SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 37
Baixar para ler offline
Pronto Socorro Infantil
RODRIGUES DE AGUIAR
HUMANIZAÇÃO
DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA
SAÚDE DA FAMÍLIA
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
PROGRAMAÇÃO – Turma Manhã
9h – Apresentação / Agradecimentos (20 min)
9h20 – Palestra 1ª Parte - Humanização e Acolhimento
(40 min)
10h – Apresentação do Pronto Socorro Infantil Rodrigues Aguiar
(15 min)
10h15 – Coffee Break
(15 min)
10h30 – Palestra 2ª Parte – Família e Comunidade
(40 min)
11h10 – Sorteio de Brindes
12h - Término
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
PROGRAMAÇÃO – Turma Tarde
14h – Apresentação / Agradecimentos (20 min)
14h20 – Palestra 1ª Parte - Humanização e Acolhimento
(40 min)
15h – Apresentação do Pronto Socorro Infantil Rodrigues Aguiar
(15 min)
15h15 – Coffee Break
(15 min)
15h30 – Palestra 2ª Parte – Família e Comunidade
(40 min)
16h10 – Sorteio de Brindes
17h - Término
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
ACOLHIMENTO E
HUMANIZAÇÃO
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
PARA VOCÊ O
QUE É SER
ACOLHIDO?
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
O trabalho no acolhimento é
o mesmo que norteia o do
Saúde da Família, ou seja,
responsabilidade dos
serviços integral à saúde de
sua população.
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
Prevenir
Promover
Cuidar
Recuperar
Ouvir
Compreender
Encaminhar
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
Valorização
do Ser
Humano
A
Participação
de Todos
A Defesa do
SUS
Por um SUS +
ACOLHEDOR
Melhores
Condições de
Trabalho
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
Resgate dos
Fundamentos
do SUS
Construção de
Espaços e
Promover
Encontros
Construção e
Troca de
saberes
Mapeamento,
Análise e
Atendimento
das
Necessidades
Pacto entre
diferentes
níveis: União,
estados e
municípios
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
Redução
das Filas
Todo o
Usuário do
SUS saberá
quem lhe
atenderá em
cada
especialidade.
Garantia dos
Direitos dos
Usuários
Gestão
Participativa
Valorização do
Trabalhador de
Saúde
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
“ Uma relação humanizada,
acolhedora, que os trabalhadores
e o serviço, como um todo, tem
que estabelecer com diferentes
tipos de usuários, alterando a
relação fria, impessoal e distante
que impera no trato cotidiano dos
serviços de saúde”
(Merhy, E.E., 1997)
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
A COMUNICAÇÃO
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
Ouvir toda história,
sem julgar as
pessoas.
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
Quantas vezes você já falou e
não foi compreendido?
Quantas vezes já deixou de
falar com medo de não ser
compreendido?
Comunicar de forma eficaz vai
muito além de falar
corretamente
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
Os 10 Mandamento
do bom ouvinte
1. parar de falar;
2. colocar-se a vontade;
3. mostrar que quer ouvir;
4. afastar distrações;
5. ser paciente;
6. dominar o temperamento;
7. ter empatia;
8. ir direto ao assunto e à crítica;
9. perguntar;
10. parar de falar.
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
Principais
BARREIRAS
• Idéias preconcebidas;
• significados personalizados;
• desmotivação e desinteresse;
• falta de credibilidade na fonte;
• recusa da informação contrária,
• inabilidade de comunicar,
• inabilidade de ouvir,
• problemas e conflitos
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
PARCERIA:
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
HORA DO INTERVALO
COFFEE BREAK
15min
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
FAMÍLIA E COMUNIDADE
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
MAS...
O QUE É FAMÍLIA???
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
Pessoas aparentadas
que vivem em geral
na mesma casa.
Pessoas de mesmo sangue,
ascendência, descendência
ou admitidos por adoção.
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
Família
Núcleo
Pai/ Mãe /Filho
Natural /
Incompleta
Mãe e Filhos
Conjugal
Marido/ Mulher
Ampliada
Extensa
Alargada
Pai/ Mãe/ Filhos/
Avós / Tios /
Agregados
Substituta
Guarda
Tutela
Adoção
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
Formas de
Casamento
Experimental União Livre De fato
Homo
Afetiva
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
ESTADO
RELIGIÃO
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
“Cem homens podem
formar um
acampamento, mas é
preciso uma mulher
para se fazer um lar.”
Provérbio Chinês
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
MAS...
O QUE É COMUNIDADE???
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
Um grupo de pessoas que
vivem em determinado lugar,
tem interesses comuns e um
modo de vida semelhante.
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
Vida comunitária é...
• Viver com os outros;
• Trabalhar juntos pelas
mesmas coisas;
• Dividir alegrias e tristezas, e os
problemas;
• Procurar juntos, as
soluções;
• Lutar pela organização e participação de
todos, para garantir seus direitos de cidadãos.
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
Para conhecer
a comunidade
é necessário...
• Levantar os problemas de
saúde locais e suas
causas;
• Realizar mapa da
Comunidade;
• Encontrar soluções
mais eficazes para
os problemas
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
O PAPEL DO AGENTE COMUNITÁRIO
DE SAÚDE (ACS) NA COMUNIDADE
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
 Definir os problemas mais urgentes, as
prioridades, juntamente com a Equipe de
Saúde da Família;
 Planejar as ações a serem
desenvolvidas;
 Informando, convocando as pessoas para
reuniões, palestras, campanhas, outros;
 Usar a criatividade para organizar
grupos, caminhadas, festas com a
comunidade, mutirões.
HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
“O trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS),
pode Ajudar a incentivar a COMUNIDADE na
transformação da qualidade de vida de cada indivíduo, no
meio ambiente e de toda COMUNIDADE.”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cuidando do cuidador
Cuidando do cuidadorCuidando do cuidador
Cuidando do cuidadorpastorlinaldo
 
