www.nitportalsocial.com.br
VIAJANDO EM DIREÇÃO
AO ARCO-ÍRIS!
VIAJANDO EM DIREÇÃO AO ARCO-ÍRIS!
Outono terminando e em breve teremos o inverno! E nada melhor do que curtir
esta tempora...
• Chegamos à cidade ainda no início da tarde de domingo e já com um
"Roteiro" criado a partir de alguns sites aqui da inte...
Utilizamos muito o de número 120, que nos levou às Cataratas do
Iguaçu (lado brasileiro) e ao Parque das Aves.
Do lado de ...
• Nosso objetivo era, ainda naquele dia, visitar o Parque das Aves e
ficamos maravilhados com tudo o que encontramos por l...
•
Na segunda-feira, nos dirigimos novamente a "TTU" (mais ou menos
a 100 m do hotel) e fomos até as "Cataratas do Iguaçu"....
• Pelo caminho somos recebidos, diversas vezes, por quatis que
passeiam livremente entre as pessoas demonstrando a convivê...
• Fomos recebidos por um arco-íris intenso que se formava bem à
nossa frente, com aquelas gotículas de água molhando nosso...
• Retornarmos ao hotel para um pequeno descanso nos preparando
para o programa vespertino oferecido pelo hotel ao custo de...
• Lá se encontra de tudo... Desde a mais grotesca "falsificação" de
produtos até aquelas que "parecem-mas-não-são" de tão ...
• Foram duas horas percorrendo as lojas e verificando as
oportunidades de comprar bem e barato. Ali, além das bebidas,
maq...
• Então, como a hora de nos despedirmos daquele lugar mágico
estava se aproximando, fomos até a Hidrelétrica de Itaipu -
B...
• Enfim, a hora de nosso regresso tinha chegado, embarcaríamos às
15:00 h, mas ainda dava tempo de fazermos um último, son...
• E para que tanta diversidade e beleza sejam preservadas é
necessário que o homem se conscientize da necessidade de zelar...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

VIAJANDO EM DIREÇÃO AO ARCO-ÍRIS! FOZ DO IGUAÇU

127 visualizações

Publicada em

O Nit Portal Social, através de seus gestores Ana Porto e Sergio Honorato, esteve neste último mês de maio em Foz do Iguaçu (dias de clima bem agradável) e vamos dividir  com vocês um pouco de nossa experiência de uma viagem de 5 dias!

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
127
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

