SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
Baixar para ler offline
IBADEP – Instituto Bíblico da
Assembleia de Deus Ensino e Pesquisa


        PROFETAS MAIORES

 LIÇÃO 3 – O Livro de Lamentações

    Aula ministrada na IEADSJP


      Prof. Ms. Natalino das Neves
   www.natalinodasneves.blogspot.com.br
INTRODUÇÃO
AUTOR        Jeremias?
             Cerca de 586-585 antes de Cristo (3 meses entre o
DATA         incêndio de Jerusalém e a partida do remanescente
             para o Egito.
             As lamentações de Jeremias/Como (‘ekhah) ou
TÍTULO
             Lamentações (qinoth)

TEMA         Tristeza presente e esperança futura

PALAVRAS-
             Dificuldades, angústia, pecado, oração.
CHAVES

VERSÍCULO-   “Que solitária está a Cidade populosa! Tornou-se viúva
CHAVE        a primeira entre as nações; a princesa das províncias,
             em trabalhos forçados.
I – LAMENTAÇÕES E O CÂNON
CÂNON HEBRAICO                             CÂNON CRISTÃO
                                                    PROTESTANTE
Torah = Lei:                              Livros Históricos:

Referência = Pentateuco (Gn, Ex, Lv,      Gn, Ex, Lv, Nm, Dt, Js, Jz, Rt, 1-2Sm,
Nm e Dt)                                  1-2Rs, 1-2Cr, Esd, Ne, Est,

Nebi’im = Profetas:                       Livros Sapienciais ou
                                          Didáticos:
a) Profetas anteriores: Js, Jz, 1-2Sm,
   1-2Rs                                 Jó, Sl, Pr, Ecl, Ct.
b) Profetas posteriores: Is, Jr, Ez e os
   12 Profetas Menores
Ketubim = Escritos (13):                  Livros Proféticos :

Sl, Pr, Jó, Ct, Rt, Lm, Ecl, Est, Dn,     a) a) Profetas maiores: Is, Jr, Lm, Ez,
Esd, Ne, 1-2Cr                               Dn.
                                          b) b) Profetas menores: Os, Jl, Am,
                                             Ab, Jn, Mq, Na, Hab, Sf, Ag, Zc,
                                             Ml
CÂNON GREGO DA LXX
      LEGISLAÇÃO E HISTÓRIA                         POETAS E PROFETAS
1. Gênesis                                 18. Salmos
2. Êxodo                                   19. [Odes]
3. Levítico                                20. Provérbios de Salomão
4. Números                                 21. Eclesiastes
5. Deuteronômio                            22. Cântico dos Cânticos
6. Josué                                   23. Jó
7. Juízes                                  24. Sabedoria
8. Rute                                    25. Eclesiástico (“Sabedoria de Sirac”)
9. Quatro “livros dos Reinos”: I e II      26. [Salmos de Salomão]
Samuel; III e IV Reis                      27. Doze profetas menores
10. Paralipômenos I e II = Crônicas        28. Isaías
11. [ Esdras I ]                           29. Jeremias
12. Esdras II = Esdras e Neemias           30. Baruc ( = Baruc 1-5)
13. Ester (com partes próprias do grego)   31. Lamentações
14. Judite                                 32. Carta de Jeremias ( = Baruc 6)
15. Tobias                                 33. Ezequiel
16. I e II Macabeus                        34. Susana ( = Daniel 13)
17. [ III e IV Macabeus ]                  35. Daniel 1-12
                                           36. Bel e o Dragão (=Daniel 14)
OS CINCO MEGILOT (rolos festivos)
RUTE (2)         Festa das Semanas

CÂNTARES (1)     Páscoa


ECLESIASTES (4) Festa dos Tabernáculos


LAMENTAÇÕES Comemoração da destruição do templo no
(3)         dia 09 do mês Ab


ESTER (5)        Festa do Purim
LAMENTAÇÕES E O NT

• NT não contem citação direta de Lamentações;

• Temas semelhantes :

  •   Rm 1:18-3:20 – gravidade do pecado, certeza do
      juízo divino e misericórdia para os que se
      arrependem e voltam-se para Deus;
  •   Lc 19:41-44; Rm 9:1-3; 10:1 – tristeza pela
      rebeldia do povo judeu e o castigo previsto.