Palestra de Humanização no Atendimento
Palestra de Humanização no AtendimentoPalestra de Humanização no Atendimento
Palestra de Humanização no AtendimentoFabiano Ladislau
 
A empatia do visitador e os cuidados no fim da vida
A empatia do visitador e os cuidados no fim da vidaA empatia do visitador e os cuidados no fim da vida
A empatia do visitador e os cuidados no fim da vidaJean Francesco
 
Aula 6 a formação dos agentes de prevenção
Aula 6   a formação dos agentes de prevençãoAula 6   a formação dos agentes de prevenção
Aula 6 a formação dos agentes de prevençãoAlinebrauna Brauna
 
Capelania e humaniza+ç+âo hospitalar
Capelania e humaniza+ç+âo hospitalarCapelania e humaniza+ç+âo hospitalar
Capelania e humaniza+ç+âo hospitalarPrLinaldo Junior
 
Humanização Na Radiologia
Humanização Na RadiologiaHumanização Na Radiologia
Humanização Na RadiologiaUiliam Santos
 
Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?Eduardo Manoel Araujo
 
Cartilha saude mental
Cartilha saude mentalCartilha saude mental
Cartilha saude mentalkarol_ribeiro
 
Panfleto humanização e acolhimento no atendimento em saude
Panfleto humanização e acolhimento no atendimento em saudePanfleto humanização e acolhimento no atendimento em saude
Panfleto humanização e acolhimento no atendimento em saudeRenata Silva
 
Manual de cuidador adulto final
Manual de cuidador adulto finalManual de cuidador adulto final
Manual de cuidador adulto finalgcmrs
 
Manual Segurança Sanitária para Instituições de Longa Permanência para Idosos
Manual Segurança Sanitária para Instituições de Longa Permanência para IdososManual Segurança Sanitária para Instituições de Longa Permanência para Idosos
Manual Segurança Sanitária para Instituições de Longa Permanência para IdososMinistério Público de Santa Catarina
 
