Profetas maiores ibadep o livro de lamentações

3.876 visualizações

Publicada em

Aula ministrada no curso do IBADEP da IEADSJP.

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.876
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
51
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
133
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Profetas maiores ibadep o livro de lamentações

  1. 1. IBADEP – Instituto Bíblico daAssembleia de Deus Ensino e Pesquisa PROFETAS MAIORES LIÇÃO 3 – O Livro de Lamentações Aula ministrada na IEADSJP Prof. Ms. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br
  2. 2. INTRODUÇÃOAUTOR Jeremias? Cerca de 586-585 antes de Cristo (3 meses entre oDATA incêndio de Jerusalém e a partida do remanescente para o Egito. As lamentações de Jeremias/Como (‘ekhah) ouTÍTULO Lamentações (qinoth)TEMA Tristeza presente e esperança futuraPALAVRAS- Dificuldades, angústia, pecado, oração.CHAVESVERSÍCULO- “Que solitária está a Cidade populosa! Tornou-se viúvaCHAVE a primeira entre as nações; a princesa das províncias, em trabalhos forçados.
  3. 3. I – LAMENTAÇÕES E O CÂNON
  4. 4. CÂNON HEBRAICO CÂNON CRISTÃO PROTESTANTETorah = Lei: Livros Históricos:Referência = Pentateuco (Gn, Ex, Lv, Gn, Ex, Lv, Nm, Dt, Js, Jz, Rt, 1-2Sm,Nm e Dt) 1-2Rs, 1-2Cr, Esd, Ne, Est,Nebi’im = Profetas: Livros Sapienciais ou Didáticos:a) Profetas anteriores: Js, Jz, 1-2Sm, 1-2Rs Jó, Sl, Pr, Ecl, Ct.b) Profetas posteriores: Is, Jr, Ez e os 12 Profetas MenoresKetubim = Escritos (13): Livros Proféticos :Sl, Pr, Jó, Ct, Rt, Lm, Ecl, Est, Dn, a) a) Profetas maiores: Is, Jr, Lm, Ez,Esd, Ne, 1-2Cr Dn. b) b) Profetas menores: Os, Jl, Am, Ab, Jn, Mq, Na, Hab, Sf, Ag, Zc, Ml
  5. 5. CÂNON GREGO DA LXX LEGISLAÇÃO E HISTÓRIA POETAS E PROFETAS1. Gênesis 18. Salmos2. Êxodo 19. [Odes]3. Levítico 20. Provérbios de Salomão4. Números 21. Eclesiastes5. Deuteronômio 22. Cântico dos Cânticos6. Josué 23. Jó7. Juízes 24. Sabedoria8. Rute 25. Eclesiástico (“Sabedoria de Sirac”)9. Quatro “livros dos Reinos”: I e II 26. [Salmos de Salomão]Samuel; III e IV Reis 27. Doze profetas menores10. Paralipômenos I e II = Crônicas 28. Isaías11. [ Esdras I ] 29. Jeremias12. Esdras II = Esdras e Neemias 30. Baruc ( = Baruc 1-5)13. Ester (com partes próprias do grego) 31. Lamentações14. Judite 32. Carta de Jeremias ( = Baruc 6)15. Tobias 33. Ezequiel16. I e II Macabeus 34. Susana ( = Daniel 13)17. [ III e IV Macabeus ] 35. Daniel 1-12 36. Bel e o Dragão (=Daniel 14)
  6. 6. OS CINCO MEGILOT (rolos festivos)RUTE (2) Festa das SemanasCÂNTARES (1) PáscoaECLESIASTES (4) Festa dos TabernáculosLAMENTAÇÕES Comemoração da destruição do templo no(3) dia 09 do mês AbESTER (5) Festa do Purim
  7. 7. LAMENTAÇÕES E O NT• NT não contem citação direta de Lamentações;• Temas semelhantes : • Rm 1:18-3:20 – gravidade do pecado, certeza do juízo divino e misericórdia para os que se arrependem e voltam-se para Deus; • Lc 19:41-44; Rm 9:1-3; 10:1 – tristeza pela rebeldia do povo judeu e o castigo previsto.• AP - Você tem sofre por aqueles que ainda são escravos do pecado?
  8. 8. II – AS CINCOS LAMENTAÇÕES
