química                                               substâncias inorgânicas                                             ...
X s 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 ∴ 2 e– na CV.∴ X doa 2 e– s X 2+
2Y s 1s2 2s2 2p5 ∴ 7 e– na CV.∴ Y recebe 1 e– s X 1–A fórmula será: X 2+ Y1– ∴ XY25. eO MgO é formado por um metal (Mg) e ...
percebe-se que as ligações existentes entre o césio, um metal (alcalino), e o cloro, um não metal, são do tipo iônicas no ...
320. cMgO: composto iônicoI2: composto covalente (molécula)Pt: composto metálico21. d                                     ...
C w 1s2 2s2 2p6 3s1 ∴ 1 e– na CV2. a O Angular H H H H H O O O Linear O O O C C S O C H H HH O S              11Tetraédric...
4. CH4: apolar, tetraédrica                                          5                                  CHHHH5. NH3: polar...
Capítulo 3Dissociação e ionização / Conceitos                       O HCl apresenta um hidrogênio ionizável, portanto mono...
c) Porque o NaCl sofre dissociação iônica, separando os íons      e) Incorreta. H2SO4 é um ácido forte (α > 50%).       Na...
Exercícios complementares                                                   a) Incorreto. Sódio e potássio formam composto...
13. cÁgua sanitária (ou água de lavadeira): hipoclorito de sódioFermento em pó: bicarbonato de sódioSolução fisiológica: c...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

1º química

3.070 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.070
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1º química

  1. 1. química substâncias inorgânicas 1Capítulo 1Ligações químicas e tipos de substânciasConexõesHibridação do carbono sp2: Orbital pOrbital sp2Orbital sp2Orbital sp2CHibridação do carbono sp: Orbital pOrbital spOrbital spOrbital spCExercícios complementares9. a) 20A: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 sfamília (ou grupo) 2(IIA)35B: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p5 s família (ou grupo) 17(VIIA)b) ABAB222+−wLigação iônica, pois A é um metal e B é um ametal.10. a) FH — FHb) S CSSSCc) PClClClClClClPd) SClOClClClOSe) OClClOClCl11. aO sódio possui um elétron na camada de valência e, assim, torna-se um cátion monovalente. O flúor possui sete elétrons na camada de valência, tornando-se um ânion monovalente. Daí a fórmula NaF. 12. a HHBe: berílio com 4 elétrons de valência FFFB: boro com 6 elétrons de valência NO: nitrogênio com 7 elétrons de valência OON: nitrogênio com 7 elétrons de valência. 21. a Latão: liga metálica de cobre e zinco. Bronze: liga metálica de cobre e estanho. 22. d Os metais tendem a deixar livres os elétrons não compartilhados de suas camadas de valência. 23. d Liga metálica é uma mistura homogênea envolvendo dois ou mais metais. No latão temos cobre e zinco e no bronze, cobre e estanho. 24. b III. As ligas de magnésio sofrem reação de oxidação (corrosão) no organismo e os íons do metal se espalham nos tecidos ao redor, reagindo posteriormente com a água. Tarefa proposta 1. b O sódio possui um elétron de valência e, por isso, doa. O cloro possui sete elétrons de valência e, por isso, recebe. Quando juntos, formam uma ligação iônica. 2. e Analisando a distribuição eletrônica do 15P (1s2 2s2 2p6 3s2 3p3), observa-se que ele possui cinco elétrons na camada de valência e que, portanto, necessita receber três elétrons para preencher o octeto. 3. b [Ar] 4s2: dois elétrons de valência s X2+ [Ar] 4s2 3d10 4p4: seis elétrons de valência s Y2– 4. e Fazendo a distribuição eletrônica:
