SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 25
PPAACCTTOO PPEELLOO FFOORRTTAALLEECCIIMMEENNTTOO DDOO 
EENNSSIINNOO MMÉÉDDIIOO 
A ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA FORMAÇÃO 
CONTINUADA DOS PROFESSORES 
MMEECC// SSEEEEDDUUCC// UUFFFF
PPAACCTTOO NNAACCIIOONNAALL PPEELLOO 
FFOORRTTAALLEECCIIMMEENNTTOO DDOO EENNSSIINNOO MMÉÉDDIIOO 
Formação de professores e gestores 
Curso de Formação continuada para professores da rede 
pública do Ensino Médio, conforme modelo do Pacto 
(MEC/IES/REDES DE ENSINO) 
• Articulação com os 26 estados e DF; 
• Desenvolvimento de material específico para a formação; 
• Formação na escola com utilização da hora atividade; 
• Concessão de bolsa aos professores das escolas, aos orientadores de 
estudos das escolas, coordenadores da formações (regionais), 
coordenadores das SEDUC e docentes das Universidades;
ÁREAS DE 
CONHECIMENTO PRINCÍPIOS 
Linguagens 
Matemática 
Ciências da 
Natureza 
Ciências 
Humanas 
Trabalho: princípio 
educativo 
Pesquisa: princípio 
pedagógico 
Direitos Humanos: 
como princípio 
norteador 
Sustentabilidade 
socioambiental como 
meta universal 
DIMENSÕES: 
Trabalho, Ciência, 
Cultura e Tecnologia: 
como eixo integrador 
entre os 
conhecimentos de 
distintas naturezas 
- 
a formação humana integral 
reconhecendo os estudantes 
do ensino médio no contexto 
das múltiplas juventudes.
SSUUJJEEIITTOOSS DDOO PPRROOCCEESSSSOO 
PROFESSOR FUNÇÃO 
UNIVERSIDADE Coordenador Geral 
UNIVERSIDADE Coordenador Adjunto 
SEDUC Supervisor 
UNIVERSIDADE Formador da IES 
SEDUC/IES Formador Regional 
ESCOLA Orientador de Estudos 
ESCOLA Professor do Ensino Médio
GGEESSTTÃÃOO DDOO PPRROOGGRRAAMMAA 
ÓRGÃO / INSTITUIÇÃO COMPOSIÇÃO 
COMITÊ GESTOR NACIONAL SEB/MEC 
Universidades 
Representantes Consed 
CNE 
COMITÊ ESTADUAL Secretário Estadual 
Coordenadores Universidades 
Supervisores (Seduc) 
CEE 
Representantes: Formadores Regionais, 
Orientadores de Estudos e Diretores 
Outros 
COORDENAÇÃO - 
UNIVERSIDADE 
Coordenador Geral 
Coordenador Adjunto 
Supervisores 
(Professores: Pesquisadores/Convidados e 
Formadores) 
EQUIPE DE FORMAÇÃO Formadores das Universidades 
Formadores Regionais 
Orientadores de Estudos
OORRGGAANNIIZZAAÇÇÃÃOO EE EESSTTRRAATTÉÉGGIIAASS 
DDAA FFOORRMMAAÇÇÃÃOO 
SEMINÁRIOS NACIONAIS DO ENSINO MÉDIO 
SEMINÁRIOS ESTADUAIS 
REUNIÕES DA COORDENAÇÃO DAS UNIVERSIDADES 
REUNIÕES DO COMITÊ ESTADUAL – SEDUC 
FORMAÇÃO DOS FORMADORES REGIONAIS 
FORMAÇÃO DOS ORIENTADORES DE ESTUDOS 
FORMAÇÃO DOS PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO 
SEMINÁRIOS NACIONAIS DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA
AA PPRROOPPOOSSTTAA DDEE FFOORRMMAAÇÇÃÃOO 
CCOONNTTIINNUUAADDAA 
Objetivos: 
•Promover a valorização do professor da rede pública 
estadual do Ensino Médio por meio da oferta de formação 
continuada; 
•Refletir sobre o currículo do Ensino Médio, promovendo o 
desenvolvimento de práticas educativas efetivas com foco 
na formação humana integral, conforme apontado nas 
Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio
PPRROOPPOOSSTTAA 
• Metodologia 
Participação de todos os professores das redes 
públicas estaduais do Ensino Médio; 
Utilização de material pedagógico digital 
disponibilizado nos tablets, computadores... Formato 
de e-books 
Formação no “chão da escola”: valorização dos 
saberes produzidos no cotidiano escolar e 
construção de caminhos para a autonomia docente 
e escolar.
PPRROOPPOOSSTTAA 
• Articulação entre três agentes: 
Ministério da Educação 
Secretarias Estaduais da Educação 
Universidades 
Cenário nacional: todas as 27 unidades da 
federação e 71 universidades
PPRROOPPOOSSTTAA 
• Papel do MEC 
Financiamento integral da formação: quase 500 mil 
bolsistas: professores cursistas, orientadores de 
estudos, formadores das IES. formadores regionais, 
supervisores e coordenadores 
• Papel das IES: organizar e coordenar as ações da 
formação; formar os formadores; acompanhar o 
sistema de bolsas em articulação com as 
Secretarias Estaduais de Educação
PPRROOPPOOSSTTAA 
• Seminários Nacionais 
• Seminários Estaduais 
• Formação inicial dos formadores 
• Formação dos orientadores de estudos 
• Grupos de estudos na escola e estudo 
individual do professor para realização das 
atividades propostas no material do Pacto
SSIISSMMEEDDIIOO 
• www.simec.mec.gov.br 
• Cada agente da formação possui uma 
atribuição no sismedio
EETTAAPPAASS DDOO CCUURRSSOO 
ETAPAS CONTEÚDOS 
1ª ETAPA 
(*) 
Sujeitos do ensino médio e formação humana integral 
Ensino médio e formação humana integral 
O currículo do ensino médio, seus sujeitos e o desafio da formação humana integral 
Gestão democrática da escola 
Avaliação no ensino médio 
Áreas de conhecimento e integração curricular 
2ª ETAPA 
(**) 
Eixos estruturantes do trabalho formativo: Áreas de Conhecimento e seus componentes 
curriculares e relações entre as áreas. 
Organização do Trabalho Pedagógico no Ensino Médio 
Ciências Humanas (Sociologia, Filosofia, História e Geografia) 
Ciências da Natureza (Química, Física, Biologia) 
Linguagens (Língua Portuguesa; Língua Materna, para populações indígenas; Arte em 
suas diferentes linguagens: cênicas, plásticas e, obrigatoriamente, a musical; Educação 
Física; Língua Estrangeira Moderna). 
Matemática
ETAPA 
S 
CONTEÚDOS 
3ª 
ETAPA 
A ser elaborada após avaliação das etapas anteriores de formação continuada; 
Buscar maior articulação entre formação inicial e continuada; 
Intensificar e aprofundar a discussão das áreas e dos componentes curriculares; 
(*) Proposta elaborada por Professores das Universidades participantes do Programa Ensino 
Médio Inovador 
(**) Proposta elaborada pelo Grupo de Trabalho do Pacto EM – MEC, IES, CONSED e 
convidados – em elaboração
DDAA RREEAALLIIZZAAÇÇÃÃOO 
• Os orientadores de estudo serão formados 
em cursos a serem ministrados pelos 
formadores regionais.
DDAA RREEAALLIIZZAAÇÇÃÃOO 
• Nas escolas, a carga horária do curso será de 200 horas, 
sendo 100 horas na primeira etapa, destinadas ao estudo dos 
seis Cadernos de Formação e materiais complementares da 
Seduc e IES, e 100 horas na segunda etapa, destinadas ao 
estudo dos cinco cadernos de formação, o que inclui a 
