SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
Baixar para ler offline
Sistema Respiratório




Acadêmica: Lidiane Oliveira dos Santos
Escola Estadual Menodora Fialho de Figueiredo
• O sistema respiratório humano é constituído
  por um par de pulmões, pelas fossas nasais, a
  boca, a faringe, a laringe, a traquéia, os
  brônquios, os bronquíolos e os alvéolos, os
  três últimos localizados nos pulmões.
• Fossas nasais: terminam na faringe, possuem
  um revestimento dotado de células
  produtoras de muco e células ciliadas. No teto
  das fossas nasais existem células sensoriais,
  responsáveis pelo sentido do olfato. Têm as
  funções de filtrar, umedecer e aquecer o ar.

• Faringe: é um canal comum aos sistemas
  digestório e respiratório e comunica-se com a
  boca e com as fossas nasais.
• Laringe: é um tubo sustentado por peças de
  cartilagem articuladas, situado na parte
  superior do pescoço, em continuação à
  faringe. A entrada da laringe chama-se glote.
  Acima dela a epiglote funciona como válvula.

• Traquéia: é um tubo de aproximadamente 1,5
  cm de diâmetro por 10-12 centímetros de
  comprimento, cujas paredes são reforçadas
  por anéis cartilaginosos. Ela se bifurca
  formando os brônquios.
• Pulmões: Os pulmões humanos são órgãos
  esponjosos, com aproximadamente 25 cm de
  comprimento, sendo envolvidos por uma
  membrana serosa denominada pleura. Nos
  pulmões os brônquios ramificam-se, dando
  origem a tubos cada vez mais finos,
  os bronquíolos. Cada bronquíolo termina em
  pequenas bolsas formadas por células
  epiteliais achatadas recobertas por capilares
  sangüíneos,       denominadas       alvéolos
  pulmonares.
• Diafragma: A base de cada pulmão apóia-se
  no diafragma, órgão músculo-membranoso
  que separa o tórax do abdômen, promovendo,
  juntamente com os músculos intercostais, os
  movimentos respiratórios.
Os movimentos respiratórios
• A inspiração, que promove a entrada de ar nos
  pulmões, dá-se pela contração da musculatura do
  diafragma e dos músculos intercostais. O diafragma
  abaixa e as costelas elevam-se, promovendo o
  aumento da caixa torácica, com conseqüente redução
  da pressão interna (em relação à externa), forçando o
  ar a entrar nos pulmões.

• A expiração, que promove a saída de ar dos
  pulmões, dá-se pelo relaxamento da musculatura
  do diafragma e dos músculos intercostais. O
  diafragma eleva-se e as costelas abaixam, o que
  diminui o volume da caixa torácica, com
  conseqüente aumento da pressão interna,
  forçando o ar a sair dos pulmões.
As trocas gasosas
• As trocas gasosas nas superfícies respiratórias
  ocorrem por difusão. Nas superfícies
  respiratórias há difusão de CO2 para o meio
  externo e entrada de O2 para o sangue. A
  oxigenação do sangue, dá-se o nome de
  hematose.
O transporte de gases
• O transporte de oxigênio está a cargo
  da hemoglobina. A hemoglobina combina-se
  com o oxigênio, formando a oxiemoglobina.

• Quando o sangue arterial, rico em oxigênio,
  chega aos tecidos, o O2 se desliga da
  hemoglobina e, por difusão, passa para o
  interior das células vivas. Ao mesmo tempo
  que o O2 se difunde para as células, o
  CO2 passa do interior celular para o sangue.
Sangue               Sangue
Arterial   Tecidos
                     Venoso




           Pulmões
O ritmo respiratório
• Em relativo repouso, a freqüência respiratória é da
  ordem de 10 a 15 movimentos por minuto. A
  respiração é controlada automaticamente por um
  centro nervoso localizado no bulbo. Desse centro
  partem os nervos responsáveis pela contração dos
  músculos respiratórios.

