O Grande Lobo MauO Grande Lobo Mau
Michelle Marques
Título Original : Big Bad Wolf
Comentário Sunshine: Meninas o lobo mau é tudo de bom e nos ensina
que com amor tudo é possível.
Resumo:
Eleana é uma loba...
PrólogoPrólogo – 8.000 A.C.
Amana a fêmea alfa estava no cio e os três homens, Vulcan,
Gregor e Saul estavam se preparando...
Amana abriu as pernas e suspirou quando Vulcan cruzou sua
longa língua em suas dobras encharcadas. A língua do macho
intro...
estendido e sua longa língua pendendo para fora ao lado do seu
focinho. Mas Gregor não estava prestes a deixar qualquer ou...
estavam.
Quando os outros machos terminaram, Gregor se aproximou
dela para ter a sua vez novamente. Mas assim que ele foi ...
chega de conversa mórbida, a noite ainda é jovem e temos ainda
muitas horas até o sol nascer. Faça amor comigo novamente.
...
se ajoelhava diante de Gregor. Seus longos cabelos loiros estavam
revoltos, manchado com a sujeira da longa viagem e parec...
nome?
— Eu sou Boris, grande senhor — respondeu o homem
loiro.
— Você já conheceu o paraíso decadente da fêmea Dire Wolf,
...
Capítulo 2Capítulo 2
O festival começou exatamente quando a lua cheia apareceu.
Havia brinquedos e jogos, mas mais do que ...
Ela caminhou até Célia, uma vizinha que tinha sua casa perto
da casa de Eleana, e tirou cinco dólares.
— Posso ter algumas...
ao cinza-prata.
Oh, como Eleana queria ser um deles!
Oh, que ela não daria para ser normal por apenas uma noite!
Mas obser...
Capítulo 3Capítulo 3
O Parque florestal e o playground foram inundados pelos raios
dourados de um sol poente.
Eleana fecho...
mas eu estou cheio deste trabalho de babá. Está ficando tarde
— disse ele. — É melhor recolher os pequenos e começar a ir ...
Mesmo com essa distância Eleana poderia ver que o líder tinha
pelo menos 2,04 mts e perto de duzentos quilos de puro múscu...
motorista e Eleana sabia que não iria deixá-la a menos que ele fosse
obrigado, então ela ia ter que forçar a mão dele.
Esp...
Mesmo com a chave de roda, ela sabia que eles eram tão bons
quanto mortos.
Mas ela precisava que Megan acreditasse que hav...
Eu definitivamente estou por minha conta.
— Pare! — Eleana gritou o mais alto que pode.
Para seu espanto, o líder diminuiu...
— Eu não posso me transformar — disse ela. Não havia
necessidade de escondê-lo. Ele teria adivinhado a verdade de
qualquer...
ferro. — Mas eu espero que isso não aconteça.
Então, em um rugido primitivo dos motores os lobos Dire Wolf
foram embora e ...
pessoas que sempre abria a boca e dizia a coisa errada. Abra a boca
e diga algo errado, assim como aquilo.
Eleana se obrig...
Um silêncio desconfortável pairou sobre todos.
— Eu tenho certeza que vou começar a me transformar em
breve — disse Eleana...
vou para a cama.
— Eleana — disse Pam dando um passo cauteloso para
frente. — Há algo que eu tenho que lhe cont...
— Pam —...
Antigamente, Gregor teria acabado com eles por vingança pura. Mas
à medida que os anos se passavam, ele ficou mais cansado...
Gregor odiava tirar as esperanças de Nick. Tinha sido um longo
tempo desde que Gregor havia estado em uma matilha com uma
...
lobo mau tivesse vindo para a cidade e todos os bairros queriam
desencorajar este perigoso e indesejado visitante a uma vi...
lembrar de onde estava.
Em seguida, ela reconheceu alguns itens, uma foto dela e de
alguns amigos, um brinquedo de pelúcia...
mas ele não fez.
No gramado da frente em seus pés descalços, ela inspirou
profundamente e reprimiu um riso tonto. Finalmen...
para se desfazer.
Ela deu um passo para trás aterrorizada. — Este é um truque
cruel. Você me enfeitiçou.
— Ninguém a forço...
a nos braços e reivindicou sua boca com a sua própria.
O beijo foi tudo Eleana pensou que seria com o seu primeiro
amante ...
Ele tinha visto tudo e seu olhar queimou com o fogo não tinha
certeza que podia continuar a ignorar. Profundamente dentro ...
chega. Esta é uma discussão inútil. Eu estou entrando, — ela
disse. Mas em vez de andar fora, ela ficou onde estava. O que...
Capítulo 6Capítulo 6
— Ele esteve aqui na noite passada, não esteve? —
Steven disse assim que Eleana sentou à mesa do café...
— Não, não me venha com essa. Você sabe exatamente o
que ele queria. O que qualquer lobo macho adulto de qualquer
espécie ...
estômago. Oh, eu não gosto do som disto.
— Que verdade?
Steven tentou empurrar sua mulher raivosa de lado para
passar. — E...
o macho alfa. Não existe ciúme entre eles, é apenas o costume. Se a
fêmea tem filhos de outro macho que não o Alpha, os fi...
interesse de todos.
Pam puxou uma cadeira e sentou-se entre Steven e Eleana. —
Você nunca deveria saber de tudo isso. Você...
Capítulo 7Capítulo 7
Eleana desceu para o Parque onde ela encontrou os Lobos.
Este é o lugar onde ela se sentia mais em ca...
sua pele fosse preto, havia áreas prateadas mais marcante
especialmente em torno do pescoço e rosto.
O lobo chegou mais de...
excitante.
Correndo os dedos em seus cabelos, ela sorriu contra os lábios,
quando um nó grande e terrível desvinculara de ...
um fogo dentro dela, ameaçando incendiar cada pedaço de seu ser.
Ela o empurrou para trás arfando, tentando além de sua
ca...
do desejo de Gregor.
Eleana envolveu sua mão em torno do eixo da melhor maneira
possível e acariciou.
Ela estava prestes a...
fundiram-se a mandando para outra felicidade inebriante. Os braços
maciços de Gregor enrolaram em sua cintura, segurando s...
Gregor havia sempre pensado no deserto áspero como sua
verdadeira casa e ele queria mais do que qualquer coisa ajudar
Elea...
Eles fizeram o seu caminho de volta de mãos dadas.
Junto à motocicleta, Eleana brincou com sua barba. — Por
que você deixo...
— Gostaria muito disso, minha beleza, mas existem outros
dois homens em nosso bando que estão desesperados para encontrá-
...
única família que ela já tinha conhecido.
Ele não podia esperar que ela os abandonasse completamente.
— Não — ele disse cu...
dentro. A sala era pequena, mas aconchegante e cheio de aromas
inebriantes.
Da cozinha bem iluminada vinha um aroma convid...
Eleana não precisam ser perguntadas duas vezes. Ela estava
com fome. Aproveitando-se da cadeira de Gregor havia puxado par...
jovem e menos severo.
Mas ela definitivamente tinha que trabalhar nessa barba.
— Eu não me importo — disse Gregor. — Conta...
Eles iriam reconstruir o que havia sido perdido. É claro que isso
levaria tempo, mas eles iriam encontrar outra mulher que...
convencer. Ele odeia os lobos.
Todos voltaram sua atenção para Gregor.
Ele sentou com os braços cruzados, as rugas ao redo...
Dire Wolf desfrutava de sua atenção e se deleitava com o ardente
desejo potente que crescia dentro dela.
Para seu deleite,...
Todos três machos brincaram com ela, até que ela se
transformou, mesmo sem estar ciente de que tinha. Então eles
também se...
O próprio pensamento de seu nome o excitou.
Ela era uma deusa, a mulher mais encantadora que ele jamais
poderia ter espera...
ela. — Boris coçou o peito. — Na noite passada ela disse que
queria ir encontrar seu antigo bando, logo que ela acordasse....
deixando os dois sozinhos.
Gregor caiu em um silêncio. O que ele poderia dizer a ela? Que
ele ia desfazer de sua falsa fam...
— Não, só me faz um pouco menos chateada com você.
— Eu vou ter de me contentar com isso então.
Levantando-se, Gregor desc...
Gregor parou ao lado deles com a mesma expressão triste, ele
tinha quando a conheceu.
Ela realmente queria que ele tivesse...
Mas se esta trégua entre suas matilhas fosse funcionar, ela ia
ter que conseguir uma garantia sobre o macho dominante, ant...
não poderia nem mesmo se transformar. Agora as coisas são
diferentes — respondeu e ela pôde ver como ele estava
sinceramen...
— Oi — disse ela. Havia muito espaço para ela sentar-se,
mas ela decidiu permanecer em pé por agora.
Steven olhou para Gre...
Steven abaixou a cabeça e Eleana ficou chocado ao ver cair
uma lágrima de seus olhos. Limpou-o longe com as costas da mão....
sacudindo-a.
— A paz — disse Gregor.
Os dois homens soltaram e toda a tensão se drenou para fora
no ar.
Eleana sentiu os m...
Bem, talvez houvesse esperança para a trégua entre os lobos e
os Dire Wolf, afinal.
Eleana esperava isso.
Então ela poderi...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O grande lobo mau

843 visualizações

Publicada em

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
843
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O grande lobo mau

  1. 1. O Grande Lobo MauO Grande Lobo Mau Michelle Marques Título Original : Big Bad Wolf
  2. 2. Comentário Sunshine: Meninas o lobo mau é tudo de bom e nos ensina que com amor tudo é possível. Resumo: Eleana é uma loba que tem um problema muito deprimente, ela não foi ainda capaz de mudar em sua forma de lobo em todos os seus 32 anos. Que diabos uma mulher deveria fazer com uma questão como essa? Não é como ela pudesse tomar uma pílula e o problema se resolve dentro em uma semana ou duas. Mas Eleana está prestes a descobrir o seu problema vai muito mais além do que ela pensava. Ela é uma loba, certo? Mas ela certamente não é o tipo de loba comum ... E atrai um macho alfa de uma raça muita mais bestial!
  3. 3. PrólogoPrólogo – 8.000 A.C. Amana a fêmea alfa estava no cio e os três homens, Vulcan, Gregor e Saul estavam se preparando para atendê-la. Vulcan a carregou em seus braços para as margens da cachoeira, onde o cerimonial de acasalamento sempre ocorreu. Seu corpo exuberante estava em seus braços, se contorcendo e torcendo, desesperado para ser tomada. Seus longos cabelos castanhos caídos pelo antebraço de Vulcan pareciam tecidos de seda. Longos braços graciosos rodeavam o pescoço de Vulcan enquanto Amana murmurou suas necessidades na sua língua muito antiga. Ela era uma velha mulher que tinha acasalado e dado a luz a muitos. O corpo dela sussurrou o testemunho orgulhoso de sua conquista com seus quadris redondos carnudos e grandes seios. Para Gregor, ela era a personificação da própria vida, tão chocante e sensual e cheia de necessidade sexual, ele não poderia pensar em qualquer outra coisa, apenas estar dentro dela. Seus gemidos estavam quebrando-o, reduzindo o seu desejo em um elixir de pura magia animal. Gregor tinha que tomá-la antes que perdesse a cabeça. Vulcan caiu sobre um joelho e colocou Amana no banco empapado. Ela o recompensou Gregor com um faminto, desesperado e decadente beijo para tê-la ainda mais ardente.
  4. 4. Amana abriu as pernas e suspirou quando Vulcan cruzou sua longa língua em suas dobras encharcadas. A língua do macho introduziu-se profundamente, desaparecendo em seu corpo apenas para reaparecer e agradar o clitóris inchado. A bela pele pálida em suas coxas tremia enquanto ela estremecia com as lambidas de Vulcan. Os dedos de Amana cravaram-se na terra escura e rica enquanto inclinava a cabeça para trás e gritava para o céu quando primeiro orgasmo a levou. Seu corpo convulsionou-se e uma espessa cobertura de pelos de cor prata brotaram de cada folículo. Perdida em sua transformação, Amana rolou de costas, ficando sobre sua barriga. Ela levantou-se, tomando a sua posição de quatro quando a transformação concluiu, deixando-a sob a forma de uma grande fêmea Dire Wolf1 . Esquecendo-se, Gregor empurrou Vulcan para o lado para que ele pudesse aproximar-se de Amana. Vulcan o encarou, mas a objeção de seu amigo foi esquecida quando Gregor também começou a transformar-se. O cheiro de Amana devorava Gregor, enchendo sua mente e coração com uma paixão frenética. Em um instante de confusão, Gregor observou o mundo pelos tons preto e branco e ele sabia que o perfume do acasalamento de Amana fez ele se transformar, sem sequer dignar-lhe a avisar. Quando sua transformação estava completa, o seu desejo cresceu ainda mais doloroso. Seu pênis cresceu quase o dobro do seu tamanho normal. Amana estava pronta, oferecendo-se para o primeiro macho montá- la. Vulcan deu a volta por trás dela, seu pênis completamente 1 - O Dire Wolf , é uma extinta carnívoro mamífero do gênero Canis , e era mais comum na América do Norte na época do Pleistoceno por volta de 10 mil anos , Apesar de ter sido estreitamente relacionado com o lobo cinzento e as outras espécies irmãs, Canis dirus não é o ancestral direto de qualquer espécie conhecida hoje.
