Politica Brasil

531 visualizações

Publicada em

Aula Brasil e a história política do país.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
531
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
71
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Politica Brasil

  1. 1. Brasil RepúblicaBrasil República
  2. 2. Governo SarneyGoverno Sarney
  3. 3. O governo JOSÉO governo JOSÉ SARNEY (1985 – 1990):SARNEY (1985 – 1990):
  4. 4.  PMDBPMDB  Desconfiança inicialDesconfiança inicial  passado ligado a ditadura militar.passado ligado a ditadura militar.  ““Emendão”Emendão” (85) – aumentar credibilidade.(85) – aumentar credibilidade.  Eleições presidenciais seriamEleições presidenciais seriam restabelecidas.restabelecidas.  Voto para analfabetos.Voto para analfabetos.  Liberdade partidária (incluindo o PCB eLiberdade partidária (incluindo o PCB e o PC do B).o PC do B).  Liberdade sindical.Liberdade sindical.  Convocação deConvocação de Assembléia NacionalAssembléia Nacional ConstituinteConstituinte (formada por deputados(formada por deputados eleitos para o Congresso Nacional emeleitos para o Congresso Nacional em 1986).1986).
  5. 5. Previsão de privatizações.Previsão de privatizações. Moratória da dívida externa (suspensão deMoratória da dívida externa (suspensão de pagamento de juros).pagamento de juros).  Nov/86: eleições para deputados eNov/86: eleições para deputados e governadores.governadores. PMDB foi o grande vitoriosoPMDB foi o grande vitorioso 2222 governadores e 54% dos deputadosgovernadores e 54% dos deputados.. Fev/87: Instalação da Assembléia NacionalFev/87: Instalação da Assembléia Nacional Constituinte:Constituinte:  Ulysses Guimarães (PMDB)Ulysses Guimarães (PMDB)  Presidente da Assembleia.Presidente da Assembleia.
  6. 6.  Voto facultativo para analfabetos e menores entre 16Voto facultativo para analfabetos e menores entre 16 e 18 anos.e 18 anos.  Eleições para cargos executivos em dois turnos.Eleições para cargos executivos em dois turnos.  Habeas Corpus.Habeas Corpus.  Fim da censura.Fim da censura.  Direito de greve.Direito de greve.  Férias com adicional de 1/3 do salário.Férias com adicional de 1/3 do salário.  Licença maternidade (120 dias) e paternidade (4Licença maternidade (120 dias) e paternidade (4 dias).dias).  Seguro desemprego.Seguro desemprego.  Racismo = crime inafiançável.Racismo = crime inafiançável.
  7. 7. Plano CruzadoPlano Cruzado  Lançado em 28/02/1986Lançado em 28/02/1986  Dilson FunaroDilson Funaro  congelamento de preços de bens e serviços noscongelamento de preços de bens e serviços nos níveis do dia 27 de fevereiro de 1986;níveis do dia 27 de fevereiro de 1986;  Congelamento da Taxa de Cambio por um anoCongelamento da Taxa de Cambio por um ano em 13,84 Cruzados = 1 Dólar e 20,58 Cruzadosem 13,84 Cruzados = 1 Dólar e 20,58 Cruzados = 1 Libra= 1 Libra  reforma monetária, com alteração da unidadereforma monetária, com alteração da unidade do sistema monetário, que passou a denominar-do sistema monetário, que passou a denominar- se cruzado (Cz$), cujo valor correspondia a milse cruzado (Cz$), cujo valor correspondia a mil unidades de cruzeiro;unidades de cruzeiro;
  8. 8. Plano CruzadoPlano Cruzado  congelamento dos salários pela média decongelamento dos salários pela média de seu valor dos últimos seis meses e doseu valor dos últimos seis meses e do salário mínimo em Cz$ 804,00, que erasalário mínimo em Cz$ 804,00, que era igual a Aproximadamente a US$ 67,00 deigual a Aproximadamente a US$ 67,00 de Salário MínimoSalário Mínimo
