Shell e Greenpeace - Anticampanha - Artic Ready

2.884 visualizações

Publicada em

Case sobre ação do Greenpeace contra a Shell. O case usa fatos e referências disponíveis nas redes sociais. Material para fins educacionais.

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.884
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
876
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Shell e Greenpeace - Anticampanha - Artic Ready

  1. 1. Artic Ready“Anticampanha” contra a ShellMaterial para Fins Educacionais Nino Carvalho, Prof. MSc @ninocarvalho • CONSULTOR em Planejamento Estratégico de Marketing Digital • CAPACITAÇÃO E TREINAMENTO para organizações públicas e privadas • COORDENA o MBA e Pós-MBA em Marketing Digital da FGV no Brasil
  2. 2. O QUE FAZEMOS?Nosso foco está em TREINAMENTO, PLANEJAMENTO e ESTRATÉGIA DECOMUNICAÇÃO e MARKETING DIGITAL para organizações PÚBLICAS e PRIVADAS.Contamos com especialistas em diferentes segmentos e atendemos a diversassoluções, entre elas:• Planejamento de Comunicação e Marketing• Estratégias de Mídias Sociais• Inteligência Competitiva no Ambiente Digital• Gestão de Presença Online• Capacitação e Treinamento em Mídias Digitais• Comércio EletrônicoOrientamos e gerenciamos as ações de nossos clientes em áreas como:• Redes Sociais • e-Branding• Monitoramento de Marca • Marketing de Busca (SEM/SEO)• Gerenciamento de e-crises • Concepção e Implantação de Sites,• RP 2.0 Hotsites e Blogs
  3. 3. PRINCIPAIS DIFERENCIAISEQUIPE PREMIUM• experiência prática e acadêmica• vivência em empresas multinacionais, organizações públicas e agênciasFOCADO NO NEGÓCIOestamos aqui para maximizar seuslucros e resultadosESPECIALIZADOS EM• B2B• Setor Público• Setores Muito Regulamentados• Programas de Capacitação na área DigitalNETWORKINGacesso e estreito relacionamento com principais profissionais,influenciadores e agências do mercado
  4. 4. EXPERIÊNCIA E PORTFOLIO Presidência da República Superior Tribunal de Justiça
  5. 5. MOTIVAÇÃO E PROPÓSITOEsta pesquisa foi feita com o propósito de analisar como determinadas ações na internet podem repercutircontra ou a favor de organizações de diversas áreas e segmentos.Neste documento, apresentaremos um exemplo de uso da internet como complemento de uma ação deprotesto contra uma grande empresa que oferece riscos e danos ao meio ambiente em uma região depreservação.Esta pesquisa foi realizada e divulgada para fins meramente educacionais. A ideia é compartilhar com omercado (profissionais, professores/acadêmicos e estudantes/estudiosos das áreas de comunicação emarketing digital) cases que podem ser úteis para orientar futuras incursões de organizações de diferentesnaturezas e setores no mundo online. A utilização deste material é aberta e livre, desde que respeitadosos créditos e fontes.Assim, reforçamos que não é colocado em questão a idoneidade das marcas aqui tratadas ou a qualidadede seus produtos ou serviços. Os cases são apresentados de maneira objetiva e racional, baseados emfatos e com larga opções de referências para consulta e aprofundamento.
  6. 6. SHELL > VISÃO GERALA Shell é uma das maiores empresas petrolíferas do mundo.Fundada em 1907 na Holanda, atualmente opera em mais de140 países e é a maior multinacional do mundo, em termos dereceita.Suas principais atividades são: exploração e produção, gás eenergia, produtos petroquímicos, energia renovável ecomércio/distribuição.
  7. 7. SHELL > BRASIL A Shell está no Brasil desde 1913. Atualmente, possui atividades em upstream (extração de gás natural, geração de energia e exploração e produção) e downstream (logística de vendas dos derivados prontos - Químicos, Shell Marine e Suprimentos e Distribuição). A Shell Brasil tem cerca de 2 mil funcionários e faturamento de R$ 25 bilhões/ano, respondendo por aproximadamente 16% do mercado nacional de distribuição de combustíveis.
  8. 8. SHELL >RESPONSABILIDADESÓCIO-AMBIENTALEm seu site institucional, a Shell apresenta uma seção que trata, exclusivamente, sobreas ações e o relacionamento da empresa com o tema: sociedade e meio ambiente.
  9. 9. SHELL > ÁRTICO Há, ainda, uma seção que fala sobre as atividades da empresa na região do Ártico. A Shell afirma que desenvolveu “uma gama de tecnologias para a produção de petróleo e gás nesta região para enfrentar os desafios sociais e ambientais”.
  10. 10. Case Shell x Greenpeace – Material para Fins EducacionaisNino Carvalho ConsultoriaRJ SP Bsb
  11. 11. A CAMPANHAEm junho de 2012, surgiu uma suposta campanha da Shell que chamava a atenção para osnovos campos de exploração no Círculo Polar Ártico.O site Artic Ready, quepossui layout idêntico aoportal institucional da Shell,apresenta a campanha “Let’sGo! Artic” como umamaneira da Shell mobilizar osinternautas sobre como aprodução de energia noÁrtico poderá gerarcombustível a preçosacessíveis e,consequentemente,“transformar o mundo”.
