio luiz machado múltiplas juventudes protestos ...
3 texto correto ciso 2012 otavio luiz machado múltiplas juventudes protestos ...3 texto correto ciso 2012 otavio luiz machado múltiplas juventudes protestos ...
3 texto correto ciso 2012 otavio luiz machado múltiplas juventudes protestos ...
 
Texto sobre protestos públicos em Recife
Texto sobre protestos públicos em RecifeTexto sobre protestos públicos em Recife
Texto sobre protestos públicos em Recife
 
Texto correto ciso 2012 otávio luiz machado gt19 08
Texto correto ciso 2012 otávio luiz machado gt19 08Texto correto ciso 2012 otávio luiz machado gt19 08
Texto correto ciso 2012 otávio luiz machado gt19 08
 
Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"
Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"
Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"
 
Cp 2 Ra1
Cp 2 Ra1Cp 2 Ra1
Cp 2 Ra1
 
Pedagogia de projetos
Pedagogia de projetosPedagogia de projetos
Pedagogia de projetos
 
8430-Texto do artigo-24905-1-10-20170206.pdf
8430-Texto do artigo-24905-1-10-20170206.pdf8430-Texto do artigo-24905-1-10-20170206.pdf
8430-Texto do artigo-24905-1-10-20170206.pdf
 
Plano de Trabalho EF 2013
Plano de Trabalho EF 2013Plano de Trabalho EF 2013
Plano de Trabalho EF 2013
 
Planejamento de ensino e aprendizagem 1 ano daniela pereira
Planejamento de ensino e aprendizagem 1 ano daniela pereiraPlanejamento de ensino e aprendizagem 1 ano daniela pereira
Planejamento de ensino e aprendizagem 1 ano daniela pereira
 

Mais de Prof. Noe Assunção

ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe AssunçãoATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe AssunçãoCHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoAULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe AssunçãoATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe AssunçãoAULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docxATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docxProf. Noe Assunção
 
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docxFILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docxProf. Noe Assunção
 
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docxAVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docxProf. Noe Assunção
 
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe AssunçãoQueimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.Prof. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia  3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia  3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe AssunçãoAtividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Documentario clandestinas debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Documentario clandestinas  debate filosofico - Prof. Ms. Noe AssunçãoDocumentario clandestinas  debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Documentario clandestinas debate filosofico - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 

Mais de Prof. Noe Assunção (20)

ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe AssunçãoATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
 
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe AssunçãoCHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
 
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
 
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
 
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoAULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
 
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe AssunçãoATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
 
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe AssunçãoAULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
 
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docxATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
 
AULA O LIBERALISMO.docx
AULA O LIBERALISMO.docxAULA O LIBERALISMO.docx
AULA O LIBERALISMO.docx
 
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docxFILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
 
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docxAVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
 
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docxAVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
 
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe AssunçãoQueimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
 
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
 
Material impresso filosofia 3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia  3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia  3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
 
Atividade clandestinas1
Atividade clandestinas1Atividade clandestinas1
Atividade clandestinas1
 
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe AssunçãoAtividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
 
Documentario clandestinas debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Documentario clandestinas  debate filosofico - Prof. Ms. Noe AssunçãoDocumentario clandestinas  debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Documentario clandestinas debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
 

Último

Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaaulasgege
 
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?Rosalina Simão Nunes
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfmirandadudu08
 
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptx
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptxLírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptx
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptxfabiolalopesmartins1
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Bullying - Atividade com caça- palavras
Bullying   - Atividade com  caça- palavrasBullying   - Atividade com  caça- palavras
Bullying - Atividade com caça- palavrasMary Alvarenga
 
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 BrasilGoverno Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasillucasp132400
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Mary Alvarenga
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniCassio Meira Jr.
 