VIAJANDO EM DIREÇÃO AO ARCO-ÍRIS! FOZ DO IGUAÇU

  1. 1. www.nitportalsocial.com.br VIAJANDO EM DIREÇÃO AO ARCO-ÍRIS!
  2. 2. VIAJANDO EM DIREÇÃO AO ARCO-ÍRIS! Outono terminando e em breve teremos o inverno! E nada melhor do que curtir esta temporada em lugares que oferecem ao turista o seu clima "frio"! O Nit Portal Social, através de seus gestores Ana Porto e Sergio Honorato, esteve neste último mês de maio em Foz do Iguaçu (dias de clima bem agradável) e vamos dividir com vocês um pouco de nossa experiência de uma viagem de 5 dias!
  3. 3. • Chegamos à cidade ainda no início da tarde de domingo e já com um "Roteiro" criado a partir de alguns sites aqui da internet com dicas e opiniões sobre onde ir e o que fazer nesse passeio. • Descemos no aeroporto e pegamos um táxi (R$50,00), com total segurança, para o hotel onde ficamos hospedados: "Best Western Tarobá", cujas dependências oferecidas a seus hóspedes, seu corpo de funcionários e sua localização, nós recomendamos. Fica muito próximo do "TTU" - Terminal de Transportes Urbanos, onde é possível pegar ônibus para todos os lugares, a um preço bem barato, circulando em uma cidade sem trânsito e conseguindo sempre viajar sentado, com a tarifa única de R$2,90 (caso você desembarque no "TTU" e resolva pegar outro ônibus para outro passeio não é necessário pagar novamente a passagem). •
  4. 4. Utilizamos muito o de número 120, que nos levou às Cataratas do Iguaçu (lado brasileiro) e ao Parque das Aves. Do lado de fora do "TTU", bem em frente à sua entrada, porém do outro lado da calçada, é possível pegar o ônibus de leva ao Paraguai, mas isso é assunto para daqui a pouco! Gostamos de tudo o que vimos! Uma cidade limpa, com um povo hospitaleiro e muita coisa bonita para mostrar! Logo depois que deixamos nossas bagagens no hotel, começamos a buscar um local para almoçarmos e optamos por ir caminhando pelo centro da cidade (mais ou menos uns quatro quarteirões de distância do hotel) e tivemos o presente de almoçarmos no Marias e Maria (Av. Brasil nº 505), um restaurante a quilo, com variedade de tipo de comida e com um excelente tempero.
  5. 5. • Nosso objetivo era, ainda naquele dia, visitar o Parque das Aves e ficamos maravilhados com tudo o que encontramos por lá! Com uma equipe "mega profissional" aquela área é tratada de forma impecável, com animais e plantas sendo tratados e preservados por equipes técnicas e o resultado salta aos nossos olhos: cores, diversidade de espécies, natureza e a presença muito forte da energia da "Mãe Natureza", criada por Deus! A manutenção do parque, como já disse, é impecável e pela oportunidade que nos é dada de conhecer bem de pertinho aves, répteis e outros animais valeu cada "real" pago pelo nosso ticket de entrada e ainda recebemos como "souvenir" a possibilidade de tirar uma fotografia com uma arara domesticada e mansa! Saímos de lá já fazendo planos quanto ao que fazer no dia seguinte!
  6. 6. • Na segunda-feira, nos dirigimos novamente a "TTU" (mais ou menos a 100 m do hotel) e fomos até as "Cataratas do Iguaçu". Fazia um dia lindo e foi um passeio indescritível! Penso que quando Deus desenhou aquele lugar, ELE estava namorando! Estava em estado de Graça! Como não poderia deixar de ser, a conservação e a manutenção do lugar são fantásticas! A gestão do lugar está a cargo da Fundação Chico Mendes, a quem damos os nossos parabéns! • Logo ao entrarmos na área, somos encaminhados até um ônibus (existem ônibus de um andar e o double decker-bus, que é o mais interessante pelo visual que proporciona) que nos levará até os locais que iremos visitar. • São aproximadamente três paradas, sendo que as duas primeiras são passeios que não fizemos e a última dá acesso à trilha, mata à dentro, que nos levará até as cataratas. São aproximadamente 3 km de caminhada que não é sentida, visto que a paisagem é tão gratificante que não nos damos conta do percurso.
  7. 7. • Pelo caminho somos recebidos, diversas vezes, por quatis que passeiam livremente entre as pessoas demonstrando a convivência pacífica entre o homem e o animal. • Fotos e mais fotos sendo tiradas, pois é impossível não registrar tudo aquilo que nossa retina está armazenando de informação! • Cada vez mais o barulho das águas caindo se tornam próximas... E enfim, chegamos ao NIRVANA! Nossa penúltima parada... Agora é "vestir as capas de chuva" que havíamos levado em nossa bagagem, muito embora lá seja vendida (descartável) pelo preço médio de R$10,00 (dez reais). E começamos a entrar em uma ponte que nos leva o mais próximo possível das cataratas e para dentro do rio, com suas quedas. Como disse acima: I N D E S C R I T Í V E L!
  8. 8. • Fomos recebidos por um arco-íris intenso que se formava bem à nossa frente, com aquelas gotículas de água molhando nossos rostos e aquelas "espumas brancas" com sua beleza e fúria, descendo pelas montanhas... A força destas quedas e dessas águas é impressionante! Ficamos parados, como todos os que ali estavam, em estado de "contemplação"! A força daquele lugar não está apenas em sua beleza, mas também na energia que nos envolve! São momentos que nos trazem inúmeras reflexões e muitos agradecimentos por estarmos tendo a oportunidade de estar ali... bem juntinho daquilo tudo! Fomos vencidos pela hora, que teimava em continuar passando, quando gostaríamos que tivesse parado e nos apressamos em sair dali e andarmos em direção ao último "pit stop", o elevador que nos leva de volta ao mundo real...
