Avaliação de Políticas Sociais

1.194 visualizações

Publicada em

O combate à pobreza e problemas sociais é baseado em incertezas, e a falta de informações à respeito do impacto de políticas públicas apenas dificulta o processo. Porém, Esther Duflo, professora e pesquisadora do Massachusetts Institute of Technology (MIT), afirma que é possível saber quais políticas darão certo e quais não, através de Experimentos Randômicos.

O seminário irá abordar a metodologia utilizada pelo seu laboratório, o Jameel Poverty Action Lab (J-LAB), para avaliação de políticas sociais, e forçá-los a pensar sobre algumas mudanças de paradigmas da gestão pública e Economia do Bem-Estar (Welfare Economics).

  • Seja o primeiro a comentar

Avaliação de Políticas Sociais

  1. 1. Avaliação de Políticas SociaisRepensando os problemas socias e os métodos para combatê-los LUIGI CENATTI GIANNI
  2. 2. 9 milhões de crianças com menos de 5 anos morrem por ano...... O equivalente ao terremoto no Haiti a cada 8 dias.
  3. 3. 1. A ajuda financeira pode acabar com a pobreza? Vs. Fonte: "Can the West Save Africa?," Journal of Economic Literature, American Economic Association
  4. 4. 2. Como imunizar pessoas?
  5. 5. 3. Como acabar com a malária?
  6. 6. 4. Como manter as crianças na escola?
  7. 7. 1. A ajuda financeira pode acabar com a pobreza? 2. Como imunizar pessoas? 3. Como acabar com a malária? 4. Como manter as crianças na escola?
  8. 8. AGENDA TEORIA• Quebrando o problema• Entendendo o problema• Escolhendo indicadores• Experimentos Randômicos• Por quê randomizar?• Estruturando o experimento• Quando não utilizar o método• Implicações na gestão pública PRÁTICA• Mantendo as crianças na escola• Imunização• Combate à malária• Corrupção no Brasil CONCLUSÕES
  9. 9. Quebrando o problema... Pobreza Educação Saúde Renda Básica Superior
  10. 10. Quebrando o problema... Educação Básica Ausência Ausência Qualidade de de Alunos do Ensino Professores
  11. 11. Quebrando o problema... Ausência de Alunos
  12. 12. Entendendo o problema...FORMULANDO HIPÓTESES PARA FORMULANDO HIPÓTESES PARAA CAUSA DO PROBLEMA AS SOLUÇÕES DO PROBLEMA1. Renda familiar baixa: crianças 1. Bolsas pagas às famílias se precisam trabalhar. crianças forem à escola.2. Pais não entendem os ganhos 2. Informar os pais dos ganhos da educação. da educação.3. Crianças passando fome. 3. Financiar refeições na escola.4. ... 4. ...
  13. 13. Escolhendo indicadores... PORCENTAGEM DE CRIANÇAS MÉDIA (E DESVIO PADRÃO) DAS COM PRESENÇA MÍNIMA NOTAS 40% 5,93
  14. 14. AGENDA TEORIA• Quebrando o problema• Entendendo o problema• Escolhendo indicadores• Experimentos Randômicos• Por quê randomizar?• Estruturando o experimento• Quando não utilizar o método• Implicações na gestão pública PRÁTICA• Mantendo as crianças na escola• Imunização• Combate à malária• Corrupção no Brasil CONCLUSÕES
  15. 15. Experimentos Randômicos GRUPO DE CONTROLE GRUPO DE TESTE
  16. 16. Experimentos Randômicos Política social é% de crianças com presença aplicadamínima 80 60 Impacto da política 40 Tempo
  17. 17. Por quê randomizar? Impacto da política
  18. 18. AGENDA TEORIA• Quebrando o problema• Entendendo o problema• Escolhendo indicadores• Experimentos Randômicos• Por quê randomizar?• Estruturando o experimento• Quando não utilizar o método• Implicações na gestão pública PRÁTICA• Mantendo as crianças na escola• Imunização• Combate à malária• Corrupção no Brasil CONCLUSÕES
  19. 19. Estruturando o experimento...• Qual a unidade de randomização? • Coleta de dados • Problemas de Crossover e Spillover• Qual o método de randomização? • Loteria básica • Phase-In, Two-Stage Randomization...• Qual o tamanho da amostra?• A estrutura de avaliação é justa?
  20. 20. Quando não utilizar o método• Ao avaliar políticas macroeconômicas• Quando é anti-ético negar à população acesso ao tratamento• Se o experimento difere de suas condições normais• Se o experimento é caro• Se a amostra é muito pequena
  21. 21. AGENDA TEORIA• Quebrando o problema• Entendendo o problema• Escolhendo indicadores• Experimentos Randômicos• Por quê randomizar?• Estruturando o experimento• Quando não utilizar o método• Implicações na gestão pública PRÁTICA• Mantendo as crianças na escola• Imunização• Combate à malária• Corrupção no Brasil CONCLUSÕES
  22. 22. Implicações na gestão pública• Validade interna e externa• Custo-benefício Anos de estudo por US$ 100,00 Política 1 Política 2 Política 3
