O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

LBJ LIÇÃO 9 - Em tempos de violência cibernética

615 visualizações

Publicada em

Subsídios para lições bíblicas da CPAD elaborados pelo Pastor Natalino das Neves (IEADC-Sede).
Assista aos demais vídeos com estudos bíblicos e baixe os arquivos de slides referentes aos vídeos no blog:
http://goo.gl/PPDRnr

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

LBJ LIÇÃO 9 - Em tempos de violência cibernética

  1. 1. TEXTO DO DIA "Um divertimento é para o tolo praticar a iniquidade; para o homem inteligente, o mesmo é o ser sábio." (Pv 10.23)
  2. 2. SÍNTESE Numa época dominada pela criminalidade virtual, os discípulos de Jesus são instados a mostrar o diferencial pelo testemunho online.
  3. 3. LEITURA BÍBLICA Provérbios 10.11-14
  4. 4. 11 A boca do justo é manancial de vida, mas a violência cobre a boca dos ímpios. 12 O ódio excita contendas, mas o amor cobre todas as transgressões. 13 Nos lábios do sábio se acha a sabedoria, mas a vara é para as costas do falto de entendimento. 14 Os sábios escondem a sabedoria, mas a boca do tolo é uma destruição
  5. 5. • A violência também é praticada na rede de computadores. • A maldade está presente em todo ambiente de relacionamento humano, inclusive no ambiente virtual. • Esta lição serve como um alerta para os perigos que rondam a vida online. • Os novos tempos exigem do cristão salvo vigilância constante para ser testemunha de Cristo em todas as áreas. INTRODUÇÃO
  6. 6. I - A VIOLÊNCIA DIGITAL NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO
  7. 7. • Depois das fases agrícola e industrial, o mundo encontra-se hoje no tempo da sociedade da informação. • O desenvolvimento tecnológico proporciona ao ser humano maior comunicação, interatividade, agilidade e acesso ao conhecimento. • Facilidade de acesso à informação pela ampla utilização de tecnologias como computadores, smartphones e tablets. • Além do amplo conteúdo, a velocidade que circula a informação dificulta a gestão eficiente. 1. Vivendo na sociedade da informação
  8. 8. • A multiplicação da iniquidade no relacionamento presencial é replicada no relacionamento virtual. A causa está no interior do ser humano. • O mundo digital é palco de inúmeros atos de violência cibernética como furto de informações, violência psicológica, ameaças, golpes e ataques pessoais. • Você ou algum conhecido seu provavelmente já foi vítima de algumas dessas ações na rede mundial de computadores. 2. Violência real no mundo virtual
  9. 9. • A tecnologia oferece vários benefícios, mas também contém perigos e ameaças que não devemos ignorar. • As Escrituras afirmam que "o prudente prevê o mal, e esconde-se; mas os simples passam e acabam pagando" (Pv 22.3 - ARA). • Nessa porção bíblica, "simples" não significa a pessoa humilde, mas aquela inexperiente que age com imprudência. • É preciso ter cuidado para não cairmos nas ciladas de pessoas más intencionadas (Sl 10.9). 3. Riscos na rede de computadores
  10. 10. Pense O prudente prevê o mal, e esconde-se; mas os simples passam e acabam pagando" (Pv 22.3 - ARA).
  11. 11. Ponto Importante Se por um lado o ato de navegar pela internet nos oferece vários benefícios, por outro a rede contém perigos e ameaças que não devemos ignorar.
  12. 12. II - OS MALES DO BULLYING VIRTUAL
  13. 13. • Bullying virtual ou cyberbullying - intimidação sistemática de outra pessoa, por meio de insultos, humilhação, depreciação e agressão verbal, de modo a provocar constrangimento. • Facilidade do anonimato na internet - meio veloz de propagação de imagens e comentários depreciativos sobre a vida de alguém. • As palavras podem ferir mais que a dor física (Pv 12.18). • As publicações na rede de computadores podem devastar vidas como o fogo (Tg 3.6). 1. O que é bullying virtual?
  14. 14. • Na maioria dos casos essa prática inicia como uma brincadeira de péssimo gosto para divertimento dos envolvidos (Ver Pv 26.18-19). • Não há qualquer graça nesta prática, afinal as consequências do bullying virtual são sérias: • afeta os sentimentos e a imagem do ofendido perante a sociedade; • pode acarretar trauma psicológico; • isolamento social; • desenvolvimento de problemas relacionados à depressão; e • até mesmo levar a vítima ao suicídio. • Não é algo para rir, mas chorar! 2. Brincadeira sem graça