  9. 9. • Retornarmos ao hotel para um pequeno descanso nos preparando para o programa vespertino oferecido pelo hotel ao custo de R$35,00 por pessoa: Jantar e compras em uma cidadezinha chamada Puerto Iguazú, na Argentina. Particularmente, gostei muito da gastronomia oferecida e pelo preço que eles cobram. Quanto às compras, pensei em encontrar lojas com artigos interessantes e típicos do lugar, mas tirando as roupas de couro o que mais se vê são artesanatos comuns a todas as cidades. Embora não tenhamos comprado, o preço do vinho lá é bastante convidativo! Ficamos lá durante três horas e meia e retornarmos para o descanso merecido! • Dia de terça-feira e estávamos novamente animados para mais passeios! Aproveitamos o dia de sol e fomos ao Paraguai, Ciudad del Leste, paraíso das compras!!! Mais uma vez pegamos um ônibus, que embora não sendo novo, nos levou com toda a segurança até o país vizinho... E superou todas as minhas expectativas de mulher! •
  10. 10. • Lá se encontra de tudo... Desde a mais grotesca "falsificação" de produtos até aquelas que "parecem-mas-não-são" de tão perfeitas e também os produtos originais de grifes e marcas, não tão baratos, porém mais em conta do que aqui no Brasil. São inúmeros shoppings, becos, vielas, ruas, com um trânsito que mais parece um "samba do crioulo doido" e um número enorme de ambulantes que buscam vender a qualquer custo produtos falsificados aos turistas e nessa hora toda atenção é pouca! Só pare para olhar seus produtos se realmente quiser comprar... caso contrário, você não tem paz! As ruas e as calçadas são totalmente ocupadas por esses trabalhadores informais, restando espaços estreitos para o trânsito do pedestre. Fizemos algumas compras, mas o tempo foi curto, pois o comércio lá fecha cedo e já estávamos cansados... Neste mesmo dia, após um merecido descanso, fomos à noite, numa cortesia de nosso Hotel até o Duty Free da Argentina, lugar de luxo e requinte com preços bastante altos, com exceção de bebidas, que estavam com uma enorme diferença e convidativos. •
  11. 11. • Foram duas horas percorrendo as lojas e verificando as oportunidades de comprar bem e barato. Ali, além das bebidas, maquiagens estavam com um bom preço e saí de lá com alguns artigos. Na quarta-feira optamos por voltar ao Paraguai, pois não se consegue percorrer praticamente nada em poucas horas de visitação. Fomos pela manhã, verificamos preços, consultamos nossa "listinha" e compramos alguns produtos, mas tendo sempre em mente não ultrapassar a cota de US$300 por cabeça. Muito embora não se tenha que declarar nada na Aduana de lá (estando dentro de sua cota), estamos sujeitos a sermos parados em ônibus, vans, ou táxis e teremos que comprovar nossas compras e, caso tenhamos ultrapassado a cota, devemos pagar 50% do valor excedente. Não se esquecendo de que, mesmo passando sem nenhuma abordagem pela Aduana, ainda existe o risco da Fiscalização da Receita Federal no Aeroporto que, se você for "premiado" e tiver ultrapassado sua cota, "perde todos os seus produtos" para a Federal brasileira, sem choro nem vela.
  12. 12. • Então, como a hora de nos despedirmos daquele lugar mágico estava se aproximando, fomos até a Hidrelétrica de Itaipu - Binacional, uma mega obra motivo de orgulho de nós brasileiros, cuja administração hoje cabe 50% aos brasileiros e 50% aos paraguaios e conforme andávamos em suas ruas nos era contada, pelo funcionário, um pouco de sua história. São três paradas durante o percurso para vermos um pouco mais de perto as comportas (que estavam fechadas), o lago artificial e o canteiro onde hoje se encontram plantadas inúmeras árvores que levam nomes de funcionários que se aposentam ou falecem, uma justa homenagem! Saímos de lá cheios de orgulho por sermos brasileiros e resolvemos fechar nossa viagem com um jantar pra lá de especial, com direito a algumas mordomias oferecidas pelo dono do restaurante "Armazém", como nos pegar e trazer de volta ao hotel, sem nenhum custo adicional. Foi uma jantar com uma comida muito gostosa, um vinho de boa safra e uma excelente música ambiente!
  13. 13. • Enfim, a hora de nosso regresso tinha chegado, embarcaríamos às 15:00 h, mas ainda dava tempo de fazermos um último, sonhado e desejado passeio: Templo Budista! Imperdível essa visita a este templo de FÉ oriental! Já tínhamos tentado fazer esta visita na tarde de segunda-feira, também de ônibus ( o que não aconselhamos a ninguém por estar localizado em uma comunidade da periferia, um local ermo, deserto e que nos deixou bastante apreensivos), mas não conseguimos conhecer o lugar, pois estava fechado. • Tomamos, então, um táxi cuja corrida saiu a R$60,00 com a condição de nos levar e aguardar para nos conduzir de volta ao hotel. Ao entrar naquele território SANTO fiz uma verdadeira viagem... ao outro lado do mundo e consegui entender a FÉ deste povo, através da energia que habita aquele lugar! Ficamos por mais ou menos uma hora, retornarmos para pegar nossas bagagens e fomos rumo ao aeroporto, deixando em Foz do Iguaçu nossa lembrança de momentos mágicos, únicos e especiais ali vividos em apenas cinco dias!
  14. 14. • E para que tanta diversidade e beleza sejam preservadas é necessário que o homem se conscientize da necessidade de zelar pelo meio em que vive. Em outra postagem falamos da ECOA instituição que associa investigação científica e ação política no sentido amplo do termo, envolvendo comunidades, instituições de ensino e pesquisa, instituições governamentais e outras organizações não governamentais. Como ferramentas promove campanhas e processos de diálogos multissetoriais para criar espaços de reflexão, negociação e decisão frente a questões prioritárias para a conservação ambiental e a sustentabilidade. Conheça melhor esse trabalho acessando o link e divulgue entre seus amigos! "Podemos viajar por todo o mundo em busca do que é belo, mas se já não o trouxermos conosco, nunca o encontraremos." • Ralph Emerson • Ana Porto/Sérgio Honorato • Gestores • www.nitportalsocial.com.br

×