SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Baixar para ler offline
LIÇÕES BÍBLICAS DA EBD - CPAD
     1º TRIMESTRE DE 2013


  LIÇÃO 3 – A LONGA SECA SOBRE
              ISRAEL


IEADSJP – Igreja Evangélica Assembleia de
      Deus de São José dos Pinhais

   Pr. Presidente: Ival Teodoro da Silva

  Comentários: Ev. Natalino das Neves
INTRODUÇÃO
     REFERÊNCIA                    TEXTO/TEMA
                            “E se o meu povo, que se chama
                            pelo meu nome, se humilha, e
                            orar, e buscar a minha face, e se
      Texto áureo
                            converter    dos    seus     maus
      (2 Cr 7:14)           caminhos, então, eu ouvirei dos
                            céus, e perdoarei os seus
                            pecados, e sararei a sua terra.”

                            “A longa seca sobre Israel teve
                            como objetivos disciplinar e
    Verdade prática         demonstrar a soberania divina
                            sobre os homens.”

                            Elias prediz á Acabe o retorno da
Leitura bíblica em classe
                            chuva e fim da seca, pois a fome
      (1 Rs 18:1-8)         era extrema em Israel.
INTRODUÇÃO

• A seca durou três anos e causou uma fome
  extrema nos territórios de Israel;

• O exemplo da eficácia da oração de Elias é
  citada por Tiago (Tg 5:17);

• Um grande exemplo de que Baal, o deus da
  fertilidade, não tinha o controle dos fenômenos
  naturais.

• Iavé demonstra sua soberania e controle sobre
  a natureza.
I – O OBJETIVO DA SECA
I – O OBJETIVO DA SECA




• Disciplinar a nação

  •   O Estado estava financiando o culto a Baal;
  •   O povo estava confuso e precisava de uma ação
      mais radical para tomar uma decisão (1 Rs 18:37).
  •   AP - Algumas mudanças somente ocorrem com
      uma ação radical.
I – O OBJETIVO DA SECA

• Revelar a divindade verdadeira

  •   Influenciado por Jezabel, o povo estava
      adorando a Baal e Aserá (1 Rs 16:30-33), casal
      “divino”, que acreditavam providenciava a
      fertilidade da terra;
  •   A grande seca cria condições para Elias desafiar
      os profetas de Baal e prover evidências do real
      poder de Iavé (1 Rs 17:1,2; 18:12,21,29).
  •   AP – Ás vezes, Deus permite certas situações
      desagradáveis para que o nome dele seja
      glorificado.
II – OS EFEITOS DA SECA
II – OS EFEITOS DA SECA



• Escassez e fome

  •   A fome era extrema em Samaria (1 Rs 18:2);
  •   Até cavalos de montaria estavam sendo abatidos
      (1 Rs 18:5);
  •   Baal não alimentou seus adoradores.
  •   AP – Você tem crido que Iavé é verdadeiramente o
      Deus que provê todas as coisas?
II – OS EFEITOS DA SECA



• Endurecimento ou arrependimento

  •   Acabe e Jezabel não agiram positivamente
      sobre o julgamento de Deus/disciplina e
      colocaram a culpa em Elias(1 Rs 18:17);
  •   O povo foi respondeu positivamente somente
      após verem o sinal de Iavé (1 Rs 18:21-39).
  •   AP – Como você tem se comportando diante da
      “disciplina de Deus”?
III – A PROVISÃO DIVINA NA SECA
III – A PROVISÃO DIVINA NA SECA



• Provisão pessoal

  •   Apesar da seca, Elias foi sustentando por Deus
      (1 Rs 17:1-7);
  •   Deus orienta os passos de Elias – “retira-te
      daqui [...] Os corvos lhe traziam [...]” (vs 3 e 6).
  •   AP – Você tem sido grato a Deus pela sua provisão
      pessoal?
III – A PROVISÃO DIVINA NA SECA



