Fórum 2 Trabalho 1                                                                    Tabela – Parte 1Indicadores      Pon...
Fórum 2 Trabalho 1                    * Os alunos cumprem normas de actuação, de convivência e de trabalho, inerentes ao s...
Fórum 2 Trabalho 1                   concelho e distrito para o desenvolvimento de alguns projectos, nomeadamente com a   ...
Fórum 2 Trabalho 1              * A BE constitui um espaço agradável, com boas condições de mobiliário e equipamentos e   ...
Fórum 2 Trabalho 1                                                                    Tabela – Parte 2Indicadores         ...
Fórum 2 Trabalho 1               C–1Apoio a actividades livres, extra- *Incentivar exposições de trabalhos dos alunos, que...
Fórum 2 Trabalho 1                              Razões da escolha do domínio: Apoio ao Desenvolvimento CurricularO Plano d...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Nelida nabais trabalho_1_forum_2[1]

179 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
179
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nelida nabais trabalho_1_forum_2[1]

  1. 1. Fórum 2 Trabalho 1 Tabela – Parte 1Indicadores Pontos fortes Pontos fracos * A BE coopera com todas as estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica da escola: conselho pedagógico, departamentos curriculares, áreas disciplinares e conselhos de A. 1 turma.Articulação * A BE apoia os docentes responsáveis pelas áreas de projecto, sempre que para isso é solicitada.curricular da *A BE apoia os docentes no desenvolvimento de projectos relacionados com a Educação para a *Os recursos humanos e materiais dabiblioteca Saúde e Educação para a Cidadania. BE não são devidamente valorizadosescolar com as *Alguns docentes valorizam o papel da BE e integram-na nas suas práticas de pelos docentes coordenadores daestruturas de ensino/aprendizagem. disciplina de Área de Projecto.coordenação e *Os recursos da BE são rentabilizados pelos docentes em actividades curriculares e formativas, * Nem todos os Departamentossupervisãopedagógica e sendo que a BE é frequentemente utilizada para aulas de substituição. * A BE produz e colabora com os docentes na elaboração de materiais didácticos, guiões de curriculares/Grupos de docência, conselhos de turma utilizam o espaço 1com os pesquisa, orientadores de leitura e dossiês temáticos online. Estes dossiês têm sido uma aposta e recursos da BE para apoio aodocentes. bastante valiosa no desenvolvimento das literacias, designadamente da leitura e da informação e desenvolvimento curricular. no apoio ao desenvolvimento curricular. *A BE produz e difunde um conjunto diversificado de materiais de apoio às diferentes áreas curriculares e de projecto. * O plano de trabalho da BE inclui actividades de formação de utilizadores, com turmas do 10º *Muitos docentes desconhecem o ano, no sentido de promover o valor da BE, motivar para a sua utilização, esclarecer sobre as fundo documental e os serviços A.2 formas como está organizada e ensinar a utilizar os diferentes serviços. prestados pela BE.Promoção das * Os projectos escolares de iniciativa da BE ou apoiados por ela, incluem algumas actividades de *Estas literacias não têm sido muitoliteracias da consulta e produção de informação e comunicação através das TIC: actividades de pesquisa, desenvolvidas na BE.informação, utilização de serviços web e outros objectos multimedia. *A BE ainda não adoptou um guiãotecnológica e * Os alunos aplicam modalidades de trabalho diversificadas e realizam tarefas diferenciadas, de de pesquisa de informação, como pordigital acordo com a estruturação espacial e funcional da BE. exemplo o modelo PLUS ou Bigsix, * A utilização da BE é rentabilizada em actividades de estudo, leitura e pesquisa orientada, uso que oriente os alunos na elaboração das TIC ou outras actividades de substituição relacionadas com a OTE. dos trabalhos. 08 de Novembro a 14 de Novembro 2010 Nélida Nabais