• AP - Você tem sofre por aqueles que ainda são
  escravos do pecado?
II – AS CINCOS LAMENTAÇÕES
II – AS CINCOS LAMENTAÇÕES

• As cinco lamentações correspondem aos cinco
  capítulos do livro;

• Com exceção do capítulo 5, os demais foram
  escritos em forma de acróstico (alfabeto
  hebraico), por isso a quantidade de versículos
  são múltiplos de 22:

  •   Lamentações 1,2,4 e 5 – 22 versículos
  •   Lamentação 3 – 66 versículos (3 x 22).
II – AS CINCOS LAMENTAÇÕES

• Na devastação de Jerusalém lamenta:

  •   Queda humilhante da monarquia e reino davídico;
  •   Destruição dos muros, templo, palácio real e partes
      da cidade;
  •   Deportação da maioria para a Babilônia.



• O autor reconhece que a tragédia que
  sobreveio sobre Judá é um justo juízo divino
  devido à rebeldia contra Iavé.
II – AS CINCOS LAMENTAÇÕES
• O livro traz esperança ao povo, que estava em
  meio ao desespero, ao apontar para além do
  juízo divino, a restauração do cativeiro.

• Diferenças entre as lamentações:

  •   1, 2 e 4: fala-se sobre Jerusalém sem identificar a
      pessoas do locutor ou poeta;
  •   O 2ª lamentação é dirigida à Jerusalém, enquanto
      na 1ª ela mesmo tem a palavra;
  •   Na 3ª lamentação destaca-se um “eu”, mas sem
      identificação;
  •   Na 5ª lamentação identifica o locutor “nós”, a
      comunidade em oração.
II – AS CINCOS LAMENTAÇÕES




• Diferenças de gêneros literários:

  •   1, 2 e 4: lamento fúnebre;
  •   3ª lamentação: lamento individual + elementos
      de outros gêneros literários;
  •   5ª lamentação: lamentação nacional.
AS CINCO LAMENTAÇÕES - SÍNTESE
                Devastação de Jerusalém e sua lamentação
1ª LAMENTAÇÃO
                personificada.

                Causa da devastação e o instrumento de juízo de
2ª LAMENTAÇÃO
                Deus (inimigo).


                Exortação para a nação lembrar de Iavé, que é
3ª LAMENTAÇÃO
                misericordioso e fiel àqueles que nele esperam.


4ª LAMENTAÇÃO   Reitera os três temas anteriores.

                Após confissão do pecado e da necessidade de
5ª LAMENTAÇÃO   misericórdia de Judá, Jeremias pede que Deus
                restaure seu povo ao favor divino.
III – A MENSAGEM DE LAMENTAÇÕES
III – A MENSAGEM DE LAMENTAÇÕES



• Cidade Santa e o Templo x presença de Deus e
  a aliança com “seu” povo;

• Extinção da monarquia e supressão do
  sacerdócio levítico x crise de fé dos judeus;

• Doutrina da eleição x auxílio incondicional

• Disciplina x comportamento e atitudes.
III – A MENSAGEM DE LAMENTAÇÕES



• O pecado traz dor e tristeza – Lm 1:18; Lm
  2:10-12; 19; Lm 4:4,10 x Rm 1:26-32;

• A ira de Deus sobre o pecado – Lm 2:1-22;
  4:6; 12;

• Aflições de Jeremias – Queixa (v 8 )
  acompanhada de reconhecimento da justiça de
  Deus (3:21-39);
III – A MENSAGEM DE LAMENTAÇÕES




• Consolação tríplice de “Sião”:

  •   Ensino e purificação com a disciplina – Lm 3:22-29;
  •   Após a obra completa haverá libertação e sem
      cativeiros futuros – Lm 4:22a; 5:21);
  •   Os inimigos serão castigados – Lm 1:21,22; Lm
      4:21,22).
CONSIDERAÇÕES FINAIS
CONSIDERAÇÕES FINAIS

O texto bíblico estudado demonstrou que:

  1. O pecado não fica impune diante de Deus.
     Por isso, Jerusalém foi destruída;
  2. A disciplina de Deus é para o bem de seu
     povo;
  3. Deus promete livramento para aqueles que
     se voltam para Ele, independente dos
     pecados já cometidos;
  4. Deus não é exclusivo de um povo.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS




IBADEP. Profetas Maiores. 4ª Edição. Guaíra: IBADEP, 2005.

