ZOOnews                                                                                      jornal do 29˚ congresso brasi...
editorial                                                                                     artigo                      ...
OOne         sentrevista                                                                                          fotos: d...
zoo dicas                                                                                       homenagem                 ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Zoonews Edição 2

476 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
476
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Zoonews Edição 2

  1. 1. ZOOnews jornal do 29˚ congresso brasileiro de zoologia 6 de março de 2012 – n. 2 – salvador /baA ENCICLOPÉDIADA VIDAjornal do 29˚ congresso brasileiro de zoologia 6 de março de 2012 – n. 2 – salvador /ba Projeto visa reunir em uma página da internet informações sobre todas as espécies conhecidas O s apaixonados de dados no EOL, a sobre a importância da cies biológicas. Além de por tecnologia integrante do projeto preservação das espé- textos, o site conta com garantem que, no Gisele Yukimi Kawauchi, cies”, reitera Gisele. áudios e vídeos, além futuro próximo, pesquisadora brasileira da O ambicioso projeto, cria- de atividades interativas, basta posicionar a câmara Universidade de Harvard, do pelo Instituto Smith- jogos e guias de campo, do celular ou do com- apresenta a conferência sonian de Washington, glossário, etc. O acesso putador sobre um ser magna Projeto Encyclo- em 2008, já conta com é livre e gratuito. Infor- vivo para obter todas as pedia of Life, no dia 6 de mais de 900 mil espé- mações: www.eol.org. informações necessárias março, às 9 horas, no cies catalogadas, com # e disponíveis sobre ele. Auditório Iemanjá. informações oriundas de Até lá, contudo, uma De acordo com a pes- diversas bases de dados iniciativa importante já faz quisadora, o projeto de museus, sociedades muitos “olhos brilharem”. demonstra o quão pouco científicas, pesquisa- É o Encyclopedia of ainda conhecemos a res- dores, dentre outros. Life (EOL), um tipo de peito da biodiversidade do O EOL tem uma parce- “Wikipédia” cujo objetivo nosso planeta, uma vez ria, por exemplo, com O EOL contém é reunir em uma pá- que são estimadas cerca o Consórcio do Código 936.964 páginas gina da internet todas as de oito milhões de espé- de Barras da Vida, uma 201 parceiros informações conhecidas cies na Terra, mas apenas iniciativa internacional 1.258,758 fotos e confiáveis sobre uma somente um quarto é que desenvolve códigos 53.974 membros determinada espécie. conhecida pela ciência. de barras de DNA como 1.756 coleções Para impulsionar as pos- “O projeto pode ajudar na um padrão global para a sibilidades de divulgação conscientização de todos identificação das espé- Dados de 29 de fevereiro de 2012
  2. 2. editorial artigo DIVERSIDADE E COGNIÇÃO* Geralmente, questionamos sobre o Apesar de entendermos que temos inteli- nem sempre ser inteligente papel da biodiversidade em nossa vida gências múltiplas, boa parte dos cientistas significa prever um proble- prática. Uma forma fácil de compre- entende que há uma forma quase única para ma e aprender uma resposta endermos como nossa sobrevivência se chegar a tais inteligências. Um relati- que antecipa a solução. Nem depende direta e indiretamente da con- vo consenso reza que nossa percepção, sempre ser inteligente significa servação da espécies é observarmos decisão e ação inteligentes seriam coman- ter a cabeça cheia de infor- o serviço de polinização promovido dadas por módulos cognitivos, conjunto mações. Há uma informação pelas abelhas. de mecanismos que funcionam de forma que evolui nos sistemas vivos Cerca de 80% dos produtos que utili- relativamente autônoma dentro do sistema que não está presente neles, zamos em nossa alimentação diária e nervoso. Cada uma de nossas supostas mas sim na conexão entre o outros destinos (frutas, grãos incluindo inteligências seria um destes módulos. ser vivo e o mundo. Estamos o café, fibras, biocombustíveis, diversos Tais módulos seriam fruto da evolução: muito habituados com a ideia produtos industrializados, etc.) depen- ambientes arcaicos teriam moldado nossa