Reino Protista  Protozoários e algas unicelulares eucariontes
Algas unicelulares <ul><li>As algas são importantes para o equilíbrio ecológico dos ecossistemas do alimento que nutre dir...
Filos: <ul><li>Algas unicelulares :   </li></ul><ul><li>Euglenófitas  : Euglena ( flagelada ) . Se o meio não tem alimento...
Algas Pluricelulares <ul><li>Clorófitas  (clorofíceas ou algas verdes); Unicelulares e Pluricelulares, talófitas. Habita á...
 
Protozoa ( protozoários )   <ul><li>Os protozoários são seres vivos unicelulares, eucariontes e desprovidos de clorofila. ...
Protozoários <ul><li>Classes:  Rizópoda ( pseudópodes ), Mastigophora ( flagelados ), Ciliophora ( cílios ),  Esporozoa.  ...
Doenças <ul><li>Muitos protozoários causam nos seres humanos.  </li></ul><ul><li>Entre elas, estão a amebíase ou disenteri...
DOENÇA DE CHAGAS Protozoário:   Trypanosoma cruzi  (Flagelado parasita).
Casa de pau-a-pique Os percevejos se alojam nas frestas de paredes de chiqueiros e casas de pau-a-pique. picada de um perc...
O  Trypanosoma cruzi  vive no  INTESTINO  do  PERCEVEJO (BARBEIRO).  O percevejo pica e suga o sangue das pessoas. Durante...
Sintomas:  feridas na pele, doenças cardíacas e até a morte. Recém-nascido portador da doença de chagas
<ul><li>Formas de Prevenção da Doença: </li></ul><ul><li>Tapar frestas onde os percevejos possam se esconder; </li></ul><u...
LEISHMANIOSE Protozoário:   Leishmania brasiliensis  (Flagelado parasita).
Transmissão:  picada do mosquito do gênero Phlebotomus, popularmente conhecido como mosquito-palha.
Sintomas:  feridas na pele, nos lábios e nariz. As feridas podem obstruir parcialmente as cavidades nasais, provocando son...
MALÁRIA Protozoário:  Plasmodium (Esporozoário parasita).
Transmissão:  picada da fêmea contaminada do mosquito do gênero Anopheles, conhecido popularmente como mosquito-prego.
Durante a picada, o mosquito libera  SALIVA  contendo os plasmódios. Os parasitas penetram no organismo através do orifíci...
Após um certo período, os parasitas retornam ao  SANGUE  e penetram nos  GLÓBULOS VERMELHOS , onde se reproduzem. Cheios d...
<ul><li>Sintomas:  febre alta. </li></ul><ul><li>Formas de Prevenção da Doença: </li></ul><ul><li>Pulverização de insetici...
TAREFA:  <ul><li>1-CITE O CICLO REPRODUTIVO, AGENTE CAUSADOR, AGENTE TRANSMISSOR E MEDIDAS PREVENTIVAS DAS DOENÇAS: </li><...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 1 reino protista

