O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Bibliografia de história da áfrica

5.252 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Bibliografia de história da áfrica

  1. 1. 1 Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Extensão e Cultura Curso de Formação Continuada – Direitos Humanos e Diversidade em Sala de Aula Oficina: Como trabalhar a História da África na Escola? Ministrante: Prof. Dr. Paulo Pezat (DH/ICH/UFPel) Data e horário: 13/07/2013 (sábado), das 13:30 às 17:00 Local: ICH / UFPel, Campus 5, rua Félix da Cunha, 520, Pelotas Bibliografia sobre História da África ALBUQUERQUE, Luís de (org). Textos para a história da África austral (século XVIII). Lisboa: Publicações Alfa / Biblioteca da Expansão Portuguesa, 1989. ALDEN, Chris. China na África. Curitiba: Nossa Cultura, 2009 (audiolivro). ALEXANDRE, Valentim & DIAS, Jill (coord). O Império Africano, 1825-1890. Lisboa: Estampa, 1998. ANDERSON, Perry. Portugal e o fim do ultracolonialismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1966. APPIAH, Kwame A. Na casa de meu pai – a África na filosofia da cultura. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997. ASSOCIATION POUR L’ÉTUDE DES LITTÈRATURES AFRICAINES. Autobiographies et récits de vie en Afrique. Paris: L’Harmattan, 1991. AZEVEDO, Licinio. Diário da libertação (a Guiné-Bissau na nova África). São Paulo: Versus, 1977. AZEVEDO, Licínio. Moçambique com os Mirage sul-africanos a 4 minutos. São Paulo: Global, 1980. AZIZ, Philippe. Os impérios negros da Idade Média. Rio de Janeiro: Otto Pierre Editores, 1978. AZURARA, Gomes Eanes de. Crônica do descobrimento e conquista da Guiné. Lisboa: Europa-América, s.d. BÂ, Amadou Hampâté. Amkoullel, o menino fula. 2ª ed. São Paulo: Palas Athena / Casa das Áfricas, 2003 (1992). BACQUART, Jena-Baptiste. The tribal arts of África. Londres: Thames & Hudson, 2004. BALANDIER, Georges. Afrique ambiguë. Paris: Plon, 1957. BARBOSA, Rogério Andrade. Madiba – o menino africano. São Paulo: Cortez, 2011. BARGNA, Ivan. African Art. Milano: Editoriale Jaca Book, 2000. BECKWITH, Carol & FISHER, Angela. Faces of Africa – thirty years of photography. Washington: National Geographic Society, 2009. BENÍTEZ FLEITES, Augusto & MORENO GARCÍA, Julia. Los pueblos de África – vida y costumes en la Antigüedad. Madrid: Edimat Libros, 2006. BENJAMÍN, Anne (org). Parte de minha alma: Winie Mandela. Rio de Janeiro: Rocco, 1986 (1984). BERTAUX, Pierre. Africa: desde la prehistoria hasta los Estados actuales. Madrid: Siglo XXI, 1985 (1966). BIDIMA, Jean-Godefroy. L’art negro-africain. Paris: PUF, 1997. BOAVIDA, Américo. Angola: cinco séculos de exploração portuguesa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967. BONZATTO, Eduardo Antonio. Aspectos da História da África, da diáspora africana e da escravidão sob a perspectiva do poder eurocêntrico. São Paulo: Ícone, 2011. BORER, Alain. Rimbaud na Abissínia. Porto Alegre: L&PM, 1986. BRAZZA, Pierre Savorgnan de. En el corazón de África. Buenos Aires: Ediciones del Sol, 1999. BRETOUT, Françoise. Mogho Naba Wobgho – la résistance du royaume mossi de Ouagadougou. Paris: ABC; Dakar: NEA, 1976. BRUNSCHWIG, Henri. A partilha da África. São Paulo: Perspectiva, 2004 (1971). CABAÇO, José Luís. Moçambique – identidade, colonialismo e libertação. São Paulo: Editora da UNESP, 2009. CANEDO, Letícia Bicalho. A descolonização da Ásia e da África. São Paulo: Atual, 1994. CANOT, Théodore. Memórias de un tratante de esclavos. Buenos Aires: Centro Editor de América Latina, 1976 (1854). CAPELA, José. O tráfico de escravos nos portos de Moçambique. Porto: Edições Afrontamento, 2002. CAPELA, José. Moçambique pela sua história. Famalicão (Portugal): Edições Húmus, 2010. CARDONA, Francesc Lluís. Mitologias y leyendas africanas. Barcelona: Edicomunicación, 1998. CARELL, Paul. Afrika Korps – as raposas do deserto. São Paulo: Flamboyant, 1967.
