SlideShare uma empresa Scribd logo
MÓDULO 0:
1- É correto falar sobre linguagem
I. A humanidade evoluiu culturalmente através da linguagem; Devido a
linguagem, as experiências humanas são contínuas e resultam em um
desenvolvimento muito mais rápido.
II. A linguagem não é inata; É passada de ser humano para ser humano.
III. A linguagem é mais que a emissão de palavras pode ser verbal
3- A eficácia da comunicação depende:
I. Do entendimento da mensagem por parte do destinatário; É responsabilidade do
receptor garantir que o entendimento da mensagem.
II. Da pré-disposição do destinatário, desde que possível, em entender a mensagem;
III. Do uso de um código comum entre as partes: “Falar a mesma língua”
5- Assinale a alternativa correta:
I. Coesão é o emprego adequado dos tempos e modos verbais e dos pronomes,
conjunções, preposições e artigos.
II. Discurso direto é a reprodução da fala, que é feita por um narrador (ou seja, quando
as personagens só falam através de um narrador).
III. Discurso indireto é exata reprodução da fala. Neste caso, usa-se dois-pontos e
travessão.
9- Um texto é formado por diversos fatores. Um deles é o canal que se refere:
10- O receptor é dos fatores de um texto. O receptor se refere:
11- A mensagem se refere:
12- O emissor é um dos fatores do texto que se refere:
14- Assinale a alternativa que descreve a Função Fática:
16- Existem 3 tipos de textos. Verifique a correta explicação sobre cada um deles
I. I. A narração visa constituir uma imagem, expor características de pessoas, objetos,
lugares, situações etc.; Por isso, o seu foco está nos atributos (perfil de personalidade,
comportamento, fisionomia, cor, cheiro etc.); Neste caso predominam os verbos de
ligação e ocorre o emprego de metáforas, comparações e demais figuras de
linguagem.
II. II. A descrição tem foco em ocorrências, em fatos; envolve acontecimentos em um
determinado espaço de tempo (sucessão temporal); Predominam os verbos de ação;
Neste tipo de texto são encontrados elementos como narrador, personagens, enredo,
cenário e tempo; Uma narração pode conter descrições.
III. III. O texto dissertativo visa convencer o leitor, apresentando uma ideia e a
defendendo através de argumentos, comparações e defesa de um ponto de vista;
MÓDULO 1 – A Comunicação Empresarial no Século XXI: Desafios e Tendências
1- A comunicação dentro das empresas é tão importante que as empresas precisam
estar atentas aos novos modelos de gestão e de produção. Por essa razão, faz-se
necessário que os funcionários se especializem em suas respectivas áreas, pois:
I. Funcionários especializados em suas funções entregam mais valor ao
produto final entregue ao consumidor, o que permite que a imagem corporativa seja
valorizada.
II. O “capital intelectual” é formado pelos funcionários que são os responsáveis
pela entrega do resultado positivo dos processos de produção de uma empresa.
III. Quanto mais especializado for o “capital intelectual” de uma empresa, mais e
melhor ela produz e com menos custo.
É correto afirmar que:
4- A empresa deve se preparar muito bem para as questões que a envolvem. Para
tanto, tem de se atualizar e se informar por meio de diversas fontes, para que melhor
possa tomar suas decisões. No que tange às questões internas, ela precisa possuir
uma boa estrutura interna de comunicação, para que a informação possa fazer toda a
diferença, frente à concorrência, aumentando seus resultados positivos. Para que isso
ocorra, ela se fortalece por meio:
7- Nas últimas décadas a Comunicação Empresarial tem passado por diversas
transformações, fruto da concorrência cada vez mais acirrada, da exigência cada vez
mais crescente da classe consumidora e por conta da introdução de novos processos
