LBA Lição 7 - A vida segundo o espírito

2.737 visualizações

Publicada em

Assista vídeos com estudos bíblicos e baixe os arquivos de slides referentes aos vídeos no meu blog:
http://goo.gl/PPDRnr

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.737
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
201
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
182
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

LBA Lição 7 - A vida segundo o espírito

  1. 1. COMPRE NAS LIVRARIAS CPAD OU PARCEIRAS MAIS PRÓXIMA DE VOCÊ OU POR INTERNET ESTE LIVRO PARA SUBSIDIAR SUAS LIÇÕES DESTE TRIMESTRE: “JUSTIÇA E GRAÇA: um estudo da doutrina da salvação na Carta aos ROMANOS”.
  2. 2. Pare! Antes de iniciar a lição, favor se inscrever no meu blog “www.natalinodasneves.blogspot.com.br” e nos canais do Youtube e Slideshare, que podem ser acessados pelo próprio blog. Ao acessar o blog aproveite para assistir o vídeo com comentários referente a este arquivo de slides.
  3. 3. TEXTO ÁUREO "O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus." (Rm 8.16)
  4. 4. VERDADE PRÁTICA Viver segundo o Espírito Santo significa estar sob o seu domínio e seguir suas orientações.
  5. 5. OBJETIVOS
  6. 6. Após esta aula, o aluno deverá estar apto a: 1. Saber que a vida no Espírito pressupõe a lei do pecado; 2. Mostrar que a vida no Espírito pressupõe oposição à natureza adâmica; 3. Explicar que a vida no Espírito pressupõe oposição entre a nova ordem e a antiga. ; 4. APLICAR o conteúdo aprendido à sua vida pessoal.
  7. 7. LEITURA BÍBLICA
  8. 8. Romanos 8.1-17 1 - Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito. 2 - Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. 3 - Porquanto, o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne, 4 - para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito. 5 - Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito, para as coisas do Espírito. 6 - Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz. 7 - Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser.
  9. 9. Romanos 8.1-17 8 - Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus. 9 - Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele. 10 - E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça. 11 - E, se o Espírito daquele que dos mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dos mortos ressuscitou a Cristo também vivificará o o vosso corpo mortal, pelo seu Espírito que em vós habita. 12 - De maneira que, irmãos, somos devedores, não à carne para viver segundo a carne, 13 - porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis. 14 - Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus.
  10. 10. Romanos 8.1-17 15 - Porque não recebestes o espírito de escravidão, para, outra vez, estardes em temor, mas recebestes o espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai. 16 - O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. 17 - E, se nós somos filhos, somos, logo, herdeiros também, herdeiros de Deus e coerdeiros de Cristo; se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados.
  11. 11. INTRODUÇÃO
  12. 12. INTRODUÇÃO • Rm 7 é um pequeno esboço do que será tratado em Rm 8 (contraste velha vida com a nova vida no poder do Espírito Santo). • O que fora impossível à antiga aliança, regida pela Lei, agora se tornou possível graças a uma nova lei - a lei do Espírito de Vida em Cristo Jesus. • O gozo prévio por meio do Espírito Santo pela vida eterna com Deus. • A garantia da plenitude da salvação no futuro.
  13. 13. INTRODUÇÃO • Resumo dos capítulos de Rm 5-8: – O cristão é livre da ira. Esse fato, Paulo fundamenta no amor de Deus em Cristo Jesus (Rm 5); – O cristão livre do pecado- Aqui Paulo se refere3 ao batismo, através do qual nós fomos incorporados ao “corpo de Cristo”, e que o “corpo do pecado” pode ser destruído (Rm 6); – O cristão é livre da lei. Aqui Paulo se refere à morte de Cristo. No ‘corpo de Cristo’ nós morremos para a lei (Rm 7); – O cristão é livre da morte. Aqui Paulo se refere ao Espírito, pneuma; o Espírito de cristo é o poder que faz viver (Rm 8)
  14. 14. PONTO CENTRAL Como novas criaturas precisamos viver sob o domínio do Espírito Santo.
  15. 15. I - A VIDA NO ESPÍRITO PRESSUPÕE OPOSIÇÃO À LEI DO PECADO (Rm 8.1-4)
  16. 16. 1. A enfermidade da lei • Grito de desespero: o impiedoso jugo do pecado (Rm 7.24). • Toda a humanidade (gentios ou gregos) estavam debaixo da condenação do pecado. • A Lei aponta para a malignidade do pecado e aguça o desejo de pecar. • Dessa forma, a Lei, que era uma coisa boa, acabou por se tornar inoperante diante de outra lei - a lei do pecado e da morte.
  17. 17. 2. A cura da cruz • Grito de vitória: a graça de Deus revelada na pessoa de Jesus Cristo. • O grito de vitória de Paulo também é nosso grito (Rm 7.25). • A mesma argumentação, agora em sentido oposto pode ser feita. Em vez do grito de desespero, Paulo dá um brado de vitória. • Mas o que ocasionou esse grito de vitória? • A resposta está na vida segundo o Espírito relatada em Rm8.
