SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
Baixar para ler offline
América Pré-Colombiana – América antes de Colombo (1492).
Do ameríndio ao Inca.
Astecas:
América do Norte, atual México.
Capital: Tenochitlan, com água encanada e sistema de esgoto.
Problemas: armas – já que o europeu conhecia a pólvora e o asteca, o arco e
flecha.
Política: monarquia (Império).
Imperador na época da conquista: Montezuma
Religião politeísta/ Deus: Quetzalcoatz
Economia agrícola, produziam milho, cacau e batata.
Maias:
Região da América Central – estavam em processo de decadência.
Abandono das cidades – provavelmente por uma crise agrícola.
Incas:
América do Sul (Alto da Cordilheira dos Andes) – por isso o consumo da folha
de coca *Ar rarefeito (menos pressão/menor quantidade de oxigênio).
Economia: modo de produção asiático
O imperador era dono de todas as terras férteis, as quais eram “doadas” aos
camponeses que, em troca, pagavam impostos em grãos – estes seriam
armazenados e redistribuídos em épocas de crise.
MAIAS = Os gregos da
América
• Localização: Península de Iucatán, sul do México, Guatemala, Honduras El
Salvador e Belize.
• Política: Formação de cidades-estado; nuca foram um império.
• Poder teocrático e hereditário.
• Sociedade: estamental
• Economia: Propriedade estatal da terra, produção de milho, base
da alimentação dos maias.
• Os mercadores eram responsáveis pela troca entre produtos agrícolas e
artesanais.
• Religião e cultura:
• Deus principal: Quetzalcoatl (serpente emplumada)
• As pirâmides eram construídas em homenagem aos deuses por trabalho
compulsório.
• Escultura em terracota, pintura, calendário cíclico de 52 anos
• Invenção do zero
• Escrita: conjunto de caracteres que representam o objeto ou algo
relacionado a ele.
A contagem do tempo sofreu uma grande influência religiosa,
conforme o historiador E. Wolf, que afirma que
“Uma das grandes realizações devidas aos sacerdotes foi o
calendário da América Central. Todas as religiões se interessam
pela determinação do tempo. Elas ligam o ciclo vital do
indivíduo aos atos rituais que revivem periodicamente na
sociedade e sincronizam este tempo social com a marcha do
tempo cósmico”.
Vaso maia com a figura do deus do milho, o
mais importante alimento do povo maia.
Decadência: Quando os espanhóis chegaram, os maias já estavam em
decadência. Existem algumas hipóteses como: esgotamento do solo, deficiência
alimentar, conflitos internos.
Os Astecas [Mexicas]
Os astecas estabeleceram-se no vale do México por volta do
ano 1200, da era cristã, denominada Aztlán.
No início do século XIV, fundaram Tenochtithán (a terra da
fruta do cacto) no centro do lago Texcoco, sua capital e
centro de um vasto império que se estendia desde o norte do
atual México até a Guatemala, ao sul e do Oceano Atlântico
até o Pacífico.
Desenhos feitos pelos astecas sobre um papel
produzido com casca de árvore.
• Eram um povo guerreiro, a guerra era tanto para obter impostos das
cidades conquistadas, quanto para capturar prisioneiros que eram
oferecidos aos deuses em sacrifício.
• Tlatoc: deus da chuva.
• Política:
• Poder político militarizado e teocrático.
• Imperador = comandante supremo do exército.
• Sociedade
• Clãs denominados calpulli, tinham por base os laços de parentesco.
• Camponeses deviam obrigações ao Estado, como trabalhar em obras
públicas, agricultura, pagar impostos e serviço militar.
• Escravos, prisioneiros de guerra ou condenados por crimes, trabalhavam nas
terras e poderiam ser libertos.
• Poligamia era admitida devido a diminuição de homens em tempo de
guerra, embora o comum fosse a monogamia.
• Economia:
• Agricultura (milho, feijão, cacau, abacaxi, batata-doce, abóbora e
algodão) *Cacto: fibra para tecidos, suco utilizado como adoçante)
• Propriedade estatal da terra. Chinampas (plantações em varas
flutuantes no lago Texcoco)