  2. 2. X s 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 ∴ 2 e– na CV.∴ X doa 2 e– s X 2+
  3. 3. 2Y s 1s2 2s2 2p5 ∴ 7 e– na CV.∴ Y recebe 1 e– s X 1–A fórmula será: X 2+ Y1– ∴ XY25. eO MgO é formado por um metal (Mg) e um ametal (O), portanto é um composto iônico, ou seja, a ligação entre os átomos se dá por transferência de elétrons. O 12Mg (1s2 2s2 2p6 3s2) doa 2 elétrons (transformando-se em Mg2+) para o 8O (1s2 2s2 2p4) (que se transforma em O2–), formando o MgO; e os elementos alcançam, assim, configuração eletrônica de gás nobre.6. dFazendo a distribuição eletrônica, observamos que:Mg w 2 e– na CV ∴ doa 2 e–Cl w 7 e– na CV ∴ recebe 1 e– Mg2+ Cl1– ∴ Mg1Cl2 (1 : 2)Ca w 2 e– na CV ∴ doa 2 e–O w 6 e– na CV ∴ recebe 2 e– Ca2+ O2– ∴ Ca1O1 (1 : 1)Li w 1 e– na CV ∴ doa 1 e–O w 6 e– na CV ∴ recebe 2 e– Li1+ O2– ∴ Li2O1 (2 : 1)K w 1 e– na CV ∴ doa 1 e–Br w 7 e– na CV ∴ recebe 1 e– K+1 Br–1 ∴ K1Br1 (1 : 1)7. 20X = 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s253M = 1s2 2s2 2p6 3s2 4s2 3d10 4p6 5s2 4d10 5p5M w ametal da família 17(VIIA) w forma ânion M–X w metal da família 2(IIA) w forma cátion X 2+8. dO cátion Na+ é formado do átomo neutro pela perda de um elétron. O ânion cloreto se origina do átomo neutro a partir do recebimento de um elétron. A carga nuclear de ambos os íons permanece constante.9. bFazendo a distribuição eletrônica para os elementos cloro e césio:17Cl: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p555Cs: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 4d10 5p6 6s1
  4. 4. percebe-se que as ligações existentes entre o césio, um metal (alcalino), e o cloro, um não metal, são do tipo iônicas no composto CsCl (cloreto de césio), tornando a opção b a única correta.10. b7N: 1s2 2s2 2p3Por apresentar cinco elétrons na camada de valência, o nitrogênio deve realizar três ligações covalentes, e não apenas duas, como mostra a fórmula.11. cO cloro possui sete elétrons de valência. ClAssim, apresenta três pares de elétrons dativos e um único elétron desemparelhado. 12. HOOClOO 13. d A presença de um elétron desemparelhado faz com que o radical livre se torne muito instável, o que possibilita reações químicas mais rápidas e amplas. 14. e FFFP 15. d III. O átomo B recebe 2 e–, pois apresenta 6 e– na CV. 16. c Analisando as distribuições eletrônicas, temos: • Z = 3 w 1s2 2s1 – camada de valência com um elétron – 2o período • Z = 11 w 1s2 2s2 2p6 3s1 – camada de valência com um elétron – 3o período • Z = 19 w 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s1 – camada de valência com um elétron – 4o período. I. (F) Pelo fato de possuírem um elétron no último nível, tendem a perdê-lo, formando cátions de carga 1+. II. (F) O número do último nível indica que pertencem, respectivamente, ao 2o, ao 3o e ao 4o períodos. III. (V) Como os elementos apresentados são metais (família 1 ou IA) e os do grupo 17(VIIA) são ametais, a combinação desses elementos origina substâncias iônicas. 17. a Na2O: iônica CO2: covalente SiO2: covalente CaCO3: iônica O2: covalente FeO: iônica 18. b MgZn2: metal + metal = metálica MgBr2: metal + ametal = iônica NF3: ametal + ametal = covalente 19. c O ouro utilizado na fabricação de joias é uma liga metálica de ouro, cobre e prata. Maior concentração de cobre aumenta a tonalidade de cor vermelha, enquanto maior concentração de prata “descolore” a joia, tornando-a mais prateada (ouro branco).