Organização do Trabalho Pedagógico no Ensino Médio e as 
quatro Áreas de Conhecimento definidas nas DCNEM. 
• A IES formadora poderá ampliar a carga horária prevista, em 
articulação com a Seduc, desde que não deixe de cumprir a 
carga horária mínima estabelecida e não altere a 
configuração do programa.
OO PPRROOCCEESSSSOO FFOORRMMAATTIIVVOO NNAA EESSCCOOLLAA 
• Todo o processo de formação será mediado pelo orientador de estudo, que 
deverá planejá-lo e discuti-lo com o formador regional. As temáticas serão 
trabalhadas, de forma individual, por meio de leituras e exercícios práticos 
dirigidos com duração de 4 horas e, de forma coletiva, em encontros 
semanais também com duração de 4 horas, utilizando-se a hora-atividade. 
As atividades coletivas terão como base o estudo dos Cadernos de 
Formação que serão disponibilizados aos participantes. O material a ser 
utilizado na primeira etapa da formação está disponível para download no 
sítio http://pactoensinomedio.mec.gov.br. 
• . A IES, em parceria com a Seduc, poderá disponibilizar outros materiais de 
estudo desde que não prejudique a carga horária prevista para o estudo dos 
cadernos de formação propostos.
A FORMAÇÃO NA ESCOLA SSEERRÁÁ OORRGGAANNIIZZAADDAA 
EEMM DDUUAASS EETTAAPPAASS DDIISSTTIINNTTAASS:: 
• Primeira Etapa: será apresentado um conjunto de temas 
fundamentados nas DCNEM, para subsidiar a formação 
continuada do professor. O objetivo é possibilitar a 
compreensão das diretrizes curriculares nacionais, criando-se 
um espaço para a reflexão coletiva sobre a prática docente e 
a importância da participação de todos os atores do processo 
educativo e na reescrita do Projeto Político Pedagógico da 
escola – PPP. Essas discussões deverão orientar o 
(re)desenho do currículo do Ensino Médio.
A FORMAÇÃO NA ESCOLA SSEERRÁÁ OORRGGAANNIIZZAADDAA 
EEMM DDUUAASS EETTAAPPAASS DDIISSTTIINNTTAASS:: 
• Segunda Etapa: será realizada a discussão a partir dos Cadernos (em 
elaboração) sobre as áreas de conhecimento e as relações entre elas e 
seus componentes curriculares (CIÊNCIAS HUMANAS - Sociologia, 
Filosofia, História e Geografia; CIÊNCIAS DA NATUREZA - Química, 
Física, Biologia; LINGUAGENS - Língua Portuguesa, Artes, Educação 
Física e Língua Estrangeira Moderna; MATEMÁTICA) que constituíram a 
matriz de referência para a construção dos Direitos à Aprendizagem e ao 
Desenvolvimento. O quinto caderno propõe o estudo e a discussão 
coletiva sobre a organização do trabalho pedagógico no Ensino Médio na 
perspectiva de reescrita do Projeto Político Pedagógico da escola e o 
sexto, ainda em proposição, abordará a diversidade.
DDAASS AATTIIVVIIDDAADDEESS 
• Na escola, o curso está organizado em dois grupos de atividades a 
serem desenvolvidas segundo abordagens metodológicas 
distintas, mas articuladas: 
• Atividades individuais: O professor organizará seu tempo para a 
leitura dos textos básicos do curso, devendo apresentar registros 
das reflexões realizadas durante suas leituras nas sessões de 
discussão coletiva na escola. Ainda como parte das atividades 
individuais, o professor deverá realizar (pelo menos) uma das 
atividades propostas no material de estudo no contexto de sala de 
aula. Todo esse processo será orientado e acompanhado pelo 
orientador de estudo.
DDAASS AATTIIVVIIDDAADDEESS 
• Atividades coletivas: o grupo realizará estudos das DCNEM, dos 
textos sobre os grandes campos temáticos e as áreas de conhecimento 
e seus componentes curriculares (Cadernos de Formação da 1ª e 2ª 
etapas do curso e outros materiais complementares das IES e Seduc). 
O orientador de estudo organizará em cada escola de Ensino Médio a 
proposta de formação, de acordo com a organização do trabalho 
pedagógico da escola, seus tempos e espaços institucionais, 
considerando as possibilidades de rearranjos da hora-atividade, de 
forma a privilegiar o trabalho coletivo. Pelo menos 3 horas semanais 
devem ser destinadas ao estudo e à análise dos Cadernos e da 
realidade escolar. A organização pedagógica – apresentação dos 
conteúdos, metodologias, atividades complementares, técnicas e 
propostas – é de responsabilidade do orientador de estudo.
DDAA OORRGGAANNIIZZAAÇÇÃÃOO DDOOSS EENNCCOONNTTRROOSS 
• Caberá ao gestor escolar assegurar as condições de 
organização da hora-atividade concentrada para 
viabilizar a realização dos encontros presenciais 
com o coletivo da escola. As atividades individuais 
são de responsabilidade de cada cursista e serão 
monitoradas pelo orientador de estudos. As 
atividades coletivas serão realizadas semanalmente, 
na escola, seguindo as orientações do programa de 
formação.
DDOO MMAATTEERRIIAALL DDEE EESSTTUUDDOO 
Nos encontros nas escolas serão trabalhados os 
conteúdos e atividades previstas nos cadernos, 
contando com encaminhamentos metodológicos ao 
longo do texto, como: 
• “Saiba Mais”: é um espaço de ampliação do 
conhecimento tratado no texto, uma informação 
complementar na qual geralmente sugere-se a leitura de 
livros, artigos, revistas ou mesmo links de páginas, 
vídeos ou filmes. Os textos sugeridos para leitura no 
“Saiba mais” ficarão hospedados no Portal EMdiálogo.
DDOO MMAATTEERRIIAALL DDEE EESSTTUUDDOO 
• “Em outras palavras”: Usado para compreensão e 
para o esclarecimento de termos e expressões 
tratadas no texto. Por exemplo, palavras como 
“Omnilateralidade”, ou “Juventudes”. 
• “Reflexão e Ação”: Ao final de cada seção são 
propostas atividades, as quais serão avaliadas. 
Estas atividades permitirão que os professores se 
reúnam e reflitam sobre questões da escola e fatos 
concretos, valorizando as experiências vivenciadas 
no curso e em sala de aula.
• AAnnaa NNeerryy NN.. SSaannttooss 
Formação 
Graduada em Letras pela Uerj; 
Especialista em Língua portuguesa e Linguística; 
Especialista em Tecnologia Educacional 
Professora de Língua Portuguesa e Mediadora de Tecnologia Educacional na Rede Estadual. 
Contatos 
pactoem.ananery@gmail.com 
Tel: 99364-9122 (claro) 
98080-2114 (tim)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Planejamento 2013 final
Planejamento 2013 finalPlanejamento 2013 final
Planejamento 2013 finalpetgeoufmscptl
 