• Provisão coletiva

  •   Elias não foi o único que obteve proteção de
      Deus (1 Rs 18:4 – 100 profetas alimentados por Obadias;
      19:18 – 7.000 conservados por Deus);
  •   Deus não é exclusivo de uma pessoa –
      Depressão de Elias será tratada em lição específica
      (lição 5).
  •   AP – Você crê que Deus conduz a história?
IV – LIÇÕES DEIXADAS PELA SECA
IV – LIÇÕES DEIXADAS PELA SECA




• A majestade divina

  •   Onipotência de Iavé;
  •   Onipresença de Iavé;
  •   Onisciência de Iavé.
IV – LIÇÕES DEIXADAS PELA SECA


• As consequências do pecado

  •   Elias denuncia os pecados de Acabe, que
      trouxeram consequências ao povo de Israel (1 Rs
      18:18);
  •   Deus perdoa o pecado, mas não retira as
      consequências      dele,    mesmo       que em
      determinadas situações possa aplacá-las.
  •   AP – Tenha consciência de que Deus perdoa, mas
      as consequências de nossas falhas são de nossa
      responsabilidade.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
CONSIDERAÇÕES FINAIS

• A seca foi uma forma de Iavé disciplinar o
  povo   de    Israel  e   conduzi-los    ao
  arrependimento;

• A disciplina não tem o mesmo resultado
  para todas as pessoas;

• Deus provém as necessidades dos fiéis (Fp
  4:19);

• Iavé é o único Deus verdadeiro e que tem o
  controle sobre tudo e todos.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS


BUIS, Pierre. O livro dos Reis. São Paulo: Paulus, 1997.

CERESKO, Anthony. Introdução ao Antigo Testamento
numa perspectiva libertadora. Rio de Janeiro: Paulus, 1996.

GONÇALVES, José. Porção dobrada. Rio de Janeiro: CPAD,
2012.

Lições Bíblicas: Elias e Eliseu, um ministério de poder para
toda Igreja. 1º trimestre de 2013. Rio de Janeiro: CPAD,
2012.

MERRILL, Eugene H. História de Israel             no   Antigo
Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2001.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS


RENDTORFF, Rolf. Antigo Testamento: uma introdução. São
Paulo: Academia Cristã, 2009.

SHREINER, Josef. Palavra e Mensagem         do   Antigo
Testamento. São Paulo: Teológica, 2004.

SICRE, José Luís. Profetismo em Israel: o profeta, os
profetas, a mensagem. Rio de Janeiro: Vozes, 2008.

SWINDOLL, Charles R. Elias: um homem de heroísmo e
humildade. São Paulo: Editora Vida, 2010.

WILSON, Robert R. Profecia e Sociedade no Antigo Israel.
São Paulo: Targumin; Paulus, 2006.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 8 o legado de elias
Lição 8   o legado de eliasLição 8   o legado de elias
Lição 8 o legado de eliasDaniel Viana
 
Lição 11 os milagres de eliseu
Lição 11 os milagres de eliseuLição 11 os milagres de eliseu
Lição 11 os milagres de eliseuDaniel Viana
 
Profetas menores - parte 3 natalino das neves
Profetas menores -  parte 3 natalino das nevesProfetas menores -  parte 3 natalino das neves
Profetas menores - parte 3 natalino das nevesNatalino das Neves Neves
 
2013 1o tri lição 11_os milagres de eliseu
2013 1o tri lição 11_os milagres de eliseu2013 1o tri lição 11_os milagres de eliseu
2013 1o tri lição 11_os milagres de eliseuNatalino das Neves Neves
 
Lição 7 a vinha de nabote
Lição 7 a vinha de naboteLição 7 a vinha de nabote
Lição 7 a vinha de naboteDaniel Viana
 
LIÇÃO 6 – O PROFETA ELIAS E ELISEU, SEU SUCESSOR
LIÇÃO 6 – O PROFETA ELIAS E ELISEU, SEU SUCESSOR LIÇÃO 6 – O PROFETA ELIAS E ELISEU, SEU SUCESSOR
LIÇÃO 6 – O PROFETA ELIAS E ELISEU, SEU SUCESSOR Marcus Wagner
 
Elias e os profetas de baal
Elias e os profetas de baalElias e os profetas de baal
Elias e os profetas de baalMoisés Sampaio
 
