COAPRENDIZAGEM E COCRIAÇÃO 
PRAPETEC -Prática Pedagógica no Ensino e Aprendizagem com Tecnologias Educacionais 
PPGE -PUCP...
PRAPETEC 
SUMÁRIO 
Neste material vamos discutir sobre a coaprendizagem e a cocriação. Abordaremos os seguintes itens: 
•C...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM
PRAPETEC 
Antesdefalarmossobrecoaprendizagem,temosquefalarsobreoqueaantecede:aCOLABORAÇÃO. 
Acolaboraçãoéoitemprimordialpa...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -INTRODUÇÃO 
SegundoKenski,Gozzi,Jordão(2012): 
“Desenvolveratividadescolaborativasemambientesvir...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -INTRODUÇÃO 
Coaprendizagem deriva da colaboração
PRAPETEC 
Agora que você viu o elo existente entre a colaboração e a coaprendizagem, estude de onde o termo surgiu e o que...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -CONCEITOS 
SegundoOkada(2012),otermocoaprendizagemfoiinicialmentedefinidoem1996porFrankSmithnoli...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -CONCEITOS 
Esteconceitofoidescritoparaenfatizaraimportânciademudarambosospapéis: 
•deprofessores...
PRAPETEC 
Paraalémdoconceitoénecessárioentenderqueacoaprendizagemsóaconteceporqueexistempráticaseducacionaisquepermitemque...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -PRÁTICAS EDUCACIONAIS 
SegundoOkada(2011): 
Acoaprendizagemderivadaaplicaçãodepráticaseformasdea...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -PRÁTICAS EDUCACIONAIS 
Nestaspráticas,deacordocomOkada(2011),acoaprendizagemseefetivaaoabordaros...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -OPORTUNIDADES 
Comestaconfiguração,acoaprendizagemproporcionadiversasoportunidades,principalment...
PRAPETEC 
E os agentes da coaprendizagem?
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -COAPRENDIZES 
Os agentes da coaprendizagemsão os coaprendizes. 
Estessãoaprendizescomprometidosc...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -COAPRENDIZES 
SegundoBarrosetal(2011),aconstruçãocolaborativadeconhecimentoébaseadanaparticipaçã...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -COAPRENDIZES 
Destaforma,oconhecimentorecentementeadquiridoéintegradocomconstruçõesintelectuaisp...
PRAPETEC 
COAPRENDIZESDESEMPENHAM PAPÉIS IMPORTANTES, TAIS COMO (OKADA, 2012): 
Obs.: Todos estes papéis ajudam usuários a...
PRAPETEC 
E o espaço para que a COAPRENDIZAGEM aconteça?
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM-COLETIVIDADES 
Alémdoscoaprendizesengajados,paraqueaconteçaacoaprendizageménecessárioexistirumesp...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -COLETIVIDADES 
Brantmeier(apudOkada,2012),reforçandoaideiadanecessidadedacoletividade,explicaaco...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -COLETIVIDADES 
DeacordocomOkada(2011,p.3): 
“[...]aspessoasorganizam-seemcoletividades, numapers...
PRAPETEC 
Além dos agentes e do espaço, é importante também discutir acerca dos estilos de aprendizagem para que a coapren...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -ESTILOS 
Podemos elencar alguns estilos de aprendizagem que podem auxiliar na construção de cole...
PRAPETEC 
POISBEM,PARACONSTRUIRCOLETIVIDADESQUEPROMOVAMACOAPRENDIZAGEMÉNECESSÁRIO: 
[...]consideraroestilodeaprendizagemin...
PRAPETEC 
SUJEITOS COM PERFIS COMPLEMENTARES 
SegundoBarrosetal(2011),paraumacoletividadefuncionardeumaformacolaborativaén...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -ESTILOS 
Estilosdeaprendizagem 
Estilosdeusodoespaçovirtualparaacoaprendizagem 
Indicadoresparaa...
PRAPETEC 
Vamos ver as características de cada estilo de aprendizagem.
PRAPETEC 
ESTILO DE USO PARTICIPATIVO EM REDE (BARROS ET AL, 2011, P.12-13): 
Aparticipaçãoéoelementocentraldoestilo. 
Nec...
PRAPETEC 
ESTILO DE USO BUSCA E PESQUISA EM REDE (BARROS ET AL, 2011, P.12-13): 
Temcomoelementocentralparaaaprendizageman...
PRAPETEC 
ESTILO DE ESTRUTURAÇÃO E PLANEJAMENTO EM REDE (BARROS ET AL, 2011, P.12-13): 
Temcomoelementocentraldesenvolvera...
PRAPETEC 
ESTILO DE AÇÃO CONCRETA E PRODUÇÃO EM REDE (BARROS ET AL, 2011, P.12-13): 
Temcomoelementocentralutilizaroespaço...
