SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
ATIVIDADE 03 - SAÚDE - FISIOLOGIA HUMANA - 54/2023
Nos anos 1970, surgiu o termo "dopagem sanguínea" para descrever a prática
de melhorar a resistência de atletas pela técnica de uso de hemácias.
Inicialmente, isso envolvia transfusões sanguíneas. Essas transfusões eram
feitas pelos atletas através do uso de suas próprias hemácias (infusão autóloga)
ou células de outro indivíduo (infusão homóloga).
Em 1985, o uso de sangue como doping foi proibido, principalmente devido a
transfusões. Em 1988, um hormônio sintético que imita a ação da eritropoietina,
um hormônio que estimula a produção de hemácias, se tornou disponível.
O Colégio Americano de Medicina do Esporte estabelece que a manipulação
sanguínea com o objetivo de melhorar o desempenho atlético é considerada
antiética e desonesta, expondo os atletas a riscos imprevisíveis para a saúde.
No entanto, reconhece que é aceitável aumentar artificialmente a massa de
hemácias para tratar condições clínicas, como anemia, em pacientes com certas
doenças. Além disso, permite a manipulação controlada da massa de hemácias
(local onde encontramos a hemoglobina) em indivíduos participando de
pesquisas científicas para compreender as respostas fisiológicas ao exercício e
condições extremas. O foco está em distinguir entre usos éticos e antiéticos da
manipulação sanguínea.
Durante o processo de preparação para uma maratona no Chile, na cidade de
San Pedro do Atacama, em que a altitude é de 2.500 m da altitude apresentando
ar rarefeito (pouca densidade de oxigênio O2), um atleta brasileiro que vive no
Rio de Janeiro, em que a altitude é de aproximadamente 2 m, com densidade
elevada de oxigênio, corre todos os dias, para ganhar resistência. Em
determinado momento o treinador propôs a transfusão de hemácias e o uso de
eritropoetina ao atleta, que recusou imediatamente, devido a não ser honesto
com os outros competidores e também aos exames antidoping, no entanto ficou
pensativo em como esses métodos podem auxiliar o maratonista nessa prova.
Com base neste contexto, responda ao seguinte questionamento:
A posição do treinador é errada, mas quais seriam as vantagens que o atleta
teria em utilizar os procedimentos ilegais?

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Atividade 3 - Fisiologia Humana.docx

Treinamento Bahiana - 2ª etapa
Treinamento Bahiana -  2ª etapaTreinamento Bahiana -  2ª etapa
Treinamento Bahiana - 2ª etapaemanuel
 
Nutrição esportiva
Nutrição esportivaNutrição esportiva
Nutrição esportivaRenata Jardim
 
Nutrição esportiva
Nutrição esportivaNutrição esportiva
Nutrição esportivaRenata Jardim
 
Lista de-exercícios- 2º ano - bio-4º-bim-2016
Lista de-exercícios- 2º ano - bio-4º-bim-2016Lista de-exercícios- 2º ano - bio-4º-bim-2016
Lista de-exercícios- 2º ano - bio-4º-bim-2016James Martins
 
Artigo de revisao-_nutricao_no_triatlo
Artigo de revisao-_nutricao_no_triatloArtigo de revisao-_nutricao_no_triatlo
Artigo de revisao-_nutricao_no_triatlobferraz13
 
Necessidades nutricionais em atletas
Necessidades nutricionais em atletasNecessidades nutricionais em atletas
Necessidades nutricionais em atletasYoan Rodriguez
 
Artigos mais saude exercício físico previne alterações cardiometabólicas in...
Artigos mais saude   exercício físico previne alterações cardiometabólicas in...Artigos mais saude   exercício físico previne alterações cardiometabólicas in...
Artigos mais saude exercício físico previne alterações cardiometabólicas in...gvirtual
 
Fatores limitantes de desempenho
Fatores limitantes de desempenhoFatores limitantes de desempenho
Fatores limitantes de desempenhoptrkojima
 
Consumo De SubstâNcias Psicoactivas O Doping
Consumo De SubstâNcias Psicoactivas   O DopingConsumo De SubstâNcias Psicoactivas   O Doping
Consumo De SubstâNcias Psicoactivas O Dopingguest3540020
 
Treinamento sistema circulatório humano
Treinamento sistema circulatório humanoTreinamento sistema circulatório humano
Treinamento sistema circulatório humanoemanuel
 
Obesidades e obesidade sem controle polimorfismos genéticos do eixo hipotálam...
Obesidades e obesidade sem controle polimorfismos genéticos do eixo hipotálam...Obesidades e obesidade sem controle polimorfismos genéticos do eixo hipotálam...
Obesidades e obesidade sem controle polimorfismos genéticos do eixo hipotálam...Van Der Häägen Brazil
 
