Globalização parte 2

304 visualizações

Publicada em

máteria da av1 8C - geografia

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Globalização parte 2

  1. 1. Globalização
  2. 2. Transnacionais Para uma empresa conquistar status internacional, ela necessita adquirir um mercado sólido no seu país. Após a aceitação de seus produtos no mercado nacional, a empresa exporta, e torna-se conhecida, ampliando sua atuação no exterior.
  3. 3. Transnacional O principal interesse de uma empresa em instalar-se num país está no mercado consumidor. Na expectativa de oferecer mais empregos á população, o governo propõe acordos de redução de impostos ou isenção de impostos por determinado período, disponibiliza infra-estrutura, o país que dispuser de melhores propostas, vencerá a concorrência, a famosa “guerra fiscal”.
  4. 4. Transnacionais Vale lembrar, que os salários pagos aos trabalhadores de países em desenvolvimento são menores. (Mão-de-obra barata) Exploração de matéria-prima, feita a custos inferiores.
  5. 5. Problemas Sociais Estudando os efeitos da globalização, o maior destaque está na exclusão social. A maioria absoluta não possui condições de participar dos benefícios. Muitos estudos demonstram que a economia mundial está melhorando. O volume de exportações entre os países aumenta a cada ano
  6. 6. Problemas Sociais A produção agrícola, assistida por novas tecnologias, atinge colheitas animadoras. As indústrias apresentam crescimento e estão se expandindo. A renda per capita também aumentou. Alguma coisa deve estar errada, pois o número de indivíduos abaixo da linha da pobreza em todo o mundo alcança números altíssimos, grande parcela da população não possui saneamento básico, assistência adequada na área da saúde ou acesso à educação de qualidade.
  7. 7. Problemas Sociais Onde está indo todo o lucro comum ao sistema capitalista?
  8. 8. Problemas Sociais Um dos maiores desafios da atualidade é a redução das distâncias sociais. O movimento de capitais tem acelerado o desenvolvimento econômico mundial, o lucro se faz presente em todos os setores produtivos, porém acumulado ou apropriado pela minoria da população mundial.
  9. 9. Problemas Sociais A desigualdade crescente leva a sociedade ao desespero, representado sob inúmeras manifestações de violência urbana e organizações sociais em defesa dos direitos básicos do cidadão. A cidadania tão defendida por Estados considerados democráticos, deve garantir muito mais que o direito de votar.
  10. 10. Problemas Sociais A dignidade do cidadão se completa em poder se alimentar, manter uma habitação decente, estudar, cuidar de sua saúde e ter direito ao lazer. Em outras palavras, a dignidade de um indivíduo se obtém no trabalho justamente valorizado, um salário capaz de suprir as ecessidades básicas do ser humano.
  11. 11. Problemas Sociais (desemprego) A globalização da economia tem demonstrado na última década que o principal objetivo desse sistema é aumentar a produtividade e a qualidade e reduzir cada vez mais o custo final da produção. Nesta lógica, as empresas investem em tecnologia e mão-de-obra especializada. Estes dois elementos são constantemente responsabilizados pela massa de trabalhadores desempregados em todo o mundo.
  12. 12. Problemas Sociais (desemprego) De fato, uma empresa automatizada (Empresa que emprega investimentos para a utilização de máquinas em substituição aos funcionários) emprega um número menor de trabalhadores, e a grande maioria dos desempregados não possui qualificação suficiente para enfrentar a concorrência na disputa por uma vaga de trabalho.
  13. 13. Problemas Sociais (desemprego) Quando o desemprego surge, muitos trabalhadores recorrem às atividades informais que, geralmente, não garantem rendimentos suficientes para a manutenção mínima da qualidade de vida. O desemprego é considerado uma das principais causas dos altos índices de violência nas cidades.
  14. 14. Problemas Sociais (desemprego) No Brasil, das muitas soluções apresentadas a médio e longo prazo, as mais discutidas são aquelas que propõem melhorias no sistema educacional e incentivos por parte do governo em relação as pequenas empresas, que normalmente não possuem resistência para enfrentar a concorrência com as grandes.
  15. 15. Problemas ambientais A abertura do mercado internacional fragiliza os ecossistemas e provoca danos ambientais em diversas escalas. Os países subdesenvolvidos, motivados pela geração de emprego, atraem as multinacionais, oferecendo facilidades para explorar os recursos naturais. Estas, em geral, degradam o meio ambiente através das práticas indevidas de exploração.
  16. 16. Problemas ambientais É importante ressaltar que uma empresa multinacional não possui nenhuma ligação definitiva com os países onde se instalam. Da mesma forma que chegam, podem partir sem maiores prejuízos para a corporação representada. Portanto, a permanência dependerá das vantagens disponíveis.
  17. 17. Problemas ambientais A exploração das florestas, a contaminação dos rios, do solo, e a emissão de poluentes na atmosfera são os principais problemas resultantes do uso inadequado dos recursos naturais. A concentração de poder obtido pelas multinacionais faz do ambiente natural uma propriedade praticamente exclusiva.
  18. 18. Problemas ambientais Sabemos que o desenvolvimento exige infra-estrutura, porém, muitas vezes, é possível reduzir o impacto ambiental por meio de investimentos em projetos, o que nem sempre ocorre, graças à indiferença dos setores político e econômico. Com isso a saúde da população sofre diretamente as conseqüências da degradação ambiental.
  19. 19. Problemas ambientais O aquecimento global, atribuído à emissão de gases pela queima de combustíveis fósseis utilizados nos automóveis e pela atividade industrial, se tornou a maior preocupação na área ambiental, resultado da industrialização.
  20. 20. Maiores emissores de CO2 China EUA Índia Rússia Japão
  21. 21. O que é o Protocolo de Kyoto Um acordo assinado em 1997 por 189 nações, que se comprometeram em reduzir a emissão de gases causadores do efeito estufa em 5%, na comparação com os níveis de 1990. O principal alvo �é o dióxido de carbono (CO2).
  22. 22. Por que os EUA não assinaram o protocolo? Os Estados Unidos, um dos maiores emissores de dióxido de carbono do mundo, se opuseram ao Protocolo de Kyoto afirmando que a implantação das metas prejudicaria a economia do país. O presidente George W. Bush considerou a hipótese do aquecimento global bastante real, mas disse que preferia combatê-lo com ações voluntárias por parte das indústrias poluentes e com novas soluções tecnológicas.

×