Sistema nervoso Fisiologia I Nathalia Fuga Os detectores de ambiente
O  mundo real é diferente do mundo percebido? Sensação: capacidade que os animais apresentam de codificar certos aspectos ...
Para que serve a informação sensorial? <ul><li>Formação da percepção </li></ul><ul><li>Controle da motricidade </li></ul><...
Modalidades sensoriais Visão Audição Somestesia Gustação Olfação Submodalidades sensoriais Cores, formas, movimentos Amarg...
Onde, quanto e por quanto tempo sentimos... Localização espacial Determinação de intensidade Determinação da duração
Plano geral dos sistemas sensoriais Os sentidos representam a tradução das energias do ambiente para a linguagem do sistem...
 
Vias aferentes Cadeias de neurônios que levam as informações sensoriais até o córtex cerebral, onde serão realizadas as op...
Princípios gerais do funcionamento dos receptores <ul><li>Tipos de receptores: </li></ul><ul><li>Mecanorreceptores </li></...
<ul><li>Transdução:é a transformação da energia de um estímulo em potenciais bioelétricos gerados pela membrana do recepto...
<ul><li>Codificação:representação dos parâmetros do estímulo sensorial para parâmetros de um código digital. </li></ul><ul...
 
 
Adaptação dos receptores <ul><li>Receptores de adaptação lenta (tônicos): o potencial receptor decresce pouco e se mantém ...
 
Campos receptivos
Discriminação entre dois pontos
Os sentidos e seus receptores
 
Receptores da audição
Receptores do equilíbrio
Receptores da visão
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula detectores do ambiente

1.833 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.833
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula detectores do ambiente

  1. 1. Sistema nervoso Fisiologia I Nathalia Fuga Os detectores de ambiente
  2. 2. O mundo real é diferente do mundo percebido? Sensação: capacidade que os animais apresentam de codificar certos aspectos de energia física e química representando-os como impulsos nervosos que são “compreendidos” pelos neurônios. Percepção: capacidade que alguns animais apresentam de vincular os sentidos a outros aspectos da existência.
  3. 3. Para que serve a informação sensorial? <ul><li>Formação da percepção </li></ul><ul><li>Controle da motricidade </li></ul><ul><li>Regulação das funções orgânicas </li></ul><ul><li>Manutenção da vigília </li></ul>O que sentimos? Os sentidos correspondem à tradução para a linguagem neural das diversas formas de energia contidas no ambiente.
  4. 4. Modalidades sensoriais Visão Audição Somestesia Gustação Olfação Submodalidades sensoriais Cores, formas, movimentos Amargo, azedo Tato, calor, propriocepção Tons, timbres
  5. 5. Onde, quanto e por quanto tempo sentimos... Localização espacial Determinação de intensidade Determinação da duração
  6. 6. Plano geral dos sistemas sensoriais Os sentidos representam a tradução das energias do ambiente para a linguagem do sistema nervoso. O sistema sensorial representa os conjuntos de estruturas neurais encarregadas desses processos. Receptores sensoriais:células adaptadas, neurônios ou não, que se conectam através de sinapses com neurônios secundários. Esses circuitos em cadeia levam a informação traduzida do ambiente pelos receptores a níveis mais complexos do sistema nervoso.
  7. 8. Vias aferentes Cadeias de neurônios que levam as informações sensoriais até o córtex cerebral, onde serão realizadas as operações que resultarão em percepção.
  8. 9. Princípios gerais do funcionamento dos receptores <ul><li>Tipos de receptores: </li></ul><ul><li>Mecanorreceptores </li></ul><ul><li>Quimiorreceptores </li></ul><ul><li>Fotorreceptores </li></ul><ul><li>Termorreceptores </li></ul><ul><li>Nociceptores </li></ul>
  9. 10. <ul><li>Transdução:é a transformação da energia de um estímulo em potenciais bioelétricos gerados pela membrana do receptor. Esses potenciais são os potenciais geradores ou potenciais receptores. </li></ul><ul><li>O potencial receptor é lento e analógico. Apresenta proporcionalidade entre estímulo e resposta, traduzindo as características do estímulo:duração e intensidade. </li></ul>Operação do sistema sensorial Mecanismo de tradução
  10. 11. <ul><li>Codificação:representação dos parâmetros do estímulo sensorial para parâmetros de um código digital. </li></ul><ul><li>Através da codificação, o potencial gerador é transformado em potenciais de ação cuja frequência de disparo é proporcional ao potencial gerador. </li></ul>
  11. 14. Adaptação dos receptores <ul><li>Receptores de adaptação lenta (tônicos): o potencial receptor decresce pouco e se mantém estável e cessa ao final do estímulo. </li></ul><ul><li>Receptores de adaptação rápida (fásicos): o potencial decresce rapidamente após o início do estímulo podendo até chegar a zero. Entretanto quando o estímulo cessa há um segundo pico. </li></ul>
  12. 16. Campos receptivos
  13. 17. Discriminação entre dois pontos
  14. 18. Os sentidos e seus receptores
  15. 20. Receptores da audição
  16. 21. Receptores do equilíbrio
  17. 22. Receptores da visão

×