• O ritmo respiratório é especialmente influenciado pela
  variação da concentração de CO2 no sangue. Quando,
  por exemplo, a atividade muscular é relativamente
  intensa, ocorre um considerável aumento da taxa de
  CO2 no sangue. O centro respiratório, então, é
  estimulado e intensifica o ritmo respiratório,
  promovendo uma eliminação mais rápida de CO2 e
  uma maior captação de O2 pelo sangue.
Curiosidades
• Por que soluçamos?
• O soluço é resultado de uma contração
  involuntária do diafragma, Os incômodos
  do soluço surgem a partir de uma irritação
  do nervo frênico, cujas causas podem ser
  diversas (distensão gástrica pela ingestão
  de bebidas com gás, deglutição de ar ou
  alimentação em grande volume; mudanças
  súbitas da temperatura de alimentos
  ingeridos; modificações da temperatura
  corporal, como sauna seguida de ducha
  gelada; ingestão de bebidas alcoólicas; ou
  até mesmo gargalhadas). Quando ele fica
  ou sensibilizado, envia uma mensagem
  para o diafragma se contrair, o que dispara
  o soluço. O característico barulhinho "hic,
  hic" surge quando ocorre fechamento
  súbito da glote , produzindo vibração nas
  cordas vocais.
• Susto cura soluço? Por que?

• Sim. Quando levamos um
  susto, provocamos uma forte
  inspiração, levando a um
  aumento do volume de ar nos
  pulmões.     Os    pulmões
  pressionam o diafragma,
  fazendo com que ele se
  estique e volte a funcionar
  normalmente. Mas existem
  maneiras menos drásticas
  que também funcionam:
  tomar um copo d'água com
  nariz tampado ou inspirar e
  segurar o ar por alguns
  instantes.
• Como acontece o reflexo da
  tosse?

• Os brônquios e a traquéia são
  tão sensíveis a um toque leve,
  que quantidades mínimas de
  material       estranho     ou
  substâncias que causam
  irritação iniciam o reflexo da
  tosse. Desta forma, o ar que é
  expelido de forma explosiva
  dos pulmões para o exterior
  se move tão rapidamente que
  carrega consigo qualquer
  material estranho que esteja
  presente nos brônquios e na
  traquéia.
• Como acontece o reflexo do
  espirro?
• O estímulo que inicia o
  reflexo do espirro é a
  irritação das vias nasais.
• Você sabia que:
• - o ar que sai das narinas
  durante o espirro atinge em
  média 150 Km/hora?
• - ao espirrarmos
  espalhamos
  aproximadamente 40 mil
  gotículas de saliva?
• Pois é, por isto o espirro é
  uma excelente fonte de
  transmissão de doenças
  respiratórias.
Sistema respiratório_Lidiane

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Anatomia - Sistema Respiratório
Anatomia - Sistema RespiratórioAnatomia - Sistema Respiratório
Anatomia - Sistema RespiratórioPedro Miguel
 
Sistema Respiratório
Sistema RespiratórioSistema Respiratório
Sistema RespiratórioJane Saint
 
Biofísica da respiração
Biofísica da respiraçãoBiofísica da respiração
Biofísica da respiraçãoJunior França
 
Trabalho anatomia sr
Trabalho anatomia srTrabalho anatomia sr
Trabalho anatomia srNaahmatoss
 
Trabalho De Ciências Sistema Respiratório (Hugo)
Trabalho De Ciências   Sistema Respiratório (Hugo)Trabalho De Ciências   Sistema Respiratório (Hugo)
Trabalho De Ciências Sistema Respiratório (Hugo)3zamar
 
Biofísica da respiração prática
Biofísica da respiração práticaBiofísica da respiração prática
Biofísica da respiração práticaLar D
 
Sietema respiratório
Sietema respiratórioSietema respiratório
Sietema respiratórioacampos1995
 
Fisiologia - Sistema Respiratório 2
Fisiologia - Sistema Respiratório 2Fisiologia - Sistema Respiratório 2
Fisiologia - Sistema Respiratório 2Pedro Miguel
 