  9. 9. Plano CruzadoPlano Cruzado  criação de uma espécie decriação de uma espécie de seguro-seguro- desempregodesemprego para aqueles que fossempara aqueles que fossem dispensados sem justa causa ou emdispensados sem justa causa ou em virtude do fechamento de empresas;virtude do fechamento de empresas;
  10. 10. Plano CruzadoPlano Cruzado  os reajustes salariais passaram a seros reajustes salariais passaram a ser realizados por um dispositivo chamadorealizados por um dispositivo chamado "gatilho salarial" ou "seguro-inflação", que"gatilho salarial" ou "seguro-inflação", que estabelecia o reajuste automático dosestabelecia o reajuste automático dos salários sempre que a inflação alcançassesalários sempre que a inflação alcançasse 20%20%  Surge os fiscais do Governo (População)Surge os fiscais do Governo (População)
  11. 11. Plano CruzadoPlano Cruzado "Cada brasileira ou brasileiro será um fiscal"Cada brasileira ou brasileiro será um fiscal dos preços em qualquer lugar do mundo.dos preços em qualquer lugar do mundo. Ninguém poderá, a partir de hoje, poderáNinguém poderá, a partir de hoje, poderá praticar a industria da remarcação. Opraticar a industria da remarcação. O estabelecimento que o fizer poderá serestabelecimento que o fizer poderá ser fechado, e esta prática ensejará a prisãofechado, e esta prática ensejará a prisão dos representantes"dos representantes"
  12. 12. Plano Cruzado IIPlano Cruzado II  Criado em 21/11/1986Criado em 21/11/1986  Liberação dos preços dos produtos eLiberação dos preços dos produtos e serviçosserviços  Reajuste dos aluguéis a ser negociadoReajuste dos aluguéis a ser negociado entre proprietários e inquilinos,entre proprietários e inquilinos,  Alteração do cálculo da inflação, queAlteração do cálculo da inflação, que passaria a ter como base os gastos daspassaria a ter como base os gastos das famílias com renda de até cinco saláriosfamílias com renda de até cinco salários mínimos.mínimos.
  13. 13. Plano Cruzado IIPlano Cruzado II  Aumento de impostos sobre bebidas eAumento de impostos sobre bebidas e cigarros.cigarros.  Aumento das tarifas de serviços públicosAumento das tarifas de serviços públicos  Aumento da carga fiscalAumento da carga fiscal  Reindexação da economiaReindexação da economia
  14. 14. Plano BresserPlano Bresser  Assume o Ministro da Fazenda LuizAssume o Ministro da Fazenda Luiz Carlos Bresser PereiraCarlos Bresser Pereira  Lança o Plano BresserLança o Plano Bresser  desativar o gatilho salarial, aumentardesativar o gatilho salarial, aumentar tributos, eliminar o subsídio do trigo etributos, eliminar o subsídio do trigo e adiar as obras de grande porte jáadiar as obras de grande porte já planejadas,planejadas,  06/01/88 – Sai Bresser06/01/88 – Sai Bresser
  15. 15. Plano VerãoPlano Verão  Assume o Ministro Maílson Ferreira daAssume o Ministro Maílson Ferreira da NobregaNobrega  Cria o plano Verão em 16/01/89Cria o plano Verão em 16/01/89 Congelamento de preços e salariosCongelamento de preços e salarios Cria o Cruzado NovoCria o Cruzado Novo Defasagem da inflaçãoDefasagem da inflação Altos gastos publicosAltos gastos publicos
  16. 16. Eleições PresidenciaisEleições Presidenciais  Primeira eleição presidencial pós 1960Primeira eleição presidencial pós 1960  Formada por partidos relativamente novosFormada por partidos relativamente novos  Total de 22 candidatos (23??)Total de 22 candidatos (23??)  Apenas 4 coligaçõesApenas 4 coligações PRN, PSC, PTR, PST - CoPRN, PSC, PTR, PST - Colllloror PT, PSB, PC do B - LulaPT, PSB, PC do B - Lula PL, PDC - AffiPL, PDC - Affi PSD, PDN – Ronaldo CaiadoPSD, PDN – Ronaldo Caiado
  17. 17. EleiçõesEleições
  18. 18. EleiçõesEleições
  19. 19. Armando Correa (PMB)??Armando Correa (PMB)??