Humanização da assistência de enfermagem na Emergência
Humanização da assistência de enfermagem na EmergênciaHumanização da assistência de enfermagem na Emergência
Humanização da assistência de enfermagem na EmergênciaNayaneQuirino
 
Panfleto humanização, acolhimento e classificação de risco.
Panfleto   humanização, acolhimento e classificação de risco.Panfleto   humanização, acolhimento e classificação de risco.
Panfleto humanização, acolhimento e classificação de risco.Audinete Souza
 

Mais procurados (20)

Humanização na assistência de enfermagem
Humanização na assistência de enfermagemHumanização na assistência de enfermagem
Humanização na assistência de enfermagem
 
Cuidando do cuidador
Cuidando do cuidadorCuidando do cuidador
Cuidando do cuidador
 
Comunicação com o idosos
Comunicação com o idosos Comunicação com o idosos
Comunicação com o idosos
 
Palestra de Humanização no Atendimento
Palestra de Humanização no AtendimentoPalestra de Humanização no Atendimento
Palestra de Humanização no Atendimento
 
Humanizar o Cuidado
Humanizar o CuidadoHumanizar o Cuidado
Humanizar o Cuidado
 
Humanizar o atendimento na saúde
Humanizar o atendimento na saúdeHumanizar o atendimento na saúde
Humanizar o atendimento na saúde
 
A empatia do visitador e os cuidados no fim da vida
A empatia do visitador e os cuidados no fim da vidaA empatia do visitador e os cuidados no fim da vida
A empatia do visitador e os cuidados no fim da vida
 
Aula 6 a formação dos agentes de prevenção
Aula 6   a formação dos agentes de prevençãoAula 6   a formação dos agentes de prevenção
Aula 6 a formação dos agentes de prevenção
 
Capelania e humaniza+ç+âo hospitalar
Capelania e humaniza+ç+âo hospitalarCapelania e humaniza+ç+âo hospitalar
Capelania e humaniza+ç+âo hospitalar
 
Humanização Na Radiologia
Humanização Na RadiologiaHumanização Na Radiologia
Humanização Na Radiologia
 
Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
 
Cartilha saude mental
Cartilha saude mentalCartilha saude mental
Cartilha saude mental
 
Panfleto humanização e acolhimento no atendimento em saude
Panfleto humanização e acolhimento no atendimento em saudePanfleto humanização e acolhimento no atendimento em saude
Panfleto humanização e acolhimento no atendimento em saude
 
(Re)Humanização na Saúde
(Re)Humanização na Saúde(Re)Humanização na Saúde
(Re)Humanização na Saúde
 
Guia autocuidado_grupos_de_apoio
Guia  autocuidado_grupos_de_apoioGuia  autocuidado_grupos_de_apoio
Guia autocuidado_grupos_de_apoio
 
Manual de cuidador adulto final
Manual de cuidador adulto finalManual de cuidador adulto final
Manual de cuidador adulto final
 
Manual Segurança Sanitária para Instituições de Longa Permanência para Idosos
Manual Segurança Sanitária para Instituições de Longa Permanência para IdososManual Segurança Sanitária para Instituições de Longa Permanência para Idosos
Manual Segurança Sanitária para Instituições de Longa Permanência para Idosos
 
Humanização da assistência de enfermagem na Emergência
Humanização da assistência de enfermagem na EmergênciaHumanização da assistência de enfermagem na Emergência
Humanização da assistência de enfermagem na Emergência
 
Panfleto humanização, acolhimento e classificação de risco.
Panfleto   humanização, acolhimento e classificação de risco.Panfleto   humanização, acolhimento e classificação de risco.
Panfleto humanização, acolhimento e classificação de risco.
 
