Caracteristicas das actividades_economicas

789 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
789
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
30
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Caracteristicas das actividades_economicas

  1. 1. Taxa de Actividade da População Residente, 2001, em %
  2. 2. Constata-se que na Península de Setúbal e, especificamente, no Barreiro a taxa de atividadeda Península de Setúbal supera a da Grande Região de Lisboa (GRL) e, consequentemente, ado país. Apesar de os valores não serem especialmente elevados, permitem no contextonacional, colocar a Península de Setúbal numa posição bastante favorável. Porém, o valormédio da taxa de atividade de uma região com a amplitude da Península de Setúbal nãorevela a semelhança a nível dos concelhos, escondendo a diferença das realidadesexistentes, mostrando que ainda que ligeiros, posicionam-se distintos dos concelhos queconstituem a região da Península de Setúbal. Deste modo, o concelho do Seixal, em termosde taxa de atividade, destaca-se claramente dos restantes concelhos que constituem aPenínsula de Setúbal, apresentando valores de 54%. No que diz respeito à taxa de atividadedo Barreiro, esta situa-se em torno dos 50%, ainda assim, um valor superior à média nacional(48%), mas ligeiramente inferior às médias observadas da Península de Setúbal (51%) e daGRL (50%). À exceção do Montijo, os níveis de atividade dos restantes concelhos da Penínsulade Setúbal são, na sua maioria, ligeiramente superiores aos do Barreiro, deixando esteconcelho numa posição relativamente desfavorável na região.
  3. 3. Taxa de Actividade da População Residente por Freguesia, Barreiro, 2001, em %A taxa de atividade do Barreiro justifica-se pelas semelhanças na percentagem de 50% dastaxas de atividade das diferentes freguesias da Península de Setúbal. O Barreiro destaca-se(pela negativa, aproximadamente 3% do valor médio de referência), pois 47 habitantes emcada 100 habitantes têm características que conferem capacidades de exercer atividadeslaborais.
  4. 4. Taxa de Emprego da População Residente, 2001, em %Para compreender a evolução geral do emprego e do desemprego da Península de Setúbal, em especial nafreguesia do barreiro, é necessário entender as características da população e dos recursos humanos disponíveisassim como é necessário compreender os indicadores que nos dizem as características económicas e sociais daregião. Neste quadro, o nível de emprego da Península de Setúbal, aparece muito ligado à grande evolução dasindústrias bastante presentes na região, associados aos processos produtivos baseados na fabricação de material detransporte e de equipamentos eletrónicos, como por exemplo, a Ford Volkswagen.
  5. 5. Índice da Taxa de Desemprego da Península de Setúbal (2001-2006)
  6. 6. No período entre 2001-2006, existe uma grande variação de desemprego, no âmbito territorialda Península de Setúbal (PS), é um desempenho satisfatório relativamente aos valores do país,comprovado pela variação média do índice de desemprego da PS ter sido positiva numperíodo considerado, baixando de 115% em 2001, para 101%, em 2006. No que diz respeito aoConcelho do Barreiro, verifica-se que, apesar de seguir a tendência descendente da Penínsulade Setúbal, num período levado em consideração, esta não assume idêntica expressão, tendotipo uma evolução favorável de apenas 2 pontos percentuais, dos118% para os 116%. Éimportante salientar que, em 2006, na Península de Setúbal, dos nove concelhos que acompõem, somente quatro - Sesimbra, Alcochete, Seixal e, em menor medida, Palmela -apresentam taxas de desemprego inferiores à referência (média) nacional, permanecendo aPenínsula de Setúbal, no respetivo período, com uma taxa de desemprego relativa à média dopaís ligeiramente mais alta.
  7. 7. Taxa de Desemprego da População Residente por Freguesia do Concelho do Barreiro, 1991-2001, em %Ao nível das freguesias do concelho, há a registar o bom desempenho, ao nível da taxa de desemprego, da maiorparte delas entre 1991 e 2001 (com exceção de Palhais e Coina). Havendo ainda relevância para o peso dapopulação desempregada à procura do primeiro emprego, que é mais elevado no concelho do Barreiro e nageneralidade das suas freguesias do que a nível nacional ou regional, o que pode ter a ver com o perfilrelativamente desfavorável de habilitações da população do Barreiro, no contexto da GRL.

×