PRAPETEC 
Nesta configuração de estilos de aprendizagem, a coaprendizagem se desenvolve em espaços especialmente férteis q...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -ESPAÇOS FÉRTEIS 
ComoapontaBarrosetal(2011,p.12),aparticipaçãoérealizadadeformacolaborativa,poss...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -ESPAÇOS FÉRTEIS 
ParaBarrosetal(2011,p.12,13),osdiversosmodosdecoaprender,quesignificamaprendere...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -ESPAÇOS FÉRTEIS 
Além destes espaços, na atualidade temos uma série de recursos que podem amplia...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -ESPAÇOS FÉRTEIS 
REA:Enriqueceapropiciaamplaparticipaçãoparacriar,adaptarereutilizar(OKADA,2012)...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -ESPAÇOS FÉRTEIS 
Para Okada, 2012. 
Aaprendizagemabertaviamídiascolaborativastempotencializadoas...
PRAPETEC 
Vamos nos aprofundar no espaço e no recurso da Web 2.0, como potencializadorda coaprendizagem, especificamente n...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -WEB 2.0 
Web2.0:caracterizadaportecnologiasdoconhecimentoederedessociaiscominterfacesabertaspara...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -COAUTORIA 
SegundoOkada(2011),paraefetivarasuperaçãodeumaeducaçãofocadanoinstrucionismodeve-sein...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM COLEARN 2.0 
Ocolearn2.0é,então,umaformainovadoradeaprendizagemeletrônica(e.learning)queenvolveoc...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM COLEARN 2.0 
EsteconceitotemseufoconaeducaçãoabertacolaborativaonlinecomRecursosEducacionaisAbert...
PRAPETEC 
Para elucidar as diferenças que este conceito traz de novidade para a educação Tradicional em e-Learning via a u...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -DIFERENÇAS 
Tradicional e-Learning via VLE 
Coaprendizagemvia REA e Mídias Sociais 
Comunidade 
...
PRAPETEC 
COAPRENDIZAGEM -DIFERENÇAS 
Tradicional e-Learning via VLE 
Coaprendizagemvia REA e Mídias Sociais 
Fontes 
Paco...
PRAPETEC 
COCRIAÇÃO
PRAPETEC 
REVOLUÇÃO EDUCACIONAL CULTURAL 
Ah! 2014! 
A ação que une 
Interação que gera produções múltiplas 
Que embarcada...
PRAPETEC 
INTRODUÇÃO: 
Apresentamosdeinício,umdiálogocomautilizaçãodositeStoryboardThat,quepossibilitaacriaçãodehistóriase...
PRAPETEC 
Paulinhae Karla conversandosobreo Grupode Pesquisanasdependênciasda Universidade…
PRAPETEC
PRAPETEC
PRAPETEC
PRAPETEC 
De acordo com Torres et al (2010), a COCRIAÇÃO É: 
Umaproduçãocoletivadeumtextooumídia,realizadapormeioderelaçõe...
PRAPETEC 
Aconstruçãocoletivaacontecepelatrocaconstanteentreosautores,demaneiraquetodoscontribuamcomsuasideias, experiênci...
PRAPETEC 
A GESTÃO DO PROCESSO DE CRIAÇÃO COLETIVA 
Énagestãodoprocessodecriaçãocoletiva“queoscomponentesdogruposeorganiza...
PRAPETEC 
O QUE É IMPORTANTE NO TRABALHO DE COCRIAÇÃO: 
chuva de ideias 
esboços 
rascunhos 
criações 
consultores 
editor...
PRAPETEC 
A COCRIAÇÃO É BASEADA NA COLABORAÇÃO, POIS... 
A colaboração entre os pares permite a cocriação. 
Acolaboraçãopr...
PRAPETEC 
AS PRÁTICAS DE INTERAÇÃO E COLABORAÇÃO 
Éatravésdaspráticasdeinteraçãoecolaboração[...]queaaprendizagemresultanu...
PRAPETEC 
COCRIAÇÃO TAMBÉM SUGERE... 
PEA são práticas ao redor da criação, uso, e gestão de recursos educacionais abertos...
PRAPETEC 
CONCLUINDO... 
TodoprocessodeCOCRIAÇÃO,dependedeprocessosmadurosdeinter-relaçõespessoais, querespeitemevalorizem...
PRAPETEC
PRAPETEC 
REFERÊNCIAS 
BARROS, Daniela; MIRANDA, Luisa; GOULÃO, Maria de Fátima; HENRIQUES, Susana; MORAIS, Carlos.Capítul...