  15. 15. • O jovem cristão é instado a mostrar o diferencial pelo testemunho online, com conduta exemplar na palavra, no comportamento, no amor, no espírito, na fé e na pureza (1 Tm 4.12). • Aquele que medita na Palavra de Deus (Sl 1.1-2) não perde tempo com brincadeiras inúteis e destrutivas, nem compartilhando conteúdo produzido pelos escarnecedores virtuais. • Além de não praticar o bullying, o crente em Cristo deve intervir quando alguém, cristão ou não, estiver sendo vítima de intimidação virtual. 3. A conduta do jovem cristão
  16. 16. Pense O bullying não é uma prática condizente com a vida cristã.
  17. 17. Ponto Importante Pesquisas indicam que bullying pode acarretar trauma psicológico, isolamento social, desenvolvimento de problemas relacionados à depressão, e até mesmo levar a vítima ao suicídio.
  18. 18. III - A LEI E A PUNIÇÃO DOS CRIMES CIBERNÉTICOS
  19. 19. • Englobam as ações que ofendem a honra e a moral de uma pessoa: calúnia, difamação e injúria: • Calúnia - afirmação falsa de que alguém cometeu um determinado crime; • Difamação - associar uma pessoa a um fato que ofende sua reputação; • Injúria - refere-se à ofensa que atinge a dignidade e o decoro do ofendido. • A defesa da verdade e da honra das pessoas se fundamenta nas Escrituras (2 Co 13.8; Ef 4.25). • Por isso, o cristão não deve disseminar informações inverídicas e caluniosas. 1. Crimes contra a honra
  20. 20. • Infelizmente, há no mundo virtual redes malignas de indivíduos sem afeição natural que aliciam menores e espalham conteúdo pornográfico. • A troca de informações, imagens e vídeos envolvendo a sexualidade de crianças e adolescentes caracteriza o crime de pedofilia. • Tais atos são abomináveis para Deus, uma vez que expõem os frágeis pequeninos amados do Senhor (Mt 18.10). • É dever do cristão denunciar essa prática pecaminosa e desumana. 2. Crimes de pedofilia
  21. 21. • Referem-se aos delitos de invasão de dispositivos informatizados, roubo de dados e fraudes financeiras por meios tecnológicos. • Tais atos delinquentes normalmente são praticados mediante a disseminação de vírus e outras pragas virtuais. • Todo usuário da rede de computador é um alvo em potencial para essa espécie de crime. • Assim, utilizar mecanismos de segurança, acessar páginas seguras e não compartilhar informações pessoais na internet são ações básicas para evitar ser vítima de ataques virtuais. 3. Crimes informáticos
  22. 22. Pense "O que segue a justiça e a bondade achará a vida, a justiça e a honra." (Pv 21.21)
  23. 23. Ponto Importante Infelizmente, há no mundo virtual redes malignas de indivíduos sem afeição natural que aliciam menores e espalham conteúdo pornográfico.
  24. 24. 1. O desenvolvimento tecnológico proporciona ao ser humano maior comunicação, interatividade, agilidade e acesso ao conhecimento, mas traz consigo o perigo da violência virtual. 2. Os males do bullying virtual é uma realidade, mas o jovem cristão é instado a mostrar o diferencial também por meio do testemunho online. 3. O cristão deve ter cautela para não ser envolvido nos crimes virtuais (contra a honra, informáticos e de pedofilia), além de denunciar tais práticas. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  25. 25. LIÇÕES BÍBLICAS JOVENS. Seguidores de Cristo: testemunhando uma sociedade em ruinas. 4º Trim., Edição Professor, Rio de Janeiro, CPAD, 2017. NASCIMENTO, Valmir. Seguidores de Cristo: testemunhando uma sociedade em ruinas. Rio de Janeiro: CPAD, 2017. PALMER, M. D. (Ed.). Panorama do Pensamento Cristão. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2001 RICHARDS, Lawrence O. Guia do Leitor da Bíblia: Uma análise de Gênesis a Apocalipse capítulo por capítulo. 10ª ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012. RICHARDS, Lawrence. Comentário Histórico-Cultural do Novo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2007. ZUCK, Roy B (ed.). Teologia do Novo Testamento. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2008 REFERÊNCIAS
  26. 26. Pr. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br Facebook: www.facebook.com/natalino.neves Contatos: natalino6612@gmail.com (41) 98409 8094 (TIM)

×