SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO
PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA NSTITUTO FEDERAL DE
EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS CAMPUS
GURUPI
Estágio
Acadêmicas: Cássia Moura
Cristineide Guimarães
Natália Pimenta
O ENSINO DA
DANÇA
Procedimentos didáticos
Para que a Dança Escolar seja realmente uma
ferramenta significativa no processo de
aprendizagem e construção do conhecimento do
aluno é necessário que o professor esteja atento
as seguintes questões:
a) Planejamento: é a preparação antecipada
do que vai ser realizado na aula; isto
implica preparar o material, a música e os
procedimentos que serão tomados no
decorrer de cada aulas.
b) Capacitação: é a qualidade do professor e é
relativa ao conhecimento do “ o que se ensina”,
do “como se ensina” e do “para que se ensina”;
o professor tem que estar comprometido com o
educar e com o poder de comunicação, além de
ter bom-senso e autocrítica para saber se está
preparado ou não para aplicar a Dança Escolar.
c) Metodologia: é a maneira de aplicar e de
transmitir didaticamente um conteúdo ou
conhecimento; isto implica observação
sistemática do aluno e atenção aos seus
gestos, atitudes, comportamentos
individuais e inter-relacionais a fim de
intervir, se necessário.
d) Avaliação: “É um dos aspectos essenciais
de qualquer projeto pedagógico”, justamente
porque é por meio dela que se reformulam
mecanismos estruturais e relevantes no
processo ensino/aprendizagem.
Assim, na Dança Escolar, devem-se levar em
consideração os aspectos de conhecimento,
habilidades e atitudes, além das condutas
sociais do aluno nas suas diversas
manifestações e no desenvolvimento das
atividades, de uma maneira geral.
Constantemente, devem ser observados e
analisados:
• o fazer individual e coletivo;
• as alterações do organismo;
• a construção do saber ( esforço) ;
• a organização, a compreensão, a interpretação e
a expressão dialógica, comunicativa, produtivo-
criativa e participativa do aluno.
COMO APLICAR A DANÇA NA
ESCOLA
Ao se iniciar um trabalho de Dança Escolar deve-se
priorizar o desenvolvimento psicomotor e não, a técnica;
porém, é essencial que as crianças conheçam alguns
itens, desde o primeiro momento, e os dominem, para
que as aulas possam transcorrer de forma agradável,
dinâmica e com fluidez.
BENEFÍCIOS DA PRÁTICA DA
DANÇA ESCOLAR
A aprendizagem dos movimentos
complexos da dança faz com que cresçam
mais conexões entre os neurônios,
aprimorando a memória; assim ficamos
mais aptos a processar novas informações
e a aprender.
Produz alterações químicas que nos dão um
cérebro mais forte, mais saudável e mais feliz .
Em relação ao seu papel pedagógico, a
dança escolar deve atuar visando o aumento
da auto-estima, o combate ao estresse, a
melhoria da postura corporal, além de
auxiliar na aquisição e manutenção da
saúde, aptidão social, mental, psíquica e
física.
Além de todos esses benefícios a dança
escolar ainda:
• Desenvolve e melhora a respiração;
• Melhora o condicionamento físico;
• Aumenta a flexibilidade;
• Fortalece os músculos e ossos;
• Melhora a coordenação motora, o ritmo e o
equilíbrio;
• Promove a conscientização corporal; e
• Promove as relações intra e interpessoal

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaUlisses Vakirtzis
 
Educação Física na BNCC.pptx
Educação Física na BNCC.pptxEducação Física na BNCC.pptx
Educação Física na BNCC.pptxMakchwell Coimbra
 
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)Mario Amorim
 
Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio Giselle Coutinho
 
Plano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão EscolarPlano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão EscolarBelister Paulino
 
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docxCópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docxProfLeandrodosSantos
 
Programa de ação PEI Adriano Silvestre de Oliveira Junior 2023.pdf
Programa de ação PEI Adriano Silvestre de Oliveira Junior 2023.pdfPrograma de ação PEI Adriano Silvestre de Oliveira Junior 2023.pdf
Programa de ação PEI Adriano Silvestre de Oliveira Junior 2023.pdfAdrianoSilvestre6
 