de que guardamos dentro de dem direta ou indiretamente da ação percepção do mundo, o que nos levaria a nós informação sobre o mundo desses insetos polinizadores, e para a ser, por exemplo, bebês com inteligência (genes, memórias), mas o que grande maioria das espécies botânicas, social aguçada, especialmente atentos à parte dos estudos sobre cog- sem as abelhas, sua produção seria mínimas variações do rosto e das expres- nição animal está mostrando é nula. sões faciais humanas. Para viver em um que existe ainda outro tipo de Igualmente, todos os animais que se ambiente complexo, teríamos centenas de informação que não está dentro alimentam de frutas e grãos polini- módulos lidando com um aspecto particular de nós, que não representa o zadas dependem diretamente desse de nosso ambiente: detecção de contornos, mundo, posto que ela só se serviço, e os animais que se alimentam de cantos, de movimento, de sexo e idade e configura no momento exato desses animais frugívoros e granívo- estado de ânimo no tom da voz. da interação com o o mesmo. ros dependem indiretamente. Por sua Se a inteligência é modular, aumentos na Há uma espécie de inteligência vez, as plantas precisam da polinização capacidade cognitiva são obtidos via multi- externa, e essa terceirização do para sua reprodução e manutenção de plicação de módulos especializados para o processamento de informação, variabilidade genética. desempenho de tarefas de sobrevivência e que passa a ser realizado fora Esse é um bom exemplo de teias reprodução. Isso sugere, mesmo que indire- do sistema nervoso, permi- alimentares que podemos usar para tamente, que animais muito simples, peque- te que pequenos sistemas mostrar aos nossos filhos os benefí- nos invertebrados como formigas, aranhas nervosos tenham capacidade cios da conservação da biodiversidade. ou caramujos, seriam pouco interessantes de processar grandes quan- Assim, quando formos comer um belo como objeto de estudo para as ciências tidades de informação. Um sanduíche, teremos consciência que cognitivas já que, no mínimo, não haveria bom exemplo disto seriam as os produtos utilizados na preparação espaço físico em seus diminutos sistemas aranhas, que constróem teias desse alimento passaram por todo nervosos para a presença das centenas de elaboradas de tal modo que esse processo, incluindo a carne, já módulos especializados que nos tornam tão possam navegar nela com um que muitos produtos utilizados como plásticos, adaptáveis a condições variadas. mínimo de gastos. ração animal são também dependentes Isso não impede que, no nível que compete Esse tipo de informação co- de polinização. Salvem as abelhas! a estes pequenos animais, tenham surgido nectiva também evolui darwi- seus “pequenos gênios”, como as abelhas nianamente. Neste sistema, e seu sistema comunicativo complexo, os alterações na organização polvos e sua reconhecida cognição espacial, interna ou na ordenação do ou mesmo algumas ainda pouco conhecidas ambiente levam a novidades aranhas papa-moscas, também com habili- evolutivas instantâneas. Mu- dades cognitivas surpreendentes. danças evolutivas no contexto Tais habilidades extraordinárias em peque- produzem novos significados FAVÍZIA FREITAS DE OLIVEIRA nos seres vivos seriam apenas as exceções para a ação, mesmo que ela COMISSÃO ORGANIZADORA DO 29º CBZ que confirmam a regra, ou as mentes em permaneça inalterada. Em um miniatura destes animais teriam alguma li- sistema ampliado, talvez seja ção a dar aos seus geniais irmãos de grande mais adequado falar não na porte? evolução da informação, mas Zn O que os estudos em pe- sim na evolução do sentido emEXPEDIENTE Assessoria de Comunicação/Imprensa Jornalista responsável: Mariana Alcântara DRT-BA 2962 quenas mentes parecem nos um mundo ou, se preferirem, ZOOnews Estagiária de Jornalismo: Mariana Sebastião Monitores: Fernanda Barreto e Gabriel Rocha mostrar é que há muitos da evolução de um mundo em Zoo News Informativo oficial do XXIX Congresso Brasileiro de Zoologia Tiragem: 1000 exemplares Webdesign: Daniel Amorim Projeto Gráfico/Paginação: Jonas Santos caminhos diferentes para sentidos diversos. Endereço: Rua Barão de Geremoabo, 147, Campus de Ondina, Instituto de Biologia. Cep.: 40.170-290 – Salvador/BA Presidente: Rejâne Maria Lira da Silva se