Capítulo 03 sistema respiratório
Capítulo 03   sistema respiratórioCapítulo 03   sistema respiratório
Capítulo 03 sistema respiratórioIgor Brant
 
Fisiologia - Sistema Respiratorio
Fisiologia - Sistema RespiratorioFisiologia - Sistema Respiratorio
Fisiologia - Sistema RespiratorioPedro Miguel
 
Sistema respiratório - Prof. Arlei
Sistema respiratório - Prof. ArleiSistema respiratório - Prof. Arlei
Sistema respiratório - Prof. ArleiCarmina Monteiro
 
Anatomia e fisiologia do sr
Anatomia e fisiologia do srAnatomia e fisiologia do sr
Anatomia e fisiologia do srticigomes2512
 
Aula 07 fisiologia - mecanismos da respiração
Aula 07  fisiologia - mecanismos da respiraçãoAula 07  fisiologia - mecanismos da respiração
Aula 07 fisiologia - mecanismos da respiraçãoFlávia Salame
 

Mais procurados (20)

Fisiologia pulmonar
Fisiologia pulmonarFisiologia pulmonar
Fisiologia pulmonar
 
Anatomia - Sistema Respiratório
Anatomia - Sistema RespiratórioAnatomia - Sistema Respiratório
Anatomia - Sistema Respiratório
 
Sistema Respiratório
Sistema RespiratórioSistema Respiratório
Sistema Respiratório
 
Sistema Respiratório
Sistema RespiratórioSistema Respiratório
Sistema Respiratório
 
Biofísica da respiração
Biofísica da respiraçãoBiofísica da respiração
Biofísica da respiração
 
Trabalho anatomia sr
Trabalho anatomia srTrabalho anatomia sr
Trabalho anatomia sr
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
 
Trabalho De Ciências Sistema Respiratório (Hugo)
Trabalho De Ciências   Sistema Respiratório (Hugo)Trabalho De Ciências   Sistema Respiratório (Hugo)
Trabalho De Ciências Sistema Respiratório (Hugo)
 
A Fisiologia Do Sistema RespiratóRio
A Fisiologia Do Sistema RespiratóRioA Fisiologia Do Sistema RespiratóRio
A Fisiologia Do Sistema RespiratóRio
 
Sistema respiratorio
Sistema respiratorioSistema respiratorio
Sistema respiratorio
 
Biofísica da respiração prática
Biofísica da respiração práticaBiofísica da respiração prática
Biofísica da respiração prática
 
Sietema respiratório
Sietema respiratórioSietema respiratório
Sietema respiratório
 
Fisiologia - Sistema Respiratório 2
Fisiologia - Sistema Respiratório 2Fisiologia - Sistema Respiratório 2
Fisiologia - Sistema Respiratório 2
 
Capítulo 03 sistema respiratório
Capítulo 03   sistema respiratórioCapítulo 03   sistema respiratório
Capítulo 03 sistema respiratório
 
Fisiologia - Sistema Respiratorio
Fisiologia - Sistema RespiratorioFisiologia - Sistema Respiratorio
Fisiologia - Sistema Respiratorio
 
Sistema respiratório - Prof. Arlei
Sistema respiratório - Prof. ArleiSistema respiratório - Prof. Arlei
Sistema respiratório - Prof. Arlei
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
 
Fisiologia humana
Fisiologia humana Fisiologia humana
Fisiologia humana
 
Anatomia e fisiologia do sr
Anatomia e fisiologia do srAnatomia e fisiologia do sr
Anatomia e fisiologia do sr
 
Aula 07 fisiologia - mecanismos da respiração
Aula 07  fisiologia - mecanismos da respiraçãoAula 07  fisiologia - mecanismos da respiração
Aula 07 fisiologia - mecanismos da respiração
 