  5. 5. estendido e sua longa língua pendendo para fora ao lado do seu focinho. Mas Gregor não estava prestes a deixar qualquer outro homem ter o sexo feminino desta encantadora em primeiro lugar, rosnando furioso, lançou-se em Vulcan batendo o homem mais velho do seu lado. Eles lutaram por alguns momentos até que Vulcan desviou o olhar e recuou. Ele iria ter a sua vez, quando Gregor estivesse saciado. Gregor tomou seu lugar atrás de Amana que agora estava tão desesperada para ser preenchida que ela gemia baixinho. Montando- a, ele mergulhou seu pênis dolorido em seu fogo líquido e afogou-se no prazer mais surpreendente que ele já conheceu. O corpo de Amana rendeu-se, massageando o seu eixo quando ele empurrou para o centro de seu núcleo. Doce êxtase inundou todos os nervos de desejo aumentando ainda mais seu pênis dentro dela. A sensação cresceu mais intensa quando as paredes internas ondulavam ao longo de seu eixo em seu segundo clímax. Um aumento de sensações assolou Gregor quando ele esvaziou sua essência em sua amante. Amana estremeceu contra ele, ofegante. Por alguns minutos eles permaneceram conectados enquanto seu sêmen encheu o solo fértil de seu útero. Com seu pau ainda enterrado nela, Amana continuou a ter orgasmos minúsculos, massageando sua buceta e provocando seu pênis até que ele gozou mais duas vezes. Então, o inchaço diminuiu e ele escorregou de seu canal ardente. Enquanto ele descansava, Gregor observou o rosto bonito de Amana enquanto Vulcan e, em seguida, Saul a montaram. Nunca tinha visto nada tão bonito como o seu desejo nu. Ela era a perfeição e Gregor estava perdidamente apaixonado por ela, assim como todos
  6. 6. estavam. Quando os outros machos terminaram, Gregor se aproximou dela para ter a sua vez novamente. Mas assim que ele foi se preparar para montá-la, ela levantou-se para enfrentá-lo e transformando-se novamente em sua forma humana. Um sorriso maroto surgiu em seus lábios. — Ama-me como um homem, Gregor. Gregor transformou em sua forma humana e parou diante dela, nu. Estender sua mão, e puxou Amana contra ele e beijou-a com cada gota de paixão em seu coração. Rasgando os lábios nos dela, ele deu beijos selvagens ao longo de seu rosto e pescoço. — Amana — ele rosnou em sua carne. Ela correu os dedos pelo cabelo espesso e escuro. — É este o seu primeiro acasalamento, Gregor? — Sim, minha amada. — Então você é um jovem de sorte — ela sussurrou. — Porque o meu coração me diz que meu primeiro filhote da temporada vai ser seu. — Você me lisonjeia minha senhora. Amana riu. — Eu sinto a grandeza em você, Gregor. E espero que você viva uma vida longa e fértil e rezo para que você use sua força para manter viva a nossa raça. É uma desvantagem lamentável para o nosso povo que temos tão poucos do sexo feminino. Eu me preocupo com nosso futuro. — Não se preocupe minha senhora, eu te juro que farei tudo ao meu alcance para preservar o nosso povo. Não importa o que eu tenha que fazer, — disse ele apertando-a contra ele. — Bom — disse ela beijando a ponta de seu nariz. — Já
  7. 7. chega de conversa mórbida, a noite ainda é jovem e temos ainda muitas horas até o sol nascer. Faça amor comigo novamente. Gregor deitou mais uma vez no banco sob a música da cachoeira correndo nas proximidades. — Com prazer. Capítulo 1Capítulo 1 Era Moderna Seu Sangue estava fervendo de raiva! Gregor Tito estava vivo durante 10 mil anos e nunca teve uma fome de vingança sangrenta como ele teve hoje. De dentro do seu profundo intestino uma rajada nasceu golpeando sua alma em ondas invadindo seu coração. Todas as fêmeas Dire Wolf estavam mortas! Como isso pode ser possível esta terrível destruição? Por que alguém iria fazer uma coisa dessas? — Como? — Disse ele mal reconhecendo o tom em sua própria voz. O jovem shifter Dire Wolf manteve a cabeça abaixada enquanto
  8. 8. se ajoelhava diante de Gregor. Seus longos cabelos loiros estavam revoltos, manchado com a sujeira da longa viagem e parecia dolorosamente puxados. Ele deve ter enfrentado muitos perigos para entregar esta triste notícia e Gregor garantiria que ele fosse recompensado com alimentos e um lugar de amor aqui entre os dois últimos conhecido Dire Wolves em existência; ele mesmo, e seu neto mais velho, Nick. Pelo menos agora havia três deles. — Foi a matilha de lobos Oriental, grande senhor. Eles tornaram-se muito poderosos, com muitos bandos vagueando para cima e para baixo na costa leste. Nossa espécie é uma ameaça territorial então eles decidiram exterminar todos os Dire Wolves atacando nossas fêmeas. Eles caçaram nossas mulheres e assassinaram os adultos, e pegando seus filhotes para serem criadas como filhas dos lobos. — Será que eles os levaram para cruzar as fêmeas quando atingirem a maioridade? — Nick perguntou a Gregor. — Não. Nossas mulheres cresceriam para ser pouco mais que animais de estimação para eles. Elas não podem alcançar seu cio, sem um lobo macho Dire wolf para trazê-las ao primeiro cio completo — respondeu Gregor. — E até que elas vêm em sua primeira vez, elas são fracas. E vão estar presas num inferno confuso em algum lugar entre a forma humana e a meia forma. Só depois do acasalamento poderão se transformar e entrar em seu verdadeiro poder. — Assim, poderia haver algumas delas por aí vivendo como mulheres lobos quando elas são realmente Dire Wolf? — Nick perguntou. — Isso é verdade — respondeu Gregor. Então, olhando para o homem loiro, ele disse: — pode subir, meu irmão. Qual é seu
  9. 9. nome? — Eu sou Boris, grande senhor — respondeu o homem loiro. — Você já conheceu o paraíso decadente da fêmea Dire Wolf, no auge de seu cio? Gregor perguntou. — Não senhor — disse Boris. — Elas estavam todas... mortas quando cheguei a vida adulta. — As linhas em torno de seus olhos ficaram mais profundas, como se carregasse um grande fardo em seu coração. Gregor sabia que era o ônus. Ele viu isso muitas vezes nos membros suicidas da matilha que não conseguiram encontrar um companheiro por causa dessa genética limpa. Mesmo Gregor havia desistido da esperança de encontrar outra fêmea alfa como Amana para trazer equilíbrio e amor de volta em sua minúscula matilha. . . bem agora com três. Pena que a grande e antiga fêmea morreu mais de mil anos atrás. — Espero que um dia você encontre irmão — disse Gregor. — Mas a questão do assassinato e escravização de nossas mulheres, e estas atrocidades deve ser vingada. Nos leve de volta para o leste, de volta para onde você veio Boris. Os lobos que tomaram seus territórios provocaram o diabo que parece que agora, o diabo terá a sua vingança.
  10. 10. Capítulo 2Capítulo 2 O festival começou exatamente quando a lua cheia apareceu. Havia brinquedos e jogos, mas mais do que qualquer outra coisa, havia carne, lotes e lotes do mesmo. Pequenas mesas foram criadas em todo o lugar para vender os gomos de carne, iguais os salames italianos, pedaços de carne favoritos de todos os americanos. Mas havia também outros tipos de pratos de carne como você gostaria de preparar. Chefs tinham à sua disposição, cortes assados, grelhados e fritos. O cheiro de uma dúzia de especiarias perfumava o ar; cebola e alho, sal, pimenta doce e sal. A variedade, rica deliciosa fez Eleana girar a cabeça e sua boca salivar. Enquanto ela caminhava no meio da multidão, fez questão de ser tão agradável quanto poderia com seus vizinhos. Era tudo um jogo que desempenhava, ela fingia gostar deles e eles a toleravam muito bem. Ela não sabia por que as coisas foram do jeito que estavam, tudo o que ela sabia o que esta trégua nervosa vinha acontecendo desde que ela era uma garotinha. E não parecia se alguma coisa estava indo mudar. Que bando de falsos amigos são todos difíceis pensou. A maioria deles esfaquearia uns aos outros nas costas mais rapidamente do que um taxista de Nova York. Uma fragrância deliciosa de carne assada enchia o ar e o estômago de Eleana rosnou.
  11. 11. Ela caminhou até Célia, uma vizinha que tinha sua casa perto da casa de Eleana, e tirou cinco dólares. — Posso ter algumas fatias? — Ela perguntou a mulher dando um sorriso mais agradável. Célia era uma meio-cadela para Eleana maior parte do tempo, mas Deus, a vaca podia cozinhar tão bem. Pequenas rugas formaram ao redor dos olhos de Célia quando ela forçou um sorriso. E não parecia que esta mulher sorria muito a todos durante a sua vida miserável. — Claro que pode querida, — disse Célia. Ela cortou algumas fatias do pão e as colocou em um papel. Eleana pegou a oferta e pagou a mulher suprimindo a necessidade de dar um soco na cara de Célia. Se qualquer pessoa no planeta, que precisava de um soco era Célia, que abertamente detestava Eleana mais do que ninguém. Hoje foi um dia bom para a vaca. Provavelmente porque eu não posso me transformar, como o resto deles pode. Enquanto a noite passava, Eleana obrigou-se a visitar todas as bancas de oferta até que seu dinheiro acabou. Então, assim quando a meia-noite golpeou de acordo com a tradição, todo mundo começou a se transformar em sua forma de lobo. Todos, salvo ela, como de costume. Ela encontrou um banco no parque e viu a cena. As mulheres jovens despiram suas roupas no meio da rua e transformam-se com uma graça torturada. Logo eles eram as criaturas mais belas que Eleana já tinha visto, o seus pelos fofos e luxuosos variando na cor marrom escuro
  12. 12. ao cinza-prata. Oh, como Eleana queria ser um deles! Oh, que ela não daria para ser normal por apenas uma noite! Mas observá-los transformar e deliciar-se com a sua liberdade era demais para seu coração para suportar e logo ela fez o que ela sempre fez durante esses festivais. Ela foi para casa prometendo que no próximo festival, ela iria ficar em casa, assistindo filmes e cozinhando um bife. De volta ao seu quarto, ela abriu a janela e ouviu a doce música dos lobos que uivava na noite. O som torceu-lhe o coração e Eleana teve de forçar-se para não derramar uma lágrima de decepção. Eu me sinto como uma aberração. Outro festival, outra noite, ela ainda não tinha mudado. Quanto tempo isso poderia continuar? Talvez houvesse algo de errado fisicamente com ela, como um desequilíbrio hormonal. Mas se houvesse ela estava condenada porque ninguém sabia como ajudá-la. Afinal, não havia nenhum médico lobo lá fora. Ou pelo menos não havia nenhum que ela conhecesse. Eleana colocou um pijama e deitou em sua cama. Com seu controle remoto, ela ligou o estéreo e os Doors começaram a tocar. Então ela fechou os olhos e tentou imaginar o que sentiria quando deixasse sua forma humana e, finalmente, ser um lobo. Deve ser a sensação mais maravilhosa do mundo. Talvez um dia, ela iria finalmente descobrir.