  5. 5. 320. cMgO: composto iônicoI2: composto covalente (molécula)Pt: composto metálico21. d Exercícios complementaresNos amálgamas, o metal comum é o mercúrio (Hg).22. As características podem ser: condutividade 9. c térmica; condutividade elétrica; maleabilidade; Amônia NH3 NHHH brilho; ductibilidade. Geometria: piramidal23. e Molécula: polarFerro: Fe 3 ligações covalente: polares”xido de ferro III: Fe2O3 10. aPolietileno: — (CH2 — CH2)n — C Molécula apolar Cl Cl Cl Cl I.Ferro: átomos de metal w ligação metálica Molécula apolar Molécula polar Molécula polar Te S C S Br — ClH H II. III. IV.”xido de ferro III: Fe2O3 w metal + ametal, portanto 11. d ligação iônica C I. II. III. IV. Molécula apolar é Molécula apolar é Molécula polar é Molécula apolarPolietileno: — (CH2 — CH2)n w ametal + hidrogênio, H H S C S N N H HH — Br H R = 0 = R = 0 = R _ 0 _ R = 0 portanto ligação covalente 12. c24. a O Molécula polar Molécula polar Molécula apolar Molécula apolar H H — Cl O C O ( V ) Titânio: pinos para fraturas ósseas e motores H2O O HCl H CCl4 4 CO2 2 H C Cl Cl Cl Cl de avião. ( IV ) Prata: papel fotográfico e fabricação de 21. a) NH3 (apresenta ligações de hidrogênio) espelhos. b) HF (apresenta ligações de hidrogênio) c) CCl4 (os dois apresentam forças de London, mas a massa da ( I ) Zinco: protetor de molécula CCl4 é muito maior que a massa do CH4) metais e pigmento 22. Soma = 14 (02 + 04 + 08) branco. (01) O HF é líquido em temperatura abaixo de seu ponto de ebulição ( III ) Níquel: confecção de moedas e baterias (+20 ºC) e em temperatura superior ao seu ponto de fusão. recarregáveis. (16) O HF apresenta maior PE, pois realiza interações intermo - ( II ) Ferro: fabricação de aço e parafusos. leculares do tipo ligação de hidrogênio. 23. cCapítulo 2 Geometria molecular e I. CH4 … CH4: moléculas apolares w dipolo instantâneo II. HBr … HBr: moléculas polares w dipolo permanenteforças intermoleculares III. H3COH … H2O: moléculas polares w ligação de hidrogênioConexões 24. d As ligações de hidrogênio conferem elevados pontos de ebulição àsNa dissolução de gases em líquidos, como é o caso do estruturas. gás oxigênio (O2) na água do aquário, a elevação da temperatura do sistema pode fazer com que esse Tarefa proposta gás ali presente, fundamental para a sobrevivência dos peixes, seja expulso do aquário, 1. b causando, assim, sua morte. S Trigonal plana O O O O O O S
  6. 6. C w 1s2 2s2 2p6 3s1 ∴ 1 e– na CV2. a O Angular H H H H H O O O Linear O O O C C S O C H H HH O S 11Tetraédrica Tetraédrica OH — O O H — O H H O H O C H H HH N O H (O — H)– H H H + + – H Tetraédrica é N H H HH O3. d D w 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5 ∴ 7 e– na CVIV. O SO3 possui geometria trigonal plana, pois não há pares de elétrons livres. 17 SOOOOOOS4. ea) S Geometria angular Molécula polar O O O O S O n a Ligação covalente polar (hidrogênio + ametal) Composto AD A A D Ligação covalente apolar (ametal + ametal) Composto DD D D D D Ligação iônica (metal + ametal) Composto CB C C B C Ligação iônica (metal + hidrogênio) Composto CA C C Ab) Geometria linear Molécula apolar O C O O C O O 7. dc) Geometria piramidal Molécula polar H NH H H N H H H a) Incorreta. H — Cl: linear, ligação simples b) Incorreta. O HH : angular, ligações simples c) Incorreta. N N: linear, ligação tripla d) Correta. O C O: linear, ligações duplasd) Geometria angular Molécula polar O N O O N O O e) Incorreta. N H H H : piramidal, ligações simplesObservação: Esta molécula não obedece à teoria do octeto. O 8. e nitrogênio está com 7 e– na camada de valência. Geometria tetraédrica Molécula polar H CHH F H C H H HF N NH3 H Geometria piramidal H HSi SiCl4 Cl Geometria tetraédrica Cl Cl Cl5. a 9. bComo a água é polar, as moléculas X são apolares. CH4: C H H HH s geometria tetraédrica Compostos com ponto de fusão e ponto de ebulição altos apresentam ligação iônica. CO2: O C O s geometria linear 6. d 10. 