Corpo e Mente
Corpo e MenteCorpo e Mente
Corpo e Mente
 

Semelhante a Humanização Atenção Básica - João Pessoa/PB - Fev16

Ebook-Para-encantar-seu-paciente-nao-basta-tratar-precisa-cuidar.pdf
Ebook-Para-encantar-seu-paciente-nao-basta-tratar-precisa-cuidar.pdfEbook-Para-encantar-seu-paciente-nao-basta-tratar-precisa-cuidar.pdf
Ebook-Para-encantar-seu-paciente-nao-basta-tratar-precisa-cuidar.pdfMichellePereira97
 
Como trabalhar com cuidados paliativos na atenção à saúde
Como trabalhar com cuidados paliativos na atenção à saúdeComo trabalhar com cuidados paliativos na atenção à saúde
Como trabalhar com cuidados paliativos na atenção à saúdeAssociação Viva e Deixe Viver
 
Conheça nossos residenciais
Conheça nossos residenciaisConheça nossos residenciais
Conheça nossos residenciaisDébora Borja
 
Identidade Sallutar - Angola 2016
Identidade  Sallutar - Angola 2016Identidade  Sallutar - Angola 2016
Identidade Sallutar - Angola 2016Silvia Prado
 
Atividades educativas 3 ano 28maio20
Atividades educativas 3 ano 28maio20Atividades educativas 3 ano 28maio20
Atividades educativas 3 ano 28maio20Washington Rocha
 
CUIDAR DE IDOSOS EM ILPIs - 2º ENCONTRO DE FAMILIARES E CUIDADORES DE IDOSOS ...
CUIDAR DE IDOSOS EM ILPIs - 2º ENCONTRO DE FAMILIARES E CUIDADORES DE IDOSOS ...CUIDAR DE IDOSOS EM ILPIs - 2º ENCONTRO DE FAMILIARES E CUIDADORES DE IDOSOS ...
CUIDAR DE IDOSOS EM ILPIs - 2º ENCONTRO DE FAMILIARES E CUIDADORES DE IDOSOS ...Márcio Borges
 
Fife 2014 desenv comunitário e trabalho com famílias
Fife 2014 desenv comunitário e trabalho com famíliasFife 2014 desenv comunitário e trabalho com famílias
Fife 2014 desenv comunitário e trabalho com famíliasFIFE2014
 
Programa de reintegração social da saúde coletiva da Ilha das flores
Programa de reintegração social da saúde coletiva da Ilha das floresPrograma de reintegração social da saúde coletiva da Ilha das flores
Programa de reintegração social da saúde coletiva da Ilha das floresJandresson Soares de Araújo
 
CUIDADO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA.pptx
CUIDADO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA.pptxCUIDADO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA.pptx
CUIDADO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA.pptxRafaelPereira518015
 
ApresentaçãO Do Programa SaúDe Pela AlimentaçãO Fotos Dos Eventos 2
ApresentaçãO Do Programa SaúDe Pela AlimentaçãO   Fotos Dos Eventos 2ApresentaçãO Do Programa SaúDe Pela AlimentaçãO   Fotos Dos Eventos 2
ApresentaçãO Do Programa SaúDe Pela AlimentaçãO Fotos Dos Eventos 2guestd6ef83
 
Projeto Casa Lar Do Idoso Sananduva Versao01
Projeto  Casa  Lar Do  Idoso    Sananduva  Versao01Projeto  Casa  Lar Do  Idoso    Sananduva  Versao01
Projeto Casa Lar Do Idoso Sananduva Versao01Agência Camozzato
 
Apresentação jerônimo mendonça projeto cacheado
Apresentação jerônimo mendonça projeto cacheadoApresentação jerônimo mendonça projeto cacheado
Apresentação jerônimo mendonça projeto cacheadoIndio Brasil
 
AULA CORINGA - Gestao_de_cuidado_da_pessoa_idosa PDF.pdf
 AULA CORINGA - Gestao_de_cuidado_da_pessoa_idosa PDF.pdf AULA CORINGA - Gestao_de_cuidado_da_pessoa_idosa PDF.pdf
AULA CORINGA - Gestao_de_cuidado_da_pessoa_idosa PDF.pdfShesterDamaceno1
 
Gestao_de_cuidado_da_pessoa_idosa.pdf
Gestao_de_cuidado_da_pessoa_idosa.pdfGestao_de_cuidado_da_pessoa_idosa.pdf
Gestao_de_cuidado_da_pessoa_idosa.pdfnursevalquiriajs
 