Lista de-exercícios-bio 2º ano -4º-bim-2017
Lista de-exercícios-bio 2º ano -4º-bim-2017Lista de-exercícios-bio 2º ano -4º-bim-2017
Lista de-exercícios-bio 2º ano -4º-bim-2017James Martins
 
OXIGENOTERAPIA X PÉ DIABÉTICO
OXIGENOTERAPIA X PÉ DIABÉTICOOXIGENOTERAPIA X PÉ DIABÉTICO
OXIGENOTERAPIA X PÉ DIABÉTICOLUCIANA CACCAVO
 

Semelhante a Atividade 3 - Fisiologia Humana.docx (20)

Treinamento Bahiana - 2ª etapa
Treinamento Bahiana -  2ª etapaTreinamento Bahiana -  2ª etapa
Treinamento Bahiana - 2ª etapa
 
Doping no Esporte
Doping no EsporteDoping no Esporte
Doping no Esporte
 
Nutrição esportiva
Nutrição esportivaNutrição esportiva
Nutrição esportiva
 
Nutrição esportiva
Nutrição esportivaNutrição esportiva
Nutrição esportiva
 
Crioterapia e lactato
Crioterapia e lactatoCrioterapia e lactato
Crioterapia e lactato
 
Uma visão mais próxima do doping
Uma visão mais próxima do dopingUma visão mais próxima do doping
Uma visão mais próxima do doping
 
Lista de-exercícios- 2º ano - bio-4º-bim-2016
Lista de-exercícios- 2º ano - bio-4º-bim-2016Lista de-exercícios- 2º ano - bio-4º-bim-2016
Lista de-exercícios- 2º ano - bio-4º-bim-2016
 
Artigo de revisao-_nutricao_no_triatlo
Artigo de revisao-_nutricao_no_triatloArtigo de revisao-_nutricao_no_triatlo
Artigo de revisao-_nutricao_no_triatlo
 
Necessidades nutricionais em atletas
Necessidades nutricionais em atletasNecessidades nutricionais em atletas
Necessidades nutricionais em atletas
 
Artigos mais saude exercício físico previne alterações cardiometabólicas in...
Artigos mais saude   exercício físico previne alterações cardiometabólicas in...Artigos mais saude   exercício físico previne alterações cardiometabólicas in...
Artigos mais saude exercício físico previne alterações cardiometabólicas in...
 
Fatores limitantes de desempenho
Fatores limitantes de desempenhoFatores limitantes de desempenho
Fatores limitantes de desempenho
 
Doping no desporto.pptx
Doping no desporto.pptxDoping no desporto.pptx
Doping no desporto.pptx
 
Consumo De SubstâNcias Psicoactivas O Doping
Consumo De SubstâNcias Psicoactivas   O DopingConsumo De SubstâNcias Psicoactivas   O Doping
Consumo De SubstâNcias Psicoactivas O Doping
 
Treinamento sistema circulatório humano
Treinamento sistema circulatório humanoTreinamento sistema circulatório humano
Treinamento sistema circulatório humano
 
Obesidades e obesidade sem controle polimorfismos genéticos do eixo hipotálam...
Obesidades e obesidade sem controle polimorfismos genéticos do eixo hipotálam...Obesidades e obesidade sem controle polimorfismos genéticos do eixo hipotálam...
Obesidades e obesidade sem controle polimorfismos genéticos do eixo hipotálam...
 
Lista de-exercícios-bio 2º ano -4º-bim-2017
Lista de-exercícios-bio 2º ano -4º-bim-2017Lista de-exercícios-bio 2º ano -4º-bim-2017
Lista de-exercícios-bio 2º ano -4º-bim-2017
 
OXIGENOTERAPIA X PÉ DIABÉTICO
OXIGENOTERAPIA X PÉ DIABÉTICOOXIGENOTERAPIA X PÉ DIABÉTICO
OXIGENOTERAPIA X PÉ DIABÉTICO
 
aula bia.ppt
aula bia.pptaula bia.ppt
aula bia.ppt
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Santos et al[1]. por - supl creatina - 2004
Santos et al[1].   por - supl creatina - 2004Santos et al[1].   por - supl creatina - 2004
Santos et al[1]. por - supl creatina - 2004
 

Último

Eletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
Eletricista instalador - Senai Almirante TamandaréEletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
Eletricista instalador - Senai Almirante TamandaréGuilhermeLucio9
 