  20. 20. EleiçõesEleições  15/11 1º turno15/11 1º turno Collor 28,52%Collor 28,52% Lula 16,08%Lula 16,08%  17/12 2º turno17/12 2º turno Collor 49,94%Collor 49,94% Lula 44,23%Lula 44,23%
  21. 21. A posse de CollorA posse de Collor  Collor toma posse em 15/03/1990Collor toma posse em 15/03/1990
  22. 22. Fernando CoFernando Collllor de Meloor de Melo 1990 - 19921990 - 1992
  23. 23. CollorCollor  Eleito pelo desconhecido PRN (Partido daEleito pelo desconhecido PRN (Partido da Reconstrução NacionalReconstrução Nacional Atual PTC – Partido Trabalhista CristãoAtual PTC – Partido Trabalhista Cristão  Apoiado no congresso pelo PFL, PDS,Apoiado no congresso pelo PFL, PDS, PTB, PLPTB, PL  Combate aos Marajás (func. Públicos)Combate aos Marajás (func. Públicos)  O PSDB recusa a compor a situaçãoO PSDB recusa a compor a situação  Novas medidas econômicasNovas medidas econômicas
  24. 24. CollorCollor  Pacote EconômicoPacote Econômico  Plano CollorPlano Collor Inflação de 4853% a.a.Inflação de 4853% a.a. Compõe o Plano Brasil Novo (15/031990)Compõe o Plano Brasil Novo (15/031990) Retorno do Cruzeiro – 19/03/1990Retorno do Cruzeiro – 19/03/1990 Bloqueios de investimentos bancáriosBloqueios de investimentos bancários superiores à Cr$50.000,00superiores à Cr$50.000,00 Corte de gasto públicoCorte de gasto público
  25. 25. • Aumento de tarifas.Aumento de tarifas. • Facilidades para importações.Facilidades para importações. • Privatizações de empresas estatais.Privatizações de empresas estatais. • Redução de gastos públicos (salários,Redução de gastos públicos (salários, aposentadorias e projetos sociais).aposentadorias e projetos sociais). • Início efetivo doInício efetivo do neoliberalismoneoliberalismo no Brasil.no Brasil. • Objetivo: queda da inflaçãoObjetivo: queda da inflação por meio da redução depor meio da redução de consumo.consumo. • Resultados:Resultados: • Redução do consumoRedução do consumo • Redução da produção.Redução da produção. • Desemprego.Desemprego. • FalênciasFalências
  26. 26. CollorCollor Redução da máquina do EstadoRedução da máquina do Estado Demissão de funcionáriosDemissão de funcionários Privatização de estataisPrivatização de estatais Abertura do Mercado InternoAbertura do Mercado Interno Operação “torneirinha”(Zélia Cardoso deOperação “torneirinha”(Zélia Cardoso de Mello)Mello) Queda na produção industrial (25%)Queda na produção industrial (25%) Queda no PIB US$453bi para US$433biQueda no PIB US$453bi para US$433bi
  27. 27. CollorCollor Collor parecia alheio a sua políticaCollor parecia alheio a sua política econômica desastrosa, procurava passareconômica desastrosa, procurava passar uma imagem de super-homem, sempreuma imagem de super-homem, sempre aparecendo na mídia se exibindo,aparecendo na mídia se exibindo, pilotando uma aeronave, fazendopilotando uma aeronave, fazendo caminhadas, praticando esportes etc.caminhadas, praticando esportes etc. Mostrava uma personalidade forte,Mostrava uma personalidade forte, vaidoso, arrojado, combativo e moderno.vaidoso, arrojado, combativo e moderno. Quem não lembra da frase "Tenho aquiloQuem não lembra da frase "Tenho aquilo roxo".roxo".