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 2 - A oração ...
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 2 - A oração ...[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 2 - A oração ...
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 2 - A oração ...José Carlos Polozi
 
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceis
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceisLição 2 - A provisão de deus em tempos difíceis
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceisNatalino das Neves Neves
 
Um libertador para Israel
Um libertador para IsraelUm libertador para Israel
Um libertador para IsraelAilton da Silva
 
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féLição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féNatalino das Neves Neves
 
Amós estudo 01 -
Amós   estudo 01 -Amós   estudo 01 -
Amós estudo 01 -Joao Franca
 

Mais procurados (20)

Lição 8 o legado de elias
Lição 8   o legado de eliasLição 8   o legado de elias
Lição 8 o legado de elias
 
Lição 11 os milagres de eliseu
Lição 11 os milagres de eliseuLição 11 os milagres de eliseu
Lição 11 os milagres de eliseu
 
Os Profetas
Os ProfetasOs Profetas
Os Profetas
 
Profetas menores - parte 3 natalino das neves
Profetas menores -  parte 3 natalino das nevesProfetas menores -  parte 3 natalino das neves
Profetas menores - parte 3 natalino das neves
 
2013 1o tri lição 11_os milagres de eliseu
2013 1o tri lição 11_os milagres de eliseu2013 1o tri lição 11_os milagres de eliseu
2013 1o tri lição 11_os milagres de eliseu
 
Lição 7 a vinha de nabote
Lição 7 a vinha de naboteLição 7 a vinha de nabote
Lição 7 a vinha de nabote
 
LIÇÃO 6 – O PROFETA ELIAS E ELISEU, SEU SUCESSOR
LIÇÃO 6 – O PROFETA ELIAS E ELISEU, SEU SUCESSOR LIÇÃO 6 – O PROFETA ELIAS E ELISEU, SEU SUCESSOR
LIÇÃO 6 – O PROFETA ELIAS E ELISEU, SEU SUCESSOR
 
Elias e os profetas de baal
Elias e os profetas de baalElias e os profetas de baal
Elias e os profetas de baal
 
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 2 - A oração ...
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 2 - A oração ...[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 2 - A oração ...
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 2 - A oração ...
 
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceis
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceisLição 2 - A provisão de deus em tempos difíceis
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceis
 
Um libertador para Israel
Um libertador para IsraelUm libertador para Israel
Um libertador para Israel
 
Historia elias elizeu
Historia elias elizeuHistoria elias elizeu
Historia elias elizeu
 
O legado de Elias
O legado de EliasO legado de Elias
O legado de Elias
 
Deus nosso provedor final
Deus nosso provedor finalDeus nosso provedor final
Deus nosso provedor final
 
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féLição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
 
A vinha de Nabote
A vinha de NaboteA vinha de Nabote
A vinha de Nabote
 
Josue seminario 5
Josue seminario 5Josue seminario 5
Josue seminario 5
 
Josue seminario 1
Josue seminario 1Josue seminario 1
Josue seminario 1
 
Sofonias Profeta Menor
Sofonias Profeta MenorSofonias Profeta Menor
Sofonias Profeta Menor
 
Amós estudo 01 -
Amós   estudo 01 -Amós   estudo 01 -
Amós estudo 01 -
 

Destaque

A longa seca sobre israel
A longa seca sobre israelA longa seca sobre israel
A longa seca sobre israelMoisés Sampaio
 
Histórias Bíblias para Crianças - Os Livros de 1 Samuel a 2 Reis - Disponível...
Histórias Bíblias para Crianças - Os Livros de 1 Samuel a 2 Reis - Disponível...Histórias Bíblias para Crianças - Os Livros de 1 Samuel a 2 Reis - Disponível...
Histórias Bíblias para Crianças - Os Livros de 1 Samuel a 2 Reis - Disponível...leitemel
 
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfias
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfiasLição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfias
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfiasAilton da Silva
 
Uma Vida de Frutificação.
Uma Vida de Frutificação.Uma Vida de Frutificação.
Uma Vida de Frutificação.Márcio Martins
 

Destaque (6)

A longa seca sobre israel
A longa seca sobre israelA longa seca sobre israel
A longa seca sobre israel
 
Histórias Bíblias para Crianças - Os Livros de 1 Samuel a 2 Reis - Disponível...
Histórias Bíblias para Crianças - Os Livros de 1 Samuel a 2 Reis - Disponível...Histórias Bíblias para Crianças - Os Livros de 1 Samuel a 2 Reis - Disponível...
Histórias Bíblias para Crianças - Os Livros de 1 Samuel a 2 Reis - Disponível...
 