  13. 13. Capítulo 3Capítulo 3 O Parque florestal e o playground foram inundados pelos raios dourados de um sol poente. Eleana fechou os olhos e levantou o rosto para o céu apreciando o calor diminuir. A música de crianças rindo a fez sorrir. Eles eram seu trabalho e, embora nenhum deles fossem dela por laços de sangue, ela ainda sentia um profundo e maternal amor por cada um. Um som estridente alto destruiu paz seguida por uma pitoresca enxurrada de palavrões. Eleana olhou para a van azul a tempo de ver seu irmão Steven pegando o pé de cabra ele tinha acabado de cair ao tentar trocar um pneu. Pelo aspecto das coisas, ele estava quase terminando, mas o exercício tinha colocado ele de muito mau humor. Protegendo os olhos, ela olhou para onde as crianças estavam brincando nos balanços e franziu o cenho. — Cuidado com a língua, Steven, — ela repreendeu o irmão. — Você não quer estas crianças voltando para seus pais e repetindo seu idioma de sarjeta. Estamos suposto ser um bom exemplo para os nossos futuros líderes da matilha. Ele riu e ficou de pé para admirar sua obra. O pneu substituído parecia novo. — Eu tenho certeza que eles não podem me ouvir desta distância. Ela se aproximou e sorriu. — Você ficaria surpreso com o que os ouvidos dos pequenos podem pegar. Steven jogou a alavanca para abrir a porta lateral da van. — Bem, eu não sei sobre você,
  14. 14. mas eu estou cheio deste trabalho de babá. Está ficando tarde — disse ele. — É melhor recolher os pequenos e começar a ir ... — Deixou a frase morrer em seus lábios e seu rosto ficou num tom alarmante branco. — Steven? Eleana disse agarrando o braço dele. Estava ele tendo algum tipo de ataque? Os homens na casa dos trinta têm AVC? Então ela ouviu também. Era um grande estrondo de motocicletas rugindo na direção deles numa feroz e determinada velocidade. Mas esses não eram os advogados de empresas em um passeio de domingo com suas esposas, ou jovens universitários em passeio, estes eram os únicos predadores que seu povo tinha. Eles eram os temidos Canis Dirus; o horrível povo shifters Dire Wolf e eles tinham apenas uma finalidade sinistra em vir aqui hoje. Os anciãos haviam alertado Eleana e os outros sobre isso. Estes shifters estavam aqui para matar as indefesas crianças da matilha que seria presa fácil desse tipo. Antes de Eleana poder proferir um som, Steven estava correndo em direção ao parque gritando com todas as crianças para entrar na van. Eleana decolou atrás dele, arrancando um terror mortal de suas entranhas . Oh não, por favor, as crianças, não as crianças! Correu tão rápido quanto suas pernas podiam mover-se, passando seu irmão e pegando os dois primeiros filhotes que ela pode ter nas mãos. Empurrando-os para a van, ela acenou para os outros que vieram correndo do balanço. — Voltem para a van agora! — Ela gritou. As motocicletas foram caindo sobre eles, circulando portão principal do parque e desligando seus motores. Havia três deles e todos eles eram enormes.
  15. 15. Mesmo com essa distância Eleana poderia ver que o líder tinha pelo menos 2,04 mts e perto de duzentos quilos de puro músculo. Mesmo que Steven fosse seu líder e pudesse se transformar a vontade, a sua forma de lobo cinzento não era páreo para esses monstros antigos. E ela. . . Bem, ela nunca foi capaz de se transformar, então ela não seria de muita utilidade. Steven tinha saltado para dentro da van e ligado o motor. Eleana parou na porta lateral ajudando as crianças aterrorizadas a entrarem na van. Um menino mais velho de onze anos parou e apontou para o playground. — Megan ainda está lá! Com horror silencioso Eleana olhou para trás para ver a menina de cinco escondendo atrás do balanço. A pobre coisa estava congelada no lugar, observando os Lobos Dire Wolf se aproximar cada vez mais. Oh meu Deus! O tempo da criança tinha se esgotado. Mesmo que ela se transformasse, e fizesse uma corrida para a van agora, ela nunca iria cobrir a distância no tempo para escapar. — Eu tenho que voltar para ela — disse para Steven. — Não, Eleana, não! Venha e dirija a van, eu vou — disse ele. — Nós não temos tempo para isso! — Eleana agarrou o pé de cabra e deslizou a porta lateral para fechar. — Consiga as crianças em segurança e volte para mim! Os três lobos estavam se dirigindo para cima de van, as motos agitando o ar em torno deles como um martelo, alto e impiedosa de seus pistões. Era um som que Eleana nunca pensou que viveria para ouvir, o som da morte certa. Steven ainda estava esperando ela tomar o assento do
  16. 16. motorista e Eleana sabia que não iria deixá-la a menos que ele fosse obrigado, então ela ia ter que forçar a mão dele. Esperando poder agarrar a menina antes dos lobos, ela saiu correndo para o parque infantil. Ela era alta para uma mulher, em seus 1,82mts e que lhe deu uma vantagem distinta. Mais rápido do que qualquer mulher lobo mediana, Eleana cobriu a distância com uma velocidade impressionante. Como ela previu seu irmão também percebeu que tinha acabado o tempo. Ele tinha feito um juramento de sangue para proteger as crianças da matilha em segurança e ele simplesmente não tinha o luxo de ficar para trás e lutar. Ao ouvir o motor, Eleana olhou por cima do ombro para vê-lo sair em velocidade na direção dos três lobos, na esperança de apanhar pelo menos um deles. Mas apenas a poucos metros golpeá- los, os três desviaram suavemente para evitá-lo. Tinha sido tão fácil para eles como evitar uma árvore caída. Agora ela estava sozinha. Eleana alcançou a pequena menina histérica e puxou-a para um abraço apertado. Megan se agarrou a Eleana cavando seus dedinhos na carne. — Eles estão vindo! Por favor, pare-os! Eles estão chegando! — Ela chorou. Eleana se ajoelhou e olhou nos olhos de Megan. — Ouça-me, ok? Eu não vou deixá-los machucá-la. Você me entende, Megan? Eu prometo. A garota concordou, mas Eleana sabia que ela não acreditava em nada disso. Eleana não tinha certeza se ela acreditava em si mesma.
  17. 17. Mesmo com a chave de roda, ela sabia que eles eram tão bons quanto mortos. Mas ela precisava que Megan acreditasse que havia esperança, ela precisava de ambas acreditassem que elas pudessem enfrentar o perigo rasgando a grama enquanto aproximavam difíceis para eles. Eleana puxou a criança para trás dela e apertou seus dedos na chave de ferro. A sete metros de si os Lobos Dire wolf desaceleraram e desligaram seus motores. O mundo ao seu redor se preencheu com um silêncio ensurdecedor. O primeiro que desmontou era o maior deles, um moreno, de rosto sombrio com gelados olhos azuis. Seu cabelo chegava aos ombros e era de um castanho tão escuro que era quase parecia preto. Sua cabeleira grossa era lisa e brilhante como fios de seda, que igualava a sua barba. A barba também era escura e marcante, com duas pequenas tranças no fim atados com pequeno e brilhante fecho de prata. A aparência do líder era arcaica, primitiva, com o apelo de uma antiga raça de Vikings ou cavaleiros saxão. A única dica que ele pertencia a esta época era que ele estava completamente vestido com couro preto. Os outros dois eram igualmente altos e fortes, mas um era loiro escuro como um Viking e o outro se parecia com o grandão. Eles pararam a alguns passos para trás de seu líder, observando com seus olhos amarelos tanto Eleana como Megan. O líder marchou em direção a ela, seus olhos frios dançando com alegria ímpia. Havia todo pecado malvado em sua marcha e Eleana estava determinada a mantê-lo o mais longe possível delas. Este porco sabe que nos tem e ele sabe disso. Steven nunca ia voltar a tempo com os outros para nos ajudar.
  18. 18. Eu definitivamente estou por minha conta. — Pare! — Eleana gritou o mais alto que pode. Para seu espanto, o líder diminuiu seu avanço, só por um momento. Seus olhos se estreitaram parecendo fendas. — Eu estou falando sério — repetiu ela por entre os dentes. — Pare ou eu vou arrebentar seu crânio! O líder parou e olhou para ela. Suas narinas tremulando, cheirando sua essência. Aqueles olhos frios a considerou com interesse clínico. O coração de Eleana estava batendo tão forte que pensou que iria saltar para fora de sua garganta. — Você tem nome? — Disse. Sua voz de barítono foi dura, de comando. Ele era, obviamente, um macho dominante que tinha sido encarregado há muito tempo e estava acostumado a ser obedecido. Bem, você encontrou o seu jogo com essa mulher. Eu tenho um irmão e ele me ensinou a lutar. Pensou em atacar primeiro o líder, mas havia Megan a considerar. Não, era melhor fazer o menos possível para antagonizar ele. — Meu nome é Eleana — disse ela acalmando, segurando a chave de ferro, pronta para atacar. Ele sorriu mostrando grandes caninos superiores e inferiores. — Eu sou Gregor. — Deixem-nos sozinhos. — Eleana — disse ele, como se ouvir o nome de sua própria boca podia torná-lo mais atraente. — Que menina grande e corajosa, você é. Por que não se transforma e luta comigo? — Os outros dois lobos Dire wolf riu maldosamente.
  19. 19. — Eu não posso me transformar — disse ela. Não havia necessidade de escondê-lo. Ele teria adivinhado a verdade de qualquer maneira. — Isso significa que você não tenha entrado em seu primeiro cio — disse ele. Uma profunda vergonha queimou seu rosto. Sim, eu sou uma aberração. Ok? Você se sente melhor agora que você sabe o meu segredo? Ela decidiu fingir que não sabia o que ele quis dizer. — Eu tive relações sexuais antes. E quanto à transformação, eu sou apenas uma anomalia. — Você já fez sexo, mas você nunca chegou ao clímax — ele respondeu. Antes que ela pudesse discutir o ponto, a minivan voltou com Steven na direção. O som dos motores abafou seu protesto quando o veículo corria na direção deles. Então, a intenção de seu irmão era chegar o mais rápido, pois ele dirigiu-se sobre a calçada e no gramado, atirando tudo fora do caminho até o portão do playground. Ele saiu com um Smith and Wesson2 quarenta e cinco na mão que Eleana sabia continha balas de prata. Cinco outros machos também saíram da van e ficaram atrás dele. Os Lobos sabiam quando eles foram superados e recuaram rapidamente para suas motos. O líder hesitou antes de ligar sua máquina. — Adeus, minha corajosa Eleana. Espero que nos encontremos novamente. — Sem ofensa, Gregor — disse ela abaixando a chave de 2 Smith and Wesson – Tipo de arma.
  20. 20. ferro. — Mas eu espero que isso não aconteça. Então, em um rugido primitivo dos motores os lobos Dire Wolf foram embora e o parque era uma vez novamente um oásis de tranquilidade urbana. Capítulo 4Capítulo 4 No segundo que Eleana saiu da mini van em frente à sua casa, ela foi recebida com aplausos de todos da matilha. Num beco sem saída, ela ficou com o irmão na casa abarrotada com parentes, amigos e vizinhos, alguns dos quais ela nunca havia conhecido antes. Era bom, mas muito avassalador. Francamente, ela estava feliz que ela e Megan estavam vivas e a criança tinha sido devolvida a sua grata e chorona mãe. Steven, sabendo como ela estava exausta de seu próximo encontro, conseguiu apaziguar o bando, dizendo-lhes que Eleana se reuniria e conversaria com eles amanhã. Agora, ela só precisava descansar um pouco. Ela entrou pela porta da frente e foi abordado em um abraço de sua cunhada Pam. — Eleana, meu Deus, você está bem? Todos estavam tão preocupados. Ninguém podia acreditar que você enfrentou três lobos Dire Wolf armada apenas com uma chave de roda! Você foi tão corajosa! E pensar que você mesma não poderia se transformar. Você devia ter ficado apavorada. Pam não queria ser cruel, ela era apenas era uma daquelas
  21. 21. pessoas que sempre abria a boca e dizia a coisa errada. Abra a boca e diga algo errado, assim como aquilo. Eleana se obrigou a sorrir. — Eu estou bem. E, quanto a segurar os lobos, a verdade é que eles simplesmente me deixaram ir. Megan e eu tivemos muita sorte. — Eles falaram com você? — Pam conversou animadamente. — O que eles disseram? — Nada demais — disse Eleana esperava que suas respostas curtas pusessem fim à conversa. — O líder só me perguntou um monte de perguntas idiotas. Eu acho que seu plano era brincar comigo, antes dele atacar. Tenho certeza que ele não imaginava que Steven iria voltar tão rápido com ajuda. Steven aproximou-se com o olhar tenso. Eleana adivinhou que todo o calvário tinha sacudido seu imperturbável irmão até mais do que ela pensava. — Ele perguntou por que você não tinha se transformado quando se aproximaram, não foi? — seu irmão perguntou. Ele tinha acabado de sair da cozinha com um sanduíche de mortadela na mão. Seu olhar a inquiriu com uma cautela reservada. — Ele sabe que você não tem entrado em seu primeiro cio. Eleana encolheu os ombros. — Ele perguntou, então o que? Realmente não importa de qualquer maneira. Eu lhe disse que não era virgem. Talvez ele não nos atacasse de imediato porque não me considera uma ameaça. — Talvez — disse Steven. Dando umas mordidas enormes em seu sanduíche. Lá estava ele novamente, o grande elefante branco na sala, ninguém queria falar de seu problema de transformação, ou melhor, a falta dela.