Destaque

Sistema circulatório_Antônio
Sistema circulatório_AntônioSistema circulatório_Antônio
Sistema circulatório_AntônioMarcia Regina
 
Sistema circulatório_Lidiane
Sistema circulatório_LidianeSistema circulatório_Lidiane
Sistema circulatório_LidianeMarcia Regina
 
Sistema Imune_Lidiane
Sistema Imune_LidianeSistema Imune_Lidiane
Sistema Imune_LidianeMarcia Regina
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratórioMarcia Regina
 
Sistema respiratório e renal_Antônio
Sistema respiratório e renal_AntônioSistema respiratório e renal_Antônio
Sistema respiratório e renal_AntônioMarcia Regina
 
Reino Animalia_Introdução
Reino Animalia_IntroduçãoReino Animalia_Introdução
Reino Animalia_IntroduçãoMarcia Regina
 
Membrana e Transportes
Membrana e TransportesMembrana e Transportes
Membrana e TransportesMarcia Regina
 
Sistema Genital Masculino
Sistema Genital MasculinoSistema Genital Masculino
Sistema Genital MasculinoMarcia Regina
 
Sistema linfático e imune_Antônio
Sistema linfático e imune_AntônioSistema linfático e imune_Antônio
Sistema linfático e imune_AntônioMarcia Regina
 

Destaque (16)

Sistema circulatório_Antônio
Sistema circulatório_AntônioSistema circulatório_Antônio
Sistema circulatório_Antônio
 
Sistema excretor
Sistema excretorSistema excretor
Sistema excretor
 
Aves
AvesAves
Aves
 
Sistema circulatório_Lidiane
Sistema circulatório_LidianeSistema circulatório_Lidiane
Sistema circulatório_Lidiane
 
Sistema Imune_Lidiane
Sistema Imune_LidianeSistema Imune_Lidiane
Sistema Imune_Lidiane
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrino
 
Sistema respiratório e renal_Antônio
Sistema respiratório e renal_AntônioSistema respiratório e renal_Antônio
Sistema respiratório e renal_Antônio
 
Reino Animalia_Introdução
Reino Animalia_IntroduçãoReino Animalia_Introdução
Reino Animalia_Introdução
 
Membrana e Transportes
Membrana e TransportesMembrana e Transportes
Membrana e Transportes
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Sistema Genital Masculino
Sistema Genital MasculinoSistema Genital Masculino
Sistema Genital Masculino
 
Sistema linfático e imune_Antônio
Sistema linfático e imune_AntônioSistema linfático e imune_Antônio
Sistema linfático e imune_Antônio
 
Procariontes 2013
Procariontes 2013Procariontes 2013
Procariontes 2013
 
Dst's
Dst'sDst's
Dst's
 
Reino Monera
Reino MoneraReino Monera
Reino Monera
 

Semelhante a Sistema respiratório_Lidiane

Trabalho202 110816190049-phpapp02
Trabalho202 110816190049-phpapp02Trabalho202 110816190049-phpapp02
Trabalho202 110816190049-phpapp02Simone Alvarenga
 
Aula sistema respiratório
Aula sistema respiratórioAula sistema respiratório
Aula sistema respiratóriocarlotabuchi
 
Sistema respiratório Humano
Sistema respiratório HumanoSistema respiratório Humano
Sistema respiratório HumanoEuvinho
 
Biologia Curiosidades dos Sistemas.
Biologia Curiosidades dos Sistemas.Biologia Curiosidades dos Sistemas.
Biologia Curiosidades dos Sistemas.Kassiane Moreira
 
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pptx
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pptxSISTEMA RESPIRATÓRIO.pptx
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pptxMatheus Sousa
 
Sistema respiratório humano
Sistema respiratório humanoSistema respiratório humano
Sistema respiratório humanoSara Catarina
 
SISTEMA RESPIRATÓRIO ANATOMIA
SISTEMA RESPIRATÓRIO ANATOMIASISTEMA RESPIRATÓRIO ANATOMIA
SISTEMA RESPIRATÓRIO ANATOMIANaahmatoss
 