Semelhante a Humanização Atenção Básica - João Pessoa/PB - Fev16 (20)

Ebook-Para-encantar-seu-paciente-nao-basta-tratar-precisa-cuidar.pdf
Ebook-Para-encantar-seu-paciente-nao-basta-tratar-precisa-cuidar.pdfEbook-Para-encantar-seu-paciente-nao-basta-tratar-precisa-cuidar.pdf
Ebook-Para-encantar-seu-paciente-nao-basta-tratar-precisa-cuidar.pdf
 
Como trabalhar com cuidados paliativos na atenção à saúde
Como trabalhar com cuidados paliativos na atenção à saúdeComo trabalhar com cuidados paliativos na atenção à saúde
Como trabalhar com cuidados paliativos na atenção à saúde
 
Conheça nossos residenciais
Conheça nossos residenciaisConheça nossos residenciais
Conheça nossos residenciais
 
Boletim UNIVERTI setembro 2013
Boletim UNIVERTI setembro 2013Boletim UNIVERTI setembro 2013
Boletim UNIVERTI setembro 2013
 
Identidade Sallutar - Angola 2016
Identidade  Sallutar - Angola 2016Identidade  Sallutar - Angola 2016
Identidade Sallutar - Angola 2016
 
Sorrir.palestra.2010
Sorrir.palestra.2010Sorrir.palestra.2010
Sorrir.palestra.2010
 
Atividades educativas 3 ano 28maio20
Atividades educativas 3 ano 28maio20Atividades educativas 3 ano 28maio20
Atividades educativas 3 ano 28maio20
 
Jornal Mente Ativa 1
Jornal Mente Ativa 1Jornal Mente Ativa 1
Jornal Mente Ativa 1
 
CUIDAR DE IDOSOS EM ILPIs - 2º ENCONTRO DE FAMILIARES E CUIDADORES DE IDOSOS ...
CUIDAR DE IDOSOS EM ILPIs - 2º ENCONTRO DE FAMILIARES E CUIDADORES DE IDOSOS ...CUIDAR DE IDOSOS EM ILPIs - 2º ENCONTRO DE FAMILIARES E CUIDADORES DE IDOSOS ...
CUIDAR DE IDOSOS EM ILPIs - 2º ENCONTRO DE FAMILIARES E CUIDADORES DE IDOSOS ...
 
Fife 2014 desenv comunitário e trabalho com famílias
Fife 2014 desenv comunitário e trabalho com famíliasFife 2014 desenv comunitário e trabalho com famílias
Fife 2014 desenv comunitário e trabalho com famílias
 
Programa de reintegração social da saúde coletiva da Ilha das flores
Programa de reintegração social da saúde coletiva da Ilha das floresPrograma de reintegração social da saúde coletiva da Ilha das flores
Programa de reintegração social da saúde coletiva da Ilha das flores
 
CUIDADO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA.pptx
CUIDADO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA.pptxCUIDADO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA.pptx
CUIDADO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA.pptx
 
ApresentaçãO Do Programa SaúDe Pela AlimentaçãO Fotos Dos Eventos 2
ApresentaçãO Do Programa SaúDe Pela AlimentaçãO   Fotos Dos Eventos 2ApresentaçãO Do Programa SaúDe Pela AlimentaçãO   Fotos Dos Eventos 2
ApresentaçãO Do Programa SaúDe Pela AlimentaçãO Fotos Dos Eventos 2
 
Boletim UNIVERTI março 2013
Boletim UNIVERTI março 2013Boletim UNIVERTI março 2013
Boletim UNIVERTI março 2013
 
Educação para a solidariedade
Educação para a solidariedadeEducação para a solidariedade
Educação para a solidariedade
 
Projeto Casa Lar Do Idoso Sananduva Versao01
Projeto  Casa  Lar Do  Idoso    Sananduva  Versao01Projeto  Casa  Lar Do  Idoso    Sananduva  Versao01
Projeto Casa Lar Do Idoso Sananduva Versao01
 