Relatório do Primeiro Bimestre - Março/Abril 2012.
Relatório do Primeiro Bimestre - Março/Abril 2012. Relatório do Primeiro Bimestre - Março/Abril 2012.
Relatório do Primeiro Bimestre - Março/Abril 2012. DafianaCarlos
 
Plano de Aula de Ciências Inclusiva - Aluno com Deficiência Visual
Plano de Aula de Ciências Inclusiva - Aluno com Deficiência VisualPlano de Aula de Ciências Inclusiva - Aluno com Deficiência Visual
Plano de Aula de Ciências Inclusiva - Aluno com Deficiência VisualCarla Cristina Alves
 
Estágio em Educação Infantil
Estágio em Educação InfantilEstágio em Educação Infantil
Estágio em Educação InfantilRosinara Azeredo
 
Pauta planejamento 2012 1º
Pauta planejamento 2012     1ºPauta planejamento 2012     1º
Pauta planejamento 2012 1ºNethy Marques
 
TCC 2011-PEDAGOGIA Sobre VIOLÊNCIA NA ESCOLA
TCC 2011-PEDAGOGIA Sobre VIOLÊNCIA NA ESCOLATCC 2011-PEDAGOGIA Sobre VIOLÊNCIA NA ESCOLA
TCC 2011-PEDAGOGIA Sobre VIOLÊNCIA NA ESCOLAregina luzia barros
 
Planejamento pedagógico alinhado à BNCC
Planejamento pedagógico alinhado à BNCCPlanejamento pedagógico alinhado à BNCC
Planejamento pedagógico alinhado à BNCCThalesSantos36
 
Projeto de Intervenção
Projeto de IntervençãoProjeto de Intervenção
Projeto de Intervençãomoniquests
 

Mais procurados (20)

Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escola
 
Educação Física na BNCC.pptx
Educação Física na BNCC.pptxEducação Física na BNCC.pptx
Educação Física na BNCC.pptx
 
Relatorio final pronto!
Relatorio final pronto!Relatorio final pronto!
Relatorio final pronto!
 
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
 
Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio
 
Texto cerimonia formatura 2016
Texto cerimonia formatura 2016Texto cerimonia formatura 2016
Texto cerimonia formatura 2016
 
Plano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão EscolarPlano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão Escolar
 
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docxCópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
 
Programa de ação PEI Adriano Silvestre de Oliveira Junior 2023.pdf
Programa de ação PEI Adriano Silvestre de Oliveira Junior 2023.pdfPrograma de ação PEI Adriano Silvestre de Oliveira Junior 2023.pdf
Programa de ação PEI Adriano Silvestre de Oliveira Junior 2023.pdf
 
Relatório do Primeiro Bimestre - Março/Abril 2012.
Relatório do Primeiro Bimestre - Março/Abril 2012. Relatório do Primeiro Bimestre - Março/Abril 2012.
Relatório do Primeiro Bimestre - Março/Abril 2012.
 
Plano de Aula de Ciências Inclusiva - Aluno com Deficiência Visual
Plano de Aula de Ciências Inclusiva - Aluno com Deficiência VisualPlano de Aula de Ciências Inclusiva - Aluno com Deficiência Visual
Plano de Aula de Ciências Inclusiva - Aluno com Deficiência Visual
 
Estágio em Educação Infantil
Estágio em Educação InfantilEstágio em Educação Infantil
Estágio em Educação Infantil
 
EJA
EJA EJA
EJA
 
03 educação física danças-diego
03 educação física danças-diego03 educação física danças-diego
03 educação física danças-diego
 
Plano de Ação 2012
Plano de Ação 2012 Plano de Ação 2012
Plano de Ação 2012
 
Pauta planejamento 2012 1º
Pauta planejamento 2012     1ºPauta planejamento 2012     1º
Pauta planejamento 2012 1º
 