  28. 28. CollorCollor 16/08/1990 – Programa Nacional de16/08/1990 – Programa Nacional de DesestatizaçãoDesestatização 25 estatais até 199325 estatais até 1993 Usiminas foi a primeiraUsiminas foi a primeira Negociações do setor de comunicação eNegociações do setor de comunicação e energético – Estado maior acionistaenergético – Estado maior acionista Falta de “pulso firme” – Falha o Plano CollorFalta de “pulso firme” – Falha o Plano Collor Inflação de 19,93% dez90 – 1198% acumuladoInflação de 19,93% dez90 – 1198% acumulado anoano
  29. 29. CollorCollor  Plano Collor IIPlano Collor II 31/01/199131/01/1991 Objetivo de controlar a ciranda financeiraObjetivo de controlar a ciranda financeira Recuperação a partir de 1992 –Recuperação a partir de 1992 – reestruturação da industria internareestruturação da industria interna Desemprego estrutural – aprox 10%Desemprego estrutural – aprox 10% Aumento da produtividade.Aumento da produtividade.  26/03/1991 – Tratado de Assunção26/03/1991 – Tratado de Assunção
  30. 30. CollorCollor  Insatisfação popularInsatisfação popular  Denuncias de corrupção 1991Denuncias de corrupção 1991 AmigosAmigos MinistrosMinistros Primeira Dama – Rosane CollorPrimeira Dama – Rosane Collor Paulo César FariasPaulo César Farias Tráfico de influênciaTráfico de influência Lavagem e desvio de dinheiroLavagem e desvio de dinheiro
  31. 31. CollorCollor  Revolta popularRevolta popular Crise econômicaCrise econômica Crise socialCrise social  Fraco apoio no congressoFraco apoio no congresso  Foi instalada uma CPIFoi instalada uma CPI  Denuncia feita por Pedro Collor de MelloDenuncia feita por Pedro Collor de Mello Presidente cúmplice do esquemaPresidente cúmplice do esquema Pedido popular dePedido popular de IMPEACHMENTIMPEACHMENT
  32. 32. CollorCollor  O pequeno apoio no congresso passa aO pequeno apoio no congresso passa a defender a cassaçãodefender a cassação  Collor pede apoioCollor pede apoio popularpopular Manifestações de apoioManifestações de apoio Manifestações contrárias –Manifestações contrárias – os caras pintadasos caras pintadas a partir de 16/08a partir de 16/08  Processo de Impeachment foi aprovadoProcesso de Impeachment foi aprovado 441 a favor, 38 contra e 1 abstenção e 23441 a favor, 38 contra e 1 abstenção e 23 ausênciasausências
  33. 33. CollorCollor  Em 02/10 – Collor é afastado do CargoEm 02/10 – Collor é afastado do Cargo  Collor renuncia ao cargo em 29/12/1992Collor renuncia ao cargo em 29/12/1992 Visa manter os direitos políticosVisa manter os direitos políticos Evitar a cassaçãoEvitar a cassação  Assim mesmo teve seus direitos políticosAssim mesmo teve seus direitos políticos foram suspensos por 8 anosforam suspensos por 8 anos  Itamar Franco, vice, assumeItamar Franco, vice, assume definitivamentedefinitivamente
  34. 34. CollorCollor  Após seu afastamento oficial, emApós seu afastamento oficial, em entrevista a imprensa (2005) afirma terentrevista a imprensa (2005) afirma ter tentado suicídio nesta época.tentado suicídio nesta época. "elite política avessa a necessidade de"elite política avessa a necessidade de modernização do país"modernização do país"
  35. 35. CollorCollor
  36. 36. Caso PCCaso PC
  37. 37. Itamar FrancoItamar Franco 1992 - 19941992 - 1994
  38. 38. ItamarItamar  Assume em 29/12/1992Assume em 29/12/1992 Inflação acumulada de 1093,8%Inflação acumulada de 1093,8% Nova composição MinisterialNova composição Ministerial Organização de Plebiscito (Previsto naOrganização de Plebiscito (Previsto na Constituição)Constituição) Combate a InflaçãoCombate a Inflação Continuidade à abertura econômica -Continuidade à abertura econômica - PrivatizaçõesPrivatizações