  2. 2. 2 CARLIN, John. Conquistando o inimigo – Nelson Mandela e o jogo que uniu a África do Sul. Rio de Janeiro: Sextante, 2009. CARVALHO, Castro. África contemporânea. São Paulo: Gráfica Biblos, 1962. CARVALHO, Delgado de. África – geografia social econômica e política. Rio de Janeiro: IBGE, 1963. CARVALHO, Rui Moreira de. Compreender África – teorias e práticas de gestão. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2005. CASCUDO, Luís da Câmara. Made in África (pesquisas e notas). 4ª ed. São Paulo: Global, 2002 (1964). CASTELNAU, Francis de. Entrevistas com escravos africanos na Bahia oitocentista. Rio de Janeiro: José Olympio Editor, 2006. CASTRO, Therezinha de. África: geohistória, geopolítica e relações internacionais. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército Editora, 1981. CHALIAND, Gerar. A luta pela África: estratégia das potências. São Paulo: Brasiliense, 1982 (1980). CHEVRIER, Jacques (org). La littérature africaine: une anthologie du monde noir. Paris: Librio, 2008. CHISSANO, Joaquim Alberto. Cooperação África e Brasil no âmbito da Nova Parceria para o Desenvolvimento da África (NEPAD) – Aula Magna UFRGS 2004. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2004. CHURCHILL, Winston. Mi viaje por África. La Coruña: Ediciones del Viento, 2009. COMITINI, Carlos. África arde – lutes dos povos africanos pela liberdade. Rio de Janeiro: Codecri, 1980. COPPENS, Yves. O macaco, a África e o homem. Lisboa: Gradiva,1993. COQUERY-VIDROVITCH, Catherine (org). A descoberta da África. Lisboa: edições 70, 1981 (1965). COQUERY-VIDROVITCH, Cateherine & MONIOT, Henri. Africa negra de 1800 a nuestros días. Barcelona: Labor, 1976. CORNEVIN, Marianne. Apartheid, poder e falsificação histórica. Lisboa: Edições 70, 1982 (1979). COSTA, Fernando Marques da & FALÉ, Natália. Guia político dos PALOP. Lisboa: Fragmentos / Fundação de Relações Internacionais, s.d. DAVIDSON, Basil. Revelando a velha África. 2ª ed. Lisboa: Prelo Editora, 1977. DAVIDSON, Basil. Os africanos – uma introdução à sua história cultural. Lisboa: Edições 70, 1981 (1969). DAVIDSON, Basil. A libertação da Guiné. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1970. DAVIES, Gill. África – natural spirit of the African continent. Bath (England): Parragon Books, 2007. DÁVILA, Jerry. Hotel Trópico: o Brasil e o desafio da descolonização africana, 1950-1980. São Paulo: Paz e Terra, 2011. DEL PRIORE, Mary & VENÂNCIO, Renato Pinto. Ancestrais: uma introdução à história da África Atlântica. Rio de Janeiro: Elvesier / Editora Campus, 2004. DESCHAMPS, Hubert. Las religions del Africa Negra. Buenos Aires: Eudeba, 1962. DESPINEY, Elsa. 100 mots pour l’art africain. Paris: Maisonneuve & Larose, 2003. DIAGNE, Pathé. Cheikh Anta Diop et l’Afrique dans l’histoire du monde. Paris> L’Harmattan, 2010. DIALO, Demba. L’Afrique en question. Paris: François Maspero / Cahiers Libres, nº 114-115, 1968. DIAS, Gastão Sousa. Pioneiros de Angola: explorações portuguesas no sul de Angola (século XVII e XVIII). Lisboa: Agência-Geral do Ultramar, 1971 (1937). DOWBOR, Ladislau. Guiné-Bissau: a busca da independência econômica. São Paulo: Brasiliense, 1983. DU BOIS, W. E. B. As almas da gente negra. Rio de Janeiro: Lacerda Editores, 1999. DUARTE, Gil (Padre José Vicente). Bernardino Freire de Figueiredo Abreu e Castro – fundador de Moçâmedes. Lisboa: Agência-Geral do Ultramar, 1969. EBERHARDT, Isabelle. Hacia los horizontes azules. Palma de Mallorca, Terra Incógnita, 2001. EINSTEIN, Carl. La escultura negra y otros escritos. Barcelona: Editorial Gustavo Gili, s.d. (1930). ENDERS, Armelle. História da África lusófona. Lisboa: Inquérito, 1997 (1994). ENGELHARD, Philippe. África, espejo del mundo? Madrid: Akal, 1998. EVANS-PRITCHARD, E. E. Os nuer. São Paulo: Perspectiva, 1993 (1931). EVANS-PRITCHARD, E. E. Bruxaria, oráculos e magia entre os Azande. Rio de Janeiro: Zahar, 2005 (1937). FAGAN, Brian. África austral. Lisboa: Editora Verbo, 1972. FAGE, J. D. & TORDOFF, William. A history of Africa. New York: Routledge, 2002. FANON, Frantz. Peau noire, masques blancs. Paris: Seuil, 1971 (1952). FANON, Frantz. Los condenados de la tierra. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica, 2009 (1961). FARWELL, Byron. The great war in África (1914-1918). New York: Norton, 1989. FERKISS, Victor C. África: um continente à procura de seu destino. Rio de Janeiro: Editora GRD, 1967. FLINT, Julie & WAAL, Alex de. Darfur: uma nova história de uma longa guerra. Curitiba: Nossa Cultura, 2009 (audiolivro).