• Comércio: trocas dentro das cidades (legumes, frutas, plumas, joias,
escravos, tabaco, pele).
• Semente de cacau = moeda
•Religião e Cultura:
• Politeístas (deuses: Colibri-azul ou Uitzilipochtli – deus do sol do
meio-dia; Tezcatlipoca – deus protetor dos guerreiros e
escrados – deus da noite; Quetzalcoatl – serpente de plumas)
• Acreditavam ter de cuidar da harmonia do universo – por meio
da alimentação dos deuses – sacrifícios.
• Construção de pirâmides,, palácios, sistema de irrigação e
aquedutos.
O império asteca era sustentado pelos tributos pagos pelos povos
conquistados.
Conheceram seu apogeu durante o governo de Montezuma II (1502-1520).
Foi nessa época que chegaram os conquistadores espanhóis, responsáveis
pelo fim desta civilização.
1519 Hernán Cortez chegou à Tenochtitlan, Montezuma acreditava que os
espanhóis eram deuses.
1521 Cortez tomou a cidade e
Massacrou seus habitantes.
Incas, os filhos do Sol
• Localização: corresponde atualmente ao Peru, Bolívia, Equador,
parte do Chile e norte da Argentina (altiplano andino).
• Capital do Império: Cuzco – centro da adm. “Umbigo do Mundo”
• Originalmente seriam um povo nômade , parte integrante do grupo quíchua,
da região da Amazônia.
• Política: o poder era exercido por um imperador – Inca ou Sapa
Inca – cuja força se fundamentava na religião e no Exército, do qual
era o comandante supremo – governo teocrático militarista.
• Economia: baseada na agricultura – batata e milho
• Terraços na região do altiplano andino, favorecia a agricultura e evitava a
erosão da terra. O solo era fertilizado com guano (excremento de aves)
• Submissão das comunidades denominadas ayllu.
• MITA: trabalho compulsório nas minas, construção de estradas e obras
públicas.
• Comércio: cerâmica, tecidos e artesanato de ouro, bronze e prata.
•Sociedade:
AYLLU: comunidade formada a partir dos laços de parentesco,
chefiada pelo curaca (poder transmitido hereditariamente).
Esse império não teve longa duração, pois além de se enfraquecer por lutas
internas, foi alvo da ambição dos conquistadores espanhóis. Ao desembarcar em
Tumbez, em 1591, Pizarro e seus soldados invadiram, saquearam e deram
início à destruição do império inca.
Cidade inca de Machu Picchu
Povos Pré-Cabralinos
• Os povos sambaquis eram tribos que localizavam-se no litoral do Brasil.
Esta população desapareceu por volta de 1000d.C. , eliminados pelos
tupis, povo guerreiro.
• Antes da chegada de Pedro Alvares Cabral, viviam no atual Brasil mais que 5
milhões de índios, divididos em aproximadamente 1400 grupos (com línguas,
costumes e crenças diferentes).
• Não pensavam em acumular, utilizavam apenas o necessário à sua
sobrevivência, pois para eles a terra era um bem coletivo que garantia o
sustento a todos que nela trabalhavam.
• A maioria dos grupos vivia da caça, coleta, pesca e mais raramente da
agricultura (mandioca e milho).
• A divisão do trabalho se dava pelo sexo e pela idade
• Mulheres: cuidar das crianças, preparar os alimentos.
• Homens: caça, pesca, fabricação de armas, guerra.
• Habitação: variava de tribo para tribo, entretanto, poderiam ser casas
formando um círculo ou grandes aldeias com cabanas, com um pátio central
e uma cerca para proteção
• A arte está presente em toda a vida do indígena, desde a fabricação de
utensílios, rituais religiosos, até a guerra [cerâmica, canto, dança, arte
plumária, pintura]
• Portal Brasil sobre a população indígena:
• http://www.brasil.gov.br/governo/2015/04/populacao-indigena-no-brasil-
e-de-896-9-mil
Povos pré colombianos e pré-cabralinos
Povos pré colombianos e pré-cabralinos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Povos Pré-colombianos - Incas maias e astecas
Povos Pré-colombianos - Incas maias e astecasPovos Pré-colombianos - Incas maias e astecas
Povos Pré-colombianos - Incas maias e astecasdayvid
 