tecnológicos. Como se não bastasse, as empresa têm se obrigado a cada vez mais
buscar novas alternativas de manutenção em seu mercado de atuação, atendendo
cada vez mais públicos, diversificando cada vez mais sua gama de bens de consumo
ofertados ao mercado. Tudo isso tem forçado que as empresas também se adaptem a
novos discursos, novas linguagens, e a novos conteúdos.
Por conta disso, o gestor de comunicação empresarial tem de ter conhecimento e
habilidades em comunicação, possuir uma visão ampla do mercado e de negócios,
além das habilidades de suas funções na empresa. Também deve saber planejar a
comunicação, de forma estratégica, eficiente e rápida, para que a empresa se
mantenha competitiva.
Com base nas afirmações acima, podemos afirmar que:
8- O Prof Bahia afirma que “O que se denomina comunicação empresarial é, assim, o
conjunto de modelos ou instrumentos de ação que a empresa utiliza para falar e se
fazer ouvir. Interna ou externamente, a informação prestada por ela corresponde a
uma estratégia.” Diante dessa frase, qual das afirmativas abaixo reflete o pensamento
do autor?
MÓDULO 2- Construindo frases; construindo textos:
1- Leia atentamente o trecho abaixo e responda a questão que segue:
(...) Escrever é uma atividade que exige um movimento para o outro, definindo
este outro como seu interlocutor. (...) ... o desenvolvimento das idéias e a
distribuição dos tópicos, a seleção lexical, a contextualização, o estilo que vão
produzindo a adequação da escrita. (...) Escrever não é fazer frases isoladas
ou combinar formas apenas, mas produzir textos que sejam compreensíveis.
[ANTUNES, Irandé (1937 - ). Lutar com palavras: coesão e coerência. São
Paulo, Parábola Editorial, 2005, p.11-13]
ANTUNES aborda com propriedade as questões que envolvem a correta
construção de um texto. Ao quê, na verdade, ela se refere no texto acima?
2- Qual é a afirmativa, das abaixo apresentadas que melhor define a coerência?
3- Qual é a afirmativa, das abaixo apresentadas que melhor define a coesão?
4- As frases da primeira coluna contêm algum tipo de problema, cujas definições
estão na segunda. A sequência correta é:
8- Leia atentamente o texto abaixo e responda a questão que segue:
A substituição lexical
A substituição de uma unidade lexical por outra é, também, um recurso coesivo, pelo
qual se promove a ligação entre dois ou mais segmentos textuais. Implica, pois, como o
próprio nome indica, o uso de uma palavra no lugar de uma outra que lhe
seja textualmente equivalente.
Pela substituição se consegue, portanto, a volta a uma referência ou a uma predicação
já feitas no texto e, por isso, ela é reiterativa. Tal como a repetição, a substituição é um
recurso da continuidade do texto, ou, ainda, uma outra forma de se mostrar que dois ou
mais segmentos são semanticamente inter-relacionados.
Mas a substituição não é apenas um expediente que se usa para evitar a repetição de
palavras nem constitui um simples expediente de troca de elementos no percurso do
texto, mesmo que esses elementos sejam sinônimos. Substituir uma palavra por outra
supõe um ato de interpretação, de análise, com o objetivo de se avaliar a adequação do
termo substituidor quanto ao que se pretende conseguir.
Fonte: ANTUNES, Irandé (1937 - ). Lutar com palavras: coesão e coerência. São
Paulo, Parábola Editorial, 2005, p. 96-97
ANTUNES afirma que ao substituir uma palavra por outra, devemos:
MÓDULO 3 – Tipos de textos e suas finalidades
1- Qual é a característica principal de um texto descritivo?
2- Qual é a característica principal de um texto narrativo?
3- Qual é a característica principal de um texto dissertativo?
6- Qual tipo de texto predomina em notas fiscais, orçamentos e demonstrativos de