  3. 3. 3 FONKOUÉ, Jean. Cheikh Anta Diop au Carrefour des historiographies. Paris: L’Harmattan, 2007. FRANCHINI, A. S. & SEGANFREDO, Carmen. As melhores histórias da mitologia africana. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 2008. FROBENIUS, Leo & FOX, Douglas. A gênese africana: contos, mitos e lendas da África. São Paulo: Landy Editora, 2005. GAMA, José Basílio da. Quitúbia. Lisboa: Agência Geral do Ultramar, 1973 (1791). GEBARA, Alexsander. A África de Richard Francis Burton: antropologia, política e livre-comércio, 1861-1865. São Paulo: Alameda, 2010. GENRO, Tarso Fernando. Moçambique a caminho do socialismo. Porto Alegre: Movimento, 1982. GIORDANI, Mário Curtis. História da África: anterior aos descobrimentos. 5ª ed. Petrópolis: Vozes, 2007 (1993). GLASGOW, Roy Arthur. Nzinga – resistência Africana à investida do colonialismo português em Angola, 1582- 1663. São Paulo: Perspectiva, 1982. GOERG, O. L’Afrique XVIII-XXI siècles: du sud du Sahara au Cap de Bonne-Espérance. Paris: Autrement, 2005. GONÇALVES, Maria do Rosário Rebelo de Penha. A China em África: parceria igual ou desigual (os casos de Angola e Moçambique). Lisboa: Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, 2009 (dissertação de mestrado). GROMIKO, Anatoli. África: progresso, dificuldades, perspectivas. Moscou: Edições Progresso, 1983. GUEVARA, Ernesto Che. Passagens da guerra revolucionária: Congo. Rio de Janeiro: Record, 2000. GUTTERIDGE, William. Las fuerzas armadas en los nuevos estados africanos. Buenos Aires: Editorial Universitaria de Buenos Aires, 1964. HERNANDEZ, Leila Leite. Os Filhos da Terra do Sol – a formação do Estado-nação em Cabo Verde. São Paulo: Selo Negro, 2002. HERNANDEZ, Leila Leite. A África na sala de aula: visita à história contemporânea. São Paulo: Selo Negro, 2005. HERRMANN, Paul. A conquista da África. São Paulo:boa Leitura Editora, 1963. HILL, Pascoe Grenfell. Cinqüenta dias a bordo de um navio negreiro. Rio de Janeiro: José Olympio, 2006 (1843). HOCHSCHILD, Adam. O fantasma do rei Leopoldo. Lisboa: Caminho, 2001. HUGON, Anne. Introduction à l’histoire de l’Afrique contemporaine. Paris: Armand Colin, 1998. HUGON, Philippe. Geopolítica da África. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2009. HUNTER, John & MANNIX, Daniel. Cuentos de la frontera africana. Buenos Aires: Ediciones de Sol, 1994. IBAZEBO, Isimeme. Explorando a África. São Paulo: Ática, 2000. ILIFFE, John. Les africains: histoire d’un continent. Paris: Flammarion, 1997. JONGE, Klaas de. África do Sul: apartheid e resistência. São Paulo: Cortez / Eboh, 1991. KAKE, Ibrahima Baba & COMTE, Gilbert. Askia Mohamed – l’apogée de l’empire songahy. Paris: ABC, 1976. KAKÉ, Ibrahima Baba. Combats pour l’histoire africaine. Paris: Presence Africaine, 1982. KAMARCK, Andrew. A economia da África. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1972. KAPUSCINSKI, Ryszard. O Imperador: a queda de um autocrata. São Paulo: Companhia das Letras, 2005 (1978). KAPUSCINSKI, Ryszard. Ébano – minha vida na África. São Paulo: Companhia das Letras, 2002 (1998). KAPUSCINSKI, Ryszard. Un día más con vida. Barcelona: Anagrama, 2003 (1976). KI-ZERBO, Joseph. História da África negra. Lisboa: Publicações Europa-América, 1972 (2 vol). KI-ZERBO, Joseph. Para quando a África? (entrevista com René Holenstein). Rio de Janeiro: Pallas, 2006. KONARÈ, Adame Ba (org). Petit précis de remise à niveau sur listoire africaine. Paris: La Découverte, 2008. LAHNI, Cláudia Regina et alii (orgs). Culturas e diásporas africanas. Juiz de Fora: Editora UFJF, 2009. LANG, Jack. Nelson Mandela – uma lição de vida. São Bernardo do Campo: Mundo Editorial, 2007. LAS CASAS, Bartolomé de. Brevíssima relação da destruição de África. Lisboa: Antígona, 1996 (1527-1561). LAUDE, Jean. Les arts de l’Afrique noire. Paris: Librairie Générale Française, 1966. LE CLÉSIO, J. M. G. O africano. São Paulo: Cosac Naify, 2007. LESSA, Clado Ribeiro de (org). Viagem de África em o Reino de Daomé – escrita pelo padre Vicente Ferreira Pires no ano de 1800. