SlideShare uma empresa Scribd logo

Artigo corrigido

O documento descreve como um ambiente de desenvolvimento de software foi criado utilizando ferramentas como Netbeans, Grails e Visual Paradigm para UML. O ambiente foi usado para desenvolver a aplicação G-INFO utilizando Scrum. Diagramas de classe e banco de dados foram criados para especificar os requisitos da aplicação.

1 de 18
Baixar para ler offline
Universidade Estadual de Maringá<br />Centro de Tecnologia<br />Departamento de Informática<br />Disciplina: Ambientes de Desenvolvimento de Software – 1753<br />Criação do Ambiente de Desenvolvimento e Desenvolvimento da aplicação G-INFO<br />Professor:<br />Ademir Carniel<br />Alunos:<br />Carlos Alessandro Chiconato Ra: 48879<br />Página: www.din.uem.br/~cachiconato<br />Marcos Paulo Arruda Frare Ra: 48893<br />Página: www.din.uem.br/~mpafrare<br />Maringá, 2010<br />Sumario<br />,[object Object]
Por que definir processos
Objetivos
Fundamentação Teórica
Sobre Qualidade de Software
Sobre Scrum

Recomendados

Comparativo entre Processos Ágeis
Comparativo entre Processos ÁgeisComparativo entre Processos Ágeis
Comparativo entre Processos ÁgeisDaniel Ferreira
 
Uma análise sobre gestão de pessoas baseada nos métodos ágeis
Uma análise sobre gestão de pessoas baseada nos métodos ágeisUma análise sobre gestão de pessoas baseada nos métodos ágeis
Uma análise sobre gestão de pessoas baseada nos métodos ágeiss4nx
 
Gerenciando Projetos De Software De Forma áGil Utilizando Scrum
Gerenciando Projetos De Software De Forma áGil Utilizando ScrumGerenciando Projetos De Software De Forma áGil Utilizando Scrum
Gerenciando Projetos De Software De Forma áGil Utilizando ScrumRaphael Donaire Albino
 
Aplicando Scrum na prática para times ágeis
Aplicando Scrum na prática para times ágeisAplicando Scrum na prática para times ágeis
Aplicando Scrum na prática para times ágeisfayrusm
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Scrum - Desenvolvimento Ágil
Scrum - Desenvolvimento ÁgilScrum - Desenvolvimento Ágil
Scrum - Desenvolvimento ÁgilIsrael Santiago
 
PROPOSTA DE ADAPTAÇÃO DAS PRÁTICAS DO SCRUM PARA O MPS.BR NIVEL G
PROPOSTA DE ADAPTAÇÃO DAS PRÁTICAS DO SCRUM PARA O MPS.BR NIVEL GPROPOSTA DE ADAPTAÇÃO DAS PRÁTICAS DO SCRUM PARA O MPS.BR NIVEL G
PROPOSTA DE ADAPTAÇÃO DAS PRÁTICAS DO SCRUM PARA O MPS.BR NIVEL Gjrnavarro
 
Gestão Ágil de Projetos com Scrum e FDD - Manoel Pimentel
Gestão Ágil de Projetos com Scrum e FDD - Manoel PimentelGestão Ágil de Projetos com Scrum e FDD - Manoel Pimentel
Gestão Ágil de Projetos com Scrum e FDD - Manoel PimentelManoel Pimentel Medeiros
 
METODOLOGIA ÁGIL: Família Crystal de Cockbum
METODOLOGIA ÁGIL: Família Crystal de CockbumMETODOLOGIA ÁGIL: Família Crystal de Cockbum
METODOLOGIA ÁGIL: Família Crystal de Cockbumvanessa finoto
 
Macrosolutions Consultoria: Coaching e Mentoring em Gerenciamento de Projetos
Macrosolutions Consultoria: Coaching e Mentoring em Gerenciamento de ProjetosMacrosolutions Consultoria: Coaching e Mentoring em Gerenciamento de Projetos
Macrosolutions Consultoria: Coaching e Mentoring em Gerenciamento de ProjetosMacrosolutions SA
 
