Dinâmica de grupo

6.464 visualizações

Publicada em

Curso Ciências do esporte e mundus esportivus

Publicada em: Educação
0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.464
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
143
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dinâmica de grupo

  1. 1. DINÂMICA  DE  GRUPO  
  2. 2. Dinâmica  de  Grupo  As  dinâmicas  são  instrumentos,  ferramentas  que  estão  dentro  de  um  processo  de  formação   e   organização,   que   possibilitam   a   criação   e   recriação   do   conhecimento.  Neste   caso   especiHico,   dinâmica   de   grupo   é   uma   ferramenta   que   permite   estudar  grupos,   equipes.   Pelo   fato   de   haver   interação   e   inHluencia   mutua,   os   grupos  desenvolvem   processos   dinâmicos   variados   que   os   separam   de   um   conjunto  aleatório  de  indivíduos.  Estes  processos  incluem  normas,  papéis  sociais,  relações,  necessidade  de  pertencer,  inHluencia  social  e  feitos  sobre  o  comportamento.  As  dinâmicas  de  grupo  contribuem  para  facilitar  e  aperfeiçoar  a  ação  dos  grupos,  em  virtude   do   seu   poder   de   ativação   dos   impulsos   e   motivações   individuais   das  dinâmicas  interna  (indivíduo  -­‐  grupo)  e  externa  (grupo  –  grupo/  grupo  -­‐  instituição),  de   forma   a   potencializar   a   interação   das   forças   existentes   no   grupo   e   melhor  direcionar  estas  para  as  metas  estabelecidas.  
  3. 3. Dinâmica  de  Grupo  Grupo   é   a   associação   humana,   pela   necessidade   de   proximidade   de   solucionar  problemas,  e  tem  sempre  um  objetivo  em  comum.  Pensar   na   unidade   de   metas   implica  ter   a   clareza   de   que   nem   todo  agrupamento  é  grupo,  pois  os  bandos  se  agrupam,  mas  dispersam  cada  qual  para   o   seu   lado.   Há   um   fator  determinante   na   conceituação   de  grupo:   a   INTERAÇÃO,   que   conecta  atletas,   técnico   e   comissão   técnica,  porém  as  características  individuais  e  ambientais   não   são   uma   simples  somatória   dos   dois   fatores,   mas   sim,  uma   interação   constante   e   dinâmica  entre  o  individuo  e  o  meio  ambiente.  O  resultado   deste   dinamismo   produz  modiHicações  nas  duas  partes.  
  4. 4. Dinâmica  de  Grupo  •   GRUPO  ESPORTIVO  Rossum  &  Murphy  (1994)  citados  por  Brandão  (1996),  deHinem  Grupo  Esportivo  com  um   sistema   dinâmico   que   deve   ser   observado   dentro   de   um   contexto   sócio-­‐psicológico,  uma  vez  que  depende  da  composição  pessoal  do  grupo,  das  atividades  desenvolvidas   pelo   grupo,   da   forma   como   estas   atividades   são   desenvolvidas,   dos  papéis   desempenhados   pelos   componentes   do   grupo   e   pela   forma   de   inter-­‐relacionamento  entre  os  membros.  Esta  visão  assegura  que  o  grupo  não  pode  e  não  deve   ser   considerado   como   a   simples   soma   de   indivíduos   com   qualidades   e  habilidades  Hísicas,  técnicas,  táticas  e  psicológicas  deHinidas.  
  5. 5. Dinâmica  de  Grupo  A   Dinâmica   de   grupo   proporciona   aprendizagem   diversa   aos   membros   do   grupo,  tanto   no   sentido   da   vivência   pessoal   (autoconhecimento),   como   na   interpessoal  (percepção  do  outro).  A  Dinâmica  atua  em  duas  frentes:  teórica  e  prática.  
  6. 6. Dinâmica  de  Grupo  O  esporte  faz  parte  do  sociogrupo,  é  um  grupo  organizado,  que  tem  interesse  pelo  rendimento  da  equipe,  por  seu  entrosamento  e  pela  interpretação  do  time  como  grupo  em  termos  de  conjunto  e  produtividade.  
