A fera assustadora da natureza!

218 visualizações

Publicada em

Quem assistiu ao filme "Twister" se lembra da imagem de uma vaca que voa por cima de uma caminhonete, graças à força dos ventos. Vamos conhecer um pouco da força do tornado, que também atinge o Brasil, fenômeno tipicamente continental!

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
218
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A fera assustadora da natureza!

  1. 1. A "FERA" ASSUSTADORA DA NATUREZA! Acesse http://www.nitportalsocial.blogspot.com.br/2012 /09/nit-portal-social-artigo-fera.html Moro num país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza! Aqui no Brasil não temos muitos dos piores fenômenos da natureza: tsunamis, vulcões ativos, furacões, terremotos etc., por isso podemos gritar aos quatro cantos que somos "abençoados por DEUS!”. Pena que outros países não podem dizer o mesmo! Volta e meia somos surpreendidos com o noticiário trazendo imagens de catástrofes causadas por essas forças da natureza, e muitas delas dizimando milhares de pessoas. Hoje vou falar um pouco da força do tornado, que também atinge o Brasil, fenômeno tipicamente continental, que e formado a partir de uma única nuvem de chuva, podendo possuir vários redemoinhos e é considerado um dos mais destrutivos de todas as perturbações atmosféricas. A palavra tem origem na palavra espanhola "tornada" que significa tempestade. É uma coluna de ar giratória, que se desloca a
  2. 2. velocidades de 30 a 60 km/h em volta de um centro de baixa tensão, com diâmetro menor que 2km. Embora pequeno, é um intenso redemoinho de vento que ocorre quando uma nuvem em movimento alcança a terra. Costuma acontecer no final da tarde, pois é nesse período que a atmosfera apresenta maior instabilidade. Seu tempo de ação dura em média alguns minutos, raramente ultrapassando mais que uma hora. Os tornados, em geral, acontecem com a chegada de frentes frias, em regiões onde o clima é mais quente e instável. Quando o funil encosta na superfície, ele pode se mover em linha reta ou não, podendo duplicar-se, pular lugares e até mesmo formar vários funis. Tornados de menor intensidade são chamados de "mínimos" (ventos com velocidade de até 160km/h) e os maiores de "máximos" (ventos com velocidade superior a 400km/h). Eles ocorrem com maior regularidade nos Estados Unidos, Uruguai, Argentina e sul do Brasil. Os metereologistas usam a Escala Fujita-Pearson Tornado Intensity Scale para medir a intensidade dos ventos de um tornado. Ela classifica o fenômeno de LEVE (F0) com velocidade que atinja o máximo de 110km/h terminando com F5 e F6, esta última considerada hipotética, cujos ventos teriam que ter a velocidade de 511km/h. Os estudiosos ainda não
  3. 3. conseguiram medir a velocidade dos ventos dentro do funil, mas estima-se que possa chegar a 450km/h. Um dos mais conhecidos tornados que aconteceu foi o que atingiu Shaturia, Bangladesh, em 1989, com um grande efeito de destruição, matando mais de 1300 pessoas e deixando outras 50 mil desabrigadas. Os tornados mais destrutivos da história surgiram a partir de supercélulas, um tipo de tempestade de trovões que se move em círculos. Essas supercélulas costumam produzir relâmpagos, granizo e enchentes. Quem assistiu ao filme "Twister" se lembra da imagem de uma vaca que voa por cima de uma caminhonete, graças à força dos ventos. O acúmulo de poeira, névoa e destroços que um tornado carrega é o que dá a ele a cor escura. Quer entender na prática como é formado um tornado? Então vamos dar a dica de uma experiência fácil que pode ser feita em casa e que dará um entendimento melhor:  Material - 2 garrafas, fita cola e água Encha uma das garrafas com água. Coloca-se a segunda garrafa em posição invertida e junta-se as duas bocas das garrafas, vedando bem para que não permita que saia água. Inverta a posição
  4. 4. das duas garrafas, agitando-as e observe. O que acabamos de observar nessa experiência é a simulação de um tornado, pois ao agitarmos as garrafas criamos um vórtice e devido ao gradiente de velocidade de escoamento da água, há a formação de um cone invertido, pois a água que está mais próxima do orifício da garrafa tem velocidade superior. Que tal preservarmos o meio ambiente como forma de preservarmos as estações climáticas e qualidade de vida no planeta, já tão devastado? O programa Amigo da Floresta http://www.iniciativaverde.org.br/__novosite/ami go-da-floresta.php tem por objetivo promover restauros florestais de mata nativa, aliados à educação ambiental, capacitação de comunidades rurais e pesquisas científicas. Parte da verba captada pelo programa Amigo da Floresta é destinada para programas educativos e informativos. Em parceria com o projeto Amigos do Ribeirão Feijão, a Iniciativa Verde desenvolve atividades destinada a alunos e professores do município de São Carlos (SP) e região, contemplando temas relacionados à mata ciliar, reciclagem, compostagem, mudanças climáticas e o papel da floresta como prestadora de serviços ambientais. Atividades pontuais, como plantios simbólicos em comunidades carentes, são bastante efetivas do ponto de vista educativo e também fazem
  5. 5. parte do leque de ações do Amigo da Floresta. Os projetos de restauro florestal da Iniciativa Verde buscam sempre envolver a população local, que atua como executora do projeto, de maneira a garantir que a comunidade gere vínculos com a nova floresta. É a assim que a sociedade se mobiliza em prol de salvar o planeta Terra! "É a fúria da natureza, de acordo com sua devastação... É o seu reagir conforme agem com ela." Ana Porto/Sergio Honorato Gestores

×