Treinamento de Proteção Auditiva 2023.pp
Treinamento de Proteção Auditiva 2023.ppTreinamento de Proteção Auditiva 2023.pp
Treinamento de Proteção Auditiva 2023.ppssuser238e8f
 
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdfLivro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdfSamuel Ramos
 
FISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO. matéria de fisiologia animal
FISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO. matéria de fisiologia animalFISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO. matéria de fisiologia animal
FISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO. matéria de fisiologia animalPauloHenrique154965
 
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboralA Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboralFranciscaArrudadaSil
 
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurançaLEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurançaGuilhermeLucio9
 
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção IndividualTreinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individualpablocastilho3
 
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade AnhangueraTecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade AnhangueraGuilhermeLucio9
 
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS EQUIPAM
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS  EQUIPAMMODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS  EQUIPAM
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS EQUIPAMCassio Rodrigo
 
Aula de classificação de rolamentos norma DIN
Aula de classificação de rolamentos norma DINAula de classificação de rolamentos norma DIN
Aula de classificação de rolamentos norma DINFabioFranca22
 
Estatística aplicada à experimentação animal
Estatística aplicada à experimentação animalEstatística aplicada à experimentação animal
Estatística aplicada à experimentação animalleandroladesenvolvim
 

Último (11)

Eletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
Eletricista instalador - Senai Almirante TamandaréEletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
Eletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
 
Treinamento de Proteção Auditiva 2023.pp
Treinamento de Proteção Auditiva 2023.ppTreinamento de Proteção Auditiva 2023.pp
Treinamento de Proteção Auditiva 2023.pp
 
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdfLivro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
 
FISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO. matéria de fisiologia animal
FISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO. matéria de fisiologia animalFISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO. matéria de fisiologia animal
FISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO. matéria de fisiologia animal
 
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboralA Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
 
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurançaLEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
 
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção IndividualTreinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individual
 
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade AnhangueraTecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
 
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS EQUIPAM
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS  EQUIPAMMODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS  EQUIPAM
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS EQUIPAM
 
Aula de classificação de rolamentos norma DIN
Aula de classificação de rolamentos norma DINAula de classificação de rolamentos norma DIN
Aula de classificação de rolamentos norma DIN
 
Estatística aplicada à experimentação animal
Estatística aplicada à experimentação animalEstatística aplicada à experimentação animal
Estatística aplicada à experimentação animal
 

Atividade 3 - Fisiologia Humana.docx

  • 1.
  • 2. ATIVIDADE 03 - SAÚDE - FISIOLOGIA HUMANA - 54/2023 Nos anos 1970, surgiu o termo "dopagem sanguínea" para descrever a prática de melhorar a resistência de atletas pela técnica de uso de hemácias. Inicialmente, isso envolvia transfusões sanguíneas. Essas transfusões eram feitas pelos atletas através do uso de suas próprias hemácias (infusão autóloga) ou células de outro indivíduo (infusão homóloga). Em 1985, o uso de sangue como doping foi proibido, principalmente devido a transfusões. Em 1988, um hormônio sintético que imita a ação da eritropoietina, um hormônio que estimula a produção de hemácias, se tornou disponível. O Colégio Americano de Medicina do Esporte estabelece que a manipulação sanguínea com o objetivo de melhorar o desempenho atlético é considerada antiética e desonesta, expondo os atletas a riscos imprevisíveis para a saúde. No entanto, reconhece que é aceitável aumentar artificialmente a massa de hemácias para tratar condições clínicas, como anemia, em pacientes com certas doenças. Além disso, permite a manipulação controlada da massa de hemácias (local onde encontramos a hemoglobina) em indivíduos participando de pesquisas científicas para compreender as respostas fisiológicas ao exercício e condições extremas. O foco está em distinguir entre usos éticos e antiéticos da manipulação sanguínea. Durante o processo de preparação para uma maratona no Chile, na cidade de San Pedro do Atacama, em que a altitude é de 2.500 m da altitude apresentando ar rarefeito (pouca densidade de oxigênio O2), um atleta brasileiro que vive no Rio de Janeiro, em que a altitude é de aproximadamente 2 m, com densidade elevada de oxigênio, corre todos os dias, para ganhar resistência. Em determinado momento o treinador propôs a transfusão de hemácias e o uso de eritropoetina ao atleta, que recusou imediatamente, devido a não ser honesto com os outros competidores e também aos exames antidoping, no entanto ficou pensativo em como esses métodos podem auxiliar o maratonista nessa prova. Com base neste contexto, responda ao seguinte questionamento: A posição do treinador é errada, mas quais seriam as vantagens que o atleta teria em utilizar os procedimentos ilegais?