1-D; 2-E; 3-B; 4-A; 5-C A w 1s1 ∴ 1 e– na CV = hidrogênio 1. BF3: apolar, triangular (trigonal plana) 1 BFFF 2. HCN: polar, linear H—CN 3. BeCl2: apolar, linear B w 1s2 2s2 2p5 ∴ 7 e– na CV Cl — Be — Cl 9 4
  7. 7. 4. CH4: apolar, tetraédrica 5 CHHHH5. NH3: polar, piramidal NHHH11. e 2 (piramidal)2 1 (linear)1 PHHOCOH3 (polar)3 SOO12. b apolara OCOHCHHHpolarp apolara HPHHapolar (exceção, pois a eletronegatividade dofósforo e do hidrogênio é igual)i HNHHpolarp SHHpolarp OHH13. dII. Incorreta. Ligações covalentes e interação intermolecular do tipo ligação de hidrogênio.14. cCO2: O = C = OIII. Incorreta. Geometria linear.IV. Correta. Por ser apolar, é mais solúvel em ambientes apolares (hexano) que em ambientes polares (água).15. da) Incorreta. O metanol é polar.b) Incorreta. A molécula apresenta um carbono sp3.c) Incorreta. Esse composto é molecular.d) Correta. O grupo OH interage com as moléculas de água, formando ligações de hidrogênio. 16. a N2: N N Ligação covalente (tripla) apolar, forças intermoleculares de London. 17. a Como o líquido terá ligação não polar (ligação covalente apolar), a molécula será apolar; portanto, as forças intermoleculares que atuarão serão as forças de dispersão de London (dipolo induzido-instantâneo). 18. b Todas as moléculas são angulares e polares, porém apenas nas moléculas de H2O encontra-se a realização de ligação de hidrogênio (muito fortes), o que justifica seus maiores pontos de fusão e de ebulição. 19. a Por causa da presença de grupos OH na estrutura, isso lhe possibilita realizar fortes ligações de hidrogênio com a água, conferindo-lhe grande solubilidade. 20. d As forças de ligação de hidrogênio são as mais intensas, o que contribui para a ocorrência da água no estado líquido, a 25 °C e 1 atm. 21. a) Homogêneo – Sistema I Heterogêneo – Sistema IV Heterogêneo – Sistema III Heterogêneo – Sistema II b) Do tipo ligações de hidrogênio. c) Do tipo forças de London. 22. a) Porque há variações nas forças intermoleculares e nas massas moleculares. Esses são os dois principais fatores que determinam o ponto de ebulição de uma substância. b) Porque, das quatro substâncias, o HF é a única que apresenta ligações de hidrogênio. c) Os três últimos compostos apresentam o mesmo tipo de força intermolecular (dipolo-dipolo), porém a massa molecular cresce na sequência HCl, HBr e HI. Por isso, o ponto de ebulição também cresce nessa ordem. 23. d As propriedades macroscópicas pontos de ebulição e densidade dependem das forças de interação intermolecular e da massa das substâncias, respectivamente. O heptano, além de possuir maior massa molar dentre as citadas, apresenta a cadeia carbônica mais extensa. 24. Adicionando-se os líquidos à água, têm-se: metanol — sistema homogêneo; benzeno — sistema heterogêneo com o benzeno na fase superior (menos denso); tetracloreto de carbono — sistema heterogêneo com o tetracloreto de carbono (mais denso) na fase inferior. Observação: Como os líquidos são incolores, é aconselhável adicionar quantidades destes bem menores que a quantidade de água usada.