5.496 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Aula 1 reino protista

  1. 1. Reino Protista Protozoários e algas unicelulares eucariontes
  2. 2. Algas unicelulares <ul><li>As algas são importantes para o equilíbrio ecológico dos ecossistemas do alimento que nutre direta ou indiretamente os demais seres vivos aquáticos. </li></ul><ul><li>Além disso, as algas são os grandes fornecedores do gás oxigênio que abastece a vida aeróbica no planeta. </li></ul><ul><li>Na atmosfera ou dissolvido na água, esse gás se origina principalmente da atividade fotossintetizante das algas, especialmente as marinhas. </li></ul>
  3. 3. Filos: <ul><li>Algas unicelulares : </li></ul><ul><li>Euglenófitas : Euglena ( flagelada ) . Se o meio não tem alimento , ela passa a fazer fotossíntese , mas se ocorre o contrario ela assume um perfil heterotrófico . </li></ul><ul><li>Diatomáceas ( Algas douradas ou Crisófitas ) : carapaça de sílica ( usada industrialmente: cosméticos , pastas de dentes , construção civil ) . </li></ul><ul><li>Pirrófitas : dinoflageladas . São as causadoras da maré vermelha , pois começam a se reproduzir desenfreadamente por faltarem predadores naturais . </li></ul>
  4. 4. Algas Pluricelulares <ul><li>Clorófitas (clorofíceas ou algas verdes); Unicelulares e Pluricelulares, talófitas. Habita água doce e salgada, solo úmido e troncos. Podem estabelecer relações de mutualismo com outros seres vivos, como os fungos, formando os liquens. Constituem um dos mais importantes componentes do fitoplâncton, são responsáveis pela maior partes da produção de oxigênio moleculares disponível do planeta a partir da fotossíntese. Algumas algas pluricelulares são utilizadas na alimentação. </li></ul><ul><li>Feofíceas : ( algas pardas (marrons)): Pluricelulares, quase exclusivamente marinhos, que podem viver no substrato ou flutuando. São Utilizadas na alimentação humana, na indústria de sorvete e também como fertilizantes. </li></ul><ul><li>Rodofíceas : (algas vermelhas) Pluricelulares, marinhos. Vivem com os talos fixos no substrato e podem atingir vários metros de comprimento. Podem ser utilizadas como alimento, fabricação de gomas e laxantes. </li></ul>
  5. 6. Protozoa ( protozoários ) <ul><li>Os protozoários são seres vivos unicelulares, eucariontes e desprovidos de clorofila. </li></ul><ul><li>Podem viver como parasitas ou ter vida livre, habitando os mais variados tipos de ambiente. </li></ul><ul><li>Como parasitas do homem e de outros seres vivos, podem causar muitas doenças. </li></ul>
  6. 7. Protozoários <ul><li>Classes: Rizópoda ( pseudópodes ), Mastigophora ( flagelados ), Ciliophora ( cílios ), Esporozoa. </li></ul><ul><li>OBS: A classificação dos protozoários é baseada na forma de locomoção, de reprodução e de captura de alimentos. </li></ul>
  7. 8. Doenças <ul><li>Muitos protozoários causam nos seres humanos. </li></ul><ul><li>Entre elas, estão a amebíase ou disenteria amebiana, a doença de Chagas, a úlcera de Bauru, a giardíase e a malária. </li></ul>
  8. 9. DOENÇA DE CHAGAS Protozoário: Trypanosoma cruzi (Flagelado parasita).
  9. 10. Casa de pau-a-pique Os percevejos se alojam nas frestas de paredes de chiqueiros e casas de pau-a-pique. picada de um percevejo sugador de sangue, popularmente conhecido como BARBEIRO ; transfusão de sangue contaminado pelo protozoário; de mãe para filho através da placenta ou amamentação. Transmissão:
  10. 11. O Trypanosoma cruzi vive no INTESTINO do PERCEVEJO (BARBEIRO). O percevejo pica e suga o sangue das pessoas. Durante a picada, ele elimina fezes que contêm tripanossomos. Coçando o local, os parasitas são introduzidos na pele através do orifício deixado pela picada. Através da corrente sangüínea, os tripanossomos chegam ao coração e se fixam.
  11. 12. Sintomas: feridas na pele, doenças cardíacas e até a morte. Recém-nascido portador da doença de chagas
  12. 13. <ul><li>Formas de Prevenção da Doença: </li></ul><ul><li>Tapar frestas onde os percevejos possam se esconder; </li></ul><ul><li>Substituir moradias de barro e de madeira por outras de tijolos; </li></ul><ul><li>Exigir garantia de sangue sadio em transfusões de sangue; </li></ul><ul><li>Usar inseticidas para combater o percevejo. </li></ul>
  13. 14. LEISHMANIOSE Protozoário: Leishmania brasiliensis (Flagelado parasita).
  14. 15. Transmissão: picada do mosquito do gênero Phlebotomus, popularmente conhecido como mosquito-palha.
  15. 16. Sintomas: feridas na pele, nos lábios e nariz. As feridas podem obstruir parcialmente as cavidades nasais, provocando sono agitado e insônia.
  16. 17. MALÁRIA Protozoário: Plasmodium (Esporozoário parasita).
  17. 18. Transmissão: picada da fêmea contaminada do mosquito do gênero Anopheles, conhecido popularmente como mosquito-prego.
  18. 19. Durante a picada, o mosquito libera SALIVA contendo os plasmódios. Os parasitas penetram no organismo através do orifício deixado pela picada. Os plasmódios se instalam durante em diversos órgãos, tais como o FÍGADO e o BAÇO . Fígado
  19. 20. Após um certo período, os parasitas retornam ao SANGUE e penetram nos GLÓBULOS VERMELHOS , onde se reproduzem. Cheios de novos parasitas, os glóbulos vermelhos se rompem liberando novos protozoários que irão infectar outros glóbulos vermelhos.
  20. 21. <ul><li>Sintomas: febre alta. </li></ul><ul><li>Formas de Prevenção da Doença: </li></ul><ul><li>Pulverização de inseticidas em córregos, lagos e poças de água parada para matar as larvas do mosquito; </li></ul><ul><li>Evitar o acesso dos mosquitos às moradias. </li></ul>
  21. 22. TAREFA: <ul><li>1-CITE O CICLO REPRODUTIVO, AGENTE CAUSADOR, AGENTE TRANSMISSOR E MEDIDAS PREVENTIVAS DAS DOENÇAS: </li></ul><ul><li>CHAGAS </li></ul><ul><li>LEISHMANIOSE </li></ul><ul><li>MALÁRIA </li></ul>

×