TCC 2011-PEDAGOGIA Sobre VIOLÊNCIA NA ESCOLA
TCC 2011-PEDAGOGIA Sobre VIOLÊNCIA NA ESCOLATCC 2011-PEDAGOGIA Sobre VIOLÊNCIA NA ESCOLA
TCC 2011-PEDAGOGIA Sobre VIOLÊNCIA NA ESCOLA
 
Planejamento pedagógico alinhado à BNCC
Planejamento pedagógico alinhado à BNCCPlanejamento pedagógico alinhado à BNCC
Planejamento pedagógico alinhado à BNCC
 
Projeto de Intervenção
Projeto de IntervençãoProjeto de Intervenção
Projeto de Intervenção
 
Projeto feira de cultura
Projeto feira de culturaProjeto feira de cultura
Projeto feira de cultura
 

Destaque

Destaque (20)

Dancaescolar
DancaescolarDancaescolar
Dancaescolar
 
A Origem Da DançA
A Origem Da DançAA Origem Da DançA
A Origem Da DançA
 
Dança
DançaDança
Dança
 
Dança
DançaDança
Dança
 
Slide dança
Slide dançaSlide dança
Slide dança
 
Apostila de estudo dança
Apostila de estudo dança Apostila de estudo dança
Apostila de estudo dança
 
Dança
DançaDança
Dança
 
Planejamento dança
Planejamento dançaPlanejamento dança
Planejamento dança
 
Tipos de danças
Tipos de dançasTipos de danças
Tipos de danças
 
Projeto Dança e Saúde
Projeto Dança e SaúdeProjeto Dança e Saúde
Projeto Dança e Saúde
 
Oficina de dança e expressão
Oficina de dança e expressãoOficina de dança e expressão
Oficina de dança e expressão
 
Projeto nos passos da dança 6º, 7º, 8º e 9º ano cest
Projeto nos passos da dança   6º, 7º, 8º e 9º ano  cestProjeto nos passos da dança   6º, 7º, 8º e 9º ano  cest
Projeto nos passos da dança 6º, 7º, 8º e 9º ano cest
 
Projeto dança
Projeto dançaProjeto dança
Projeto dança
 
Projeto dança
Projeto   dançaProjeto   dança
Projeto dança
 
Dança conteúdos conceptuais
Dança   conteúdos conceptuaisDança   conteúdos conceptuais
Dança conteúdos conceptuais
 
DANÇA ARTE E EDUCAÇÃO
DANÇA ARTE E EDUCAÇÃODANÇA ARTE E EDUCAÇÃO
DANÇA ARTE E EDUCAÇÃO
 
Aula de educação fisica
Aula de educação fisicaAula de educação fisica
Aula de educação fisica
 
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e AtividadesArtes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
 
A origem da dança
A origem da dançaA origem da dança
A origem da dança
 
Historia da dança
Historia da dançaHistoria da dança
Historia da dança
 

Semelhante a A dança na escola

crep_educacao_fisica_2021_anosfinais.pdf
crep_educacao_fisica_2021_anosfinais.pdfcrep_educacao_fisica_2021_anosfinais.pdf
crep_educacao_fisica_2021_anosfinais.pdfedivirgesribeiro1
 
Didática do ensino superior
Didática do ensino superiorDidática do ensino superior
Didática do ensino superiorMarcio Moura
 
Educação Espírita InfantoJuvenil: O PLANEJAMENTO DIDÁTICO
Educação Espírita InfantoJuvenil: O PLANEJAMENTO DIDÁTICOEducação Espírita InfantoJuvenil: O PLANEJAMENTO DIDÁTICO
Educação Espírita InfantoJuvenil: O PLANEJAMENTO DIDÁTICOArlete Laenzlinger
 
DANÇA DE SALÃO: UMA PROPOSTA PARA A ESCOLA Carlyle Rosemond Freire Santos
DANÇA DE SALÃO: UMA PROPOSTA PARA A ESCOLA  Carlyle Rosemond Freire SantosDANÇA DE SALÃO: UMA PROPOSTA PARA A ESCOLA  Carlyle Rosemond Freire Santos
DANÇA DE SALÃO: UMA PROPOSTA PARA A ESCOLA Carlyle Rosemond Freire Santoschristianceapcursos
 
