Xileno produto químico

15.221 visualizações

Publicada em

Descrições sobre produto químco - Xileno

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.221
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
165
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Xileno produto químico

  1. 1. DEFINIÇÕES SOBRE O COMPOSTO QUÍMICO XILENO Trabalho individual - Profª. Minéia - Márcio Mattos nº. 18 - 2º Ciclo TST
  2. 2. <ul><li>Líquido incolor </li></ul><ul><li>Altamente inflamável </li></ul><ul><li>Com um odor doce </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>É usado como solvente para tintas </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Revestimento de tecidos e papéis </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Agente de limpeza </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Combustíveis de avião e gasolina </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Substância encontrada no cigarro </li></ul></ul></ul></ul></ul>DEFINIÇÃO e UTILIZAÇÃO
  3. 3. MEDIDAS DE CONTROLE Armazenamento <ul><li>Estocar em locais ventilados dentro de tambores de aço carbono </li></ul><ul><li>Com pisos impermeáveis isentos de materiais combustíveis </li></ul><ul><li>Com diques de contenção para casos de vazamentos </li></ul><ul><li>Evitar armazenar sob sol, chuva e temperaturas elevadas </li></ul><ul><li>Longe de produtos incompatíveis </li></ul>
  4. 4. MEDIDAS DE CONTROLE Descarte <ul><li>Não descartar em sistemas de esgotos e cursos d’água </li></ul><ul><li>Armazenar os resíduos em recipientes adequados </li></ul><ul><li>Descartar através de empresas especializadas </li></ul><ul><li>É fotodegrádavel (se deteriora com a luz solar) </li></ul><ul><li>É biodegradável (pode ser decomposto por microorganismos usuais do meio ambiente) </li></ul>
  5. 5. CONTROLE DE EXPOSIÇÃO <ul><li>Manter o local com ventilação/exaustão, a fim de manter os níveis de exposição dentro dos limites de tolerância </li></ul><ul><li>EPI’s devem ser limpos antes de sua reutilização </li></ul><ul><li>Lavar as mãos antes de ir ao banheiro </li></ul><ul><li>Use sempre para a higiene pessoal: água quente, sabão e cremes </li></ul>
  6. 6. EQUIPAMENTOS PARA PROTEÇÃO EPI’S <ul><li>Proteção respiratória: Semi-máscara com filtro. Em ambientes fechados, usar também máscara autônoma de ar ou máscara de ar mandado. </li></ul><ul><li>Proteção das mãos: Luvas: impermeáveis – teflon, PVA, Viton. </li></ul><ul><li>Proteção dos olhos: Óculos contra respingos e protetor facial. </li></ul><ul><li>Proteção da pele e do corpo: Avental impermeável e botas de PVA. </li></ul>
  7. 7. MEDIDAS DE COMBATE A INCÊNDIOS <ul><li>Meios de extinção apropriados: CO 2, PQS, espuma e neblina de água </li></ul><ul><li>Meios de extinção não apropriados: Água isoladamente não resfria o xileno </li></ul><ul><li>Perigos específicos: Seus vapores </li></ul><ul><li>formam misturas explosivas com o ar, sob a ação do calor há risco de explosão dos recipientes </li></ul>
  8. 8. PERIGOS PARA A SAÚDE - Causas, efeitos e consequências <ul><li>Inalação </li></ul><ul><li>Doenças: Edema e disfunção pulmonar </li></ul><ul><li>Diagnóstico: Deficiência respiratória, tosse contínua, dores de cabeça, vertigens, náuseas, tonturas, podendo levar à morte </li></ul><ul><li>Métodos de ação: Remova a vítima, mantenha deitada, quieta e aquecida, liberar a vias respiratórias e ministrar respiração artificial, se necessário, oxigênio, manobras de reanimação e chamar/encaminhar ao médico urgente </li></ul>
  9. 9. PERIGOS PARA A SAÚDE - Causas, efeitos e consequências <ul><li>Ingestão </li></ul><ul><li>Doenças: Desconforto no estômago, alterações no fígado e rins, pneumonia química </li></ul><ul><li>Diagnóstico: Vômito, diarréia, hemorragias </li></ul><ul><li>Métodos de ação: Não provoque o vômito ou forneça água à vítima inconsciente ou com convulsões e chamar /encaminhar ao médico urgente </li></ul>
  10. 10. PERIGOS PARA A SAÚDE - Causas, efeitos e consequências <ul><li>Contato com a pele </li></ul><ul><li>Doenças: Manchas, dermatites, inflamação, inchaço </li></ul><ul><li>Diagnóstico: Ressecamento, irritação, coceira </li></ul><ul><li>Métodos de ação: Remover roupas contaminadas sem friccionar partes atingidas, lavar com água corrente e chamar um médico </li></ul>
  11. 11. <ul><li>Contato com os olhos </li></ul><ul><li>Doenças: Inflamação dos olhos e cegueira </li></ul><ul><li>Diagnóstico: Irritação, coceira, visão embaçada </li></ul><ul><li>Métodos de ação: Lavar com água corrente e abundante, conduzir ao médico se necessário </li></ul>PERIGOS PARA A SAÚDE - Causas, efeitos e consequências
  12. 12. CARACTERIZAÇÃO DE INSALUBRIDADES <ul><li>Valor limite (Brasil, Portaria MTb 3214/78, NR15 - Anexo 11): Limite de tolerância - média ponderada (48h/semana): 340mg/m³ (78ppm) </li></ul><ul><li>Grau de insalubridade: médio (20% salário mínimo vigente) </li></ul><ul><li>Valores limite (ACGIH¹) TLV/TWA² (40h/semana): 434 mg/m³ (100 ppm) </li></ul><ul><li>¹ American Conference of Governamental Industrial Hygienists (Conferência Americana de Higienistas Industriais Governamentais) </li></ul><ul><li>²TLV/TWA: Média ponderada pelo tempo de exposição para a jornada de 8h/dia, 40h/semana </li></ul>

×