PRAPETEC 
REFERÊNCIAS 
TORRES, P. L. (2002). Laboratório Onlinede Aprendizagem: uma proposta crítica de aprendizagem colab...
COAPRENDIZAGEM E COCRIAÇÃO - PRAPETEC
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

COAPRENDIZAGEM E COCRIAÇÃO - PRAPETEC

344 visualizações

Publicada em

Trabalho desenvolvido no grupo de pesquisa PRAPETEC, da PUCPR.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
344
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

COAPRENDIZAGEM E COCRIAÇÃO - PRAPETEC

  1. 1. COAPRENDIZAGEM E COCRIAÇÃO PRAPETEC -Prática Pedagógica no Ensino e Aprendizagem com Tecnologias Educacionais PPGE -PUCPR -Grupo de Pesquisa -2014 Prof.ª Dra. Patrícia LupionTorres Camila Ferreira da CostaTeixeira Danielle Cristine Boaron GiovanaVaz da Silva Katia EthiénneEsteves dos Santos Luciane Hilu Neide MitiyoShimazakiTsukamoto Neusa Nogueira Fialho Raquel Pasternak GlitzKowalski Rita de Cássia Veiga Marriott SuyanneTolentino de Souza PRAPETEC
  2. 2. PRAPETEC SUMÁRIO Neste material vamos discutir sobre a coaprendizagem e a cocriação. Abordaremos os seguintes itens: •Conceitos de Coaprendizagem •Práticas educacionais que envolvem a coaprendizagem •Oportunidades geradas pela coaprendizagem •Agentes da coaprendizagem –os coaprendizes •Coletividades •Estilos de coaprendizagem •Espaços férteis para a coaprendizagem •Coaprendizagem + web 2.0 •Coaprendizagem Colearn2.0 •Diferenças entre o tradicional e- learningvia VLE e a coaprendizagem via REA e mídias sociais •Conceitos de Cocriação •A Gestão do processo de criação coletiva •O que é importante no trabalho de cocriaçao •No que é baseada a cocriação •As Práticas de interação e colaboração •Definição de práticas educacionais abertas
  3. 3. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM
  4. 4. PRAPETEC Antesdefalarmossobrecoaprendizagem,temosquefalarsobreoqueaantecede:aCOLABORAÇÃO. Acolaboraçãoéoitemprimordialparaqueacoaprendizagemaconteça. VejanacitaçãodeKenski,Gozzi, Jordão(2012),napróximapágina.
  5. 5. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -INTRODUÇÃO SegundoKenski,Gozzi,Jordão(2012): “Desenvolveratividadescolaborativasemambientesvirtuaisdeaprendizagempressupõeaparticipaçãodetodasaspessoasenvolvidasnoprocesso.Alunoseprofessoressearticulampermanentementeesetornamatoresativosnamedidaemquecompartilhamsuasexperiências,pesquisasedescobertas”. Coaprendizagem deriva da colaboração
  6. 6. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -INTRODUÇÃO Coaprendizagem deriva da colaboração
  7. 7. PRAPETEC Agora que você viu o elo existente entre a colaboração e a coaprendizagem, estude de onde o termo surgiu e o que ele quer dizer!
  8. 8. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -CONCEITOS SegundoOkada(2012),otermocoaprendizagemfoiinicialmentedefinidoem1996porFrankSmithnolivro“JoiningtheLiteracyClub”.
  9. 9. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -CONCEITOS Esteconceitofoidescritoparaenfatizaraimportânciademudarambosospapéis: •deprofessores(distribuidoresdeconhecimento)edeestudantes(recipientesdeconteúdos)para‘coaprendizes’,ouseja, parceirosnoprocessocolaborativodeaprendizagem, naconstruçãodesignificados, compreensãoenacriaçãodeconhecimentoemconjunto. Foca na mudança de papeis: são agoraPARCEIROS
  10. 10. PRAPETEC Paraalémdoconceitoénecessárioentenderqueacoaprendizagemsóaconteceporqueexistempráticaseducacionaisquepermitemqueelaecloda.
  11. 11. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -PRÁTICAS EDUCACIONAIS SegundoOkada(2011): Acoaprendizagemderivadaaplicaçãodepráticaseformasdeaprenderquevisamespecificamenteaautonomia,coautoriaesocialização.
  12. 12. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -PRÁTICAS EDUCACIONAIS Nestaspráticas,deacordocomOkada(2011),acoaprendizagemseefetivaaoabordarosseguintesitens: •Compreensãodosaprendizescomoagentestransformadores; •Compreensãoeexercíciodanaturezaemergenteecolaborativadaaprendizagem; •Desenvolvimentodemeta-metodologiasnoprocessododesigneducacional; •Construçãodemeta-currículocomocurrículovivo,flexível, abertoamudanças; •Desenvolvimentodeconhecimentocompartilhadoeaplicadoemsituaçõesvivasecontextosreais.