Boletim UNIVERTI setembro 2014
Boletim UNIVERTI setembro 2014Boletim UNIVERTI setembro 2014
Boletim UNIVERTI setembro 2014
 
Apresentação jerônimo mendonça projeto cacheado
Apresentação jerônimo mendonça projeto cacheadoApresentação jerônimo mendonça projeto cacheado
Apresentação jerônimo mendonça projeto cacheado
 
AULA CORINGA - Gestao_de_cuidado_da_pessoa_idosa PDF.pdf
 AULA CORINGA - Gestao_de_cuidado_da_pessoa_idosa PDF.pdf AULA CORINGA - Gestao_de_cuidado_da_pessoa_idosa PDF.pdf
AULA CORINGA - Gestao_de_cuidado_da_pessoa_idosa PDF.pdf
 
Gestao_de_cuidado_da_pessoa_idosa.pdf
Gestao_de_cuidado_da_pessoa_idosa.pdfGestao_de_cuidado_da_pessoa_idosa.pdf
Gestao_de_cuidado_da_pessoa_idosa.pdf
 

Último

Protocolo Zero Rugas - formato digital01
Protocolo Zero Rugas - formato digital01Protocolo Zero Rugas - formato digital01
Protocolo Zero Rugas - formato digital01perfilnovo3rich
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfboxac76813
 
aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...
aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...
aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...quelenfermeira
 
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?carloslins20
 
Slides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptx
Slides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptxSlides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptx
Slides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptxsaraferraz09
 
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.ppt
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.pptTreinamento Básico em Primeiros Socorros.ppt
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.pptFabioSouza270
 
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptx
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptxanemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptx
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptxnarayaskara215
 
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdfATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdfWendelldaLuz
 

Último (8)

Protocolo Zero Rugas - formato digital01
Protocolo Zero Rugas - formato digital01Protocolo Zero Rugas - formato digital01
Protocolo Zero Rugas - formato digital01
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
 
aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...
aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...
aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...
 
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?
 
Slides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptx
Slides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptxSlides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptx
Slides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptx
 
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.ppt
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.pptTreinamento Básico em Primeiros Socorros.ppt
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.ppt
 
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptx
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptxanemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptx
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptx
 
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdfATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
 