  7. 7. Dinâmica  de  Grupo  Para  se  compreender  ou  modiHicar  o  comportamento  grupal,  é  necessário  conhecer:  •   A  natureza  dos  grupos;  •   O  seu  funcionamento;  •   A  relação  individuo/  grupo;  •   A  relação  grupo/  sociedade.  Assim,  se  os  jogadores  tiverem  algum  tipo  de   problema   com   o   técnico,   criará   uma  situação   de   conHlito   entre   os   dois   lados  (técnico   X   jogadores)   que   irá   repercutir  nos   comportamentos   individuais,   caindo  a  performance  de  cada  jogador,  e  por  sua  vez,   no   comportamento   coletivo,  prejudicando  a  equipe  como  um  todo.  
  8. 8. Dinâmica  de  Grupo  Alem   das   características   individuais,   as   inHluencias   externas   têm   grande   peso   na  dinâmica  do  grupo,  como  segue:  •   Torcida;  •   Clima;  •   Importância  da  partida;  •   Jogar  contra  adversários  considerados  fortes.  
  9. 9.                                                                                                                                  A                                                                            B    INTER  =  entre                                                                                  C    DEPENDÊNCIA=  esta  ligado  à                  A  =  B=  C  semelhança            A  =  B  =  C  diferença  A  força  de  um  grupo  composto  por  personalidade  fortes  pode  formar  um  grupo  gestalt  fraca,  ao  passo  que  um  grupo  formado  de  personalidade  fracas  poderá    Outra  característica  que  deHine  um  grupo  é  a  interdependência  de  seus  membros  e  não  a  semelhança.  Dinâmica  de  Grupo  
  10. 10. Dinâmica  de  Grupo  Um   grupo   não   é   uma   realidade   estática,   é   um   processo   em   desenvolvimento,   ou  conforme  designado  por  Lewin,  é  um  processo  quase-­estacionário.  Cada  vez  que  há  uma  mudança  em  seu  grupo,  há  um  balanceamento  no  equilíbrio,  o  que  o  torna  semi-­‐estacionário.  Albert   Carron   diz   que   para   se   compreender   um   grupo   esportivo   se   faz   necessário  saber   sua   natureza   e   operação,   bem   como   a   forma   como   seus   membros   se   inter-­‐relacionam  dentro  e  fora  do  grupo.  
  11. 11. Dinâmica  de  Grupo  Os  indivíduos  que  compõe  o  grupo  trazem  suas  características  psicológicas,  Hísicas  e  sociais,   a   partir   dessa   avaliação   podemos   avaliar   o   grau   de   heterogeneidade   e  compatibilidade.  A   coesão   é   o   principal   fator   de   inHluencia   em   um   grupo   esportivo,   bem   como   de  qualquer  outro  tipo  de  relação  grupal.    
  12. 12. Dinâmica  de  Grupo  BIBLIOGRAFIA:    ANDRADE,   Suely   Gregori.   Teoria   e   prática   de   dinâmica   de   grupo   jogos   e  exercício.  São  Paulo:  Casa  do  Psicólogo,  2007.  ANGELO,  L.  F.&  RUBIO,  K.  Instrumentos  de  avaliação  em  Psicologia  do  Esporte.  São  Paulo:  Casa  do  Psicólogo,  2007.  SAMULSKI,   D.M.   Psicologia   do   esporte:   manual   para   a   educação   ?ísica,  psicologia  e  ?isioterapia.  Barueri,  SP:  Editora  Manole,  2002.  VALLE,   M.   P.   Dinâmicas   de   grupo   aplicada   à   Psicologia   do   Esporte.   São   Paulo:  Casa  do  Psicólogo,  2007.  WEINBERG,R.S.   &   GOULD,D.   Fundamentos   da   Psicologia   do   esporte   e   do  exercício.  Porto  Alegre:  Artemed  Editora,  2a.  ed,  2001.  
  13. 13. OBRIGADA!  Contato:      anna.paula.fernandes@terra.com.br    aline.vallim@globo.com      9987-­‐1980  

×