Macrosolutions Consultoria: Planejamento acelerado de projetos através dos Ga...
Macrosolutions Consultoria: Planejamento acelerado de projetos através dos Ga...Macrosolutions Consultoria: Planejamento acelerado de projetos através dos Ga...
Macrosolutions Consultoria: Planejamento acelerado de projetos através dos Ga...Macrosolutions SA
 
Analise de gerenciamento_de_projeto_de_software_utilizando_metodologia_agil_x...
Analise de gerenciamento_de_projeto_de_software_utilizando_metodologia_agil_x...Analise de gerenciamento_de_projeto_de_software_utilizando_metodologia_agil_x...
Analise de gerenciamento_de_projeto_de_software_utilizando_metodologia_agil_x...Elisangela Paulino
 
Desenvolvimento ágil de software: análise sintética a partir de KANBAN
Desenvolvimento ágil de software: análise sintética a partir de KANBANDesenvolvimento ágil de software: análise sintética a partir de KANBAN
Desenvolvimento ágil de software: análise sintética a partir de KANBANFernando Palma
 
Metodologias ágeis de desenvolvimento de software por Givanaldo Rocha
Metodologias ágeis de desenvolvimento de software por Givanaldo RochaMetodologias ágeis de desenvolvimento de software por Givanaldo Rocha
Metodologias ágeis de desenvolvimento de software por Givanaldo RochaFernando Palma
 
Macrosolutions Consultoria: Estruturação dos Processos de Comunicação em Proj...
Macrosolutions Consultoria: Estruturação dos Processos de Comunicação em Proj...Macrosolutions Consultoria: Estruturação dos Processos de Comunicação em Proj...
Macrosolutions Consultoria: Estruturação dos Processos de Comunicação em Proj...Macrosolutions SA
 
Engenharia de Software 100% Agil (SCRUM, FDD e XP)
Engenharia de Software 100% Agil (SCRUM, FDD e XP)Engenharia de Software 100% Agil (SCRUM, FDD e XP)
Engenharia de Software 100% Agil (SCRUM, FDD e XP)Rildo (@rildosan) Santos
 
Artigo Pós graduação_Caroline Seara (2)
Artigo Pós graduação_Caroline Seara (2)Artigo Pós graduação_Caroline Seara (2)
Artigo Pós graduação_Caroline Seara (2)Caroline Seara
 
Cinco motivos para você não adotar metodologias ágeis - Rafael Prikladnicki F...
Cinco motivos para você não adotar metodologias ágeis - Rafael Prikladnicki F...Cinco motivos para você não adotar metodologias ágeis - Rafael Prikladnicki F...
Cinco motivos para você não adotar metodologias ágeis - Rafael Prikladnicki F...Flávio Steffens
 
Aplicação das abordagens Scrum e XP
Aplicação das abordagens Scrum e XPAplicação das abordagens Scrum e XP
Aplicação das abordagens Scrum e XPs4nx
 
Resumo das mudanças no PMBOK 5
Resumo das mudanças no PMBOK 5Resumo das mudanças no PMBOK 5
Resumo das mudanças no PMBOK 5Fernando Palma
 

Mais procurados (20)

Scrum - Desenvolvimento Ágil
Scrum - Desenvolvimento ÁgilScrum - Desenvolvimento Ágil
Scrum - Desenvolvimento Ágil
 
PROPOSTA DE ADAPTAÇÃO DAS PRÁTICAS DO SCRUM PARA O MPS.BR NIVEL G
PROPOSTA DE ADAPTAÇÃO DAS PRÁTICAS DO SCRUM PARA O MPS.BR NIVEL GPROPOSTA DE ADAPTAÇÃO DAS PRÁTICAS DO SCRUM PARA O MPS.BR NIVEL G
PROPOSTA DE ADAPTAÇÃO DAS PRÁTICAS DO SCRUM PARA O MPS.BR NIVEL G
 
Gestão Ágil de Projetos com Scrum e FDD - Manoel Pimentel
Gestão Ágil de Projetos com Scrum e FDD - Manoel PimentelGestão Ágil de Projetos com Scrum e FDD - Manoel Pimentel
Gestão Ágil de Projetos com Scrum e FDD - Manoel Pimentel
 