Humanização Atenção Básica - João Pessoa/PB - Fev16

  • 3. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PROGRAMAÇÃO – Turma Manhã 9h – Apresentação / Agradecimentos (20 min) 9h20 – Palestra 1ª Parte - Humanização e Acolhimento (40 min) 10h – Apresentação do Pronto Socorro Infantil Rodrigues Aguiar (15 min) 10h15 – Coffee Break (15 min) 10h30 – Palestra 2ª Parte – Família e Comunidade (40 min) 11h10 – Sorteio de Brindes 12h - Término
  • 4. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PROGRAMAÇÃO – Turma Tarde 14h – Apresentação / Agradecimentos (20 min) 14h20 – Palestra 1ª Parte - Humanização e Acolhimento (40 min) 15h – Apresentação do Pronto Socorro Infantil Rodrigues Aguiar (15 min) 15h15 – Coffee Break (15 min) 15h30 – Palestra 2ª Parte – Família e Comunidade (40 min) 16h10 – Sorteio de Brindes 17h - Término
  • 5. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA ACOLHIMENTO E HUMANIZAÇÃO
  • 6. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PARA VOCÊ O QUE É SER ACOLHIDO?
  • 7. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA O trabalho no acolhimento é o mesmo que norteia o do Saúde da Família, ou seja, responsabilidade dos serviços integral à saúde de sua população.
  • 8. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Prevenir Promover Cuidar Recuperar Ouvir Compreender Encaminhar
  • 9. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
  • 10. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Valorização do Ser Humano A Participação de Todos A Defesa do SUS Por um SUS + ACOLHEDOR Melhores Condições de Trabalho
  • 11. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Resgate dos Fundamentos do SUS Construção de Espaços e Promover Encontros Construção e Troca de saberes Mapeamento, Análise e Atendimento das Necessidades Pacto entre diferentes níveis: União, estados e municípios
  • 12. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Redução das Filas Todo o Usuário do SUS saberá quem lhe atenderá em cada especialidade. Garantia dos Direitos dos Usuários Gestão Participativa Valorização do Trabalhador de Saúde
  • 13. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA “ Uma relação humanizada, acolhedora, que os trabalhadores e o serviço, como um todo, tem que estabelecer com diferentes tipos de usuários, alterando a relação fria, impessoal e distante que impera no trato cotidiano dos serviços de saúde” (Merhy, E.E., 1997)
  • 14. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA A COMUNICAÇÃO
  • 15. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Ouvir toda história, sem julgar as pessoas.
  • 16. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Quantas vezes você já falou e não foi compreendido? Quantas vezes já deixou de falar com medo de não ser compreendido? Comunicar de forma eficaz vai muito além de falar corretamente
  • 17. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Os 10 Mandamento do bom ouvinte 1. parar de falar; 2. colocar-se a vontade; 3. mostrar que quer ouvir; 4. afastar distrações; 5. ser paciente; 6. dominar o temperamento; 7. ter empatia; 8. ir direto ao assunto e à crítica; 9. perguntar; 10. parar de falar.
  • 18. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Principais BARREIRAS • Idéias preconcebidas; • significados personalizados; • desmotivação e desinteresse; • falta de credibilidade na fonte; • recusa da informação contrária, • inabilidade de comunicar, • inabilidade de ouvir, • problemas e conflitos
  • 19. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
  • 20. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
  • 21. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
  • 22. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PARCERIA:
  • 23. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA HORA DO INTERVALO COFFEE BREAK 15min
  • 24. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA FAMÍLIA E COMUNIDADE
  • 25. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA MAS... O QUE É FAMÍLIA???
  • 26. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Pessoas aparentadas que vivem em geral na mesma casa. Pessoas de mesmo sangue, ascendência, descendência ou admitidos por adoção.
  • 27. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Família Núcleo Pai/ Mãe /Filho Natural / Incompleta Mãe e Filhos Conjugal Marido/ Mulher Ampliada Extensa Alargada Pai/ Mãe/ Filhos/ Avós / Tios / Agregados Substituta Guarda Tutela Adoção
  • 28. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Formas de Casamento Experimental União Livre De fato Homo Afetiva
  • 29. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA ESTADO RELIGIÃO
  • 30. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA “Cem homens podem formar um acampamento, mas é preciso uma mulher para se fazer um lar.” Provérbio Chinês
  • 31. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA MAS... O QUE É COMUNIDADE???
  • 32. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Um grupo de pessoas que vivem em determinado lugar, tem interesses comuns e um modo de vida semelhante.
  • 33. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Vida comunitária é... • Viver com os outros; • Trabalhar juntos pelas mesmas coisas; • Dividir alegrias e tristezas, e os problemas; • Procurar juntos, as soluções; • Lutar pela organização e participação de todos, para garantir seus direitos de cidadãos.
  • 34. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Para conhecer a comunidade é necessário... • Levantar os problemas de saúde locais e suas causas; • Realizar mapa da Comunidade; • Encontrar soluções mais eficazes para os problemas
  • 35. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA O PAPEL DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE (ACS) NA COMUNIDADE
  • 36. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA  Definir os problemas mais urgentes, as prioridades, juntamente com a Equipe de Saúde da Família;  Planejar as ações a serem desenvolvidas;  Informando, convocando as pessoas para reuniões, palestras, campanhas, outros;  Usar a criatividade para organizar grupos, caminhadas, festas com a comunidade, mutirões.
  • 37. HUMANIZAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA “O trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), pode Ajudar a incentivar a COMUNIDADE na transformação da qualidade de vida de cada indivíduo, no meio ambiente e de toda COMUNIDADE.”