Artigo Cientifico      A utilização de ferramentas web2.0 para aprendizagem online                                        ...
Artigo Cientifico                                                           plataforma onde o utilizador cria, recria, par...
Artigo Cientificoda mesma, a E-tutoria é o primeiro passo a darpara qualquer docente ou formador que pretendeentrar para o...
Artigo Cientifico                                                         de algo mais do que um ficheiro disponível num  ...
Artigo CientificoMorgado, L. (2005). Novos Papéis para oProfessor /Tutor na Pedagogia Online, in Vidigal,R. & Vidigal, A. ...
Artigo Cientifico6
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A utilização de ferramentas web2.0 para aprendizagem online neidejorge

936 visualizações

Publicada em

Artigo Cientifico Sobre A utilização de ferramentas web2.0 para aprendizagem online.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
936
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A utilização de ferramentas web2.0 para aprendizagem online neidejorge

  1. 1. Artigo Cientifico A utilização de ferramentas web2.0 para aprendizagem online Neide Jorge Escola Superior de Educação de Beja Unidade Curricular de Seminário neidejorge@gmail.comResumo: formação de E-tutoria, que teve como publico alvo professores e formadores.O avanço das tecnologias permitiu que a A aprendizagem online está a crescer, cada vezaprendizagem evoluísse para outro patamar, o mais os formandos têm menos tempo parapatamar à distância, onde os formandos não dedicar a formações, quer académicas querconhecem nem colegas nem formadores e no pessoais e o E-learning veio revolucionar asentanto conseguem atingir metas e objectivos e questões relacionadas com as dificuldadesrealizar formações e cursos com o auxílio de geográficas e temporais, que impediam umFerramentas Web2.0. Para o desenvolvimento habitante algarvio de frequentar uma formação nodeste estudo foi frequentada uma formação em e- Porto e inseri-la num dia a dia de profissional elearning e foram analisados as metodologias e pessoal, assim como os horários das formaçõesmateriais utilizados, com o objectivo de aferir que implicam ao formando ter de organizar o seualgumas das principais vantagens da dia de uma forma minuciosa para poder aproveitarcomunicação e partilha de informação através todos os momentos, assim, com o ensino ade ferramentas Web2.0 em contexto de ensino - distância a formação ficou acessível a todos. Esteaprendizagem. estudo irá demonstrar algumas das vantagens de frequentar uma formação online e demonstrarPalavras Chave: algumas das ferramentas que complementam estas formações, como websites de partilha deE-learning, Tecnologia Educativa, Ferramentas ficheiros, Web conferências, apresentações onlineWeb2.0, Educação, Aprendizagem, Internet e as plataformas de apoios aos centros de formação/ escolas, como o Moodle e Blackboard,Abstract: não incluídos nas Ferramentas Web2.0 mas bastante importantes para a boa organização daThe advancement of technology enabled learning informação dos formadores e formandosto evolve to another level, the level distance,where learners do not know or colleagues ortrainers, yet can achieve goals and objectives and Breve Definição de Ferramentas Web2.0directing courses and with the help of Web2.0tools. To develop this study attended a course in Nos últimos anos, a Internet sofreu umae-learning and analyzed the methods and verdadeira (r)evolução. Surgiram novasmaterials used, in order to attach some of the ferramentas e serviços, que transformaram omain advantages of communication and modo como utilizamos a Internet. Este novoinformation sharing through Web2.0 tools in their movimento é referido como Web 2.0.teaching - learning. Segundo Lévy[1] “A web 2.0 significa apenas que tem muito mais gente se apropriando daKeywords: tecnologia da internet, o que a torna um fenómeno social de massa. Significa que não é maisE-learning, Educational Technology, Web1.o necessário recorrer a intermediários ou técnicos.Tools, Education, Learning, Internet Do ponto vista de conceito de base não há uma grande diferença em relação à internet original”.Introdução: As Ferramentas Web2.0 apresentam uma nova geração de ferramentas na Internet que permitemO presente artigo pretende demonstrar a a partilha de conteúdos na Web, a colaboraçãoimportância das Ferramentas Web 2.0 para a entre utilizadores e criação de comunidadesaprendizagem online, para tal foi utilizado um virtuais.estudo de caso de uma formação à distância, 1