SISTEMA RESPIRATORIO
SISTEMA RESPIRATORIOSISTEMA RESPIRATORIO
SISTEMA RESPIRATORIONaahmatoss
 
Sistema Respiratório
Sistema RespiratórioSistema Respiratório
Sistema Respiratórioguest46e0e6
 
Sistema respiratório pulmonar
Sistema respiratório pulmonarSistema respiratório pulmonar
Sistema respiratório pulmonarBriefCase
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratórioMariana Sofia
 
ANATOMIA RESPIRATÓRIA WLGLIMA.pptx
ANATOMIA RESPIRATÓRIA WLGLIMA.pptxANATOMIA RESPIRATÓRIA WLGLIMA.pptx
ANATOMIA RESPIRATÓRIA WLGLIMA.pptxWashington Luiz Lima
 
Sistema respiratorio.potx
Sistema respiratorio.potxSistema respiratorio.potx
Sistema respiratorio.potxLara Cardoso
 
Viajando Com O Ar
Viajando Com O ArViajando Com O Ar
Viajando Com O Arguestdb5b7a
 

Semelhante a Sistema respiratório_Lidiane (20)

Trabalho202 110816190049-phpapp02
Trabalho202 110816190049-phpapp02Trabalho202 110816190049-phpapp02
Trabalho202 110816190049-phpapp02
 
Aula sistema respiratório
Aula sistema respiratórioAula sistema respiratório
Aula sistema respiratório
 
Sistema respiratório Humano
Sistema respiratório HumanoSistema respiratório Humano
Sistema respiratório Humano
 
Biologia Curiosidades dos Sistemas.
Biologia Curiosidades dos Sistemas.Biologia Curiosidades dos Sistemas.
Biologia Curiosidades dos Sistemas.
 
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pptx
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pptxSISTEMA RESPIRATÓRIO.pptx
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pptx
 
Como os seus pulmões trabalham
Como os seus pulmões trabalhamComo os seus pulmões trabalham
Como os seus pulmões trabalham
 
Sistema respiratório humano
Sistema respiratório humanoSistema respiratório humano
Sistema respiratório humano
 
SISTEMA RESPIRATÓRIO ANATOMIA
SISTEMA RESPIRATÓRIO ANATOMIASISTEMA RESPIRATÓRIO ANATOMIA
SISTEMA RESPIRATÓRIO ANATOMIA
 
SISTEMA RESPIRATORIO
SISTEMA RESPIRATORIOSISTEMA RESPIRATORIO
SISTEMA RESPIRATORIO
 
Sistema Respiratório
Sistema RespiratórioSistema Respiratório
Sistema Respiratório
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
 
RespiratóRio II
RespiratóRio IIRespiratóRio II
RespiratóRio II
 
Aula 8º Ano Colégio Silva Serpa
Aula 8º Ano Colégio Silva SerpaAula 8º Ano Colégio Silva Serpa
Aula 8º Ano Colégio Silva Serpa
 
Sistema respiratório pulmonar
Sistema respiratório pulmonarSistema respiratório pulmonar
Sistema respiratório pulmonar
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
 
SISTEMA RESPIRATÓRIO
SISTEMA RESPIRATÓRIOSISTEMA RESPIRATÓRIO
SISTEMA RESPIRATÓRIO
 
ANATOMIA RESPIRATÓRIA WLGLIMA.pptx
ANATOMIA RESPIRATÓRIA WLGLIMA.pptxANATOMIA RESPIRATÓRIA WLGLIMA.pptx
ANATOMIA RESPIRATÓRIA WLGLIMA.pptx
 
Sistema respiratorio.potx
Sistema respiratorio.potxSistema respiratorio.potx
Sistema respiratorio.potx
 
Sistema respiratorio
Sistema respiratorioSistema respiratorio
Sistema respiratorio
 
