Cavalgando um cavalo morto 2013

1.369 visualizações

Publicada em

Metáfora aplicada à administração de empresas

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.369
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cavalgando um cavalo morto 2013

  1. 1. UMA METÁFORA EMPRESARIAL Preparado por Milton R. Almeida Administrador de Empresas mra.almeida@yahoo.com.br
  2. 2. Dizem que os índios Dakota,dos Estados Unidos, têm umditado, passado de geraçãoem geração, que diz:“Quando vocêdescobrir que estámontando um cavalomorto, desmonte”. Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 2
  3. 3. Levando essa sabedoria para a área empresarial, vemos que oé uma representação de algo que deixou de existir, de funcionar ou de produzir os resultados esperados, ... Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 3
  4. 4. como um produto obsoleto,um serviço ineficiente, umsoftware inadequado, umamáquina defeituosa, ummercado em declínio oumesmo pessoas que setornaram desmotivadas,acomodadas oudesatualizadas. Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 4
  5. 5. E rapidamente descobrimos que “desmontar de um cavalo morto” – abandonar velhas práticas ou recursos - numa empresa, não é tarefa fácil! RESISTÊNCIA Mudanças, Inovações Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 5
  6. 6. Embora os dirigentes saibam que é necessário remover os “cavalos mortos”que retardam ou impedem a evolução dos negócios, negóciosmuitos preferem adotar estratégias para tentarfazer o cavalo morto cavalgar novamente, como estas: Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 6
  7. 7. 1 . Comprar um chicote mais forte.2. Substituir os cavaleiros por outros maiscompetentes e mais leves para melhorar odesempenho do cavalo morto.3. Dizer coisas como: “esta é a forma como nóssempre montamos este cavalo”. Ou “esta é aforma como sempre fizemos as coisas nestaempresa”. Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 7
  8. 8. 4. Nomear um comitê ou Circulo de Qualidadepara estudar o cavalo. Reclamar da qualidadedos cavalos de hoje.5. Organizar visitas a outras empresas ou paísespara ver como eles cavalgam cavalos mortos.6. Eliminar políticas e normas que digam que ocavalo está morto. Demitir quem disser que ocavalo está morto. Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 8
  9. 9. 7. Criar um programa de treinamento paraaumentar a capacidade de cavalgar o cavalomorto.8. Contratar uma agência de publicidade pararelançar o cavalo morto. Fazer um website parao cavalo morto9. Colocar vários cavalos mortos juntos paraaumentar a velocidade. Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 9
  10. 10. 10. Comprar produtos que façam ocavalo morto galopar mais rápido.11. Reduzir os padrões dedesempenho para que o cavalomorto seja considerado eficiente.12. Promover o cavalo morto a umaposição de gerência. Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 10
  11. 11. Com certeza todos nós conhecemosorganizações que aplicam essas estratégias diante de situações críticas. Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 11
  12. 12. Preparado por Milton Almeida -mra.almeida@yahoo.com.br 12
  13. 13. Também é comum encontrarorganizações comandadaspor cavalos mortos. Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 13
  14. 14. A dura lei dos negóciosdiz que é necessárioevoluir continuamentepara sobreviver. Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 14
  15. 15. O sucesso empresarial, paraser mantido, exige que sejamidentificados e removidos,sem complacência erapidamente, os obstáculosrapidamenteque retardam a evoluçãocompetitiva e financeira,sejam eles quais forem. Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 15
  16. 16. Construir a empresa do futuroexige que se modifique aempresa de hoje. Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 16
  17. 17. Para desmontar de um cavalo morto épreciso, antes de mais nada, ter a coragem de reconhecer que o cavalo morreu. Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 17
  18. 18. É preciso reconhecerquando um processotornou-se ineficiente,quando um produtorecentemente adquirido nãoatende nossasnecessidades ou quandouma pessoa que muitoestimamos causaproblemas/riscos para osnegócios. Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 18
  19. 19. Para dar continuidade à nossajornada é preciso apear edescartar o cavalo, osprocessos, os produtos ou aspessoas, por mais úteis eestimados que tenham sido. É uma questão de evoluir ou fracassar. Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 19
  20. 20. O desenvolvimentoempresarial exige inovaçãocontínua, novas políticas eo descarte de práticasprofundamente arraigadas emsua cultura e sistemas detrabalho. Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 20
  21. 21. Moral da história:Nenhuma organização atinge seus objetivos utilizando recursos inadequados. Organizações competitivas são aquelas que não aceitam a negligência, a imprudência e a imperícia de seus dirigentes. Preparado por Milton Almeida - mra.almeida@yahoo.com.br 21
  22. 22. Milton Roberto de Almeida Administrador de Empresas (FAPEI), especializado em Gestão da Administração Pública (UNISUL), História Militar (UNISUL), Planejamento Político-Estratégico (ESG/ADESG) e Gestão de Recursos de Defesa (ESG/FIESP). Atua, desde 1985, em treinamento e desenvolvimento profissional e gerencial junto a organizações multinacionais e nacionais de portes variados, nos setores INDUSTRIAIS (químico, farmacêutico, eletroeletrônico, metalúrgico), COMERCIAIS (foto, cine e vídeo) e SERVIÇOS (transporte rodoviário de cargas, refeição-convênio, consultoria e educação superior, associações e sindicatos industriais e comerciais). Consultor de Empresas nas áreas de Inteligência e Segurança de Negócios, Marketing, Vendas e Desenvolvimento Organizacional. Professor universitário nas áreas de Planejamento Estratégico, Jogos de Empresas e Técnicas de Vendas. Membro da ADESG – Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra, onde foi Diretor da Expressão Científica-Tecnológica do Poder Nacional e Pesquisador da Diretoria Estadual de Pesquisas e Estudos Estratégicos. Membro instituidor da FAEPE – Fundação de Altos Estudos de Política e Estratégia de Apoio à Escola Superior de Guerra. Oficial R/2 de Cavalaria do Exército Brasileiro. br.linkedin.com/in/miltonalmeida/ mra.almeida@yahoo.com.br16/02/13 Prof. Milton Roberto de Almeida - 2013 22

×