  2. 2. Artigo Cientifico plataforma onde o utilizador cria, recria, partilha e utiliza conteúdos. Breve Definição de Ensino a Distância e Aprendizagem Historicamente, o Ensino a Distância (EaD) surgiu como uma alternativa académica para aqueles que, por impedimentos geográficos, condicionantes físicas ou motivos profissionais de outra forma não conseguiriam ter acesso a outro tipo de formação. Com o desenvolvimento da Internet, em meados da década de 1990, o ensino a distância passou a ser definido como o ensino via Internet ou campus virtual, aprendizagem virtual. Esta tecnologia criou um dos grandes defeitos que permanentemente afectavam a educação a distância, ou seja, a lentidão do feedback no processo de Figura1 - Comparação entre a Web 1.0 e a Web ensino/aprendizagem. 2.0: de consumidores para potenciais A Internet possibilitou a dispersão da colaboradores, organizados em redes sociais. comunicação entre tutor e aprendentes, mas principalmente entre aprendentes, contribuindoAssistimos assim a uma alteração do papel do para a construção de comunidades deutilizador – de utilizadores passivos para aprendizagem em rede, assentes na construçãoutilizadores activos, que criam a própria Web. “It’s social de saberes em ambientes de aprendizagemmade of people, it’s not content.” (Jarvis, colaborativos.cf. Owen et al., 2006:9). Esta (r)evolução da Internet trouxe implicações nos processos de ensino e aprendizagem. Assistimos a uma mudança de paradigma: do e- Learning onde predominava o ensino individualizado, centrado na transmissão de conteúdos, para o que podemos chamar de e- Learning 2.0 social, interactivo e colaborativo, que facilita a criação de conteúdos e de contextos de aprendizagem mais estimulantes. Figura2- “A Web2.0 somos nós” Figura3- Tópicos de Aprendizagem, Ensino e Ensino à DistânciaO conceito Web 2.0 enfatiza a criação e partilhade conteúdos de uma forma colaborativa. Autilização deste software social recria novas Estudo de Caso: Formação em e-learningformas de interacção com os outros indivíduos e “E-Tutoria”com a própria tecnologia. No entanto, éimportante realçar que a emergência da Web 2.0 A formação frequentada para analise de estudonão é uma revolução de carácter tecnológico de caso foi “E-tutoria” uma formação destinada atratando-se ante de uma revolução de ordem docentes e formadores e pretendeu preparar ossocial. Segundo este autor, assistimos a uma mesmos para as formações à distância.mudança na Web, onde a informação era Antes de mais é importante mencionar os motivostransmitida e consumida, para uma plataforma, que levaram a frequentar esta formação e osonde os conteúdos são criados, partilhados e objectivos esperados após a sua conclusão.remisturados. A Web 2.0 é assim vista como uma O principal motivo que levou a frequentar esta formação está relacionado com o facto do tema 2
  3. 3. Artigo Cientificoda mesma, a E-tutoria é o primeiro passo a darpara qualquer docente ou formador que pretendeentrar para o mundo do Ensino a Distância, nestaformação o aprendente aprende a relacionar-secom os formandos e formadores virtualmente,percebe que é possível discutir temas como“Gestão de tempo online” e “Como resolverproblemas entre formandos online”, de uma formasimples e real, através de debates e partilha deconhecimentos no fórum de discussão. Outra dasactividades desta formação consistiu na pesquisae elaboração de um pequeno tutorial sobre umaFerramenta Web2.0, desta actividade cada Figura4 – Gráfico 1.1 - “Qual a ferramenta queaprendente escolheu uma ferramenta e mais gostou?demonstrou ao grupo as vantagens edesvantagens da utilização destas ferramentas no Como podemos observar pelo gráfico 