Convergência das Mídias

721 visualizações

Publicada em

Seminário realizada para a disciplina Jornalismo Digital do curso de Jornalismo da Universidade Estácio de Sá, campus Madureira.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
721
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Convergência das Mídias

  1. 1. O que é Convergência? É um processo multidimensional que, facilitado pela implantação generalizada das tecnologias digitais, afeta os meios tecnológicos, empresarial, profissional e editorial dos meios de comunicação, propiciando uma integração de ferramentas, espaços, métodos de trabalho e linguagens anteriormente desagregados, de forma que os jornalistas elaborem conteúdos a ser distribuídos através de inúmeras plataformas, por meio das linguagens próprias a cada uma delas.
  2. 2. Um novo jeito de informarAs mudanças ocorridas no jornalismo moderno não foram somentevisuais, mas também ideológicas. A informatização das redaçõesnão significou necessariamente maior renda para as editorias, poiso mercado jornalístico se tornou instável e extremamentecompetitivo, obrigando os profissionais a se especializarem paravalorizarem suas funções.
  3. 3. O jornalismo antes da Internet  Informação centralizada na imprensa  Funções bem definidas nas redações  Opinião do leitor restrita às cartas  Concorrência clara e definida  Fluxo de produção único  Jornalista como único autor
  4. 4. O jornalismo pós internet Fontes inesgotáveis de  Concorrência disseminadainformação, agindo em todas as  Fluxo de produção em horáriosfrentes, por toda parte variados Autoria de equipe  Diversos canais de distribuição
  5. 5. O novo papel do leitor Leitor vira Usuário Autoria compartilhada Comentários e críticas em tempo real Baixa fidelidade às marcas Informação chega a ele Conhece seu poder
  6. 6. O novo papel do leitor Internet mudou os processos de produção de notícia. No início, os sites eram apenas canais de distribuição, uma simples ferramenta. Hoje a internet é um meio de comunicação tão avançado e ágil que somos incapazes de viver fora desta rede.
  7. 7. Jornal: principais mudanças tornarem-se empresas eficientes que aceitam ainformação como produto e a publicidade como principalfonte de renda; e adquirirem certos aspectos do jornalismo de revista queaprofunda, interpreta, analisa, explica e complementa os fatos que já ocorreram eforam divulgados, utilizando uma série de recursos gráficos que facilitam acompreensão.
  8. 8. Novas rotinas nas redações A transformação nas redações se inicia pela necessidade de encontrar novos modelos de negócio, encarar a nova concorrência e, acima de tudo, recuperar a audiência que ameaça ir embora. A partir deste momento, elas passam a integrar as equipes de produção do on-line e do impresso, começando a produzir para novas mídias. Treinamentos são iniciados nas redações dos principais veículos, que adotam novos conceitos de produção como 24/7 e web first.
  9. 9. O Globo / BrasilDesde 2006: Eu-Repórter, comentários, vídeos, infografia integrada, blogs, redes sociais e comunidades no site, no papel e no celular. Foco em treinamento multimídia e melhorias em SEO, distribuição econhecimento do leitor.  Novas funções: checar informações, filtrar comentários, acompanhar notícias em novos meios.  Equipes trabalham mais integradas no Globo e no mesmo espaço físico.
  10. 10. O novo papel do leitor
  11. 11. Daily Telegraph / Inglaterra Redações integradas em 2006, com consultoria da IFRA. São 460 jornalistas, todos preparados para produzir conteúdo para jornal e web.Impresso On-line
  12. 12. Boston Globe / EUARedações integradas em 2006. Alegou que essa movimentação é um esforço para semanter competitivo em um ambiente de notícias e anúncios globalizado e de massa.O controle fica a cargo do editor Martin Baron (originalmente do impresso), quecoordena como o conteúdo é editado nas duas versões. Os funcionários foram unidosna sede do Boston Globe. O grupo integrou também as áreas definanças, anúncios, marketing, RH e desing.Impresso On-line
  13. 13. The New York Times / EUARedações integradas em 2006. O NYT fez a reestruturação da redação com vários planosem mente, de uma forma compassada e Respeitando a cultura e tradição do jornal. A estratégia foi espalhar pela redação jornalistas entusiastas do meio digital e fazer comhouvesse uma fusão natural. O foco está no online: a idéia é produzir multimídiacontinuamente e fazer parcerias. Pensam em abrir uma redação em Paris (França) e outraem Hong Kong (Japão).Impresso On-line
  14. 14. Time / EUARedações parcialmente integradas. Busca aproveitar o conteúdo das muitas marcas dogrupo ao qual pertence no site.O investimento no site ao longo dos últimos anos foi direcionado às equipes, modelo depublicação 24 X 7 e criação e manutenção de arquivo online. O foco hoje é manter umamarca multi-plataforma, não apenas revista. Os jornalistas produzem conteúdo pararevista e site. Há também uma equipe de 30 pessoas totalmente dedicada ao site. On-line Impresso
  15. 15. Time/ EUA O site apostou na presença em redes sociais, agregadores de notícias e outros sites colaborativos, tais como Twitter, i- Tunes, YouTube, Mobile, Digg, Facebook, RSS. O grupo busca monetizar a audiência que está migrando para a web. Atualmente, o site Time.com representa 10% da receita. A marca acredita que o site torna a marca ainda mais internacional. 24% do acesso do site chega de fora dos EUA. Na web, a faixa etária da audiência é 10 anos menor do que na revista.
  16. 16. BusinessWeek / EUA Redações parcialmente integradas: A integração teve início em 2006, mas o processo ainda está incompleto. Em novembro de 2008 o Departamento de Arte do Online se mudou para ficar ao lado do departamento de Arte do Impresso. O mesmo aconteceu com o departamento Production- Online. Atualmente existem 300 jornalistas, entre eles pessoal de Arte e Foto. On-line Impresso
  17. 17. Der Spiegel / AlemanhaRedações separadas com colaboração: A equipe online é composta por 80 jornalistas.No online, o noticiário é ininterrupto (são publicadas de 80 a 100 notícias por dia). Algunsartigos da revista impressa são veiculados mediante pagamento, e a íntegra da edição édisponibilizada em formato pdf mediante pagamento de taxa. On-line Impresso
  18. 18. Der Spiegel / AlemanhaAtualmente, o site aposta em manter firme presença da marca nas principaisredes sociais criadas no passado, como Facebook, Twitter, etc.Em 2008, abriu todo o seu arquivo digitalmente a custo zero, tornando-se umadas maiores fontes de pesquisa na internet alemã, junto com a Wikipedia. Apresença internacional fica por conta de uma versão do site em inglês.
  19. 19. El Pais / EspanhaRedações separadas. Os gestores explicam que a integração ainda não é possíveldevido às diferenças culturais e estruturas das equipes. A redação do jornal fica a15 minutos de carro da redação da web.No El Pais, 80% conteúdo do site foi criado para web e apenas 20% do conteúdo éproveniente do impresso. On-line Impresso
  20. 20. Washington Post / EUARedações separadas: Tanto o jornal impresso quanto o site fornecemconteúdos, ferramentas e serviços. O papel, contudo, está mais focado em análises einterpretação, enquanto o site explora hardnews e ferramentas para finanças.On-line Impresso
  21. 21. Muito Obrigada! Carlos Eduardo Silva Nathalia Sandonato Universidade Estácio de Sá Multimídia Jornalística 2012.01

×