alcançar uma inteligência Tel.: (71) 3283-6549 E-mail: imprensacbz2012@gmail.com Presidente da Comissão Científica: Carla Menegola Presidente de Honra: Tania Kobler Brazil surpreendente. O estudo * Hilton Ferreira Japyassú Institutos de Biologia da UFBA e de Site: www.cbz2012.com.br Blog: cbznabahia2012.wordpress.com Primeira Secretária: Favízia Freitas de Oliveira Segunda Secretária: Rita Farani Assis de micro-cognições em Psicologia da USP Foto Capa: Dalmo Santana Colaboração: Marcos Fontoura e Raíza Tourinho Primeira Tesoureira: Marlene Campos Peso de Aguiar Segundo Tesoureiro: André Luís da Cruz modelos biológicos simples japyassu@ufba.br Assessoria: Maria Dulcinéia Sales dos Santos Design gráfico: David Lira Marques leva à conclusão de que2
  3. 3. OOne sentrevista fotos: divulgaçãoSaiba mais sobrecognição animal comLUDWIG HUBERAtração científica internacional do 29º CBZ, o biologista cognitivo Ludwig Huber, daUniversidade de Medicina Veterinária de Viena, na Áustria, concede entrevista ao ZooNews e fala sobre sua participação no evento. Ele apresenta uma conferência magnanesta terça (6/03), às 9h, no Auditório Iemanjá, e o minicurso Animal Cognition durantetodos os dias do evento. Com pesquisa focada no estudo experimental e comparativoda cognição animal, Huber tem trabalhado com uma grande variedade de animais comopombos papagaios e saguis. Confira abaixo algumas de suas ideias! A ciência descobriuao falarmos sobre cognição muitas habilidadesanimal, de que aspectos da cognitivaspsicologia animal estamos semelhantes às dostratando?Cognição se refere aos adquirem, processam, humanos em animais”mecanismos pelos quais armazenam e agem sobre aanimais adquirem, proces- informação. Estes incluem Ludwig Hubersam, armazenam e agem percepção, aprendizado,sobre a informação (do memória e processos de trabalhando, por exemplo,meio ambiente). O que tomada de decisão. em cognição primata.inclui percepção, aprendi- matas, mas alguns podemzado, memória, e processos Quem foram os primeiros Atualmente, quais são as também gostar de nossasde tomada de decisão. pesquisadores neste campo? maiores contribuições feitas mais novas descobertas em Isso depende de qual cam- pelas pesquisas nessa área? cognição canina. OutrosHoje, quais os principais in- po. Há muitos psicólogos A ciência descobriu muitas estarão mais interessadosteresses dos cientistas quan- comparativos, behavioris- habilidades cognitivas se- em cognição perceptiva.do se dedicam à pesquisa tas, etologistas, fisiologistas, melhantes às dos humanos Eu gostaria de falar sobresobre cognição animal? primatologistas que estu- em animais, como a teoria todos estes aspectos eObserva-se que há uma daram alguns aspectos da da mente, a tomada de acentuar o valor da pesqui-variedade de disciplinas cognição em animais. Por perspectiva, o aprendizado sa comparativa.– como cognição animal, exemplo, Wolfgang Köhler, social, a comunicação vocalaprendizado animal, neu- no começo do século XX, e não-vocal, o aprendizado Com relação ao minicurso,rociência comportamental, estudou a “Mentalidade dos social incluindo imitação o que será tratado e comopsicologia comparativa, Símios”. Mas até Darwin e e emulação, processos cul- você pensa que vai contri-epistemologia evolutiva, seu amigo Romanes eram turais, uso de ferramentas buir para a formação dosprimatologia, dentre outras interessados em cognição e mesmo manufatura de participantes?– investigando o compor- animal. ferramentas, habilidades Eu vou tentar cobrir ostamento e mentalidade de navegacionais utilizando vários aspectos da pesquisaanimais humanos e não- Quais são os principais gru- mapas cognitivos, cate- em cognição animal, como-humanos sem compro- pos de pesquisa trabalhan- gorização, conceitos e o estudo comparativo dametimento exclusivo com do nessa área? Quais países competências numéricas, cognição em animais,simbolismo, adaptacionis- e instituições se destacam consciência e auto-reco- empatia, teoria da mente,mo ou nativismo. Os estu- na pesquisa em cognição nhecimento (no espelho). comunicação e linguagem,diosos não estão preocupa- animal? etc. O quanto os estudan-dos com questões teóricas Há vários a enumerar. Quais aspectos de sua con- tes vão aproveitar disso vailevantadas por filósofos. Estados Unidos, Canadá, ferência o senhor considera depender do que eles jáSua posição principal é que Grã-Bretanha, Alemanha, que irão chamar a atenção sabem, de quais são seusprocessos cognitivos são França e Itália têm nume- do público do 29º CBZ? principais interesses naprodutos de seleção natural. rosos grupos de pesqui- Eu admito que alguns universidade. Eu vou tentarA cognição é caracterizada sa em cognição animal. primatologistas no Bra- adaptar meu curso para ocom referência aos meca- Mas também há grandes sil estão interessados em interesse e nível de conhe-nismos pelos quais animais pesquisadores no Brasil, nossa pesquisa sobre pri- cimento deles. 3