Jesus e o dinheiro
Jesus e o dinheiroJesus e o dinheiro
Jesus e o dinheiro
 
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfias
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfiasLição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfias
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfias
 
Uma Vida de Frutificação.
Uma Vida de Frutificação.Uma Vida de Frutificação.
Uma Vida de Frutificação.
 
LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO
LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃOLIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO
LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO
 

Semelhante a 2013 1o tri lição 3_A longa seca sobre israel

Lição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre IsraelLição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre IsraelAilton da Silva
 
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAAL
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAALLIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAAL
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAALMarcus Wagner
 
lição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbitalição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbitaAilton da Silva
 
Questao 177 - Livro dos Espiritos
Questao 177 - Livro dos EspiritosQuestao 177 - Livro dos Espiritos
Questao 177 - Livro dos EspiritosPatricia Farias
 
2013 1o tri lição 4_elias e os profetas de baal
2013 1o tri lição 4_elias e os profetas de baal2013 1o tri lição 4_elias e os profetas de baal
2013 1o tri lição 4_elias e os profetas de baalNatalino das Neves Neves
 
Lição 6 - Usando a Fé diante dos Confrontos
Lição 6 - Usando a Fé diante dos ConfrontosLição 6 - Usando a Fé diante dos Confrontos
Lição 6 - Usando a Fé diante dos ConfrontosÉder Tomé
 
2013 1o tri lição 1_a apostasia no reino de israel
2013 1o tri lição 1_a apostasia no reino de israel2013 1o tri lição 1_a apostasia no reino de israel
2013 1o tri lição 1_a apostasia no reino de israelNatalino das Neves Neves
 
2013 1o tri lição 1_a apostasia no reino de israel
2013 1o tri lição 1_a apostasia no reino de israel2013 1o tri lição 1_a apostasia no reino de israel
2013 1o tri lição 1_a apostasia no reino de israelNatalino das Neves Neves
 
Da fraqueza à vitória I
Da fraqueza à vitória IDa fraqueza à vitória I
Da fraqueza à vitória Iprandradecunha
 
2021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 062021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 06Joel Silva
 
1 aapostasianoreinodeisrael
1 aapostasianoreinodeisrael1 aapostasianoreinodeisrael
1 aapostasianoreinodeisraelcledsondrumms
 

Semelhante a 2013 1o tri lição 3_A longa seca sobre israel (20)

2013 1o tri lição 6_a viuva de sarepta
2013 1o tri lição 6_a viuva de sarepta2013 1o tri lição 6_a viuva de sarepta
2013 1o tri lição 6_a viuva de sarepta
 
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre IsraelLição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
 
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAAL
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAALLIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAAL
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAAL
 
lição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbitalição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbita
 
Lição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbitaLição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbita
 
Lição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbitaLição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbita
 
Lição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbitaLição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbita
 
Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
 
2013 1o tri lição 8_o legado de elias
2013 1o tri lição 8_o legado de elias2013 1o tri lição 8_o legado de elias
2013 1o tri lição 8_o legado de elias
 
2013 1o tri lição 2_elias, o tisbita
2013 1o tri lição 2_elias, o tisbita2013 1o tri lição 2_elias, o tisbita
2013 1o tri lição 2_elias, o tisbita
 
Questao 177 - Livro dos Espiritos
Questao 177 - Livro dos EspiritosQuestao 177 - Livro dos Espiritos
Questao 177 - Livro dos Espiritos
 
2013 1o tri lição 4_elias e os profetas de baal
2013 1o tri lição 4_elias e os profetas de baal2013 1o tri lição 4_elias e os profetas de baal
2013 1o tri lição 4_elias e os profetas de baal
 