Documento orientador-atividades-escolares-nao-presenciais
Documento orientador-atividades-escolares-nao-presenciaisDocumento orientador-atividades-escolares-nao-presenciais
Documento orientador-atividades-escolares-nao-presenciaisDesterro Barros
 
Slides pacto atribuições
Slides pacto atribuiçõesSlides pacto atribuições
Slides pacto atribuiçõesCaroline Marino
 
Apresentação geral do GESTAR II
Apresentação geral do GESTAR IIApresentação geral do GESTAR II
Apresentação geral do GESTAR IIguestc94c2b91
 
Relatório projeto de extenção estágio
Relatório projeto de extenção estágio Relatório projeto de extenção estágio
Relatório projeto de extenção estágio edimar f dantas dantas
 
Evidencias das formações 1º semestre_Adilene_Brasileia
Evidencias das formações 1º semestre_Adilene_BrasileiaEvidencias das formações 1º semestre_Adilene_Brasileia
Evidencias das formações 1º semestre_Adilene_BrasileiaMaria do Carmo Lira silva
 
Caderno do professor 2014_2017_vol2_baixa_ch_geografia_em_2s-
Caderno do professor 2014_2017_vol2_baixa_ch_geografia_em_2s-Caderno do professor 2014_2017_vol2_baixa_ch_geografia_em_2s-
Caderno do professor 2014_2017_vol2_baixa_ch_geografia_em_2s-professora de geografia
 
Relatório Final Extensão 2010
Relatório Final Extensão 2010Relatório Final Extensão 2010
Relatório Final Extensão 2010jornalfensg
 
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_6s_7a
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_6s_7aCaderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_6s_7a
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_6s_7aprofessora de geografia
 
Caderno do professor 2014_2017_vol2_baixa_ch_geografia_ef_6s_7a
Caderno do professor 2014_2017_vol2_baixa_ch_geografia_ef_6s_7aCaderno do professor 2014_2017_vol2_baixa_ch_geografia_ef_6s_7a
Caderno do professor 2014_2017_vol2_baixa_ch_geografia_ef_6s_7aprofessora de geografia
 
A-prática-pedagógica-Socioconstrutivista-da-Cartografia-do-Curso-de-Licenciat...
A-prática-pedagógica-Socioconstrutivista-da-Cartografia-do-Curso-de-Licenciat...A-prática-pedagógica-Socioconstrutivista-da-Cartografia-do-Curso-de-Licenciat...
A-prática-pedagógica-Socioconstrutivista-da-Cartografia-do-Curso-de-Licenciat...Trabalhoavaliaes
 
