Design Thinking para Empreendedores

246 visualizações

Publicada em

Apresentação do workshop de Design Thinking no Festival de Empreendedorismo na USP 2016 (Natalí Garcia, Lu Terceiro e Matina Moreira)

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
246
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Design Thinking para Empreendedores

  1. 1. Design Thinking para empreendedores
  2. 2. Perguntamos para as pessoas: O QUE É EMPREENDER?
  3. 3. Criando produtos e serviços… Tenho a ideia Construo Vendo
  4. 4. Criando produtos e serviços… Tenho a ideia Construo VendoEmbalo Enfeito
  5. 5. Criando produtos e serviços… Tenho a ideia Construo Vendo Embalo Enfeito Anuncio Dou desconto Gero demanda
  6. 6. Criando produtos e serviços…
  7. 7. O que as pessoas esperam que um serviço seja? ÚTIL FÁCIL DE USAR ANTECIPE NECESSIDADES ❤ Cria-se satisfação em um nível funcional Cria-se conexão emocional + ”word of mouth” + recorrência
  8. 8. O que é desejável O que é viávelO que é factível As pessoas desejam pois isto atende às suas necessidades e desejos O negócio é sustentável e permite continuidade e expansão É possível criar pois dispomos de tecnologia e conhecimento para tal Como criamos serviços inovadores?
  9. 9. c O que design tem a ver com isso?
  10. 10. • O design como “uma forma de pensar” (design thinking) começou a se estruturar dessa forma no final da década de 60 e início da década de 70. • David Kelley adaptou o Design Thinking para o mundo dos negócios e em 1991 fundou a IDEO, responsável por popularizar o termo. Design é processo!
  11. 11. Design Thinking Conceitos fundamentais
  12. 12. Centrado nas pessoas
  13. 13. Empático
  14. 14. Colaborativo e multidisciplinar
  15. 15. Apenas quando colocamos nossas ideias no mundo podemos realmente entender as forças e fraquezas. Experimental. Hands On. Visual.
  16. 16. ITERATIVO
  17. 17. c E na prática? Processo de divergência e convergência.
  18. 18. Divergir Convergir Criar opções Fazer escolhas Não é um processo linear e deve ser iterativo!
  19. 19. Empatizar Definir Ideação Prototipar Testar Pesquisa & descoberta Insights e definições Ideação e desenvolvimento Protótipos e entregas
  20. 20. Empatizar Definir Ideação Prototipar Testar Pesquisa & descoberta Insights e definições Ideação e desenvolvimento Protótipos e entregas Pesquisas com usuários, de mercado, tecnologia... Shadowing Entrevistas e observação Mapa de empatia Interpretação das informações, sintetização Alinhamento Jornadas do cliente, Personas Canvas de proposta de valor Cocriação Construção de opções Testes e experimentos Melhorias Protótipos mais refinados e testados
  21. 21. Visualização do relacionamento de uma pessoa ou grupo com uma empresa através do tempo Jornadas do Cliente
  22. 22. Jornadas do Cliente Visualização de: • Estágios do relacionamento • Ações dos clientes • Pontos de contato entre cliente e empresa • Sentimentos e pensamentos dos clientes
  23. 23. 1. Oferecer uma visão do processo do ponto de vista do cliente GANHOS
  24. 24. 2. Mapear pontos críticos e oportunidades de melhorias GANHOS
  25. 25. 3. Fazer o time ter uma visão holística do serviço e alinhar estratégias GANHOS
  26. 26. Obrigada! www.meetup.com/Design-Thinking-para-startups nataligarcia@gmail.com luciana.terceiro@gmail.com matina.moreira@gmail.com

×