UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS – UFPEL 
LICENCIATURA EM PEDAGOGIA A DISTANCIA - EaD 
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA VALE ...
INTRODUÇÃO 
O objetivo geral deste trabalho é refletir sobre as descobertas e experiências obtidas durante o estágio da pr...
DESENVOLVIMENTO 
Durante o período de estágio os objetivos a serem alcançados era o reconhecimento, por parte dos alunos d...
Para se comunicar, o ser humano usa linguagens diversas. Para construir e utilizar linguagens o ser humano depende da funç...
explosão linguística, características do pensamento ( egocentrismo, intuição, variância; pensamento dependente das ações e...
CONSIDERAÇÕES FINAIS: 
O estágio é uma etapa essencial para formação docente, porque aproxima o aluno da prática pedagógic...
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: 
VIGOTSKY, Lev Semenovitch. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1984. 
LIMA...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Prática docente Educação Infantil

599 visualizações

Publicada em

O objetivo geral deste trabalho é refletir sobre as descobertas e experiências obtidas durante o estágio da prática docente II do CLPD da Universidade Federal de Pelotas, realizada na E.E.I Rica Carvalho Bernardes, localizada na rua Marcílio Dias nº 1076, município de Cachoeira do Sul.RS, com uma turma de PRÉ A com dezesseis alunos sendo nove meninas e sete meninos com faixa etária entre quatro e cinco anos, no período de 26/05/2014 a 18/06/2014.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Prática docente Educação Infantil