  22. 22. Um silêncio desconfortável pairou sobre todos. — Eu tenho certeza que vou começar a me transformar em breve — disse Eleana sem jeito. Pam e Steven trocaram um olhar tenso e Eleana podia ler seus pensamentos logo em seus rostos. Ninguém leva 32 anos para começar a se transformar. Você é tão bom quanto qualquer humano. Era muito difícil viver nesta matilha, porque todos, até mesmo o jornaleiro, conhecia o seu assunto. Estar no limbo entre o humano e o lobo era uma tortura para Eleana e todos sabiam disso. Também era a principal razão dela viver nesta casa com seu irmão e cunhada, porque Steven, sendo o Alfa, temia por sua segurança, se ela morasse sozinha. Não era uma coisa fácil ser um humano em um bairro cheio de lobos. Apesar das garantias do seu irmão, que tudo ficaria bem e um dia ela iria se transformar, Eleana sabia que não era assim. O fato de que ela não poder se transformar como todos os outros a deixava como uma pessoa de fora da matilha, um ser humano. Tem limitado-a em todos os seus sentidos. Ela ainda não deixou de ir às cerimônias e freqüentes festivais. Pior ainda, ela não podia sair para uma caminhada a noite e ela não conseguia encontrar um companheiro, porque nenhum dos homens queria uma fêmea que eles consideravam ser frígida. Sim, essa era a palavra que eles utilizavam; frígida. Maravilha. Assim deixou sua vida de trinta e dois anos com os familiares sofrendo com um problema que ninguém poderia resolver. Eleana não havia dito a seu irmão, mas ela estava pensando seriamente em mudar-se para um bairro humano e simplesmente desistir desta vida. — Estou um pouco cansada — disse ela. — Eu acho que
  23. 23. vou para a cama. — Eleana — disse Pam dando um passo cauteloso para frente. — Há algo que eu tenho que lhe cont... — Pam — Steven rosnou com um movimento leve de cabeça. — Hoje não. Você já a ouviu. Ela está cansada e teve uma tarde intensa. Que ela se recolha para que possa dormir um pouco. Pam hesitou em seguida, assentiu. — Claro. Certo. Boa noite então, mel. Falaremos de manhã. Eleana procurou o rosto de seu irmão, mas estava ilegível. — Sim, falaremos de manhã. Obrigada pelo resgate, Steven. Boa noite a todos. Capítulo 5Capítulo 5 O aroma de carne assada encheu a casa fazendo a água na boca de Gregor e distraindo-o dos pensamentos da mulher que tinha encontrado esta tarde. Nick, seu bisneto, sempre foi um excelente cozinheiro, tanto que Gregor fez questão de entregar-lhe os melhores cortes de carne que podia conseguir. A sua diligência sempre foi recompensado com uma festa enorme e suculenta, carne suculenta e legumes tostados.É claro que todas as refeições foram compradas no supermercado local, apesar da reputação que ele e seu bando tinham de ser comedores de lobos. Estremeceu ao pensar nisso. Sim, era verdade no passado, eles muitas vezes mataram outros lobos, mas isso foi devido a batalhas por território, não para devorá-los como muitos das matilhas locais acreditavam. E agora?
  24. 24. Antigamente, Gregor teria acabado com eles por vingança pura. Mas à medida que os anos se passavam, ele ficou mais cansado da luta. O cheiro da cozinha ficava mais forte, mais tentador. Gregor se levantou do sofá e foi para lá, inclinando no batente da porta e correndo os dedos pelo cabelo castanho escuro. Nick estava picando rapidamente as batatas e cenouras para adicionar a um prato já cozinhando. Seus longos cabelos castanhos estavam puxados para trás num rabo de cavalo e usava um avental laranja escuro com o logotipo de um restaurante local de churrasco de costela bordado na frente. Ao contrário de Gregor, ele não tinha pêlos faciais. — Quanto tempo até o jantar estar pronto? — Gregor perguntou. Nick abriu o forno e olhou para dentro. Uma fita de gordura derretendo assobiou quando ele atingiu o rolos quentes sob a assadeira e o cheiro da carne ficou mais forte. E o estômago de Gregor soou num ansioso rosnar. — Mais meia-hora — disse Nick. Ele fechou o forno novamente e voltou ao trabalho. — Ótimo. Eu já volto — disse Gregor. — Só por curiosidade, — Nick perguntou. — Aonde você vai? — Eu tenho algumas coisas para pensar. Nick parou de cortar e deu-lhe um olhar curioso. — Você está pensando nela, não é? — Havia uma nota de esperança em sua voz, uma que Gregor não tinha ouvido em mais de 200 anos. — Claro que eu estou. — Você acha que ela é Dire Wolf? — Nick perguntou colocando a faca para baixo.
  25. 25. Gregor odiava tirar as esperanças de Nick. Tinha sido um longo tempo desde que Gregor havia estado em uma matilha com uma fêmea alfa. Estes jovens machos Nick e Boris nunca tinham conhecido essa vida e Gregor poderia ver quão forte ele pesava sobre eles. Sem uma fêmea alfa todos eles estavam não só emocionalmente perdidos, mas condenados à extinção. — Eleana é uma moça alta e agressiva. Ela também não tem sido verdadeiramente acasalada. Eu não sei. Ela poderia ser Dire Wolf — . Gregor cruzou os braços sobre o peito. — Mas não fique muito animado, porque mesmo que ela seja, ela pode ainda se recusam a deixar sua matilha para ficar conosco. — Nós precisamos dela, Gregor, — disse Nick. Seu tom era frágil, distante. — Eu sei Nick, eu sei. Talvez se eu conseguisse algum tempo a sós com ela, ela vá despertar. Não se preocupe filho. Vou fazer tudo que posso. O vento do fim da noite voou sobre Gregor enquanto ele andava pelos bairros locais, acariciando seu rosto e correndo seus dedos frios pela barba. Toda vez que ele chegava ao redor de um canto, ele podia ver todas as luzes de dentro das casas se apagarem. Ele não poderia se contem, isso o fez sorrir. Era como se o grande
  26. 26. lobo mau tivesse vindo para a cidade e todos os bairros queriam desencorajar este perigoso e indesejado visitante a uma visita. Como se eu fosse visitar algum deles. Cada rua sinuosa e a cada encruzilhada fez levantar a cabeça alta, puxando o ar da noite em seu nariz, além da razão esperando para pegar uma dica do cheiro sedutor de Eleana. Então, quando ele estava prestes a desistir e ir para casa, ele a encontrou. De uma janela aberta em um estilo colonial branco, ele encontrou seu perfume. Como um tapete mágico de memórias que trouxe das orgias decadente que ele tinha quando as fêmeas de sua espécie eram abundantes as fêmeas lobisomens de hoje. Um incêndio destruiu a vida dentro dele, as chamas acariciando uma paixão que ele não sentia em milhares de anos. Deslizando por um beco e correndo ao longo da volta das casas, Gregor andou para trás da casa, desligou o motor e se ajeitou para esperar. Se ela era de fato de sangue dos antigos lobos Dire wolf, ela deve responder com seu feromônios e descer para investigar. Tudo o que ele tinha que fazer era ser paciente e esperar. Eleana acordou inquieta de seu sono, suando como uma vítima de varíola. Primeiro o olhar dela disparou em todo o quarto tentando se
  27. 27. lembrar de onde estava. Em seguida, ela reconheceu alguns itens, uma foto dela e de alguns amigos, um brinquedo de pelúcia que ganhou na feira de primavera, um sutiã de cetim negro que pairava sobre uma gaveta aberta, este que um antigo namorado lhe tinha dado há muito tempo atrás, antes de encontrar alguém menos fria para se casar. A última memória causou seu estômago uma sensação de falta do que poderia ter sido. Algo profundo em seu mundo de repente estava diferente. De sua janela aberta, uma brisa suave dançou com a cortina de rendas. O delicado tecido branco acenava para ela, chamando-lhe para vir e brincar lá fora. De repente, havia tantos cheiros vindos de fora que ela nunca tinha estado realmente consciente. O cheiro de erva da relva acabada de cortar, o perfume inebriante e fascinante que vinha do roseiral, a sedução delicada de alfazema e sálvia. Havia outro cheiro também, m almíscar resistente que despertou sua mente sonolenta e bombardeando seus sentidos. Poderia ser, após todo esse tempo? Será que ela, finalmente, estaria chegando a seu primeiro cio? Só de pensar nas palavras fez parecer ainda mais fantástico. Ela tinha que encontrar o macho lá fora que emanava esse maravilhoso cheiro de acasalamento. Saltando de sua cama, Eleana correu ao redor do quarto para se vestir. Ela encontrou um limpo, mas rasgado par de jeans em seu armário e vestiu uma camisa branca lisa, sem se preocupar em colocar um sutiã. Ela não se preocupou com seus sapatos também. Se as coisas ficassem selvagens esta noite, ela provavelmente não iria precisar de um sutiã ou seu sapato pensou com um sorriso. Eleana se arrastou escada abaixo, certa que Steven com a audição perfeita de lobo ia sair do seu quarto a qualquer momento,
  28. 28. mas ele não fez. No gramado da frente em seus pés descalços, ela inspirou profundamente e reprimiu um riso tonto. Finalmente, após todos estes anos, me sinto como uma loba que eu sou! Puro Êxtase correu em seu coração enchendo-a com um novo senso de poder e finalidade. Ela tinha de encontrar a fonte desse cheiro masculino! Cautelosamente, ela se acolchoada para o beco sem saída, mas tudo parecia calmo e tranquilo, assim como na maioria das noites. Limpando a mente, ela fechou os olhos e tentou deixar seu instinto guiá-la. Uma carga concupiscência a encheu de forma tão inesperada que ela deu um pequeno suspiro. Como um demônio possuindo o corpo dela, o instinto tomou seu corpo, guiando seus passos para trás da casa e para além do beco. Onde pequenos seixos de cascalho quebravam sob seus pés descalços como se estivesse tentando avisá- la que ela estava em perigo. E assim como um sonho agradável que poderia transformar abruptamente em um pesadelo, cada passo levou Eleana mais perto desse beco e a encheu com uma sensação chocante de mau agouro. Então ela viu a fonte do aroma sedutor. Eleana parou e colocou uma mão sobre a boca para não gritar de susto. Montado em sua moto preta grande estava o homem que apenas algumas poucas horas atrás, era para ser seu assassino. — Olá Eleana — disse ele numa voz tão suave como o chocolate derretido. — Você — O gelo congelou o seu sangue, arrancando toda a consciência e deixando-a como uma casca a espera de uma sacudida
  29. 29. para se desfazer. Ela deu um passo para trás aterrorizada. — Este é um truque cruel. Você me enfeitiçou. — Ninguém a forçou nesta noite linda. Você veio por sua própria vontade — disse ele. — Eu nunca teria vindo para cá, se eu soubesse que você estava esperando por mim. — Você não veio aqui para me encontrar especificamente. Você veio aqui para acasalar com um macho de sua própria espécie. — Gregor baixou o pé da moto e desmontou. — Não há nada de sobrenatural que você está enfrentando. Eleana não podia acreditar no que ele estava dizendo. Ele estava tentando dar a entender que ela era um deles? Uma Dire wolf ? Não havia nenhuma maneira no inferno. — Eu não sou um de vocês. — Como você pode explicar o porquê você veio aqui e se por em perigo? Você costuma acordar para passear no bairro à noite? Eleana não achava que era possível odiar este homem mais do que ela tinha esta tarde. Agora, ela sabia que ela estava errada. — Você é um demônio inteligente — disse ela. — Mas esta é apenas uma coincidência. — Não — disse ele em um tom barítono sombrio. — Isso não é coincidência. — Gregor deu alguns passos para frente e o corpo de Eleana cantarolou com uma doce agonia. Ela olhou para os seus olhos azuis e por um momento, as palavras não viriam. Nada que fizesse algum sentido mesmo. Fechando a distância entre eles, Gregor agarrou-a, envolvendo-
  30. 30. a nos braços e reivindicou sua boca com a sua própria. O beijo foi tudo Eleana pensou que seria com o seu primeiro amante real, penetrante, exigente e apaixonado. Mas ela não queria nenhuma dessas coisas vinda de um assassino cruel como Gregor. Ela não se importava se os anjos viessem dos céus e declarasse com trombetas de ouro que era seu companheiro. Ele era um maníaco sanguinário e uma ameaça constante para o seu povo. Não havia nada sobre ele que ela queria. Plantando as mãos firmemente em seu peito enorme, ela o empurrou para longe. A memória de seus lábios permanecia em sua boca. Seus olhos sombrios brilhavam com as emoções, ela realmente esperava que ele fosse manter a si próprio. — Eu estou indo de volta para dentro agora — disse ela. — Espere. Eleana suspirou desejando que seu corpo se acalmasse. — O quê? — Você não é uma loba comum, Eleana — disse ele. Ela cruzou os braços e olhou para ele. Seu estômago saltou nervosamente. — Sim, eu sou. — Se você acredita nisso, você está mentindo para si mesma. — Isso — disse ela, impaciente apontando para ele, então para ela. — Isso é uma ilusão, um truque. Você manipulou de alguma forma os meus hormônios e eu não vou... — Pense no que você está dizendo. Por que eu faria isso? Uma brisa fresca agitou sua camisa fazendo seus mamilos eretos. Eleana levantou os braços cruzando-os sobre o peito, mas já era tarde demais.
