1
2
Mateus 14 22 -36 
João 6 16 -24 
3
“Senhor, se és mesmo o nosso Rabi, ordena que eu vá ao Teu 
encontro” 
4
“Salva-me Senhor” 
5
Homem de pouca fé, por que duvidaste?” 
6
Pedro caminha 
sobre as águas 
Possuidor de 
mediunidade de 
efeitos físicos auxiliado 
por Espíritos elevados 
e envolvid...
Jesus acalma a tempestade 
Mateus 8 23 a 27 
8
Jesus convida aos seus discípulos a irem para a 
outra margem. 
9
A cada instante, a tempestade avolumava-se causando 
insegurança aos tripulantes da pequena embarcação. 
10
O Mestre dormia serenamente, 
na popa, 
11
“Quem é este que a até a tempestade 
acalma?” 
12
Refletindo: 
O que há de comum entre as duas 
passagens? 
O que faltou aos discípulos? 
13
Pedro, nos mostra que o discípulo de Jesus 
não é aquele que nunca afunda, mas o 
que sempre busca emergir-se novamente 
1...
Jesus está na popa 
15
Se quisermos 
crescer.... 
“é necessário pegar 
um barco para outra 
margem”. 
Nesse ínterim, vai 
haver dor e 
sofrimento...
Diante do 
sofrimento 
• O homem tolo se 
rebela. 
• O homem muito 
inteligente busca 
sofismas, 
• o homem 
humilde aceit...
Confiança 
Jesus é o comandante 
maior desta nossa 
viagem. 
Se nele confiarmos 
chegaremos a outra 
margem, mais 
experie...
Jesus é o norte 
que nos assiste. 
Mesmo que as 
tempestades rujam e 
balancem as 
estruturas ao nosso 
redor, Ele permane...
O Espiritismo não tem a missão de isentar-nos 
das lutas, mas fortalecer-nos e esclarecer-nos, 
despertando em nós a fé. 
...
Fé 
• não se compra 
nos templos de 
mercadores nem 
nas feiras, não se 
da por esmola, 
nem se adquire 
por herança. 
• A...
Para obter fé 
• Trabalho 
• Raciocínio 
• Estudo 
• Esforço 
22
A definição de fé vai depender do nível evolutivo que cada um se encontre 
23 
acreditar 
sentimento 
convicção 
fidelidad...
Mover montanhas 
Grupo Bem 
A minha fé é meu sustento 
A minha fé é a razão 
Pra conviver com sofrimento 
E não perder a d...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Palestra Pública - Estudo do Evangelho - Sobre as águas

1.135 visualizações

Publicada em

Estudo do Evangelho à Luz da Doutrina Espírita - Sobre as águas

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.135
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
38
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palestra Pública - Estudo do Evangelho - Sobre as águas

  1. 1. 1
  2. 2. 2
  3. 3. Mateus 14 22 -36 João 6 16 -24 3
  4. 4. “Senhor, se és mesmo o nosso Rabi, ordena que eu vá ao Teu encontro” 4
  5. 5. “Salva-me Senhor” 5
  6. 6. Homem de pouca fé, por que duvidaste?” 6
  7. 7. Pedro caminha sobre as águas Possuidor de mediunidade de efeitos físicos auxiliado por Espíritos elevados e envolvido nos fluidos do Mestre, Pedro foi capaz de levitar sobre as águas exatamente como fez Jesus, mas deixando cair sua vibração pela ausência da fé, fraquejou. 7
  8. 8. Jesus acalma a tempestade Mateus 8 23 a 27 8
  9. 9. Jesus convida aos seus discípulos a irem para a outra margem. 9
  10. 10. A cada instante, a tempestade avolumava-se causando insegurança aos tripulantes da pequena embarcação. 10
  11. 11. O Mestre dormia serenamente, na popa, 11
  12. 12. “Quem é este que a até a tempestade acalma?” 12
  13. 13. Refletindo: O que há de comum entre as duas passagens? O que faltou aos discípulos? 13
  14. 14. Pedro, nos mostra que o discípulo de Jesus não é aquele que nunca afunda, mas o que sempre busca emergir-se novamente 14
  15. 15. Jesus está na popa 15
  16. 16. Se quisermos crescer.... “é necessário pegar um barco para outra margem”. Nesse ínterim, vai haver dor e sofrimento. Mas uma coisa é certa; Jesus estará na popa. 16
  17. 17. Diante do sofrimento • O homem tolo se rebela. • O homem muito inteligente busca sofismas, • o homem humilde aceita e decifra essa mensagem. 17
  18. 18. Confiança Jesus é o comandante maior desta nossa viagem. Se nele confiarmos chegaremos a outra margem, mais experientes, pois, todo aquele que vence uma tormenta certamente aprendeu muito mais do que os que atravessaram apenas as calmarias. 18
  19. 19. Jesus é o norte que nos assiste. Mesmo que as tempestades rujam e balancem as estruturas ao nosso redor, Ele permanece firme, no leme das nossas vidas Não nos foi prometida uma travessia tranquila, mas uma chegada certa. 19
  20. 20. O Espiritismo não tem a missão de isentar-nos das lutas, mas fortalecer-nos e esclarecer-nos, despertando em nós a fé. A fé pode crescer? O que tenho que fazer pra crescer a minha fé? 20
  21. 21. Fé • não se compra nos templos de mercadores nem nas feiras, não se da por esmola, nem se adquire por herança. • As graças caem dos céus como chuvas, a esperança brilha, a caridade aquece vivifica, ilumina e ampara, mas a fé... 21
  22. 22. Para obter fé • Trabalho • Raciocínio • Estudo • Esforço 22
  23. 23. A definição de fé vai depender do nível evolutivo que cada um se encontre 23 acreditar sentimento convicção fidelidade Criança Pacionais intelectuais outros
  24. 24. Mover montanhas Grupo Bem A minha fé é meu sustento A minha fé é a razão Pra conviver com sofrimento E não perder a direção A minha fé é alimento Pra dividir com meu irmão Em nossas horas de tormento Pra aliviar o coração É muito mais que um sentimento Ou uma cega devoção É parte de um amor imenso É força, é vida, é oração Mover montanhas Vencer o medo Mudar os ventos Ou muito, muito mais 24

×