  8. 8. Capítulo 3Dissociação e ionização / Conceitos O HCl apresenta um hidrogênio ionizável, portanto monoácido; dois elementos químicos, portanto binário; não possui oxigênio, de ácidos então hidrácido com baixo ponto de ebulição, portanto gasoso.Conexões 24. 1. a) oxiácidoEspera-se que o aluno, com essa atividade, possa relacionar e b) diácido identificar, no cotidiano, substâncias que apresentam c) ternário estruturas polares e apolares. Seguem alguns exemplos. 2. a) hidrácidoSolúveis em água: sal de cozinha, açúcar, vinagre, amoníaco b) monoácido etc. c) ternárioInsolúveis em água: azeite, manteiga, graxa, lubrificante etc. 3. a) oxiácido b) diácidoExercícios complementares c) ternário9. O que caracteriza uma substância em eletrólito ou não eletrólito é sua capacidade de geração de íons. Tarefa proposta10. Não. Para que uma substância seja considerada um bom 1. a eletrólito, além do fato de ser solúvel em água (portanto, A solução aquosa mais diluída de HCl tem menor polar), deve ter a capacidade de sofrer ionização. concentração de íons em solução, logo sua capacidade deHCl: molécula polar, solúvel e bom eletrólito. conduzir corrente elétrica, ou seja, de acender a lâmpada,C6H12O6: molécula polar, solúvel e não eletrólito. seria menor que a da solução concentrada.11. H2SO4 líquido (substância molecular) não apresenta os íons 2. b necessários para a condução da corrente elétrica. Mas, O HCl sofre ionização liberando seus íons em solução aquosa: quando dissolvido em água, esse ácido sofre ionização (H2SO4 HCl(g) + H2O() w HO3(aq.)+ + C(aq.)l− + 2H2O w 2H3O+ + SO42−, fenômeno que produz esses íons. A 3. b solução aquosa de H2SO4 é, portanto, boa condutora de corrente elétrica. Nas soluções aquosas de sais, as moléculas de água “rodeiam” os íons (solvatação); porém, como o oxigênio12. Ionização: HX HO22→22 H+ + X – apresenta carga parcial negativa, fica próximo do íon11 positivo (cátion); para o hidrogênio, a carga parcial é1,5 ∙ 1023 moléculas 3,0 ∙ 1021 íons positiva, ficando “voltado” para o ânion.Lembrete: 1,5 · 1023 = 150 · 1021 4. a) Porque o LiCl é uma substância iônica e seus íons sóα=númerodemoléculasionizadasnúmerodemoléculaasdissolvidas adquirem a mobilidade necessária para a condução de corrente elétrica quando em estado líquido ou quando dissolvidos em água. = 3010150102121,⋅⋅ = 0,02 (ou seja, 2%) b) Porque o H2SO4 é uma substância molecular. Em estado líquido, simplesmente não há íons para conduzirem a corrente elétrica.O ácido HX é um eletrólito fraco. 5. c21. a) HCO2H+CO23HO+3222→22− ou A lâmpada se acenderá com as soluções aquosas de K2S,HCO+2HO2HO+CO232332w+− H3PO4 e HI, pois o AgI é insolúvel e o CCl4 é imiscível em águaHNOH+NO2HO+222→22− ou por ser apolar.HNO+HOHO+NO2232w+− 6. cb) Ácido nitroso (HNO2), pois o H2CO3 é um ácido fraco O KNO3 é um composto iônico que sofre dissociação de acordo (exceção). com a equação:c) (HNO2)(H2CO3)H — O — N OH — OH — OC O KNO3(s) w K(aq.)+ + NO3(aq.)− 7. a) No estado sólido, os íons Na+ e Cl– não têm mobilidade suficiente para a condução de corrente elétrica. b) O HCl puro é um composto molecular, portanto, no22. e estado líquido, não possui cargas elétricas para aApresenta apenas um hidrogênio ionizável. condução de corrente elétrica.23. b 6