  23. 23. AGENDA TEORIA• Quebrando o problema• Entendendo o problema• Escolhendo indicadores• Experimentos Randômicos• Por quê randomizar?• Estruturando o experimento• Quando não utilizar o método• Implicações na gestão pública PRÁTICA• Mantendo as crianças na escola• Imunização• Combate à malária• Corrupção no Brasil CONCLUSÕES
  24. 24. Mantendo as crianças na escola...FORMULANDO HIPÓTESES PARA FORMULANDO HIPÓTESES PARAA CAUSA DO PROBLEMA AS SOLUÇÕES DO PROBLEMA1. Trabalho infantil 1. Compra de uniformes2. Barreiras culturais 2. Bolsas para famílias de crianças que compareciam na escola3. Condições de saúde 3. Informar pais4. Qualidade do ensino 4. Bolsas de mérito para mulheres 5. Desparasitação (Deworming) 6. Refeições na escola 7. Compra de livros 8. Investimento em professores
  25. 25. Mantendo as crianças na escola... Compra de uniformes Bolsas de mérito p/ mulheres Bolsas para famílias Desparasitação Refeições na escola Compra de livros Investimento em professores Informar pais
  26. 26. Mantendo as crianças na escola...
  27. 27. Mantendo as crianças na escola...
  28. 28. AGENDA TEORIA• Quebrando o problema• Entendendo o problema• Escolhendo indicadores• Experimentos Randômicos• Por quê randomizar?• Estruturando o experimento• Quando não utilizar o método• Implicações na gestão pública PRÁTICA• Mantendo as crianças na escola• Imunização• Combate à malária• Corrupção no Brasil CONCLUSÕES
  29. 29. Imunização• Pais precisavam caminhar até os postos de saúde, e constantemente os encontravam fechados.• Pais não tinham motivação para voltar.• Pais se preocupavam com saúde dos filhos.
  30. 30. Imunização Grupo de Controle Intervenções Intervenções com incentivos
  31. 31. Imunização Controle Interv. Interv. c/ Incentivos
  32. 32. AGENDA TEORIA• Quebrando o problema• Entendendo o problema• Escolhendo indicadores• Experimentos Randômicos• Por quê randomizar?• Estruturando o experimento• Quando não utilizar o método• Implicações na gestão pública PRÁTICA• Mantendo as crianças na escola• Imunização• Combate à malária• Corrupção no Brasil CONCLUSÕES
  33. 33. Combate à malária...Distribuindo mosquiteiros (bed nets):• Se as pessoas precisarem pagar pelos mosquiteiros, elas vão comprá-los?• Se as pessoas os ganharem de graça, elas vão utilizá-los?• Mosquiteiros de graça diminuem a chance das pessoas adquirirem mais no futuro?
  34. 34. Combate à malária... Se as pessoas precisarem pagar pelos mosquiteiros, elas vão comprá-los?
  35. 35. Combate à malária... Se as pessoas os ganharem de graça, elas vão utilizá-los?
  36. 36. Combate à malária... Mosquiteiros de graça diminuem a chance das pessoas adquirirem mais no futuro?
  37. 37. AGENDA TEORIA• Quebrando o problema• Entendendo o problema• Escolhendo indicadores• Experimentos Randômicos• Por quê randomizar?• Estruturando o experimento• Quando não utilizar o método• Implicações na gestão pública PRÁTICA• Mantendo as crianças na escola• Imunização• Combate à malária• Corrupção no Brasil CONCLUSÕES
  38. 38. Corrupção no Brasil...• Não existem informações disponíveis facilmente sobre casos de corrupção• Transparência é essencial para a democracia• 676 municípios foram auditados. Em 376, os resultados foram publicados em jornais e rádios.• Para cada violação adicional, a chance de um candidato ser reeleito diminuia em 20%
  39. 39. AGENDA TEORIA• Quebrando o problema• Entendendo o problema• Escolhendo indicadores• Experimentos Randômicos• Por quê randomizar?• Estruturando o experimento• Quando não utilizar o método• Implicações na gestão pública PRÁTICA• Mantendo as crianças na escola• Imunização• Combate à malária• Corrupção no Brasil CONCLUSÕES
  40. 40. Conclusões “... She has broken out of the ivory tower to do something economists rarely do: gather real data to see what really works in.” The 2011 Time 100 Most Influtential People
  41. 41. ConclusõesRelembrando o método:1. Quebrar o problema em diversas partes;2. Formular hipóteses para as causas;3. Formular hipóteses para as soluções;4. Escolher indicadores, e colher dados da situação atual;5. Estruturar o experimento randômico;6. Discutir validade externa do experimento;7. Calcular custo-benefício.
  42. 42. Conclusões
  43. 43. Avaliação de Políticas SociaisRepensando os problemas socias e os métodos para combatê-los LUIGI CENATTI GIANNI lcg@neo.ufsc.br www.neo.ufsc.br /neoempresarial

×