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1957. LINHARES, Maria Yedda. A luta contra a metrópole (Ásia e África). São Paulo: Brasiliense, 1981. LOPES, Ana Mônica & ARNAUT, Luiz. História da África: uma introdução. Belo Horizonte: Crisálida, 2005. LOPES, Antonio dos Mártires. A questão de Bolama – pendência entre Portugal e Inglaterra. Lisboa: Agência Geral do Ultramar, 1970. LOPES, Marta Maria. O apartheid. São Paulo: Contexto, 1990. LOPES, Nei. História da antiguidade africana. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011. LOPES FILHO, João. Defesa do patrimônio sócio-cultural de Cabo Verde. Lisboa: Ulmeiro, 1985.
  4. 4. 4 LOVEJOY, Paul. A escravidão na África – uma história de suas transformações. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002 (1983). M’BOKOLO, Elikia. África Negra: História e Civilização – Tomo I: até ao século XVIII. Lisboa: Vulgata, 2000 (1995). M’BOKOLO, Elikia. África Negra: História e Civilização – Tomo II: do século XIX aos nossos dias. Lisboa: Edições Colibri, 2007 (2004). MACEDO, José Rivair (org). Desvendando a história da África. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2008. McEVEDY, Colin. The Penguin Atlas of African History. London: Penguin Books, 1995. McKENZIE, J. M. A partilha da África negra (1880-1900). São Paulo: Ática, 1994. MAESTRI, Mário. A agricultura africana nos séculos XVI e XVII no litoral angolano. Porto Alegre: UFRGS, 1978. MAESTRI, Mário. História da África negra pré-colonial. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1988. MAGNOLI, Demétrio. África do Sul: capitalismo e apartheid. São Paulo: Contexto, 1992. MAR, Eli J. E. História de Moçambique. Lourenço Marques: Tipografia Progresso, 1974. MARQUES, A. H. de Oliveira (coord). O Império Africano, 1890-1930. Lisboa: Estampa, 2001 (Nova História da Expansão Portuguesa, volume XI). MELEIRO, Alessandra (org). Cinema no mundo: indústria, política e mercado – África. São Paulo: Escrituras, 2007. MELO, Elisabete & BRAGA, Luciano. História da África e afro-brasileira: em busca de nossas origens. São Paulo: Selo Negro, 2010. MELO, José Brandão Pereira de. A Fortaleza de Santo António da Ponta da Mina. Lisboa: Agencia Geral do Ultramar, 1969 MEMMI, Albert. Retrato do colonizado precedido pelo retrato do colonizador. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967. MENEZES, Solival. Mamma Angola: sociedade e economia de um país nascente. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo / FAPESP, 2000. MESGRAVIS, Laima. A colonização da África e da Ásia: a expansão do imperialismo europeu no século XIX. São Paulo: Atual, 1994. MONIOT, Henri. “A história dos povos sem história”. In: LE GOFF, Jacques & NORA, Pierre. História – novos problemas. 4ª ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1994 (1974). MONOD, Théodore. Camelladas – exploraciones por el verdadero Sahara. Barcelona: El Barquero, 2004. MOREIRA, Neiva & BISSIO, Beatriz. Os cubanos na África. São Paulo: Global, 1979. MOSCA, João & ZANZALA, Julien (org). Economia dos PALOP – Seminário Internacional sobre a economia dos Palop. Lisboa: Instituto Piaget, 2006. N’KRUMAH, Kwame. Neocolonialismo: último estágio do imperialismo. RJ: Civilização Brasileira, 1967. NASCIMENTO, Elisa Larkin (org). A matriz africana no mundo. São Paulo: Selo Negro, 2008 (Coleção Sankofa, I). NASCIMENTO, Elisa Larkin (org). Cultura em movimento: matrizes africanas e ativismo negro no Brasil. São Paulo: Selo Negro, 2008 (Coleção Sankofa, nº II). NASCIMENTO, Elisa Larkin (org). Guerreiras de natureza: mulher negra, religiosidade e ambiente. São Paulo: Selo Negro, 2008 (Coleção Sankofa, nº III). NASCIMENTO, Elisa Larkin (org). Afrocentricidade: uma abordagem epistemológica inovadora. São Paulo: Selo Negro, 2009 (Coleção Sankofa, nº IV). NICHOLL, Charles. Rimbaud na África – os últimos anos de um poeta no exílio (1880-1891). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2007. OLIC, Nelson Bacic & CANEPA, Beatriz. África: terra, sociedades e conflitos. São Paulo: Moderna, 2004. OLINTO, Antônio. Brasileiros na África. Rio de Janeiro: Edições GRD, 1964. OLIVEIRA, José Osório de. El arte negro como expresión humana y como valor cultural. Madrid: Indice, 1956. OLIVER, Roland & FAGE, J. D. Breve historia de África. Madrid: Alianza Editorial, 1972. OLIVIER, Roland. A experiência africana: da pré-história aos dias atuais. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994. ONDÓ, Eugenio Nkogo. Síntesis sistemática de la filosofía africana. 2ª ed. Barcelona: Ediciones Carena, 2006. ORTIGUES, Marie-Cécile & ORTIGUES, Edmond. Édipo africano. São Paulo: Editora Escuta, 1989 (1984). PALERMO, Miguel Angel & DUPEY, Ana Maria. Arte popular africano. Buenos Aires: Centro Editor de América Latina, 1977. PANTOJA, Selma & SARAIVA, José Flávio Sombra (orgs). Angola e Brasil nas rotas do Atlântico sul. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1999. PANTOJA, Selma (org). Identidades, memórias e histórias em terras africanas. Brasília: LGE Editora, 2006. PARK, Mungo. Viajes a las regiones interiores de África. La Coruña: Ediciones del Viento, 2008. PARREIRA, Adriano. Economia e sociedade em Angola na época da rainha Jinga – século XVII. Lisboa: Editorial Estampa, 1997.
  5. 5. 5 PAULME, Denise. Les sculptures de l’Afrique Noire. Paris: PUF, 1956. PAULME, Denise. As civilizações africanas. Lisboa: Europa-América, 1977 (1953). PÉLISSIER, René. História de Moçambique – formação e oposição (1854-1918). Lisboa: Editorial Estampa, 2000. PÉLISSIER, René. História das campanhas de Angola – resistência e revoltas (1845-1941). Lisboa: Editorial Estampa, 1997. Vol. 1. PÉLISSIER, René. História da Guiné – portugueses e africanos na Senegâmbia (1841-1936). Lisboa: Editorial Estampa, 1997. Vol. 2. PENHA, Eli Alves. Relações Brasil-África e geopolítica no Atlântico Sul. Salvador: Edufba, 2011. PENNA FILHO, Pio. A África contemporânea: do colonialismo aos dias atuais. Brasília: Hinterlândia Editora 2009. PENNAFORTE, Charles. África: horizontes e desafios no século XXI. São Paulo: Atual, 2006. POLSHIKOV, P. Acumulação e crescimento econômico nos países africanos em vias de desenvolvimento. Moscou: Edições Progresso, 1982. POWELL, Richard. Arte y cultura negros en el siglo XX. Barcelona: Ediciones Destino, 1998 (1997). QUERINO, Manuel. O africano como colonizador. Salvador: Livraira Progresso, 1954. RADCLIFFE-BROWN, Alfred. “Sistemas africanos de parentesco e casamento”. In: Radcliffe-Brown: antropologia. São Paulo: Ática, 1978 (Coleção Grandes Cientistas Sociais), p. 59-161. RANGER, Terence. “A invenção da tradição na África colonial”. In: HOBSBAWM, Eric & RANGER, Terence (org). A invenção das tradições. Rio de Janeiro: Paz & Terra, 1984, p. 219-269. READER, John. Africa – a biography of the continent. New York: Vintage Books, 1999. RIBEIRO, Cláudio Oliveira. Relações político-comerciais Brasil-África (1985-2006). São Paulo: Programa de Pós- Graduação em Ciência Política da Universidade de São Paulo, 2007 (tese de doutorado). RICE, Edward. Sir Richard Francis Burton – o agente secreto que fez a peregrinação a Meca, descobriu o ‘Kama Sutra’ e trouxe ‘As mil e uma noites’ para o Ocidente. São Paulo: Companhia das Letras, 2008. RIBEIRO, Ana Paula Alves & GONÇALVES, Maria Alice Rezende (org). História e cultura africana e afro- brasileira na Escola. Rio de Janeiro: Outras Letras / UERJ, 2012. RODRIGUES, João Carlos. Pequena história da África Negra. Rio de Janeiro: Editora Globo, 1990. RODRIGUES, José Honório. Brasil e África: outro horizonte (relações e política brasileiro-africana). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1961. RODRIGUES, José Honório. Brasil e África: outro horizonte. Vol. 2 – Política brasileio-africana. 2ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1964. RODRIGUES, Lopes. O livro de Costa Alegre – o poeta de São Tomé e Príncipe. Lisboa: Agência-Geral do Ultramar, 1969. ROGRIGUES, Nina. Os africanos no Brasil. 5ª ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1977 (1933). SAMPSON, Anthony. África y el sentido común. Buenos Aires: Eudeba, 1965 (1960). SAMPSON, Anthony. O negro e o ouro: magnatas, revolucionários e o apartheid. São Paulo: Companhia das Letras, 1988 (1987). SÁNCHEZ PIÑOL, Albert. Paysanos y monstruos: Bokassa, Idi Amin Dada, Mobutu Sese Seko..., dictadores africanos que se creían dioses. Madrid: Aguilar, 2006 (2000). SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE: pequena monografia. Lisboa: Agência-Geral do Ultramar, 1964. SARAIVA, José Flávio Sombra. Formação da África contemporânea. São Paulo: Atual, 1987. SEAL, Mark. Na África selvagem. Rio de Janeiro: Zahar, 2010. SECCO, Carmen Lucia Tindo. A magia das letras africanas. Rio de Janeiro: Quartet, 2008. SENGHOR, Leopold Sengar. Um caminho do socialismo. Rio de Janeiro: Record, 1965. SERRANO, Carlos & WALDMAN, Mauricio. Memoria d’África: a temática africana em sala de aula. São Paulo: Cortez Editora, 2007. SERVIER, Jean. Les berbères. Paris: PUF, 1990. SILVA, Alberto da Costa e. A enxada e a lança: a África antes dos portugueses. 3ª ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2006. SILVA, Alberto da Costa e. A manilha e o libambo: a África e a escravidão, de 1500 a 1700. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2002. SILVA, Alberto da Costa e. Um rio chamado Atlântico: a África no Brasil e o Brasil na África. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2003. SILVA, Alberto da Costa e. Francisco Félix de Souza, mercador de escravos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira / Editora da UERJ, 2004. SILVA, Alberto da Costa e. A África explicada aos meus filhos. Rio de Janeiro: Agir, 2008. SILVA, Alberto da Costa e (org). Imagens da África (da Antiguidade ao século XIX). São Paulo: Penguin, 2012.
  6. 6. 6 SILVA, Joaquim Duarte & MOTA, A. Teixeira da. Honório Barreto – português da Guiné. Lisboa: Agência-Geral do Ultramar, 1973. SILVA, Juliana Ribeiro da. Homens de ferro: os ferreiros na África central no século XIX. SP: Alameda, 2011. SOUZA, Marina de Mello e. África e Brasil africano. São Paulo: Ática, 2007. SOUZA, Mônica Lima e. Entre margens: o retorno à África de libertos no Brasil, 1830-1870. Niterói: Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Fluminense, 2008 (tese de doutorado). STAMM, Anne. Les religions africaines. Paris: PUF, 1995. STAMM, Anne. L’Afrique de la colonization à l’indépendance. Paris: PUF, 1998. STANJEY, Henry Morton. Através do continente Negro. Lisboa: Europa-América, 2007 (2 volumes). SURET-CANELE, Jean. Afrique Noire – Géographie, civilizations, histoire. 3ª ed. Paris: Éditions Sociales, 1973. SURET-CANELE, Jean. Afrique Noire – l’ère coloniale (1900-1945). Paris: Éditions Sociales, 1977. SURET-CANELE, Jean. Afrique Noire – De la colonization aux independences (1945-1960). Paris: Éditions Sociales, 1977. THORNTON, John. A África e os africanos na formação do Mundo Atlântico - 1400-1800. Rio de Janeiro: Editora Campus. 