Brasil Pré Colonial (1500 1530)
Brasil Pré Colonial (1500 1530)Brasil Pré Colonial (1500 1530)
Brasil Pré Colonial (1500 1530)dmflores21
 
INDEPENDÊNCIA DOS EUA
INDEPENDÊNCIA DOS EUAINDEPENDÊNCIA DOS EUA
INDEPENDÊNCIA DOS EUAIsabel Aguiar
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)Nefer19
 
Civilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-ColombianasCivilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-Colombianasjoana71
 
Povos nativos da América.
Povos nativos da América.Povos nativos da América.
Povos nativos da América.Camila Brito
 
Slides a revolução industrial 2º. ano
Slides a revolução industrial   2º. anoSlides a revolução industrial   2º. ano
Slides a revolução industrial 2º. anoFatima Freitas
 
Civilização Inca
Civilização IncaCivilização Inca
Civilização Incaeiprofessor
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O RenascimentoJoão Lima
 
As civilizações pré colombianas
As civilizações pré colombianasAs civilizações pré colombianas
As civilizações pré colombianasAndrea Dressler
 
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIALA SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIALIsabel Aguiar
 
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)Zé Knust
 

Mais procurados (20)

Povos Pré-colombianos - Incas maias e astecas
Povos Pré-colombianos - Incas maias e astecasPovos Pré-colombianos - Incas maias e astecas
Povos Pré-colombianos - Incas maias e astecas
 
Brasil Pré Colonial (1500 1530)
Brasil Pré Colonial (1500 1530)Brasil Pré Colonial (1500 1530)
Brasil Pré Colonial (1500 1530)
 
Brasil Colônia
Brasil ColôniaBrasil Colônia
Brasil Colônia
 
INDEPENDÊNCIA DOS EUA
INDEPENDÊNCIA DOS EUAINDEPENDÊNCIA DOS EUA
INDEPENDÊNCIA DOS EUA
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
 
Civilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-ColombianasCivilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-Colombianas
 
Povos nativos da América.
Povos nativos da América.Povos nativos da América.
Povos nativos da América.
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
A Revolução Russa
A Revolução RussaA Revolução Russa
A Revolução Russa
 
Slides a revolução industrial 2º. ano
Slides a revolução industrial   2º. anoSlides a revolução industrial   2º. ano
Slides a revolução industrial 2º. ano
 
Descobrimento Do Brasil
Descobrimento Do  BrasilDescobrimento Do  Brasil
Descobrimento Do Brasil
 
Civilização Inca
Civilização IncaCivilização Inca
Civilização Inca
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
Independência dos EUA
Independência dos EUAIndependência dos EUA
Independência dos EUA
 
As civilizações pré colombianas
As civilizações pré colombianasAs civilizações pré colombianas
As civilizações pré colombianas
 
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIALA SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
 
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
 
3º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 19173º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 1917
 
1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa
 
Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
 

Destaque

O Brasil Pré-Cabralino
O Brasil Pré-Cabralino O Brasil Pré-Cabralino
O Brasil Pré-Cabralino Isaquel Silva
 
8o. ano a arte pré-colombiana e a arte pré-cabralina
8o. ano   a arte pré-colombiana e a arte pré-cabralina8o. ano   a arte pré-colombiana e a arte pré-cabralina
8o. ano a arte pré-colombiana e a arte pré-cabralinaArtesElisa
 
Arte pré colombiana e pré-cabralina - 6ª série
Arte pré colombiana e pré-cabralina - 6ª sérieArte pré colombiana e pré-cabralina - 6ª série
Arte pré colombiana e pré-cabralina - 6ª sérieAngeli Arte Educadora
 
Brasil Pré-Cabralino
Brasil Pré-CabralinoBrasil Pré-Cabralino
Brasil Pré-Cabralinoeiprofessor
 
Arte pré colombiana
Arte pré colombianaArte pré colombiana
Arte pré colombianaJadisson Vaz
 

Destaque (8)

O Brasil Pré-Cabralino
O Brasil Pré-Cabralino O Brasil Pré-Cabralino
O Brasil Pré-Cabralino
 