  31. 31. Ele tinha visto tudo e seu olhar queimou com o fogo não tinha certeza que podia continuar a ignorar. Profundamente dentro de seu desejo tinha plantado uma semente e nela tinha crescido raízes. Será que lá nunca mais teria um momento em que ela não olhasse para este homem colossal e não quisesse rasgar todas as suas roupas fora? Ela realmente precisava ficar longe dele. — Você é mau — disse ela com desdém. — Tenho certeza que você faz um monte de coisas apenas para se divertir. Gregor deu um passo à frente e estendeu a mão para ela. — Eu posso acordar você, Eleana. Eu posso te ajudar realizar as transformações que tem tanto tempo retido. Tudo que eu preciso é que você confie em mim. Sua voz enviou ondas de choque e fome através de cada nervo de seu corpo. Era profunda e organizada com arremessos de seda que prometiam todos os pecados sombrios possíveis. — Eu deveria ter confiado em você, nesta tarde, quando você estava vindo para me matar e a menina do meu bando? Bem, você vai me perdoar se a confiança é uma palavra que eu acho impossível conciliar quando se trata de você e dos seus. E, tanto quanto eu quero a transformação, eu não estou disposta a trair a todos que eu conheço e amo para isso. Se a transformação que você está oferecendo estará me transformando em uma fêmea Dire Wolf, então eu vá matar minha família, você pode esquecê-la! — Ninguém está esperando por você matar sua família. Mas você não pode lutar contra aquilo que você é. Se você realmente é uma loba comum, então por que nenhum de seus amantes lobos foi capaz de ajudar você a atingir sua transformação? — Bem, não tem havido muitos... Não, escute, para mim
  32. 32. chega. Esta é uma discussão inútil. Eu estou entrando, — ela disse. Mas em vez de andar fora, ela ficou onde estava. O que diabos está errado comigo? — Eu vou dizer o porquê, porque você não é um deles, Eleana. É Dire Wolf, não importa o que você optar por dizer a si mesmo. Eu posso provar isso a você com um acasalamento — disse ele abaixando a mão. Ele aparentemente começou a sentir que essa sedução era impossível. — Eu acho que nunca vou saber por que eu não tenho nenhuma intenção de acasalar com você. Gregor caminhou de volta à sua moto, seu corpo em movimento com a elegante graça animal que tinha visto tantas vezes entre os homens lobos. — O instinto de acasalamento é forte. Sua agonia só irá piorar quanto mais você negar o que a natureza exige de você. — Eu lidei com isso ficando sozinha todo esse tempo. Eu acho que posso lidar com um pouco de desconforto físico. Vai passar — ela disse dando alguns passos cautelosos para trás quando ele montou em sua motocicleta. Ele deu um sorriso perverso que mostrou seus grandes dentes predatórios. — Eleana . Essa é a maior mentira que você disse a si mesma. Seu primeiro cio está apenas começando, e até que seja acasalada com um lobo com a mesma combinação genética, não vai passar. — Ele ligou o motor e poucos momentos depois, o lobo mau tinha ido embora. Eleana esperava que Gregor o perverso tivesse ido embora para sempre.
  33. 33. Capítulo 6Capítulo 6 — Ele esteve aqui na noite passada, não esteve? — Steven disse assim que Eleana sentou à mesa do café para comer a sua torrada. Seu sobrinho de oito anos de idade Robert deu a ela um olhar você-está-enrrascada, pegou seu lanche e saiu correndo. — Sim, e daí? — Disse ela — Eu não senti o cheiro dele em você. Eleana encolheu desconfortável. — Steven, por favor! Que diabos você acha que eu sou? Eu não teria dormido com ele. — O instinto de acasalar é forte. Eu não ficaria surpreso se você tivesse... O que eu quero dizer é . . . bem, você entende — disse ele abandonando o assunto. — Eu sei o que você quer dizer, e você deve saber que eu o mandei embora. — Ela tomou duas grandes mordidas de seu sanduíche. Falar sobre sua vida amorosa, ou a falta dela, era tão divertido como visitar seu ginecologista. Steven cortou sua lingüiça em pedaços pequenos. — Então o que ele disse? — Quem? O Dire Wolf? — Sim. Ouvi você sair de casa ontem à noite. Eu sei que você se encontrou com ele. O que ele disse para você? Eleana empurrou o prato de lado. Qual era a linha de questionamento principal, afinal? — Ele me perguntou sobre os últimos livros que eu tinha retirado da biblioteca. O que você acha que ele disse? — Vamos, Eleana — disse Steven defensivamente. — Eu estou apenas curioso sobre o que vocês dois conversaram.
  34. 34. — Não, não me venha com essa. Você sabe exatamente o que ele queria. O que qualquer lobo macho adulto de qualquer espécie quer de uma mulher? Eleana olhou para seu irmão, e não, pela primeira vez, não viu nenhuma semelhança entre eles. Quando ela tinha 1,82mts e era alta e magra, Steven tinha 1,98mts e era atarracado. Onde ele tinha olhos e cabelos castanhos, ela tinha olhos verdes e cabelo loiro escuro. Mesmo os seus rostos não eram em nada parecidos. Às vezes ela se perguntava se não havia realmente nenhum sangue entre eles, e agora, com tudo isso acontecendo. . . — Ele ativou seu primeiro cio, — disse Steven. — Eu estou meio surpreso que vocês dois não... — Ele deixou a frase sem terminar. Isso era verdade, e a verdade perturbadora de que ela poderia ter algum Dire Wolf dentro dela fez seu estômago enjoar. Eu poderia ser adotada? Essa coisa toda estava ficando tão confusa. — Ele é o inimigo de tudo que me é caro. Eu nunca acasalaria com ele, não importa o quanto ele me fez sentir. Steven se levantou e deu um sorriso estranho. — Ótimo. Eu estava preocupado que ele fosse capaz de seduzi-la para longe de nós, mas estou feliz que você escolheu ficar. — Ele estava prestes a sair da cozinha quando Pam apareceu na porta com os braços cruzados. — Olá querida — disse ele inclinando-se para beijá-la. Ela se afastou dele. — Isso já foi longe o suficiente — disse ela. — Você precisa dizer a ela a verdade. Eleana sentiu o enjôo penetrar mais profundamente em seu
  35. 35. estômago. Oh, eu não gosto do som disto. — Que verdade? Steven tentou empurrar sua mulher raivosa de lado para passar. — Este não é realmente o momento. — Este é exatamente o momento — a mulher o agarrou. — Ela precisa saber a verdade antes que seu corpo entre em cio completo. Você deve a ela muito. Deixe que ela decida o que fazer quando souber a verdade completa. Steven voltou e sentou-se novamente. Em toda a sua vida, Eleana sempre vira Steven tão forte, competente, no controle, mas neste momento ele parecia à beira das lágrimas. O seu pomo de Adão se levantou e caiu enquanto ele engoliu várias vezes. Oh, eu não sei se estou pronta para isso, Eleana pensou. Esta deve ser uma notícia muito ruim. — Primeiro, deixe-me dizer-lhe que sinto muito pela dor que esta informação vai lhe causar, mas, ao mesmo tempo parecia ser o melhor curso de ação. — Ele tomou um fôlego que ergueu o peito e depois começou. — Como você pode ter suspeitado, você não é uma loba comum, como o resto de nós. É, assim como tenho certeza que o Dire Wolf disse, um deles, tirado da sua mãe depois que ela foi morta pelos meus pais. Levaram você, porque os lobos enormes eram uma ameaça constante para o nosso povo, embora as suas matilhas fossem pequenas. Mas eles tinham uma grande fraqueza, pois eles não tinham muitas mulheres como o nosso povo. Frequentemente em suas matilhas, a fêmea alfa é acasalada por vários homens do bando, embora a maioria dos descendentes venha de seu acasalamento com
  36. 36. o macho alfa. Não existe ciúme entre eles, é apenas o costume. Se a fêmea tem filhos de outro macho que não o Alpha, os filhos são todos tratados igualmente. Quaisquer filhos que ela tenha são educados por todo o bando, que compartilham a responsabilidade também para cuidar dos filhos. Meus pais sabiam quão vital suas fêmeas eram para a sobrevivência deles, então um plano foi traçado para abater os seus números. Ficamos decididos a capturar todos as fêmeas Dire wolf nós poderíamos encontrar e criá-las como nossas. Porque nós somos uma espécie diferente, as fêmeas nunca entrariam em cio e nunca seriam capazes de terem filhos. — Elas nunca seria capaz sequer de se transformar — disse Pam. — Mas houve conseqüências inesperadas. Eleana sentiu como se sua barriga tivesse sido cortada e deixada aberta as vísceras derramando no chão. Mas isso é a minha família. Eu confiava neles. . . Ela fechou os olhos por um momento, para tentar refrear suas emoções. Claro que os lobos Dire wolf não a atacaria. Eles podiam perceber que ela era um deles, assim como Gregor havia lhe dito. — Que consequências? — Eleana perguntou. Steven franziu a testa e traçou padrões na toalha da mesa com o dedo indicador. — Como não tinham fêmeas para acasalar e ter filhos, os machos Dire Wolf começaram a se matar em grandes números. Pelo último censo, nosso território está praticamente livre deles. — Eu tenho vivido uma mentira todos estes anos. Seus pais mataram a maioria da minha espécie real... — . Eleana disse tentando esclarecer os fatos em sua cabeça doendo. — Nós não contamos com amar você tanto, Eleana — disse Steven. — Nós apenas pensamos que seria no melhor
  37. 37. interesse de todos. Pam puxou uma cadeira e sentou-se entre Steven e Eleana. — Você nunca deveria saber de tudo isso. Você poderia ter sido feliz conosco, se aquele grande bastardo e os outros dois antigos não tivessem aparecido aqui. — Você quer dizer Gregor — Eleana disse duramente. — Isso mesmo — respondeu Steven. — E ele sabia o que tinha feito. Alguém deve ter dito a ele. Assim ele prometeu matar todos nós da mesma forma que havia destruído sua espécie. E ele esteve caçando lobos desprotegidos desde então. — Então, tudo que Gregor disse-me ontem à noite era verdade. Eu sou uma Dire Wolf — Eleana disse. Steven assentiu carrancudo. — Isso é verdade. Levantando-se da mesa, Eleana caminhou até a porta como uma sonâmbula. — Aonde você vai? — Pam perguntou com sua voz fina de preocupação. — Vou dar uma caminhada. Eu tenho um monte de coisas para pensar. — Você vai voltar? — Pam perguntou. As lágrimas brotando em seus olhos. Eleana se virou e olhou para essas pessoas que agora eram desconhecidos para ela. — Eu honestamente não sei — disse ela com sinceridade. — Eu vou voltar para lhe dizer minha decisão