  2. 2. Fórum 2 Trabalho 1 * Os alunos cumprem normas de actuação, de convivência e de trabalho, inerentes ao sistema e * A BE não tem impacto na aquisição de funcionamento da BE. competências tecnológicas e digitais dos alunos. * A BE disponibiliza uma colecção variada e adequada aos gostos, interesses e necessidades dos B utilizadores.Leitura e * A BE identifica problemáticas e dificuldades neste domínio e delinea acções e programas queliteracia melhorem as situações identificadas. *O número de alunos leitores * A BE promove acções formativas que ajudem a desenvolver as competências na área da leitura. regulares da BE não é ainda muitoEste domínio foi * A BE desenvolve, de forma sistemática, actividades no âmbito da promoção da leitura. significativoobjecto de * A BE promove encontros com escritores e outros eventos culturais que aproximem os alunosauto-avaliação dos livros.no ano lectivo * A BE promove a discussão conjunta sobre a importância da leitura na formação pessoal e notransacto sucesso educativo. * A BE difunde informação sobre livros e autores, organiza guiões de leitura, bibliografias e outros materiais de apoio à leitura. * Os alunos usam o livro e a BE para ler de forma recreativa, para se informar ou para realizar 2 trabalhos escolares. * os alunos manifestam progressos nas competências de leitura. C–1 * A BE fomenta e apoia as actividades livres de leitura, pesquisa e de estudo autónomos, pelosApoio a alunos, estando aberta das 9h às 18h, continuamente e durante os períodos de interrupção *Devido à falta de recursos humanos,actividades lectiva. a BE não funciona em horáriolivres, extra- * Os alunos usufruem de um programa de animação cultural, regular, traduzido num conjunto de nocturno, o que dificulta a utilizaçãocurriculares e iniciativas – exposições, palestras, debates, sessões de poesia, concursos, celebração de do espaço pelos utentes dos cursosde efemérides. nocturnos ( EFAs e CNO)enriquecimento * Os alunos adquirem hábitos de utilização livre da BE, cultivando um clima de liberdade,curricular. respeito e descontracção *A professora bibliotecária participa, regularmente, com outras escolas/agrupamentos, com o *Todas as diligências feitas para C–2 SABE e com a DREAlg em reuniões de trabalho do grupo concelhio de Loulé, onde se realiza um trazer os pais à escola têm sido poucoProjectos e trabalho colaborativo na troca de experiências e de materiais, existindo mesmo o “wikispace” do frutíferas.parcerias grupo de Loulé, onde são difundidos e partilhados instrumentos de trabalho. *Por várias vezes tem sido tentado * A BE incentiva a criação de redes de trabalho a nível externo, com empresas e instituições do envolver a família em projectos e 08 de Novembro a 14 de Novembro 2010 Nélida Nabais
  3. 3. Fórum 2 Trabalho 1 concelho e distrito para o desenvolvimento de alguns projectos, nomeadamente com a actividades mas esta é, sem dúvida, Biblioteca Municipal e com outras escolas do concelho, sendo que a BM tem patrocinado a visita uma tarefa difícil. Este é um ponto de escritores à BE. fraco de muitas escolas secundárias * O Prémio Literário da Escola Secundária de Loulé tem sido patrocinado por Empresas da que se deve ao facto de os alunos Região, pela Autarquia, pelo Governo Civil de Faro e, inclusivamente pelo Parlamento Europeu, serem adolescentes e muitos já na sua 1ª edição. adultos, pelo que se sentem eles próprios responsáveis e autónomos em relação à escola. *O professor bibliotecário integra o conselho pedagógico e articula a sua prática com os vários departamentos curriculares e demais estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica. D–1 *Todos os documentos que definem e regulam a escola contemplam a BE na formulação e Visto ser o primeiro ano em queArticulação da desenvolvimento da sua missão, princípios e objectivos. exerço as funções de professorabiblioteca com *Os órgãos de direcção, administração e gestão reconhecem o valor da BE, garantem os recursos bibliotecária, ainda não tenho dadosaAcesso escola. e humanos e aprovam um orçamento equilibrado para o seu funcionamento. * A BE cria condições e é usada como recurso e como local de lazer e de trabalho: tem-se fiáveis sobre este ponto. 3serviços procurado criar condições físicas e materiais, através da modernização do espaço, daprestados pela actualização de recursos tecnológicos e do investimento num acervo documental diversificado,biblioteca que promovam o hábito e o gosto de ler. * A BE apoia os utilizadores no acesso à colecção, aos equipamentos, à leitura e à pesquisa. *A BE implementa um sistema de auto-avaliação contínuo, baseado no modelo de auto-avaliação da RBE, identificando os pontos fortes e fracos e fomentando a melhoria da qualidade dos seus serviços. Esta auto-avaliação é apresentada ao director e aprovada em conselho pedagógico. * A auto-avaliação da escola integra a auto-avaliação da BE *O professor bibliotecário exerce uma boa gestão dos recursos humanos, criando boas relações *Os equipamentos tecnológicos D-2 interpessoais com a equipa e com todos os docentes que colaboram na e com a biblioteca. afectos à BE são um ponto fraco daCondições * O professor bibliotecário e a equipa têm uma atitude proactiva que: induz comportamentos de mesma. O hardware está bastantehumanas e acesso e uso dos recursos; garante uma mediação eficaz entre as necessidades dos utilizadores e ultrapassado: Espera-se que,materiais para as fontes de informação; promove as possibilidades de trabalho facultadas pela BE. aquando da remodelação da escolaa prestação dos * O professor bibliotecário e a equipa formam os alunos para o uso da BE. (vai entrar em parque escolar) aserviços * A BE reflecte e integra os normativos definidos pelo ME/RBE. biblioteca seja adequadamente 08 de Novembro a 14 de Novembro 2010 Nélida Nabais