EBOOK_ANAG-1Geografias negras e estratégias édagógicas.pdf
EBOOK_ANAG-1Geografias negras e estratégias édagógicas.pdfEBOOK_ANAG-1Geografias negras e estratégias édagógicas.pdf
EBOOK_ANAG-1Geografias negras e estratégias édagógicas.pdfTrabalhoavaliaes
 
Caderno ciencias -humanas
Caderno ciencias -humanasCaderno ciencias -humanas
Caderno ciencias -humanasJeovana Souza
 
Projetode redesenhocurricular
Projetode redesenhocurricularProjetode redesenhocurricular
Projetode redesenhocurricularSupermarcia
 
Caderno do professor geografia vol 02 3as séries 2014
Caderno do professor geografia vol 02 3as séries 2014Caderno do professor geografia vol 02 3as séries 2014
Caderno do professor geografia vol 02 3as séries 2014professora de geografia
 

Mais procurados (20)

Planejamento 2013 final
Planejamento 2013 finalPlanejamento 2013 final
Planejamento 2013 final
 
Documento orientador-atividades-escolares-nao-presenciais
Documento orientador-atividades-escolares-nao-presenciaisDocumento orientador-atividades-escolares-nao-presenciais
Documento orientador-atividades-escolares-nao-presenciais
 
Apresentacao Gestar II
Apresentacao Gestar IIApresentacao Gestar II
Apresentacao Gestar II
 
Geo 2
Geo 2Geo 2
Geo 2
 
Slides pacto atribuições
Slides pacto atribuiçõesSlides pacto atribuições
Slides pacto atribuições
 
Apresentação geral do GESTAR II
Apresentação geral do GESTAR IIApresentação geral do GESTAR II
Apresentação geral do GESTAR II
 
Relatório projeto de extenção estágio
Relatório projeto de extenção estágio Relatório projeto de extenção estágio
Relatório projeto de extenção estágio
 
Apresentacao gestar II
Apresentacao gestar IIApresentacao gestar II
Apresentacao gestar II
 
Evidencias das formações 1º semestre_Adilene_Brasileia
Evidencias das formações 1º semestre_Adilene_BrasileiaEvidencias das formações 1º semestre_Adilene_Brasileia
Evidencias das formações 1º semestre_Adilene_Brasileia
 
Caderno do professor 2014_2017_vol2_baixa_ch_geografia_em_2s-
Caderno do professor 2014_2017_vol2_baixa_ch_geografia_em_2s-Caderno do professor 2014_2017_vol2_baixa_ch_geografia_em_2s-
Caderno do professor 2014_2017_vol2_baixa_ch_geografia_em_2s-
 
Relatório Final Extensão 2010
Relatório Final Extensão 2010Relatório Final Extensão 2010
Relatório Final Extensão 2010
 
Ins_Ens_Geo_III_WEB.pdf
Ins_Ens_Geo_III_WEB.pdfIns_Ens_Geo_III_WEB.pdf
Ins_Ens_Geo_III_WEB.pdf
 
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_6s_7a
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_6s_7aCaderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_6s_7a
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_6s_7a
 
Caderno do professor 2014_2017_vol2_baixa_ch_geografia_ef_6s_7a
Caderno do professor 2014_2017_vol2_baixa_ch_geografia_ef_6s_7aCaderno do professor 2014_2017_vol2_baixa_ch_geografia_ef_6s_7a
Caderno do professor 2014_2017_vol2_baixa_ch_geografia_ef_6s_7a
 
A-prática-pedagógica-Socioconstrutivista-da-Cartografia-do-Curso-de-Licenciat...
A-prática-pedagógica-Socioconstrutivista-da-Cartografia-do-Curso-de-Licenciat...A-prática-pedagógica-Socioconstrutivista-da-Cartografia-do-Curso-de-Licenciat...
A-prática-pedagógica-Socioconstrutivista-da-Cartografia-do-Curso-de-Licenciat...
 
EBOOK_ANAG-1Geografias negras e estratégias édagógicas.pdf
EBOOK_ANAG-1Geografias negras e estratégias édagógicas.pdfEBOOK_ANAG-1Geografias negras e estratégias édagógicas.pdf
EBOOK_ANAG-1Geografias negras e estratégias édagógicas.pdf
 
Caderno ciencias -humanas
Caderno ciencias -humanasCaderno ciencias -humanas
Caderno ciencias -humanas
 
Projetode redesenhocurricular
Projetode redesenhocurricularProjetode redesenhocurricular
Projetode redesenhocurricular
 
Relatório pibid everton
Relatório pibid evertonRelatório pibid everton
Relatório pibid everton
 
Caderno do professor geografia vol 02 3as séries 2014
Caderno do professor geografia vol 02 3as séries 2014Caderno do professor geografia vol 02 3as séries 2014
Caderno do professor geografia vol 02 3as séries 2014
 

Semelhante a A formacao

Guia orientador do PP - CRE - Ji-Paraná
Guia orientador do PP - CRE - Ji-ParanáGuia orientador do PP - CRE - Ji-Paraná
Guia orientador do PP - CRE - Ji-ParanáLOCIMAR MASSALAI
 
Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias volume 2
Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias volume 2Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias volume 2
Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias volume 2familiaestagio
 
Orientacoes curriculares para o ensino medio volume mat e ciencias
Orientacoes curriculares para o ensino medio    volume  mat e cienciasOrientacoes curriculares para o ensino medio    volume  mat e ciencias
Orientacoes curriculares para o ensino medio volume mat e cienciasEdinho Fialho
 