Periodo pre cabraliano
Periodo pre cabralianoPeriodo pre cabraliano
Periodo pre cabraliano
 
8o. ano a arte pré-colombiana e a arte pré-cabralina
8o. ano   a arte pré-colombiana e a arte pré-cabralina8o. ano   a arte pré-colombiana e a arte pré-cabralina
8o. ano a arte pré-colombiana e a arte pré-cabralina
 
ARTE PRÉ COLOMBIANA
ARTE PRÉ COLOMBIANAARTE PRÉ COLOMBIANA
ARTE PRÉ COLOMBIANA
 
Arte Pré Colombiana
Arte Pré ColombianaArte Pré Colombiana
Arte Pré Colombiana
 
Arte pré colombiana e pré-cabralina - 6ª série
Arte pré colombiana e pré-cabralina - 6ª sérieArte pré colombiana e pré-cabralina - 6ª série
Arte pré colombiana e pré-cabralina - 6ª série
 
Brasil Pré-Cabralino
Brasil Pré-CabralinoBrasil Pré-Cabralino
Brasil Pré-Cabralino
 
Arte pré colombiana
Arte pré colombianaArte pré colombiana
Arte pré colombiana
 

Semelhante a Povos pré colombianos e pré-cabralinos

América antiga
América antigaAmérica antiga
América antigaAlan
 
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)Valéria Shoujofan
 
INCAS, MAIAS e ASTECAS.pptx
INCAS, MAIAS e ASTECAS.pptxINCAS, MAIAS e ASTECAS.pptx
INCAS, MAIAS e ASTECAS.pptxorlando343934
 
Povosprecolombianos 110412075714-phpapp01
Povosprecolombianos 110412075714-phpapp01Povosprecolombianos 110412075714-phpapp01
Povosprecolombianos 110412075714-phpapp01marceloamoreira
 
Civilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-ColombianasCivilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-ColombianasPaulo Alexandre
 
2014 01-historia-civ-pre-col
2014 01-historia-civ-pre-col2014 01-historia-civ-pre-col
2014 01-historia-civ-pre-colNúcia História
 
Segundo Ano (1) - Civilização Pré-Colombianas
Segundo Ano (1) - Civilização Pré-ColombianasSegundo Ano (1) - Civilização Pré-Colombianas
Segundo Ano (1) - Civilização Pré-ColombianasPaulo Alexandre
 
Civilizações pré-colombianas.5.pdf
Civilizações pré-colombianas.5.pdfCivilizações pré-colombianas.5.pdf
Civilizações pré-colombianas.5.pdfAdelinoDaCunhaPenedo1
 
AMÉRICA PRÉ COLOMBIANA.pdf
AMÉRICA PRÉ COLOMBIANA.pdfAMÉRICA PRÉ COLOMBIANA.pdf
AMÉRICA PRÉ COLOMBIANA.pdfJULIOCARVALHO47
 
Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianosDavi Ulisses
 
A américa antes da colonização espanhola
A américa antes da colonização espanholaA américa antes da colonização espanhola
A américa antes da colonização espanholaNelia Salles Nantes
 
A américa antes da colonização espanhola
A américa antes da colonização espanholaA américa antes da colonização espanhola
A américa antes da colonização espanholaNelia Salles Nantes
 

Semelhante a Povos pré colombianos e pré-cabralinos (20)

América antiga
América antigaAmérica antiga
América antiga
 
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
 
INCAS, MAIAS e ASTECAS.pptx
INCAS, MAIAS e ASTECAS.pptxINCAS, MAIAS e ASTECAS.pptx
INCAS, MAIAS e ASTECAS.pptx
 
Povosprecolombianos 110412075714-phpapp01
Povosprecolombianos 110412075714-phpapp01Povosprecolombianos 110412075714-phpapp01
Povosprecolombianos 110412075714-phpapp01
 
Incas e astecas apostila
Incas e astecas apostilaIncas e astecas apostila
Incas e astecas apostila
 
Civilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-ColombianasCivilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-Colombianas
 
