• NBR 6484
• NBR 6122 (1996)
• Peso específico
• Peso específico efetivo do solo a partir de valores aproximados
(Godoy, 1972), em função da consistênc...
• Parâmetros de Resistência
• Coesão
• Para a estimativa do valor da coesão não drenada (C ) quando não• Para a estimativa...
• Parâmetros de Resistência
6
• NBR 6122 (1996)
Sapata isolada – dimensionamento geométrico
• Sejam “l” e “b” as dimensões do pilar, P a carga que ele transmite e σadm a
...
Sapata isolada – dimensionamento geométrico
• Isto consiste em fazer com que as abas (distância d) sejam iguais,
resultand...
Perfis de solos
Perfis de solos
Perfis de solos
Perfis de solos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Perfis de solos

296 visualizações

Publicada em

Fundações

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
296
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Perfis de solos

  1. 1. • NBR 6484
  2. 2. • NBR 6122 (1996)
  3. 3. • Peso específico • Peso específico efetivo do solo a partir de valores aproximados (Godoy, 1972), em função da consistência da argila e da compacidade da areia, dados pelo índice de resistência à penetração (N) do SPT.
  4. 4. • Parâmetros de Resistência • Coesão • Para a estimativa do valor da coesão não drenada (C ) quando não• Para a estimativa do valor da coesão não drenada (Cu), quando não se dispõem de resultados de ensaios de laboratório, Teixeira & Godoy (1996) sugerem a seguinte correlação com o índice de e i tê i à e et ã (N) d SPT: C 10 N (KP )resistência à penetração (N) do SPT: Cu = 10 N (KPa). • Ângulo de atrito • Para a estimativa de , Godoy (1983) apresenta a correlação empírica:  = 28 + 0 4 Nempírica:  = 28 + 0,4 N. • Enquanto Teixeira (1996) utiliza:  = (20 N)1/2 + 15. 5
  5. 5. • Parâmetros de Resistência 6
  6. 6. • NBR 6122 (1996)
  7. 7. Sapata isolada – dimensionamento geométrico • Sejam “l” e “b” as dimensões do pilar, P a carga que ele transmite e σadm a tensão admissível do solo. A área de contato da sapata com o solo deve ser: • Considerações: • O CG da área da sapata deve coincidir com o CG do pilar, para que as pressões de contato aplicadas pela sapata ao terreno tenham distribuiçãopressões de contato aplicadas pela sapata ao terreno tenham distribuição uniforme. • Dimensionamento Econômico ‐ as dimensões L e B das sapatas, e “l” e “b” dos pilares devem estar convenientemente relacionadas a fim de que odos pilares, devem estar convenientemente relacionadas a fim de que o dimensionamento seja econômico. 1
  8. 8. Sapata isolada – dimensionamento geométrico • Isto consiste em fazer com que as abas (distância d) sejam iguais, resultando momentos iguais nas duas abas em relação à mesa da sapata. • Deste modo: • L = l + 2d + (2 x 2,5 cm) • B = b + 2d + (2 x 2 5 cm)• B = b + 2d + (2 x 2,5 cm) • L – B = [l + 2d + (2 x 2,5 cm)] – [ b + 2d + (2 x 2,5 cm)] • Logo: L – B = l ‐ b /• A = L x B = P / adm 2

×