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS – UFPEL LICENCIATURA EM PEDAGOGIA A DISTANCIA - EaD CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA VALE DO JACUÍ – CEAD PÓLO CACHOEIRA DO SUL – RS ARTIGO PRÁTICA DOCENTE II Marisa Quadro Folgearini Cachoeira do Sul, 2014.
  2. 2. INTRODUÇÃO O objetivo geral deste trabalho é refletir sobre as descobertas e experiências obtidas durante o estágio da prática docente II do CLPD da Universidade Federal de Pelotas, realizada na E.E.I Rica Carvalho Bernardes, localizada na rua Marcílio Dias nº 1076, município de Cachoeira do Sul.RS, com uma turma de PRÉ A com dezesseis alunos sendo nove meninas e sete meninos com faixa etária entre quatro e cinco anos, no período de 26/05/2014 a 18/06/2014. Observou-se que a aprendizagem na Educação Infantil acontece de forma lúdica através de musicalização, brincadeiras, jogos, contação de histórias. A interação que ocorre ao brincar com o outro é fundamental e a afetividade entre o educador-educando não menos importante para o desenvolvimento como um todo da criança são fatores que se consolidaram no período do estagio. Para fundamentar a prática docente os seguintes autores foram consultados: Vygotsky, Lima, Henry Wallon.
  3. 3. DESENVOLVIMENTO Durante o período de estágio os objetivos a serem alcançados era o reconhecimento, por parte dos alunos dos hábitos de higiene, e cuidados com o corpo e da relevância que tem para a saúde uma alimentação saudável, levando os alunos a entenderem que todas as ações estão interligadas. Os conteúdos foram de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, Artes, de uma forma lúdica onde o aluno aprende brincando e constrói o próprio conhecimento. Segundo Vygotsky. ” No brinquedo a criança segue o caminho do menor esforça- ela faz o que mais gosta de fazer esta unido ao prazer - e, ao mesmo tempo, aprende a seguir os caminhos mais difíceis subordinando-se as regras e, por conseguinte, renunciando ao que ela quer, uma vez que a sujeição as regras e a renuncia a ação impulsiva constitui o caminho para o prazer no brinquedo. ( 1984, p. 117 ) No momento que foram trabalhadas as partes do corpo observou-se que alguns alunos não tinham noção de esquema corporal, após está constatação foi dada maior relevância as atividades de movimento corporal como: Observar-se no espelho e músicas gesticulando e nomeando as partes do corpo. A musicalização na Educação Infantil contribui significativamente para a aprendizagem das crianças porque a música auxilia a percepção, estimula a memória e a inteligência, proporcionando ainda habilidades linguísticas e lógica-matemática. Além disso, a musicalização não apresenta cobranças de resultados, pelo seu caráter lúdico e de livre expressão e de certa forma também ajuda a aliviar e relaxar a criança. Sendo assim auxilia na desinibição, contribuindo para integração social e respeito pelo outro. Fato comprovado durante as experiências do estágio, pois os alunos que na hora expressar-se oralmente apresentaram grande timidez, mas no momento das atividades com músicas e gesticulação demonstraram alegria e total desinibição. Conforme Lima:
  4. 4. Para se comunicar, o ser humano usa linguagens diversas. Para construir e utilizar linguagens o ser humano depende da função simbólica. O desenvolvimento da função simbólica é possibilitado pela vida de cultura pelas inúmeras formas de interação humana pela apropriação dos instrumentos pelo exercício dos cincos sentidos e do movimento. (2003, p.3) O PPP da E.E.I. Rica Carvalho Bernardes da ênfase a relevância do ensinar brincando de uma forma que a criança sinta motivação e prazer ao aprender. O acompanhamento das atividades no período do estágio foi feito através da observação e participação do professor, o interesse e alegria dos alunos ao aprender brincando era eminente e a interação entre eles aconteceu espontaneamente e de forma muita positiva. As crianças hoje estão brincando cada vez menos por vários fatores como por exemplo: o amadurecimento precoce, falta de espaço físico e do tempo para brincar ou excesso de atividades atribuídas, tais como escola, natação, inglês, computação, ginástica e etc. Também o fato das crianças passarem muito tempo em frente à televisão e jogando jogos violentos e rodeados de brinquedos eletrônicos que fazem tudo pela criança e o faz de conta fica totalmente de lado. Fatores esses que foram comprovados durante o estágio pelo fato dos alunos não conhecerem o esquema corporal. É evidente a importância do lúdico na Educação Infantil e cabe ao professor propor situações que estimulem o brincar na sala de aula, porque o lúdico proporciona um desenvolvimento sadio e harmonioso sendo uma tendência instintiva da criança. Ao brincar a criança desenvolve sua independência e habilidades motoras, diminui a agressividade, estimula a imaginação e a criatividade, também propicia a integração e adaptação social. Conforme Vygotsky “Dessa maneira os maiores aquisições de uma criança são conseguidas no brinquedo, aquisições que no futuro tornasse-os seu nível básico de ação real e moralidade”. (1984, p. 118) A faixa etária em que se encontra a turma do PRÉ A é entre quatro e cinco anos, portanto de acordo com Piaget estão no estagio Pré-operatório-(2 ao 6 anos) - onde ocorre o desenvolvimento da capacidade simbólica ( símbolos mentais: imagens e palavras que representam objetos ausentes ):
  5. 5. explosão linguística, características do pensamento ( egocentrismo, intuição, variância; pensamento dependente das ações externas. Nessa fase o professor deve levar em consideração o aspecto da afetividade que deve existir entre professor e aluno e é fundamental para o desenvolvimento infantil, pois ao sentir-se amada e segura à criança sente-se bem emocionalmente. A escola é o segundo contexto social no qual a criança faz parte, portanto é essencial que ela encontre um ambiente acolhedor e envolvente. O professor de educação infantil precisa em primeiro lugar gostar muito de criança e ser paciente, dedicado, estar sempre pronto para ajudar e ter atitudes democráticas. Ao sentir essas qualidades do professor a criança sente-se segura e sua aprendizagem acontece com maior facilidade. De acordo com Henry Wallon,” A dimensão afetiva ocupa lugar central, tanto do ponto de vista da construção da pessoa quanto do conhecimento.” (La Taille, 1992,p.85)
  6. 6. CONSIDERAÇÕES FINAIS: O estágio é uma etapa essencial para formação docente, porque aproxima o aluno da prática pedagógica proporcionando-lhe a oportunidade de aprender a teoria e prática simultaneamente. A experiência do estágio me proporcionou maior consolidação da relevância do lúdico, musicalização, afetividade e interação no desenvolvimento como um todo da criança na idade pré-escolar. A Educação Infantil deve primar pelo brincar, proporcionando momentos que incentivam essa prática. Na brincadeira o aluno aprende, troca e interage com os outros espontaneamente. Os professores devem estar conscientes de que a brincadeira é essencial que traz grandes contribuições para o desenvolvimento de aprender e pensar. O cantar, dançar e gesticular na Educação Infantil é um fator primordial para o desenvolvimento da aprendizagem infantil, contribuindo para a desinibição, livre expressão e interação e respeito pelo outro. Outro fator que deve ser considerado com eminente relevância é a afetividade entre educador e educando para que a criança tenha um desenvolvimento saudável e adequado dentro do ambiente escolar e obviamente no social, ela precisa sentir-se acolhida, perceber o carinho com o qual a professora a trata, dessa forma acontece um estabelecimento de relações interpessoais positivas, como aceitação e apoio, possibilitando desse modo o sucesso dos objetivos educativos. Devido a todas essas experiências e descobertas sobre o desenvolvimento infantil durante o período do estágio é que constato a importância do mesmo tanto para minha formação acadêmica quanto para a minha vida profissional.
  7. 7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: VIGOTSKY, Lev Semenovitch. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1984. LIMA, Adriana Flávia Santos Oliveira, Pré- escola e Alfabetização 14º edição, editora Vozes Petrópolis 2001 LATAILLE, Yves de,Piaget, Vygotsky, Wallon: Teoria Psicogenéticas em Discussão, São Paulo: Summus, 1992.

×