Pré colombianos
Pré colombianosPré colombianos
Pré colombianos
 
Civilizações Antigas.pdf
Civilizações Antigas.pdfCivilizações Antigas.pdf
Civilizações Antigas.pdf
 
Civilizações Antigas
Civilizações AntigasCivilizações Antigas
Civilizações Antigas
 
Astecas
AstecasAstecas
Astecas
 
2014 01-historia-civ-pre-col
2014 01-historia-civ-pre-col2014 01-historia-civ-pre-col
2014 01-historia-civ-pre-col
 
Segundo Ano (1) - Civilização Pré-Colombianas
Segundo Ano (1) - Civilização Pré-ColombianasSegundo Ano (1) - Civilização Pré-Colombianas
Segundo Ano (1) - Civilização Pré-Colombianas
 
Civilizações pré-colombianas.5.pdf
Civilizações pré-colombianas.5.pdfCivilizações pré-colombianas.5.pdf
Civilizações pré-colombianas.5.pdf
 
Pré colombianos: maias, astecas, incas
Pré colombianos: maias, astecas, incasPré colombianos: maias, astecas, incas
Pré colombianos: maias, astecas, incas
 
Pré colombianos: Maias, Astecas, Incas 2020
Pré colombianos: Maias, Astecas, Incas 2020Pré colombianos: Maias, Astecas, Incas 2020
Pré colombianos: Maias, Astecas, Incas 2020
 
AMÉRICA PRÉ COLOMBIANA.pdf
AMÉRICA PRÉ COLOMBIANA.pdfAMÉRICA PRÉ COLOMBIANA.pdf
AMÉRICA PRÉ COLOMBIANA.pdf
 
América diferentes culturas
América   diferentes culturasAmérica   diferentes culturas
América diferentes culturas
 
Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
 
A américa antes da colonização espanhola
A américa antes da colonização espanholaA américa antes da colonização espanhola
A américa antes da colonização espanhola
 
A américa antes da colonização espanhola
A américa antes da colonização espanholaA américa antes da colonização espanhola
A américa antes da colonização espanhola
 

Mais de Professora Natália de Oliveira

Ataques e invasões francesas e holandesas brasil colonial
Ataques e invasões francesas e holandesas   brasil colonialAtaques e invasões francesas e holandesas   brasil colonial
Ataques e invasões francesas e holandesas brasil colonialProfessora Natália de Oliveira
 

Mais de Professora Natália de Oliveira (19)

Formação e independência das treze colônias
Formação e independência das treze colôniasFormação e independência das treze colônias
Formação e independência das treze colônias
 
Mineração
MineraçãoMineração
Mineração
 
Ataques e invasões francesas e holandesas brasil colonial
Ataques e invasões francesas e holandesas   brasil colonialAtaques e invasões francesas e holandesas   brasil colonial
Ataques e invasões francesas e holandesas brasil colonial
 
Economia açucareira na América Portuguesa.
Economia açucareira na América Portuguesa.Economia açucareira na América Portuguesa.
Economia açucareira na América Portuguesa.
 
Expansão colonial na américa portuguesa
Expansão colonial na américa portuguesaExpansão colonial na américa portuguesa
Expansão colonial na américa portuguesa
 
Escravidão no brasil
Escravidão no brasilEscravidão no brasil
Escravidão no brasil
 
América portuguesa - Colonização
América portuguesa - ColonizaçãoAmérica portuguesa - Colonização
América portuguesa - Colonização
 
América espanhola
América espanholaAmérica espanhola
América espanhola
 
Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
 
Formação de portugal
Formação de portugalFormação de portugal
Formação de portugal
 
Grandes navegações
Grandes navegaçõesGrandes navegações
Grandes navegações
 
Roma: Monarquia/ República/ Império
Roma: Monarquia/ República/ ImpérioRoma: Monarquia/ República/ Império
Roma: Monarquia/ República/ Império
 
Revolução de 1930
Revolução de 1930Revolução de 1930
Revolução de 1930
 
Totalitarismo
TotalitarismoTotalitarismo
Totalitarismo
 
Crise de 1929 new deal
Crise de 1929 new dealCrise de 1929 new deal
Crise de 1929 new deal
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
República Oligárquica
República OligárquicaRepública Oligárquica
República Oligárquica
 