2004. TOYNBEE, Arnold. África árabe, África negra. Lisboa: Arcádia, 1975. TRAVISH, Dean. O amor na África negra. Lisboa: Plátano Editora, 1973. TROJANOW, Ilija. O colecionador de mundos. São Paul: Companhia das Letras, 2010. UNESCO. História Geral da África. 2ª ed. Brasília: Unesco/MEC, 2010. 8 volumes (disponível em http://www.unesco.org/new/pt/brasilia/about-this-office/single- view/news/general_history_of_africa_collection_in_portuguese-1/ e no site www.dominiopublico.gov.br) VAIL, John J. Mandela. São Paulo: Nova Cultural, 1990 (Coleção Grandes Líderes do Século XX). VENÂNCIO, José Carlos. A economia de Luanda e hinterland no século XVII – um estudo de sociologia histórica. Lisboa: Estampa, 1996. VENÂNCIO, José Carlos. O fato africano: elementos para uma sociologia da África. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, 2009. VISENTINI, Paulo Gilberto Fagundes et alii. Breve história da África. Porto Alegre: Leitura XXI, 2007. VISENTINI, Paulo Gilberto Fagundes. A África na política internacional – o sistema interafricano e sua inserção internacional. Curitiba: Juruá, 2010. VISENTINI, Paulo Gilberto Fagundes. A África moderna: um continente em mudança (1960-2010). Porto Alegre: Leitura XXI, 2010. VIZENTINI, Paulo Fagundes. As relações internacionais da Ásia e da África. Petrópolis: Vozes, 2008. VISENTINI, Paulo Fagundes et alii. História da África e dos africanos. Petrópolis: Vozes, 2013. VISUAL ENCYCLOPEDIA OF ART. Arte africana. Florence: Scala, 2010. YAZBEK, Mustafa. Argélia: a guerra e a independência. São Paulo: Brasiliense, 1983. WESSELING, H. L. Dividir para dominar: a partilha da África (1880-1914). Rio de Janeiro: Ed. da UFRJ, 1998. WILLETT, Frank. Arte africano. Barcelona: Ediciones Destino, 2000 (1971). WOODS, Donald. Por dentro do apartheid – o cotidiano da resistência na África do Sul. SP: Best Seller, 1988. WODDIS, Jack. África – as raízes da revolta. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1961. Sites com textos e documentos sobre História da África www.casadasafricas.org.br www.dominiopublico.gov.br https://sites.google.com/site/revistasankofa/ www.afroasia.ufba.br www.ceao.ufba.br/2007/ www.historia.uff.br/nec/angola www.codesria.org/ www.costadamina.ufba.br/ www.fflch.usp.br/cea/
  7. 7. 7 Filmes / documentários sobre História da África A Batalha de Argel (La Battaglia di Algeri) – Direção: Gillo Pontecorvo; com Brahim Hagiag, Jean Martin e Saadi Yacef Produção: Itália / Argélia, 1966. A Intérprete (The Interpreter) – Direção: Sydney Pollack; com Nicole Kidman e Sean Penn; 2005. África dos Meus Sonhos (I Dreamed of África) – Direção: Hugh Hudson; com Kim Bessinger e Vincent Perez. Baseado na autobiografia de Kuki Gallmann. Produção: EUA, 2000. Ashanti (Ashanti) – Direção: Richard Fleischer; com Michael Caine, Omar Sharif, Rex Harrison, Peter Ustinov e William Holden. Produção: EUA, 1979. Assassinato sob custódia ( A dry white season) – Direção Euzhan Palcy, com Donald Sutherland, Susan Sarandon e Marlon Brando. Produção: EUA, 1989 (106 min). Cobra Verde (Cobra Verde) – Direção: Werner Hertzog; com Klaus Kinski e José Lewgoy; baseado no livro de Bruce Chatwin. Produção: Alemanha, 1987. Crianças Invisíveis (All the invisible children) – Documentário; Produç David Livingstone – Jornada ao Coração da África (Dr. Livingstone & Stanley) – Direção: Ruth Wood (1994). Produção: Inglaterra, 1994. Desonra (Disgrace) – Direção: Steve Jacobs. Elenco: John Malkovich, Eriq Ebouaney. Produção: Austrália / África do Sul, 2009 (118 min). Diamante de Sangue (Blood Diamond) – Direção: Edward Zwick; com Leonardo DiCaprio, Jennifer Connelly e Djimon Hounsou. Produção: EUA, 2006. Entre Dois Amores (Out of África) – Direção: Sydney Pollack; com Robert Redford e Mery Streep; baseado no livro de Karen Blixen (Isak Dinesen). Produção: EUA, 1985. Eu, um Negro ( Moi, un Noir) – Direção: Jean Rouch. Produção: França/Costa