  18. 18. 3. A lei do pecado é revogada • A lei do pecado e da morte, que havia neutralizado ou tornado ineficaz a Lei, agora foram revogadas pela lei do Espírito da vida. • Essa nova lei, muito mais poderosa, porque não operava baseado nas obras da carne, mas no sacrifício de Jesus. • Em Cristo se torna possível quebrar o jugo da escravidão que a lei do pecado produzia. • Agora todos os filhos de Deus podem gozar da liberdade que vem da vida segundo o Espírito.
  19. 19. SÍNTESE DO TÓPICO Como novas criaturas a lei do pecado foi revogada em nossas vidas e agora podemos viver segundo o Espírito Santo.
  20. 20. SUBSÍDIO A declaração de que 'nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus' indica que a Lei (toda ela), que condenava os pecados, foi cumprida por Jesus. (CABRAL, 2005, p.88)
  21. 21. II - A VIDA NO ESPÍRITO PRESSUPÕE OPOSIÇÃO À NATUREZA ADÂMICA (Rm 8.5-17)
  22. 22. 1. A velha inclinação • Inclinação de colocar algo na mente algo (phroneo). • Guerra mental: a natureza adâmica, mesmo destronada continua requerendo seu antigo lugar (Gl 5.16-17). • Todos os crentes salvos são objetos dessa inclinação da antiga natureza. Ceder a essa inclinação é ceder à morte (Rm 8.6). • Alguém está no comando: a carne ou o Espírito. • Quem está no controle de sua vida?
  23. 23. 2. A nova inclinação • Em oposição à velha natureza adâmica, Paulo mostra a inclinação do Espírito. A inclinação do Espírito produz vida (Rm 8. 6). • Fica bastante evidente a participação do crente no processo da salvação. • O ser humano tem liberdade de escolher ou não a graça de Deus. • Chamado de Deus para a santificação. • O Espírito Santo, na nova criatura em Cristo, está no comando.
  24. 24. 3. A nova filiação • Todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus: "Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus" (Rm 8.14). • O filho de Deus não vive em espírito de escravidão: "Porque não recebestes o espírito de escravidão, para, outra vez, estardes em temor, mas recebestes o espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai" (Rm 8.15). • Os justificados passam a ser habitação do ES, que dá testemunho da nova filiação (Rm 8.16).
  25. 25. SÍNTESE DO TÓPICO O Espírito Santo ajuda destronar a natureza adâmica em nossas vidas.
  26. 26. III - A VIDA NO ESPÍRITO PRESSUPÕE OPOSIÇÃO ENTRE A NOVA ORDEM E A ANTIGA (Rm 8.18-39)
  27. 27. Os três gemidos 8.18-30 • O gemido da criação: desequilíbrio que o pecado trouxe; • O gemido do cristão: por habitar em um corpo corruptível; • O gemido do Espírito: limitações as quais o crente está subordinado.
  28. 28. 1. A manifestação dos filhos de Deus • Rm 8.18-30: certeza dos crentes quanto ao futuro. • O atual estado de coisas mostra os sinais da velha ordem. • A criação e os seres humanos devido as consequências do pecado (8.22-23). • O Espírito Santo geme, intercedendo por nós (Rm 8.26,27). • Enfim, em todas as coisas Deus opera para o bem dos que o amam (Rm 8.28).
  29. 29. 2. Provas do grande amor de Deus • Rm 8.31-39: o fechamento de tudo aquilo que o apóstolo argumentou desde Rm 5. • De pecadores perdidos e sem esperança passamos a filhos de Deus através da justificação pela fé. • De escravos do pecado passamos ao estado de filhos libertos através da obra do Espírito Santo. • De membros de uma velha ordem passamos a ser participantes de uma nova ordem no Espírito.
  30. 30. 3. Deus é conosco • Deus nos ama, nos redimiu em Jesus Cristo do jugo do pecado e está ao nosso lado. • Paulo afirma que "diremos pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?" (Rm 8.31). • Paulo demonstra que nesta vida, enquanto permanecermos em Cristo, nada poderá nos separar do amor de Deus. • Somos o objeto de seu grande amor.
  31. 31. SÍNTESE DO TÓPICO Já fomos redimidos em Jesus Cristo do jugo do pecado, por isso, não vivamos mais debaixo do jugo da antiga aliança.
  32. 32. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  33. 33. Nesta lição nos aprendemos que: 1) A graça de Deus é realmente surpreendente. 2) A graça de Deus transforma ímpios em santos e os reconcilia com Deus. 3) O justificado por meio da graça tem o Espírito Santo habitando em seu interior e o privilégio de ser guiado por Ele. 4) Os justificados são herdeiros de Deus e coerdeiros com Cristo. Isso tudo se chama graça.
  34. 34. REFERÊNCIAS
  35. 35. CABRAL, Elienai. Romanos: O Evangelho da Justiça de Deus. 8ª Ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2005 GONÇALVES, José. Maravilhosa Graça: O EVANGELHO DE Jesus Cristo revelado na Carta aos Romanos. Rio de Janeiro: CPAD, 2016. LIÇÕES BÍBLICAS ADULTO. Maravilhosa Graça: O EVANGELHO DE Jesus Cristo revelado na Carta aos Romanos. 2 TRI 2016. Rio de Janeiro: CPAD, 2016. LIÇÕES BÍBLICAS JOVENS. Justiça e Graça: um estudo da doutrina da salvação na Carta aos Romanos. 1 TRI 2016. Rio de Janeiro: CPAD, 2015. NEVES, Natalino das. Justiça e Graça: um estudo da doutrina da salvação na Carta aos Romanos. Rio de Janeiro: CPAD, 2015. RICHARDS, Lawrence O. Comentário Histórico-Cultural do Novo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2014. RICHARDS, Lawrence O. Guia do leitor da Bíblia: uma análise de Gênesis a Apocalipse capítulo por capítulo. Rio de Janeiro: CPAD, 2012.
  36. 36. Pr. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br Contatos: natalino6612@gmail.com (41) 8409 8094

×