pagamentos, documentos esses emitidos pelas empresas?
MÓDULO 5- Elementos constitutivos da comunicação e o ruído na comunicação
2- O que é decodificação?
5- Qual é a definição de ruído em comunicação?
MÓDULO 7 – Oratória, Comunicação Interna e Externa
1- Observe a seguinte afirmação:
As empresas que fracassam com o público acabam-se prejudicando
financeiramente. Há cinco passos fundamentais que toda organização pode
usar para iniciar o processo de planejamento de crises. O mais importante é
convencer a administração superior. A regra básica das comunicações de
crises é: conte tudo e depressa. No decorrer do tempo, as empresas que
fazem isso e demonstram empatia saem-se melhor.” [CORRADO, Frank M. A
força da comunicação: quem não se comunica... Trad. Bárbara Theoto
Lambert. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 1994. Título original: Getting
the Word Out, How Managers Can Create Value with Communications. p. 199]
Qual é a mensagem central de Corrado, na frase em destaque?
2- Observe a seguinte afirmação:
“Pensando no cliente e na continuidade da empresa, no mercado, e sabendo que
conflitos de interesse entre departamentos são inevitáveis, toda empresa deve
cultivar a competitividade departamental, por meio da comunicação interna”. Tal
afirmação:
I. Compreende a forma mais eficaz que uma empresa pode adotar para
obter resultados cada vez mais expressivos em seu setor econômico.
II. Evidencia que ‘pensar no cliente’ permanece como foco exclusivo do
marketing.
III. Não reflete o real comportamento que uma empresa deve cultivar em
seu interior, pois, dessa forma, não há como a empresa ‘pensar no cliente’, e
isso refletirá na imagem corporativa.
É correto afirmar que estão corretas as alternativas:
4- Observe a seguinte afirmação:
“Uma organização comunica-se de forma perfeita, quando os empregados
se comunicam de maneira contínua e informal com os escalões superiores,
inferiores e de mesmo nível da organização: e quando os empregados e
gerentes contam a mesma história da empresa para os clientes, os
acionistas, o governo, a comunidade e outros públicos.”
[CORRADO, Frank M. A força da comunicação: quem não se
comunica... Trad. Bárbara Theoto Lambert. São Paulo: Pearson
Education do Brasil, 1994. Título original: Getting the Word Out, How
Managers Can Create Value with Communications. p. 5]
Qual é a mensagem central de Corrado, na frase em destaque?
5- Abaixo há afirmativas que são verdadeiras ou falsas. Escreva “F” para as
alternativas falsas e “V” para as verdadeiras:
( ) A Comunicação Empresarial interna tanto pode ser na horizontal, ou
lateral, como na vertical. Esta última pode ser de duas formas:
ascendente e centrífuga e também descendente e centrípeta.
( ) A Comunicação Empresarial interna funciona como base de
sustentação para a Comunicação Empresarial externa, e
também é considerada como um fator estratégico no sucesso
dos negócios.
( ) As pessoas, assim como as organizações, podem se comunicar por
diversas formas e meios e nunca podem utilizar a
comunicação verbal e a comunicação não verbal.
Assinale a sequência que corresponde à resposta de cada afirmativa:
7- O objetivo do PICE – Plano Integrado de Comunicação Empresarial é:
8- Pensando-se em oratória, é importante que tenhamos uma preparação prévia
da nossa apresentação, durante uma reunião na empresa, por exemplo. Além
disso, precisamos:
I. Escolher o tema que será discutido, incluindo nossos interesses no
assunto, visando promoção futura.
II. Planejar e organizar a apresentação, tomando o cuidado com a
linguagem a ser utilizada e que será compreendida pelo público.
III. Preparar um esboço do conteúdo da apresentação, incluindo anotações
extas, em uma ficha.
Podemos afirmar que

