PUB3AN - AULA 05

1.841 visualizações

Publicada em

Publicada em: Diversão e humor, Negócios
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.841
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
160
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PUB3AN - AULA 05

  1. 1. Comunicação Audiovisual e Publicidade Neca Boullosa
  2. 2. Fluxograma de um VT Briefing Roteiro Decupagem Pré-produção Produção Finalização
  3. 3. ROTEIRO TÉCNICO
  4. 4. Decupagem (roteiro técnico) <ul><li>Segundo o &quot;Dicionário teórico e crítico de cinema&quot; de  Jacques Aumont  e Michel Marie, o termo decupagem começou a ser usado em cinema na década de  1910 , com a padronização da realização dos filmes, e designava a princípio um instrumento de trabalho, o &quot;roteiro decupado&quot; ou &quot;roteiro técnico&quot;, último estágio do planejamento do filme, em que todas as indicações técnicas (posição e movimento de câmara, lente a ser utilizada, personagens e partes do cenário que estão em quadro, etc.) eram colocadas no papel para organizar e facilitar o trabalho da equipe. </li></ul><ul><li>Em inglês, o roteiro decupado é chamado de  shooting script ; em espanhol, de  guión técnico . </li></ul>
  5. 5. Decupagem (como listagem) <ul><li>No Brasil, especialmente entre os profissionais de televisão, a palavra  decupagem  foi adotada com um significado diferente, na verdade oposto ao de qualquer planejamento de filmagem, uma vez que ele começa depois que a filmagem está concluída. </li></ul><ul><li>Decupagem de fitas / claquetes é parte do processo de edição de fitas. O procedimento consiste em registrar as características de uma cena (claquete) para facilitar sua localização a posteriori. </li></ul>
  6. 6. Decupagem Cidade de Deus <ul><li>Plano 1. 1” </li></ul><ul><li>PD de uma faca sendo afiada em uma pedra. CAM FM. </li></ul><ul><li>Plano 2. 0,5” </li></ul><ul><li>PD de mão tocando cavaquinho com rosto do músico desfocado ao fundo. CAM FM </li></ul><ul><li>Plano 3 . 1” </li></ul><ul><li>PM frontal de Busca-Pé tirando foto. Zoom out combinado à sobreposição de uma grade sobre Busca-Pé e surgimento do nome do filme em caracteres azuis. Toda a cena tem um tom azulado. </li></ul>
  7. 7. Decupagem Cidade de Deus <ul><li>Plano 104 . 1” </li></ul><ul><li>PM lateral trav. Fr. acompanha homem carregando panelas e utensílios de cozinha. </li></ul><ul><li>Plano 105 . 1” </li></ul><ul><li>PA frontal 3/4 de Zé Pequeno cruzando o quadro da direita para a esquerda. </li></ul><ul><li>Plano 106 . 1” </li></ul><ul><li>PM por trás da galinha correndo. trav.fr. Galinha “dribla” o vendedor de panelas pela esquerda e se aproxima de 3 garotos que tentam pegá-la. </li></ul>
  8. 8. Storyboard
  9. 9. Storyboard
  10. 10. Storyboard
  11. 11. Storyboard
  12. 12. Pré-produção <ul><li>Com o roteiro e a decupagem prontos, começa o processo de levantamento de necessidades cena a cena. Este processo é conhecido como pré-produção. É aqui que se decide, baseado no custo e na opção estética, qual serão os meios usados para o projeto. </li></ul>
  13. 13. Pré-produção <ul><li>Cena 1 LOCAL: Locação Praia com Chapéus de sol (Piatã) ATORES: 2 - Ana Maria e Pedro FIGURINO: Vestido de algodão, uniforme de sorveteiro FIGURAÇÃO: Pessoas na praia (de 5 a 10) OBJETOS: Carrinho de sorvete. Material de praia para figuração EQUIPAMENTO: Câmera com Zoom, equipamento de captação de som EQUIPE: Diretor, ass. de direção, continuista, diretor de fotografia, operador de câmera, técnico de som direto, equipe de produção, figurinista, cenógrafo, maquinista. Obs.: Não esquecer da alimentação da equipe e atores/ figuração. </li></ul>

×