Namibia povo himba

1.944 visualizações

Publicada em

No séc. XV, os Hererós, habitantes da Namíbia, viviam num Sistema Matriarcal. Quem mandava eram as mulheres! Elas eram as donas dos filhos, das casas, do gado e de todos os apetrechos que existiam na aldeia.

Publicada em: Estilo de vida
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.944
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Namibia povo himba

  1. 1. Namíbia Povo Hererós
  2. 2. Namíbia Geografia do Século XXI A Namíbia, é um país que pertence à África Austral, é banhado pelo Oceano Atlântico a Oeste, faz fronteira com Angola a Norte, a Sul com África do Sul e a Este com o Botsuana
  3. 3. Namíbia Geografia do Século XXI A Namíbia divide-se em 3 áreas: o Deserto costeiro da Namíbia, o Planalto Central e a região do Kalahari, com clima desértico quente.
  4. 4. Quanto aos animais selvagens, não têm a tarefa facilitada, embora o Namibe, um dos desertos mais antigos do planeta, lhes tenha concebido tempo para adaptação às circunstâncias árduas. Namíbia Geografia do Século XXI
  5. 5. Namíbia Economia do Século XXI A Indústria Mineira, é a mais importante actividade da economia; o Diamante, Óxido de Urânio, Ouro, Gás Natural e Petróleo.
  6. 6. Namíbia Economia do Século XXI As explorações agrícolas encontram na Criação de Gado, o sustento dos seus projectos, devido a uma indústria que se dedica ao processamento alimentar e escoamento dos produtos nacionais. A Actividade Piscatória encontra-se em desenvolvimento, após a Namíbia ter encerrado o acesso às embarcações de pesca estrangeira.
  7. 7. Namíbia Economia do Século XXI Os principais parceiros comerciais são a África do Sul e o Reino Unido. O Dólar Namibiano é a moeda nacional.
  8. 8. Namíbia População - Século XXI A densidade populacional do país é muito baixa aproximadamente 2 milhões, pois a maior parte do país é constituída por um deserto. A principal etnia da Namíbia são os Hererós. As principais religiões são o Luteranismo, o Catolicismo, a Igreja Reformada Holandesa e o Anglicanismo. A língua oficial é o inglês.
  9. 9. Namíbia História do século XV a século XIX No séc. XV, os Hererós, habitantes da Namíbia, viviam num Sistema Matriarcal. Quem mandava eram as mulheres! Elas eram as donas dos filhos, das casas, do gado e de todos os apetrechos que existiam na aldeia.
  10. 10. Namíbia História do século XV a século XIX Alimentavam-se à base de Carne, Leite, Cereais e Frutos. Viviam da troca de Gado e do Artesanato que manufacturavam. Os homens estavam presentes, essencialmente para a procriação e a Guarda de Gado.
  11. 11. Namíbia História do século XV a século XIX As mulheres cobriam o corpo com uma Pasta Vermelha, mistura de Banha de Boi com Argila, que lhes protegia a pele do vento e do sol. A mesma mistura era usada na cabeça, que era ornamentada com Penteados Elaborados e os cabelos enfeitados com peças de Couro e de Metal. O ritual de beleza demorava cerca de 3 horas, mas o resultado era perfeito! Dança...Alegria...Divertimento...
  12. 12. Namíbia História do século XV a século XIX Os “Mais Velhos” são respeitados e sagrados. As Crianças têm um papel importante na comunidade são o futuro, a continuidade da raça e tradições. Os Adolescentes preparam-se para o seu papel: ”Os Futuros Adultos”.
  13. 13. Namíbia História do século XV a século XIX Curiosidades:  As mulheres não podem beber Leite quando estão com a menstruação.  Pais e filhos tem que subir a montanha mais próxima para demonstrar a sua Masculinidade.  Os Hererós limpam os dentes com um Pedaço de Madeira.  As suas roupas são lavadas com Cinzas das Fogueiras.  As mulheres são proibidas de usar o Sobrenome dos Maridos.
  14. 14. Namíbia História do século XV a século XIX Curiosidades:  As mulheres estão proibidas de lavar o corpo com Água.  As crianças dormem sobre Travesseiros de Madeira.  Fazem as suas roupas de Peles de Animais que matam.  As mulheres andam com o peito à mostra e com os Cabelos untados com Gordura de Animal.  Quando um Hereró morre a sua Casa é Queimada.  O máximo que um homem pode passar com a mesma mulher é 2 Noites.