METODOLOGIA ÁGIL: Família Crystal de Cockbum
METODOLOGIA ÁGIL: Família Crystal de CockbumMETODOLOGIA ÁGIL: Família Crystal de Cockbum
METODOLOGIA ÁGIL: Família Crystal de Cockbum
 
Macrosolutions Consultoria: Coaching e Mentoring em Gerenciamento de Projetos
Macrosolutions Consultoria: Coaching e Mentoring em Gerenciamento de ProjetosMacrosolutions Consultoria: Coaching e Mentoring em Gerenciamento de Projetos
Macrosolutions Consultoria: Coaching e Mentoring em Gerenciamento de Projetos
 
Macrosolutions Consultoria: Planejamento acelerado de projetos através dos Ga...
Macrosolutions Consultoria: Planejamento acelerado de projetos através dos Ga...Macrosolutions Consultoria: Planejamento acelerado de projetos através dos Ga...
Macrosolutions Consultoria: Planejamento acelerado de projetos através dos Ga...
 
Analise de gerenciamento_de_projeto_de_software_utilizando_metodologia_agil_x...
Analise de gerenciamento_de_projeto_de_software_utilizando_metodologia_agil_x...Analise de gerenciamento_de_projeto_de_software_utilizando_metodologia_agil_x...
Analise de gerenciamento_de_projeto_de_software_utilizando_metodologia_agil_x...
 
Metodologia Ágil
Metodologia ÁgilMetodologia Ágil
Metodologia Ágil
 
Desenvolvimento ágil de software: análise sintética a partir de KANBAN
Desenvolvimento ágil de software: análise sintética a partir de KANBANDesenvolvimento ágil de software: análise sintética a partir de KANBAN
Desenvolvimento ágil de software: análise sintética a partir de KANBAN
 
Metodologias ágeis de desenvolvimento de software por Givanaldo Rocha
Metodologias ágeis de desenvolvimento de software por Givanaldo RochaMetodologias ágeis de desenvolvimento de software por Givanaldo Rocha
Metodologias ágeis de desenvolvimento de software por Givanaldo Rocha
 
Crystal
CrystalCrystal
Crystal
 
Macrosolutions Consultoria: Estruturação dos Processos de Comunicação em Proj...
Macrosolutions Consultoria: Estruturação dos Processos de Comunicação em Proj...Macrosolutions Consultoria: Estruturação dos Processos de Comunicação em Proj...
Macrosolutions Consultoria: Estruturação dos Processos de Comunicação em Proj...
 
Scrum Experience [O Tutorial Scrum]
Scrum Experience [O Tutorial Scrum]Scrum Experience [O Tutorial Scrum]
Scrum Experience [O Tutorial Scrum]
 
Engenharia de Software 100% Agil (SCRUM, FDD e XP)
Engenharia de Software 100% Agil (SCRUM, FDD e XP)Engenharia de Software 100% Agil (SCRUM, FDD e XP)
Engenharia de Software 100% Agil (SCRUM, FDD e XP)
 
Artigo Pós graduação_Caroline Seara (2)
Artigo Pós graduação_Caroline Seara (2)Artigo Pós graduação_Caroline Seara (2)
Artigo Pós graduação_Caroline Seara (2)
 
Cinco motivos para você não adotar metodologias ágeis - Rafael Prikladnicki F...
Cinco motivos para você não adotar metodologias ágeis - Rafael Prikladnicki F...Cinco motivos para você não adotar metodologias ágeis - Rafael Prikladnicki F...
Cinco motivos para você não adotar metodologias ágeis - Rafael Prikladnicki F...
 
Metodologias ágeis de desenvolvimento
Metodologias ágeis de desenvolvimento Metodologias ágeis de desenvolvimento
Metodologias ágeis de desenvolvimento
 
Feature Driven Development
Feature Driven DevelopmentFeature Driven Development
Feature Driven Development
 
Aplicação das abordagens Scrum e XP
Aplicação das abordagens Scrum e XPAplicação das abordagens Scrum e XP
Aplicação das abordagens Scrum e XP
 
Resumo das mudanças no PMBOK 5
Resumo das mudanças no PMBOK 5Resumo das mudanças no PMBOK 5
Resumo das mudanças no PMBOK 5
 

Destaque (7)

Herramientas digitales
Herramientas digitalesHerramientas digitales
Herramientas digitales
 
Identidade de produto
Identidade de produtoIdentidade de produto
Identidade de produto
 
Dijimos que estaba bien...
Dijimos que estaba bien...Dijimos que estaba bien...
Dijimos que estaba bien...
 