1º encontro apresentação slides
1º encontro   apresentação slides1º encontro   apresentação slides
1º encontro apresentação slidesEscolaeas
 
Que Currículo para o Século XXI?
Que Currículo para o Século XXI?Que Currículo para o Século XXI?
Que Currículo para o Século XXI?Artur Coelho
 
Curriculo no Contexto de Gestão
Curriculo no Contexto de GestãoCurriculo no Contexto de Gestão
Curriculo no Contexto de Gestãominizao
 
Book volume 01_internet
Book volume 01_internetBook volume 01_internet
Book volume 01_internetLuiz Dias
 
Pcnem [linguagens, códigos e suas tecnologias]
Pcnem [linguagens, códigos e suas tecnologias]Pcnem [linguagens, códigos e suas tecnologias]
Pcnem [linguagens, códigos e suas tecnologias]Erica Zibetti
 
Caderno 1 2ª etapa pacto
Caderno 1   2ª etapa pactoCaderno 1   2ª etapa pacto
Caderno 1 2ª etapa pactoAdri Ruas
 
Gestar II - UFPE - 2013 - Apresentação
Gestar II - UFPE - 2013 - ApresentaçãoGestar II - UFPE - 2013 - Apresentação
Gestar II - UFPE - 2013 - Apresentaçãorogerioignacio
 
Apresenta visita técnica mt
Apresenta   visita técnica  mtApresenta   visita técnica  mt
Apresenta visita técnica mtjcmerij
 
Plano de trabalho da formação continuada de orientadores de estudo do pacto ...
Plano de trabalho da formação continuada de orientadores de estudo do pacto  ...Plano de trabalho da formação continuada de orientadores de estudo do pacto  ...
Plano de trabalho da formação continuada de orientadores de estudo do pacto ...Salete Perini
 
Projeto: Preparatorio ENEM para Escola Pública
Projeto:  Preparatorio ENEM para Escola PúblicaProjeto:  Preparatorio ENEM para Escola Pública
Projeto: Preparatorio ENEM para Escola PúblicaJose Carlos Machado Cunha
 
Gcd atividade 3 - apresentação slide - conhecendo a cead - final jvt
Gcd   atividade 3 - apresentação slide - conhecendo a cead - final jvtGcd   atividade 3 - apresentação slide - conhecendo a cead - final jvt
Gcd atividade 3 - apresentação slide - conhecendo a cead - final jvtJovert Freire
 
pautas-formativas_ei_interativo_cn1.pdf
pautas-formativas_ei_interativo_cn1.pdfpautas-formativas_ei_interativo_cn1.pdf
pautas-formativas_ei_interativo_cn1.pdfLINDOLFORAMALHOFARIA
 
E:\Other Files\CurríCulo
E:\Other Files\CurríCulo  E:\Other Files\CurríCulo
E:\Other Files\CurríCulo projovemcampoufc
 

Semelhante a A formacao (20)

Guia orientador do PP - CRE - Ji-Paraná
Guia orientador do PP - CRE - Ji-ParanáGuia orientador do PP - CRE - Ji-Paraná
Guia orientador do PP - CRE - Ji-Paraná
 
Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias volume 2
Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias volume 2Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias volume 2
Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias volume 2
 
Mg1
Mg1Mg1
Mg1
 
Orientacoes curriculares para o ensino medio volume mat e ciencias
Orientacoes curriculares para o ensino medio    volume  mat e cienciasOrientacoes curriculares para o ensino medio    volume  mat e ciencias
Orientacoes curriculares para o ensino medio volume mat e ciencias
 
1º encontro apresentação slides
1º encontro   apresentação slides1º encontro   apresentação slides
1º encontro apresentação slides
 
Que Currículo para o Século XXI?
Que Currículo para o Século XXI?Que Currículo para o Século XXI?
Que Currículo para o Século XXI?
 
Curriculo no Contexto de Gestão
Curriculo no Contexto de GestãoCurriculo no Contexto de Gestão
Curriculo no Contexto de Gestão
 
Book volume 01_internet
Book volume 01_internetBook volume 01_internet
Book volume 01_internet
 
Oc ns
Oc nsOc ns
Oc ns
 
Pcnem [linguagens, códigos e suas tecnologias]
Pcnem [linguagens, códigos e suas tecnologias]Pcnem [linguagens, códigos e suas tecnologias]
Pcnem [linguagens, códigos e suas tecnologias]
 
Caderno 1 2ª etapa pacto
Caderno 1   2ª etapa pactoCaderno 1   2ª etapa pacto
Caderno 1 2ª etapa pacto
 
Gestar II - UFPE - 2013 - Apresentação
Gestar II - UFPE - 2013 - ApresentaçãoGestar II - UFPE - 2013 - Apresentação
Gestar II - UFPE - 2013 - Apresentação
 
Apresenta visita técnica mt
Apresenta   visita técnica  mtApresenta   visita técnica  mt
Apresenta visita técnica mt
 
Plano de trabalho da formação continuada de orientadores de estudo do pacto ...
Plano de trabalho da formação continuada de orientadores de estudo do pacto  ...Plano de trabalho da formação continuada de orientadores de estudo do pacto  ...
Plano de trabalho da formação continuada de orientadores de estudo do pacto ...
 