1.1, aensino à distância. Durante esta actividade os ferramenta Dimdim foi a que mais se destacou,formadores acompanharam a evolução da pois foi a ferramenta que mais impressionou ospesquisa, tentando sempre relacionar a aprendentes, não só pelas suas funcionalidadesferramenta à formação em si, por exemplo, mas também pela sua rapidez de execução. Noquando um colega apresentou a ferramenta final da formação foi pedido a cada aprendenteDimdim o formador fez questão de demonstrar que efectua-se um questionário ondecomo utilizar esta ferramenta em contexto de sala demonstraram a opinião em relação ao decorrerde aula ou até mesmo de formação, foi marcada da formação e às ferramentas apresentadas, auma hora para a sessão e como a formação era ferramenta Dimdim foi a que obteve mais votos,em e-learning e não em b-learning, alguns dos sete em catorze, metade dos aprendentesaprendentes não tinham disponibilidade para se escolheu esta ferramenta como a melhorapresentarem virtualmente à mesma hora, ferramenta para ser utilizada no ensino online, aportanto a sessão realizou-se com um grupo ferramenta que ficou em segundo lugar foi opequeno de apenas oito pessoas, e não as GoogleDocs, desconhecido por muitos, mascatorze que frequentavam a formação. mesmo assim atraiu três dos catorze aprendentes,Durante a demonstração da ferramenta foi por ser uma ferramenta de partilha depossível apresentar pdf’s, power points, colocar documentos gratuita e muito fácil de utilizar, asquestões e obter as respostas directamente, pois restante ferramentas obtiveram apenas um votoesta ferramenta permite o uso de microfone, logo cada, Spokeo, a ferramenta que organiza outrasos aprendentes conversavam com o formador e ferramentas Web, como o facebook, skype, hi5com os colegas. Esta actividade correu entre outras, A ferramenta Delicius, umparticularmente bem, pois permitiu que todos os armazenador de favoritos na Web, foi aaprendentes percebessem que é possível ensinar ferramenta mais desconhecida entre o grupo,à distância e a Web esta preparada para receber obteve apenas um voto, com apenas um vototodo o tipo de formações pois possui diversas seguiu-se a ferramenta Slideshare, possivelmenteferramentas de apoio que auxiliam o docente e o por ser semelhante ao GoogleDocs, por fim oformador. Skype, apenas obteve um voto, pois o Dimdim fazOutras das ferramentas pesquisadas pelos o mesmo que o Skype e ainda possui outrasaprendentes foram as seguintes: funcionalidade extra, que o Skype não tem.  Skype; Outra das análises efectuadas foi do grau de  Delicius; satisfeito da formação, pois não são só as  Spokeo; Ferramentas Web que compõem uma formação,  Slideshare; os conteúdos das sessões são também  Google Docs; importantes para a boa partilha de informação, pois o ensino não se faz apenas de troca de ficheiros e debates online, é necessário que o formador ou/e o docente apreenda a comunicar com o grupo virtualmente, a utilização de 3
  4. 4. Artigo Cientifico de algo mais do que um ficheiro disponível num website, é necessário estimular e apelar à atenção do aluno, estas ferramentas vêm completar a interacção entre docente aluno e/ou formador/formando, permitindo a troca de conteúdos directamente, sem a necessidade de instalação de softwares no computador pessoal, possibilitam também a realização de aulas online, onde o aprendente vê e ouve o formador e até pode utilizar o quadro branco virtual para resolver Figura5 – Emoticons existentes no Moodle exercícios, estas ferramentas permitiram também desenvolver as capacidades dos aprendentes,emoticons para transmitir sentimentos é essencial que cada dia que passa vão descobrindo novaspara que o formando percebe que o formador está ferramentas e novas funcionalidades e melhorara acompanhar a sua evolução. os seus trabalhos, sempre com o objectivo dePor fim, após quatro semanas de formação esta aprender mais e melhor.chega ao fim, os formandos trocam dados uns Portanto podemos concluir que as ferramentascom os outros, pois cada um possui diferentes Web2.0 são essenciais para os cursos à distância,tipos de experiencias online e