RENDTORFF, Rolf. Antigo Testamento: uma introdução. Santo
André – SP: Academia Cristã, 2009.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Panorama do AT - Neemias e Ester
Panorama do AT - Neemias e EsterPanorama do AT - Neemias e Ester
Panorama do AT - Neemias e EsterRespirando Deus
 
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolos
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolosEstudo sobre o livro de Atos dos apóstolos
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolosRODRIGO FERREIRA
 
Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Moisés Sampaio
 
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraPentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraGesiel Oliveira
 
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosPanorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosRespirando Deus
 
Estudo dos livros Poéticos - Cantares de Salomão
Estudo dos livros Poéticos - Cantares de SalomãoEstudo dos livros Poéticos - Cantares de Salomão
Estudo dos livros Poéticos - Cantares de SalomãoRODRIGO FERREIRA
 
97 estudo panorâmico da bíblia - o livro de sofonias
97   estudo panorâmico da bíblia - o livro de sofonias97   estudo panorâmico da bíblia - o livro de sofonias
97 estudo panorâmico da bíblia - o livro de sofoniasRobson Tavares Fernandes
 

Mais procurados (20)

8. O Livro de Números
8. O Livro de Números8. O Livro de Números
8. O Livro de Números
 
Panorama do AT - Neemias e Ester
Panorama do AT - Neemias e EsterPanorama do AT - Neemias e Ester
Panorama do AT - Neemias e Ester
 
LIVROS HISTÓRICOS (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
LIVROS HISTÓRICOS (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)LIVROS HISTÓRICOS (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
LIVROS HISTÓRICOS (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
 
30. O Livro do profeta Jeremias
30. O Livro do  profeta Jeremias30. O Livro do  profeta Jeremias
30. O Livro do profeta Jeremias
 
Introdução bíblica
Introdução bíblicaIntrodução bíblica
Introdução bíblica
 
Lição 5 Hebreus
Lição 5   Hebreus Lição 5   Hebreus
Lição 5 Hebreus
 
25. Os poéticos: Provérbios
25. Os poéticos: Provérbios25. Os poéticos: Provérbios
25. Os poéticos: Provérbios
 
PROFETAS MAIORES (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
PROFETAS MAIORES (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)PROFETAS MAIORES (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
PROFETAS MAIORES (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
 
Livro de Amós
Livro de AmósLivro de Amós
Livro de Amós
 
PENTATEUCO - Aula 01
PENTATEUCO - Aula 01PENTATEUCO - Aula 01
PENTATEUCO - Aula 01
 
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolos
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolosEstudo sobre o livro de Atos dos apóstolos
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolos
 
Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1
 
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraPentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
 
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosPanorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
 
Estudo dos livros Poéticos - Cantares de Salomão
Estudo dos livros Poéticos - Cantares de SalomãoEstudo dos livros Poéticos - Cantares de Salomão
Estudo dos livros Poéticos - Cantares de Salomão
 
45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias
 
97 estudo panorâmico da bíblia - o livro de sofonias
97   estudo panorâmico da bíblia - o livro de sofonias97   estudo panorâmico da bíblia - o livro de sofonias
97 estudo panorâmico da bíblia - o livro de sofonias
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel
 
Proféticos 4 Ezequiel
Proféticos 4   EzequielProféticos 4   Ezequiel
Proféticos 4 Ezequiel
 
41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque
 

Semelhante a Lamentações de Jerusalém

Os profetas Menores Aulas 1-e-2
Os profetas Menores Aulas 1-e-2Os profetas Menores Aulas 1-e-2
Os profetas Menores Aulas 1-e-2Jesse Barros
 
45 apocalipse
45 apocalipse45 apocalipse
45 apocalipsePIB Penha
 
Estudo da Bíblia Livro de Êxodo - Introdução
Estudo da Bíblia Livro de Êxodo - IntroduçãoEstudo da Bíblia Livro de Êxodo - Introdução
Estudo da Bíblia Livro de Êxodo - Introduçãoibrenjtijuca
 
Comentário bíblico moody
Comentário bíblico moodyComentário bíblico moody
Comentário bíblico moodyUilson Oliveira
 
Comentario BIblico Moody.pdf
Comentario BIblico Moody.pdfComentario BIblico Moody.pdf
Comentario BIblico Moody.pdfSANDRO SALOMÃO
 
Panorama do AT Resumo.pdf
Panorama do AT Resumo.pdfPanorama do AT Resumo.pdf
Panorama do AT Resumo.pdfFernandaRoma4
 