Salmo 86
Salmo 86Salmo 86
Salmo 86
 
Rent
RentRent
Rent
 
Teorema de tales
Teorema de talesTeorema de tales
Teorema de tales
 
DChristieCommendation
DChristieCommendationDChristieCommendation
DChristieCommendation
 

Semelhante a Artigo corrigido

PDSI.INT- S01 Introdução a Eng Software e Processo.pdf
PDSI.INT- S01 Introdução a Eng Software e Processo.pdfPDSI.INT- S01 Introdução a Eng Software e Processo.pdf
PDSI.INT- S01 Introdução a Eng Software e Processo.pdfpedrina4
 
Erika questionario pt 1 (Eng Software III).
Erika questionario pt 1 (Eng Software III).Erika questionario pt 1 (Eng Software III).
Erika questionario pt 1 (Eng Software III).Érika Santos
 
Engenharia de software aula 6 - Introdução ao Desenvolvimento Ágil
Engenharia de software aula 6 - Introdução ao Desenvolvimento ÁgilEngenharia de software aula 6 - Introdução ao Desenvolvimento Ágil
Engenharia de software aula 6 - Introdução ao Desenvolvimento ÁgilRebecca Betwel
 
Gerenciamento da Qualidade de Software 2.pptx
Gerenciamento da Qualidade de Software 2.pptxGerenciamento da Qualidade de Software 2.pptx
Gerenciamento da Qualidade de Software 2.pptxRoberto Nunes
 
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...Lecom Tecnologia
 
[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...
[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...
[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...EloGroup
 
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...EloGroup
 
Utilizando metologias ágeis com VSTS: Scrum e XP, YES WE CAN! (ALM204)
Utilizando metologias ágeis com VSTS: Scrum e XP, YES WE CAN! (ALM204)Utilizando metologias ágeis com VSTS: Scrum e XP, YES WE CAN! (ALM204)
Utilizando metologias ágeis com VSTS: Scrum e XP, YES WE CAN! (ALM204)André Dias
 
Metodologia ágil das Desenvolvimento Adaptativo Software
Metodologia ágil das   Desenvolvimento Adaptativo SoftwareMetodologia ágil das   Desenvolvimento Adaptativo Software
Metodologia ágil das Desenvolvimento Adaptativo SoftwareMarilainny Martins da Silva
 
Palestra Métodos Ágeis SERPRO
Palestra Métodos Ágeis SERPROPalestra Métodos Ágeis SERPRO
Palestra Métodos Ágeis SERPROWildtech
 
Desenvolvimento de um microprocesso utilizando métricas e indicadores como a...
Desenvolvimento de um microprocesso utilizando métricas e indicadores como a...Desenvolvimento de um microprocesso utilizando métricas e indicadores como a...
Desenvolvimento de um microprocesso utilizando métricas e indicadores como a...Maicon Zerbielli
 
O uso de metodos ageis no desenvolvimento de software
O uso de metodos ageis no desenvolvimento de softwareO uso de metodos ageis no desenvolvimento de software
O uso de metodos ageis no desenvolvimento de softwareEverton vitor
 
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de software
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de softwareGerenciamento de equipes no desenvolvimento de software
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de softwareRoberto Brandini
 

Semelhante a Artigo corrigido (20)

PDSI.INT- S01 Introdução a Eng Software e Processo.pdf
PDSI.INT- S01 Introdução a Eng Software e Processo.pdfPDSI.INT- S01 Introdução a Eng Software e Processo.pdf
PDSI.INT- S01 Introdução a Eng Software e Processo.pdf
 
Erika questionario pt 1 (Eng Software III).
Erika questionario pt 1 (Eng Software III).Erika questionario pt 1 (Eng Software III).
Erika questionario pt 1 (Eng Software III).
 