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Comunicação dirigida escrita na empresa
Comunicação dirigida escrita na empresaComunicação dirigida escrita na empresa
Comunicação dirigida escrita na empresa
rickinha
 
MEIOS DE COMUNICAÇÃO DA EMPRESA
MEIOS DE COMUNICAÇÃO DA EMPRESAMEIOS DE COMUNICAÇÃO DA EMPRESA
MEIOS DE COMUNICAÇÃO DA EMPRESA
Ninho Cristo
 
Instrumentos de Comunicação Externa
Instrumentos de Comunicação ExternaInstrumentos de Comunicação Externa
Instrumentos de Comunicação Externa
Germana Eiriz
 
Comunicação Administrativa e Relações com a Mídia
Comunicação Administrativa e Relações com a MídiaComunicação Administrativa e Relações com a Mídia
Comunicação Administrativa e Relações com a Mídia
Daniela Ribeiro
 

Mais procurados (19)

A COMUNICAÇÃO INTERNA COMO FERRAMENTA DE GESTÃO ENTRE UNIDADES: O Caso Locarx
A COMUNICAÇÃO INTERNA COMO FERRAMENTA DE GESTÃO ENTRE UNIDADES: O Caso LocarxA COMUNICAÇÃO INTERNA COMO FERRAMENTA DE GESTÃO ENTRE UNIDADES: O Caso Locarx
A COMUNICAÇÃO INTERNA COMO FERRAMENTA DE GESTÃO ENTRE UNIDADES: O Caso Locarx
 
Comunicação nas empresas
Comunicação nas empresasComunicação nas empresas
Comunicação nas empresas
 
A comunicação empresarial como ferramenta estratégica: Plano de Comunicação I...
A comunicação empresarial como ferramenta estratégica: Plano de Comunicação I...A comunicação empresarial como ferramenta estratégica: Plano de Comunicação I...
A comunicação empresarial como ferramenta estratégica: Plano de Comunicação I...
 
Comunicação dirigida escrita na empresa
Comunicação dirigida escrita na empresaComunicação dirigida escrita na empresa
Comunicação dirigida escrita na empresa
 
Comunicação empresarial
Comunicação empresarial Comunicação empresarial
Comunicação empresarial
 
Comunicação Empresarial | Aula 01
Comunicação Empresarial | Aula 01Comunicação Empresarial | Aula 01
Comunicação Empresarial | Aula 01
 
1394224279018 (2)
1394224279018 (2)1394224279018 (2)
1394224279018 (2)
 
MEIOS DE COMUNICAÇÃO DA EMPRESA
MEIOS DE COMUNICAÇÃO DA EMPRESAMEIOS DE COMUNICAÇÃO DA EMPRESA
MEIOS DE COMUNICAÇÃO DA EMPRESA
 
Comunicação Empresarial - Definição clássica
Comunicação Empresarial -  Definição clássicaComunicação Empresarial -  Definição clássica
Comunicação Empresarial - Definição clássica
 
II Semana de Estudos Corporativos da Escola Técnica Professor Aprígio Gonzaga...
II Semana de Estudos Corporativos da Escola Técnica Professor Aprígio Gonzaga...II Semana de Estudos Corporativos da Escola Técnica Professor Aprígio Gonzaga...
II Semana de Estudos Corporativos da Escola Técnica Professor Aprígio Gonzaga...
 
Monografia Comunicação pdf
Monografia Comunicação pdfMonografia Comunicação pdf
Monografia Comunicação pdf
 
Modelos e linguagem oficial
Modelos e linguagem oficialModelos e linguagem oficial
Modelos e linguagem oficial
 
Comunicação como ferramenta de trabalho
Comunicação como ferramenta de trabalhoComunicação como ferramenta de trabalho
Comunicação como ferramenta de trabalho
 
Instrumentos de Comunicação Externa
Instrumentos de Comunicação ExternaInstrumentos de Comunicação Externa
Instrumentos de Comunicação Externa
 
Manual Comunicacao Institucional
Manual Comunicacao InstitucionalManual Comunicacao Institucional
Manual Comunicacao Institucional
 
O indivíduo como marca: A aproximação entre as Relações Públicas e o Personal...
O indivíduo como marca: A aproximação entre as Relações Públicas e o Personal...O indivíduo como marca: A aproximação entre as Relações Públicas e o Personal...
O indivíduo como marca: A aproximação entre as Relações Públicas e o Personal...
 
Comunicação Administrativa e Relações com a Mídia
Comunicação Administrativa e Relações com a MídiaComunicação Administrativa e Relações com a Mídia
Comunicação Administrativa e Relações com a Mídia
 
De funcionários a embaixadores - palestra Uninove
De funcionários a embaixadores - palestra UninoveDe funcionários a embaixadores - palestra Uninove
De funcionários a embaixadores - palestra Uninove
 
O ambiente da comunicação empresarial
O ambiente da comunicação empresarialO ambiente da comunicação empresarial
O ambiente da comunicação empresarial
 

Semelhante a Exercícios online (enunciados)

Manual teccomunicação
Manual teccomunicaçãoManual teccomunicação
Manual teccomunicação
André Vasques
 