Comentário bíblico moody completo
Comentário bíblico moody completoComentário bíblico moody completo
Comentário bíblico moody completoPaulo Roberto
 
18 jeremias e lamentações
18 jeremias e lamentações18 jeremias e lamentações
18 jeremias e lamentaçõesPIB Penha
 
Escatologia parte 2_ibadep_a grande tribulação
Escatologia  parte 2_ibadep_a grande tribulaçãoEscatologia  parte 2_ibadep_a grande tribulação
Escatologia parte 2_ibadep_a grande tribulaçãoNatalino das Neves Neves
 
5 deuteronomio
5 deuteronomio5 deuteronomio
5 deuteronomioPib Penha
 
Upa bíblia palavra de deus
Upa bíblia palavra de deusUpa bíblia palavra de deus
Upa bíblia palavra de deusIsrael serique
 
Comentriobblicomoody 130113083659-phpapp01
Comentriobblicomoody 130113083659-phpapp01Comentriobblicomoody 130113083659-phpapp01
Comentriobblicomoody 130113083659-phpapp01Magaly Costa
 

Semelhante a Lamentações de Jerusalém (20)

Aula 13 - Livros Proféticos
Aula 13 - Livros ProféticosAula 13 - Livros Proféticos
Aula 13 - Livros Proféticos
 
Lição
LiçãoLição
Lição
 
Os profetas Menores Aulas 1-e-2
Os profetas Menores Aulas 1-e-2Os profetas Menores Aulas 1-e-2
Os profetas Menores Aulas 1-e-2
 
Panorama-do-A.T.pdf
Panorama-do-A.T.pdfPanorama-do-A.T.pdf
Panorama-do-A.T.pdf
 
45 apocalipse
45 apocalipse45 apocalipse
45 apocalipse
 
Estudo da Bíblia Livro de Êxodo - Introdução
Estudo da Bíblia Livro de Êxodo - IntroduçãoEstudo da Bíblia Livro de Êxodo - Introdução
Estudo da Bíblia Livro de Êxodo - Introdução
 
Comentário bíblico moody
Comentário bíblico moodyComentário bíblico moody
Comentário bíblico moody
 
Comentario BIblico Moody.pdf
Comentario BIblico Moody.pdfComentario BIblico Moody.pdf
Comentario BIblico Moody.pdf
 
Panorama do AT Resumo.pdf
Panorama do AT Resumo.pdfPanorama do AT Resumo.pdf
Panorama do AT Resumo.pdf
 
Comentário bíblico moody completo
Comentário bíblico moody completoComentário bíblico moody completo
Comentário bíblico moody completo
 
18 jeremias e lamentações
18 jeremias e lamentações18 jeremias e lamentações
18 jeremias e lamentações
 
Escatologia parte 2_ibadep_a grande tribulação
Escatologia  parte 2_ibadep_a grande tribulaçãoEscatologia  parte 2_ibadep_a grande tribulação
Escatologia parte 2_ibadep_a grande tribulação
 
Lição 2 Revelação de Deus
Lição 2   Revelação de DeusLição 2   Revelação de Deus
Lição 2 Revelação de Deus
 
Introdução à bíblia
Introdução à bíbliaIntrodução à bíblia
Introdução à bíblia
 
5 deuteronomio
5 deuteronomio5 deuteronomio
5 deuteronomio
 
TRONO BRANCO
TRONO BRANCOTRONO BRANCO
TRONO BRANCO
 
Escatologia_Parte1_IBADEP
Escatologia_Parte1_IBADEPEscatologia_Parte1_IBADEP
Escatologia_Parte1_IBADEP
 
Panorama do at 4
Panorama do at 4Panorama do at 4
Panorama do at 4
 
Upa bíblia palavra de deus
Upa bíblia palavra de deusUpa bíblia palavra de deus
Upa bíblia palavra de deus
 
Comentriobblicomoody 130113083659-phpapp01
Comentriobblicomoody 130113083659-phpapp01Comentriobblicomoody 130113083659-phpapp01
Comentriobblicomoody 130113083659-phpapp01
 

Mais de Natalino das Neves Neves

LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTOLIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTONatalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOSLIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOSNatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTONatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTONatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTONatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTONatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSNatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSNatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULONatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULONatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINANatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINANatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na IgrejaPROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na IgrejaNatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na IgrejaPRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na IgrejaNatalino das Neves Neves
 
