Quimica Ambiental
                                            A Água na Terra



Introdução:


       “ A água está tão pr...
A água é um recurso natural renovável. Os ciclos de chuva garantem água
    sempre limpa caindo do céu e suprindo as nasce...
O planeta Terra está contaminado!... O ar, a terra e a água estão poluídos. Se
todos nós fizermos um esforço, podemos melh...
Proclamada pelo Conselho da Europa em Maio de 1968

                                            O que diz a Carta da Água:...
Devemos dar valor à água pois sem ela não há vida. Devemos poupar água e utilizá-la com bom senso.
11. A gestão dos recurs...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Água

1.288 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.288
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Água

  1. 1. Quimica Ambiental A Água na Terra Introdução: “ A água está tão presente nas nossas vidas que, na maioria das vezes, não nos aprecebemos da sua preciosidade.Para além de ser fundamental para a vida na terra, a água,liquída à temperatura ambiente, tem propriedades extraordinárias. É um solvente de sólidos,,liquídos e gases e é responsável por muitas reacções químicas,de importância crucial para a vida e o ambiente.” Prof. Mariana Lisboa  Onde se pode encontrar água A água surgiu no decurso de reacções químicas que tiveram lugar no nosso planeta durante as primeiras fases da sua formação. A camada gasosa que rodeia a Terra apareceu como resultado, entre outros factores, das reacções químicas provocadas pelo aparecimento na sua superfície de um novo composto, isto é a água. Foi na água que, há cerca de 3800 milhões de anos, surgiu a vida na Terra. Os primeiros seres vivos de que são conhecidos fósseis, eram bactérias e algas azuis (seres unicelulares) que viveram nos Oceanos Primitivo. Ao longo de milhões de anos, os seres vivos evoluíram e espalharam-se pelos oceanos e continentes. • No Ser Humano • Nos Oceanos • Nos Rios • Nos Mares • Na Atmosfera • No solo (lençois freáticos)
  2. 2. A água é um recurso natural renovável. Os ciclos de chuva garantem água sempre limpa caindo do céu e suprindo as nascentes dos rios e o nível dos lagos. A água dos mares, rios e lagos evapora e se transforma em chuva novamente. Mas o grande aumento do consumo e o desperdício ameaçam essa ordem da natureza, pondo em risco o recurso natural mais importante da Terra. A poluição das reservas e das fontes é o grande problema para o futuro abastecimento do planeta. E a maioria das pessoas não percebe que a água, apesar de parecer existir em quantidades infinitas, não é um recurso inesgotável quando há interferência do homem na natureza. Veja só que coisa triste: o homem é o único ser vivo que destrói o ambiente em que vive. Nenhum outro habitante do planeta polui o ar, contamina a água, devasta florestas... Os mares podem morrer ? O mar foi considerado a Antiguidade como um grande vazadouro, onde foram lançadas grandes quantidades de resíduos. Os poluentes que maior risco representam para a sobrevivência dos ecossistemas marinhos são: O petróleo, vertido em consequência de acidentes, por descuido ou voluntariamente; e os produtos químicos provenientes do continente, que chegam ao mar arrastados pela chuva e pelos rios, ou misturados com as águas residuais. O Mediterrâneo, o mar do Norte, o canal da Mancha e os mares do Japão são alguns dos mais poluídos do mundo.
  3. 3. O planeta Terra está contaminado!... O ar, a terra e a água estão poluídos. Se todos nós fizermos um esforço, podemos melhorar a situação. Tenta cumprir as regras que te vamos dar a conhecer. Dicas para cumprir : S Não deites lixo para os mares, rios, lagos e praias; SNunca deites os esgotos para os rios; S Ao fim de fechares a torneira verifica se verte pinguinhos de água; SQuando estiveres a lavar os dentes não deixes a torneira aberta ou tira a água para um copo; Carta Europeia da Água
  4. 4. Proclamada pelo Conselho da Europa em Maio de 1968 O que diz a Carta da Água: O que significa, «trocado em miúdos»: 1. Não há vida sem água. A água é um bem precioso indispensável a todas as actividades humanas. Sem água não há vida. Sem água, as plantas não crescem e os animais e as pessoas não sobrevivem. 2. Os recursos hídricos não são inesgotáveis. É necessário preservá-los, controlá-los e, se possível, aumentá-los. A água vai sendo menos do que a que seria precisa porque se desperdiça muito. Temos de ter atenção a isso e fazer com se poupe e se cuide da que há. 3. Alterar a qualidade da água é prejudicar a vida do Homem e dos outros seres vivos que dela dependem. Contaminar e poluir a água pode matar ou causar doenças a pessoas, animais e plantas. 4. A qualidade da água deve ser mantida em níveis adaptados às utilizações e, em especial, satisfazer as exigências da saúde pública. Deve-se garantir que a água tem a qualidade necessária para aquilo para que é usada. 5. Quando a água, após ser utilizada, volta ao meio natural, não deve comprometer as utilizações que dela serão feitas posteriormente. A água que usamos, quando volta à Natureza, não deve ir poluída ou contaminada. 6. A manutenção de uma cobertura vegetal apropriada, de preferência florestal, é essencial para a conservação dos recursos hídricos. É fundamental haver florestas e matas para que se conserve melhor a água. 7. Os recursos hídricos devem ser objecto de um inventário. Deve-se saber onde há água (nascentes, rios, lagos, etc.) e qual é a sua qualidade. 8. A eficiente gestão da água deve ser objecto de planos definidos pelas autoridades competentes. Quem manda deve ter bons planos para cuidar bem da água. 9. A salvaguarda da água implica um esforço muito grande de investigação científica, de formação técnica de especialistas e de informação pública. É preciso haver cientistas e técnicos que estudem as questões da água e que depois informem as pessoas para que procedam bem. 10. A água é um património comum cujo valor deve ser reconhecido por todos. Cada um tem o dever de a economizar e de a utilizar com cuidado.
  5. 5. Devemos dar valor à água pois sem ela não há vida. Devemos poupar água e utilizá-la com bom senso. 11. A gestão dos recursos hídricos deve inserir-se no âmbito da bacia hidrográfica natural e não no das fronteiras administrativas e políticas. As questões da água devem ter a ver com a Natureza e não com as fronteiras dos países e com a política. 12. A água não tem fronteiras. É um bem comum que impõe uma cooperação internacional. A água é de todos e todos os países e pessoas devem cuidar da água juntos.

×