  39. 39. ItamarItamar  Continuidade de privatizações.Continuidade de privatizações.  Dificuldades econômicasDificuldades econômicas (inflação média de 40% ao mês).(inflação média de 40% ao mês).  ABR/93: PlebiscitoABR/93: Plebiscito  MONARQUIAMONARQUIA X REPÚBLICA*X REPÚBLICA*  PARLAMENTARISMO X PRESIDENCIALISMO*PARLAMENTARISMO X PRESIDENCIALISMO*
  40. 40. ItamarItamar  PolíticaPolítica 21/04/199321/04/1993 RepúblicaRepública  ParlamentarismoParlamentarismo  PresidencialismoPresidencialismo MonarquiaMonarquia ParlamentaristaParlamentarista Vitória da República PresidencialistaVitória da República Presidencialista Mistério Fazenda (1993)Mistério Fazenda (1993) Paulo Haddad (01/03) → FHC (19/05/)Paulo Haddad (01/03) → FHC (19/05/)
  41. 41. Família RealFamília Real Princesa PaolaPrincesa Paola
  42. 42. ItamarItamar  EconomiaEconomia Déficit de US$20 bilhõesDéficit de US$20 bilhões Cadeia produtiva ociosa em 30%Cadeia produtiva ociosa em 30% Aumento do desemprego estruturalAumento do desemprego estrutural Crescimento do setor informalCrescimento do setor informal Criação de nova moeda: Cruzeiro RealCriação de nova moeda: Cruzeiro Real Cr$1000,00 → CR$1,00Cr$1000,00 → CR$1,00 Ago./1993 à jun./1994Ago./1993 à jun./1994 Preparação para a reforma mais amplaPreparação para a reforma mais ampla
  43. 43. ItamarItamar
  44. 44. ItamarItamar  PlanoPlano FHCFHC (28/02/1994)(28/02/1994) Rebatizado de Plano RealRebatizado de Plano Real Cria a URV (indexação)Cria a URV (indexação) CR$2750,00 → 1,00 URV → R$1,00CR$2750,00 → 1,00 URV → R$1,00 Fixação Cambial R$ 1,00 → US$1,00Fixação Cambial R$ 1,00 → US$1,00 Esgotamento InflacionárioEsgotamento Inflacionário Arrocho SalarialArrocho Salarial Salário Mínimo de R$64,79Salário Mínimo de R$64,79 Jun./1994 → RealJun./1994 → Real
  45. 45. ItamarItamar  EconomiaEconomia Elevação da Taxa de JurosElevação da Taxa de Juros Atração de capitais estrangeirosAtração de capitais estrangeiros Retenção de CréditoRetenção de Crédito Aumento da Dívida Pública (Interna e Externa)Aumento da Dívida Pública (Interna e Externa) Entra em vigor o Mercosul (01/01/1995)Entra em vigor o Mercosul (01/01/1995) Acordado a ALCAAcordado a ALCA Varias negociações com o FMIVarias negociações com o FMI FHC deixa o Ministério (mar./1994)FHC deixa o Ministério (mar./1994)
  46. 46. ItamarItamar  Eleições PresidenciaisEleições Presidenciais 8 candidatos8 candidatos 1º1º FHCFHC → 54,27% (eleito 1º turno)→ 54,27% (eleito 1º turno) 2º2º LulaLula → 27,04%→ 27,04%  Considerações FinaisConsiderações Finais Privatizações reduzidasPrivatizações reduzidas Conclusão do setor siderúrgicoConclusão do setor siderúrgico EmbraerEmbraer 01/01/1995 – Assume FHC01/01/1995 – Assume FHC
  47. 47. FFHHCC
  48. 48. FFHHCC
  49. 49. FHCFHC  Campanha apoiada no plano RealCampanha apoiada no plano Real  Manteve estabilidade política em todo seuManteve estabilidade política em todo seu mandatomandato  Emenda acerca da reeleição no executivoEmenda acerca da reeleição no executivo  Manutenção das privatizaçõesManutenção das privatizações CVRDCVRD EmbraerEmbraer TelebrásTelebrás
  50. 50. FHCFHC  CorrupçãoCorrupção Favorecimento para a compra de estataisFavorecimento para a compra de estatais Compra de parlamentares para e reeleiçãoCompra de parlamentares para e reeleição  Programas SociaisProgramas Sociais Bolsa EscolaBolsa Escola Bolsa AlimentaçãoBolsa Alimentação Vale GásVale Gás
  51. 51. FHCFHC