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoPreleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoNatalino das Neves Neves
 
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoProjeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoNatalino das Neves Neves
 

Mais de Natalino das Neves Neves (20)

LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
 
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
 
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTOLIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
 
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOSLIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na IgrejaPROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
 
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na IgrejaPRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
 
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoPreleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoProjeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
 

Último

Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxalessandraoliveira324
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 

Último (20)

Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 

Lamentações de Jerusalém

  • 1. IBADEP – Instituto Bíblico da Assembleia de Deus Ensino e Pesquisa PROFETAS MAIORES LIÇÃO 3 – O Livro de Lamentações Aula ministrada na IEADSJP Prof. Ms. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br
  • 2. INTRODUÇÃO AUTOR Jeremias? Cerca de 586-585 antes de Cristo (3 meses entre o DATA incêndio de Jerusalém e a partida do remanescente para o Egito. As lamentações de Jeremias/Como (‘ekhah) ou TÍTULO Lamentações (qinoth) TEMA Tristeza presente e esperança futura PALAVRAS- Dificuldades, angústia, pecado, oração. CHAVES VERSÍCULO- “Que solitária está a Cidade populosa! Tornou-se viúva CHAVE a primeira entre as nações; a princesa das províncias, em trabalhos forçados.
  • 3. I – LAMENTAÇÕES E O CÂNON
  • 4. CÂNON HEBRAICO CÂNON CRISTÃO PROTESTANTE Torah = Lei: Livros Históricos: Referência = Pentateuco (Gn, Ex, Lv, Gn, Ex, Lv, Nm, Dt, Js, Jz, Rt, 1-2Sm, Nm e Dt) 1-2Rs, 1-2Cr, Esd, Ne, Est, Nebi’im = Profetas: Livros Sapienciais ou Didáticos: a) Profetas anteriores: Js, Jz, 1-2Sm, 1-2Rs Jó, Sl, Pr, Ecl, Ct. b) Profetas posteriores: Is, Jr, Ez e os 12 Profetas Menores Ketubim = Escritos (13): Livros Proféticos : Sl, Pr, Jó, Ct, Rt, Lm, Ecl, Est, Dn, a) a) Profetas maiores: Is, Jr, Lm, Ez, Esd, Ne, 1-2Cr Dn. b) b) Profetas menores: Os, Jl, Am, Ab, Jn, Mq, Na, Hab, Sf, Ag, Zc, Ml
  • 5. CÂNON GREGO DA LXX LEGISLAÇÃO E HISTÓRIA POETAS E PROFETAS 1. Gênesis 18. Salmos 2. Êxodo 19. [Odes] 3. Levítico 20. Provérbios de Salomão 4. Números 21. Eclesiastes 5. Deuteronômio 22. Cântico dos Cânticos 6. Josué 23. Jó 7. Juízes 24. Sabedoria 8. Rute 25. Eclesiástico (“Sabedoria de Sirac”) 9. Quatro “livros dos Reinos”: I e II 26. [Salmos de Salomão] Samuel; III e IV Reis 27. Doze profetas menores 10. Paralipômenos I e II = Crônicas 28. Isaías 11. [ Esdras I ] 29. Jeremias 12. Esdras II = Esdras e Neemias 30. Baruc ( = Baruc 1-5) 13. Ester (com partes próprias do grego) 31. Lamentações 14. Judite 32. Carta de Jeremias ( = Baruc 6) 15. Tobias 33. Ezequiel 16. I e II Macabeus 34. Susana ( = Daniel 13) 17. [ III e IV Macabeus ] 35. Daniel 1-12 36. Bel e o Dragão (=Daniel 14)
  • 6. OS CINCO MEGILOT (rolos festivos) RUTE (2) Festa das Semanas CÂNTARES (1) Páscoa ECLESIASTES (4) Festa dos Tabernáculos LAMENTAÇÕES Comemoração da destruição do templo no (3) dia 09 do mês Ab ESTER (5) Festa do Purim