  4. 4. zoo dicas homenagem fotos: divulgação foto: divulgação É o segundo prê- mio que recebo. O primeiro foi em um congresso que ocorreu em Santa Catarina. Há mui- Caldeirão de ritmos, noite de Salvador to tempo não vou a nenhum evento pelo Brasil. Quando possui opções para todos os gostos soube da homenagem, fiquei surpresa, porém, muito feliz com a lembrança” erika schlenz P ara quem gosta de para o mar do bar Ali do Lado é disputada. Grupos Erika Schlenz possui doutorado em Ci- apreciar uma boa de MPB, rock e samba dividem o palco e, para ências Biológicas, com especialização em música e curtir refrescar, a dica é a caipirosca de morango. A casa Zoologia. Atualmente tem experiência na uma festinha com os possui opções variadas de comida: diferentes tipos área zoológica, com ênfase em Taxonomia, amigos, a Zoo Dica de de bruschetta e escondidinho de carne do sol. atuando principalmente nos seguintes hoje pode ser muito Para aqueles que curtem uma linda paisagem, a campos: Annelida, Hirudinea, Piscicolidae, interessante. Salvador dica é visitar o Museu de Arte Moderna, o MAM, Tartarugas e Raias. Lecionou na Universi- guarda em seus cantos localizado no Solar do Unhão, Avenida Contorno de dade de São Paulo por 35 anos e trabalhou e encantos baladas para Salvador. Lá é o melhor lugar para apreciar a Baía com traduções de livros importantes como todos os gostos. E o de Todos-os-Santos. Depois, os visitantes podem “Zoologia Geral” e “Os Invertebrados: uma melhor de tudo: sem se divertir, a partir das 18 horas, ao som do mais síntese”. pesar no bolso! Por delicioso jazz do “Jam no MAM”. Ingressos custam também ser nomeada R$ 5,00 ou R$ 2,50 (meia). de “Cidade do Axé”, Opção mais dançante não poderia faltar. O Sankofa há quem pense que African Bar, no Pelourinho, é um ambiente diferente Tagea Kristina Simon Björnberg possui Salvador toca apenas que explora uma nova proposta do afro-chic. Com licenciatura, bacharelado em História Na- um ritmo. vista belíssima para os casarões coloniais, o local tural pela Faculdade de Filosofia, Ciências No entanto, quem já vi- atrai os mais diversos públicos. Trata-se de um ver- e Letras da USP Doutorado na Pós-Gradu- . sitou a Borracharia sabe dadeiro caldeirão musical. Samba, semba, kuduro e ação em Ciências da mesma universidade. muito bem que isso é outros ritmos africanos agitam a noite de Salvador. Foi, com outros pesquisadores da área, co- um ledo engano. Situado laboradora da obra “Biodiversidade e Ecos- no boêmio bairro do Rio sistemas Bentônicos Marinhos do Litoral Vermelho, o local já sur- ZOO DICA DO DIA Norte de São Paulo, Sudeste do Brasil”. preende por um detalhe curioso: o seu nome não Borracharia foto: divulgação Rua Conselheiro Pedro Luís, 101-A “Infelizmente, já é por acaso. Durante Rio Vermelho estou nos meus 87 o dia, o local funciona Sextas e Sábados, das 0h às 5h anos, muito velhinha, realmente como uma e não tenho condições borracharia, e quando Jam no MAM de fazer viagens para chegam as noites das Av. Contorno, s/n, Solar do Unhão congressos. Estou sextas os sábados, DJs Todos os sábados, a partir das 18h muito agradecida de música eletrônica Bar Ali do Lado pela especial lem- animam a galera, que se Rua da Paciência, 233, Rio Vermelho brança e homenagem abastece de caipiroscas Quartas a domingos, das 19h às 5h que será feita a mim. de tangerina ou acerola Espero que o 29º CBZ e muita cerveja. Sankofa African Bar seja um sucesso! Ainda no Rio Vermelho, Ladeira de São Miguel, 7, Pelourinho tagea kristina simon a varanda com vista A partir das 19 horas björnberg REALIZAÇÃO: APOIO: ORGANIZADORA E OPERADORA DE TURISMO OFICIAIS:4

×