Personalidade e esporte

2.106 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.106
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
201
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Personalidade e esporte

  1. 1. Aline  Arias  Wolff  PERSONALIDADE  E  ESPORTE  
  2. 2. Roteiro      •  Definição    •  Teorias  da  personalidade  •  O  modelo  cogni8vo-­‐comportamental  •  Histórico  da  avaliação  de  personalidade  •  Avaliando  a  personalidade  •  Instrumentos  de  avaliação  •  Personalidade  X  Desempenho  espor8vo  
  3. 3. Definição  •  Conjunto  de  caracterís8cas  que  representam  o  caráter  singular  de  cada  indivíduo  (Cox  in  Weinberg,  2011)  •  Interrelação  entre  os  vários  traços  de  personalidade    Padrões   rela8vamente   persistentes   e   consistentes   de  comportamento   que   se   manifestam   em   uma   vasta  gama  de  circunstâncias  (Cabral  e  Nick,  2006)  •  Organização   dinâmica   dos   sistemas   psicoWsicos   que  determinam   dentro   do   indivíduo   o   seu  comportamento   e   pensamentos   caracterís8cos      É  uma  organização  em  movimento  (Allport,  1937)  
  4. 4. A personalidade diz respeito acaracterísticas da pessoa que explicamsuas regularidades (padrõesconsistentes), em termos desentimentos, comportamentos epensamentos.
  5. 5. •  Como as pessoas se tornam o quesão?•  Por que são como são?– Estrutura– Processo– Crescimento e desenvolvimento– Relação entre genética e ambienteTeorias  da  Personalidade  
  6. 6. •  Estrutura– Aspectos mais estáveis– Sério, brincalhão, honesto...– As estruturas podem ser mais complexasou mais simples.Teorias  da  Personalidade  
  7. 7. •  Processo•  Conceitos motivacionais dinâmicos utilizadospara explicar o comportamento•  Motivos de prazer•  Motivos de crescimento ou auto-realização•  Motivos cognitivosTeorias  da  Personalidade  
  8. 8. •  Crescimento e desenvolvimento (dasdiferenças individuais)•  Determinantes genéticos– Inteligência, temperamento, fazem parteda estrutura...•  Determinantes ambientais– Valores, crenças...– São definidos a partir da interação com acultura, classe social, família e pares.
  9. 9. Mo8vações  Aspectos  ambientais  PERSONALIDADE  Aspectos  estruturais    Desenvolvimento  
  10. 10. Teorias  Psicológicas  e  Personalidade    •  Psicanálise  –  foco  nos  aspectos  inconscientes  e  consolidados   em   fases   iniciais   do  desenvolvimento  •  Humanismo  –  foco  nos  aspectos  mo8vacionais  e  busca  da  autorealização  (Maslow  e  Murray)  •  Behaviriosmo  –  personalidade  como  resposta  ao  meio  •  Cogni8vismo  
  11. 11. O  Modelo  cogni8vo-­‐comportamental  
  12. 12. Sobre a consistência em diferentessituações ao longo do tempo.– As pessoas mudam?
  13. 13. Avaliando  e  compreendendo  a  personalidade  no  contexto  espor8vo  •  Quando  avaliar?  •  Por  que  avaliar?  •  Quem  avalia?  •  Como  se  avalia?  
  14. 14. Histórico  Inventários  de  Personalidade  •  Hipócrates,  filósofo  grego  (480  a.C.),  considerado  o  pai  da  medicina  –  Estudo   do   temperamento   baseado   na   teoria   dos   quatro  elementos  •  Sanguíneo:  expansivo,o8mista,  irritável  e  impulsivo  •  Fleumá8co:  sonhador,  dócil,  preso  aos  hábitos  e  distante  das  paixões  •  Colérico:  ambicioso,  dominador  e  impulsivo  •  Melancólico:  nervoso,  excitável,  pessimista  •  Wundt  –  Baseado  na  teoria  de  Hipócrates,  postulou  duas  dimensões  do  temperamento  •  Intensidade  dos  movimentos  internos  •  Velocidade  de  variação  dos  movimentos  internos  