  38. 38. Capítulo 7Capítulo 7 Eleana desceu para o Parque onde ela encontrou os Lobos. Este é o lugar onde ela se sentia mais em casa, entre os pinheiros e gramíneas exuberantes. Isso foi mesmo quando ela teve seu primeiro beijo com um garoto chamado Dan. Mas agora, toda a vida que ela levou, a família que ela tinha crescido, foi destruído. Um enorme buraco vazio encheu o seu coração. Ela viu um banco de piquenique verde desbotado sozinho em um aglomerado de árvores. Subiu e sentou-se na mesa, e esquadrinhou o parque vazio à sua volta. Pelo menos ela pensou que estava vazio até que avistar um enorme lobo negro rondando entre as árvores. Ele era maior do que qualquer lobo que já viu e ele era diferente, tinha pernas mais curtas e corpo atarracado. O mais impressionante de todas era a sua dimensão, porque ele tinha que ter em torno de cento e setenta quilos; inédito para qualquer lobo que ela conhecia. Antes que ela percebesse o que estava fazendo, ela saiu do banco e dirigiu-se para o lobo. O lobo começou a andar em sua direção, subitamente consciente de que tinha sido visto, mas queria ver quem era, levantou sua cabeça e animou suas orelhas. Então isso era como um Dire Wolf parecia em sua forma natural. Era uma visão impressionante e quando ela aproximou-se, pode ver os detalhes requintados de sua pele. Embora a cor principal de
  39. 39. sua pele fosse preto, havia áreas prateadas mais marcante especialmente em torno do pescoço e rosto. O lobo chegou mais de perto, a cabeça baixa olhando para ela com olhos azuis. — Gregor? — Ela sussurrou, como se pronunciasse uma oração. O lobo abanou o rabo e ofegou, exibindo aquele olhar universal de alegria que todos os caninos tinham. E no fundo dentro de seu corpo algo maravilhoso estava acontecendo. Como acordar de um sono profundo e sem sonhos Eleana foi subitamente consciente de tudo ao seu redor. O perfume amadeirado do pinheiro e adubo arrancando a agonia dentro dela e lavando toda a confusão, mágoa e dor. Lágrimas ameaçaram escapar de seus olhos. — Eles me disseram a verdade — disse ao lobo. — Você estava certo. O Dire Wolf se moveu alguns passos mais perto, lambeu os lados de sua boca e gemeu. — Eu quero me transformar Gregor, — ela disse enquanto seu coração inchava no peito. — Eu quero... — Deixou as palavras afastarem em uma brisa de primavera. Gregor transformou-se em sua forma humana, elevando-se sobre ela, enchendo-a com sua presença marcante. — Faça isso, te entrega ao seu instinto Eleana, renda-se. Torne-se o que você foi criada para ser. Eleana correu para os seus braços, pressionando os lábios em desespero com vontade. Ela queria saborear cada segundo desse renascimento novo e
  40. 40. excitante. Correndo os dedos em seus cabelos, ela sorriu contra os lábios, quando um nó grande e terrível desvinculara de dentro dela. Ela interrompeu o beijo e olhou em seu rosto. — Desculpe- me, por não ter acreditado em você. — Nada disso importa agora, minha querida. Tudo que importa é a sua nova vida com a gente. Os lábios macios de Gregor exigiram sua boca, abrindo os lábios com a insistência paciente e deslizando sua língua para acariciar a dela. Ele era tão grande e viril que se sentia pequena e vulnerável em seus braços. Não é um sentimento comum para uma mulher 1,82mts de altura. Uma emoção de euforia aqueceu sua pele fazendo-a sentir mais viva que ela esteve em seus 32 anos. Ela congratulou-se com seus beijos e devolveu-os com uma paixão que beirava a agressão. Dedos desesperados deslizaram para o cabelo macio de Gregor deliciando-o com a sua agradável textura. A boca de Gregor libertou os lábios para explorar e encantar, encontrando lugares ao longo de sua garganta para beliscar e fazer cócegas. Suas mãos percorriam, acariciavam os seios por fora de sua camisa, se atrevia a deslizar sob o tecido fino para trazer arrepios de prazer ao longo de sua carne. Uma emoção nova nasceu dentro dela, algo selvagem e incapacitante rasgando seu caminho entre os mais profundos recessos de sua alma para nascer e viver. É era mais forte que qualquer coisa que ela tinha conhecido e sua energia potente ameaçou sua sanidade. Nunca Eleana tinha pensado que tal desejo fosse possível, mas aqui e agora, era como
  41. 41. um fogo dentro dela, ameaçando incendiar cada pedaço de seu ser. Ela o empurrou para trás arfando, tentando além de sua capacidade de pensar nisto. — Estou preocupada — ela sussurrou. — E se eu me transformar e tentar ferir a minha família? Gregor sorriu mostrando seus dentes de lobo grande. — Não tenhais medo — ele tranquilizou-a. — A transformação não irá fazer você fazer coisas que normalmente não faria. Tudo o que vai acontecer é que você vai finalmente tornar-se uma de nós. E este é apenas o começo. Uma vida nova e gloriosa espera minha companheira. Sua vida nova será mais rica e mais gratificante não com um, mas três amantes devotados que fará qualquer coisa para você. Deixe-se levar, Eleana. Deixe-me guiá-la através de sua transformação. Temerosa, mas animada, ela balançou a cabeça. Gregor despiu sua camisa jogando-a sobre a grama úmida e esmagou seu corpo contra o seu peito. Com uma delicada ternura que jamais ninguém teria capacidade de acreditar nele, ele traçou o broto ereto de sua aréola cor de rosa com a língua. Tomando o mamilo ereto em seus lábios, ele sugou, enviando choques de prazer desesperados direto para a sua buceta dolorida. Eleana soltou um suspiro e segurou sua cabeça até que o prazer se tornou tão intenso que ela não agüentava mais. Querendo agradá-lo, Eleana caiu de joelhos, mexendo rapidamente com o cinto de couro grosso e desatou seu jeans. Chegando lá dentro, ela tirou o maior pênis que ela já tinha visto. Seu longo do eixo venoso era pelo menos quatro centímetros de diâmetro, com uma base muito mais espessa do que a ponta. O inchaço da cabeça de cogumelo era rosa escuro e brilhava com fome
  42. 42. do desejo de Gregor. Eleana envolveu sua mão em torno do eixo da melhor maneira possível e acariciou. Ela estava prestes a colocar a coisa monstruosa em sua boca quando Gregor a parou. — Não se preocupe com isso — disse ele suavemente guiando-a de quatro. — Estou mais do que pronto e assim como você. Quando Eleana posicionou-se em suas mãos e joelhos, Gregor despiu o resto de sua roupa, jogando-as no banco de piquenique na proximidade. Então sua língua comprida e áspera corria ao longo de sua fenda. A onda avassaladora de prazer disparou seus quadris e em sua coluna com um curto-circuito de sua mente. Ela estava escravizada pela luxúria e o prazer potente que Gregor havia arreliado para fora dela. Ele era o único homem que ela iria querer a partir deste dia. Nenhum outro podia tocá-la e fazê-la reagir assim. Então ele a montou, movendo-se sobre suas costas, mas tomando cuidado para não descansar todo o seu peso sobre ela. A força persistente veio em seguida, ele trabalhou seu pau volumoso em suas dobras molhadas, escavando em sua carne e conquistando o seu corpo enquanto ele lentamente conquistou as suas emoções. Uma pitada de dor veio com a reivindicação e ela choramingou em desconforto. Gregor parou seu avanço para permitir que ela se acostumar com seu tamanho. A pressão dentro de sua vagina cresceu mais intensa quanto seu pênis inchado ficava ainda maior dentro dela. Mas só quando ela estava começando a ficar ansiosa, uma nova sensação assumiu. Profunda luxúria e os mais requintado prazer
  43. 43. fundiram-se a mandando para outra felicidade inebriante. Os braços maciços de Gregor enrolaram em sua cintura, segurando seu corpo contra o dele enquanto batia os quadris vigorosamente, impedido-a de se mover, mas Eleana não teria sonhado de se mexer por nada deste mundo inteiro. Um lamento animal minúsculo derivou-se nas árvores e Eleana primeiro pensou que tinha vindo de Gregor. Mas o som era muito suave e feminino para ele. Não, deve ter vindo dela. Então, ela olhou para baixo e viu os braços estavam cobertos de pêlos cinza- prateados, deslumbrante. Sua transformação tinha chegado como ele tinha prometido a ela. Ela tinha se transformado, finalmente. Um momento de alegria terrível encheu o seu centro apenas para ser ultrapassada por outra onda de prazer inebriante exótico. O tempo pareceu abrandar a medida que compartilharam esta mais íntima conexão. Seu útero vibrou quando outro clímax rasgou através dela e Gregor soltou um uivo profundo retumbante. Em seguida, retirou-se e ela caiu no chão ofegante. A floresta era como uma grande mãe, reconfortante e cheia de energia vibrante.
  44. 44. Gregor havia sempre pensado no deserto áspero como sua verdadeira casa e ele queria mais do que qualquer coisa ajudar Eleana a ter experiência em tudo isso. Uma vez que tinham acasalado, Eleana ficou encantada ao descobrir que ela finalmente poderia se transformar e se foi, não desperdiçando um momento. Ela era uma deslumbrante fêmea Dire Wolf com uma pele cinza grossa com detalhes prateados claro. Gregor poderia dizer honestamente que ela era a mais criatura linda que ele já tinha visto. Olhando com olhos humanos fez seu coração doer só para ser enterrado dentro dela novamente. Mas havia tempo de sobra para isso. Ele se juntou a ela em forma de lobo, galopando pela floresta, parando ocasionalmente para perseguir um rato do campo ou veado, ou quaisquer outras presas não ousadas o suficiente para se esconder quando ele e Eleana vieram ao redor. Com sua nova loba atrás dele, Gregor correu pelos campos e riachos, muitas vezes parando para ter certeza que ele não tinha perdido Eleana em seu encantamento pela floresta. Eles correram até que suas línguas caíram para fora dos lados da boca e eles estavam secos de sede. Então, eles descansaram num riacho, dobrando na água e desfrutando da companhia um do outro. Gregor olhou para o céu e ficou triste ao ver que a lua se abaixava enquanto a manhã se aproximava. Ambos mudaram de volta à sua forma humana. Gregor reconheceu onde eles estavam. A placa de boas-vindas do parque estava a sua esquerda e o estacionamento onde estava estacionada sua moto não era muito longe.
  45. 45. Eles fizeram o seu caminho de volta de mãos dadas. Junto à motocicleta, Eleana brincou com sua barba. — Por que você deixou crescer essa coisa por tanto tempo — ela perguntou. — Isso faz você parecer mau. — Talvez eu queira que as pessoas pensem isso. — Você não me parece o tipo de homem que dá uma merda ao que alguém pensa — disse ela. Gregor respondeu com um beijo pecaminoso. — Você é bonita, Eleana. Ela sorriu e passou a língua ao longo de seus caninos recentemente alargados. — Eu lhe agradeço gentil senhor — disse ela com uma reverência. — Você sabe, este foi o mais divertido encontro que eu já tive. Gregor sorriu. Ele gostava de seu humor. Fazia um longo tempo desde que alguém tinha sido capaz de diverti-lo. — Estou satisfeito. Ela mordeu seu lábio, piscando os olhos com malícia. — Você tem realmente 10 mil anos? — Sim, eu tenho. Você está pensando que estou velho demais para você? — Bem — disse ela envolvendo seus braços em volta dele e beijando-o no pescoço, — talvez só um pouco. Ela agarrou a barba novamente e puxou-o para beijá-la. Seus lábios acariciaram um ao outro por alguns momentos quentes. Depois acrescentou: — Por que não ficamos aqui o dia todo? Nós podemos correr, caçar coisas, fazer amor, caçar coisas, correr em volta... Gregor inclinou a cabeça para trás e riu.