Conselhos escolares
Conselhos escolaresConselhos escolares
Conselhos escolares
 
Projeto: Preparatorio ENEM para Escola Pública
Projeto:  Preparatorio ENEM para Escola PúblicaProjeto:  Preparatorio ENEM para Escola Pública
Projeto: Preparatorio ENEM para Escola Pública
 
Gcd atividade 3 - apresentação slide - conhecendo a cead - final jvt
Gcd   atividade 3 - apresentação slide - conhecendo a cead - final jvtGcd   atividade 3 - apresentação slide - conhecendo a cead - final jvt
Gcd atividade 3 - apresentação slide - conhecendo a cead - final jvt
 
pautas-formativas_ei_interativo_cn1.pdf
pautas-formativas_ei_interativo_cn1.pdfpautas-formativas_ei_interativo_cn1.pdf
pautas-formativas_ei_interativo_cn1.pdf
 
Pcn médio
Pcn médioPcn médio
Pcn médio
 
E:\Other Files\CurríCulo
E:\Other Files\CurríCulo  E:\Other Files\CurríCulo
E:\Other Files\CurríCulo
 

Mais de NTE RJ14/SEEDUC RJ

Mais de NTE RJ14/SEEDUC RJ (20)

C.E. Alfredo Neves
C.E. Alfredo NevesC.E. Alfredo Neves
C.E. Alfredo Neves
 
Caderno iii
Caderno   iiiCaderno   iii
Caderno iii
 
Caderno ii
Caderno   iiCaderno   ii
Caderno ii
 
Caderno i
Caderno   iCaderno   i
Caderno i
 
Diretrizes curriculares nacionais para o ensino médio
Diretrizes curriculares nacionais para o ensino médioDiretrizes curriculares nacionais para o ensino médio
Diretrizes curriculares nacionais para o ensino médio
 
Caderno1 primeiraetapa - slide
Caderno1 primeiraetapa - slideCaderno1 primeiraetapa - slide
Caderno1 primeiraetapa - slide
 
Caderno I - Anexo - SEEDUC
Caderno I - Anexo - SEEDUCCaderno I - Anexo - SEEDUC
Caderno I - Anexo - SEEDUC
 
Caderno 1 - formação de professores do ensino médio - ensino médio e formação...
Caderno 1 - formação de professores do ensino médio - ensino médio e formação...Caderno 1 - formação de professores do ensino médio - ensino médio e formação...
Caderno 1 - formação de professores do ensino médio - ensino médio e formação...
 
Tutorial a tube_atualizado
Tutorial a tube_atualizadoTutorial a tube_atualizado
Tutorial a tube_atualizado
 
Explorando o geogebra
Explorando o geogebraExplorando o geogebra
Explorando o geogebra
 
Redes sociais
Redes sociaisRedes sociais
Redes sociais
 
Facebook2
Facebook2Facebook2
Facebook2
 
Tutorial blog fácil
Tutorial blog fácilTutorial blog fácil
Tutorial blog fácil
 
Acesso conexao professor
Acesso conexao professorAcesso conexao professor
Acesso conexao professor
 
Aprentacao projetor
Aprentacao projetorAprentacao projetor
Aprentacao projetor
 
Tutorial a tube_atualizado
Tutorial a tube_atualizadoTutorial a tube_atualizado
Tutorial a tube_atualizado
 
Projeto de tecnologia educacional formação nte gt60 (2)
Projeto de tecnologia educacional formação nte gt60 (2)Projeto de tecnologia educacional formação nte gt60 (2)
Projeto de tecnologia educacional formação nte gt60 (2)
 
Escravidão
EscravidãoEscravidão
Escravidão
 
Seminário métodos contraceptivos 8 ano
Seminário métodos contraceptivos 8 anoSeminário métodos contraceptivos 8 ano
Seminário métodos contraceptivos 8 ano
 
Seminário drogas lícitas 8 ano
Seminário drogas lícitas 8 anoSeminário drogas lícitas 8 ano
Seminário drogas lícitas 8 ano
 

Último

HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdfNoções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdfdottoor
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasRecurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasCasa Ciências
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 

Último (20)

HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdfNoções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasRecurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 