  13. 13. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -OPORTUNIDADES Comestaconfiguração,acoaprendizagemproporcionadiversasoportunidades,principalmentepara: •Construção coletiva do conhecimento; •Abertura para interação social entre os participantes; •Suporte para uso de novas tecnologias na educação; •Desenvolvimento tecnológico aberto, como softwares aberto; •Desenvolvimento de materiais abertos, como REA (Recursos educacionais abertos); •Ações que possam guiar os aprendizes no processo de produções colaborativas visando acesso e conhecimento aberto (OKADA, 2011).
  14. 14. PRAPETEC E os agentes da coaprendizagem?
  15. 15. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -COAPRENDIZES Os agentes da coaprendizagemsão os coaprendizes. Estessãoaprendizescomprometidoscomseupróprioprocessodeaprender, capazesdefazersuasprópriasescolhas,ampliarseuscontatos, compartilharreflexõeseexperiências, obtereavaliarfeedback,investigarmaisaoseuredoreirembuscadeaprendernãosó“oquê”e“onde”, mastambém,“como”e“comquem” (OKADA,2011). O quê? Onde? Como? Com quem?
  16. 16. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -COAPRENDIZES SegundoBarrosetal(2011),aconstruçãocolaborativadeconhecimentoébaseadanaparticipaçãoativadosindivíduos– aprendentes–naresoluçãodeproblemasenopensamentocríticorelacionadocomasatividadesdeaprendizagemqueconsideramrelevanteedesafiante.
  17. 17. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -COAPRENDIZES Destaforma,oconhecimentorecentementeadquiridoéintegradocomconstruçõesintelectuaispré-existentes, fazendoprogredirsimultaneamenteoconhecimentodecadaumdosindivíduosedogrupo(BARROSetal,2011). Osindivíduosconstroemoseuconhecimentoatravésdotestedeideiasemétodos,baseando-seemconhecimentoseexperiênciaspréviase,posteriormenteaplicadoanovassituações(BARROSetal,2011).
  18. 18. PRAPETEC COAPRENDIZESDESEMPENHAM PAPÉIS IMPORTANTES, TAIS COMO (OKADA, 2012): Obs.: Todos estes papéis ajudam usuários a produzir e disseminar mais REA que podem ser úteis para novos aprendizes. CocriaçãoREA, Compartilhamentocoletivodefeedbacksecomentários, Co-orquestraçãodesuaprodução, Socializaçãoemrededoprocessodecoaprendizagembemcomodoscaminhosdeaprendizagemcolaborativa.
  19. 19. PRAPETEC E o espaço para que a COAPRENDIZAGEM aconteça?
  20. 20. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM-COLETIVIDADES Alémdoscoaprendizesengajados,paraqueaconteçaacoaprendizageménecessárioexistirumespaçopropícioparaisto. Paraaefetivaçãodacoaprendizagem,énecessárioapotencializaçãoeadinamizaçãodascoletividadesdeaprendizagem (BARROSetal,2011)
  21. 21. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -COLETIVIDADES Brantmeier(apudOkada,2012),reforçandoaideiadanecessidadedacoletividade,explicaacoaprendizagemnainteraçãocentradanaaprendizagemcolaborativaincluindoaconstruçãodeumaverdadeira“comunidadedeprática”queconduzaoenvolvimentodinâmicoeparticipativoparaaconstruçãocoletivadoconhecimento.
  22. 22. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -COLETIVIDADES DeacordocomOkada(2011,p.3): “[...]aspessoasorganizam-seemcoletividades, numaperspectivadedarrespostascoletivasaprojetos,interessesedificuldadesindividuais,ouseja,podemosadmitirqueasociedadeestáorientadaporumraciocíniodedutivo,assentenaideiadequeresolvendoosproblemasdotodo(asociedade),tambémseconseguemresolverosproblemasdecadaumadassuaspartes(apessoa)”.
  23. 23. PRAPETEC Além dos agentes e do espaço, é importante também discutir acerca dos estilos de aprendizagem para que a coaprendizagem aconteça.
  24. 24. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -ESTILOS Podemos elencar alguns estilos de aprendizagem que podem auxiliar na construção de coletividades com mais propriedade: Estilo de uso participativo em rede Estilo de uso busca e pesquisa em rede Estilo de estruturação e planejamento em rede Estilo de ação concreta e produção em rede Fonte: Barros et al, 2011, p. 12,13)
  25. 25. PRAPETEC POISBEM,PARACONSTRUIRCOLETIVIDADESQUEPROMOVAMACOAPRENDIZAGEMÉNECESSÁRIO: [...]consideraroestilodeaprendizagemindividualeconstruirgruposdeinteresses,ondeasdiferençasindividuaispossamcontribuirparaaconstruçãodecoletividadesconsistenteseabrangentes,nasquaisascaracterísticasindividuaissejampromovidasnosentidodacomplementaridadeedoenriquecimentodosprojetoscomunsdosseusmembros(OKADA,2011, p.2).