Fatores de textualidade na produção textual - Daniela dos Santos Costa
Fatores de textualidade na produção textual - Daniela dos Santos CostaFatores de textualidade na produção textual - Daniela dos Santos Costa
Fatores de textualidade na produção textual - Daniela dos Santos Costa
Sabrina Dará
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
azulassessoria9
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
azulassessoria9
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
azulassessoria9
 

Semelhante a Exercícios online (enunciados) (7)

Matriz Redacao Enem
Matriz Redacao EnemMatriz Redacao Enem
Matriz Redacao Enem
 
Manual teccomunicação
Manual teccomunicaçãoManual teccomunicação
Manual teccomunicação
 
DIFERENÇAS DE APLICAÇÃO ENTRE ENDOMARKETING E COMUNICAÇÃO INTERNA DENTRO DE U...
DIFERENÇAS DE APLICAÇÃO ENTRE ENDOMARKETING E COMUNICAÇÃO INTERNA DENTRO DE U...DIFERENÇAS DE APLICAÇÃO ENTRE ENDOMARKETING E COMUNICAÇÃO INTERNA DENTRO DE U...
DIFERENÇAS DE APLICAÇÃO ENTRE ENDOMARKETING E COMUNICAÇÃO INTERNA DENTRO DE U...
 
Fatores de textualidade na produção textual - Daniela dos Santos Costa
Fatores de textualidade na produção textual - Daniela dos Santos CostaFatores de textualidade na produção textual - Daniela dos Santos Costa
Fatores de textualidade na produção textual - Daniela dos Santos Costa
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
 

Exercícios online (enunciados)