  46. 46. — Gostaria muito disso, minha beleza, mas existem outros dois homens em nosso bando que estão desesperados para encontrá- la. A sobrancelha linda de Eleana se enrugou de preocupação. — E se eles não gostarem de mim? — Eles vão, eu sei que vão. Está tudo conforme esperamos. Eu acho que nós três nos apaixonamos por você naquele dia que nos manteve à distância com uma chave de roda. E agora, você é um de nós, é nossa nova oportunidade na vida e nossa salvadora. Você é a nossa Eva, Eleana. — Estou muito lisonjeada, mas é uma responsabilidade muito grande, — disse ela. — Isso é porque você está pensando muito. Basta voltar comigo. Conheça os outros e, em seguida vamos ver como se sente depois disso. — Eu não deveria confiar em você — ela disse com um sorriso travesso. — Meus companheiros da antiga matilha me disseram que você era um homem perigoso. Alguns até mesmo implicitamente que você fosse o original lobo mau. — Tenho medo de que há um monte de sangue ruim entre mim e eles. Certamente você não acredita em nada disso, é um absurdo. — Mas o que acontece com meu antigo bando? Eu nunca vou vê-los novamente? Eles vão se tornar meu inimigos agora? — perguntou ela. Gregor não tinha pensado nisso. Ele tinha acabado de assumir que ela seria como o resto dos Lobos Dire wolf e considerá-los perigosos rivais. Mas, apesar de sua velha matilha ter escondido a verdade sobre ela, eles ainda eram a
  47. 47. única família que ela já tinha conhecido. Ele não podia esperar que ela os abandonasse completamente. — Não — ele disse cuidadosamente. — Eu não espero que você seja seu inimigo, mas é evidente que esta questão terá de ser resolvida com uma reunião entre os dois bandos. Talvez nós vamos finalmente chegar a um entendimento. Eleana esfregou a nuca. Então ela disse: — Ok, eu vou voltar e conhecer os outros dois lobos, mas depois disso, eu quero um tempo sozinha para que eu possa falar com o Steven em particular. De acordo? — Esse é o seu irmão? Steven? — É ele. Gregor assentiu. — Então eu acho que eu tenho que concordar. Capítulo 8Capítulo 8 A casa onde vivia os Lobos Dire wolf era um bangalô marrom atraente localizado em um antigo bairro apenas uma milha de distância da dela. Havia dois helicópteros estacionados no gramado da frente, um deles era prata vibrante, com uma estampa de Dire Wolf pintada sobre o tanque de gasolina e o outro era vermelho-fogo como chamas. Gregor estacionou sua moto preta ao lado do outro e ajudou Eleana a sair de suas costas. Com a mão sobre suas costas, ele acompanhou Eleana para
  48. 48. dentro. A sala era pequena, mas aconchegante e cheio de aromas inebriantes. Da cozinha bem iluminada vinha um aroma convidativo de um recém café da manha cozinhando. Cheiros deliciosos de bacon defumado, ovos macios mexidos e café fresco fizeram seu estômago roncar. — Mmm, quem é o cozinheiro maravilhoso? — Perguntou ela. Gregor a trouxe para a cozinha, onde um homem moreno de cabelos marcantes estava junto ao balcão derramando café fumegante em quatro canecas grandes. — Este — Gregor disse apontando para o cozinheiro. — Este é o meu bisneto Nick. Nick essa é Eleana . Nick colocou o pote de café e limpou as mãos em um pano de prato. Ele ofereceu a mão para ela e Eleana apertou-a. — É um prazer conhecê-la oficialmente, Eleana — disse ele. Seus olhos amarelos estavam calmos e amigáveis e Eleana decidiu que poderia definitivamente se acostumar a ser cercado por homens lindos todo o tempo. Para dormir com eles, oh sim, melhor ainda. Sentado à mesa da cozinha estava outro grande homem com longos cabelos louros nórdicos. Ele também tinha olhos amarelos, e eles se transformaram intimamente sobre seu rosto como uma carícia. Ele se levantou e estendeu a mão para Eleana. — E eu sou Boris. Entrei no bando de Gregor e Nick cerca de seis meses atrás. — Olá — disse ela apertando a mão dele. — Você não vai se juntar a nós para o café da manhã? — Nick perguntou.
  49. 49. Eleana não precisam ser perguntadas duas vezes. Ela estava com fome. Aproveitando-se da cadeira de Gregor havia puxado para ela, ela se sentou. Embora ela estivesse morta de cansaço de estar acordada a noite toda, estava mais faminta do que qualquer outra coisa. Nick colocou uma travessa empilhada com bacon e ovos. Cheirava tão bem que Eleana teve que parar para não devorar em minutos. Ela não queria parecer um caipira doente, agora que apenas os conheceu. Boris sentou-se novamente à sua direita e cavou seu próprio café da manhã. — Será que o seu bando sabe que você está com a gente? — ele perguntou parando no meio da frase para tomar um gole de café. — Hum — Eleana disse. — Não, não exatamente. Boris olhou para Gregor. — Seu povo vai ficar preocupado. Eles serão obrigados a vir aqui à procura dela. — Não se preocupe — disse Gregor. — Depois de ela ter um pouco de sono eu vou levá-la para que ela possa falar com eles. Boris levantou-se e serviu-se de uma xícara de café. Ele aproximou-se e encheu a sua xícara também. Eleana sorriu para ele. — Eu posso levá-la se quiser — disse Boris ocupando o seu lugar novamente. Nick se juntou a eles com um prato superior mesmo ao de Gregor. Ela adivinhou que o cozinheiro tinha seus privilégios. Eleana esperou Gregor ficar irritado ou ciumento sobre Boris se oferecer para levá-la de volta, mas ao invés o líder apenas sorriu. Ela decidiu que gostava do seu sorriso, o fazia parecer mais
  50. 50. jovem e menos severo. Mas ela definitivamente tinha que trabalhar nessa barba. — Eu não me importo — disse Gregor. — Contanto que a senhora não tenha objeção. — Não — disse Eleana falando com a boca cheia de ovos. — Eu não me importo. Ter três homens todos para si estava começando a detonar. Ela adorou. O café da manhã foi muito divertido e muito informativo. Todos os três homens se revezavam a preenchendo com história trágica dos Dire Wolfs até este ponto. Disseram-lhe sobre os antigos bandos do passado e como reverenciavam suas fêmeas Alfas. Ela também ficou surpreendida ao ouvir que as fêmeas eram os caçadores e cuidavam de quase todos os assuntos da matilha. O macho alfa era tradicionalmente apenas os músculos, impedindo os machos rivais de seqüestrar a fêmea Alfa, e mantendo um olhar atento sobre as outras mulheres e crianças. Mas o macho alfa apenas acasalou com a fêmea alfa e não era incomum a liderança feminina, com até cinco amantes do sexo masculino. Eles teciam histórias de uma terra muito diferente desta, onde o alce gigante vagava livre e os búfalos que eram tão abundantes quanto os pombos são agora. E ao ouvir todas essas histórias Eleana sentiu um profundo sentimento de perda, uma tristeza profunda que o seu povo: os Lobos Dire wolf de estarem tão perigosamente perto da extinção. Gregor havia terminado suas histórias e todos estavam quietos sentados à mesa, como se tivesse acabado de atender seu próprio funeral. Eleana sabia o que precisava ser feito.
  51. 51. Eles iriam reconstruir o que havia sido perdido. É claro que isso levaria tempo, mas eles iriam encontrar outra mulher que, como ela, tinha sido tomada e criada como loba comum. Tinha de haver outros como ela. E uma vez que o bando as encontrasse, eles levariam de volta para a matilha. Eleana se ergueu e colocou a mão sobre o pulso maciço de Gregor. — Estou muito feliz que você me encontrou e eu quero ajudar a reconstruir o nosso povo. — Um murmúrio encantado veio de Boris e Gregor. — Estávamos com medo que você ia dizer que queria voltar para sua família — disse Nick. Eleana olhou para Gregor. — Isso ainda é um problema que precisamos corrigir. Eu não posso vê-los como meus inimigos e eu me recuso a destruí-los. E não me importo o que aconteceu no passado. Precisamos olhar para o futuro. Essa é a nossa única esperança de sobrevivência, a conviver com os lobos. Nós também precisamos deles para nos ajudar a encontrar as outras fêmeas Dire Wolf. Se houver alguma. Boris zombou. — Os lobos nunca vão te ajudar. A última coisa que querem é chegar aos números que já tivemos. Olhe o quão duro eles tentaram escondendo-a de nós. — É verdade, mas eu entendo o seu medo. Meu irmão, ou que eu achava que era meu irmão, é alfa do meu bando. Se eu conseguir convencê-lo a uma trégua, ele conseguirá convencer todos os outros. Apenas me dê uma chance de tentar. Nick balançou a cabeça e sorriu. — Você é a fêmea alfa. Estamos dispostos a tentar as coisas à sua maneira se Gregor concordar. Mas ele vai ser difícil de
  52. 52. convencer. Ele odeia os lobos. Todos voltaram sua atenção para Gregor. Ele sentou com os braços cruzados, as rugas ao redor dos olhos profundos de preocupação. Seu olhar moveu-se sobre Eleana e ela esperava que ele se recusasse a deixá-la assumir a liderança neste assunto. — Como posso esquecer os crimes que eles cometeram? Você está pedindo muito de mim, Eleana. — Levantou-se e passeou no chão. Eleana levantou-se, interceptou-o, e colocou os braços ao redor de seu corpo. — Eu sei que isto vai ser duro para você, mas é a única forma de podermos construir os nossos números de volta. Devemos ter paz para manter nossas futuras crianças seguras. E que a paz tem de começar com você e meu irmão Steven. Gregor correu os dedos grossos em seu cabelo e puxou para trás de seu rosto. — Primeiro, veja se o seu irmão está disposto. Então vamos ver. Após café da manhã Gregor levou Eleana para o seu quarto e a deitou em sua cama king size. Eles despiram lentamente, retirando uma camada de cada vez e fazendo uma pausa para plantar beijos leves em sua pele nua. Eleana estendida debaixo do enorme líder
  53. 53. Dire Wolf desfrutava de sua atenção e se deleitava com o ardente desejo potente que crescia dentro dela. Para seu deleite, Nick e Boris logo se juntaram a eles, tirando a suas camisas quando eles vieram através da porta para revelar dois perfeitos e esculpidos peitos nus. O belo corpo nu de Gregor deslizou por trás dela para descansar de costas contra seu peito. Acariciando com suas mãos grandes para baixo seus seios e na barriga, ele colocou as mãos sob as coxas dela e levou-a abrir sua buceta, assim Nick e Boris teriam acesso fácil para fazer como quisessem. Os dois homens não hesitaram como homens famintos no banquete de um rei que se acotovelavam para chegar de boca entre as pernas dela e ter um gosto de sua essência. Duas línguas duelaram contra sua carne aquecida, provocando, lambendo, explorando. Eleana inclinou a cabeça para trás e deixou um vigoroso gemido escapar de sua garganta. Pareceu-lhe tão engraçado que, antes de sua transformação, ela nunca teria sonhado em vir aqui, muito menos dormir com três machos ao mesmo tempo, mas agora parecia normal, e quase normal. Nick e Boris se revezavam lambendo e mordiscando-a, enquanto um focava a atenção em sua buceta o outro arrastava beijos para cima e para baixo na parte interna das coxas. Doces ondas de puro prazer corriam em seu corpo, como se afogasse num mar profundo de desejo. Mas assim que ela pensou que eles iam para parar e tomá-la, Gregor tomou seus lábios e segurou a respiração dela com um beijo devastador.
  54. 54. Todos três machos brincaram com ela, até que ela se transformou, mesmo sem estar ciente de que tinha. Então eles também se transformaram. Nick foi o primeiro a montá-la, enfiando seu pau, comprido e grosso em seu canal encharcado e montando sua buceta até que o primeiro orgasmo rasgou sua mente para fora. O seguinte foi Boris, um belo branco Dire Wolf, que a montou e montou-a através dos próximos dois clímax, e o último foi Gregor. Seu pênis robusto enchendo-a e fazendo o que nenhum dos outros o fizeram, prendendo-a para si enquanto seu sêmen encheu o seu ventre. A sensação foi além do prazer, foi Nirvana completo, onde sua buceta ondulava com mini-orgasmos por longos dez minutos toda vez que se uniam. Após o seu clímax passar, Eleana desabou sobre a cama e deixando a doce misericórdia de sono a levar para longe. Capítulo 9Capítulo 9 Gregor sentou-se na varanda fumando um charuto e assistindo as crianças da vizinhança montar suas motos cima e para baixo na rua. Era a primeira vez em muito tempo que ele tinha sido capaz de relaxar tanto assim e se sentir bem. Grande parte da raiva e ódio contra os lobos estava começando a desvanecer-se agora que tinham Eleana. Eleana.