  26. 26. PRAPETEC SUJEITOS COM PERFIS COMPLEMENTARES SegundoBarrosetal(2011),paraumacoletividadefuncionardeumaformacolaborativaénecessárioquedelafaçampartesujeitoscomperfiscomplementares. Énecessárioquedelafaçampartepessoasque: •possamestarenvolvidosecomprometidoscomacoletividade(experiênciaconcreta); •possamseenvolvererefletircomasexperiênciasdaprópriacoletividade(observaçãoreflexiva); •possampossuirumpensamentocríticosobreasexperiênciasquevãotendo(conceptualizaçãoabstrata); •consigamtomardecisõeseagir(experimentaçãoativa).
  27. 27. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -ESTILOS Estilosdeaprendizagem Estilosdeusodoespaçovirtualparaacoaprendizagem Indicadoresparaacoaprendizagem Ativo Estilodeusoparticipativoemrede Gostadeparticipar. Realizatrabalhosemgruposonline.Buscasituaçõesonline.Participaemfórunsdediscussão. Reflexivo Estilodeusobuscaepesquisaemrede Gostadepesquisar.Buscainformação. Teórico Estilodeestruturaçãoeplanejamentoemrede Organizaeplanificaaparticipação. Pragmático Estilodeaçãoconcretaeproduçãoemrede Concretizaeproduzapartirdosresultadosdaaprendizagem. Fonte: Barros et al, 2011. p.12, 13
  28. 28. PRAPETEC Vamos ver as características de cada estilo de aprendizagem.
  29. 29. PRAPETEC ESTILO DE USO PARTICIPATIVO EM REDE (BARROS ET AL, 2011, P.12-13): Aparticipaçãoéoelementocentraldoestilo. Necessitademetodologiasemateriaisquepriorizemocontatocomgruposonline,quesoliciteprocurarsituaçõesonline,realizartrabalhosemgrupoerealizarfórunsdediscussão,nadamaismotivadordecompetênciasparaaaprendizagemcolaborativa. Ousodovirtualéessencialparafacilitarumestilocolaborativoparaaprendizagem.Issopodeserrealizadomedianteexercícioseatividades,alémdemateriais,quefacilitemaçõescontemplandoascaracterísticasmencionadas.
  30. 30. PRAPETEC ESTILO DE USO BUSCA E PESQUISA EM REDE (BARROS ET AL, 2011, P.12-13): Temcomoelementocentralparaaaprendizagemanecessidadedefazerpesquisaonlineebuscarinformaçõesdetodosostiposeformatos. Oapoioparaacoaprendizagemestánabuscadainformação:abuscafornececonteúdoseinformaçõesecomissoacolaboraçãopodesermaisefetivaeativa. Propõe-seaprenderabuscarinformaçãoegeri-lacomoumacapacidademuitoimportanteparaumprocessocolaborativo.
  31. 31. PRAPETEC ESTILO DE ESTRUTURAÇÃO E PLANEJAMENTO EM REDE (BARROS ET AL, 2011, P.12-13): Temcomoelementocentraldesenvolveratividadesquevalorizemosaplicativosparaelaborarconteúdoseatividadesdeplanejamento. Potencializaacoaprendizagemnaorganizaçãoenoplanejamentodeparticipaçõeseosresultadosdissoparaaprópriaaprendizagem. Ofocoestáemestruturaraçõesegerirprocessosquetambémaumentamaaçãodetrabalhoseaprendizagenscolaborativas,namedidaemqueseapresentamopçõesepropostas.
  32. 32. PRAPETEC ESTILO DE AÇÃO CONCRETA E PRODUÇÃO EM REDE (BARROS ET AL, 2011, P.12-13): Temcomoelementocentralutilizaroespaçovirtualcomoumespaçodeaçãoeprodução. Estimulaaaprendizagemcolaborativanamedidaemqueconcretizaosresultadosdeaprendizagem,produzeapresentaalgoconcretonumaperspectivadeprodução.