  • 1. MÓDULO 0: 1- É correto falar sobre linguagem I. A humanidade evoluiu culturalmente através da linguagem; Devido a linguagem, as experiências humanas são contínuas e resultam em um desenvolvimento muito mais rápido. II. A linguagem não é inata; É passada de ser humano para ser humano. III. A linguagem é mais que a emissão de palavras pode ser verbal 3- A eficácia da comunicação depende: I. Do entendimento da mensagem por parte do destinatário; É responsabilidade do receptor garantir que o entendimento da mensagem. II. Da pré-disposição do destinatário, desde que possível, em entender a mensagem; III. Do uso de um código comum entre as partes: “Falar a mesma língua” 5- Assinale a alternativa correta: I. Coesão é o emprego adequado dos tempos e modos verbais e dos pronomes, conjunções, preposições e artigos. II. Discurso direto é a reprodução da fala, que é feita por um narrador (ou seja, quando as personagens só falam através de um narrador). III. Discurso indireto é exata reprodução da fala. Neste caso, usa-se dois-pontos e travessão. 9- Um texto é formado por diversos fatores. Um deles é o canal que se refere: 10- O receptor é dos fatores de um texto. O receptor se refere: 11- A mensagem se refere: 12- O emissor é um dos fatores do texto que se refere: 14- Assinale a alternativa que descreve a Função Fática: 16- Existem 3 tipos de textos. Verifique a correta explicação sobre cada um deles I. I. A narração visa constituir uma imagem, expor características de pessoas, objetos, lugares, situações etc.; Por isso, o seu foco está nos atributos (perfil de personalidade, comportamento, fisionomia, cor, cheiro etc.); Neste caso predominam os verbos de ligação e ocorre o emprego de metáforas, comparações e demais figuras de linguagem. II. II. A descrição tem foco em ocorrências, em fatos; envolve acontecimentos em um determinado espaço de tempo (sucessão temporal); Predominam os verbos de ação; Neste tipo de texto são encontrados elementos como narrador, personagens, enredo, cenário e tempo; Uma narração pode conter descrições. III. III. O texto dissertativo visa convencer o leitor, apresentando uma ideia e a defendendo através de argumentos, comparações e defesa de um ponto de vista;
  • 2. MÓDULO 1 – A Comunicação Empresarial no Século XXI: Desafios e Tendências 1- A comunicação dentro das empresas é tão importante que as empresas precisam estar atentas aos novos modelos de gestão e de produção. Por essa razão, faz-se necessário que os funcionários se especializem em suas respectivas áreas, pois: I. Funcionários especializados em suas funções entregam mais valor ao produto final entregue ao consumidor, o que permite que a imagem corporativa seja valorizada. II. O “capital intelectual” é formado pelos funcionários que são os responsáveis pela entrega do resultado positivo dos processos de produção de uma empresa. III. Quanto mais especializado for o “capital intelectual” de uma empresa, mais e melhor ela produz e com menos custo. É correto afirmar que: 4- A empresa deve se preparar muito bem para as questões que a envolvem. Para tanto, tem de se atualizar e se informar por meio de diversas fontes, para que melhor possa tomar suas decisões. No que tange às questões internas, ela precisa possuir uma boa estrutura interna de comunicação, para que a informação possa fazer toda a diferença, frente à concorrência, aumentando seus resultados positivos. Para que isso ocorra, ela se fortalece por meio: 7- Nas últimas décadas a Comunicação Empresarial tem passado por diversas transformações, fruto da concorrência cada vez mais acirrada, da exigência cada vez mais crescente da classe consumidora e por conta da introdução de novos processos tecnológicos. Como se não bastasse, as empresa têm se obrigado a cada vez mais buscar novas alternativas de manutenção em seu mercado de atuação, atendendo cada vez mais públicos, diversificando cada vez mais sua gama de bens de consumo ofertados ao mercado. Tudo isso tem forçado que as empresas também se adaptem a novos discursos, novas linguagens, e a novos conteúdos. Por conta disso, o gestor de comunicação empresarial tem de ter conhecimento e habilidades em comunicação, possuir uma visão ampla do mercado e de negócios, além das habilidades de suas funções na empresa. Também deve saber planejar a comunicação, de forma estratégica, eficiente e rápida, para que a empresa se mantenha competitiva. Com base nas afirmações acima, podemos afirmar que: 8- O Prof Bahia afirma que “O que se denomina comunicação empresarial é, assim, o conjunto de modelos ou instrumentos de ação que a empresa utiliza para falar e se fazer ouvir. Interna ou externamente, a informação prestada por ela corresponde a uma estratégia.” Diante dessa frase, qual das afirmativas abaixo reflete o pensamento do autor?