  55. 55. O próprio pensamento de seu nome o excitou. Ela era uma deusa, a mulher mais encantadora que ele jamais poderia ter esperado. E foi por causa disso que ele temia por sua segurança. E se os lobos decidissem destruí-la quando ela voltasse para eles para falar de paz entre as duas espécies? Eles eram certamente capazes desse tipo de traição, como seu passado vergonhoso tinha mostrado. Gregor não estava prestes a deixar-los a destruir a única esperança que sua matilha tinha para sobreviver. Havia apenas uma coisa que ele poderia fazer para protegê-la. Ele ia ter que matar o homem que havia lhe enganado em acreditar que ele era seu irmão, Steven. Coma ida de seu macho mais influente, os lobos estariam num caos. Após o assassinato, levaria anos para o bando para se reagrupar e ser tão poderoso como agora. Ele sabia que Eleana ficaria com raiva, mas, como Gregor viu, era o único caminho. Alcançando sua jaqueta de couro, ele puxou uma arma automática e verificou o clipe de balas. Havia uma abundância de balas de prata para atirar não só em Steven, mas em vários de seus homens de comando. Boris saiu vestindo apenas calça jeans desbotada e sentou-se ao lado de Gregor. — Isso foi incrível — disse ele. — Ela estava tão bonita, tão apaixonada. — Essa é a maneira que foi há muito tempo. Antes de todas as nossas mulheres serem mortas. Ela é a Alfa perfeita para nós. Será que ela ainda está dormindo? — Gregor perguntou. — Ela estava na última vez que verifiquei. Nick foi dormir com
  56. 56. ela. — Boris coçou o peito. — Na noite passada ela disse que queria ir encontrar seu antigo bando, logo que ela acordasse. Gregor grunhiu seu entendimento. — Então você e eu iremos com ela. E eu não quero que ela saiba, mas nós vamos estar armados. — O que você tem planejado? Gregor olhou através da porta de tela. Nick e Eleana devem ainda estar dormindo. — Eu pretendo matar seu irmão e de quaisquer outros machos dominantes para comprar-nos algum tempo para reconstruir nossos números. Boris fez uma careta. — Eu não acho que você deveria fazer isso, grande senhor. Você pode desprezá-los, mas Steven é a família de Eleana. Ela ainda ama todos os parentes lobos dela. Matá-los irá fazer uma fenda entre ela e todos nós. — Interessante como rapidamente você perdoa a escória de lobos após o que fizeram com nossa espécie. Pode ser que você tenha ficado suave com a primeira transa de uma nova fêmea? — Gregor perguntou numa sua voz que gotejava desprezo. — Bem, eu não esqueci. Eleana é uma de nós agora e seu irmão como se chama, sabe disso. Eu temo de que ele vai tentar tirá-la de nós, como ele fez com tudo o resto. — Você deve falar com Eleana antes de decidir fazer algo drástico — disse Boris. — Discutir o que comigo? — Eleana disse saindo para a varanda banhada e vestida. Gregor deve ter ficado confuso, pois achava que ela estava dormindo dentro, enquanto isso Boris escorregou para dentro de casa
  57. 57. deixando os dois sozinhos. Gregor caiu em um silêncio. O que ele poderia dizer a ela? Que ele ia desfazer de sua falsa família? Era melhor não dizer absolutamente nada. — O que está acontecendo, Gregor? — Disse ela tomar o lugar vago ao lado dele. — Nada que você precisa se preocupar, minha bela — disse ele envolvendo um braço em volta dela e apertando-lhe contra ele. — Você não está planejando vir comigo quando eu voltar, está? — Sim, eu estou — disse ele. Ela passou do seu abraço. — Você me prometeu que não iria. — Estou preocupado com você, Eleana. Eu não acho que é seguro para você voltar lá sozinha — disse ele. — Você acha que meu irmão faria algo para me machucar? — Ela perguntou irritada. — Primeiro de tudo, ele não é seu irmão, e, segundo, ele e seus parentes não tiveram nenhum problema destruindo as fêmeas Dire Wolf no passado. Porque você acha que você é tão especial. — Porque ele arriscou a vida por mim em mais de uma ocasião e eu acredito que ele me ama — ela disparou de volta. Gregor encolheu os ombros. — Talvez ele faça. — Mas não acredita nisso. — Não, eu não — disse ele friamente. — Então você ainda está planejando vir comigo? — Sim — respondeu ele. — Mas eu prometo ficar para trás. Isso faz você feliz?
  58. 58. — Não, só me faz um pouco menos chateada com você. — Eu vou ter de me contentar com isso então. Levantando-se, Gregor desceu as escadas e subiu em sua moto. — Eu estou pronto quando você quiser. — Eu pensei que Boris ia me levar. Na verdade, eu acho que eu prefiro andar com ele — disse ela não dando um passo para sair da varanda. Gregor queria estar com raiva, mas ao invés disso ele estava orgulhoso de Eleana. Ela estava realmente tornando-se uma forte líder. — Boris — ele latiu. Boris surgiu um segundo depois, e percebendo que eles estavam prontos para sair e foi até sua moto. Ele ligou-a e Eleana subiu ás suas costas. — Tudo bem — disse ela com firmeza. — Agora podemos ir. Já tinha passado perto de dois dias desde que ela saiu de casa e Eleana não tinha certeza de como sua antiga matilha iria reagir a vê-la subir para a casa de Steven com dois Dire Wolf a reboque. Então, para evitar qualquer coisa desagradável, ela fez Boris parar meio milha de distância para que ela pudesse chamar seu irmão em primeiro lugar e avisá-lo que estavam chegando.
  59. 59. Gregor parou ao lado deles com a mesma expressão triste, ele tinha quando a conheceu. Ela realmente queria que ele tivesse ficado em casa. Ele estava apenas adicionando mais tensão para uma tensão já existente na situação. Eleana discou o telefone e esperou pacientemente que Steven atendesse. E se ele a tivesse deserdado quando ela tinha ido? Infelizmente só havia uma maneira de descobrir. Finalmente, no quarto toque, ele atendeu. — Oi Steven. — Eleana, meu Deus. Onde diabos você esteve? Ficamos muito preocupados com você. — Bem, pelo menos ele parecia sincero, então talvez ele realmente estivesse preocupado. — Temos muito que falar — disse ela. Houve uma longa pausa no telefone. — Sim, eu sei. — Tenho dois dos shifters Dire Wolf comigo. Eles prometeram se comportar. Onde é que gostaria de nos encontrar? — Você não pode pedir-lhes para ficar em casa? — Perguntou ele. — Eles não vão. Eu tentei. Eu acho que, como nós, eles estão um pouco nervosos sobre como estão às coisas — disse ela. — Por que não nos encontramos no parque? — Steven ofereceu. — Isso é muito território neutro para ambos os nossos bandos. Eleana estudou Gregor nervosamente. Ela não conhecia a expressão do Alfa por tanto tempo, mas ela podia sentir sua apreensão e sabia que ele estava tramando algo. Ela simplesmente não sabia o quê.
  60. 60. Mas se esta trégua entre suas matilhas fosse funcionar, ela ia ter que conseguir uma garantia sobre o macho dominante, antes que ele fizesse uma coisa estúpida para arruinar a frágil paz. — Tudo bem. Eu vou te encontrar lá em cerca de 20 minutos. Eleana desligou e voltou sua atenção para Gregor. — Ele concordou em nos encontrar no parque e provavelmente ele não estará sozinho. — Ela desmontou da moto de Boris e deu ao rapaz de um olhar sóbrio. — Você pode deixar Gregor e eu sozinhos por um momento? Boris desligou a moto dele e caminhou para fora do alcance das vozes. — Você está armado? — Eleana perguntou ao líder sombrio. Gregor conhecia aquele seu olhar. — Eu normalmente estou. — Você está planejando fazer algo com essa arma? Gregor não respondeu e Eleana sentiu um aperto gelado de terror no coração dela. Ele vai matar Steven, eu sei. — Se você fizer alguma coisa para arruinar este encontro eu nunca vou perdoá-lo e eu vou recusar a ser uma parte desta matilha. Eu não terei todos me vigiando. Eu compreendo que há muita dor em seu passado, mas isto tem que acabar agora. Nós devemos ter paz com os lobos se quisermos ter um futuro. — Quer que eu apenas me sente como um idiota enquanto ele abate você? — Eles não vão me abater. Se quisessem fazer isso, eles teriam feito há um tempo — disse ela. — Mas você não era uma ameaça para eles na época. Você
  61. 61. não poderia nem mesmo se transformar. Agora as coisas são diferentes — respondeu e ela pôde ver como ele estava sinceramente preocupado. Se ela não tivesse estado tão chateado com ele, ficaria lisonjeada. — Sim, mas eu o conheço toda a minha vida. Eu acho que isso muda as coisas também. Ouça, se esta reunião der errado e tudo pode dar errado. Eu não posso dizer o que fazer, mas até então eu quero que você mantenha sua calma. O que quero dizer é, por favor não seja o primeiro a começar qualquer coisa. Ok Gregor? O macho Dire Wolf puxou-a em seus braços e apertou-lhe. Ele cheirava bem, como o sabão fresco e ali era um conforto para a sua força maciça. — Eu acho que você está assumindo um grande risco — disse ele severamente. — Mas nós vamos fazer isso do seu jeito. Por agora. Capítulo 10Capítulo 10 O ponto de encontro era num pavilhão de piquenique perto da entrada principal do parque. Eleana desmontou da moto de Gregor tentando não parecer tão nervosa quanto ela se sentia. Ela realmente precisava deste encontro ir bem, por tudo que lhe importava. Steven estava sentado sozinho no banco de piquenique, seu belo rosto pálido de preocupação. Ela apertou o braço de Gregor para tranqüilizá-lo e se aproximou do banco sozinha.
  62. 62. — Oi — disse ela. Havia muito espaço para ela sentar-se, mas ela decidiu permanecer em pé por agora. Steven olhou para Gregor. — Oi. Este encontro era muito mais difícil do que pensava. — Ouça — disse Eleana tentando atravessar a tensão. — Eu sei sobre o que aconteceu no passado e eu não me importo. O que me interessa é o futuro, futuro, tanto para os lobos quanto para os Dire Wolf. Tudo que eu quero ouvir de você, Steven, é que você está disposto a trabalhar comigo. Steven esfregou o rosto. — Se deixarmos os Lobos Dire wolf crescer em força outra vez o que me garante que eles não vão começar a nos matar? Você viu-os na sua forma de lobo. Nós não somos páreo para eles. Como é que eu vou manter meu povo seguro? — Eu era um de seu povo uma vez — disse Eleana sentindo perdida e distante. — Não, Eleana, você nunca foi um de nós. Você sempre foi a ameaça que tínhamos de administrar . — Então o que você está dizendo? — Disse ela sentindo a garganta apertar. — Que você nunca me amou e cuidou de mim? Desculpe-me Steven, mas eu não acredito nisso. — Você é uma daquelas coisas agora. Eleana se sentou ao lado de seu irmão e ficou feliz por ele não pular para fugir dela. — Eu entendo que você está ferido e você sente que traí nossa família, mas não é assim. Isto é o que eu sou e você sempre soube disso. Não me empurre para longe neste momento crítico. Vamos usar o nosso amor um pelo outro para tornar as coisas melhores para todos.
  63. 63. Steven abaixou a cabeça e Eleana ficou chocado ao ver cair uma lágrima de seus olhos. Limpou-o longe com as costas da mão. Então ele jogou os braços em volta dela e a abraçou apertado. — Oh Eleana, Eu sinto muito por enganar você todos esses anos — disse ele em seu pescoço. — Eu deveria ter dito o que você, mas eu estava com medo que você nos deixasse. Eleana o abraçou apertado. — Está tudo bem. Eu entendo porque você fez isso, mas é hora de colocar todo o medo e preconceito de lado. Ok? Steven puxou para trás e levou um momento para recolher as suas emoções. — Ok. Em pé, Eleana sinalizou para Gregor vir e se juntar a eles. O líder dos Dire Wolf hesitou, e depois se aproximou mantendo os olhos azuis cravados em Steven. Este encontro cara a cara era um risco, mas ela sabia que tinha que fazer isso. Estes dois homens fortes nunca seriam capazes de deixar ao descanso as questões até eles começassem a conhecer uns aos outros. Eles tinham muito mais em comum do que qualquer um acreditava. — Gregor — Eleana disse. — Este é meu irmão Steven. Steven fez o primeiro gesto e ofereceu a mão tremula. — Paz? — questionou. Gregor ficou tenso e olhou para ela. Algumas nuvens cinza escuro atravessaram o sol da tarde. Uma pitada de tensão apertou a nuca de Eleana. E então Gregor estendeu a mão e pegou a mão de Steven e
  64. 64. sacudindo-a. — A paz — disse Gregor. Os dois homens soltaram e toda a tensão se drenou para fora no ar. Eleana sentiu os músculos do pescoço relaxar. — E agora? — Disse Steven. — Agora vamos começar a trabalhar na elaboração de leis que regem ambos nosso povo — disse Eleana. — E nós avançaremos com um plano para cumprir essas leis. — Sua irmã é realmente algo — Gregor disse a Steven. Havia uma nota carinhosa em seu tom que levantou o coração de Eleana. Seu irmão sorriu e seu rosto se iluminou. — Você não está me dizendo nada que eu não saiba. Por que não vamos todos, Gregor, e os outros dois homens Dire Wolf voltar para o bairro e conhecer todos os outros? — Eu acho que é uma grande idéia — disse Eleana. — Quando? — Gregor pediu. — Que tal hoje? — Sugeriu lançando um olhar lúdico de seu irmão. — Você acha que eles podem preparar um festival de luar, então? — Claro — disse Steven. — Você conhece nosso bando. Qualquer desculpa para uma festa está tudo bem para eles. — Isso foi o suficiente. E desta vez Eleana seria capaz de transformar assim como todos os outros. Ela olhou para Gregor e, por uma das poucas vezes desde que o encontrou, Eleana o viu sorrir. Milagre sobre milagres.
  65. 65. Bem, talvez houvesse esperança para a trégua entre os lobos e os Dire Wolf, afinal. Eleana esperava isso. Então ela poderia ter o melhor dos dois mundos.

×