  33. 33. PRAPETEC Nesta configuração de estilos de aprendizagem, a coaprendizagem se desenvolve em espaços especialmente férteis que potencializam o seu exercício. Muitos dos espaços virtuais tem as características ideais para a implementação da coaprendizagem. Veja a seguir:
  34. 34. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -ESPAÇOS FÉRTEIS ComoapontaBarrosetal(2011,p.12),aparticipaçãoérealizadadeformacolaborativa,possibilitandoatodosapartilhadoconhecimento,nãopermitindoaintromissãodeagentesdemasiadorestritivos,autoritárioseextremamentereguladores. Terrenofértilparaimplementarestaproposta: •redessociais, •aplicaçõescolaborativas(nuvem), •ferramentasmultimídia(vídeo,infografias, áudio,etc)(BARROSetal,2011)
  35. 35. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -ESPAÇOS FÉRTEIS ParaBarrosetal(2011,p.12,13),osdiversosmodosdecoaprender,quesignificamaprenderemrededeformacolaborativa,interativaeparticipativa,revelam-sedeformamaisamplaquandoaparecemnosdiversosespaçosdeaprendizagemonline. Nestenovoambienteeducacionalexisteumapreocupaçãomaisabrangente,democráticaeholística(BARROSetal,2011,p.12,13).
  36. 36. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -ESPAÇOS FÉRTEIS Além destes espaços, na atualidade temos uma série de recursos que podem ampliar as possibilidades da coaprendizagem (OKADA, 2012). São eles: Mídias sociais Web 2.0 REA
  37. 37. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -ESPAÇOS FÉRTEIS REA:Enriqueceapropiciaamplaparticipaçãoparacriar,adaptarereutilizar(OKADA,2012). Web2.0:Contribuemparaacoaprendizagem,devidoavantagensdecriaçãoetrocadeconteúdogeradoporusuários,rápidocompartilhamentodeinformações,altainteroperabilidade,designcentradonaaprendizagemcolaborativaesocialemrede. Mídiassociais:propiciamacoaprendizagemaprendizagemabertaecolaborativa.
  38. 38. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -ESPAÇOS FÉRTEIS Para Okada, 2012. Aaprendizagemabertaviamídiascolaborativastempotencializadoaspráticaseducacionaisemumadimensãomaissignificativaondeaprendizessãocapazesdeseguiaremnoseuprocessodeaprendizagemdeformacrítica,colaborativaetransformadora. Aeducaçãoabertacolaborativaonlinetêmpropiciadoamplaparticipação,co-autorias,coproduçõesecoaprendizagensnareutilizaçãoreconstruçãodeREAs.
  39. 39. PRAPETEC Vamos nos aprofundar no espaço e no recurso da Web 2.0, como potencializadorda coaprendizagem, especificamente no Colearn2.0.
  40. 40. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -WEB 2.0 Web2.0:caracterizadaportecnologiasdoconhecimentoederedessociaiscominterfacesabertasparacolaboração,co- construção,coautoria,co-parceria, econhecimentocoletivo(OKADA, 2011).
  41. 41. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -COAUTORIA SegundoOkada(2011),paraefetivarasuperaçãodeumaeducaçãofocadanoinstrucionismodeve-seinovaroconceitodeaprendizagemeletrônica(e.learning)pormeiodoconceitocoaprenderviaweb2.0(colearn2.0) Apropostaéqueosenvolvidospassemaatuarcomocoautorescríticos,expandindosuasredessociaiseintegrandoaprendizagem,pesquisaeformaçãodeformacolaborativa.
  42. 42. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM COLEARN 2.0 Ocolearn2.0é,então,umaformainovadoradeaprendizagemeletrônica(e.learning)queenvolveoconceitodacoaprendizagem(OKADA,2011).
  43. 43. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM COLEARN 2.0 EsteconceitotemseufoconaeducaçãoabertacolaborativaonlinecomRecursosEducacionaisAbertosnaweb2.0. Visaoenriquecimentodaeducaçãoformaleinformalviaousorecursos,tecnologiasemetodologiasparaampliarainter-autonomiaeparticipaçãoativaecolaborativadoaprendiz.
  44. 44. PRAPETEC Para elucidar as diferenças que este conceito traz de novidade para a educação Tradicional em e-Learning via a utilização de REA e Mídias Sociais, verifique a tabela a seguir.