Teoria das formas de governo e de estado
Teoria das formas de governo e de estadoTeoria das formas de governo e de estado
Teoria das formas de governo e de estado
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 

Último

CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 

Último (20)

CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 

Povos pré colombianos e pré-cabralinos

  • 1.
  • 2.
  • 3. América Pré-Colombiana – América antes de Colombo (1492). Do ameríndio ao Inca. Astecas: América do Norte, atual México. Capital: Tenochitlan, com água encanada e sistema de esgoto. Problemas: armas – já que o europeu conhecia a pólvora e o asteca, o arco e flecha. Política: monarquia (Império). Imperador na época da conquista: Montezuma Religião politeísta/ Deus: Quetzalcoatz Economia agrícola, produziam milho, cacau e batata.
  • 4. Maias: Região da América Central – estavam em processo de decadência. Abandono das cidades – provavelmente por uma crise agrícola. Incas: América do Sul (Alto da Cordilheira dos Andes) – por isso o consumo da folha de coca *Ar rarefeito (menos pressão/menor quantidade de oxigênio). Economia: modo de produção asiático O imperador era dono de todas as terras férteis, as quais eram “doadas” aos camponeses que, em troca, pagavam impostos em grãos – estes seriam armazenados e redistribuídos em épocas de crise.
  • 5. MAIAS = Os gregos da América • Localização: Península de Iucatán, sul do México, Guatemala, Honduras El Salvador e Belize. • Política: Formação de cidades-estado; nuca foram um império. • Poder teocrático e hereditário. • Sociedade: estamental
  • 6. • Economia: Propriedade estatal da terra, produção de milho, base da alimentação dos maias. • Os mercadores eram responsáveis pela troca entre produtos agrícolas e artesanais. • Religião e cultura: • Deus principal: Quetzalcoatl (serpente emplumada) • As pirâmides eram construídas em homenagem aos deuses por trabalho compulsório. • Escultura em terracota, pintura, calendário cíclico de 52 anos • Invenção do zero • Escrita: conjunto de caracteres que representam o objeto ou algo relacionado a ele.
  • 7. A contagem do tempo sofreu uma grande influência religiosa, conforme o historiador E. Wolf, que afirma que “Uma das grandes realizações devidas aos sacerdotes foi o calendário da América Central. Todas as religiões se interessam pela determinação do tempo. Elas ligam o ciclo vital do indivíduo aos atos rituais que revivem periodicamente na sociedade e sincronizam este tempo social com a marcha do tempo cósmico”.
  • 8. Vaso maia com a figura do deus do milho, o mais importante alimento do povo maia. Decadência: Quando os espanhóis chegaram, os maias já estavam em decadência. Existem algumas hipóteses como: esgotamento do solo, deficiência alimentar, conflitos internos.
  • 9.
  • 10.
  • 11. Os Astecas [Mexicas] Os astecas estabeleceram-se no vale do México por volta do ano 1200, da era cristã, denominada Aztlán. No início do século XIV, fundaram Tenochtithán (a terra da fruta do cacto) no centro do lago Texcoco, sua capital e centro de um vasto império que se estendia desde o norte do atual México até a Guatemala, ao sul e do Oceano Atlântico até o Pacífico.
  • 12. Desenhos feitos pelos astecas sobre um papel produzido com casca de árvore.
  • 13. • Eram um povo guerreiro, a guerra era tanto para obter impostos das cidades conquistadas, quanto para capturar prisioneiros que eram oferecidos aos deuses em sacrifício. • Tlatoc: deus da chuva.
  • 14. • Política: • Poder político militarizado e teocrático. • Imperador = comandante supremo do exército. • Sociedade • Clãs denominados calpulli, tinham por base os laços de parentesco. • Camponeses deviam obrigações ao Estado, como trabalhar em obras públicas, agricultura, pagar impostos e serviço militar. • Escravos, prisioneiros de guerra ou condenados por crimes, trabalhavam nas terras e poderiam ser libertos. • Poligamia era admitida devido a diminuição de homens em tempo de guerra, embora o comum fosse a monogamia.