Viajando Com O Ar
Viajando Com O ArViajando Com O Ar
Viajando Com O Ar
 

Mais de Marcia Regina

Mais de Marcia Regina (16)

Carta ao inquilino
Carta ao inquilinoCarta ao inquilino
Carta ao inquilino
 
Profissoes_pesquisa
Profissoes_pesquisaProfissoes_pesquisa
Profissoes_pesquisa
 
Profissoes2
Profissoes2Profissoes2
Profissoes2
 
Profissoes
ProfissoesProfissoes
Profissoes
 
Anorexia e Bulimia
Anorexia e BulimiaAnorexia e Bulimia
Anorexia e Bulimia
 
Obesidade2
Obesidade2Obesidade2
Obesidade2
 
Obesidade
Obesidade Obesidade
Obesidade
 
Desnutrição2
Desnutrição2Desnutrição2
Desnutrição2
 
Desnutrição
Desnutrição Desnutrição
Desnutrição
 
Doenças_orientações para trabalho 1s
Doenças_orientações para trabalho 1sDoenças_orientações para trabalho 1s
Doenças_orientações para trabalho 1s
 
Água
ÁguaÁgua
Água
 
Sistema Genital Feminino
Sistema Genital FemininoSistema Genital Feminino
Sistema Genital Feminino
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
 
Aula_Sistema Locomotor e Sensorial
Aula_Sistema Locomotor e SensorialAula_Sistema Locomotor e Sensorial
Aula_Sistema Locomotor e Sensorial
 
Aula programada mídias e orientação sexual
Aula programada mídias e orientação sexualAula programada mídias e orientação sexual
Aula programada mídias e orientação sexual
 
Sistema urinário_Lidiane
Sistema urinário_LidianeSistema urinário_Lidiane
Sistema urinário_Lidiane
 