Aula 2 didatica do ensino supeior copia
Aula 2 didatica do ensino supeior   copiaAula 2 didatica do ensino supeior   copia
Aula 2 didatica do ensino supeior copiaMarluce Filipe
 
TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO.pdf
TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO.pdfTÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO.pdf
TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO.pdfFabia Sousa
 
A didática tem grande relevância no processo educativo de ensino e aprendizag...
A didática tem grande relevância no processo educativo de ensino e aprendizag...A didática tem grande relevância no processo educativo de ensino e aprendizag...
A didática tem grande relevância no processo educativo de ensino e aprendizag...ProfCibellePires
 
Janete projeto do coordenador
Janete projeto do coordenadorJanete projeto do coordenador
Janete projeto do coordenadorNethy Marques
 
DIDATICA Didática i aula
DIDATICA Didática i   aulaDIDATICA Didática i   aula
DIDATICA Didática i aulaLeandro Pereira
 
Orientacoes curriculares pre_escolar
Orientacoes curriculares pre_escolarOrientacoes curriculares pre_escolar
Orientacoes curriculares pre_escolarIva Valente
 

Semelhante a A dança na escola (20)

Epistemologia da docência
Epistemologia da docênciaEpistemologia da docência
Epistemologia da docência
 
crep_educacao_fisica_2021_anosfinais.pdf
crep_educacao_fisica_2021_anosfinais.pdfcrep_educacao_fisica_2021_anosfinais.pdf
crep_educacao_fisica_2021_anosfinais.pdf
 
Didática do ensino superior
Didática do ensino superiorDidática do ensino superior
Didática do ensino superior
 
Didã¡tica iii
Didã¡tica iiiDidã¡tica iii
Didã¡tica iii
 
História da pedagogia e da didática
História da pedagogia e da didáticaHistória da pedagogia e da didática
História da pedagogia e da didática
 
História da pedagogia e da didática
História da pedagogia e da didáticaHistória da pedagogia e da didática
História da pedagogia e da didática
 
Educação Espírita InfantoJuvenil: O PLANEJAMENTO DIDÁTICO
Educação Espírita InfantoJuvenil: O PLANEJAMENTO DIDÁTICOEducação Espírita InfantoJuvenil: O PLANEJAMENTO DIDÁTICO
Educação Espírita InfantoJuvenil: O PLANEJAMENTO DIDÁTICO
 
didatica no ensino superios 3
didatica no ensino superios 3didatica no ensino superios 3
didatica no ensino superios 3
 
DANÇA DE SALÃO: UMA PROPOSTA PARA A ESCOLA Carlyle Rosemond Freire Santos
DANÇA DE SALÃO: UMA PROPOSTA PARA A ESCOLA  Carlyle Rosemond Freire SantosDANÇA DE SALÃO: UMA PROPOSTA PARA A ESCOLA  Carlyle Rosemond Freire Santos
DANÇA DE SALÃO: UMA PROPOSTA PARA A ESCOLA Carlyle Rosemond Freire Santos
 
Metodologias do Ensino Superior.pdf
Metodologias do Ensino Superior.pdfMetodologias do Ensino Superior.pdf
Metodologias do Ensino Superior.pdf
 
Aula 2 didatica do ensino supeior copia
Aula 2 didatica do ensino supeior   copiaAula 2 didatica do ensino supeior   copia
Aula 2 didatica do ensino supeior copia
 
Praticas pedagogicas
Praticas pedagogicasPraticas pedagogicas
Praticas pedagogicas
 
TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO.pdf
TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO.pdfTÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO.pdf
TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO.pdf
 
Trabalho da dona elena
Trabalho da dona elenaTrabalho da dona elena
Trabalho da dona elena
 
A
AA
A
 
A didática tem grande relevância no processo educativo de ensino e aprendizag...
A didática tem grande relevância no processo educativo de ensino e aprendizag...A didática tem grande relevância no processo educativo de ensino e aprendizag...
A didática tem grande relevância no processo educativo de ensino e aprendizag...
 