  52. 52. FHCFHC  Implantação do gasoduto Brasil-BolíviaImplantação do gasoduto Brasil-Bolívia  Facilitação da entrada de MultinacionaisFacilitação da entrada de Multinacionais  Flexibilização de monopólio estatalFlexibilização de monopólio estatal  Criação da Lei de ResponsabilidadeCriação da Lei de Responsabilidade FiscalFiscal  Reeleição em 1998Reeleição em 1998 FHC → 61,26% (1º turno)FHC → 61,26% (1º turno) Lula → 24,73%Lula → 24,73%
  53. 53. FHCFHC  EconomiaEconomia Continuidade com o NeoliberalismoContinuidade com o Neoliberalismo Acumulo de déficit primárioAcumulo de déficit primário US$20 bilhões em dívidas com FMIUS$20 bilhões em dívidas com FMI Cartilha do FMICartilha do FMI Sucateamento de Órgãos PúblicosSucateamento de Órgãos Públicos Queda na arrecadaçãoQueda na arrecadação Gastos públicosGastos públicos
  54. 54. FHCFHC
  55. 55. FHCFHC  Utilizando oUtilizando o Plano RealPlano Real como política decomo política de campanha Fernando Henrique foi eleito ecampanha Fernando Henrique foi eleito e reeleito (pela primeira vez na História doreeleito (pela primeira vez na História do Brasil), em primeiro turno presidente doBrasil), em primeiro turno presidente do país;país;  Aumento dos juros, queda do consumo eAumento dos juros, queda do consumo e baixa inflação;baixa inflação;  Aumento da violência no campo (Aumento da violência no campo (MSTMST) e) e nas cidades (nas cidades (crime organizadocrime organizado););
  56. 56. FHCFHC  O Brasil e o Mercosul entram em criseO Brasil e o Mercosul entram em crise 19991999  Reflexo das crises: México, Rússia e ÁsiaReflexo das crises: México, Rússia e Ásia  Solução para a criseSolução para a crise Desvalorização cambialDesvalorização cambial Retorno ao câmbio flutuanteRetorno ao câmbio flutuante  Crise EnergéticaCrise Energética ApagãoApagão
  57. 57. FHCFHC
  58. 58. FHCFHC  Eleições 2002Eleições 2002 6 candidatos6 candidatos Lula → 46,48% → 61,3%Lula → 46,48% → 61,3% Serra → 23,20% → 38,7%Serra → 23,20% → 38,7%  Lula eleito presidenteLula eleito presidente  Fim da era FHCFim da era FHC 01/01/1995 → 01/01/200301/01/1995 → 01/01/2003
  59. 59. Luiz Inácio Lula da SilvaLuiz Inácio Lula da Silva 01/01/2003 à 01/01/201101/01/2003 à 01/01/2011
  60. 60. LulaLula  Melhorias SociaisMelhorias Sociais Fome ZeroFome Zero Bolsa FamíliaBolsa Família ProuniProuni  Desenvolvimento EconômicoDesenvolvimento Econômico Crescimento econômicoCrescimento econômico Controle da Crise InternacionalControle da Crise Internacional  Política InternacionalPolítica Internacional
  61. 61. LulaLula  Henrique Meireles é acusado de efetuarHenrique Meireles é acusado de efetuar remessas de dólares para o exterior semremessas de dólares para o exterior sem declarar a RF, pela CPI do Banestado, e recebedeclarar a RF, pela CPI do Banestado, e recebe por Medida Provisória o status de Ministro;por Medida Provisória o status de Ministro;  Caso Valdomiro dos Santos, assessor doCaso Valdomiro dos Santos, assessor do Ministro da Casa Civil José Dirceu, que éMinistro da Casa Civil José Dirceu, que é acusado de receber propinas e favoreceracusado de receber propinas e favorecer “empresários” da jogatina;“empresários” da jogatina;
  62. 62. LulaLula  Fome ZeroFome Zero assegurar o direito humano à alimentaçãoassegurar o direito humano à alimentação adequada, promovendo a segurançaadequada, promovendo a segurança alimentar e nutricional e contribuindo para aalimentar e nutricional e contribuindo para a conquista da cidadania pela população maisconquista da cidadania pela população mais vulnerável à fome.vulnerável à fome. Participação dos Estados e MunicípiosParticipação dos Estados e Municípios Superara a pobreza (distribuição de renda)Superara a pobreza (distribuição de renda)
  63. 63. LulaLula
  64. 64. LulaLula
  65. 65. LulaLula
  66. 66. LulaLula