Slides 1 - O gênero textual entrevista.pptx
Slides 1 - O gênero textual entrevista.pptxSlides 1 - O gênero textual entrevista.pptx
Slides 1 - O gênero textual entrevista.pptxSilvana Silva
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinhaMary Alvarenga
 

Último (20)

Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
 
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdf
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptx
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptxLírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptx
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptx
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
Bullying - Atividade com caça- palavras
Bullying   - Atividade com  caça- palavrasBullying   - Atividade com  caça- palavras
Bullying - Atividade com caça- palavras
 
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 BrasilGoverno Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
 
Slides 1 - O gênero textual entrevista.pptx
Slides 1 - O gênero textual entrevista.pptxSlides 1 - O gênero textual entrevista.pptx
Slides 1 - O gênero textual entrevista.pptx
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinha
 

Cidadania política

  • 1. Plano de Trabalho - Sociologia Nome do Professor Cursista: Noe Assunção Série: 3º Bimestre: 3.º Tema: Cidadania e participação política Título do Plano de trabalho: Cidadão de papel x Verdadeiro cidadão Habilidades e Competências: - Compreender o conceito de cidadania, relacionando o indivíduo enquanto ser social e político. - Compreender o papel da participação política na construção de uma sociedade democrática. - Distinguir o indivíduo enquanto cidadão de papel e o verdadeiro cidadão. - Conhecer Gilberto Dimenstein, jornalista e educador, autor do livro cidadão de papel, aporte teórico dessa atividade. - Compreender as relações de poder na sociedade e sua relação com o conceito de cidadania. - Relacionar a exclusão social, étnica, de gênero e de outras minorias à ausência da garantia dos direitos humanos e civis. Metodologia: Aula teórica, expositiva e dialogada (power point) . Debate e oficina. Exibição de vídeo. Análise textual de alguns textos do livro "Cidadão de papel" de Gilberto Dimenstein. Acesso à Declaração Universal dos Direitos Humanos. estatuto da Criança e do Adolescente.
  • 2. Recursos: Declaração Universal dos Direitos Humanos. Disponível: http://www.dudh.org.br/ Estatuto da Criança e do Adolescente. Disponível: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm Imagem do pinóquio - Vídeo do cidadão de papel:
  • 3. Disponível: https://www.youtube.com/watch?v=c8e949j_tPQ Data show, quadro branco, canetas coloridas, cartolinas ou papeis manilhas. Tempo de aplicação Duração em minutos: 400 minutos Duração em tempos de aula: 4 aulas de 2 tempos. Período de aplicação: 04, 11, 18 e 25/08/2014 (segunda - feira) Detalhamento do Plano de Trabalho: - Aula 1: - Aula expositiva tendo como suporte a apresentação de slides (power point), para isso é necessário o data show ou utilização do laboratório de informática. - Compartilhar com os cursistas a obra "Cidadão de papel" de Gilberto Dimenstein, articulando-a com o conceito de cidadania, democracia, direitos humanos e participação polítca. - Relacionar a estória do "pinóchio" ao cidadão manipulado, alienado e excluído, características do cidadão de papel. - Exibir o vídeo "cidadão de papel" (you tube). - Amarrar o conceito de cidadania com as imagens do vídeo. - Aula 2: - Retomar o conceito de "cidadão de papel" enfatizando o papel do "verdadeiro
  • 4. cidadão", bem como o exercício da cidadania e a garantia dos direitos humanos e civis, através da Declaração Universal dos Direitos Humanos e o Estatuto da Criança e do Adolescente. - Propor uma dinâmica de grupo , permitindo aos cursistas a livre organização. - Disponibilizar para cada grupo uma cópia da Declaração Universal dos Direitos Humanos e partes do ECA- Estatuto da Criança e do Adolescente. - A dinâmica de grupo consiste na elaboração de um "cidadão de papel", através de um desenho que represente esse cidadão defendido por Dimenstein. Pode ser um indivíduo, animal ou quaisquer outra coisa que possa representar esse indivíduo que não conhece os seus direitos, não usufrui dos mesmos, não tem voz e nem representatividade no contexto social. O grupo deverá registrar no verso da imagem os motivos da escolha do desenho e o porquê de considerá-lo um cidadão de papel. - O educador(a) deverá fotografar todos as imagens produzidas por cada grupo, pois serão utilizadas no encerramento do projeto. - O educador(a) deverá guardar as imagens para que na próxima aula possamos reutilizá-las. Uma dica é não deixar os cursistas levarem para casa as imagens pois, corre o risco de não retornar com as mesmas. - Aula 3: - Retomamos a dinâmica de grupo, devolveno para cada grupo as suas imagens. Após este momento, desafie os grupos a fazer transformações nas imagens, imaginando que elas estão se tornando "verdadeiros cidadãos". - Abra espaço para que cada grupo mostre a sua imagem com as transformações feitas, justificando-as. Novamente, fotografe as imagens recriados e providencie, se possível, a inserção das duas imagens referente a cada grupo , para ser utilizada no encerramento do projeto. - Solicite que cada grupo , paralelo às transformações da imagem, monte um quadro comparativo, relacionando as características do cidadão de papel e o verdadeiro cidadão.