  15. 15. Temperamento•  “Nós temos a mesma possibilidade deescolha com relação a certos aspectos denossa personalidade, que temos comrelação à forma de nosso nariz ou aotamanho de nossos pés. Os psicólogosdenominam essa dimensão inata dapersonalidade de ‘temperamento’.”(Hamer e Copeland, 1998, p.7 apud Pervin & John, 2003)
  16. 16. •  Eysenck  e  Tipologia  de  Jung     -­‐   Baseado   nos   postulados   de   Wundt,   criou   as   dimensões:  Extroversão,  Introversão  e  Neuro8cismo  •  Big  Five    –  Modelo   mais   difundido   atualmente   para   avaliação   da  personalidade  e  temperamento  -­‐  BFP  –  5  grandes  fatores:    •  Neuro8cismo  •  Extroversão  •  Sociabilidade  •  Escrupulosidade  •  Abertura  para  experiência  Voltada  para  fora  –  comunica8va,  expansiva  Voltada  para  dentro–  reservada,  instrospec8va  Instabilidade  emocional  
  17. 17. Instrumentos  de  avaliação  •  Medidas  de  temperamento  de  Hipócrates  •  Medidas  de  personalidade  validadas  pelo  CFP  – BFP  –  Bateria  Fatorial  de  Personalidade    – IFP  –  Inventário  Fatorial  de  Personalidade  – EFS,  EFEX,  EFN  –  Escalas  de  socialização,  extroversão  e  neuro8cismo  – Testes  proje8vos:  Rorschach,  Zulliger  
  18. 18. •  Ques8onários  de  auto-­‐relato  para  iden8ficação  de  esquemas  disfuncionais  – Inventário  de  esquemas  de  Young  – Ques8onário  de  crenças  •  Entrevista  Psicológica  e  Observação  
  19. 19. Personalidade    X    Desempenho  EsporCvo  
  20. 20. •  Existem   perfis   ideais   de   personalidade   para  atletas?    •  A  personalidade  prediz  desempenho?  
  21. 21. As  respostas  do  cenário  ciensfico  Bara  Filho  (2005),  Weinberg  e  Gould  (2011)  •  Duas  vertentes  •  Não   existem   evidências   que   diferenciam  atletas  de  não  atletas  •  Aspectos   ligados   a   personalidade   podem  predizer   o   sucesso   espor8vo,   mas   os   dados  não  são  precisos,  nem  conclusivos    •  A  personalidade  é  mais  um  dado    
  22. 22. •  O  estudo  compara8vo  de  Schurr,  Ashley  e  Joy,  1977)   demonstra   que   a   personalidade   difere  de  esporte  para  esporte  quando  comparada  a  de  não  atletas.  Indicando:  – Atletas   de   esportes   cole8vos   apresentam   menos  pensamento   abstrato,   são   mais   extrover8dos,  mais  dependentes  – Atletas  de  esportes  individuais  são  mais  obje8vos,  dependentes,   menos   ansiedade   e   menos  pensamento  abstrato  
  23. 23. Personalidade  X  Modalidade  espor8va  •  A   personalidade   pode   influenciar   na   escolha  da  modalidade  •  A   modalidade   pode   influenciar   na  personalidade  •  A   iniciação   é   prematura,   em   uma   idade   em  que   a   personalidade   ainda   não   está   formada                    tendência  baseada  no  temperamento  
  24. 24. #ficaadica  •  Não   existem   instrumentos   mágicos   que   nos  permitam   fazer   generalizações   e   predições  sobre   comportamentos   dos   atletas   e,  sobretudo,  por  seu  RESULTADO!  
  25. 25. OBRIGADA  ALINEARIASWOLFF@GMAIL.COM  

×