formas de ensino à sem estas muito provavelmente não existiriamdistância, a partilha de informação na Web é tantos cursos online nem tantos formandosessencial para o bom decorrer destas formações. interessados em frequentar estes tipos deO resultado final desta formação foi bastante formações.positivo, como podemos observar no gráfico 1.2,os catorze participantes responderam que ficaram Conclusãomuito satisfeitos. Através da elaboração do presente artigo científico foi possível analisar que as Ferramentas Web2.0 são um pilar essencial no Ensino à Distância, permitindo que docentes e formadores criem e desenvolvam novas formas de transmitir conhecimento, permitindo que a educação se faça de outras formas criativas, e não apenas com o auxílio da voz e da presença física. O estudo de caso realizado permitiu comprovar algumas das dúvidas presentes em muitos docentes e formadores, “Será o Ensino à Distância uma forma correcta de transmitir a aprendizagem?”, estas dúvidas são frequentes, Figura6 - Gráfico 1.2 – “Grau de Satisfação” pois muitos dos utilizadores da Internet não conhecem as ferramentas existentes na Web, nem as suas funcionalidades, daí nãoA importância das Ferramentas Web2.0 na concordarem com muitas das formações online,Aprendizagem online os dados conclusivos da formação de E-tutoria vêm provar que os utilizadores estão a acordar para uma nova era, a era em que a internet não éCom este artigo podemos comprovar a imensa só um motor de busca, mas sim um espaço deimportância das Ferramentas Web2.0 na partilha de conhecimento.Aprendizagem online, pois são um pilar de apoioessencial a todas as escolas online, que facilitam As ferramentas Web 2.0, criadas por nós ea entrega de conteúdos, assim como os desenvolvidas para nós vieram simplificar adinamizam e atraem, tornando o ensino mais forte utilização da interne, como meio dee vigoroso. aprendizagem.A formação à distância poderia realizar-se sem oapoio destas ferramentas, mas seria insuficiente,pois seria muito difícil para os docentes e Referências Bibliográficasformadores transmitirem conteúdos, muitas vezesextensos e complicados, as ferramentas web2.0 [1] - (cf. Strecker, 2007) em entrevista ao jornal “Asurgiram com o objectivo de simplificar o ensino à Folha de São Paulo” a 14 de Agosto de 2007.distância, pois os alunos sentem a necessidade 4
  5. 5. Artigo CientificoMorgado, L. (2005). Novos Papéis para oProfessor /Tutor na Pedagogia Online, in Vidigal,R. & Vidigal, A. Educação, Aprendizagem eTecnologia, Lisboa, Edições Sílabo, pp. 95-120.Morgado, L. (2003b). Os novos desafios do tutor adistância: o regresso ao paradigma da sala deaula, Revista Discursos, Série Perspectivas emEducação, pp. 77-90, Lisboa: UniversidadeAberta.Referências WebDomingos Soares, Lisboa, Outubro de 2008Disponível em:http://www.slideshare.net/djsoares/aprendizagem-online-na-educao-presentation-757485Luísa Aires, Universidade AbertaDisponível em:http://prisma.cetac.up.pt/prisma2/artigospdf/Comunicacao_e_Aprendizagem_Online_Luisa_Aires.pdfCarvalho, A. A. org. (2008). Manual deFerramentas da Web 2.0 para Professores.Lisboa: Ministério da Educação: Direcção Geralde Inovação e de Desenvolvimento Curricular.Disponível em:http://www.erte.dgidc.min-edu.pt/publico/web20/manual_web20-professores.pdfDownes, S. (2005). E-learning 2.0. eLearnMagazine.Disponível em:http://elearnmag.org/subpage.cfm?section=articles&article=29-1AgradecimentosEste trabalho não teria sido possível sem o apoio,ajuda e encorajamento de algumas pessoas, aquem quero agradecer.Em primeiro lugar quero agradecer aos docentesda Unidade Curricular, pelos documentos quedisponibilizaram à turma e pelos mail’s deesclarecimentos que trocamos, pois foramessenciais durante o desenvolvimento do artigo.Quero também agradecer ao meu Orientador eamigo, Nelson Jorge, pela paciência e ajuda noesclarecimento de dúvidas que foram surgindo aolongo do desenvolvimento deste artigo.Por fim quero agradecer aos meus colegas, pelastrocas de informações e esclarecimento de muitostópicos acerca da estrutura do artigo.A todos, muito obrigado. 5
  6. 6. Artigo Cientifico6

×