  4. 4. Fórum 2 Trabalho 1 * A BE constitui um espaço agradável, com boas condições de mobiliário e equipamentos e equipada a nível informático. garante uma utilização individual e em grupo que satisfaz as necessidades dos utilizadores. *A BE responde de forma eficaz às necessidades da escola e dos utilizadores. *Embora não exista uma política de desenvolvimento da colecção formalizada, a mesma é D–3 continuamente avaliada e as necessidades inventariadas, sendo feita uma actualizaçãoGestão da sistemática, de acordo com as sugestões dos diferentes departamentos curriculares.colecção/ da *As estatísticas da leitura de presença, de leitura de jornais e revistas e de utilização dos DVDs *Para uma escola com 1200 alunos, oinformação são bastante elevadas. nº de empréstimos não é * O fundo documental é variado e suficiente para as necessidades dos utilizadores. particularmente elevado. * As necessidades de informação, decorrentes do projecto educativo, de projectos em *Embora a página web esteja muito desenvolvimento e dos perfis curriculares são inventariados. completa e com um visual muito * A rede partilhada de documentação pode envolver outras bibliotecas a nível local e a BM. apelativo, sendo constantemente * A BE implementa o empréstimo domiciliário. actualizada, é necessário não apenas * Os alunos procuram os recursos documentais para se recrearem ou para o trabalho escolar. divulgar aquilo que é feito, mas * A informação está organizada segundo linguagens normalizadas que garantam uma eficaz recuperação da informação. também receber algum “feedback” das opiniões da comunidade 4 * A BE usa a página web para difusão da informação sobre livros e autores e actividades da BE. educativa sobre o que se faz na BE. * Os utilizadores recuperam a informação manualmente ou através da consulta do catálogo. *A BE realiza actividades de apresentação/exposição de livros e outros recursos de informação. * A BE cria instrumentos de promoção da colecção e de divulgação de recursos de informação. *A colecção é equilibrada em quantidade nos diferentes suportes e nas diferentes áreas e. encontra-se em livre acesso, garantindo condições de acesso e uso a todos os utilizadores. * A BE tem, no momento, 100% da colecção registada, mais de 95% classificada, catalogada e etiquetada e cerca de 75% indexada. Este trabalho permite gerir a colecção de uma forma eficaz e metódica, com resultados estatísticos imediatos, o que facilita consideravelmente o trabalho de recolha de dados. *O catálogo da BE é pesquisável online através do site da RBE, existindo uma ligação da página da BE para a página da RBE o que permite um mais fácil acesso aos alunos. Pode ainda ser consultado num computador, na BE . 08 de Novembro a 14 de Novembro 2010 Nélida Nabais
  5. 5. Fórum 2 Trabalho 1 Tabela – Parte 2Indicadores Acções de comunicação e de trabalho com a escola que contribuam para uma melhorar apropriação da BE e reconhecimento do seu valor. *Organizar acções informais de formação sobre a BE junto dos docentes. *Reforçar o papel da BE na Educação para a Saúde e para a Cidadania. A. 1 *Articular a dinâmica da BE com outros projectos da escola.Articulação curricular da biblioteca *Planear antecipadamente com os docentes o trabalho a realizar na BE.escolar com as estruturas de *Promover a integração dos novos docentes no trabalho da BE.coordenação e supervisão *Recolher, organizar e difundir materiais relacionados com as diferentes áreas curriculares de modo a serempedagógica e com os docentes. sistematicamente utilizados nas aulas de substituição. *Garantir a integração de alunos estrangeiros na escola, com recurso a novos meios de aprendizagem. *Melhorar e aumentar os equipamentos tecnológicos: computadores actualizados, um video-projector e ecrã A.2 gigante, máquina de filmar e outros.Promoção das literaciasinformação, tecnológica e digital da *Criar um blogue, onde seja possível, de uma forma mais interactiva, comunicar com os alunos/docentes e restante comunidade educativa. 