Janete projeto do coordenador
Janete projeto do coordenadorJanete projeto do coordenador
Janete projeto do coordenador
 
DIDATICA Didática i aula
DIDATICA Didática i   aulaDIDATICA Didática i   aula
DIDATICA Didática i aula
 
Orientacoes curriculares pre_escolar
Orientacoes curriculares pre_escolarOrientacoes curriculares pre_escolar
Orientacoes curriculares pre_escolar
 
Etapas da Situação de Aprendizagem
Etapas da Situação de AprendizagemEtapas da Situação de Aprendizagem
Etapas da Situação de Aprendizagem
 

A dança na escola

  • 1. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA NSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS CAMPUS GURUPI Estágio Acadêmicas: Cássia Moura Cristineide Guimarães Natália Pimenta
  • 3. Procedimentos didáticos Para que a Dança Escolar seja realmente uma ferramenta significativa no processo de aprendizagem e construção do conhecimento do aluno é necessário que o professor esteja atento as seguintes questões:
  • 4. a) Planejamento: é a preparação antecipada do que vai ser realizado na aula; isto implica preparar o material, a música e os procedimentos que serão tomados no decorrer de cada aulas.
  • 5. b) Capacitação: é a qualidade do professor e é relativa ao conhecimento do “ o que se ensina”, do “como se ensina” e do “para que se ensina”; o professor tem que estar comprometido com o educar e com o poder de comunicação, além de ter bom-senso e autocrítica para saber se está preparado ou não para aplicar a Dança Escolar.
  • 6. c) Metodologia: é a maneira de aplicar e de transmitir didaticamente um conteúdo ou conhecimento; isto implica observação sistemática do aluno e atenção aos seus gestos, atitudes, comportamentos individuais e inter-relacionais a fim de intervir, se necessário.
  • 7. d) Avaliação: “É um dos aspectos essenciais de qualquer projeto pedagógico”, justamente porque é por meio dela que se reformulam mecanismos estruturais e relevantes no processo ensino/aprendizagem.
  • 8. Assim, na Dança Escolar, devem-se levar em consideração os aspectos de conhecimento, habilidades e atitudes, além das condutas sociais do aluno nas suas diversas manifestações e no desenvolvimento das atividades, de uma maneira geral.
  • 9. Constantemente, devem ser observados e analisados: • o fazer individual e coletivo; • as alterações do organismo; • a construção do saber ( esforço) ; • a organização, a compreensão, a interpretação e a expressão dialógica, comunicativa, produtivo- criativa e participativa do aluno.
  • 10. COMO APLICAR A DANÇA NA ESCOLA Ao se iniciar um trabalho de Dança Escolar deve-se priorizar o desenvolvimento psicomotor e não, a técnica; porém, é essencial que as crianças conheçam alguns itens, desde o primeiro momento, e os dominem, para que as aulas possam transcorrer de forma agradável, dinâmica e com fluidez.
  • 11. BENEFÍCIOS DA PRÁTICA DA DANÇA ESCOLAR A aprendizagem dos movimentos complexos da dança faz com que cresçam mais conexões entre os neurônios, aprimorando a memória; assim ficamos mais aptos a processar novas informações e a aprender.
  • 12. Produz alterações químicas que nos dão um cérebro mais forte, mais saudável e mais feliz .
  • 13. Em relação ao seu papel pedagógico, a dança escolar deve atuar visando o aumento da auto-estima, o combate ao estresse, a melhoria da postura corporal, além de auxiliar na aquisição e manutenção da saúde, aptidão social, mental, psíquica e física.
  • 14. Além de todos esses benefícios a dança escolar ainda: • Desenvolve e melhora a respiração; • Melhora o condicionamento físico; • Aumenta a flexibilidade; • Fortalece os músculos e ossos; • Melhora a coordenação motora, o ritmo e o equilíbrio; • Promove a conscientização corporal; e • Promove as relações intra e interpessoal