  15. 15. Namíbia História do século XV a século XIX Festas Populares:  Os Hererós Veneram o Fogo, por isso na Casa do Chefe há sempre uma fogueira que só é extinta quando este morre, o Novo Chefe é incumbido de apagar a chama do seu antecessor, e acender uma fogueira própria até ao momento da sua Morte.  Os Hererós lutam para provar a sua Masculinidade.  Os Hererós tem o seu Curandeiro, Xamã, que possui técnicas e Poções de Cura.
  16. 16. Namíbia História do século XV a século XIX Gastronomia:  Para os Hererós a comida é muito importante, eles alimentam-se de uma pasta chamada OREHERE (puré de farinha de milho e água) e Leite Azedo.  Conseguem extrair Mel ou Seiva de Árvores, sem serem atacados por abelhas, usam estes alimentos para cozinhar, para tornar a comida menos amarga.
  17. 17. No séc. XIX, milhões de Alemães migraram para várias partes do mundo. A África foi o destino preferido. Durante o Colonialismo, as mudanças na natureza tropical, foram responsáveis pela redução da Biodiversidade e pela extinção e redução de Espécies Nativas, além da poluição do solo e rios. Uma série de factores favorecia, no entanto, a Expansão do Colonialismo, como o combate às doenças tropicais, Malária, Cólera, a Doença do Sono e a Febre Amarela. Os alemães eram reconhecidos como pioneiros da civilização, ou seja, gente capaz de transformar a natureza selvagem em paisagem Namíbia – Colonização Século XIX
  18. 18. Namíbia – Genocídio Século XIX Desde o início da Colonização, houve resistência por parte da Tribo Hererós à ocupação Alemã. Devido a esse factor a tribo Hererós instaurou uma revolta contra os colonos alemães, matando cerca de 120 alemães incluindo Mulheres e Crianças, e destruíram as Fazendas. No entanto, a resistência nativa foi esmagada pelos Colonos.
  19. 19. Namíbia – Genocídio Século XIX Trabalho forçado, doenças e a desnutrição, mataram 80% da tribo Hereró. O ex-embaixador da Namíbia exigiu que os Crânios de Prisioneiros Hererós das revoltas de 1904 a 1908, fossem levados para investigação científica, para provar que a teoria da superioridade dos brancos europeus sobre os africanos, não passava de um abuso aos direitos humanos.
  20. 20. Namíbia – Globalização do Séc. XV ao XXI A globalização teve início no Séc. XV com a colonização e descobertas marítimas. Neste contexto histórico, o homem europeu entrou em contacto com povos de outros continentes, estabelecendo relações comerciais e culturais. É um fenómeno gerado pela necessidade do Capitalismo, Consumismo e Alargamento dos Mercados para além fronteiras. Um dos principais motivos que originou o genocídio do povo Hererós foi a busca constante de mão de obra e matérias primas baratas. A globalização afectou as áreas de uma sociedade, desrespeitando a cultura, economia, os costumes e o meio ambiente, gerando conflitos étnicos (fragmentação).
  21. 21. Vantagens da globalização Como muitas outras transformações de elevada complexidade, no nosso dia a dia é possivel encontrar diversos factores que proporcionam muitas mudanças a nível mundial que podem ser consideradas vantagens a nível político, cultural e económico. A facilidade de comunicação também melhorou bastante, hoje em dia é possível acompanhar factos em outros continentes em tempo real. Outra vantagem é que atrai investimentos de outros países, traz desenvolvimento tecnológico, melhora o relacionamento com outros países, potencia as trocas comerciais, e abre as portas para diferentes culturas. Namíbia – Globalização do Séc. XV ao XXI
  22. 22. Desvantagens da globalização Uma das maiores desvantagens da globalização é a concentração da riqueza. A maior parte do dinheiro fica nos países mais desenvolvidos e apenas 25% dos investimentos internacionais vão para as nações em desenvolvimento, o que faz disparar o número de pessoas que vivem em extrema pobreza, com menos de um Euro por dia. Nas últimas décadas, a globalização e a revolução tecnológica e científica são as principais causas do Desemprego. Também desvalorizou a cultura nacional num determinado país, quando países mais ricos se instalam em países mais probres, explorando a matéria prima e aproveitando-se da mão- de-obra mais barata. Namíbia – Globalização do Séc. XV ao XXI
  23. 23. Povo Hererós Tribo Himba Trabalho Realizado por: Carlos Pinheiro Joaquina Silva Maria Virgínia Sandra Matos Curso IEFP: Empregado Comercial Módulo: Cidadania e Empregabilidade Formadora: Helena Freitas

×