  • 7. LAMENTAÇÕES E O NT • NT não contem citação direta de Lamentações; • Temas semelhantes : • Rm 1:18-3:20 – gravidade do pecado, certeza do juízo divino e misericórdia para os que se arrependem e voltam-se para Deus; • Lc 19:41-44; Rm 9:1-3; 10:1 – tristeza pela rebeldia do povo judeu e o castigo previsto. • AP - Você tem sofre por aqueles que ainda são escravos do pecado?
  • 8. II – AS CINCOS LAMENTAÇÕES
  • 9. II – AS CINCOS LAMENTAÇÕES • As cinco lamentações correspondem aos cinco capítulos do livro; • Com exceção do capítulo 5, os demais foram escritos em forma de acróstico (alfabeto hebraico), por isso a quantidade de versículos são múltiplos de 22: • Lamentações 1,2,4 e 5 – 22 versículos • Lamentação 3 – 66 versículos (3 x 22).
  • 10. II – AS CINCOS LAMENTAÇÕES • Na devastação de Jerusalém lamenta: • Queda humilhante da monarquia e reino davídico; • Destruição dos muros, templo, palácio real e partes da cidade; • Deportação da maioria para a Babilônia. • O autor reconhece que a tragédia que sobreveio sobre Judá é um justo juízo divino devido à rebeldia contra Iavé.
  • 11. II – AS CINCOS LAMENTAÇÕES • O livro traz esperança ao povo, que estava em meio ao desespero, ao apontar para além do juízo divino, a restauração do cativeiro. • Diferenças entre as lamentações: • 1, 2 e 4: fala-se sobre Jerusalém sem identificar a pessoas do locutor ou poeta; • O 2ª lamentação é dirigida à Jerusalém, enquanto na 1ª ela mesmo tem a palavra; • Na 3ª lamentação destaca-se um “eu”, mas sem identificação; • Na 5ª lamentação identifica o locutor “nós”, a comunidade em oração.
  • 12. II – AS CINCOS LAMENTAÇÕES • Diferenças de gêneros literários: • 1, 2 e 4: lamento fúnebre; • 3ª lamentação: lamento individual + elementos de outros gêneros literários; • 5ª lamentação: lamentação nacional.
  • 13. AS CINCO LAMENTAÇÕES - SÍNTESE Devastação de Jerusalém e sua lamentação 1ª LAMENTAÇÃO personificada. Causa da devastação e o instrumento de juízo de 2ª LAMENTAÇÃO Deus (inimigo). Exortação para a nação lembrar de Iavé, que é 3ª LAMENTAÇÃO misericordioso e fiel àqueles que nele esperam. 4ª LAMENTAÇÃO Reitera os três temas anteriores. Após confissão do pecado e da necessidade de 5ª LAMENTAÇÃO misericórdia de Judá, Jeremias pede que Deus restaure seu povo ao favor divino.
  • 14. III – A MENSAGEM DE LAMENTAÇÕES
  • 15. III – A MENSAGEM DE LAMENTAÇÕES • Cidade Santa e o Templo x presença de Deus e a aliança com “seu” povo; • Extinção da monarquia e supressão do sacerdócio levítico x crise de fé dos judeus; • Doutrina da eleição x auxílio incondicional • Disciplina x comportamento e atitudes.
  • 16. III – A MENSAGEM DE LAMENTAÇÕES • O pecado traz dor e tristeza – Lm 1:18; Lm 2:10-12; 19; Lm 4:4,10 x Rm 1:26-32; • A ira de Deus sobre o pecado – Lm 2:1-22; 4:6; 12; • Aflições de Jeremias – Queixa (v 8 ) acompanhada de reconhecimento da justiça de Deus (3:21-39);
  • 17. III – A MENSAGEM DE LAMENTAÇÕES • Consolação tríplice de “Sião”: • Ensino e purificação com a disciplina – Lm 3:22-29; • Após a obra completa haverá libertação e sem cativeiros futuros – Lm 4:22a; 5:21); • Os inimigos serão castigados – Lm 1:21,22; Lm 4:21,22).
  • 19. CONSIDERAÇÕES FINAIS O texto bíblico estudado demonstrou que: 1. O pecado não fica impune diante de Deus. Por isso, Jerusalém foi destruída; 2. A disciplina de Deus é para o bem de seu povo; 3. Deus promete livramento para aqueles que se voltam para Ele, independente dos pecados já cometidos; 4. Deus não é exclusivo de um povo.
  • 20. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS IBADEP. Profetas Maiores. 4ª Edição. Guaíra: IBADEP, 2005. RENDTORFF, Rolf. Antigo Testamento: uma introdução. Santo André – SP: Academia Cristã, 2009.