  12. 12. A CAMPANHA Foi criado um perfil no Twitter intitulado de “equipe de Social Mídia” para interagir com os participantes da “campanha. Criado em 17 de julho, o perfil conta com mais de 3.500 seguidores e um alto índice de relevância Klout. Dados compilados em 08/08/2012
  13. 13. A CAMPANHAJá a página no Facebook parece ter menos impacto: pouco mais de 60 curtidores e fracaparticipação dos usuários. Dados compilados em 08/08/2012
  14. 14. A CAMPANHAA principal peça da “campanha” foi umvídeo que mostrava um “desastre” numsuposto evento da Shell: um“derramamento” na plataforma emminiatura que servia bebida aosconvidados.A senhora que aparece no vídeo foiapresentada como a viúva do designer dasonda, mas na verdade é Dorli Rainey,uma ativista que ficou conhecida apósser agredida com spray de pimenta pelapolícia de Seattle.Até o momento, o vídeo recebeu mais de1.500 comentários e 800 milvisualizações. Dados compilados em 08/08/2012
  15. 15. A CAMPANHAA ação no site sugere que os internautas utilizem o gerador de anúncio do site para escolheruma imagem e publicar um slogan com este tema.O curioso é que todas as mensagens publicadas no site se referem a desastres ambientaise riscos da exploração da Shell no Ártico! Seria uma campanha mal sucedida da gigante do petróleo?
  16. 16. ninocarvalho.com.br
  17. 17. ninocarvalho.com.br
  18. 18. ninocarvalho.com.br
  19. 19. Case Shell x Greenpeace – Material para Fins EducacionaisNino Carvalho ConsultoriaRJ SP Bsb
  20. 20. REPERCUSSÃO E IMPACTOA campanha ganhou repercussão rapidamente emsites de notícias, blogs e nas redes sociais.Muitos internautas aproveitaram para comentar asações criticando a Shell pela falha na campanha.
  21. 21. ninocarvalho.com.br
  22. 22. REPERCUSSÃO E IMPACTO
  23. 23. REPERCUSSÃO E IMPACTONa verdade, as ações foramorquestradas por ativistas doGreenpeace e do The Yes Men (duplaque faz paródia de peças publicitárias eoutdoors conhecidos com o objetivo de“aumentar a consciência sobre asmais importantes questõessocioambientais”).O Greenpeace assumiu a autoria da“campanha” neste artigo.Os ativistas do The Yes Men járealizaram outro protesto contra a Shellem 2010: um vídeo em que um supostoexecutivo da empresa se desculpavapelos problemas ambientais causados naNigéria. Na época, a Shell ignorou aação e não fez nenhuma declaraçãosobre o vídeo.
  24. 24. POSICIONAMENTO DA SHELLA Shell reagiu às ações com tranquilidade: publicou uma nota de esclarecimento no siteoficial, afirmando que a campanha não tem qualquer relação com a empresa e que está àdisposição para esclarecimentos. Apesar da repercussão do fato, o assunto foi encerradocom a decisão de não processar o Greenpeace.
  25. 25. POSICIONAMENTO DA SHELL
  26. 26. Case Shell x Greenpeace – Material para Fins EducacionaisNino Carvalho ConsultoriaRJ SP Bsb
  27. 27. OUTRAS AÇÕES DO GREENPEACEO Greenpeace continua empenhado em defesa doÁrtico: atualmente este é o tema principal de suafanpage global.O assunto também é lembrado com frequência noTwitter.
  28. 28. OUTRAS AÇÕES DO GREENPEACE Save the Artic: Site de campanha legítima do Greenpeace em defesa do Ártico
  29. 29. OUTRAS AÇÕES DO GREENPEACE ninocarvalho.com.br
  30. 30. OUTRAS AÇÕES DO GREENPEACE ninocarvalho.com.br
  31. 31. Case Shell x Greenpeace – Material para Fins EducacionaisNino Carvalho ConsultoriaRJ SP Bsb
  32. 32. REFERÊNCIAS  The Yes Men – Wikipedia  Shell Brasil – site oficial  Artigo do Greenpeace sobre a “campanha”  Royal_Dutch Shell – Wikipedia  Busca por #ShellFail – Topsy  Shell Global – site oficial  Nota de esclarecimento sobre a  Flickr Royal Dutch Shell campanha – site oficial da Shell  Shell Brasil – História  Artigo do Mashable esclarecendo que o Twitter @ShellisPrepared é um “hoax”  Shell Global – Sociedade & Meio ambiente  Artigo da gCaptain.com sobre o vídeo #shellfail  Shell in Artic – site oficial  Notícia do Huffington Post, sobre decisão da Shell de não processar o Greenpeace  ArticReady.com  Facebook /Greenpeace.international  Twitter @ShellisPrepared  Twitter @GreenpeaceUK  Klout @ShellisPrepared  Save the Artic: site do Greenpeace  Facebook /ShellArcticReady  Artigo do Greenpeace: Nestlé financia  #ShellFAIL: Private Arctic destruição de floresta e põe orangotangos Launch Party Goes Wrong – YouTube no rumo da extinção  Artigo do Scienceblogs:  Artigo do Greenpeace: Floresta nas lixeiras A melhor campanha da Shell, ou não dos fast foods  Artigo do 30 segundos: E agora, Shell?  Artigo do Greenpeace: Greenpeace faz protesto pacífico na porta da INB  Greenpeace – site oficial  Artigo do Greenpeace: A nuvem suja por trás  The Yes Men - site oficial da Apple ninocarvalho.com.br
  33. 33. relacionamento@ninocarvalho.com.brhttp://ninocarvalho.com.br @ninocarvalhoArtic ReadyUma “anticampanha” contra a Shell

×