Engenharia de software aula 6 - Introdução ao Desenvolvimento Ágil
Engenharia de software aula 6 - Introdução ao Desenvolvimento ÁgilEngenharia de software aula 6 - Introdução ao Desenvolvimento Ágil
Engenharia de software aula 6 - Introdução ao Desenvolvimento Ágil
 
Gerenciamento da Qualidade de Software 2.pptx
Gerenciamento da Qualidade de Software 2.pptxGerenciamento da Qualidade de Software 2.pptx
Gerenciamento da Qualidade de Software 2.pptx
 
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...
 
[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...
[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...
[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...
 
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...
 
Utilizando metologias ágeis com VSTS: Scrum e XP, YES WE CAN! (ALM204)
Utilizando metologias ágeis com VSTS: Scrum e XP, YES WE CAN! (ALM204)Utilizando metologias ágeis com VSTS: Scrum e XP, YES WE CAN! (ALM204)
Utilizando metologias ágeis com VSTS: Scrum e XP, YES WE CAN! (ALM204)
 
Metodologia ágil das Desenvolvimento Adaptativo Software
Metodologia ágil das   Desenvolvimento Adaptativo SoftwareMetodologia ágil das   Desenvolvimento Adaptativo Software
Metodologia ágil das Desenvolvimento Adaptativo Software
 
Rational Unified Process (RUP)
Rational Unified Process (RUP)Rational Unified Process (RUP)
Rational Unified Process (RUP)
 
Aula2 processos sw
Aula2 processos swAula2 processos sw
Aula2 processos sw
 
Metodos ageis
Metodos ageisMetodos ageis
Metodos ageis
 
Palestra Métodos Ágeis SERPRO
Palestra Métodos Ágeis SERPROPalestra Métodos Ágeis SERPRO
Palestra Métodos Ágeis SERPRO
 
Tudo são Dados - PHP Conference 2008
Tudo são Dados - PHP Conference 2008Tudo são Dados - PHP Conference 2008
Tudo são Dados - PHP Conference 2008
 
Desmistificando Agile & Scrum
Desmistificando Agile & ScrumDesmistificando Agile & Scrum
Desmistificando Agile & Scrum
 
Desenvolvimento de um microprocesso utilizando métricas e indicadores como a...
Desenvolvimento de um microprocesso utilizando métricas e indicadores como a...Desenvolvimento de um microprocesso utilizando métricas e indicadores como a...
Desenvolvimento de um microprocesso utilizando métricas e indicadores como a...
 
O uso de metodos ageis no desenvolvimento de software
O uso de metodos ageis no desenvolvimento de softwareO uso de metodos ageis no desenvolvimento de software
O uso de metodos ageis no desenvolvimento de software
 
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de software
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de softwareGerenciamento de equipes no desenvolvimento de software
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de software
 
Aula 3 - Engenharia de Software
Aula 3 - Engenharia de SoftwareAula 3 - Engenharia de Software
Aula 3 - Engenharia de Software
 
Métodos Ágeis - Aula02
Métodos Ágeis - Aula02Métodos Ágeis - Aula02
Métodos Ágeis - Aula02
 

Último

ATIVIDADE 1 - TI - BOAS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA EM TI - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - TI - BOAS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA EM TI - 512024.docxATIVIDADE 1 - TI - BOAS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA EM TI - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - TI - BOAS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA EM TI - 512024.docxjosecarlos413721
 
ATIVIDADE 1- LÓGICA PARA COMPUTAÇÃO - 512024.docx
ATIVIDADE 1- LÓGICA PARA COMPUTAÇÃO - 512024.docxATIVIDADE 1- LÓGICA PARA COMPUTAÇÃO - 512024.docx
ATIVIDADE 1- LÓGICA PARA COMPUTAÇÃO - 512024.docx2m Assessoria
 
MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 51-2024.docx
MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 51-2024.docxMAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 51-2024.docx
MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 51-2024.docxjosecarlos413721
 
Apresentação bichinhos da TI: o que é esse arquiteto de software
Apresentação bichinhos da TI: o que é esse arquiteto de softwareApresentação bichinhos da TI: o que é esse arquiteto de software
Apresentação bichinhos da TI: o que é esse arquiteto de softwareAleatório .
 