  • 3. MÓDULO 2- Construindo frases; construindo textos: 1- Leia atentamente o trecho abaixo e responda a questão que segue: (...) Escrever é uma atividade que exige um movimento para o outro, definindo este outro como seu interlocutor. (...) ... o desenvolvimento das idéias e a distribuição dos tópicos, a seleção lexical, a contextualização, o estilo que vão produzindo a adequação da escrita. (...) Escrever não é fazer frases isoladas ou combinar formas apenas, mas produzir textos que sejam compreensíveis. [ANTUNES, Irandé (1937 - ). Lutar com palavras: coesão e coerência. São Paulo, Parábola Editorial, 2005, p.11-13] ANTUNES aborda com propriedade as questões que envolvem a correta construção de um texto. Ao quê, na verdade, ela se refere no texto acima? 2- Qual é a afirmativa, das abaixo apresentadas que melhor define a coerência? 3- Qual é a afirmativa, das abaixo apresentadas que melhor define a coesão? 4- As frases da primeira coluna contêm algum tipo de problema, cujas definições estão na segunda. A sequência correta é: 8- Leia atentamente o texto abaixo e responda a questão que segue: A substituição lexical A substituição de uma unidade lexical por outra é, também, um recurso coesivo, pelo qual se promove a ligação entre dois ou mais segmentos textuais. Implica, pois, como o próprio nome indica, o uso de uma palavra no lugar de uma outra que lhe seja textualmente equivalente. Pela substituição se consegue, portanto, a volta a uma referência ou a uma predicação já feitas no texto e, por isso, ela é reiterativa. Tal como a repetição, a substituição é um recurso da continuidade do texto, ou, ainda, uma outra forma de se mostrar que dois ou mais segmentos são semanticamente inter-relacionados. Mas a substituição não é apenas um expediente que se usa para evitar a repetição de palavras nem constitui um simples expediente de troca de elementos no percurso do texto, mesmo que esses elementos sejam sinônimos. Substituir uma palavra por outra supõe um ato de interpretação, de análise, com o objetivo de se avaliar a adequação do termo substituidor quanto ao que se pretende conseguir. Fonte: ANTUNES, Irandé (1937 - ). Lutar com palavras: coesão e coerência. São Paulo, Parábola Editorial, 2005, p. 96-97 ANTUNES afirma que ao substituir uma palavra por outra, devemos: MÓDULO 3 – Tipos de textos e suas finalidades 1- Qual é a característica principal de um texto descritivo? 2- Qual é a característica principal de um texto narrativo? 3- Qual é a característica principal de um texto dissertativo? 6- Qual tipo de texto predomina em notas fiscais, orçamentos e demonstrativos de pagamentos, documentos esses emitidos pelas empresas?
  • 4. MÓDULO 5- Elementos constitutivos da comunicação e o ruído na comunicação 2- O que é decodificação? 5- Qual é a definição de ruído em comunicação? MÓDULO 7 – Oratória, Comunicação Interna e Externa 1- Observe a seguinte afirmação: As empresas que fracassam com o público acabam-se prejudicando financeiramente. Há cinco passos fundamentais que toda organização pode usar para iniciar o processo de planejamento de crises. O mais importante é convencer a administração superior. A regra básica das comunicações de crises é: conte tudo e depressa. No decorrer do tempo, as empresas que fazem isso e demonstram empatia saem-se melhor.” [CORRADO, Frank M. A força da comunicação: quem não se comunica... Trad. Bárbara Theoto Lambert. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 1994. Título original: Getting the Word Out, How Managers Can Create Value with Communications. p. 199] Qual é a mensagem central de Corrado, na frase em destaque? 2- Observe a seguinte afirmação: “Pensando no cliente e na continuidade da empresa, no mercado, e sabendo que conflitos de interesse entre departamentos são inevitáveis, toda empresa deve cultivar a competitividade departamental, por meio da comunicação interna”. Tal afirmação: I. Compreende a forma mais eficaz que uma empresa pode adotar para obter resultados cada vez mais expressivos em seu setor econômico. II. Evidencia que ‘pensar no cliente’ permanece como foco exclusivo do marketing. III. Não reflete o real comportamento que uma empresa deve cultivar em seu interior, pois, dessa forma, não há como a empresa ‘pensar no cliente’, e isso refletirá na imagem corporativa. É correto afirmar que estão corretas as alternativas: 4- Observe a seguinte afirmação: “Uma organização comunica-se de forma perfeita, quando os empregados se comunicam de maneira contínua e informal com os escalões superiores, inferiores e de mesmo nível da organização: e quando os empregados e gerentes contam a mesma história da empresa para os clientes, os acionistas, o governo, a comunidade e outros públicos.” [CORRADO, Frank M. A força da comunicação: quem não se comunica... Trad. Bárbara Theoto Lambert. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 1994. Título original: Getting the Word Out, How Managers Can Create Value with Communications. p. 5]
  • 5. Qual é a mensagem central de Corrado, na frase em destaque? 5- Abaixo há afirmativas que são verdadeiras ou falsas. Escreva “F” para as alternativas falsas e “V” para as verdadeiras: ( ) A Comunicação Empresarial interna tanto pode ser na horizontal, ou lateral, como na vertical. Esta última pode ser de duas formas: ascendente e centrífuga e também descendente e centrípeta. ( ) A Comunicação Empresarial interna funciona como base de sustentação para a Comunicação Empresarial externa, e também é considerada como um fator estratégico no sucesso dos negócios. ( ) As pessoas, assim como as organizações, podem se comunicar por diversas formas e meios e nunca podem utilizar a comunicação verbal e a comunicação não verbal. Assinale a sequência que corresponde à resposta de cada afirmativa: 7- O objetivo do PICE – Plano Integrado de Comunicação Empresarial é: 8- Pensando-se em oratória, é importante que tenhamos uma preparação prévia da nossa apresentação, durante uma reunião na empresa, por exemplo. Além disso, precisamos: I. Escolher o tema que será discutido, incluindo nossos interesses no assunto, visando promoção futura. II. Planejar e organizar a apresentação, tomando o cuidado com a linguagem a ser utilizada e que será compreendida pelo público. III. Preparar um esboço do conteúdo da apresentação, incluindo anotações extas, em uma ficha. Podemos afirmar que