A mitose (naielly)

905 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
905
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A mitose (naielly)

  1. 1. NAIELLY RODRIGUES DA SILVA A mitose
  2. 2. Introdução: <ul><li>No ciclo celular as células passam por 2 períodos: a interfase e a divisão celular. </li></ul><ul><li>A maioria das células passa maior tempo de sua vida em interfase, no caso de virem a se dividir todos os seus componentes se duplicam. </li></ul><ul><li>A intérfase compreende os períodos G ₁, S, e G₂. </li></ul><ul><li>A célula pode continuar se proliferando ou entrar em estado quiescente (G₀). </li></ul>
  3. 3. Fase G ₁ da interfase: <ul><li>Síntese de RNA e proteínas (80% do RNA é RNAr), várias enzimas que catalisam a síntese de trifosfato de desoxirobonucleotídeos, DNA-polimerases, enzimas ativadoras dos genes que codificam as histonas... </li></ul><ul><li>Pontos de checagem, fatores extracelulares (definem a proliferação (ambiente favorável com nutrientes e/ou moléculas de sinalização) ou entra em G ₀. </li></ul>
  4. 4. Fase S da interfase: <ul><li>Ocorre a síntese de DNA. </li></ul><ul><li>Histonas adicionais. </li></ul><ul><li>DNA polimerase. </li></ul><ul><li>Características da duplicação do DNA: </li></ul><ul><li>Semiconservativa – sentido 5 ’ 3’ </li></ul><ul><li>Bidirecional </li></ul><ul><li>Assincrônica </li></ul><ul><li>Contínua e semi-descontínua </li></ul><ul><li>Fragmentos de Okazaki </li></ul>
  5. 5. Fase G ₂ da interfase: <ul><li>Intervalo entre a fase S e o início da fase M. </li></ul><ul><li>Ponto de checagem </li></ul><ul><li>G ₁ e G₂ juntas fornecem tempo para que a célula cresce e duplique suas organelas citoplasmáticas. </li></ul><ul><li>Síntese de proteínas não histonas </li></ul><ul><li>Acúmulo do complexo protéico – complexo ciclina- CdK- coordenador geral de transição de G₂ para M. </li></ul><ul><li>Obs.: M-CdK ativo induz a condensação cromossômica, fosforilando proteínas no complexo de condensinas. Induz também a fragmentação do envoltório nuclear. </li></ul><ul><li>Replicação dos centríolos acontece durante toda a interfase. </li></ul>
  6. 7. Prófase <ul><li>Depois da duplicação do DNA na fase S cada cromossomo é composto por 2 moléculas de DNA denominadas cromátides. A medida que a prófase avança as cromátides se tornam mais curtas e grossas. </li></ul><ul><li>Ocorre a redução do nucléolo até o seu desaparecimento. </li></ul><ul><li>Dissociação do envoltório nuclear. </li></ul><ul><li>Formação do fuso mitótico. </li></ul><ul><li>Coesina: proteína que une as cromátides irmãs </li></ul><ul><li>Condensina: ajuda na condensação dos cromossomos. </li></ul><ul><li>Os centrômeros tornam-se claramente visíveis, e são associados a duas placas protéicas chamadas cinetócoros. </li></ul>
  7. 9. Metáfase <ul><li>Os cromossomos se ligam ao fuso mitótico. </li></ul><ul><li>Os cromossomos que chegaram a sua condensação máxima aparecem ordenados na célula como uma placa equatorial. </li></ul><ul><li>Acomodam-se de tal modo que as duas placas cinetocóricas de cada centrômero ficam orientadas para os pólos opostos da célula. </li></ul><ul><li>Microtúbulos polares: são feixes que se encontram um com o outro de cada pólo e não atingem o centro dos cromossomos. </li></ul><ul><li>Microtúbulos cinetocóricos: São feixes que atingem o cinetócoro dos cromossomos. </li></ul>
  8. 10. metáfase
  9. 11. Anáfase: <ul><li>Ocorre a separação dos centrômeros. As cromátides de separam e começam a migrar para os pólos tracionadas pelas fibras cinetocóricas do fuso. </li></ul>

×