  • 5. Cidadão de papel Verdadeiro Cidadão Inserir a foto do cidadão de papel Inserir a foto do verdadeiro cidadão Ser um cidadão de papel significa... Ser um verdadeiro cidadão significa... Registrem uma situação em que as pessoas agiram como "cidadãos de papel" Registrem uma situação em que as pessoas agiram como "verdadeiros cidadãos" - O educador (a) deverá inserir esse quadro demonstrativo nos slides com as respectivas imagens, para que cada grupo possa fazer sua explanação no encerramento do projeto.(próxima aula) Cidadão de papel Verdadeiro Cidadão Ser um cidadão de papel significa... Ser um verdadeiro cidadão significa... Registrem uma situação em que as pessoas agiram como "cidadãos de papel" Registrem uma situação em que as pessoas agiram como "verdadeiros cidadãos" - Aula 4: - Com os slides do quadro comparativo , devidamente preenchidos de cada grupo, o educador(a) deverá iniciar a aula amarrando os conceitos cidadania, direitos humanos democracia. - A exposição oral de cada grupo, poderá ser feita através de um representante ou todos(as) poderão participar numa turma organizada em círculo, propiciando uma interação e contribuição de todos(as). - Aula 5 (opcional) - Como alternativa encerrar o projeto "Cidadão de papel" e consolidar o
  • 6. conhecimento acerca dos conceitos de cidadania, democracia, direitos humanos, participação política e outros, sugerimos que cada aluno redija um texto dissertativo abarcando os temas abaixo descritos: - Questão1: Sem sombra de dúvida, os atos que ocorreram nas ruas em 2013 mostram uma agenda difusa dos jovens e podemos apontar algumas características em comum em torno delas. A ênfase na cobrança de comportamento ético das lideranças políticas, a automobilização e a recusa de atribuição de legitimidade tanto às organizações políticas tradicionais (partidos, sindicatos e movimentos organizados) como a líderes carismáticos são algumas delas. Com base naquilo que foi discutido ao longo das aula redija um texto dissertativo sua opinião acerca dessas manifestações. Questão2: Tanto a reação da polícia quanto a tática black bloc deram o tom violento das manifestações de 2013. Você acha que, nesse quadro, é possível falar em cidadania plena ou cidadania regulada? Por quê? Questão3:As manifestações tiveram conteúdo reivindicatório ou foram apenas manifestações de inconformismo com a situação de exclusão e descrença nas instituições brasileiras? Questão 4: E em 2014, podemos esperar silêncio ou mobilização das ruas? Em que medida estamos mais próximos ou mais distantes da concretização dos ideais democráticos? Aconteceu algum movimento de reivindicação na copa do mundo 2014? Explique? Atividades de Avaliação: Avaliação contínua e diagnóstica: acompanhar e avaliar os cursistas nas diferentes etapas do projeto, atentando para as diferentes possibilidades utilizadas pelos mesmos na assimilação e consolidação do conhecimento, intervindo nas discussões e na elaboração das atividades em grupo, resgatando sempre que possível o conceito de cidadania, direitos humanos e participação
  • 7. política. Auto avaliação dos alunos: Compreender os avanços e limites de cada cursista , através da sua interação com o grupo, iniciativa em buscar diferentes abordagens sobre um mesmo objeto. Compreender se os conceitos norteadores desse projeto, foram assimilados e consolidados pelo cursista. Avaliação dos alunos pelo professor: Se houve comprometimento com a aula e com a dinâmica de grupo. Se o cursista respeitou a opinião dos colegas, transformando a dinâmica num processo democrático. Se buscou outras interpretações sobre a temática proposta, criatividade e principalmente se o cursista conseguiu associar os conceitos de cidadania, democracia e participação política, com os fenômenos sociais do seu cotidiano ou no contexto escolar. Referências bibliográficas: DIMENSTEIN, Gilberto. Cidadão de papel.ed.23.São Paulo Ática, 2011. Declaração Universal dos Direitos Humanos. Disponível: http://www.dudh.org.br/ Lei 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente. Disponível: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm Readaptação do projeto " Exercício dacidadania:Somos "Cidadãos depapel"?- Profa. Glaúcia Costa Abdala Diniz. Disponível: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=22237