A formacao

  • 1. PPAACCTTOO PPEELLOO FFOORRTTAALLEECCIIMMEENNTTOO DDOO EENNSSIINNOO MMÉÉDDIIOO A ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES MMEECC// SSEEEEDDUUCC// UUFFFF
  • 2. PPAACCTTOO NNAACCIIOONNAALL PPEELLOO FFOORRTTAALLEECCIIMMEENNTTOO DDOO EENNSSIINNOO MMÉÉDDIIOO Formação de professores e gestores Curso de Formação continuada para professores da rede pública do Ensino Médio, conforme modelo do Pacto (MEC/IES/REDES DE ENSINO) • Articulação com os 26 estados e DF; • Desenvolvimento de material específico para a formação; • Formação na escola com utilização da hora atividade; • Concessão de bolsa aos professores das escolas, aos orientadores de estudos das escolas, coordenadores da formações (regionais), coordenadores das SEDUC e docentes das Universidades;
  • 3. ÁREAS DE CONHECIMENTO PRINCÍPIOS Linguagens Matemática Ciências da Natureza Ciências Humanas Trabalho: princípio educativo Pesquisa: princípio pedagógico Direitos Humanos: como princípio norteador Sustentabilidade socioambiental como meta universal DIMENSÕES: Trabalho, Ciência, Cultura e Tecnologia: como eixo integrador entre os conhecimentos de distintas naturezas - a formação humana integral reconhecendo os estudantes do ensino médio no contexto das múltiplas juventudes.
  • 4. SSUUJJEEIITTOOSS DDOO PPRROOCCEESSSSOO PROFESSOR FUNÇÃO UNIVERSIDADE Coordenador Geral UNIVERSIDADE Coordenador Adjunto SEDUC Supervisor UNIVERSIDADE Formador da IES SEDUC/IES Formador Regional ESCOLA Orientador de Estudos ESCOLA Professor do Ensino Médio
  • 5. GGEESSTTÃÃOO DDOO PPRROOGGRRAAMMAA ÓRGÃO / INSTITUIÇÃO COMPOSIÇÃO COMITÊ GESTOR NACIONAL SEB/MEC Universidades Representantes Consed CNE COMITÊ ESTADUAL Secretário Estadual Coordenadores Universidades Supervisores (Seduc) CEE Representantes: Formadores Regionais, Orientadores de Estudos e Diretores Outros COORDENAÇÃO - UNIVERSIDADE Coordenador Geral Coordenador Adjunto Supervisores (Professores: Pesquisadores/Convidados e Formadores) EQUIPE DE FORMAÇÃO Formadores das Universidades Formadores Regionais Orientadores de Estudos
  • 6. OORRGGAANNIIZZAAÇÇÃÃOO EE EESSTTRRAATTÉÉGGIIAASS DDAA FFOORRMMAAÇÇÃÃOO SEMINÁRIOS NACIONAIS DO ENSINO MÉDIO SEMINÁRIOS ESTADUAIS REUNIÕES DA COORDENAÇÃO DAS UNIVERSIDADES REUNIÕES DO COMITÊ ESTADUAL – SEDUC FORMAÇÃO DOS FORMADORES REGIONAIS FORMAÇÃO DOS ORIENTADORES DE ESTUDOS FORMAÇÃO DOS PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO SEMINÁRIOS NACIONAIS DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA
  • 7. AA PPRROOPPOOSSTTAA DDEE FFOORRMMAAÇÇÃÃOO CCOONNTTIINNUUAADDAA Objetivos: •Promover a valorização do professor da rede pública estadual do Ensino Médio por meio da oferta de formação continuada; •Refletir sobre o currículo do Ensino Médio, promovendo o desenvolvimento de práticas educativas efetivas com foco na formação humana integral, conforme apontado nas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio
  • 8. PPRROOPPOOSSTTAA • Metodologia Participação de todos os professores das redes públicas estaduais do Ensino Médio; Utilização de material pedagógico digital disponibilizado nos tablets, computadores... Formato de e-books Formação no “chão da escola”: valorização dos saberes produzidos no cotidiano escolar e construção de caminhos para a autonomia docente e escolar.
  • 9. PPRROOPPOOSSTTAA • Articulação entre três agentes: Ministério da Educação Secretarias Estaduais da Educação Universidades Cenário nacional: todas as 27 unidades da federação e 71 universidades
  • 10. PPRROOPPOOSSTTAA • Papel do MEC Financiamento integral da formação: quase 500 mil bolsistas: professores cursistas, orientadores de estudos, formadores das IES. formadores regionais, supervisores e coordenadores • Papel das IES: organizar e coordenar as ações da formação; formar os formadores; acompanhar o sistema de bolsas em articulação com as Secretarias Estaduais de Educação
  • 11. PPRROOPPOOSSTTAA • Seminários Nacionais • Seminários Estaduais • Formação inicial dos formadores • Formação dos orientadores de estudos • Grupos de estudos na escola e estudo individual do professor para realização das atividades propostas no material do Pacto
  • 12. SSIISSMMEEDDIIOO • www.simec.mec.gov.br • Cada agente da formação possui uma atribuição no sismedio
  • 13. EETTAAPPAASS DDOO CCUURRSSOO ETAPAS CONTEÚDOS 1ª ETAPA (*) Sujeitos do ensino médio e formação humana integral Ensino médio e formação humana integral O currículo do ensino médio, seus sujeitos e o desafio da formação humana integral Gestão democrática da escola Avaliação no ensino médio Áreas de conhecimento e integração curricular 2ª ETAPA (**) Eixos estruturantes do trabalho formativo: Áreas de Conhecimento e seus componentes curriculares e relações entre as áreas. Organização do Trabalho Pedagógico no Ensino Médio Ciências Humanas (Sociologia, Filosofia, História e Geografia) Ciências da Natureza (Química, Física, Biologia) Linguagens (Língua Portuguesa; Língua Materna, para populações indígenas; Arte em suas diferentes linguagens: cênicas, plásticas e, obrigatoriamente, a musical; Educação Física; Língua Estrangeira Moderna). Matemática
  • 14. ETAPA S CONTEÚDOS 3ª ETAPA A ser elaborada após avaliação das etapas anteriores de formação continuada; Buscar maior articulação entre formação inicial e continuada; Intensificar e aprofundar a discussão das áreas e dos componentes curriculares; (*) Proposta elaborada por Professores das Universidades participantes do Programa Ensino Médio Inovador (**) Proposta elaborada pelo Grupo de Trabalho do Pacto EM – MEC, IES, CONSED e convidados – em elaboração
  • 15. DDAA RREEAALLIIZZAAÇÇÃÃOO • Os orientadores de estudo serão formados em cursos a serem ministrados pelos formadores regionais.