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docxATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docxjosecarlos413721
 
MAPA - ADSIS - FUNDAMENTOS E ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 512024.docx
MAPA - ADSIS - FUNDAMENTOS E ARQUITETURA DE COMPUTADORES  - 512024.docxMAPA - ADSIS - FUNDAMENTOS E ARQUITETURA DE COMPUTADORES  - 512024.docx
MAPA - ADSIS - FUNDAMENTOS E ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 512024.docx2m Assessoria
 
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docxATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx2m Assessoria
 
ATIVIDADE 1 - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 512024.docxATIVIDADE 1 - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 512024.docx2m Assessoria
 
ATIVIDADE 1 - PESQUISA OPERACIONAL - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - PESQUISA OPERACIONAL - 512024.docxATIVIDADE 1 - PESQUISA OPERACIONAL - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - PESQUISA OPERACIONAL - 512024.docx2m Assessoria
 
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docxATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx2m Assessoria
 
ATIVIDADE 1 - ADSIS - FUNDAMENTOS E ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - FUNDAMENTOS E ARQUITETURA DE COMPUTADORES  - 512024.docxATIVIDADE 1 - ADSIS - FUNDAMENTOS E ARQUITETURA DE COMPUTADORES  - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - FUNDAMENTOS E ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 512024.docx2m Assessoria
 
MAPA -INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 512024.docx
MAPA -INTRODUÇÃO À ENGENHARIA  - 512024.docxMAPA -INTRODUÇÃO À ENGENHARIA  - 512024.docx
MAPA -INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 512024.docx2m Assessoria
 
ATIVIDADE 1 - CONTABILIDADE EMPRESARIAL - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - CONTABILIDADE EMPRESARIAL - 512024.docxATIVIDADE 1 - CONTABILIDADE EMPRESARIAL - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - CONTABILIDADE EMPRESARIAL - 512024.docx2m Assessoria
 
ATIVIDADE 1 - MODELAGEM DE SOFTWARE – 512024.docx
ATIVIDADE 1 - MODELAGEM DE SOFTWARE – 512024.docxATIVIDADE 1 - MODELAGEM DE SOFTWARE – 512024.docx
ATIVIDADE 1 - MODELAGEM DE SOFTWARE – 512024.docxjosecarlos413721
 
MAPA -INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 512024.docx
MAPA -INTRODUÇÃO À ENGENHARIA  - 512024.docxMAPA -INTRODUÇÃO À ENGENHARIA  - 512024.docx
MAPA -INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 512024.docx2m Assessoria
 
Serviços para fazer deploy do seu Frontend - react ceara 8 meetup 2024
Serviços para fazer deploy do seu Frontend - react ceara 8 meetup 2024Serviços para fazer deploy do seu Frontend - react ceara 8 meetup 2024
Serviços para fazer deploy do seu Frontend - react ceara 8 meetup 2024Ismael Ash
 

Último (16)

ATIVIDADE 1 - TI - BOAS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA EM TI - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - TI - BOAS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA EM TI - 512024.docxATIVIDADE 1 - TI - BOAS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA EM TI - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - TI - BOAS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA EM TI - 512024.docx
 
ATIVIDADE 1- LÓGICA PARA COMPUTAÇÃO - 512024.docx
ATIVIDADE 1- LÓGICA PARA COMPUTAÇÃO - 512024.docxATIVIDADE 1- LÓGICA PARA COMPUTAÇÃO - 512024.docx
ATIVIDADE 1- LÓGICA PARA COMPUTAÇÃO - 512024.docx
 
MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 51-2024.docx
MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 51-2024.docxMAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 51-2024.docx
MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 51-2024.docx
 
Apresentação bichinhos da TI: o que é esse arquiteto de software
Apresentação bichinhos da TI: o que é esse arquiteto de softwareApresentação bichinhos da TI: o que é esse arquiteto de software
Apresentação bichinhos da TI: o que é esse arquiteto de software
 
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docxATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx
 