  67. 67. LulaLula  Bolsa FamíliaBolsa Família A depender da renda familiar por pessoaA depender da renda familiar por pessoa (limitada a R$ 140), do número e da idade(limitada a R$ 140), do número e da idade dos filhos, o valor do benefício recebido pelados filhos, o valor do benefício recebido pela família pode variar entre R$ 22 a R$ 200.família pode variar entre R$ 22 a R$ 200. transferência de renda, condicionalidades etransferência de renda, condicionalidades e programas complementaresprogramas complementares
  68. 68. LulaLula
  69. 69. LulaLula
  70. 70. LulaLula
  71. 71. LulaLula
  72. 72. LulaLula
  73. 73. LulaLula
  74. 74. LulaLula  ProuniProuni concessão de bolsas de estudo integrais econcessão de bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação eparciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, emsequenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior.instituições privadas de educação superior. Distribuição de renda a longo prazoDistribuição de renda a longo prazo Melhoria no IDHMelhoria no IDH ReuniReuni
  75. 75. LulaLula
  76. 76. LulaLula
  77. 77. LulaLula
  78. 78. LulaLula
  79. 79. LulaLula  Crescimento EconômicoCrescimento Econômico Programa de Aceleração do CrescimentoPrograma de Aceleração do Crescimento Investimentos em infraestruturaInvestimentos em infraestrutura TransporteTransporte EnergiaEnergia SaneamentoSaneamento HabitaçãoHabitação Recursos hídricosRecursos hídricos
  80. 80. LulaLula
  81. 81. LulaLula
  82. 82. LulaLula
  83. 83. LulaLula
  84. 84. LulaLula
  85. 85. LulaLula
  86. 86. LulaLula
  87. 87. LulaLula
  88. 88. LulaLula
  89. 89. LulaLula
  90. 90. LulaLula
  91. 91. LulaLula
  92. 92. LulaLula
  93. 93. LulaLula
  94. 94. LulaLula
  95. 95. LulaLula
  96. 96. LulaLula  Controle da Crise InternacionalControle da Crise Internacional Redução de tarifasRedução de tarifas Redução da taxa de jurosRedução da taxa de juros Favorecimento ao mercado internoFavorecimento ao mercado interno Baixo impacto na economia brasileiraBaixo impacto na economia brasileira Auxiliado pelo PACAuxiliado pelo PAC MarolinhaMarolinha
  97. 97. LulaLula
  98. 98. LulaLula
  99. 99. LulaLula
  100. 100. LulaLula
  101. 101. LulaLula
  102. 102. LulaLula  Política InternacionalPolítica Internacional Ação pacifistaAção pacifista Irã (Irã (Marmud ArmadinejadMarmud Armadinejad)) Ação no Haiti (MINUSTAH)Ação no Haiti (MINUSTAH) Pleiteio de cadeira permanente na ONUPleiteio de cadeira permanente na ONU Intervenção em conflitos subcontinentaisIntervenção em conflitos subcontinentais Credor financeiro internacionalCredor financeiro internacional Aumento de reservasAumento de reservas
  103. 103. LulaLula
  104. 104. LulaLula
  105. 105. LulaLula
  106. 106. LulaLula
  107. 107. LulaLula
  108. 108. LulaLula
  109. 109. LulaLula
  110. 110. LulaLula
  111. 111. LulaLula
  112. 112. Eleições PresidenciaisEleições Presidenciais
  113. 113. Eleições PresidenciaisEleições Presidenciais
  114. 114. Eleições PresidenciaisEleições Presidenciais
  115. 115. Eleições PresidenciaisEleições Presidenciais
  116. 116. Eleições PresidenciaisEleições Presidenciais
  117. 117. Dilma RousseffDilma Rousseff
  118. 118. Dilma RousseffDilma Rousseff
  119. 119. Dilma RousseffDilma Rousseff  Brasil CarinhosoBrasil Carinhoso  Sistema de CotasSistema de Cotas  Brasil Medalhas 2016Brasil Medalhas 2016  Redução Tarifa de EnergiaRedução Tarifa de Energia  Programa Estratégico de Software ePrograma Estratégico de Software e Serviços de Tecnologia da InformaçãoServiços de Tecnologia da Informação  Programa Mais EscolaPrograma Mais Escola  Programa Ciência Sem FronteirasPrograma Ciência Sem Fronteiras

×