Lição 6 - Usando a Fé diante dos Confrontos
Lição 6 - Usando a Fé diante dos ConfrontosLição 6 - Usando a Fé diante dos Confrontos
Lição 6 - Usando a Fé diante dos Confrontos
 
2013 1o tri lição 1_a apostasia no reino de israel
2013 1o tri lição 1_a apostasia no reino de israel2013 1o tri lição 1_a apostasia no reino de israel
2013 1o tri lição 1_a apostasia no reino de israel
 
2013 1o tri lição 1_a apostasia no reino de israel
2013 1o tri lição 1_a apostasia no reino de israel2013 1o tri lição 1_a apostasia no reino de israel
2013 1o tri lição 1_a apostasia no reino de israel
 
Resumo 1º trimestre 2013.
Resumo 1º trimestre  2013.Resumo 1º trimestre  2013.
Resumo 1º trimestre 2013.
 
Da fraqueza à vitória I
Da fraqueza à vitória IDa fraqueza à vitória I
Da fraqueza à vitória I
 
2021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 062021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 06
 
1 aapostasianoreinodeisrael
1 aapostasianoreinodeisrael1 aapostasianoreinodeisrael
1 aapostasianoreinodeisrael
 
O avivamento que nós precisamos
O avivamento que nós precisamosO avivamento que nós precisamos
O avivamento que nós precisamos
 

Mais de Natalino das Neves Neves

LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTOLIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTONatalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOSLIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOSNatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTONatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTONatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTONatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTONatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSNatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSNatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULONatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULONatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINANatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINANatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na IgrejaPROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na IgrejaNatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na IgrejaPRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na IgrejaNatalino das Neves Neves
 
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoPreleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoNatalino das Neves Neves
 
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoProjeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoNatalino das Neves Neves
 

Mais de Natalino das Neves Neves (20)

LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
 
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
 
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTOLIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
 
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOSLIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na IgrejaPROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
 
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na IgrejaPRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
 
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoPreleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoProjeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
 

Último

TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024SamiraMiresVieiradeM
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 

Último (20)

TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 

2013 1o tri lição 3_A longa seca sobre israel

  • 1. LIÇÕES BÍBLICAS DA EBD - CPAD 1º TRIMESTRE DE 2013 LIÇÃO 3 – A LONGA SECA SOBRE ISRAEL IEADSJP – Igreja Evangélica Assembleia de Deus de São José dos Pinhais Pr. Presidente: Ival Teodoro da Silva Comentários: Ev. Natalino das Neves
  • 2. INTRODUÇÃO REFERÊNCIA TEXTO/TEMA “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilha, e orar, e buscar a minha face, e se Texto áureo converter dos seus maus (2 Cr 7:14) caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.” “A longa seca sobre Israel teve como objetivos disciplinar e Verdade prática demonstrar a soberania divina sobre os homens.” Elias prediz á Acabe o retorno da Leitura bíblica em classe chuva e fim da seca, pois a fome (1 Rs 18:1-8) era extrema em Israel.
  • 3. INTRODUÇÃO • A seca durou três anos e causou uma fome extrema nos territórios de Israel; • O exemplo da eficácia da oração de Elias é citada por Tiago (Tg 5:17); • Um grande exemplo de que Baal, o deus da fertilidade, não tinha o controle dos fenômenos naturais. • Iavé demonstra sua soberania e controle sobre a natureza.
  • 4. I – O OBJETIVO DA SECA
  • 5. I – O OBJETIVO DA SECA • Disciplinar a nação • O Estado estava financiando o culto a Baal; • O povo estava confuso e precisava de uma ação mais radical para tomar uma decisão (1 Rs 18:37). • AP - Algumas mudanças somente ocorrem com uma ação radical.
  • 6. I – O OBJETIVO DA SECA • Revelar a divindade verdadeira • Influenciado por Jezabel, o povo estava adorando a Baal e Aserá (1 Rs 16:30-33), casal “divino”, que acreditavam providenciava a fertilidade da terra; • A grande seca cria condições para Elias desafiar os profetas de Baal e prover evidências do real poder de Iavé (1 Rs 17:1,2; 18:12,21,29). • AP – Ás vezes, Deus permite certas situações desagradáveis para que o nome dele seja glorificado.
  • 7. II – OS EFEITOS DA SECA
  • 8. II – OS EFEITOS DA SECA • Escassez e fome • A fome era extrema em Samaria (1 Rs 18:2); • Até cavalos de montaria estavam sendo abatidos (1 Rs 18:5); • Baal não alimentou seus adoradores. • AP – Você tem crido que Iavé é verdadeiramente o Deus que provê todas as coisas?
  • 9. II – OS EFEITOS DA SECA • Endurecimento ou arrependimento • Acabe e Jezabel não agiram positivamente sobre o julgamento de Deus/disciplina e colocaram a culpa em Elias(1 Rs 18:17); • O povo foi respondeu positivamente somente após verem o sinal de Iavé (1 Rs 18:21-39). • AP – Como você tem se comportando diante da “disciplina de Deus”?
  • 10. III – A PROVISÃO DIVINA NA SECA
  • 11. III – A PROVISÃO DIVINA NA SECA • Provisão pessoal • Apesar da seca, Elias foi sustentando por Deus (1 Rs 17:1-7); • Deus orienta os passos de Elias – “retira-te daqui [...] Os corvos lhe traziam [...]” (vs 3 e 6). • AP – Você tem sido grato a Deus pela sua provisão pessoal?
  • 12. III – A PROVISÃO DIVINA NA SECA • Provisão coletiva • Elias não foi o único que obteve proteção de Deus (1 Rs 18:4 – 100 profetas alimentados por Obadias; 19:18 – 7.000 conservados por Deus); • Deus não é exclusivo de uma pessoa – Depressão de Elias será tratada em lição específica (lição 5). • AP – Você crê que Deus conduz a história?
  • 13. IV – LIÇÕES DEIXADAS PELA SECA
  • 14. IV – LIÇÕES DEIXADAS PELA SECA • A majestade divina • Onipotência de Iavé; • Onipresença de Iavé; • Onisciência de Iavé.
  • 15. IV – LIÇÕES DEIXADAS PELA SECA • As consequências do pecado • Elias denuncia os pecados de Acabe, que trouxeram consequências ao povo de Israel (1 Rs 18:18); • Deus perdoa o pecado, mas não retira as consequências dele, mesmo que em determinadas situações possa aplacá-las. • AP – Tenha consciência de que Deus perdoa, mas as consequências de nossas falhas são de nossa responsabilidade.
  • 17. CONSIDERAÇÕES FINAIS • A seca foi uma forma de Iavé disciplinar o povo de Israel e conduzi-los ao arrependimento; • A disciplina não tem o mesmo resultado para todas as pessoas; • Deus provém as necessidades dos fiéis (Fp 4:19); • Iavé é o único Deus verdadeiro e que tem o controle sobre tudo e todos.
  • 18. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BUIS, Pierre. O livro dos Reis. São Paulo: Paulus, 1997. CERESKO, Anthony. Introdução ao Antigo Testamento numa perspectiva libertadora. Rio de Janeiro: Paulus, 1996. GONÇALVES, José. Porção dobrada. Rio de Janeiro: CPAD, 2012. Lições Bíblicas: Elias e Eliseu, um ministério de poder para toda Igreja. 1º trimestre de 2013. Rio de Janeiro: CPAD, 2012. MERRILL, Eugene H. História de Israel no Antigo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2001.
  • 19. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS RENDTORFF, Rolf. Antigo Testamento: uma introdução. São Paulo: Academia Cristã, 2009. SHREINER, Josef. Palavra e Mensagem do Antigo Testamento. São Paulo: Teológica, 2004. SICRE, José Luís. Profetismo em Israel: o profeta, os profetas, a mensagem. Rio de Janeiro: Vozes, 2008. SWINDOLL, Charles R. Elias: um homem de heroísmo e humildade. São Paulo: Editora Vida, 2010. WILSON, Robert R. Profecia e Sociedade no Antigo Israel. São Paulo: Targumin; Paulus, 2006.