5 *Tornar os espaços online da BE lugares de partilha de ideias e opiniões entre a comunidade educativa. *Melhorar e incentivar a leitura em ambientes digitais. *Pedir a colaboração dos docentes a nível da criação e exploração de novos ambientes digitais, com o objectivo de continuar a desenvolver a leitura e a escrita criativa. *Introduzir uma política orientada para o ensino, sistemático e em contexto curricular, de competências de informação. *Inscrever no guia de utilizador da BE um conjunto de orientações para o uso responsável dos recursos de informação. *Adoptar um modelo de pesquisa da informação,uniforme para toda a escola. *Produzir guiões e outros materiais de apoio à pesquisa e utilização da informação pelos alunos. *Ensinar os alunos a pensar ao nível do desenvolvimento de novas competências. *Melhorar os índices de leiturae empréstimo domciliário. B *Dar inicio a um novo projecto “Leitor do mês” e atribuir um pequeno prémio ao leitor com mais requisições.Leitura e literacia *Criar um clube de jornalismo e o jornal escolar. 08 de Novembro a 14 de Novembro 2010 Nélida Nabais
  6. 6. Fórum 2 Trabalho 1 C–1Apoio a actividades livres, extra- *Incentivar exposições de trabalhos dos alunos, que autonomamente consideraram ser a BE o melhor espaço dacurriculares e de enriquecimento escola para mostrar/divulgar os seus trabalhos.curricular. *Organizar, dentro do grupo de trabalho concelhio: - projectos e actividades de auto-formação e formação contínua; C–2 - documentos orientadores comuns a todas as bibliotecas do concelho, nomeadamente;Projectos e parcerias - actividades em conjunto com as outras escolas do concelho. *Incentivar o envolvimento e colaboração dos pais e encarregados de educação na organização dos eventos, reforçando a comunicação e divulgação das actividades desenvolvidas pela e com a BE. D–1Articulação da biblioteca com a *Melhorar a divulgação das actividades de modo a aumentar o número de alunos que participam nas mesmas.escola. Acesso e serviços prestados * Reconhecer a funcionalidade e papel da BE. 6pela biblioteca *Desenvolver uma cultura de avaliação e gerir as evidências para dar a conhecer o valor da BE. D-2 *Sensibilizar a direcção para a necessidade da biblioteca funcionar pelo menos duas vezes por semana em horárioCondições humanas e materiais nocturno.para a prestação dos serviços *Equipar a biblioteca com novos computadores *Desenvolver uma acção sistemática de promoção do fundo documental da BE, através de: exposições e divulgação D–3 da colecção, listagens das novas aquisições, exposições de biografias de autores e das novidades.Gestão da colecção/ da informação *Criar documentos orientadores da política documental. *Alargar o empréstimo domiciliário aos pais/encarregados de educação. 08 de Novembro a 14 de Novembro 2010 Nélida Nabais
  7. 7. Fórum 2 Trabalho 1 Razões da escolha do domínio: Apoio ao Desenvolvimento CurricularO Plano de acção da BE (2009-2013) tem como meta principal ajudar a solucionar os problemas educativos identificados no Projecto Curricularde Escola. Assim, no ano lectivo transacto, procurou-se dar resposta a algumas das lacunas referenciadas no PCE, desenvolvendo e avaliando odomínio B – Leitura e Lieracia.Para o presente ano lectivo, a escolha recaiu no domínio A- Apoio ao Desenvolvimento Curricular, tendo em conta:- os problemas educativos, referentes a este domínio, identificados no PCE, a saber:  dificuldades na compreensão, interpretação e análise de documentos;  insuficiente consciencialização dos alunos do esforço e empenho inerentes à aprendizagem;  falta de perspectivas futuras a nível académico e profissional dos alunos.- os pontos fracos enunciados na auto-avaliação feita no ano lectivo anterior e que constam da tabela 1 deste documento. 7A BE deve centrar a sua acção na melhoria dos resultados dos alunos pelo que lhe compete, em articulação com os departamentos, enfrentarnovos desafios, nomeadamente no que diz respeito à promoção das literacias da informação, tecnológica e digital, consequentemente novosmodelos e práticas de apropriação do conhecimento.Pensámos que a incidência neste domínio poderá ter um impacto positivo, levando ao reconhecimento da necessidade de considerar osequipamentos tecnológicos da BE como prioritários, por parte dos órgãos de decisão da escolaPor outro lado, cabe à equipa da BE envolver alunos e professores na política pedagógica da BE,motivando os docentes para a colaboraçãoefectiva com a BE, utilizando os recursos e espaço da BE no desenvolvimento do curriculo. 08 de Novembro a 14 de Novembro 2010 Nélida Nabais

×