  45. 45. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -DIFERENÇAS Tradicional e-Learning via VLE Coaprendizagemvia REA e Mídias Sociais Comunidade Específica, estruturada e com funções pré-definidas Diversa,flexívelecomfunçõescolaborativas Educadores Fonte de conhecimento Mentorcolaborativo,orientadordeaprendizagem, facilitadorparaaquisiçãodeconhecimentoecompetências Estudantes e-aprendizesParticipantes reflexivos Coaprendizes,participantescolaborativos,co-autores, parceirosrevisores,gestoresdeaprendizagemsocial Autoria Especialistas em suas áreas de conhecimento Diversidadedeautoresecoautores:profissionais, pesquisadores,educadoresecoaprendizes Currículo Pré-definido, materiais pré estabelecidos pela instituição Processoflexívelcompartilhadopelosusuáriosatravésdaaprendizagemformaleinformal Cenários de aprendizagem Globais ou genéricos Baseadoseminvestigação,Aprendizagemautêntica,contextosocialereal Conteúdo de aprendizagem Formato específico, não editável por todos, baixa granularidade Diversidadedeformatosabertos,híbrido,editávelere-usável, altagranularidade Produção de conteúdo Sequencial: planejamento – desenvolvimento –revisão –publicação – entrega Fluxo:planejamentocolaborativo,criaçãocoletiva,publicaçãoaberta,ampladisseminação,revisãoporpares,re-usoeadaptações,aperfeiçoamentocontínuo Revisão Conduzido por especialistas Comunidadesdeprática,redessociais Qualidade/credibilidade Institucional Feedbackcoletivo,comentárioscompartilhados,percursosrealizadosecaminhosdeaprendizagem CoaprendizagematravésdeREAeMídiasSociais–Okada(2011)
  46. 46. PRAPETEC COAPRENDIZAGEM -DIFERENÇAS Tradicional e-Learning via VLE Coaprendizagemvia REA e Mídias Sociais Fontes Pacotes de aprendizagem RepositóriosIntercambiáveiseinteroperacionais Copyright Direitos reservados Licençasabertas(exemplo:CreativeCommons) Aprimoramento Pouca atualização Atualizaçãofrequente,aperfeiçoamentocontínuo Tecnologias de aprendizagem Páginas da web, fórum de discussão, formulários, e-portfólios e testes. Redessociais,webemicroblogs,wikis,RSSfeeders, Ambientespersonalizados,webinars,calendáriosocial,gestãodetarefascoletivaecolaborativa. Serviços de Web Mecanismos de busca, calendário, atividades, portfólio Mobileapps,mídiascomconteúdorico,RSSfeeds, widgets,marcadoressociais,nuvens,redessociais,ciênciaanalítica Acesso do aprendiz Restrito, limitado, registro e autenticação Acessoaberto,ambientesdiversosconectados, usuáriosdecidemsobreoqueépublicoeprivado Gerenciamento do aprendiz Auto orientaçãoEstruturadopor semana ou por tópicos PassosdeaprendizagemdefinidosdeformaabertaecolaborativamemóriadousoerecomendaçõesdeoutroscoaprendizesRevisõescompartilhadasefeedbacksdecadausuário Avaliação Avaliação formal, exames, questionários e atividades online Autoavaliação,orientaçãoguiada.Feedbackinformal,avaliaçãobaseadaemcompetência, flexibilidadeparacreditaçãodeREA,sistemasdeidentificaçãodeavaliação CoaprendizagematravésdeREAeMídiasSociais–Okada(2011)
  47. 47. PRAPETEC COCRIAÇÃO
  48. 48. PRAPETEC REVOLUÇÃO EDUCACIONAL CULTURAL Ah! 2014! A ação que une Interação que gera produções múltiplas Que embarcadas de contexto Oferecem pontes pra mudar! Cooperação, palavra-chave Para a construção do conhecimento Aprendizes como agentes transformadores Aprendizados aplicados, no real. Cocriar? Cocriar! Produzir coletivamente Comunicar, criar, recriar... Um olhar novo e flexível Uma ação inovadora Que gera espaço para todos Uso com liberdade Aprimorar com criatividade Recombinar com propriedade Distribuir, compartilhar e assim aprender. Chegou a hora! Faça parte dessa revolução Afinal, a educação clama Por um novo caminho REA e muito mais A inovação na diversidade! Katia E.
  49. 49. PRAPETEC INTRODUÇÃO: Apresentamosdeinício,umdiálogocomautilizaçãodositeStoryboardThat,quepossibilitaacriaçãodehistóriasemquadrinhostantopelosestudantescomopeloprofessor.Éumaconversaintrodutóriaparailustrarotema:COCRIAÇÃO.
  50. 50. PRAPETEC Paulinhae Karla conversandosobreo Grupode Pesquisanasdependênciasda Universidade…
  51. 51. PRAPETEC
  52. 52. PRAPETEC
  53. 53. PRAPETEC
  54. 54. PRAPETEC De acordo com Torres et al (2010), a COCRIAÇÃO É: Umaproduçãocoletivadeumtextooumídia,realizadapormeioderelaçõesinterpessoaismadurasentreparesougruposdeautoresemtornodeumtema.
  55. 55. PRAPETEC Aconstruçãocoletivaacontecepelatrocaconstanteentreosautores,demaneiraquetodoscontribuamcomsuasideias, experiências,estudos,críticasconstrutivaseavaliações. ParaTorres(2002,p.88)cadamembrodogrupopodeinteragircomqualquerumdoscolegas, estabelecendoumarededecomunicação.Todosnestaproduçãoassumemospapéisdeescritor,pesquisador,revisorecrítico.