  9. 9. c) Porque o NaCl sofre dissociação iônica, separando os íons e) Incorreta. H2SO4 é um ácido forte (α > 50%). Na+ e Cl–, fazendo com que estes fiquem dispersos em 17. a solução com mobilidade para a condução de corrente b) Incorreta. H2CO3 é covalente (molecular). elétrica, enquanto o HCl, quando em solução, forma c) Incorreta. H2O tem geometria angular. íons H+ e Cl– responsáveis pela condução de corrente d) Incorreta. CO2 tem geometria linear. elétrica. e) Incorreta. H2CO3 é um ácido fraco.8. KOH s composto iônico solúvel que sofre dissociação, 18. c portanto se acende. O ácido sulfúrico tem a capacidade de retirar água do sis temaC6H6 s composto covalente insolúvel em água que não sofre em que está inserido (efeito desidratante) e também está ionização, portanto não se acende. envolvido no processo de fabricação de produtos sulforados.HCl s composto covalente solúvel em água que sofre ionização, portanto se acende.Fe s composto metálico insolúvel em água, portanto não se 19. F – V – F – F acende.NaCl s composto iônico solúvel que sofre dissociação, portanto CO C C O ; HCN C H — C NH3PO4 4 NH4Cl C II. III. I. IV. H — O — P — se acende. O — HOOHHClO3 3 H — O — Cl OOHNHHH[Cl]–+ 20. d9. Testar a condutividade elétrica das soluções, pois o cloreto Se o ácido é forte, então estará bastante ionizado, com α = de sódio é um composto iônico que sofre dissociação, 100%. formando solução eletrolítica, enquanto a sacarose sofre 21. d dissolução, dando origem a solução não eletrolítica. Oxiácido — tem oxigênio na estrutura; diácido — dois hidro gênios10. Para a lâmpada se acender, a solução terá que ser ionizáveis. eletrolítica, que será formada pelas soluções de números 22. c 2, 3 e 5. A equação representa a ionização total do ácido fosfórico,11. e um triácido, produzindo o ânion trivalente fosfato.I. Dissociação 23. eII. Liberação do gás (CO2) Quanto maior o valor de α, mais forte é o ácido, portanto aIII. Formação do ácido (H2CO3) ordem crescente da força será:IV. Ionização H3BO3 < H3PO4 < H2SO4 < HNO3 < HClO412. F – V – V 24. dI. KBr: composto iônico, sofre dissociação iônica. Condutibilidade elétrica maior significa maior grau de ioniza-13. c ção, portanto HCl é eletrólito forte.Ácidos de Arrhenius são substâncias que em solução aquosa liberam H+ como único cátion.14. d Capítulo 4Bases e saisII. HNO3 é um oxiácido.15. b ConexõesH2SO4: 2 hidrogênios ionizáveis (diácido), 3 elementos químicos O sal pode ser fluoretado e iodado, como uma forma ética e (ternário), presença do oxigênio (oxiácido). barata de combater a cárie e o bócio, respectivamente.16. b Assim, além do cloreto de sódio (NaCl), no produto pode sera) Incorreta. H3PO4 é um ácido moderado. encontrado também o iodeto de potássio (KI).b) Correta. α < 5% 7c) Incorreta. HNO3 é mais forte que H3PO4.d) Incorreta. H3BO3 é mais fraco que H2CO3.
  10. 10. Exercícios complementares a) Incorreto. Sódio e potássio formam compostos básicos em água.9. b b) Incorreto. Os cátions apresentam raios menores que seusPara neutralizar o efeito de um ácido (ácido fórmico), devemos respectivos átomos neutros. utilizar uma base. c) Incorreto. Sódio e flúor formam o composto iônico NaF. e) Incorreto. Sódio e potássio são muito eletropositivos.10. bCa(OH)2 w parcialmente solúvel, portanto forte. Possui duas 12. d hidroxilas, portanto dibásica. Clorato de potássio s KClO3 Perclorato de potássio s KClO411. a) Na Cl Nitrato de estrôncio s Sr(NO3)2 Carbonato de estrôncio s SrCO3b) 11Na: 1s2 2s2 2p6 3s1 Sulfato de estrôncio s SrSO4c) CaSO4: sulfato de cálcio Nitrato de bário s Ba(NO3)2KCl: cloreto de potássio Clorato de bário s Ba(ClO3)2Ba(NO3)2: nitrato de bário Carbonato de bário s BaCO312. e Nitrato de magnésio s Mg(NO3)2Mono-hidrogenofosfato de ferro III: Fe2(HPO4)3 Carbonato de cobre II s CuCO321. b Sulfeto de cobre II s CuSa) Ácido carbônico s refrigerantes gaseificados Carbonato de sódio s Na2CO3c) Ácido sulfúrico s bateria de automóvel 8d) Hidróxido de magnésio s antiácido estomacal22. ePara combater a acidez, deve-se empregar uma substância com característica básica.23. F – V – VI. Leite de magnésia e soda cáustica são compostos básicos.24. d Ca2+ PO4 Metal alcalinoterroso Ânion fosfato Ca3(PO4)2 3–Tarefa proposta1. II-B; III-A; IV-D; V-C2. aOs ácidos muito ionizáveis e as bases solúveis (com exceção do NH3) são eletrólitos fortes.3. cBasta usar a regra: X+m Y–n w XnYm4. e Ca2+ 2– O C O O5. a) Cloreto de potássio: ligação iônica (K+Cl–) e cloreto de hi- drogênio: ligação covalente (HCl)b) Os dois compostos são bastante solúveis em água, sendo que o KCl, ao se dissolver, sofre dissociação iônica, e o HCl, ao se dissolver, sofre ionização.c) O KCl é um sal, e o HCl, um ácido. 6. c a) Incorreto. O rádio é muito eletropositivo. b) Incorreto. O rádio é metal e reage com halogênios, formando sal. d) Incorreto. Forma compostos com ânions monovalentes na proporção 1 : 2. 7. a NaClO: hipoclorito de sódio NaCl: cloreto de sódio H2SO4: ácido sulfúrico 8. a Cax ++ 2 105 –3 – 9 · 3 (OH) + –1 – 1 · 1 (PO4)3 9. F – V – F – F – V I. A água potável contém oxigênio e sais minerais dissolvidos. II. Al2(SO4)3: sulfato de alumínio; Ca(OH)2: hidróxido de cálcio; Al(OH)3: hidróxido de alumínio; CaSO4: sulfato de cálcio. III. O hidróxido de alumínio retém, além do material orgânico (restos de folhas), materiais inorgânicos, como terra em suspensão. IV. O cloro possui 7 elétrons na camada de valência. V. Nos estados sólido e líquido, as moléculas de H2O mantêm-se unidas por ligações do tipo ligações de hidrogênio. 10. F – V – V I. Fórmula estrutural é uma característica de compostos moleculares. 11. d
  11. 11. 13. cÁgua sanitária (ou água de lavadeira): hipoclorito de sódioFermento em pó: bicarbonato de sódioSolução fisiológica: cloreto de sódio14. V – F – V – V – VII. HCl s ácido clorídrico15. dPara combater a acidez estomacal, deveremos ingerir substâncias com caráter básico, portanto NaHCO3 e Mg(OH)2.16. bK2Cr2O7: dicromato de potássioCr2(SO4)3: sulfato de cromo IIIK2SO4: sulfato de potássio17. da) Incorreto. Espécies presentes: Li+, CO32−, H+, OH–b) Incorreto. O raio do íon Mg2+ é maior que o do íon Li+.c) Incorreto. 3Li+ = 1s2 e 2He = 1s2e) Incorreto. Cada elemento do grupo apresenta uma cor característica no teste da chama.18. aSulfato: SO42−Dióxido de enxofre: SO2Sulfeto de hidrogênio: H2S19. V – V – V 20. b I. Trata-se de uma mistura de NaCl e KCl; logo, a massa será menor que 1 tonelada. III. As duas substâncias são solúveis em água, portanto esse método não é apropriado (eficiente). 21. d I. KMnO4: permanganato de potássio IV. MgSO4: sulfato de magnésio VI. NaClO: hipoclorito de sódio 22. a Iodeto de potássio s KI Sulfato de magnésio s MgSO4 Cloreto de césio s CsCl 23. c a) São sais. b) K+NO3− e Na+F– s cátions monovalentes d) KNO3 é iônico. e) NaF possui ligações iônicas e KNO3 possui ligações iônicas e covalentes. 24. 1-G; 2-E; 3-D; 4-B; 5-A 1. NaHCO3: bicarbonato de sódio (G) 2. Mg2P2O7: pirofosfato de magnésio (E) 3. H2SO4: ácido sulfúrico (D) 4. Pb(OH)4: hidróxido de chumbo IV ou hidróxido plúmbico (B) 5. H3PO4: ácido fosfórico (A)9

×