MAPA - ADSIS - FUNDAMENTOS E ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 512024.docx
MAPA - ADSIS - FUNDAMENTOS E ARQUITETURA DE COMPUTADORES  - 512024.docxMAPA - ADSIS - FUNDAMENTOS E ARQUITETURA DE COMPUTADORES  - 512024.docx
MAPA - ADSIS - FUNDAMENTOS E ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 512024.docx
 
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docxATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx
 
ATIVIDADE 1 - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 512024.docxATIVIDADE 1 - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 512024.docx
 
ATIVIDADE 1 - PESQUISA OPERACIONAL - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - PESQUISA OPERACIONAL - 512024.docxATIVIDADE 1 - PESQUISA OPERACIONAL - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - PESQUISA OPERACIONAL - 512024.docx
 
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docxATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE - 512024.docx
 
ATIVIDADE 1 - ADSIS - FUNDAMENTOS E ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - FUNDAMENTOS E ARQUITETURA DE COMPUTADORES  - 512024.docxATIVIDADE 1 - ADSIS - FUNDAMENTOS E ARQUITETURA DE COMPUTADORES  - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - FUNDAMENTOS E ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 512024.docx
 
MAPA -INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 512024.docx
MAPA -INTRODUÇÃO À ENGENHARIA  - 512024.docxMAPA -INTRODUÇÃO À ENGENHARIA  - 512024.docx
MAPA -INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 512024.docx
 
ATIVIDADE 1 - CONTABILIDADE EMPRESARIAL - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - CONTABILIDADE EMPRESARIAL - 512024.docxATIVIDADE 1 - CONTABILIDADE EMPRESARIAL - 512024.docx
ATIVIDADE 1 - CONTABILIDADE EMPRESARIAL - 512024.docx
 
ATIVIDADE 1 - MODELAGEM DE SOFTWARE – 512024.docx
ATIVIDADE 1 - MODELAGEM DE SOFTWARE – 512024.docxATIVIDADE 1 - MODELAGEM DE SOFTWARE – 512024.docx
ATIVIDADE 1 - MODELAGEM DE SOFTWARE – 512024.docx
 
MAPA -INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 512024.docx
MAPA -INTRODUÇÃO À ENGENHARIA  - 512024.docxMAPA -INTRODUÇÃO À ENGENHARIA  - 512024.docx
MAPA -INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 512024.docx
 
Serviços para fazer deploy do seu Frontend - react ceara 8 meetup 2024
Serviços para fazer deploy do seu Frontend - react ceara 8 meetup 2024Serviços para fazer deploy do seu Frontend - react ceara 8 meetup 2024
Serviços para fazer deploy do seu Frontend - react ceara 8 meetup 2024
 