  56. 56. PRAPETEC A GESTÃO DO PROCESSO DE CRIAÇÃO COLETIVA Énagestãodoprocessodecriaçãocoletiva“queoscomponentesdogruposeorganizam,repartempapéis,discutemideiaseposições,interagementresi,definemsub-tarefas,tudoisso,dentrodeumapropostaelaborada,definidaenegociadacoletivamente”(TORRES,2002,p.75).
  57. 57. PRAPETEC O QUE É IMPORTANTE NO TRABALHO DE COCRIAÇÃO: chuva de ideias esboços rascunhos criações consultores editores revisores (TORRES, ET AL, 2012).
  58. 58. PRAPETEC A COCRIAÇÃO É BASEADA NA COLABORAÇÃO, POIS... A colaboração entre os pares permite a cocriação. Acolaboraçãoproporcionaumacocriaçãocoerenteeúnicadogrupo,pormeiodeumcompartilhamentodeideiasetrocasdeexperiências(TORRES,ETAL,2012).
  59. 59. PRAPETEC AS PRÁTICAS DE INTERAÇÃO E COLABORAÇÃO Éatravésdaspráticasdeinteraçãoecolaboração[...]queaaprendizagemresultanumprocessodinâmicodeenvolvimento,partilhaeconstruçãoconjuntadonovoconhecimentorealizadopelosmembrosdacomunidade(DIAS,2001,p.01)
  60. 60. PRAPETEC COCRIAÇÃO TAMBÉM SUGERE... PEA são práticas ao redor da criação, uso, e gestão de recursos educacionais abertos com vistas à inovação e melhora da qualidade da educação (OPAL, 2011) A utilização de Práticas Educacionais Abertas (PEA)
  61. 61. PRAPETEC CONCLUINDO... TodoprocessodeCOCRIAÇÃO,dependedeprocessosmadurosdeinter-relaçõespessoais, querespeitemevalorizemascompetências, habilidadesecontribuiçõesindividuaisdecadamembrodogrupo(TORRES,ETAL,2012).
  62. 62. PRAPETEC
  63. 63. PRAPETEC REFERÊNCIAS BARROS, Daniela; MIRANDA, Luisa; GOULÃO, Maria de Fátima; HENRIQUES, Susana; MORAIS, Carlos.Capítulo 07. Estilos de Coaprendizagempara uma coletividade aberta de pesquisa. Grupo UAb–Educação Universidade Aberta (Lisboa, Portugal). In: OKADA, Alessandra (ed.) (2012). Open EducationalResourcesandSocial Networks: CoLearningandProfessional Development. London: ScholioEducationalResearch& Publishing, 2012. DIAS, P. (2001). Comunidades de Conhecimento e Aprendizagem Colaborativa. In:Seminário Redes de Aprendizagem, Redes de Conhecimento,Conselho Nacional de Educação. Lisboa, 22 e 23 de Julho de 2001. KENSKI, V.; GOZZI, M.; JORDÃO, T.(2012). A experiência de ensinar e aprender em ambientes virtuais abertos. In: Okada, A. (Ed.) (2012) Open EducationalResourcesandSocial Networks: Co-LearningandProfessional Development. London: ScholioEducationalResearch& Publishing. OKADA, Alessandra. Colearn2.0 –coaprendizagem via comunidades abertas de pesquisa, práticas e recursos educacionais. Revista e-curriculum, São Paulo, v.7 n.1 Abril/2011. ______ OKADA, Alessandra (ed.) (2012). Open EducationalResourcesandSocial Networks: CoLearningandProfessional Development. London: ScholioEducationalResearch& Publishing, 2012.
  64. 64. PRAPETEC REFERÊNCIAS TORRES, P. L. (2002). Laboratório Onlinede Aprendizagem: uma proposta crítica de aprendizagem colaborativa para a educação. (Doctoraldissertation), Universidade Federal de SantaCatarina –UFSC, Brazil. TORRES, Patrícia Lupion. [et al]. (2012). Construção coletiva do conhecimento: desafios da cocriaçãono paradigma da complexidade. In: Okada, A.(Ed.)(2012).Open EducationalResourcesandSocial Networks: CoLearningandProfessional Development. London:ScholioEducationalResearch& Publishing. STORYBOARD THAT. Disponível em: http://www.storyboardthat.com/. Acesso em: 16 out. 2014. PIXABAY. IMAGENS. Disponível em: http://pixabay.com/pt/comunidade-twitter-social- colorido-64196/. Acesso em: 16 out. 2014.

×