do Marfim, 1958 General Idi Amin Dada – um auto-retrato (General Idi Amin Dada – self portrait) – Direção: Barbet Schroeder; Produção: França/Suíça, 1974. Hotel Ruanda (Hotel Rwanda) – Direção: Terry George; com Don Cheadle e Nick Nolte. Produção: Inglaterra/África do Sul/EUA, 2004. Invictus (Invictus) – Direção: Clint Eastwood; com Morgan Freeman e Matt Damon; baseado no livro de John Carlin; Produção: EUA, 2009. Jaguar (Jaguar) – Direção: Jean Rouch. Produção: França/Niger, 1957-1967. Jim das Selvas (Jungle Jim) – Direção: Ford Beebe e Cliff Smith; com Grant Withers e Raymond Hatton. Produção: EUA, 1936. Khartoum – A Batalha do Nilo (Khartoum) – Direção: Basil Dearden & Eliot Elisofon; com Laurence Olivier, Charlton Heston e Ralph Richardson. Produção: Inglaterra, 1966. Lugar Nenhum na África (Nirgendwo in Afrika) – Direção: Caroline Link; com Juliane Köhler e Merab Ninidze; baseado em livro de Stefanie Zweig. Produção: Alemanha, 2001. Mandela – luta pela liberdade (Goodbye Bafana) – Direção: Bille August; com Joseph Fiennes e Denis Haysbert. Produção Alemanha / França / Inglaterra / África do Sul, 2007. Mister Johnson (Mister Johnson) – Direção: Bruce Beresford; com Maynard Eziashi e Pierce Brosnan. Produção: EUA, 1990. O Céu que nos Protege (The Sheltering Sky) – Direção: Bernardo Bertolucci; com Debra Winger e John Malkovich. Produção: EUA, 1990. O Espírito da Selva (Schweitzer) – Direção: Grey Hofmeyr; com Malcolm MacDowell e Susan Strasberg. Produção: EUA/Inglaterra, 1990. O Jardineiro Fiel (The Constant Gardener) – Direção: Fernando Meirelles; com Ralph Finnes e Rachel Weisz; baseado no livro de John Le Carré. Produção Alemanha/Inglaterra, 2005. O Leão do Deserto (Lion of the Desert) – Direção: Moustapha Akkad; com Anthony Quinn, Oliver reed e Rod Steiger. Produção: EUA/Líbia, 1979.
  8. 8. 8 O Último Rei da Escócia (The Last King of Scotland) – Direção: Kevin MacDonald; com Forest Whitaker e James McAvoy. Produção Inglaterra/EUA, 2006. Os Chacais (The Jackals) – Direção: Robert D. Webb; com Vincent Price e Diana Ivarson. Produção: África do Sul, 1967. Os Deuses Devem Estar Loucos (The Gods Must Be Crazy) – Direção: Jamie Uys; com N’xau e Marius Meyers. Produção: África do Sul – Botsuana, 1980. Os Deuses Devem Estar Loucos 2 (The Gods Must Be Crazy II) – Direção: Jamie Uys; com N’xau e Lena Farugia. Produção: África do Sul – Botsuana, 1989. Os Deuses Devem Estar Loucos 3 (The Gods Must Be Crazy III) – Direção: Jamie Uys; com N’xau. Produção: África do Sul – Botsuana, 1991. Os Mestres Loucos (Les Maîtres Fous) – Direção: Jean Rouch. Produção: França/Gana, 1954. Pierre Verger, mensageiro entre dois mundos – Direção: Lula Buarque de Holanda; entrevista com Pierre Verger. Produção: Brasil, 1998. Sangue sobre a Terra (Something of Valeu) – Direção: Richard Brooks. Elenco: Sidney Poitier, Rock Hudson e Dana Winter. Produção: EUA, 1957. Tarzan, o Homem Macaco (Tarzan The Ape Man) – Direção: W. S. Van Dyke; com Johnny Weissmuller e Maureen O’Sullivan. Produção: EUA, 1932. Tensão em Ruanda (Un Dimanche à Kigali) – Direção: Robert Fravreau; com Luc Picard e Fatou N’Diaye. Produção canadense, 2006, Tiros em Ruanda (Shooting Dogs) – Direção: Michael Caton-Jones; com John Hurt, Hugh Dancy. Produção anglo-germânica, 2005. Um Grito de Liberdade (Cry Freedom) – Direção: Richard Attenborough; com Denzel Washington e Kevin Kline. Produção britânica, 1987. Uma Aventura na África (The African Queen) – Direção: John Huston; com Humphrey Bogart e Katharine Hepburn. Produção: EUA, 1951. Un Buen Hombre en Africa (A Good Man in Africa) – Direção: Bruce Beresford; com Sean Connery, John Lithgow e Colin Friels. Produção: EUA, 1994. Zulu (Zulu) – Direção: Cy Endfield; com Michael Caine e Stanley Baker. Produção: Inglaterra, 1964.

×