  • 16. DDAA RREEAALLIIZZAAÇÇÃÃOO • Nas escolas, a carga horária do curso será de 200 horas, sendo 100 horas na primeira etapa, destinadas ao estudo dos seis Cadernos de Formação e materiais complementares da Seduc e IES, e 100 horas na segunda etapa, destinadas ao estudo dos cinco cadernos de formação, o que inclui a Organização do Trabalho Pedagógico no Ensino Médio e as quatro Áreas de Conhecimento definidas nas DCNEM. • A IES formadora poderá ampliar a carga horária prevista, em articulação com a Seduc, desde que não deixe de cumprir a carga horária mínima estabelecida e não altere a configuração do programa.
  • 17. OO PPRROOCCEESSSSOO FFOORRMMAATTIIVVOO NNAA EESSCCOOLLAA • Todo o processo de formação será mediado pelo orientador de estudo, que deverá planejá-lo e discuti-lo com o formador regional. As temáticas serão trabalhadas, de forma individual, por meio de leituras e exercícios práticos dirigidos com duração de 4 horas e, de forma coletiva, em encontros semanais também com duração de 4 horas, utilizando-se a hora-atividade. As atividades coletivas terão como base o estudo dos Cadernos de Formação que serão disponibilizados aos participantes. O material a ser utilizado na primeira etapa da formação está disponível para download no sítio http://pactoensinomedio.mec.gov.br. • . A IES, em parceria com a Seduc, poderá disponibilizar outros materiais de estudo desde que não prejudique a carga horária prevista para o estudo dos cadernos de formação propostos.
  • 18. A FORMAÇÃO NA ESCOLA SSEERRÁÁ OORRGGAANNIIZZAADDAA EEMM DDUUAASS EETTAAPPAASS DDIISSTTIINNTTAASS:: • Primeira Etapa: será apresentado um conjunto de temas fundamentados nas DCNEM, para subsidiar a formação continuada do professor. O objetivo é possibilitar a compreensão das diretrizes curriculares nacionais, criando-se um espaço para a reflexão coletiva sobre a prática docente e a importância da participação de todos os atores do processo educativo e na reescrita do Projeto Político Pedagógico da escola – PPP. Essas discussões deverão orientar o (re)desenho do currículo do Ensino Médio.
  • 19. A FORMAÇÃO NA ESCOLA SSEERRÁÁ OORRGGAANNIIZZAADDAA EEMM DDUUAASS EETTAAPPAASS DDIISSTTIINNTTAASS:: • Segunda Etapa: será realizada a discussão a partir dos Cadernos (em elaboração) sobre as áreas de conhecimento e as relações entre elas e seus componentes curriculares (CIÊNCIAS HUMANAS - Sociologia, Filosofia, História e Geografia; CIÊNCIAS DA NATUREZA - Química, Física, Biologia; LINGUAGENS - Língua Portuguesa, Artes, Educação Física e Língua Estrangeira Moderna; MATEMÁTICA) que constituíram a matriz de referência para a construção dos Direitos à Aprendizagem e ao Desenvolvimento. O quinto caderno propõe o estudo e a discussão coletiva sobre a organização do trabalho pedagógico no Ensino Médio na perspectiva de reescrita do Projeto Político Pedagógico da escola e o sexto, ainda em proposição, abordará a diversidade.
  • 20. DDAASS AATTIIVVIIDDAADDEESS • Na escola, o curso está organizado em dois grupos de atividades a serem desenvolvidas segundo abordagens metodológicas distintas, mas articuladas: • Atividades individuais: O professor organizará seu tempo para a leitura dos textos básicos do curso, devendo apresentar registros das reflexões realizadas durante suas leituras nas sessões de discussão coletiva na escola. Ainda como parte das atividades individuais, o professor deverá realizar (pelo menos) uma das atividades propostas no material de estudo no contexto de sala de aula. Todo esse processo será orientado e acompanhado pelo orientador de estudo.
  • 21. DDAASS AATTIIVVIIDDAADDEESS • Atividades coletivas: o grupo realizará estudos das DCNEM, dos textos sobre os grandes campos temáticos e as áreas de conhecimento e seus componentes curriculares (Cadernos de Formação da 1ª e 2ª etapas do curso e outros materiais complementares das IES e Seduc). O orientador de estudo organizará em cada escola de Ensino Médio a proposta de formação, de acordo com a organização do trabalho pedagógico da escola, seus tempos e espaços institucionais, considerando as possibilidades de rearranjos da hora-atividade, de forma a privilegiar o trabalho coletivo. Pelo menos 3 horas semanais devem ser destinadas ao estudo e à análise dos Cadernos e da realidade escolar. A organização pedagógica – apresentação dos conteúdos, metodologias, atividades complementares, técnicas e propostas – é de responsabilidade do orientador de estudo.
  • 22. DDAA OORRGGAANNIIZZAAÇÇÃÃOO DDOOSS EENNCCOONNTTRROOSS • Caberá ao gestor escolar assegurar as condições de organização da hora-atividade concentrada para viabilizar a realização dos encontros presenciais com o coletivo da escola. As atividades individuais são de responsabilidade de cada cursista e serão monitoradas pelo orientador de estudos. As atividades coletivas serão realizadas semanalmente, na escola, seguindo as orientações do programa de formação.
  • 23. DDOO MMAATTEERRIIAALL DDEE EESSTTUUDDOO Nos encontros nas escolas serão trabalhados os conteúdos e atividades previstas nos cadernos, contando com encaminhamentos metodológicos ao longo do texto, como: • “Saiba Mais”: é um espaço de ampliação do conhecimento tratado no texto, uma informação complementar na qual geralmente sugere-se a leitura de livros, artigos, revistas ou mesmo links de páginas, vídeos ou filmes. Os textos sugeridos para leitura no “Saiba mais” ficarão hospedados no Portal EMdiálogo.
  • 24. DDOO MMAATTEERRIIAALL DDEE EESSTTUUDDOO • “Em outras palavras”: Usado para compreensão e para o esclarecimento de termos e expressões tratadas no texto. Por exemplo, palavras como “Omnilateralidade”, ou “Juventudes”. • “Reflexão e Ação”: Ao final de cada seção são propostas atividades, as quais serão avaliadas. Estas atividades permitirão que os professores se reúnam e reflitam sobre questões da escola e fatos concretos, valorizando as experiências vivenciadas no curso e em sala de aula.
  • 25. • AAnnaa NNeerryy NN.. SSaannttooss Formação Graduada em Letras pela Uerj; Especialista em Língua portuguesa e Linguística; Especialista em Tecnologia Educacional Professora de Língua Portuguesa e Mediadora de Tecnologia Educacional na Rede Estadual. Contatos pactoem.ananery@gmail.com Tel: 99364-9122 (claro) 98080-2114 (tim)