Sistema respiratório_Lidiane

  • 1. Sistema Respiratório Acadêmica: Lidiane Oliveira dos Santos Escola Estadual Menodora Fialho de Figueiredo
  • 2. • O sistema respiratório humano é constituído por um par de pulmões, pelas fossas nasais, a boca, a faringe, a laringe, a traquéia, os brônquios, os bronquíolos e os alvéolos, os três últimos localizados nos pulmões.
  • 3. • Fossas nasais: terminam na faringe, possuem um revestimento dotado de células produtoras de muco e células ciliadas. No teto das fossas nasais existem células sensoriais, responsáveis pelo sentido do olfato. Têm as funções de filtrar, umedecer e aquecer o ar. • Faringe: é um canal comum aos sistemas digestório e respiratório e comunica-se com a boca e com as fossas nasais.
  • 4. • Laringe: é um tubo sustentado por peças de cartilagem articuladas, situado na parte superior do pescoço, em continuação à faringe. A entrada da laringe chama-se glote. Acima dela a epiglote funciona como válvula. • Traquéia: é um tubo de aproximadamente 1,5 cm de diâmetro por 10-12 centímetros de comprimento, cujas paredes são reforçadas por anéis cartilaginosos. Ela se bifurca formando os brônquios.
  • 5. • Pulmões: Os pulmões humanos são órgãos esponjosos, com aproximadamente 25 cm de comprimento, sendo envolvidos por uma membrana serosa denominada pleura. Nos pulmões os brônquios ramificam-se, dando origem a tubos cada vez mais finos, os bronquíolos. Cada bronquíolo termina em pequenas bolsas formadas por células epiteliais achatadas recobertas por capilares sangüíneos, denominadas alvéolos pulmonares.
  • 6. • Diafragma: A base de cada pulmão apóia-se no diafragma, órgão músculo-membranoso que separa o tórax do abdômen, promovendo, juntamente com os músculos intercostais, os movimentos respiratórios.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10. Os movimentos respiratórios • A inspiração, que promove a entrada de ar nos pulmões, dá-se pela contração da musculatura do diafragma e dos músculos intercostais. O diafragma abaixa e as costelas elevam-se, promovendo o aumento da caixa torácica, com conseqüente redução da pressão interna (em relação à externa), forçando o ar a entrar nos pulmões. • A expiração, que promove a saída de ar dos pulmões, dá-se pelo relaxamento da musculatura do diafragma e dos músculos intercostais. O diafragma eleva-se e as costelas abaixam, o que diminui o volume da caixa torácica, com conseqüente aumento da pressão interna, forçando o ar a sair dos pulmões.
  • 11.
  • 12. As trocas gasosas • As trocas gasosas nas superfícies respiratórias ocorrem por difusão. Nas superfícies respiratórias há difusão de CO2 para o meio externo e entrada de O2 para o sangue. A oxigenação do sangue, dá-se o nome de hematose.
  • 13.
  • 14. O transporte de gases • O transporte de oxigênio está a cargo da hemoglobina. A hemoglobina combina-se com o oxigênio, formando a oxiemoglobina. • Quando o sangue arterial, rico em oxigênio, chega aos tecidos, o O2 se desliga da hemoglobina e, por difusão, passa para o interior das células vivas. Ao mesmo tempo que o O2 se difunde para as células, o CO2 passa do interior celular para o sangue.
  • 15. Sangue Sangue Arterial Tecidos Venoso Pulmões
  • 16. O ritmo respiratório • Em relativo repouso, a freqüência respiratória é da ordem de 10 a 15 movimentos por minuto. A respiração é controlada automaticamente por um centro nervoso localizado no bulbo. Desse centro partem os nervos responsáveis pela contração dos músculos respiratórios. • O ritmo respiratório é especialmente influenciado pela variação da concentração de CO2 no sangue. Quando, por exemplo, a atividade muscular é relativamente intensa, ocorre um considerável aumento da taxa de CO2 no sangue. O centro respiratório, então, é estimulado e intensifica o ritmo respiratório, promovendo uma eliminação mais rápida de CO2 e uma maior captação de O2 pelo sangue.
  • 17. Curiosidades • Por que soluçamos? • O soluço é resultado de uma contração involuntária do diafragma, Os incômodos do soluço surgem a partir de uma irritação do nervo frênico, cujas causas podem ser diversas (distensão gástrica pela ingestão de bebidas com gás, deglutição de ar ou alimentação em grande volume; mudanças súbitas da temperatura de alimentos ingeridos; modificações da temperatura corporal, como sauna seguida de ducha gelada; ingestão de bebidas alcoólicas; ou até mesmo gargalhadas). Quando ele fica ou sensibilizado, envia uma mensagem para o diafragma se contrair, o que dispara o soluço. O característico barulhinho "hic, hic" surge quando ocorre fechamento súbito da glote , produzindo vibração nas cordas vocais.
  • 18. • Susto cura soluço? Por que? • Sim. Quando levamos um susto, provocamos uma forte inspiração, levando a um aumento do volume de ar nos pulmões. Os pulmões pressionam o diafragma, fazendo com que ele se estique e volte a funcionar normalmente. Mas existem maneiras menos drásticas que também funcionam: tomar um copo d'água com nariz tampado ou inspirar e segurar o ar por alguns instantes.
  • 19. • Como acontece o reflexo da tosse? • Os brônquios e a traquéia são tão sensíveis a um toque leve, que quantidades mínimas de material estranho ou substâncias que causam irritação iniciam o reflexo da tosse. Desta forma, o ar que é expelido de forma explosiva dos pulmões para o exterior se move tão rapidamente que carrega consigo qualquer material estranho que esteja presente nos brônquios e na traquéia.
  • 20. • Como acontece o reflexo do espirro? • O estímulo que inicia o reflexo do espirro é a irritação das vias nasais. • Você sabia que: • - o ar que sai das narinas durante o espirro atinge em média 150 Km/hora? • - ao espirrarmos espalhamos aproximadamente 40 mil gotículas de saliva? • Pois é, por isto o espirro é uma excelente fonte de transmissão de doenças respiratórias.