  9. 9. II – AS CINCOS LAMENTAÇÕES• As cinco lamentações correspondem aos cinco capítulos do livro;• Com exceção do capítulo 5, os demais foram escritos em forma de acróstico (alfabeto hebraico), por isso a quantidade de versículos são múltiplos de 22: • Lamentações 1,2,4 e 5 – 22 versículos • Lamentação 3 – 66 versículos (3 x 22).
  10. 10. II – AS CINCOS LAMENTAÇÕES• Na devastação de Jerusalém lamenta: • Queda humilhante da monarquia e reino davídico; • Destruição dos muros, templo, palácio real e partes da cidade; • Deportação da maioria para a Babilônia.• O autor reconhece que a tragédia que sobreveio sobre Judá é um justo juízo divino devido à rebeldia contra Iavé.
  11. 11. II – AS CINCOS LAMENTAÇÕES• O livro traz esperança ao povo, que estava em meio ao desespero, ao apontar para além do juízo divino, a restauração do cativeiro.• Diferenças entre as lamentações: • 1, 2 e 4: fala-se sobre Jerusalém sem identificar a pessoas do locutor ou poeta; • O 2ª lamentação é dirigida à Jerusalém, enquanto na 1ª ela mesmo tem a palavra; • Na 3ª lamentação destaca-se um “eu”, mas sem identificação; • Na 5ª lamentação identifica o locutor “nós”, a comunidade em oração.
  12. 12. II – AS CINCOS LAMENTAÇÕES• Diferenças de gêneros literários: • 1, 2 e 4: lamento fúnebre; • 3ª lamentação: lamento individual + elementos de outros gêneros literários; • 5ª lamentação: lamentação nacional.
  13. 13. AS CINCO LAMENTAÇÕES - SÍNTESE Devastação de Jerusalém e sua lamentação1ª LAMENTAÇÃO personificada. Causa da devastação e o instrumento de juízo de2ª LAMENTAÇÃO Deus (inimigo). Exortação para a nação lembrar de Iavé, que é3ª LAMENTAÇÃO misericordioso e fiel àqueles que nele esperam.4ª LAMENTAÇÃO Reitera os três temas anteriores. Após confissão do pecado e da necessidade de5ª LAMENTAÇÃO misericórdia de Judá, Jeremias pede que Deus restaure seu povo ao favor divino.
  14. 14. III – A MENSAGEM DE LAMENTAÇÕES
  15. 15. III – A MENSAGEM DE LAMENTAÇÕES• Cidade Santa e o Templo x presença de Deus e a aliança com “seu” povo;• Extinção da monarquia e supressão do sacerdócio levítico x crise de fé dos judeus;• Doutrina da eleição x auxílio incondicional• Disciplina x comportamento e atitudes.
  16. 16. III – A MENSAGEM DE LAMENTAÇÕES• O pecado traz dor e tristeza – Lm 1:18; Lm 2:10-12; 19; Lm 4:4,10 x Rm 1:26-32;• A ira de Deus sobre o pecado – Lm 2:1-22; 4:6; 12;• Aflições de Jeremias – Queixa (v 8 ) acompanhada de reconhecimento da justiça de Deus (3:21-39);
  17. 17. III – A MENSAGEM DE LAMENTAÇÕES• Consolação tríplice de “Sião”: • Ensino e purificação com a disciplina – Lm 3:22-29; • Após a obra completa haverá libertação e sem cativeiros futuros – Lm 4:22a; 5:21); • Os inimigos serão castigados – Lm 1:21,22; Lm 4:21,22).
  18. 18. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  19. 19. CONSIDERAÇÕES FINAISO texto bíblico estudado demonstrou que: 1. O pecado não fica impune diante de Deus. Por isso, Jerusalém foi destruída; 2. A disciplina de Deus é para o bem de seu povo; 3. Deus promete livramento para aqueles que se voltam para Ele, independente dos pecados já cometidos; 4. Deus não é exclusivo de um povo.
  20. 20. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASIBADEP. Profetas Maiores. 4ª Edição. Guaíra: IBADEP, 2005.RENDTORFF, Rolf. Antigo Testamento: uma introdução. SantoAndré – SP: Academia Cristã, 2009.

×