  • 15. • Economia: • Agricultura (milho, feijão, cacau, abacaxi, batata-doce, abóbora e algodão) *Cacto: fibra para tecidos, suco utilizado como adoçante) • Propriedade estatal da terra. Chinampas (plantações em varas flutuantes no lago Texcoco) • Comércio: trocas dentro das cidades (legumes, frutas, plumas, joias, escravos, tabaco, pele). • Semente de cacau = moeda
  • 16. •Religião e Cultura: • Politeístas (deuses: Colibri-azul ou Uitzilipochtli – deus do sol do meio-dia; Tezcatlipoca – deus protetor dos guerreiros e escrados – deus da noite; Quetzalcoatl – serpente de plumas) • Acreditavam ter de cuidar da harmonia do universo – por meio da alimentação dos deuses – sacrifícios. • Construção de pirâmides,, palácios, sistema de irrigação e aquedutos.
  • 17. O império asteca era sustentado pelos tributos pagos pelos povos conquistados. Conheceram seu apogeu durante o governo de Montezuma II (1502-1520). Foi nessa época que chegaram os conquistadores espanhóis, responsáveis pelo fim desta civilização. 1519 Hernán Cortez chegou à Tenochtitlan, Montezuma acreditava que os espanhóis eram deuses. 1521 Cortez tomou a cidade e Massacrou seus habitantes.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22. Incas, os filhos do Sol • Localização: corresponde atualmente ao Peru, Bolívia, Equador, parte do Chile e norte da Argentina (altiplano andino). • Capital do Império: Cuzco – centro da adm. “Umbigo do Mundo” • Originalmente seriam um povo nômade , parte integrante do grupo quíchua, da região da Amazônia. • Política: o poder era exercido por um imperador – Inca ou Sapa Inca – cuja força se fundamentava na religião e no Exército, do qual era o comandante supremo – governo teocrático militarista. • Economia: baseada na agricultura – batata e milho • Terraços na região do altiplano andino, favorecia a agricultura e evitava a erosão da terra. O solo era fertilizado com guano (excremento de aves) • Submissão das comunidades denominadas ayllu. • MITA: trabalho compulsório nas minas, construção de estradas e obras públicas. • Comércio: cerâmica, tecidos e artesanato de ouro, bronze e prata.
  • 23. •Sociedade: AYLLU: comunidade formada a partir dos laços de parentesco, chefiada pelo curaca (poder transmitido hereditariamente). Esse império não teve longa duração, pois além de se enfraquecer por lutas internas, foi alvo da ambição dos conquistadores espanhóis. Ao desembarcar em Tumbez, em 1591, Pizarro e seus soldados invadiram, saquearam e deram início à destruição do império inca.
  • 24. Cidade inca de Machu Picchu
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28. Povos Pré-Cabralinos • Os povos sambaquis eram tribos que localizavam-se no litoral do Brasil. Esta população desapareceu por volta de 1000d.C. , eliminados pelos tupis, povo guerreiro.
  • 29.
  • 30.
  • 31. • Antes da chegada de Pedro Alvares Cabral, viviam no atual Brasil mais que 5 milhões de índios, divididos em aproximadamente 1400 grupos (com línguas, costumes e crenças diferentes). • Não pensavam em acumular, utilizavam apenas o necessário à sua sobrevivência, pois para eles a terra era um bem coletivo que garantia o sustento a todos que nela trabalhavam. • A maioria dos grupos vivia da caça, coleta, pesca e mais raramente da agricultura (mandioca e milho). • A divisão do trabalho se dava pelo sexo e pela idade • Mulheres: cuidar das crianças, preparar os alimentos. • Homens: caça, pesca, fabricação de armas, guerra. • Habitação: variava de tribo para tribo, entretanto, poderiam ser casas formando um círculo ou grandes aldeias com cabanas, com um pátio central e uma cerca para proteção • A arte está presente em toda a vida do indígena, desde a fabricação de utensílios, rituais religiosos, até a guerra [cerâmica, canto, dança, arte plumária, pintura]
  • 32. • Portal Brasil sobre a população indígena: • http://www.brasil.gov.br/governo/2015/04/populacao-indigena-no-brasil- e-de-896-9-mil