Artigo corrigido

  • 1.
  • 2. Por que definir processos
  • 7. Sobre Ambiente de Desenvolvimento de Software
  • 9. Ferramentas Utilizadas para Montar o Ambiente
  • 18. Como foi utilizado o Modelo de Qualidade
  • 21. Diagrama de Banco de Dados
  • 22. Ambiente Auxiliando no Desenvolvimento
  • 25.
  • 26. Montar um Ambiente de Desenvolvimento de Software;
  • 27. Desenvolver usando a metodologia Scrum a aplicação G-INFO versão empresarial;
  • 28. Apos definirmos os objetivos terminamos a introdução (parte 1), na parte 2 será definido conceitos que foram utilizados, a parte 3 mostra como foi criado o ambiente de desenvolvimento, na parte 4 apresenta-se como foi desenvolvido a aplicação G-INFO, na 5 uma breve conclusão e na 6 as referencias utilizadas neste artigo.
  • 29.
  • 30. O G-INFO é uma aplicação para gestão de informações e políticas institucionais, ele possui duas versões a acadêmica e a empresarial.
  • 31. Na versão acadêmica ele é uma solução de gestão da informação para uma instituição de ensino, de forma a integrar às bases de dados da instituição, visando enfrentar as demandas de serviços corporativos nos padrões da
  • 33. Na versão empresarial ele é uma solução de gestão da informação dos funcionários da empresa, voltado mais para auxiliar no planejamento e organização de equipes para projetos.
  • 34. Nesse artigo será mostrado como foi feito o desenvolvimento do G-INFO versão empresarial.
  • 35. A aplicação G-INFO foi feita utilizando qualidade de software, mais primeiramente vamos esclarecer o que é qualidade de software.
  • 36.
  • 37. De acordo com a apresentação feita durante a aula, e a pesquisa foram levantados os seguintes requisitos:
  • 48.
  • 50. Com base no backlog e auxilio do product owner foi desenvolvido o diagrama de classe que segue abaixo:
  • 51. Figura 4: Diagrama de Classe
  • 52. Diagrama de Banco de Dados
  • 53. Com base no backlog e auxilio do product owner foi desenvolvido o diagrama de entidade-relacionamento que segue abaixo:
  • 54.
  • 56. A criação de um ambiente de desenvolvimento e o desenvolvimento da aplicação auxiliaram na compreensão dos conteúdos vistos em sala de aula, e também foi importante para aprender uma nova metodologia de desenvolvimento sem ser a tradicional, alem disso foram conhecidas tecnologias e ferramentas novas como o grails, que auxiliam no desenvolvimento, tudo isso fez com que a equipe adquirisse novos conhecimentos para os integrantes da equipe e também experiência para os mesmos.
  • 57. Com isso pode-se dizer que os objetivos foram alcançados.
  • 58. Referencias Bibliográficas[1] BRUZAROSCO, D. C. Modelo de apoio para uma integração efetiva entre as tecnologias da Qualidade, de Gerência por Processos e da Informação, nas Organizações. 2005. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção)- Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, UFSC, Florianópolis.<br />[2] CRUZ, T. Sistemas, organização & métodos: estudo integrado das novas tecnologias de informação. São Paulo: Atlas, 1997.<br />[3] Fusco. Camila - Scrum: a nova gestão de projetos disponível em HYPERLINK quot; http://governaca.wordpress.com/2008/03/18/scrum-a-nova-gestao-de-projetoquot; http://governaca.wordpress.com/2008/03/18/scrum-a-nova-gestao-de-projeto acessado em abril de 2010<br />[4]ISO – International Organization for Standardization. NBR ISO 9000 Sistemas de gestão da qualidade – Fundamentos e vocabulário. Rio de Janeiro: ABNT, 2000<br />[5] JURAN, J.M. Planejando para a qualidade. São Paulo: pioneira, 1990.<br />[6] MARANHÃO, M. ISO Série 9000: Manual de Implementação: Versão 2000. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2001.<br />[7] MOURA, L., Taxonomia de Ambientes de Desenvolvimento de Software, Dissertação de M. Sc., COPPE/UFRJ, Rio de Janeiro, Brasil, 1992.<br />[8] O’LEARY, D. E., STUDER, R., “Knowledge Management: An Interdisciplinary Approach”, IEEE Intelligent Systems, v. 16, n. 1, pp. 24-25, Jan/Feb. 2001.<br /> [9] OLIVEIRA, K., Modelo para Constrição de Ambientes de Desenvolvimento de Software Orientados a Domínio, Tese de D. Sc., COPPE/UFRJ, Rio de Janeiro, Brasil, 1999.<br />[10] OLIVEIRA, K., ZLOT, F., ROCHA, A. R., et al., “Domain-oriented software development environment”, Journal of Systems and Software (Article in Press), 2004. In: http://authors.elsevier.com/sd/article/S0164121203002334.<br />[11] OSTERWEIL, L. J., “A Process-Object Centered View of Software Environment Architecture”. In: Advanced Programming Environments, v. 244, Lecture Notes in Computer Science, Springer- Verlag, pp. 156-174, 1986.<br />[12] PALADINI, E.P. Gestão da Qualidade: teoria e prática. São Paulo: Atlas, 2000.<br />[13] Periotto Álvaro José, Endrici. João Otavio Montanha - Gestão da Informação e Políticas Institucionais: uma solução pautada pela auto-avaliação, 2007<br />[14]. W. Harrison, H. Ossher, P. Tarr, “Software Engineering Tools and Environments: A Roadmap”, in Proc. of the Future of Software Engineering, ICSE’2000, Ireland, 2000<br />